Reportagem de Lilian Christofoletti, publicada nesta terça-feira informa que o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto deverá estrear em 2009 a tornozeleira eletrônica com sistema GPS. O mecanismo permitirá que os passos de Nicolau sejam monitorados, via satélite, pela Polícia Federal.

Nicolau está preso há oito anos pelo desvio de R$ 324,1 milhões da construção do Fórum Trabalhista de São Paulo.

Sentenciado a 26,5 anos de prisão, Nicolau cumpre pena em regime fechado em sua residência, no bairro do Morumbi, em São Paulo. Ele é vigiado hoje por agentes da PF 24 horas por dia. Ele só pode deixar sua casa se apresentar problemas de saúde ou para a realização de exames médicos.

De acordo com a reportagem, ele obteve o direito de ser monitorado por tornozeleira eletrônica devido à idade avançada: 80 anos.

Fonte: Folha de São Paulo

Anúncios