Arquivo da tag: Rede Globo

Em 2012, Huck e Faustão têm as piores audiências da história

huck

2012 não foi um bom ano para os programas de auditório da Globo. Luciano Huck e Fausto Silva amargaram a pior audiência anual de suas histórias.

Domingão do Faustão fechou o ano com 16,4 pontos de média, 0,7 a menos que em 2011.

Já o Caldeirão do Huck fechou 2012 com média de 12,6 pontos. 0,3 ponto menor que sua pior média anual registrada em 2001.

O melhor ano para o Caldeirão foi em 2007 quando fez 16,2 de média. Uma queda de 22,5% se comparada com a média de 2012.

Faustão teve sua melhor média deste século em 2002, com média de 23,2 pontos. Se comparado com os 16,4 do ano passado – a pior da história – chega-se a uma queda de 30%.

Cada ponto do Ibope equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo.

(Portal R7)

Entidades protestam contra o “BBB” em frente à sede da Globo em SP

Em ato promovido pela Frentex (Frente Paulista pelo Direito à Comunicação e Liberdade) e o FNDC (Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação), dezenas de pessoas se reuniram, na tarde desta sexta-feira (20), para protestar em frente à emissora Rede Globo, no Brooklyn, na zona sul de São Paulo (SP), contra o reality show “Big Brother Brasil” (“BBB”).
anifestantes pedem a retirada do BBB do ar / N. Rodrigues/AE
Segundo manifestantes, o objetivo da manifestação é questionar a postura da emissora diante da suspeita de estupro no programa. Além de criticar a conduta da emissora e protestar contra todas as formas de violência contra mulher, a manifestação vai cobrar que o ministério das Comunicações discuta publicamente a proposta de regras mais atuais na radiodifusão. 

Com informações do portal Band.

“O Brado Retumbante” de Aécio Neves

Por Jorge Lourenço, do Jornal do Brasil Online

Na mesma semana em que alguns partidos começaram a veicular seus programas na televisão, a Rede Globo estreou a minissérie “O Brado Retumbante”. Entre críticas e acertos, os políticos de esquerda não perderam tempo em apontar a verdadeira identidade do protagonista: o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Bon-vivant

O presidente acidental da atração, Paulo Ventura, é um bon-vivant mulherengo incorruptível que chega ao posto máximo da política brasileira após a morte do presidente e do seu vice na mesma viagem. Desde a semelhança física até o estilo, é Aécio da cabeça aos pés.

O Rio de Janeiro continua lindo…

A suposta transferência da capital de Brasília para o Rio de Janeiro, dizem as más línguas, também agradaria bastante a Aécio. Seus opositores em Minas costumam dizer que ele comandava o estado da capital fluminense.

Bola fora

Detalhe técnico que o seriado omitiu: presidente e vice não podem viajar juntos.

Hipocrisia no BBB: Bial, o “amor” e a infração

Suspeito de estupro, Daniel é expulso do programa; apresentador anuncia fim da linha do participante, mas não esclarece o caso; qual o temor da TV Globo em ser transparente e detalhar o que aconteceu?

Foto: divulgação

17 de Janeiro de 2012

Diego Iraheta _247 – A TV Globo deu um show de hipocrisia na noite desta segunda-feira, 16. Ao invés de esclarecer a expulsão de Daniel, suspeito de estuprar Monique, Pedro Bial criou um mistério para aqueles telespectadores que, sem acesso às redes ou ao pay-per-view, não souberam do que aconteceu após a festa de sábado à noite no BBB. O apresentador do programa simplesmente informou ao público que a produção do BBB estava analisando “criteriosamente” o comportamento de Daniel desde a manhã de domingo. E, por ter cometido “infração” nas regras do Big Brother, o modelo acabou sendo expulso.

Que infração foi essa, Bial? No domingo à noite, o apresentador resumia a suspeita de estupro com a frase “o amor é lindo”. Por que usar eufemismos para lidar com um caso de polícia? Se policiais baixaram no Projac para investigar um possível crime, é porque o assunto é sério. Por que então não aproveitar o gancho para debater o “estupro de vulnerável”? Quantas mulheres brasileiras já não viveram uma situação em que, por terem bebido além da conta, podem ter sido abusadas?

Por que ignorar o tema? Ontem, com amor, e hoje, com “infração”?!

Não se trata de reconhecer que houve estupro. Até porque isso é a polícia que vai dizer. E se a suposta vítima – a Monique – quiser registrar ocorrência.

O fato é que, se a Globo e Bial fizessem um mea-culpa, admitiriam a tese que o 247 defendeu há mais de uma semana – a de que começava mais um Big Bacanal do Bial.

Esse é um programa que é feito na medida certa. Na medida certa dos excessos – de silicone, de corpos seminus ou até nus, cerveja, álcool. E na medida certa da escassez de camas. É um programa do programa. Sexo como commodity. O álcool está lá pra turbinar as relações.

A produção do BBB só não contava com a possibilidade de que, dentre esses excessos, abre-se precedente para abuso. Para o “estupro de vulnerável”, sobre o qual a polícia falou tanto hoje.

Até parece que a TV Globo, guardiã da conduta adequada, cidadã e altruísta, admitiria publicamente que o tipo de programa que ela transmite incentiva sexo e abre precedente para abusos e estupros!

Um big FAIL para o Big Brother. Decepcionou, Bial!

(Via Brasil 247)