RIO – O ministro da Educação, Fernando Haddad anunciou nesta quarta-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, que as universidades federais vão oferecer 227,6 mil vagas em 2009. O aumento da oferta é resultado do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni).

Segundo o ministro, as oportunidades dobraram em relação a 2003, quando foram oferecidas 113.983 – isso inclui vagas nos cursos presenciais e do ensino à distância. As regiões que apresentam maior crescimento na oferta de vagas das universidades federais são Nordeste, com aumento de 122% e Sul, com 107%.

Para garantir esse crescimento, o ministro da Educação, Fernando Haddad, assinou nesta quarta-feira, duas portarias que permitem a realização de concurso para contratação de mil docentes e a distribuição de 900 cargos de direção e 2,4 mil funções gratificadas para as instituições. O Ministério do Planejamento, por sua vez, autorizou a contratação de 10.992 docentes e 8.239 técnicos administrativos para as universidades.

Haddad informou ainda que os projetos de mais quatro universidades tramitam no Congresso Nacional, totalizando 59 universidades federais espalhadas por todo o país. De acordo com o ministro, até 2012 a meta de investimento previsto para o Reuni é de R$ 2 bilhões. 

As universidades federais também são responsáveis por mais de 1.400 cursos de pós-graduação, sendo que mais da metade deles é de doutorado. Mestrados e doutorados atendem hoje mais de 70 mil estudantes. O Reuni permitirá expandir em número e qualidade os programas existentes, com a contratação de professores doutores e com o aumento do número de bolsas de mestrado e doutorado em ritmo superior aos dos últimos anos.

Fonte: http://oglobo.globo.com/educacao/

Postado por Erismar Carvalho, às 10h51.