As mudanças bruscas de temperatura no outono aumentam o risco de doenças principalmente em idosos e crianças. A amplitude térmica (ondas de frio e calor em curto período) é um dos principais efeitos do aquecimento global, repetido com maior frequência no período. Segundo pesquisa do Laboratório de Poluição da Universidade de São Paulo (USP), em dias com temperatura abaixo dos 10 graus morrem sete idosos a mais por dia na cidade de São Paulo. Isso porque, diz o médico Paulo Saldiva, o organismo não está preparado para enfrentar as mudanças. Além disso, quando a temperatura oscila muito, o sangue fica mais espesso, o que aumenta os riscos de problemas cardiovasculares. “Nesse sentido, o aquecimento global aparece como um grande vilão.”

Segundo a geógrafa da Faculdade de Saúde Pública da USP Helena Ribeiro dois fatores influenciam na amplitude térmica: a vegetação que dá lugar ao asfalto e também a poluição, que preserva o calor por mais tempo perto da cidade.

Fonte: Veja.abril.com

Anúncios