SÃO PAULO – Bancários protestaram nesta sexta-feira (26) em São Paulo contra 400 demissões anunciadas na quinta-feira (15) pelo banco Santander. A maioria das demissões ocorreram no Banco Real, do grupo Santander. As manifestações, que ocorreram na avenida Paulista, no bairro de Santo Amaro e na avenida Brigadeiro Luiz Antonio, foram encabeçadas pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

“Não podemos aceitar demissões de empresas que bateram recordes de lucratividade nas últimas décadas. Os bancos não podem dispensar trabalhadores para garantir sua lucratividade. É uma atitude irresponsável que vai ampliar os efeitos da crise no Brasil. O governo precisa agir”, disse, em nota, o presidente do sindicato, Luiz Cláudio Marcolino.

O sindicato cobrou ainda medidas do governo federal como a ratificação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho, que proíbe dispensas imotivadas em empresas lucrativas.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o banco Santader afirmou que não se pronunciaria sobre as demissões.

Fonte: http://www.dci.com.br/