Além de concentrar o maior número de parques eólicos em operação no País, o Ceará é a unidade da Federação que mais está adiantada em obras para instalação de novos empreendimentos. Segundo dados do Banco de Informações de Geração, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), existem, atualmente, oito usinas produzindo energia a partir do ventos no Estado, respondendo por uma capacidade instalada de 96,63 megawatts (MW). A expectativa é que até o fim do ano, mais oito parques estejam concluídos, mais do que quintuplicando a atual capacidade de geração, o que colocará o Ceará como o Estado brasileiro com o maior potencial eólico instalado, com 500 MW.

´O Ceará concentra um terço de toda a energia prevista pelo Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa), que totaliza 1.452 MW, e é o Estado que atualmente está mais adiantado em obras para construção desses parques eólicos, pois os empreendimentos em construção não têm mais pendências sejam elas de instalação, fundiárias ou ambientais´, afirma Lauro Fiúza, presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeólica).

Detentor de 25% de toda a capacidade de geração de energia elétrica a partir da força dos ventos no País (143.000 MW), segundo o Atlas do Potencial Eólico Brasileiro, nos próximos anos o potencial eólico do Estado só tende a aumentar. Ainda segundo a Aneel, mais sete empreendimentos a partir desta fonte de energia estão com a construção prevista, o que adicionará mais 645,9 MW aos 500 MW que passarão a ser gerados ainda em 2009.

Desafios –
Todavia, o desenvolvimento da produção de energia eólica no Ceará ainda enfrenta sérios desafios. ´Hoje em dia, o grande desafio que se apresenta são as discussões com o patrimônio público e os órgãos que cuidam do meio ambiente (Ibama, Semace e Ministério Público), para saber quem deve legislar sobre a liberação das áreas de construção. Aqui no Estado foi onde mais tivemos problemas para liberação, então esta é uma questão que precisa ser agilizada para que possamos definir se o Ceará avança, ou não, na geração eólica´, afirma Fiúza, da Abeólica.

De acordo com ele, apesar de o Ceará deter o maior potencial de geração eólica do País, com essas discussões, os investidores, a sua maioria estrangeiros, ficam temerosos em tocar os seus projetos. ´A geração eólica é a que mais cresce no mundo e todos os países aclamam esta fonte de energia. Por outro lado, aqui se questiona se este tipo de usina é benéfica. Ora, desenvolvimento não se faz sem energia´, dispara.

Matéria completa: http://www.tvcanal13.com.br/noticias/ce-lidera-instalacao-de-novos-parques-eolicos-no-brasil-49748.asp
Anúncios