Rede de Fortaleza é a terceira maior em população do Brasil, atinge Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte

O posto de quinta Capital do Brasil em números populacionais faz de Fortaleza uma das principais metrópoles do País. Para além dos seus mais de dois milhões e meio de habitantes, a cidade é referência para um conjunto populacional de mais de 20 milhões de pessoas que compõem a rede de influência urbana na qual a Capital cearense é o centro irradiador de serviços públicos e privados nas áreas de lazer, saúde, educação e transporte.

A pesquisa “Regiões de Influência das Cidades”, divulgada em novembro/2008  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou que Fortaleza é um dos 12 maiores centros urbanos do País, sendo o quinto maior se considerados os números populacionais.

O estudo mostra que a influência das cidades se expande para além das fronteiras estaduais, fenômeno esse denominado de região de influência urbana.

A de Fortaleza, por exemplo, atinge o Piauí, o Maranhão e até mesmo o Rio Grande do Norte. A rede da Capital cearense é a terceira maior em população do Brasil e a primeira da Região Nordeste. Isso quer dizer que a presença de órgãos do Executivo, do Judiciário, de grandes empresas, a oferta de ensino superior, de serviços de saúde e de domínios de internet sediadas em Fortaleza são importantes não só para a própria Capital, mas para sete capitais regionais, 21 centros subregionais, 86 centros de zona e 786 municípios.

A oferta de equipamentos e serviços como informações de ligações aéreas, de deslocamentos para internações hospitalares, das áreas de cobertura das emissoras de televisão, da oferta de ensino superior, da diversidade de atividades comerciais e de serviços, da oferta de serviços bancários, e da presença de domínios de internet foram os parâmetros utilizados na pesquisa para identificar a formação das redes urbanas brasileiras.

A pesquisa conclui que São Paulo é o maior centro urbano do País, com 19,5 milhões de habitantes, em 2007. A rede de Fortaleza tem uma área geográfica de 792 mil 410 km² e representa 11,2% da população nacional. Apenas 15,8% dos 20 milhões e 573 mil habitantes da rede encontram-se situados na metrópole. Por outro lado, a rede urbana composta por Fortaleza possui o menor Produto Interno Bruto (PIB) per capita, com R$ 4,7 mil.

FIQUE POR DENTRO – Pesquisa trabalhou com 4.625 municípios

O estudo ´Regiões de Influência das Cidades´ foi construído a partir das informações pela rede de agências do IBGE sobre 4.625 municípios. Os resultados foram obtidos também através da comparação com estudos feitos pelo IBGE em 1972, 1987 e 2000. As áreas de influência dos centros foram delineadas a partir da intensidade das ligações entre as cidades, com base em dados secundários e os obtidos no questionário específico. As metrópoles que formam as 12 redes urbanas de influência foram ainda divididas em três subníveis: grande metrópole nacional, metrópole nacional e metrópole. Fortaleza está enquadrada no subnível metrópole. O estudo trabalha ainda com outros quatro níveis de classificação: capital regional, centro sub-regional, centro de zona e centro local.

Fonte: Diário do Nordeste