Com o fim do mandato de Cesar Maia (DEM) na Prefeitura do Rio de Janeiro não resultou em desemprego para parentes do ex-prefeito que ocupavam cargos de confiança no governo municipal. Vereadores do DEM acolheram pelo menos três parentes do ex-prefeito em seus gabinetes na Câmara Municipal.

O vereador Carlo Caiado (DEM) nomeou como assessores Ana Maria Maia, irmã de Cesar Maia e ex-secretária de Eventos da prefeitura, e Carlos André Xavier Bonel Júnior, sobrinho do ex-prefeito e ex-chefe-de-gabinete do democrata.

Já o vereador Eider Dantas (DEM) nomeou Carmen Adela Ibarra Pizarra, cunhada do ex-prefeito e ex-presidente da Fundação Planetário. Líder da bancada do DEM na Câmara, Dantas não foi localizado pela reportagem para comentar o assunto. Segundo sua assessoria, o vereador está fora da cidade.

Caiado disse que não há nenhum acordo para nomear parentes de Cesar Maia que trabalhavam na prefeitura. Segundo ele, não há nenhum impedimento legal que proíba as contratações.

O democrata classificou como natural “aproveitar” pessoas ligadas a seu partido mas ressaltou que levou em consideração a qualificação técnica de cada um.

“Não tenho a obrigação de ficar com ninguém [que trabalhava na prefeitura] mas é um privilégio ter essas pessoas [no meu gabinete]”, afirmou Caiado, que chamou as críticas pela nomeação de parentes de “perseguição política” de uma “oposição desqualificada e raivosa”.

Questionado sobre as nomeações, o ex-prefeito disse, por e-mail, que está fora do Rio desde o último dia 2 e, por isso, não tem tido nenhum contato político.

“Descanso e caminho. Não tenho mandato. Portanto, a mim não se aplica os dispositivos dos que tem mandato. Isso só poder ser ódio pessoal”, afirmou Cesar Maia.

Fonte: Folha Online