BRASÍLIA – A Caixa Geral de Depósitos (CGD), banco português estatal com 30% do mercado daquele país, retoma negócios no Brasil neste mês. A instituição irá atuar no país como banco de atacado, com operações de financiamentos, de banco de investimento e de comércio exterior. Sob a denominação Banco Caixa Geral – Brasil S.A, a instituição também fará financiamento de projetos, assessoria em fusões e aquisições e dívida estruturada, além de repasses do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

O banco começará a operar em São Paulo com capital inicial de R$ 123 milhões. “A estratégia da CGD, que tem ativos totais de 109,9 bilhões de euros, patrimônio de 5,2 bilhões de euros e rating duplo A, é a de crescer fora de Portugal e ajudar as empresas da península ibérica, que buscam novos mercados”, informou nota da instituição.

Segundo a instituição, a história do banco no Brasil começou em 1887, com a abertura da Agência Financial de Portugal no Rio de Janeiro, numa carta do Imperador Dom Pedro II. O CGD, no Brasil, foi dono do Banco Bandeirantes, e teve participação de 4,58% no Banco Itaú e 12% no Unibanco. 

De acordo com a instituição, mesmo depois de deixar o país, a CGD continuou atuando no Brasil, com apoio a empresas brasileiras em expansão na Europa e com financiamento ao comércio exterior brasileiro. Atualmente, o banco está presente em 23 países.

“A retomada dos negócios no Brasil se deve ao fato de o país ser um dos mercados estratégicos no processo de internacionalização do banco, que já tem experiência no mercado nacional. Além disso, o contexto macroeconômico brasileiro é favorável, e os investimentos da península ibérica são de porte extremamente relevante, e deverão continuar a chegar no Brasil, mesmo na conjuntura atual”, informou o banco, por meio da nota.

Fonte: http://www.dci.com.br/

Anúncios