Para maioria dos petistas do Brasil, o nome de Ciro Gomes (PSB-CE), afilhado do coronel e senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), não seria ideal para uma chapa com o Partido dos Trabalhadores em 2010. Ciro Gomes vem fazendo severas críticas as administrações petistas e também ao PT. Ciro Gomes é desequilibrado, oportunista e ainda tem penas tucanas no corpo inteiro.

A Folha de S. Paulo publica entrevista concedida pelo deputado federal Ciro Gomes à repórter Kamila Ferrnandes, na qual ele admite ocupar a posição de vice-presidente de uma possível chapa encabeçada pela ministra da Casa Civil, Dilma Roussef. Ciro também diz que muito dificilmente estará em um palanque de oposição ao presidente Lula e afirma que, em 2010, ou será candidato a presidente ou a vice, ou encerrará sua carreira política. A matéria da Folha é a seguinte: O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) afirmou que só será candidato a presidente ou a vice em 2010 e que não se vê em lado oposto ao do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesse pleito, ainda que tenha que “dar um tempo da política”. “Se não for candidato a presidente ou a vice, não vou ser candidato a nada. Sou inelegível ao Senado [por causa do irmão Cid Gomes, governador do Ceará] e só posso ser candidato a deputado federal, presidente ou vice.

Ciro, vice de DILMA? Deus nos livre! O Brasil diz NÃO ao retrocesso.

Postado por Erismar Carvalho, às 11h40.
Anúncios