kennedy_1206467cNova York, 15 dez (EFE).- Caroline Kennedy, filha do ex-presidente americano John F. Kennedy, decidiu se oferecer para ocupar a vaga no Senado que será deixada por Hillary Clinton, que assumirá a chefia do Departamento de Estado, segundo o jornal “The New York Times”.

O jornal assegura hoje em seu site que, segundo “uma pessoa à quem Caroline Kennedy comunicou sua decisão”, a filha do ex-presidente, assassinado em 1963, pedirá ao governador de Nova York, David Paterson, que leve em conta sua candidatura.

Na semana passada, Paterson havia dito que não tomaria nenhuma decisão sobre o assunto até que a ainda senadora por Nova York renunciasse oficialmente ao posto no Senado.

Antes de a esposa do ex-presidente americano Bill Clinton assumir esse cargo tem que ocorrer a posse de Obama, que acontecerá em 20 de janeiro, e depois obter o sinal verde do Congresso dos EUA, de modo que poderia atrasar até fevereiro.

Há semanas se especulava a possibilidade de Caroline Kennedy Schlossberg, advogada de 51 anos e sem experiência política, tomasse essa decisão, especialmente após se tornar público que ela tinha conversado “informalmente” com Paterson sobre isso.

Segundo o “New York Times”, Caroline está totalmente decidida, após ter conversado com várias pessoas. Ela já teria começado a fazer ligações para destacados políticos do estado de modo a anunciar sua decisão e tentar obter apoio.

Fonte: Portal G1

Anúncios