Prezado Daniel, li com atenção o texto enviado. Apesar de não conhecer os meandros da política cearense interesso-me pelo tema.

Assim, ainda que superficialmente, considero-me apto a tecer sucintos comentários sobre a Senadora Patricia Saboya uma vez que acompanho a atuação do Senado Federal enquanto instituição das mais importantes pois exerce a paridade que o sistema federativo exige. Sua atuação de fato é ineficiente e submissa ao processo de esvaziamento das instituições. Deixa-se subjugar pois deve receber sua contrapartida dado que sua escola é a do coronézinho “ciro” (com minúsculas mesmo). Sua inexpressividade e ineficiência são dignas de uma ex-mulher de um filhote do atraso nacional. Este elemento citado acima é das figuras mais arrogantes e destemperadas do Brasil, quiçá seu maior expoente. Nutro antipatia fundamentada por esta perniciosa figura da política pátria. Senão vejamos:

-coronézinho ciro, neto de coroné de Sobral, há tempos milita com desenvoltura na política colhendo louros de uma administração, dizem, bem sucedida, em Fortaleza quando Tasso era governador vindo a sucedê-lo no Estado, salvo engano por falta de pesquisa. Decerto que as comparações se deram em relação a seus antecessores que foram calamitosos. Enfim, ser melhor quando a base é ínfima é fácil.

Verdadeiro filhote dos oligopólios políticos do espezinhado NE sempre que possível vocifera com seu destempero habitual contra as elites paulistas como se dela não tivesse fazido parte quando gozava do bem bom do poder central, além de ter por aqui forjado sua formação. Lambeu muitas botas para ser escolhido ministro da Fazenda de Itamar e revoltou-se quando foi destituído por FHC. Saiu do PSDB, o que poderia ser considerado nobre não fosse porque teve seus interesses pessoais contrariados. Sempre autoritário, tal e qual todo legítimo representante do coronelato nordestino, a fina flor do atraso nacional, distribuía patadas e maledicências infundadas a torto e a direito. Destempero comparável apenas a seu par de Alagoas, FC(note a similitude de posturas e procedimentos).

Ainda bem me lembro de, a uma semana do 1º turno da corrida presidencial de 2002, ciro, no palanque, atacando o virtual ganhador do pleito dizendo que “quem quisesse tacar fogo no país que vote no Lula”. Uma semana depois ou estava já exercendo sua tendência piromaníaca, bem a seu feitio autoritário e megalomaníaco alla Nero, ou recebeu algum “mensalão”, “ajuda para honrar compromissos de campanha”, ou semvergonhice que o valha, pois lá estava o coronézinho a instar seus incautos votantes a sufragar o nome do maior proprietário de gado asinino nacional. Ninguém me contou…eu vi e ouvi!

Como voce bem sabe, “honrar compromissos de campanha” não é o forte de pessoas com perfil tão arrogante, criadas em berços onde o ninar era a base do “v sabe com quem está falando?”. Este tipo de calote é contumaz no meio que, infelizmente, é bastante prostituído ensejando vazão a este tipo de atitude. Faço votos também que com o jornalista Ricardo Soares, não aconteça o que aconteceu com Henrique Santillo, ex-ministro da Saúde, que moveu processo de calúnia, injúria e difamação contra o seboso e inescrupuloso filhote do atraso nordestino e somente depois de morto conseguiu a condenação do coronézinho. Viu seu nome ser vilipendiado e agiu mas a fina flor da hipocrisia e do atraso sempre conta com a morosidade e ineficiência do judiciário. Justiça que tarda JÁ FALHOU!!

E que tal a fábula gasta na fábula da transposição do SF. Bem me lembro também do coronézinho aparecendo em horário nobre, enquanto ministro do maior criador de gado asinino nacional, discorrendo por minutos sobre a maravilhosa transposição, a panacéia para os males nordestinos. Faz quanto tempo isso? E o que aconteceu até agora? E o que acontecerá? Enfim, amigo, poderia escrever um livro sobre o pouco, ressalto, que conheço deste famigerado e nefasto senhor. Abraço e continue vigilante contra a canalha que tenta, sem conseguir, nos apequenar.

Escrito por Afonso Bragaglia – afgutobragaglia@yahoo.com

Fonte: http://desabafopais.blogspot.com./

Anúncios