Atual presidente teve 56% na pesquisa, informa a agência Reuters. Lucio Gutiérrez teve apenas 29%, segundo a mesma enquete.

O presidente Rafael Correa deve ganhar a reeleição com ampla maioria na eleição deste domingo (26) no Equador, aponta pesquisa preliminar de boca-de-urna obtida pela agência Reuters que está em linha com a tendência apontada por levantamentos realizados nos últimos dias. 

A pesquisa da empresa Santiago Pérez, contratada pelo governo e por empresas privadas, estima que 56% dos equatorianos teriam votado em Correa, enquanto que 29% teriam apoiado o ex-presidente Lucio Gutiérrez, o que evitaria um segundo turno.

Mandato polêmico – Os equatorianos foram às urnas neste domingo para escolher o próximo presidente da república, após um mandato polêmico do popular Rafael Correa. O atual presidente tenta a reeleição para continuar sua “revolução socialista” e enfrenta um ex-presidente que já foi deposto por uma rebelião popular, Lucio Gutiérrez.

No país em que nenhum presidente finalizou seu mandato na última década, Correa conseguiu mais que completar dois anos no poder. Sua popularidade continua alta e, segundo pesquisas feitas antes do pleito, ele poderia vencer ainda no primeiro turno. Em 2008, ele venceu um referendo para legitimar uma nova Constituição, que permite com que ele concorra a mais dois mandatos consecutivos.

Fonte: G1