Numa assembléia com a participação de cerca de 400 bancários, os empregados da Caixa Econômica Federal decidiram por rejeitar a proposta apresentada pelo banco na tarde de ontem, dia 23/10. Já os funcionários do Banco do Brasil decidiram por acatar a proposta do banco e voltar ao trabalho a partir desta sexta-feira, dia 24/10. Na assembléia do Banco do Nordeste, nesta quinta-feira, dia 23/10, os funcionários reavaliaram e aceitaram a proposta do banco.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – Em reunião realizada em Brasília, ontem, dia 23/10, a direção da Caixa manteve a proposta apresentada na quarta-feira, dia 22/10, aos bancários e afirmou não ter possibilidades de aumentar as propostas relativas às cláusulas econômicas (como reajuste e PLR). O banco afirmou que o PCC será tema de debate na mesa de negociação permanente entre bancários e empresa. Quanto aos dias parados, a Caixa informou que o valor descontado relativo a greve de 24h do dia 30/9 será estornado aos bancários até o dia 20/11. Vale lembrar que, a compensação na Caixa será feita até o dia 16/12. Por fim, o banco divulgou que o processo de promoção por merecimento acontecerá até abril de 2009, mas as promoções resultantes serão aplicadas retroativamente a janeiro do mesmo ano. Os bancários do Ceará rejeitaram a proposta por ampla maioria.

BANCO DO BRASIL – Depois de uma rejeição heróica pelos bancários do Ceará na última quarta-feira, dia 22/10, quando somente o Estado recusou a proposta apresentada pelo banco, os funcionários do BB resolveram voltar ao trabalho. “Nossa resistência foi uma mostra de força, mas o fato de voltarmos ao trabalho não quer dizer que desistimos de lutar por nossos direitos. Vamos continuar buscando caminhos para melhorar, urgentemente, as condições de trabalho dos funcionários do BB”, afirmou o diretor do Sindicato e funcionário do banco, Carlos Eduardo.

BANCO DO NORDESTE – Em concorrida assembléia realizada nesta quinta-feira, 23/10, os empregados do Banco do Nordeste do Brasil resolveram aceitar a proposta da direção do banco e terminar a greve que durou 16 dias. A assinatura do Termo de Ajuste Preliminar de Acordo Coletivo de Trabalho entre a representação dos bancários e o BNB está marcada para o próximo dia 29/10, quarta-feira.

Ontem, dia 23/10, pela manhã a Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, conseguiu nova rodada de negociação com a Superintendência de Desenvolvimento Humano do banco, às 11 horas, no Passaré. O movimento grevista fica, portanto, suspenso a partir desta sexta-feira, 24/10, no Banco do Nordeste, no âmbito do Ceará.

Fonte: SEEB/CE