bb1Instituição federal deve anunciar acordo com paulista Nossa Caixa ainda esta semana
 
BRASÍLIA –  O Banco do Brasil (BB) anuncia hoje a incorporação do Banco do Estado do Piauí (BEP), como parte do plano de adquirir as instituições públicas ainda existentes para fazer frente à concorrência privada. A estratégia inclui a compra do paulista Nossa Caixa – que engordaria em R$ 54 bilhões seus ativos e deve ser fechada ainda esta semana – e de participação em instituições financeiras privadas.  Além do Votorantim, outros 15 bancos interessam ao BB.

Os detalhes das operações foram discutidos ontem na reunião do Conselho de Administração do BB. Segundo interlocutores da diretoria, BEP, Nossa Caixa e BRB (do Distrito Federal) são fundamentais para o BB não se afastar muito do topo do ranking, perdido para a Itaú Unibanco Holding. Ao concluir as negociações com os bancos públicos, os ativos do BB iriam de R$ 423,445 bilhões para R$ 482,580 bilhões – abaixo dos R$ 575 bilhões de Itaú Unibanco. Por isso, o BB sabe que terá de ir à caça de instituições privadas.

A estratégia é comprar participações, para garantir assento no Conselho de Administração. É o modelo que está sendo costurado com o Votorantim.

Levando o BEP, com ativos de R$ 330 milhões, o BB ficará com a folha do funcionalismo do Piauí. Na quinta-feira, Nossa Caixa e BB divulgarão seus balanços trimestrais em São Paulo, o que alimentou rumores sobre um acordo. O preço mínimo da Nossa Caixa deverá ser de R$ 6,4 bilhões.

Fonte: http://www.anabb.org.br/