Foto: Edimar Soares –  Deputado Artur Bruno, MInistro José Pimentel e o vice-governador Francisco Pinheiro

O deputado estadual Artur Bruno citou sete virtudes capitais para homenagear o piauiense que desenvolveu sua vida profissional e política no Ceará. Ao discursar, Pimentel preferiu ressaltar as ações do governo Lula no Estado, meio que confirmando o discurso

Para homens religiosos, como se define o ministro da Previdência Social, José Pimentel (PT), ser homenageado por autoridades, sob o olhar atento de políticos importantes do Estado, pode ser um teste de humildade. Na noite de ontem, ao receber o título de Cidadão Cearense na Assembléia Legislativa, seu discurso revelou a modéstia de um piauiense “com o coração e a mente no Ceará”, mas que carrega a responsabilidade de atender um País inteiro. Falou pouco de si, mas fez questão de destacar as principais ações que, segundo ele, visam atender os quase 26 milhões de brasileiros que dependem de pensão ou aposentadoria do Governo Federal.

A iniciativa de conceder o título de Cidadão Cearense a Pimentel partiu de seu correligionário, deputado estadual Artur Bruno. “É um homem corajoso, sempre aceitou grandes desafios. A reforma da Previdência é um deles, a relatoria do Orçamento Geral da União foi outro. Sempre trouxe muitos recursos para o Ceará… Essa homenagem é justa”, defendeu o deputado. Em seu discurso, Bruno destacou “sete virtudes capitais” que, segundo ele, são marcas da personalidade do homenageado: disciplina, generosidade, castidade, paciência, temperança, caridade e humildade.

O 4º dos 15 – hoje 13 – filhos de dona Maria Eunice Mendes e Antônio Pimentel da Silva fez um discurso de agradecimento à grande parte dos presentes no evento e também à “generosidade do povo cearense”, que o ajudou a se eleger por quatro mandatos seguidos como deputado federal, a partir de 1994. Pimentel não deixou de destacar obras do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ressaltando sua parceria com o governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita reeleita Luizianne Lins (PT). “Assim, o Ceará vai dar o salto de qualidade de que ele precisa”, apostou.

O título foi concedido pelas mãos de Artur Bruno e do vice-governador Francisco Pinheiro (PT). Além de muitos políticos, também estiveram presentes amigos da época em que foi líder do Sindicato dos Bancários, na década de 1970, além de eleitores que se tornaram próximos. Para o presidente do PT no Ceará, Ilário Marques, a homenagem significa não apenas o valor afetivo que Pimentel representa para o Estado, mas também possui importância política. “Isso mostra que ele está vivendo uma de suas melhores fases”, afirmou.

Fonte: Jornal O Povo