Um incêndio neste domingo destruiu 32 lojas das Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa), no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. O fogo teve início pela manhã e foi controlado somente no final da tarde, restando ainda, no início da noite, alguns focos de labaredas.

Não houve feridos porque hoje o comércio não funciona no local. Apenas vigilantes estavam no galpão quando o incêndio teve início. Alguns lojistas chegaram a entrar nas lojas para salvar mercadorias.

Várias toneladas de alimentos foram destruídas pelo fogo, que atingiu o galpão de cereais e papéis higiênicos. O prejuízo ainda não pode ser avaliado, de acordo com o presidente da Ceasa, Reginaldo Costa Moreira, que vai se reunir na segunda-feira com autoridades para analisar as perdas dos lojistas e acionar o seguro.

Foram necessárias nove viaturas do Corpo de Bombeiros e 48 homens para conter o fogo, que, segundo o comandante da Guarnição, Major Alfredo de Carvalho, chegou a 50 metros de altura.

A Ceasa é uma instituição do Governo do Estado onde lojistas revendem, principalmente, alimentos para comerciantes de várias cidades do Ceará. A Capital é uma das localidades mais abastecidas. O presidente da Ceasa garantiu que o abastecimento no Estado não será comprometido e que o comércio volta a funcionar normalmente na segunda-feira.

Fonte: Portal Terra

Anúncios