Obama (esquerda) e MacCain (direita)

A 11 dias da eleição para a Casa Branca, Barack Obama aparece na frente do rival John McCain em todas as pesquisas nacionais. No entanto, a campanha do democrata afirmou nesta sexta-feira que irá intensificar seus esforços, principalmente no que diz respeito aos contatos diretos com os eleitores nos Estados-chave.

Obama lidera as sete pesquisas divulgadas nesta sexta, de acordo com o site Real Clear Politics. O democrata aparece com uma vantagem de 10% sobre o republicano –52% a 42%, na sondagem Reuters/C-SPAN/Zogby. Por outro lado, Obama aparece apenas três pontos à frente de McCain segundo levantamento da GWU/Battleground (49% a 46%).

Em coletiva de imprensa por telefone, a cúpula da campanha de Obama afirmou nesta sexta que a disputa deve se acirrar nos próximos dias. Jen O’Malley, diretora de coordenação dos Estados-chave, disse que o foco no momento é o contato direto com os eleitores.

“O principal parâmetro para nós é o contato com o eleitor”, afirmou O’Malley. “Não medimos para quantas pessoas deixamos uma mensagem, uma propaganda na porta, mas quantas pessoas com as quais de fato conversamos, seja na porta (de suas casas) ou por telefone”.

Milhões de contatos

Segundo a diretora, a campanha realiza cerca de 400 mil contatos por dia, e neste fim de semana realizarão cerca de 1,2 milhão de contatos nas portas ou por telefone nos Estados-chave.

“Temos cerca de 1,5 milhão de voluntários pelo país”, afirmou a americana. “Eles trabalham de suas casas, na vizinhança e também em alguns dos nossos 770 escritórios que temos pelo país.”

O’Malley disse ainda que 1,3 milhão de contatos foram realizados na Flórida, e outros 1,5 milhão em Ohio –Estados bastante divididos quanto à preferência partidária– desde 1º de setembro.

Desde essa data, 12 milhões de americanos foram abordados pela campanha democrata em todo o país. Os EUA têm 303 milhões de habitantes, segundo a CIA.

Colégio eleitoral

No que diz respeito ao Colégio Eleitoral, Obama também está na frente. O levantamento é importante porque, nos EUA, as eleições são indiretas, e os delegados do Colégio Eleitoral são os reais responsáveis pela escolha do novo presidente. Cada delegado pertence a um Estado e tende a votar em consonância com a maioria dos eleitores daquele Estado.

De acordo com pesquisas de intenção de voto realizadas Estado a Estado compiladas pelo Real Clear Politics, Obama possui atualmente 306 votos no Colégio Eleitoral –mais que os 270 mínimos– e McCain, 157. Outros 75 votos pertencem aos Estados indecisos –Flórida, Nevada, Missouri, Virgínia Ocidental, Indiana, Ohio e Carolina do Norte.

Fonte: Folha On Line