Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Fortaleza, Salvador, Natal, Maceió e Brasília. São as 11 cidades que garantiram vaga na disputa pelas sedes da Copa do Mundo de 2014.

A última vaga está sendo disputada centímetro a centímetro entre Campo Grande e Cuiabá. O anúncio das 12 cidades escolhidas será feito neste domingo, durante congresso da FIFA, nas Bahamas. raros esperam surpresas de última hora.

Goiânia está fora. Brasília tomou seu espaço. Florianópolis perdeu a disputa para Natal, o caminho mais curto entre a Europa e o Brasil. Depois, seria quase impossível colocar três sedes no sul do país, envolvendo Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

A real é que Florianópolis dá um banho de turismo em Porto Alegre e Curitiba, duas cidades nas quais os turistas se perguntam? “O que há além de shoppings, bares e restaurantes”.

Em Porto Alegre, por exemplo, a Cidade Baixa da balada nem luz decente tem e o trânsito, nas noites das baladas, é terra de ninguém.  Dois péssimos cartões de visita na vitrine do Mundial.

A futura cidade gaúcha da Copa do Mundo precisam urgentemente de um gestor, de um gerente, de um organizador. Não só a nossa Capital, quase todas as outras. Poucos conseguem ler antecipadamente todo o significado de uma cidade-sede de uma majestosa Copa do Mundo. Quem já passou por uma quando a bola é império pode ajudar. Quem nunca viu seguramente não sabe o que fazer.

Fonte: Site Click Rbs