Porquinhos

“Ela é transmitida dos porquinhos para as pessoas só quando eles espirram. 

Portanto, a providência elementar é não ficar perto de porquinho nenhum” 

José Serra, governador de São Paulo e candidato a presidente, sobre a gripe suína

 

É triste a sina de homens públicos que têm de falar sobre tudo o que não conhecem, mas o governador de São Paulo e quase candidato a presidente pelo PSDB exagerou ao falar da gripe suína.

 

Primeiro porque não há nenhum registro de transmissão da gripe de porcos para humanos até agora. Nem o vírus foi encontrado em nenhum porco até o momento. O contágio é de humano para humano, diferentemente da gripe aviária.

 

O próprio nome gripe suína, que deve ter inspirado a opinião do governador, é inadequado. Podia ser gripe mexicana, onde apareceu, ou mesmo aviária 2, porque a mutação do influenza, vírus da gripe comum, pode ter ocorrido em qualquer um desses animais.

 

Mas há dois agravantes: 

 

Primeiro, Serra já foi ministro da Saúde, deveria saber que não se deve comentar nem dar opinião em questões de saúde sobre coisas sérias ou sobre as quais não se tem conhecimento. 

 

Segundo, como palmeirense não deveria disseminar preconceito contra os pobres porquinhos que espirram.

Imagine o que aconteceria se a gafe tivesse sido de um tal presidente manguaça e analfabeto segundo nossa grande mídia?

 

Fonte: http://www.futepoca.com.br/