Dor de Cabeça
Dor de Cabeça

Existem 200 tipos diferentes de dor de cabeça e muitas têm fundo emocional

 Pelo menos uma vez por semana Berenice Salomão sente dor de cabeça. Ela já procurou vários médicos especialistas e o diagnóstico é enxaqueca, cuja origem está relacionada a problemas emocionais e pressão arterial. “É um horror porque eu não tenho controle sobre esse incômodo e se a cabeça dói, meu bom humor desaparece”, afirma.

A massoterapeuta Simone Silva é outra vítima da dor que acomete a região lombar, pescoço e pernas. Simone também já procurou solução na medicina, e disse que encontrou apenas a causa. O problema foi identificado como fibromialgia, doença de fundo emocional.

“Difícil é ter controle sobre as emoções, e por isso aprendi a conviver com a dor. Às vezes sou vencida por ela, e sequer consigo trabalhar. Reclamar também não adianta e por isso vou levando”.

Seis em cada 10 pessoas estão sentindo alguma dor neste momento. Além de um intenso desconforto físico, 80% delas afirmam que este mal estar afeta o trabalho e prejudica as relações sociais e afetivas e limita a atividade como a prática de exercício, o lazer e até o sexo.

Os números são resultado de um estudo recente da Universidade de São Paulo (USP), que mostrou ainda que as dores mais comuns dos brasileiros são as de cabeça, de dente, nas costas, de estômago, nos músculos e nas articulações.

Crônicas ou agudas, elas sempre indicam que algo não vai bem no corpo. “A dor não é uma doença, mais um sinal. Não há motivo para pânico, sobretudo se for uma sensação suportável, mas nunca deve ser desprezada”, disse Onofre Alves Neto, presidente da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor.

No entanto não se trata de sair por aí tomando remédio sem critérios, pelo contrário, o melhor é procurar ajuda. “Há muitos sintomas parecidos. Só de dor de cabeça, são mais de 200 tipos classificados pela Internacional Headache Society”, disse João Figueiró, psicoterapeuta do Centro Multidisciplinar de Dor do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Matéria completa: http://www.correiodeuberlandia.com.br/

Anúncios