archives

Daniel

Esta tag está associada a 3 posts

Tatiane Eyng: Modelo diz que foi estuprada na Itália pelo ex-BBB Daniel

Nova denúncia recai sobre Daniel Echaniz, expulso do BBB 12 pelo suposto estupro da colega de confinamento Monique Amin. Na edição de ontem (22) do Domingo Espetacular (Rede Record/TV Clube), a modelo Tatiane Eyng concedeu entrevista em que afirma ter sido abusada pelo ex-BBB, na época em que dividia apartamento com o modelo e sua então namorada, em Milão, na Itália.

Durante a entrevista, ela revelou que sofria assédio por parte de Daniel, que teria deitado sem roupa em cima de Tatiane. “Eu acordei e, simplesmente, ele estava em cima de mim. Eu me apavorei, estava sozinha com ele. A namorada dele tinha viajado a trabalho. Aconteceu de madrugada, em Milão. Chegou a consumar [o estupro]. Nessa hora eu acordei, mas aconteceu.” As informações são do Portal R7.

Movida pelo desejo de fazer “um pouquinho de justiça” e de tirar “uma pessoa má de circulação”, Tatiane formalizou a queixa frente ao Juizado de Violência Doméstica, em São Paulo. Por meio de suas advogadas Adiléia Triane e Luciana Egito, Daniel negou as acusações.

(DIÁRIO DE PERNAMBUCO)

Caso BBB: Daniel diz à polícia que não conseguiu manter ereção

O ex-BBB Daniel, expulso do Big Brother Brasil 12 nesta semana após suspeita de que teria estuprado a modelo Monique, disse em depoimento à polícia que não conseguiu manter ereção ao trocar carícias com a participante do programa embaixo do edredom. O motivo, segundo ele, seria o fato de ter consumido bebidas alcoólicas em festa na madrugada de domingo passado (15). A informação é de fonte que teve acesso ao inquérito que corre em segredo de Justiça.

O R7 procurou Valéria Bansemer, uma das advogadasde Daniel, porém ela não foi encontrada para comentar o assunto.

O titular da Delegacia da Taquara (32 ª DP), Antonio Ricardo Nunes, disse nesta quarta que enviará para o ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) imagens do BBB 12 para investigar a hipótese de estupro. O suposto crime teria ocorrido quando ela estava inconsciente após ter ingerido grande quantidade de bebida alcoólica durante a festa.

- Em cima das imagens, [a perícia] vai dizer se houve relação sexual ou se não houve relação sexual. Mesmo por debaixo do edredom há uma sugestão de relação sexual.

De acordo com Nunes, a gravação das imagens, a cueca de Daniel, a calcinha de Monique, além das roupas da cama onde eles dormiram serão enviadas nesta quarta ao ICCE. O delegado disse ter consultado o instituto, que confirmou que é possível concluir pelas imagens se houve ato sexual.

Os dois negaram o estupro em seus depoimentos na terça-feira passada (17), quando a equipe da Polícia Civil esteve no Projac, na zona oeste do Rio.

De acordo com o artigo 225 da lei 8.072, que trata de crimes hediondos, quando a pessoa se encontra em situação vulnerável, a ação criminal pode ser feita mesmo sem o consentimento da vítima.

- O inquérito segue sem a manifestação da vítima. Em caso de estupros de vulnerável a vítima não é qualificada para dar queixa ou não. Trata-se de ação penal pública incondicional.

Ex-BBB rejeita a oferta de advogado feita pela Rede Globo:

O ex-BBB Daniel, expulso do reality show após suspeita de ter praticado abuso sexual contra a modelo Monique, rejeitou a oferta de advogado feita pela Rede Globo e contratou uma equipe para defendê-lo. Na quinta-feira (19), os defensores prometem uma entrevista coletiva no centro do Rio para revelar a estratégia de defesa, ocasião em que o ex-BBB deve estar presente.

Uma das advogadas de Daniel, Adileia Triani esteve nesta quarta-feira (18) na Delegacia da Taquera (32ª DP), na zona oeste da capital fluminense, para ter acesso ao inquérito que investiga suspeita de abuso sexual.

Adileia informou que Daniel está preocupado com sua imagem, já que trabalha como modelo. Ela não fez comentários sobre o inquérito, porque a investigação corre sob segredo de justiça.

A advogada Valéria Bansemer confirmou as informações ao R7. A família de Daniel preferiu não comentar.

(PORTAL R7)


Hipocrisia no BBB: Bial, o “amor” e a infração

Suspeito de estupro, Daniel é expulso do programa; apresentador anuncia fim da linha do participante, mas não esclarece o caso; qual o temor da TV Globo em ser transparente e detalhar o que aconteceu?

Foto: divulgação

17 de Janeiro de 2012

Diego Iraheta _247 – A TV Globo deu um show de hipocrisia na noite desta segunda-feira, 16. Ao invés de esclarecer a expulsão de Daniel, suspeito de estuprar Monique, Pedro Bial criou um mistério para aqueles telespectadores que, sem acesso às redes ou ao pay-per-view, não souberam do que aconteceu após a festa de sábado à noite no BBB. O apresentador do programa simplesmente informou ao público que a produção do BBB estava analisando “criteriosamente” o comportamento de Daniel desde a manhã de domingo. E, por ter cometido “infração” nas regras do Big Brother, o modelo acabou sendo expulso.

Que infração foi essa, Bial? No domingo à noite, o apresentador resumia a suspeita de estupro com a frase “o amor é lindo”. Por que usar eufemismos para lidar com um caso de polícia? Se policiais baixaram no Projac para investigar um possível crime, é porque o assunto é sério. Por que então não aproveitar o gancho para debater o “estupro de vulnerável”? Quantas mulheres brasileiras já não viveram uma situação em que, por terem bebido além da conta, podem ter sido abusadas?

Por que ignorar o tema? Ontem, com amor, e hoje, com “infração”?!

Não se trata de reconhecer que houve estupro. Até porque isso é a polícia que vai dizer. E se a suposta vítima – a Monique – quiser registrar ocorrência.

O fato é que, se a Globo e Bial fizessem um mea-culpa, admitiriam a tese que o 247 defendeu há mais de uma semana – a de que começava mais um Big Bacanal do Bial.

Esse é um programa que é feito na medida certa. Na medida certa dos excessos – de silicone, de corpos seminus ou até nus, cerveja, álcool. E na medida certa da escassez de camas. É um programa do programa. Sexo como commodity. O álcool está lá pra turbinar as relações.

A produção do BBB só não contava com a possibilidade de que, dentre esses excessos, abre-se precedente para abuso. Para o “estupro de vulnerável”, sobre o qual a polícia falou tanto hoje.

Até parece que a TV Globo, guardiã da conduta adequada, cidadã e altruísta, admitiria publicamente que o tipo de programa que ela transmite incentiva sexo e abre precedente para abusos e estupros!

Um big FAIL para o Big Brother. Decepcionou, Bial!

(Via Brasil 247)

VISITANTES TOTAIS

  • 8,676,065 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters