Detroit – A General Motors notificou 1,1 mil revendedores nos Estados Unidos de que eles serão descredenciados até outubro de 2010 como parte dos planos da montadora para eliminar 2.369 concessionárias, ou cerca de 40% do total atual, até o fim do próximo ano. A GM também informou que vai atualizar 470 revendedores das marcas Saturn, Saab e Hummer sobre seus esforços para vender as marcas.

“É imperativo que uma GM mais saudável e viável tenha uma rede de revendedores saudável e viável que não possa apenas sobreviver, mas também prosperar durante crises cíclicas”, disse o diretor para vendas da GM, Mark LaNeve, em um comunicado. “É óbvio que quase todas as partes da GM, incluindo a rede de concessionárias, precisam se tornar menores e mais eficientes”, acrescentou o executivo.

Os cortes fazem parte dos esforços da GM para diminuir seu tamanho, enquanto enfrenta o prazo de 1º de junho imposto pelo governo dos EUA para se reestruturar ou, então, pedir concordata. Determinada a evitar os enormes custos envolvidos na eliminação das concessionárias Oldsmobile, ocorrida no início desta década, a GM tem afirmado que vai esvaziar os estoques dos revendedores e permitir que os contratos terminem naturalmente. A maior parte dos contratos com as concessionárias expira em outubro de 2010.

Fonte: Abril.com