Rio de Janeiro, 22 out (EFE).- O Governo brasileiro autorizou hoje por decreto que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal comprem diretamente ou através de subsidiárias ações e participações em instituições financeiras com sede no país.

A nova medida, publicada hoje no Diário Oficial da União e com força de lei, estabelece que os dois bancos poderão adquirir participações também no ramo de seguros, previdência social e fundos de investimento.

O decreto, assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também autoriza a criação da empresa Caixa – Banco de Investimento S.A., filial da Caixa Econômica Federal, que atuará como banco de investimentos.

A mesma medida autoriza o Banco Central a fazer operações de contratos de divisas remunerados com juros com bancos centrais de outros países, segundo os limites fixados pelo Conselho Monetário Nacional.

As novas normas serão explicadas com detalhes no final da manhã de hoje, em entrevista coletiva conjunta, em Brasília, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, anunciou o Governo.

Apesar da confiança que tenta transmitir aos mercados e à população, o Governo teve que tomar medidas excepcionais nas últimas semanas para manter o acesso ao crédito e conter a queda do real, a fim de evitar que a economia não seja muito afetada pela crise financeira internacional.

Fonte: Portal G1