Um israelense e um grupo de palestinos deixaram as diferenças históricas de lado e uniram forças para realizar um assalto a banco na Cisjordânia.

 

Segundo a polícia local, o roubo ao West Bank de Ramallah ocorreu na última terça, quando seis homens armados fugiram levando o equivalente a R$ 68 mil.

 

Após o assalto, policiais conseguiram prender dois palestinos que confessaram o crime. Eles disseram que o roubo foi realizado com a ajuda de mais três palestinos que vivem em Israel e um judeu israelense.

O israelense, segundo os dois detidos, foi “o mentor intelectual do crime” e também participou do assalto, antes de pegar um avião de volta para Israel.  

A polícia da Cisjordânia afirmou que ações conjuntas entre arábes e judeus poderiam significar uma perigosa nova tendência do crime organizado na região.

 

Fonte: http://oglobo.globo.com/

Anúncios