As chuvas que atingem ao menos 13 Estados brasileiros há mais de um mês já causaram 45 mortes e obrigaram 377.850 a deixar suas casas. De acordo com balanço divulgado nesta terça-feira pela Sedec (Secretaria Nacional de Defesa Civil), do Ministério da Integração Nacional, uma nova morte foi registrada no Maranhão, elevando para dez o número de óbitos registrados no Estado em decorrência das enchentes. Até ontem, eram 44 o número de mortes contabilizadas pela secretaria no país.

Segundo as informações passadas ao órgão pelas defesas civis estaduais, 45 pessoas morreram em oito Estados. Do total, 15 mortes ocorreram no Ceará e outras dez no Maranhão –dois dos Estados mais afetados pelas enchentes.

Os demais Estados que registraram mortes são: Bahia (7), Alagoas (7), Paraíba (2), Sergipe (2), Pernambuco (1) e Santa Catarina (1).

Devido às chuvas, 254.340 pessoas foram desalojadas –deixaram suas casas e estão hospedadas com amigos ou familiares-, e 123.510 estão desabrigados, ou seja, dependem de abrigos públicos.

O número de municípios que registraram danos em decorrência dos temporais também subiu de 393 para 407 municípios, localizados em 13 Estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Acre, Amazonas, Pará e Santa Catarina.

No Nordeste, o Maranhão é o Estado com o maior número de municípios prejudicados –95, ao todo; seguido pelo Ceará (81), Piauí (41), Paraíba (29), Rio Grande do Norte (29), Pernambuco (14), Bahia (11), Sergipe (8) e Alagoas (5).

Também no Maranhão, duas pessoas estão desaparecidas devido às chuvas: Gilson Ferreira, 28, desapareceu no domingo (17), quando sua embarcação tombou na cidade de Bacabal (250 km de São Luis). Outro homem, ainda não identificado, sumiu às 9h desta segunda-feira (18) na cidade de Anapurus (182 km de São Luis).

Já no Norte, o Amazonas é o Estado com o maior número de cidades prejudicadas pelas chuvas –47, no total–; seguido pelo Pará (35) e o Acre (2).

No Sul, dez municípios de Santa Catarina –Estado que também sofre com a seca– registraram danos em decorrência das enchentes, informou a Defesa Civil Nacional.

Fonte: Folha Online

Anúncios