Ato é aberto à participação do público, por e-mail e telefone. Acompanhe a transmissão ao vivo.

Teve início por volta das 19h20 desta quarta-feira (13) a vigília em defesa da preservação da floresta amazônica no plenário do Senado. O ato é organizado pela Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas da Casa, que decidiu promovê-lo após reunião com a atriz Christiane Torloni, na semana passada.

A artista é uma das idealizadoras do movimento “Amazônia para Sempre”, que arrecadou mais de 1 milhão de assinaturas em apoio a um manifesto pelo fim do desmatamento na Amazônia.

O ato é aberto à participação da sociedade civil e debate as ameaças à floresta, as políticas públicas para a região e as iniciativas de lei sobre o tema.  Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas

A previsão é que o encontro prossiga durante a madrugada Deve ser entregue ainda aos parlamentares manifesto com 1,1 milhão de assinaturas do “Amazônia para Sempre”. O documento pede ações contra o desmatamento.

Saiba mais sobre o movimento Amazônia para Sempre:
Artistas conseguem 1,1 milhão de assinaturas pela Amazônia

Os manifestantes também devem protestar contra as reformas no Código Florestal. Atualmente, essa lei obriga que terrenos rurais na Amazônia tenham pelo menos 80% de floresta. Parlamentares ligados ao setor agropecuário, contudo, querem que o percentual seja baixado para 50%.

Além de Torloni, os atores Victor Fasano e Marcos Palmeira já confirmaram presença. O ministro do Meio ambiente, Carlos Minc, também disse que irá comparecer.
Para quem não estiver em  Brasília, os organizadores pedem que sugestões e protestos sejam feitos por meio do telefone Alô Senado (0800-612211) ou pelo e-mail scomcmmc@senado.gov.br.

Fonte: Globo Amazônia