Aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) levam mais 29 toneladas de donativos neste fim de semana para vítimas das chuvas no Maranhão e no Piauí. Segundo a FAB, uma aeronave (C130 Hércules) vinda de Brasília está prevista para chegar a São Luís na tarde deste sábado contendo 250 colchões, cestas básicas e medicamentos. No decorrer da semana, o Maranhão já havia recebido 220 toneladas de donativos –estima-se que o prejuízo com as chuvas no Nordeste passe de R$ 1 bilhão.

De acordo com a Defesa Civil do Maranhão, subiu para 70 o número de municípios atingidos pelas enchentes no Estado, sendo 69 deles em situação de emergência. Cerca de 184 mil pessoas já foram afetadas, das quais 35.49 estão desalojadas e 24.699 desabrigadas.

Outro avião chega à capital do Maranhão com 35 bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, além de equipamentos que vão ajudar no trabalho de auxílio às vítimas das chuvas, como botes, barcos, motosserras, desencarceradores e material de mergulho. A FAB informou ainda que um terceiro avião com medicamentos está previsto para chegar em São Luís na noite de hoje.

Ao todo, serão sete toneladas e meia de cestas básicas e oito toneladas de medicamentos para o Maranhão, que serão descarregadas pelos soldados da FAB e do Exército e levados para o hangar da Força Aérea, ao lado do aeroporto. Posteriormente, o material será distribuído pela Defesa Civil, de acordo com a prioridade de emergência dos municípios. Um helicóptero da FAB já está no Estado e vai ajudar a levar a ajuda para as cidades que estão isoladas.

Segundo a FAB, um avião levará para Teresina, no Piauí, cerca de seis toneladas de medicamentos e sete toneladas e meia de cestas básicas na manhã deste domingo. A FAB informou também que somente para o Estado do Maranhão já foram levadas 220 toneladas de alimentos em mais de 60 horas de voo. Os donativos foram angariados em campanha de empresas privadas.

A Defesa Civil do Maranhão informou que o Rio de Janeiro e Brasília também estão mobilizados para enviar ajuda às vítimas, mas ainda não há nada concreto previsto. Segundo a Defesa, 80 bombeiros estão envolvidos nos trabalhos decorrentes da chuva em São Luiz. A previsão da situação de emergência no Estado é de 90 dias.

Chuvas

As chuvas que caíram sobre o Norte e o Nordeste do país nos últimos dias vão continuar hoje, segundo previsão do Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). De acordo com os meteorologistas, as pancadas de chuva, dessa vez, serão localizadas no Maranhão, Piauí, Ceará, Tocantins, Pará e no Amapá.

Segundo o Cptec, as chuvas serão intensas em algumas áreas isoladas. As chuvas também atingem o nordeste da Bahia, Sergipe, Alagoas e o leste de Pernambuco. Até esta sexta-feira, foram contabilizadas 44 mortes em decorrências das enchentes.

As mortes foram registradas em oito Estados: Ceará (12), Maranhão (9), Paraíba (2), Pernambuco (1), Bahia (7), Alagoas (4), Amazonas (8) e Santa Catarina (1). Dos afetados, 126.376 estão desabrigados –tiveram de deixar suas casas e dependem de abrigos públicos– e 57.249 desalojadas, ou seja, estão hospedadas com amigos ou familiares.

Fonte: Folha Online

Anúncios