O PT e o PMDB dominaram as vitórias nas 30 cidades com mais de 200 mil eleitores onde houve segundo turno das eleições municipais. Cada partido conquistou oito prefeituras no pleito realizado neste domingo (26/10).

No estado de São Paulo, o PT elegeu os prefeitos de São Bernardo do Campo, Guarulhos e Mauá. Em São Bernardo, cidade de Lula, o eleito foi o ex-ministro da Previdência Social Luiz Marinho, que contou com engajamento pessoal do presidente em sua campanha, pedindo votos em comícios e caminhadas.

O PT também ganhou em Anápolis (GO), Contagem (MG), Petrópolis (RJ), Canoas (RS), e Joinville (SC).

Entre as cidades mais importantes onde o PMDB ganhou estão Porto Alegre e Salvador, em confronto direto com o PT, e o Rio de Janeiro, segundo maior colégio eleitoral do país. Em Florianópolis, reelegeu-se Dário Berger, derrotando o ex-governador Esperidião Amin (PP). O PMDB concorreu em 12 cidades.

Os peemedebistas ainda levaram em Campos (RJ), com a ex-governadora Rosinha Matheus; Montes Claros (MG); Campina Grande (PB); e Bauru (SP).

Outros partidos

O PSDB concorreu em 10 cidades e venceu em quatro, sendo duas capitais. Em Cuiabá, foi reeleito o prefeito Wilson Santos e, em São Luís, o vitorioso foi o ex-governador João Castelo. Os tucanos também administrarão Juiz de Fora (MG) e Ponta Grossa (PR).

Já o PSB foi para o segundo turno em seis cidades, vencendo em duas. Em Belo Horizonte (MG), terceiro maior colégio eleitoral do país, o eleito foi Márcio Lacerda, apoiado pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo prefeito Fernando Pimentel (PT). Em São José do Rio Preto (SP), o vencedor foi Valdomiro Lopes, que concorreu diretamente com o PT.

O PTB disputou a prefeitura em quatro cidades e saiu vitorioso de três, sendo duas capitais. Em Belém (PA), foi reeleito Duciomar Costa. Em Manaus (AM), o ex-governador Amazonino Mendes foi o escolhido. O outro petebista eleito foi Aidan Ravin, em Santo André (SP), tradicional reduto eleitoral do PT paulista.

O PP competiu em três cidades e ganhou em duas: Londrina (PR) e Pelotas (RS).

O PDT ficou na disputa em dois locais, mas só conseguiu vencer em Macapá (AP), com o candidato Roberto Góes.

O PR levou em Vila Velha (ES) e perdeu em Cuiabá (MT).

O DEM, um dos maiores derrotados nas eleições municipais deste ano, reequilibrou sua força política com a eleição de Gilberto Kassab em São Paulo. No município catarinense de Joinville, o DEM foi derrotado pelo deputado petista Carlito Merss.

Informações: Agência Brasil