Ao todo, PT e PMDB conseguiram mais 148 e 147 gestões cada um. O Democratas perdeu comando de 293 cidades e o PSDB, de 82.

O Partido dos Trabalhadores (PT) teve crescimento de 36,10% no número de prefeituras sob seu comando, das eleições municipais de 2004 para 2008. Este ano, o número de administrações com dirigentes petistas é de 558 – há quatro anos, o PT havia conquistado nas urnas 410 municípios. 

O PMDB foi o segundo partido com maior aumento absoluto no número de prefeituras: em 2004, o partido conseguiu eleger o dirigente de 1.060 cidades. Com as eleições de 2008, o número saltou para 1.207 – o que representa aumento de 13,87% no número de administrações municipais sob o comando da legenda. 

O PSB foi o terceiro partido com maior ganho absoluto de prefeituras: ao todo, nas eleições de 2008, foram mais 140 prefeitos eleitos, com relação a 2004. Há quatro anos, a legenda tinha conquistado 174 administrações (agora passou a ter 314). O crescimento foi de 80,46%.

Entre os que tiveram diminuição no número de prefeituras estão o DEM e o PSDB. O Democratas perdeu 293 administrações, de 2004 para 2008. Nestas eleições, o partido conquistou a prefeitura em 501 cidades – em 2004, a legenda obteve a gestão de 794 municípios. A diminuição foi de 36,90%, ou seja, mais de um terço do número de suas prefeituras.

Já com o PSDB a queda foi mais sutil. Em 2008, os tucanos elegeram administradores para 788 cidades – só que em 2004 o número de gestores tucanos era de 870, o que mostra queda de 9,43% no total de administrações municipais.

O PPS, por sua vez, foi o que teve a segunda maior diminuição absoluta no número de prefeituras. Em 2004, a legenda tinha 309 gestões municipais; agora são 129 administrações sob seu comando (uma diminuição no número de prefeitos de 58,25%). 

Ao todo, 14 partidos tiveram perdas no número de administrações municipais de 2004 para 2008; 11 legendas, por sua vez, conseguiram acréscimo no número de gestores.

Os maiores crescimentos relativos

O maior crescimento relativo no número de prefeituras foi do PC do B. O partido conseguiu crescimento de 300% de 2004, para 2008, deixando de administrar 10 cidades, para gerir 40. Em seguida, aparece o PTN, com crescimento de 200%. Em números absolutos, o partido assumiu o comando de mais dez gestões, com 15 prefeitos eleitos em 2008.

Em 2004 estavam em disputa a administração de 5.562 municípios. Nas eleições 2008, foram disputadas as prefeituras de 5.564 cidades. Os números de prefeituras por partido nas eleições municipais deste ano ainda estão sujeitos a mudanças, devido a recursos em andamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Portal G1