O Brasil acertou no sábado, dia 20/09, a participação em um plano de cooperação em saúde com outros integrantes da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa). O plano foi assinado no Rio, pelos ministros da Saúde de seis países (Brasil, Portugal, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe), além de um representante de Timor Leste. Apenas Angola não enviou representante devido às eleições no país.

A idéia é fortalecer, nos próximos dois anos, o trabalho conjunto dos oito membros da comunidade, em sete setores da área da saúde, como formação de profissionais, vigilância de epidemias, informação em saúde e ações no caso de desastres naturais.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, informou que a proposta rompe com a tradição de trabalhar em conjunto apenas em projetos isolados. Segundo ele, Brasil e Portugal, países com economias mais consolidadas, devem apoiar financeira e tecnologicamente os “países irmãos”, mais pobres.

Além do plano conjunto da CPLP, o Brasil firmou dois acordos bilaterais com Cabo Verde, para troca de informações sobre a malária e a implantação de um banco de leite no país africano. Também foi assinada uma parceria com Moçambique, para capacitar técnicos que trabalharão na fábrica de medicamentos daquele país.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 13h16.

Anúncios