Arquivo da categoria: Saúde e Comportamento

OUTBACK STEAKHOUSE inaugura sua primeira unidade em Fortaleza

Fortaleza ganhará um sabor a mais a partir da próxima terça-feira (04/11): a primeira unidade do Outback Steakhouse, no Ceará, abre suas portas ao público no Shopping RioMar Fortaleza. O restaurante estará aberto a partir das 18h e contará com uma área de 635m², espaço para 248 lugares. Este será o 63º Outback no Brasil.

A nova loja já surge com o que há de mais atual em design e estilo na rede Outback, com o novo padrão de decoração, que privilegia cores mais claras e móveis modernos. Fachada grande e demarcações bem definidas também fazem parte do conceito do espaço. Foram investidos R$ 4,5 milhões para a implantação da unidade.

O cardápio inclui uma variedade de steaks, opções de peixe, camarão, frango, carne suína, cordeiro, massas, sanduíches, sopas, saladas e um menu para crianças. Também há aperitivos e sobremesas “comunitários”, feitos para compartilhar e, por isso, fazem parte do espírito da rede. Todos os pratos e vários insumos que compõem as receitas são produzidos diariamente dentro do restaurante, utilizando ingredientes frescos, com 100% de pureza e qualidade.

O Outback Steakhouse possui ainda bebidas tão marcantes quanto o sabor dos pratos. O destaque vai para o chope servido em uma caneca congelada com a temperatura na medida certa. As Aussie Caipirinhas, que podem ser feitas com diversas frutas, são também boas pedidas para o Billabong Hour – o happy hour do Outback, quando as bebidas alcoólicas são servidas pela metade do preço (exceto garrafas).

Serviço
Outback Steakhouse Shopping RioMar Fortaleza
Desembargador Lauro Nogueira, 1500 piso L1, Espaço Gourmet – Fortaleza – CE
Inauguração para o público: 04/11 – terça-feira – 18h.
Capacidade: 248 lugares
Formas de pagamento: American Express, Diners, Credicard, Mastercard, Visa,
Dinheiro, Redeshop, Visa Electron, Maestro, Visa Vale, TR, Sodexo.

Horário de Funcionamento na primeira semana: de terça a quinta-feira: das 18h às 23h; sexta-feira e sábado: das 18h à 01h; domingo: das 12h às 23h.

Horário de funcionamento a partir da segunda semana: de segunda a quinta-feira: das 12h às 15h e das 18h às 23h; sexta-feira: das 12h às 15h e das 18h à 01h; sábado: das 12h à 01h; domingos e feriados: das 12h às 23h.

Billabong Hour: 18h às 20h.

Créditos Sabores da Vidade

Walkyria Santos: Cantora deixa banda Magníficos e ingressa na Solteirões do Forró

A coletiva de imprensa que marcou o ingresso da cantora Walkyria Santos, como nova integrante da Banda Solteirões do Forró aconteceu ontem em Fortaleza-CE, por volta das 14:30h na sede da 7 Tons Eventos (empresa parceira da A3 Entretenimento).

O principal objetivo do evento foi apresentar a intérprete como a nova parceira de palco do mestre, Zé Cantor e dar início as comemorações dos 10 anos de surgimento da banda, que acontece no próximo sábado, dia 01 em Fortaleza na Casa de Praia e marca a estreia oficial da “loira Solteirona”, Walkyria Santos.

Durante a coletiva, Zé Cantor e Walkyria responderam diversas perguntas e deixaram todos inteirados sobre as mais recentes novidades da banda.

Uma das principais é novo slogan que será adotado: “Solteirões: Forró e Paixão”, a banda fará um mix entre o tradicional forró interpretado pelo fundador da Solteirões, Zé Cantor e o forró romântico defendido por Walkyria Santos ao longo da sua trajetória.

Três novas canções já foram gravadas e serão apresentadas ao público durante o aniversário, entre elas está um dueto romântico interpretado pela nova frente musical da banda da A3.

Feliz pelo desafio e recepção, Walkyria Santos se diz motivada pelo atual momento em sua carreira, prestes a comemorar 20 anos de estrada, a artista expressou através das redes sociais toda a sua satisfação pelos recentes acontecimentos, acompanhem:

walprint

Os 10 anos de existência da Solteirões do Forró serão marcados pelos altos investimentos da A3 Entretenimento, a contratação da cantora Walkyria Santos e a valorização do mestre, Zé Cantor estão sendo massificados através de: ensaios fotográficos para a nova campanha de marketing da banda, VT institucional que será apresentado no dia do aniversário, entrevistas, gravações e ensaios especiais nos estúdios da A3.

Durante os shows, a nova dupla promete trazer inovações ao mesmo tempo que anuncia aos fãs que trarão os seus “Baús”, tanto Zé quanto Wal, brindarão o publico com inesquecíveis sucessos das suas trajetórias musicais.

No final da coletiva todos os presentes foram comemorar simbolicamente na parte externa do auditório, o famoso “Parabéns, pra você” em virtude da nova aquisição e dos 10 anos de lançamento da banda.

(Diário do Forró)

Renato e seus Blue Caps faz show gratuito no North Shopping Jóquei

O cantor Renato e seus Blue Caps se apresenta no North Shopping Jóquei, nesta quinta-feira (30), às 19h. O show, que é gratuito, acontece em comemoração ao aniversário de 1 ano do shopping.

A banda é conhecida por fazer parte do movimento Jovem Guarda no Brasil. Entre os sucessos do grupo, podem-se citar “Como há 10 anos atrás”, “Playboy” e “Menina Linda”.

O North Shopping Jóquei preparou uma programações especial de aniversário. Além do cantor, o público poderá conferir uma apresentação com o quarteto de violinistas Arcos às 18h.

Confira programação completa de quinta-feira (30):

8h – Aulão de Zumba no estacionamento.

10h – Benção ecumênica mais parabéns com bolo.

10h às 12h – Intervenções artísticas no mall (DJ, palhaços, pernas de pau, sombras, caricaturistas, malabares e distribuição de balões).

12h às 14h – Samba de mesa na praça de alimentação com banda Supra Sumo.

14 às 17h – Intervenções artísticas no mall (DJ, palhaços, pernas de pau, sombras, caricaturistas, malabares e distribuição de balões).

18 às 19h – Apresentação do quarteto de violinistas Arcos.

19h – Show com Renato e seus Blue Caps.

(Rádio Verdes Mares)

 

Cearense Sam Alves vence Prêmio Multishow 2014, na categoria “Experimente”

Foto: Reprodução/ Facebook

O cantor cearense Sam Alves foi um dos ganhadores do Prêmio Multishow 2014, na categoria Experimente, escolhida com base no voto do público. A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu naterça-feira (28), no Rio de Janeiro, e foi transmitida ao vivo pelo canal Multishow.

Na categoria, Sam concorria com MC Gui, Mika, Pedro Baby e Sophia Abrahão. No Facebook, Sam Alves falou sobre a premiação. “Agradeço de coração a todos que votaram dias e noites em maratonas e desafios para que eu ganhe mais este prêmio, sendo reconhecido na categoria de cantor experimente aqui no Brasil. Obrigado meu Deus, família, amigos e claro, aos meus amados, guerreiros e fiéis fãs, meus Samurais e a todos que se empenharam para que isto aqui acontecesse
Amo todos vocês!”, disse o cantor.

Sam participou, em 2013, do programa The Voice Brasil e venceu a competição. Em julho, ele divulgou o primeiro clipe da carreira da música “Be with me”.

Confira lista de todos os ganhadores do Prêmio Multishow 2014:

VOTO DO PÚBLICO
Experimente: Sam Alves
Melhor Grupo: Sorriso Maroto
Melhor Show: Ivete Sangalo
Melhor Música: Luan Santana – “Tudo Que Você Quiser”
Melhor Cantora: Paula Fernandes
Melhor Cantor: Thiaguinho
Música-chiclete: Thiaguinho – “Caraca, Muleke!”

SUPERJÚRI
Artista Revelação: Boogarins
Nova Canção: Mahmundi – “Sentimento”
Melhor Show: Racionais MCs
Melhor Álbum: Banda do Mar – “Banda do Mar”

JÚRI ESPECIALIZADO
Versão do Ano: Alice Caymmi – “Homem” (Original: Caetano Veloso)
Novo Hit: Banda do Mar – “Mais Ninguém”
Melhor Clipe: Bonde do Rolê – “Vida Loka”
Música Compartilhada: Juçara Marçal – “Encarnado”

VOTAÇÃO PELO TWITTER
Melhor Clipe TVZ: Luan Santana – “Te Esperando”

(Rádio Verdes Mares)

 

Quase todos os feriados de 2015, em Fortaleza, cairão em dias úteis; confira calendário

Se o fortalezense ficou triste com a quantidade de feriados de 2014 que caíram nos sábados e domingos, já pode comemorar, porque, no próximo ano, a maioria dos feriados é durante a semana.

Dos 15 feriados do próximo ano, 12 caem em dias úteis, principalmente nas segundas e sextas-feiras, um incentivo para quem quiser programar alguma atividade prolongada com o fim de semana.

Em 2015, o Carnaval e a Páscoa acontecerão mais cedo. O primeiro no dia 17 de fevereiro e o segundo no dia 5 de abril.

Os feriados para algumas categorias também acontecem na semana. É o caso do Dia do Professor (quinta-feira), Dia do Estudante (terça), Dia do Servidor Público (quarta e Dia do Comerciante (segunda).

Confira o calendário completo de feriados de 2015:

- 1º de janeiro (quinta-feira): Confraternização Universal

- 17 de fevereiro (terça-feira): Carnaval

- 19 de março (quinta-feira): Dia de São José/Padroeiro do Ceará (Feriado Estadual)

- 25 de março (quarta-feira): Abolição da Escravidão do Ceará (Feriado Estadual)

- 3 de abril (sexta-feira): Sexta-feira da Paixão

- 5 de abril (domingo): Páscoa

- 21 de abril (terça-feira): Tiradentes

- 1º de maio (sexta-feira): Dia do Trabalhador

- 4 de junho (quinta-feira): Corpus Christi

- 15 de agosto (sábado): Dia de Nossa Senhora da Assunção/ Padroeira de Fortaleza (Feriado Municipal)

- 7 de setembro (segunda): Independência do Brasil

- 12 de outubro (segunda): Nossa Senhora Aparecida

- 2 de novembro (segunda): Finados

- 15 de novembro (domingo): Proclamação da República

- 25 de dezembro (sexta-feira): Natal

Confira calendário de feriados de 2015 para algumas categorias:

- Dia do professor: 15 de outubro (quinta-feira)

- Dia do estudante: 11 de agosto (terça-feira)

- Dia do servidor público: 28 de outubro (quarta-feira)

- Dia do comerciante: 26 de outubro (segunda-feira)

- Dia do aniversário de Fortaleza: 13 de abril (segunda-feira)

(Rádio Verdes Mares)

 

Geógrafo José Borzacchiello da Silva é o mais novo Professor Emérito da UFC

Durante a solenidade, o Prof. José Borzacchiello disse estar vivendo, naquele instante, ”momento de emoção pura” – Foto: Ribamar Neto

José Borzacchiello da Silva, professor titular do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará e articulistas do jornal O POVO, recebeu, na noite da última terça-feira, 28, o título de Professor Emérito.

Aposentado desde 1996 permanece, desde então, como docente do Programa Especial de Participação de Professores Aposentados, nas atividades de pesquisa e de ensino de pós-graduação.

A frente da apresentação, o reitor Jesualdo Farias afirmou que é esse tipo de profissional que a universidade necessita.

“É de profissionais dessa estirpe que a universidade pública necessita. É graças a pessoas desse quilate que atingimos os patamares de excelência e credibilidade que hoje se constituem no patrimônio mais valioso de nossa instituição”, assegurou o Reitor.

Trajetória de Borzacchiello

Durante a solenidade, sem esconder a emoção, o Prof. José Borzacchiello da Silva disse estar vivendo, naquele instante, “momento de emoção pura”.

“Pode parecer lugar comum. Mas como não estar feliz em meio e com a presença de diletos amigos e de meus familiares? A UFC é meu norte, meu porto, meu eterno retorno. Como não me orgulhar de uma Instituição que se destaca no Ceará, no Brasil e no mundo?”.

Natural do Rio de Janeiro, Borzacchiello falou de sua trajetória, desde o início, quando se diplomou como licenciado e bacharel em Geografia de sua terra natal.

Durante a solenidade ele fez muitos agradecimentos, citando desde as pessoas que o acolheram quando chegou ao Ceará, como os colegas com quem trabalhou e trabalha, sem esquecer-se de mencionar os estudantes e funcionários.

Agradeceu ainda ao ex-vereador Durval Ferraz (que propôs e a Câmara Municipal concedeu o título de Cidadão de Fortaleza), bem como ao vereador João Alfredo (quando deputado), autor da proposta de outorgar-lhe a Medalha Chico Mendes.

Agradeceu ainda ao jornal O Povo, onde escreve artigos na seção “Opinião” desde 1997, e registrou a importância da Fundação Demócrito Rocha no seu desempenho profissional. Agradeceu à mulher, Emília, e aos filhos Leonardo, Gustavo e Bianca.

Para finalizar, Borzacchiello concluiu seu pronunciamento citando Fernando Pessoa: “O Meu olhar é nítido como um girassol. Tenho o costume de andar pelas estradas, olhando para a direita e para a esquerda… Sinto-me nascido a cada momento, para a eterna novidade do mundo”. Pedindo licença e liberdade para interpretar as palavras do poeta, assegurou: “Para mim, Fernando Pessoa fala da Universidade e de seu papel histórico de farol, olhando para todos os lados. Fala-nos da reflexão, da consciência do porvir. Somos todos guardadores e rebanhos na construção de uma nação instruída, consciente e livre”, afirmou.

Resumo

José Borzacchiello da Silva é Pós-Doutor em Geografia Humana e docente do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará.

O título que recebido na última terça-feira foi proposto pela Diretora do Centro de Ciências, Profª. Simone Silveira Sá Borges, e aprovado pelo Conselho Universitário (Consuni) por unanimidade, no dia 20 de dezembro de 2013.

Borzacchiello é um dos mais importantes e produtivos geógrafos do País. O pesquisador, com especialidade na área de Geografia Urbana, foi também presidente da Associação dos Geógrafos Brasileiros (1986-1988) e da Associação

Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Geografia (2003-2005).

Além disso, é membro do comitê científico das revistas Terra Livre, Aurora Geography Journal (Portugal), Norba – Revista de Geografia (Espanha), Cidades, Confins, Mercator, Geo UERJ, dentre outras.

Borzacchiello foi, ainda, coordenador da Área de Geografia da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no período de 2008 a 2010.

 

Redação O POVO Online

 

Filósofo Peter Pal Pélbart profere palestra em Fortaleza, dia 01/11, no Centro Cultural do BNB

Em 24/7 – capitalismo tardio e os fins do sono, o teórico da arte moderna Jonathan Crary descreve um mundo apocalíptico em que o capital alargou-se de tal modo que a escala de tempo se flexibilizou e o espaço fragmentou-se. Segundo Crary, esse mundo é agora. Nele, vive-se o presente contínuo assombrado pelo imperativo de conexão e consumo irrefreáveis. O homem só encontra uma salvaguarda no sono, desacordado e destituído de funcionalidade para o sistema. Daí as investidas do capitalismo contra o sono, seja com fármacos e inibidores, seja estimulando modos de vida hiperprodutivos, seja apostando em novas tecnologias, como a que pretende criar o soldado perfeito (não dorme, não sente medo nem fome). O último bastião está ameaçado, diz Crary.

O avesso do niilismo: cartografias do esgotamento, do filósofo húngaro radicado no Brasil Peter Pál Pelbart, 58, dialoga indiretamente com as ideias de 24/7 (expressão que designa a adaptação das rotinas à ação dos mercados: 24 horas por dia e sete dias por semana). No próximo sábado, 1°/11, em Fortaleza, o também professor e tradutor profere conferência e lança a obra, a partir das 10 horas, no auditório do Centro Cultural do Banco do Nordeste.

 

Se em 24/7 o diagnóstico sobre a penetração do capital na esfera privada é sombrio, em O avesso do niilismo Pelbart mapeia pontos de inflexão, como as manifestações de junho de 2013, de modo a identificar, ali, o germe de uma mudança possível. Ou, nas próprias palavras do filósofo, “a capacidade de virar do avesso, de sacudir o consenso empoeirado, de encontrar as contrapotências, os contragolpes, os novos estratagemas e também as novas desordens que a suposta ordem totalizada encobria”.

 

Para quem vem exigindo das manifestações uma resposta imediata e atribuiu a eleição de um Congresso mais conservador aos insurgentes do ano passado, Pelbart pergunta: “Como traduzir em propostas as novas maneiras de exercer a potência, de fazer valer o desejo, de expressar a libido coletiva, de driblar as hierarquias, de redesenhar a lógica da cidade e sua segmentação, de fazer ruptura, dissenso?”

 

Cartografar o esgotamento, nomeando as injunções mais dramáticas e pontuando saídas, é, assim, uma medida urgente. Só a partir dela é que se identificam as potencialidades e se descortina uma “outra política da percepção” num tempo que inventou “modalidades de servidão inauditas”, como o hiperconsumo. É nesse ponto que a conversa entre Pelbart e Crary se estreita. Face mais visível do capital, o consumo se conecta com o que Pelbart chama de “teologia da prosperidade”, mantra segundo o qual todo homem e mulher orienta-se por aspirações que, caso atendidas, levam inevitavelmente ao esgotamento (dos recursos naturais, principalmente, mas também da política). As manifestações de junho de 2013 foram tanto uma resposta a essa teologia quanto ao esgotamento das formas de representação política.

 

Em artigo enviado ao O POVO (leia no portal O POVO Online), Pelbart escreve, referindo-se ao tema que funciona como gatilho do novo livro: “A pergunta que cabe, cada vez mais visceral, é: o que será que se esgotou? Talvez estejamos num momento assim, em que até mesmo um papa renuncia porque está esgotado, porque não tem mais forças, e o papa seguinte percebe que algo caducou na sua Igreja, que há coisas que não pegam mais, não colam, não se sustentam, se exauriram. Parece que a Igreja subitamente vai mais rápido que nosso Congresso.”

 

SERVIÇO

 

O avesso do niilismo: cartografias do esgotamento, de Peter Pál Pelbart (N-1 Edições)

Quando: próximo sábado, 1º/11, a partir das 10 horas, no auditório do Centro Cultural do Banco do Nordeste

Endereço: Rua Conde D’Eu, nº 560.

Multimídia

Leia artigo do filósofo, tradutor e professor Peter Pál Pelbart em http://www.opovo.com.br

Leia também entrevista com o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro sobre o esgotamento do modelo neodesenvolvimentista, tema ao qual o livro de Peter Pál Pelbart se relaciona.

 

Acesse: http://migre.me/myF9v

 

(O Povo)

Seis nomes disputam comando da Câmara Municipal de Fortaleza

Salmito Filho e Acrisio Sena

A partir de novembro, a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza deve dominar os debates no Legislativo. Nos bastidores, os nomes que despontam como pré-candidatos à presidência são do vice-presidente, José do Carmo (PSL); do 2° vice-presidente, Adail Júnior (Pros); do 1° secretário, Elpídio Nogueira (Pros), e dos ex-presidentes Carlos Mesquita (PMDB), Acrísio Sena (PT) e Salmito Filho (Pros), atualmente licenciado para gerir a Secretaria do Turismo da Prefeitura de Fortaleza.

A nova presidência assumirá a Casa pelos próximos dois anos, período de efervescência política com a aproximação de novo período eleitoral. Carlos Mesquita defende “nome à altura para limpar o nome da Casa”, envolvida em investigações do Ministério Público que culminaram na prisão do vereador A Onde É.

Questionado sobre quem teria esse “nome à altura”, Mesquita diz não saber. “Estão dizendo meu nome”, pontua, mas destaca que ainda terá de conversar com seu partido e com o prefeito Roberto Cláudio (Pros).

Em terceiro mandato, José do Carmo considera ter experiência para assumir a presidência, “mas não é que esteja em busca”, ressalta. “Aqui, a gente apenas está conversando que tem de ser alguém que tenha competência, mas ainda não ouvi nenhum nome que pudesse merecer uma menção”, frisou.

Expectativas

Salmito Filho é apresentado com um dos nomes fortes na disputa. Mesmo assim, diz que assumiu secretaria a pedido do prefeito e só retornará por orientação de Roberto Cláudio. Ele afirma que outros vereadores têm o questionado sobre o retorno para a disputa e falado sobre nomes que estão se apresentado, mas reafirma que dependerá do Executivo.  

“Sempre falei que o nome do Salmito é forte, é um nome que une oposição, situação, une o Pros”, defendeu Adail Júnior. “A partir da próxima semana é que começam as articulações. Pretensão eu tenho, mas organizar de fato uma candidatura, isso não tenho feito”, pontua.

Além deles, são cotados também o petista Acrísio Sena, presidente da Casa no biênio 2011-2012, após derrotar Salmito; e o vereador Elpídio Nogueira.

Em 2008, Elpídio foi derrotado para a presidência por Salmito Filho, apesar de, à época, ter o apoio da então prefeita Luizianne Lins (PT) e do governador Cid Gomes (Pros). O parlamentar é, atualmente, o nome com maior proximidade do governador. Seu irmão, o deputado estadual Dr. Sarto (Pros), também pode disputar presidência na Assembleia Legislativa. A ligação de ambos com o governo pode ser decisiva para a reorganização de forças nos poderes.

 

Elpídio

Disputou a presidência da Câmara em 2008. É o mais próximo dos Ferreira Gomes

 

Acrísio

Tentou reeleição em 2012, mas foi prejudicado pela derrota do PT na Prefeitura de Fortaleza

 

José

Atual vice-presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, está no 3º mandato de vereador

 

Salmito

Está licenciado na Casa, mas nos bastidores é apontado com nome de força para concorrer

 

Adail

2° vice-presidente, disputou a 1° vice-presidência, mas foi derrotado por José do Carmo em 2012

 

Mesquita

Já foi presidente e é o parlamentar com mais mandatos na Câmara Municipal

 

SERVIÇO

 

Câmara Municipal de Fortaleza
Sessões:
de terça a quinta-feira, a partir das 9 horas
Onde: Rua Thompson Bulcão, 830 – Patriolino Ribeiro
Site: www.cmfor.ce.gov.br

 

Saiba mais

 

1. Eleição da Mesa

De acordo com o atual presidente da Câmara, vereador Walter Cavalcante (Pros), eleito deputado estadual, a expectativa é que a eleição da nova Mesa aconteça no dia 2 de dezembro, após a votação da Lei Orçamentária Anual.

(O Povo)

Trabalhadores terão 11 feriadões em 2015, fora carnaval e Semana Santa

Outubro nem acabou e já circula em grupos do WhatsApp uma mensagem sobre os feriados de 2015. Ao contrário do que aconteceu este ano, quase todas as datas serão no meio da semana, gerando expectativas nos trabalhadores quanto aos dias de descanso. No Rio, serão nada menos que 11 feriadões — fora carnaval e Semana Santa, já tradicionais.

A avalanche de feriado, no entanto, divide a economia do país. Se, por um lado, setores ligados ao turismo lucram mais, por outro, o comércio sofre grandes perdas. O Clube de Diretores Lojistas do Rio (CDL-Rio) estima que, num único feriado de meio de semana, o comércio da capital fluminense deixa de faturar cerca de R$ 370 milhões.

Aldo Gonçalves, que preside o CDL e também o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Município do Rio de Janeiro (Sindilojas Rio) explica que a entidade tem um convênio com o sindicato dos empregados do comércio, que prevê a abertura das lojas em feriados. Muitas vezes, porém, não compensaria abrir os estabelecimentos nessas datas, pois o empresário tem custos, mas não tem clientela.

— O feriadão só é bom para o pessoal do turismo: restaurantes, hotéis… Porque o Rio atrai muita gente. Mas, de um modo geral, é sempre perda de vendas.

..............
………….. Foto: Guilherme Pinto/Agência O Globo

A empresária Sabina Sommer, de 63 anos, ficou estarrecida ao saber da quantidade de feriados em dias que seriam úteis no ano que vem.

— Os feriados teriam que ser jogados para os fins de semana, para o país andar. Eles significam que o funcionário público não trabalha, que todo escritório e consultório médico fecha… Com isso, não tenho como abrir (a loja) — diz a dona da loja Camisa Expressa, no Centro do Rio.

O motivo dela é o da felicidade do ambulante Raimundo Oliveira, de 44 anos, que vende cangas e chapéus na Praia de Copacabana:

— As vendas aumentam uns 30% nos feriados, porque vem muita gente do interior do Espírito Santo, de Minas, da Bahia…

Foto: Guilherme Pinto/Agência O Globo

Enquanto Raimundo comemora a chegada de pessoas à cidade, os funcionários da agência da CVC do Centro vibram com a saída.

— Quando os feriados caem na terça ou na quinta-feira, as pessoas costumam emendar, o que acaba facilitando para as viagens. Os destinos mais procurados são Natal, Porto Seguro, Foz do Iguaçu, Balneário Camboriú e São Paulo — conta a gerente Valdinisia Aquino.

O secretário de Turismo do Rio, Antonio Pedro de Mello, tenta resolver essa equação:

— Trabalhamos para tornar essas datas mais atrativas entre cariocas e minimizar o impacto negativo no comércio.

— Para a gente que é do comércio, quanto menos feriados houver, melhor. Porque o movimento cai bastante, principalmente aqui no Centro (do Rio). Em alguns bairros, as lojas funcionam. Mas aqui, não. Como as pessoas não vêm ao trabalho, o movimento cai. Com esses feriados, a queda nas vendas, durante os dias que são enforcados, chega a ser de cerca de 60% — afirma Danielle Passos, de 32 anos, dona da loja “As Cariocas Fashion“.

(Rafaella Barros, Extra Online)

Dilma, uma vitória baiana e cearense

A diferença de 3,55 milhões de votos a mais obtidos por Dilma Rousseff, que garantiram sua reeleição por mais quatro anos, tem origem bem definida. Dilma pode creditar sua vitória à região Nordeste, em especial a três estados. Pela ordem, Bahia, Ceará e, com um pouco de distância, Maranhão, fizeram pender a balança a favor da candidata do governo.

Em termos absolutos, a Bahia foi o Estado onde Dilma obteve a maior vantagem sobre Aécio Neves, 2,9 milhões de votos a mais. No entanto, a terra de Jacques Wagner não foi o estado mais “dilmista” no segundo turno. Esse título pertence ao Maranhão, onde 78,76% dos eleitores votaram na candidata do PT, seguido de perto pelo vizinho Piauí, onde o percentual foi de 78,30%.

O estado mais oposicionista em termos relativos foi Santa Catarina, onde 64,59% dos eleitores votaram em Aécio Neves. No entanto, o peso eleitoral pequeno não afetou o resultado final, e o candidato do PSDB obteve 1,11 milhão de votos a mais do que Dilma.

Em termos absolutos, a grande derrota de Dilma foi em São Paulo, onde Aécio recebeu 6,8 milhões de votos a mais. Em termos relativos, São Paulo foi o segundo estado mais oposicionista, pois 64,31% dos votos válidos foram para Aécio.

O estado com maior número de abstenções foi o Maranhão, onde 27,36% dos eleitores não compareceram às urnas. O mais assíduo foi o Amapá, onde apenas 14,56% deixaram de cumprir seu dever cívico.

Em termos de validade, o menor número de brancos e nulos foi registrado no Acre, onde menos de 3% dos eleitores anularam seu voto ou votaram em branco. O maior índice de votos inválidos foi no Rio de Janeiro, onde 13,3% dos eleitores que compareceram às urnas não escolheram nem Dilma nem Aécio.

(Cláudio Gradilone, Istoé Dinheiro)

Juazeiro do Norte terá voo direto para São Paulo

A Gol Linhas Aéreas Inteligentes anunciou nesta terça-feira (28) que vai iniciar no dia 15 de novembro uma rota, sem escalas, para Juazeiro do Norte, partindo do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Segundo a Gol, este será o primeiro voo direto que sai de Juazeiro do Norte com destino na região sudeste do país.

De acordo com a companhia, o trecho contará com duas frequências diárias, saindo do Aeroporto de Guarulhos às 00h30, com chegada às 2h20 em Juazeiro do Norte. A volta acontece às 2h50 no Aeroporto de Juazeiro do Norte, com pouso previsto para às 6h45, em São Paulo. As viagens serão realizadas em aeronaves modelo Boeing 737-700.

Juazeiro do Norte é conhecida como terra do Padre Cícero e um dos maiores centros de religiosidade popular do Brasil. A cidade também abriga grandes grupos varejistas nacionais e internacionais. Com a nova rota, a Gol vai deixar de operar o voo diário Recife/Juazeiro do Norte. De acordo com a Prefeitura de Juazeiro, o prefeito Raimundo Macedo já pediu à empresa a manutenção do voo direto para Recife. Para ele, a capital pernambucana tem uma estreita ligação com região do Cariri.

(G1 Ceará)

Senado aprova reestruturação da carreira do Policial Federal

O Senado Federal aprovou nesta terça- feira (28), a Medida Provisória (MP) 650, que reestrutura a carreira da Polícia Federal (PF). Entre outros assuntos, a MP concede reajuste de 15,8% a agentes, escrivães e papiloscopistas, conforme acordo firmado entre servidores do órgão e o Ministério do Planejamento. A MP foi promulgada e será publicada no Diário Oficial da União em edição extra nesta quarta-feira.

A votação da MP foi acompanhada por vários policiais federais, entre agentes, escrivães e papiloscopistas de vários estados, que desde cedo chegaram ao Senado para pressionar os senadores pela aprovação. No final da votação eles comemoraram a aprovação da medida.

A MP também atualiza a legislação, passando a classificar os cargos de agente, escrivão e papiloscopista como de nível superior. Desde de 1996, os concursos públicos para as três categorias já exigem nível superior. A MP também concede aumento aos peritos federais agrários, reajustando a tabela de gratificação de desempenho de atividade (Gdapa).

O líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT/CE), foi relator da proposta em plenário. Pimentel, que também relatou a MP na Comissão Mista, defendeu a aprovação do texto original da medida. Segundo o senador, a MP resultou de um longo processo de discussão entre o governo e os policiais federais. “Essa medida trata da conclusão de um ciclo de reajustes salariais, já concedidos pelo governo aos servidores públicos de diversas carreiras e que deve beneficiar também os policiais federais e peritos agrários”, disse.

Já o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) recebeu, antes da votação, os dirigentes do Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Ceará. Ulysses Sampaio, Façanha e Kátia Rocha que foram pedir o apoio do parlamentar na discussão e votação da MP. O senador em plenário se pronunciou pela aprovação da proposta em nome do PCdoB.

(Ceará Agora)

Fortaleza sedia 5° Feira Internacional de Artesanato e Decoração

Fortaleza recebe a 5° edição da Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes) a partir da próxima sexta-feira, 7, no Centro de Negócios do SEBRAE, na Praia da Iracema. Evento vai reunir produtos exclusivos de 18 países e 13 estados brasileiros e contará com apresentações de danças indianas e espaço gastronômico. Feira segue até o dia 16 de novembro e ingressos custam R$ 8.

Segundo a organização, neste ano a feira traz vestuários, acessórios e produtos de decoração dos seguintes países: África do Sul, Bolívia, Chile, Coréia, Equador, Filipinas, Gana, Índia, Indonésia, Japão, Marrocos, Nepal, Paquistão, Quênia, República Tcheca, Rússia, Senegal e Turquia. Além disso, há expositores do Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O espaço gastronômico traz queijos e vinhos do Rio Grande do Sul, além dos doces de Minas Gerais e os de Caravana do Marrocos, com 0% de açúcar. Grupos de dança do ventre e Bollywood se apresentam no local, que deve receber 40 mil pessoas, conforme a organização. “O visitante poderá conferir de perto a riqueza da cultura destes países e ainda garantir os presentes para o natal e réveillon”, destaca Maria Mathias, organizadora da Feincartes.

Serviço

Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes)
Data: 7 a 16 de novembro de 2014
Local: Centro de Negócios do SEBRAE (na av. Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema)
Horário de visitação: Todos os dias, das 15 às 22 horas.
Entrada: R$8,00 (oito reais).
Ingressos: Pessoas com 60 anos ou mais pagam meia-entrada e crianças com até 12 anos de idade, acompanhadas por responsável, são isentas.
Site: http://www.feincartes.com.br

Redação O POVO Online com informações da Feincartes

Cinépolis RioMar Fortaleza lança promoção de inauguração para salas de cinemas

São 10 salas de cinema (Foto: Divulgação/Cinépolis RioMar)

O complexo Cinépolis RioMar Fortaleza, que inaugura nesta quarta-feira (29), lançou uma promoção de inauguração entre os dias 29 de outubro e 18 novembro. Na compra de um ingresso (meia entrada ou inteira), o segundo é gratuito e válido para a mesma sessão. A promoção é válida para todas as salas e sessões no período.

No período da promoção, entre os filmes que poderão ser vistos pelo público, estão Tim Maia, em estreia nacional, “O Melhor de Mim”; e uma opção infantil, Festa no Céu na exclusiva sala 4DX.

De acordo com a administração das salas de cinema, a ação promocional faz parte da celebração da inauguração da sala número 300 da Cinépolis no Brasil e 40º complexo da rede no país. Além disso, o complexo sediará a sala número 3.500 construída no mundo pela empresa.

Estrutura
Ao todo, são 10 salas. Sendo três com a marca Cinépolis VIP, uma sala gigante com a marca Cinépolis Macro XE que contará com a tecnologia de som Dolby Atmos e tela de mais de 200 metros quadrados, e a sala com movimentos e efeitos sensoriais Cinépolis 4DX, inéditas na cidade, além das cinco salas tradicionais, todas com projeção e som 100% digitais.

Os preços dos ingressos podem variar entre R$ 14,00 e R$ 55,00 (a inteira) dependendo do horário, dia e tipo de sala escolhida. Ressaltando que há quatro tipos diferentes de salas de cinema.

(G1 Ceará)

Empresa paulista irá gerir iluminação pública de Fortaleza

Fortaleza, agora, tem uma empresa licitada para gerir o seu parque de iluminação pública. Isso após mais de três anos da realização de contratos emergenciais. A paulista FM Rodrigues assume as funções de manutenção do parque e a realização de novas obras de iluminação dia 7 de novembro, por um período de doze meses, prorrogáveis por até cinco vezes. O contrato nº 17/2014 é de R$ 69,2 milhões, está assinado e já foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

A FM Rodrigues foi fundada em 1968 em Bauru (SP) e mudou sua sede em 1973 para a capital paulista. Desenvolveu trabalhos com a Light, Eletropaulo, DAE, Cesp e CPFL, por exemplo. No segmento de Rede Elétrica, realizou a iluminação do Estádio do Pacaembu, rua Augusta e Rodovia Raposo Tavares.

O coordenador de Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos da Capital (SCSP), Alfredo Nelson Serejo, ressaltou o desgaste e o desinteresse nas realizações dos contratos emergenciais anteriores. “Contratos emergenciais são ruins para ambas as partes. A empresa fica insegura, porque o contrato é curto. O município fica sem poder cobrar o investimento em maquinários e novas tecnologias. Agora vamos poder exigir”.

Conforme o documento firmado, a FM Rodrigues será remunerada pelo serviço de manutenção e por obras realizadas. O valor do contrato é o limite que a Prefeitura vai gastar com a empresa, mas, conforme Serejo, não necessariamente vai gastar tudo. Fortaleza possui mais de 185 mil pontos de luz.

Tecnologia LED

A implantação de iluminação com a tecnologia LED em Fortaleza é uma das novidades das função da empresa gestora do parque. Apesar do preço superior da luminária, há uma compensação com vida útil e intensidade da luz maiores, além de um custo de manutenção menor, economia de energia e ganhos ao meio ambiente.  

A LED proporciona a dimerização, capacidade de alternar a intensidade luminosa do ponto de luz. Inicialmente, serão implantados em canteiros centrais e obras especiais.

A empresa contratada também terá de implantar a telegestão, que é a troca de informação com o ponto luminoso. “Dá para ter o controle se o ponto de luz está aceso ou apagado”, por exemplo. Em princípio, 3,6 mil pontos de luz terão a telegestão, que não, necessariamente, precisa são LED. 

SERVIÇO 

Iluminação pública

Fone: 156

24 horas por dia

 

Entenda o caso 

2001. A Citéluz começa a operar a iluminação pública em Fortaleza. O prefeito era Juraci Magalhães. Passou pela prefeita Luizianne Lins e entrou na gestão Roberto Cláudio também.

22/8/2011. O primeiro contrato emergencial é firmado entre Prefeitura e Citéluz, mesma data em que empresa e Município rescindiram compromisso feito por meio de licitação. O POVO apurou que os cinco emergenciais com a Citéluz custaram R$ 137 mi.

2013. Foi cancelado o processo licitatório iniciado em 2011 que, por várias razões, não chegou a ser concluído. O projeto básico foi considerado desatualizado.

2013. Foi lançado outra licitação em 2013, mas nem chegou a abrir proposta. Foi cancelada, porque empresas que participavam do processo cancelado pela prefeitura pediram o direito de resposta. Algumas deram retorno, outras não.

31/3/2014. A Alusa Engenharia começa a operar a iluminação pública em Fortaleza. Tomou o lugar da Citéluz, que fazia o serviço desde 2001.

23/4/2014. Foi lançado um novo edital.

(O Povo)

Confira mapa da votação em Fortaleza para governador e presidente

Reeleita no último domingo (26), a presidente Dilma Rousseff (PT) obteve 856.680 votos em Fortaleza contra 404.137 do candidato Aécio Neves (PSDB). No total, a petista somou 67,95% eganhou em 12 das 13 zonas da Capital.

Com 32,05% dos votos, o candidato do PSDB venceu apenas na zona 3, que engloba os bairros Aldeota, Meireles, Praia de Iracema, Centro e Moura Brasil. Na região, Aécio obteve 51,11%  contra 48,89% de Dilma.

A zona 116 foi o local de Fortaleza onde a petista teve a maior vantagem sobre Aécio Neves. Somando os votos dos bairros Granja Lisboa, Granja Portugal, Conjunto Ceará I e II e Genibaú, Dilma chegou aos 75,15% contra 24,85% do candidato do PSDB.

Confira quem venceu em cada zona:

presidente

Eunício lidera em todas as zonas da Capital

Na disputa estadual, o governador eleito Camilo Santana (PT) perdeu para Eunício Oliveira(PMDB) em todas as 13 zonas de Fortaleza. De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral  (TSE), na zona 83 foi o local onde Eunício obteve a maior vantagem.

A zona 83 inclui bairros como Jóquei Clube, Pan-Americano e Boa Vista, Na região, Eunício teve 54.406 votos, representando 61,84%, enquanto Camilo Santana chegou aos 33.577, 38,16% do total.

Veja a disputa por zona para governador:

governador

(Diário do Nordeste)

Wagner Piske, sócio da boate Purple Hills, morre ao cair na Pedra da Gávea

Foto: Reprodução / Facebook

O empresário Wagner Piske Dias, de 28 anos, morreu na Pedra da Gávea, domingo passado, após uma queda da localidade conhecida como Carrasqueira. Ele era um dos sócios da balada Purple Hills, em Curitiba, PR. O acidente foi testemunhado por outro jovem que fazia trilha na Pedra, que afirma ter acionado os bombeiros que teriam demorado a chegar ao local.

O Quartel-Central do Corpo de Bombeiros, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que a corporação não foi acionada para socorrer a vítima, mas apenas para remoção do corpo, por volta das 22h40m, cerca de quatro horas após ocorrido o suposto acidente.

Segundo contou a testemunha, que por enquanto não quer se identificar, a vítima rolou até bater com a cabeça numa rocha. A Carrasqueira é um paredão de pedra de cerca de 30 metros de altura.
O rapaz estava acompanhado pela namorada que ficou em estado de choque. A testemunha conta que imediatamente acionou os bombeiros, mas eles não chegaram a tempo de salvar a vítima. A administração do Parque Nacional da Tijuca, ao qual está subordinada a Pedra da Gávea, foi informada do caso pelos bombeiros, mas ressalta que o parque já estava fechado quando ocorreu o acidente.

No Facebook de Piske, foi informado que o velório será hoje às 22h no Parque Memorial da Vida, em São José dos Pinhais. O enterro será realizado amanhã, às 16h. O jovem foi homenageado com a imagem abaixo.

(Ancelmo Gois, O Globo)

Seletiva do TUF Brasil 4 reúne nomes conhecidos do MMA e bate recorde

A seletiva do The Ultimate Fighter Brasil 4, realizada na segunda-feira, bateu recorde e foi bastante comemorada pelo UFC. Exatos 562 atletas das categorias dos leves (até 70kg) e galos (até 61kg) participaram do processo no hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro, o que superou todas as outras edições do reality show pelo mundo desde que o programa passou a ter pré-requisitos, como cartel positivo e superior a três lutas (verificáveis no Sherdog, site especializado em dados de lutadores), e idade entre 18 e 35 anos – isso aconteceu no TUF 9 nos EUA. E, contando desde a primeira temporada, foi o segundo maior número de candidatos, perdendo somente para uma seletiva realizada em Chicago, que teve cerca de 800. As informações foram confirmadas pelo GloboEsporte.com junto à produção do TUF Brasil 4.

SELETIVA TUF BRASIL 4 (Foto: Ivan Raupp)Lutadores participam da etapa de grappling (Foto: Ivan Raupp)

A seletiva foi dividida em três partes: 1 minuto e 30 segundos de grappling (luta agarrada) com os lutadores em duplas; 40 segundos de manopla, cada lutador com a ajuda de um instrutor; e as entrevistas individuais. Todas as etapas foram eliminatórias. O processo para a seleção dos 32 que competirão nas 16 lutas de classificação para a casa ainda vai levar alguns meses.

Diversos nomes de destaque do MMA nacional e até internacional participaram da seletiva. A maioria dos lutadores conhecidos estava na divisão dos leves. Como na casa é preciso perder peso num curto espaço de tempo, muitos atletas que costumam lutar entre os galos optaram por se inscrever nos leves, como Jonas Bilharinho e Fabiano Jacarezinho, que tinham duelo marcado pelo cinturão até 61kg do Jungle Fight. Outros nomes conhecidos até 70kg são: Alexandre Capitão, Fabiano Soldado, Renato Moicano, Diogo Fofão, Nazareno Malegarie, Celsinho Venicius, Alexandre Sangue, Raoni Barcelos, Gustavo Coelho, Rander Junio, Guilherme Carcaça, Ary Santos, Paulo Bananada, Felipe Froes, Felipe Nilo, João Paulo Rodrigues, Lúcio Curado, Gabriel Silva e Nikolas Motta.

SELETIVA TUF BRASIL 4 (Foto: Ivan Raupp)
João Paulo Rodrigues e Alexandre Capitão
tentaram a sorte nos leves (Foto: Ivan Raupp)

João Paulo Rodrigues, que passou anos como único a ter vencido Renan Barão, até a derrota do conterrâneo para TJ Dillashaw, tentou a sorte e fez o mesmo que Jonas e Jacarezinho:

- Quero dar uma guinada na minha vida, dar uma vida melhor aos meus familiares. Estou indo de 70kg, mas entrando no UFC vou baixar para 61kg e vou buscar o cinturão que já foi de Renan Barão. Eu era o único a ter vencido o Barão. Como o Dillashaw ganhou também, quero ir lá e vencer o Dillashaw para trazer o cinturão de volta para o Brasil.

Alexandre Capitão é campeão peso-pena (até 66kg) do Jungle e busca, enfim, ser contratado pelo UFC. Ele espera que seu cinturão seja uma credencial para facilitar a entrada na casa:

- Tomara que seja. Estou esperando essa oportunidade faz tempo. Não sei se vai contar muito.

Outro que sempre tem seu nome especulado em relação a uma possível ida para o UFC é o argentino Nazareno Malegarie. Ele, que também compete entre os galos e se inscreveu entre os leves, até pouco tempo atrás era companheiro de equipe de Santiago Ponzinibbio, o argentino “gente boa” do TUF Brasil 2. Mas Nazareno evita a comparação:

- “Gente boa” é o Santiago. Eu sou só o argentino (risos). Pretendo seu eu mesmo. Sei que na parte e lutas tenho condições de me dar bem na casa. E sou carismático também. Falo inglês, espanhol e português fluentemente. Acho que não preciso fazer um personagem. Meu jeito já vai ser legal.

Já na categoria dos galos, alguns dos nomes conhecidos foram: Anderson Berinja, Leandro Higo, Mario Israel, Dileno Lopes, Francisco de Assis, Matheus Mattos, Júnior Abedi, Marcos Cabecinha, Reginaldo Vieira, Gilberto Cangaceiro, Pedro Silveira, Zeilton Nenzão e Renato Velame.

SELETIVA TUF BRASIL 4 (Foto: Ivan Raupp)
O argentino Nazareno Malegarie (Foto: Ivan Raupp)

Atleta da equipe de Clayton Mangueira, do Rio de Janeiro, Marcos Cabecinha mostrou muita esperança em conseguir a vaga para conseguir sair da comunidade onde vive:

- A expectativa é muito grande. Espero me sair muito bem e ficar entre os melhores para poder lutar no UFC. Quero ajudar muitas pessoas que não têm essa chance e mostrar que tudo é possível. Para mim seria uma mudança de realidade. Vai ser um troféu, aquele momento que todos os lutadores querem.

Para os que passaram nas duas primeiras etapas e se classificaram para a entrevista, o produtor-chefe do programa, o americano Dan Farmer, fez um discurso honesto:

- Queremos personalidades fortes. Se você for chato na entrevista, vai se dar mal. Então, não estrague tudo.

Joe Silva, principal matchmaker (casador de lutas) do UFC e que selecionou os lutadores com a ajuda de Sean Shelby, o outro matchmaker da empresa, afirmou que o mais importante é que cada um já fez profissionalmente até aqui:

SELETIVA TUF BRASIL 4 (Foto: Ivan Raupp)Sean Shelby com Cristiano Marcello, Amaury Bitetti, Dedé Pederneiras e Fredson Paixão (Foto: Ivan Raupp)

- Para nós, a coisa mais importante que estamos procurando é seu cartel. É ótimo que você vá bem no grappling e na manopla, mas o que realmente precisamos saber é como se saiu em lutas de verdade. Nosso objetivo é encontrar o melhor lutador que mundo entre os que ainda não estão assinados com a gente.

Joe Silva, por sinal, aprovou o que viu na seletiva e deu esperança aos que foram rejeitados:

- Estou muito feliz com o que vi. Vimos ótimos caras, ótimas finalizações, muita coisa boa na trocação e tivemos bons cartéis.

(Ivan Raupp, Globo Esporte)

Vereadores de Fortaleza aprovam lei que proíbe uso de aparelhos de som em coletivos de Fortaleza

Projeto de lei que proíbe o uso de aparelhos de somem transportes coletivos – salvo com uso de fones de ouvido – foi aprovado nesta terça-feira, 28, pela Câmara Municipal de Fortaleza. Pelo texto aprovado, a proibição envolve desde ônibus, vans, trens, metrô e barcas, prevendo multa inicial de R$ 200 para quem desrespeitar a norma.

Segundo a lei, placas com os dizeres “é proibido o uso de aparelhos sonoros ou musicais sem a utilização de fone de ouvido, sob pena de multa” serão afixadas nos coletivos do Município. Quem desobedecer a norma poderá ser “convidado a se retirar” do transporte e, caso insista em desrespeitar a lei, sofrer intervenção policial. Em casos de reincidência, multa será dobrada.

Na justificativa da proposta, o vereador Carlos Mesquita (PMDB) argumenta que “nada é mais incômodo que, logo de manhã cedo, no início de uma longa jornada ou mesmo após cansativo de trabalho, ter que aturar músicas em altura incompatível com a de um ambiente normal”.

“Em bom português coloquial: um ônibus entulhado de gente, preso no trânsito por minutos intermináveis, suportando o calor de verão, em dia estafante de trabalho, quem é que aguenta ser azucrinadopelo som de um vizinho de banco? Ninguém!”, diz justificativa.

“Qualidade duvidosa”

O parlamentar destaca também que, na maioria dos casos, usuários deste expediente escutam música de “qualidade duvidosa”. Ele reforça ainda que diversos municípios têm efetivado leis do tipo no transporte público.

Aprovada em primeira discussão, a proposta ainda volta para votação em redação final – para pequenos ajustes no texto. Depois, segue para sanção (ou veto) do prefeito Roberto Cláudio (Pros).

(Carlos Mazza, O Povo)

Drag queen Marcia Pantera é chamada de “macaco” e é agredida em frente de clube gay

Ícone da noite LGBT, a drag queen Marcia Pantera passou por momentos de agressão e indignação na última sexta-feira (24). Ela foi chamada de “macaco” e agredida em frente ao clube Danger, no centro de São Paulo.

O ato racista partiu de dois homens gays e uma travesti, que estavam no clube e que foram colocados para fora depois de uma briga.

“Eu estava chegando na casa e eles estavam brigando do lado de fora. Quando olhei, um falou: ‘Não olha para a gente não, macaco’. Fui perguntar se eles estavam falando comigo, e eles partiram para cima de mim”.

Marcia conta ao A CAPA que eles a jogaram no chão, chutaram, arranharam, morderam e a socaram. Os seguranças da casa assistiram a agressão e só foram apartar depois que ela pediu ajuda. “Eu sou uma artista da casa, fui violentamente agredido na porta do trabalho e ninguém me ajudou. Fui desrespeitado de várias maneiras”.

Após subir ao camarim e ver as marcas da agressão, a artista voltou à portaria e viu que os agressores continuavam por lá. “Eles voltaram a me insultar, sempre reforçando a palavra ‘macaco’, mas desta vez eu não deixei barato e revidei. Eles foram covardes de me pegar os três juntos, mas com eles sozinhos eu soube me defender. Nunca fui de brigar em mais de 26 anos noite, mas não poderia ser tão desrespeitada desta maneira e ficar quieta”.

Marcia afirma que, depois de ter sofrido a agressão, teve que ir à Santa Casa sozinha e que só conseguiu registrar um boletim de ocorrência no domingo (26).

“Fiquei das 10h da manhã de sábado às 5h da tarde. Me mandaram de um lugar para o outro, diziam que iam demorar horas… Só consegui registrar no domingo, depois que o escrivão soube que a agressão foi racista”.

A artista, que recebeu o apoio de amigos e fãs em seu Faceboook, disse que é contra todos os tipos de preconceito e que não esperava sofrer racismo dentro do meio LGBT.

“A gente sempre escuta falar de agressões, mas nunca espera que vai acontecer com a gente. O que me revolta é que as pessoas esquecem muito facilmente e que nada é feito”, declarou ela, que faz questão de frisar que não estava no local errado e na hora errada. “Eu estava no lugar certo e na hora certa, pois era o horário do meu trabalho e a gente tem que ter segurança em qualquer lugar”.

O A CAPA tentou entrar em contato com a Danger, mas até o fechamento desta reportagem não houve retorno.

Vídeo do incidente: http://www.youtube.com/watch?v=44X1yQF6YjQ

(A Capa)

Perfumes mais usados por homens e mulheres traidores(as)

É possível descobrir se uma pessoa é infiel pelo modo como dedica-se ao relacionamento, por suas saidinhas ‘estratégicas, mas seria possível saber se é um adepto a traição somente pela marca de perfume que usa? De acordo com alguns sites especializados no assunto, sim.

Primeiro, o site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison consultou 5 mil usuários e chegou a lista abaixo de fragrâncias que os infiéis privilegiam:

 

Homens traidores usam:
1# Carolina Herrera, 212 Men
2# Giorgio Armani, Acqua de Gio
3# Calvin Klein, Escape for Men
4# Bulgari, BLV
5# Hugo Boss, Boss

Mulheres traidoras usam:
1# Carolina Herrera, 212 Sexy
2# Dior, J’Adore
3# Givenchy, Irresistible
4# Thierry Mugler, Angel
5# Chanel nº5

Já o outro especialista no assunto, site Gleeden, fez uma entrevista com 2 mil pessoas, metade homem, a outra mulher. A lista segue abaixo:

Homens traidores usam:


1# Yves Saint Laurent, L’Homme
2# Paco Rabanne, One Million


3# Chanel, Bleu

4# Dior, Dior Homme

5# Paco Rabanne, Invictus


6# Lancôme, Hypnose Homme
7# Yves Saint-Laurent, La Nuit de L’Homme
8# Jean Paul Gaultier, Le Mâle


9# Giorgio Armani, Acqua Di Gio
10# Dior, Eau Sauvage

 

Mulheres traidoras usam:


1# Guerlain, Shalimar
2# Chanel, Coco Mademoiselle


3# Guerlain, La petite robe noire


4# Dior, Hypnotic Poison
5# Givenchy, Very Irresistable


6# Lancôme, La Vie Est Belle


7# Giorgio Armani , Si
8# Yves Saint-Laurent, Parisienne


9# Lancôme, Trésor
10# Nina Ricci, L’air du temps

Não sei se ajuda muita coisa, mas se você acredita nisto, é melhor perguntar para sua parceira qual o perfume está usando.

Créditos http://manualdohomemmoderno.com.br

10 melhores perfumes masculinos internacionais

Muito se tem falado sobre o assunto e é crescente o número de homens interessados em melhorar sua aparência física, seu modo de se vestir, de se relacionar. Independente de rótulos acerca da sexualidade alheia, o homem de hoje está muito mais antenado com as novas tendências mundiais de beleza, tratamentos estéticos, etc. E isso inclui, é claro, o bom e velho perfume, antigo aliado no processo de sedução masculina, que atravessou gerações, sofreu reformulações, mas continua presente na vida do homem moderno.

O MHM resolveu buscar a opinião de um consultor especializado no assunto, a fim de tentar reunir, em uma única lista, as 10 fragrâncias internacionais mais comentadas de todos os tempos (de marcas famosas) e de fácil acesso aqui no Brasil, para as situações mais comuns do nosso cotidiano. Vale lembrar que esta lista é resultado das opiniões coletadas pelo público e não representa a opinião pessoal do consultor ou da equipe MHM. Vamos conferir!

 

PERFUMES PARA USO DIÁRIO

Este é o grupo de perfumes mais fácil de agradar a todo mundo, ainda mais no clima brasileiro. São conhecidos como “coringas”.

Fazem parte deste grupo os cítricos, aromáticos e amadeirados, em geral.

1)    L’eau D’issey Pour Homme (Issey Miyake)
L’eau D’issey Pour Homme - melhores perfumes masculinos

Lançado em 1994, trouxe inovação e tornou-se referência com seu aroma cítrico e de destaque para as especiarias e madeiras.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): coentro, cipreste, mandarina, estragão, laranja yuzu, limão verbena, sálvia, bergamota e calone, um composto químico que reproduz o aroma de melão/melancia;
Corpo (coração): noz-moscada, canela, açafrão, flor de lótus azul, lírio do vale e gerânio;
Fundo (base): vetiver, almíscar, sândalo, tabaco, cedro e âmbar.

 

2) 212 Men (Carolina Herrera)
212 Men - melhores perfumes masculinos
Este perfume é um sucesso até hoje! Lançado, em 1999, para simbolizar o fascínio e o agito de Nova York, traz em seu nome o DDD da cidade e, em sua fragrância, sofisticação e magnetismo.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): folhas cítricas, erva cortada e especiarias;
Corpo (coração): gengibre, pimenta e gardênia;
Fundo (base): almíscar branco, sândalo, madeira de guáiaco e incenso.

 

3)    Bvlgari Aqva (Bvlgari)
Bvlgari Aqva (Bvlgari) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 2005, sua característica marinha trouxe frescor e quis demonstrar um estilo de vida mais descomplicado do homem. Possui um aspecto natural e gera usuários fiéis, que não conseguem mais ficar sem 1 frasco em suas coleções.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): mandarina e petitgrain;
Corpo (coração): santolina e posidônia (conhecida como grama marinha);
Fundo (base): âmbar mineral e sálvia.

 

4)    Allure Homme (Chanel)
Allure Homme  - melhores perfumes masculinos

Lançado em 1999, é límpido e sensual, combinando notas frescas, amadeiradas e especiarias. É conhecido por sua versatilidade e excelente fixação. Quem experimenta este perfume, acaba se interessando por toda a linha Allure.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): mandarina, bergamota, lavanda, pêssego e citrinos;
Corpo (coração): pimenta jamaicana, gardênia, patchouli, jacarandá e jasmim;
Fundo (base): vetiver, sândalo, cedro, fava tonka, musgo de carvalho, baunilha e benjoin.

PERFUMES CLÁSSICOS

Este é o grupo de perfumes com uma pegada mais tradicional, muitas vezes relacionados ao cheiro de “tiozão”, mas que não fazem feio em ambientes e/ou eventos mais formais.

 

5)    Polo (Ralph Lauren)
Polo (Ralph Lauren) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 1978, foi a 1ª fragrância masculina da Ralph Lauren. Feita para homens distintos e que prezam pelas tradições e bons costumes, virou ícone da perfumaria mundial masculina e possui adeptos até os dias de hoje. Seu aroma é inconfundível!

É composto por notas de:

Topo (cabeça): pinho do Canadá, artemísia, lavanda, bergamota, zimbro e manjericão;
Corpo (coração): coentro, jasmim, cravo (flor), gerânio, rosa, tomilho e manjerona;
Fundo (base): musgo de carvalho, patchouli, couro, cedro, âmbar, almíscar e tabaco.

 

6)    Eau Sauvage (Christian Dior)
Eau Sauvage (Christian Dior) - melhores perfumes masculinos

Este clássico da perfumaria, lançado em 1966, possui um apelo atemporal que resistiu, bravamente, ao passar dos anos, com seu aroma cítrico e singular. Embora antigo, parece que foi feito para os tempos modernos, com toda a questão do efeito estufa e o aumento crescente das temperaturas no País.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): limão, alecrim e petitgrain;
Corpo (coração): jasmim, lavanda, manjericão e hedione (substância sintética de acentuado frescor);
Fundo (base): vetiver e musgo de carvalho.

 

7)    Le Male (Jean Paul Gaultier)
Le Male (Jean Paul Gaultier) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 1995, foi a 1ª fragrância masculina de Gaultier. Todo homem que se preza já teve (ou terá) um frasco deste perfume, pelo menos 1 vez na vida. Com aroma intenso e sensual, seu frasco foi inspirado nas formas do corpo masculino, simbolizando força e virilidade. É conhecido pelo seu poder de projeção e fixação.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): menta, cardamomo, artemísia e bergamota;
Corpo (coração): lavanda, canela, flor de laranjeira e cominho;
Fundo (base): cedro, âmbar, sândalo, baunilha e fava tonka.

PERFUMES NOTURNOS

Este é o grupo de perfumes do tipo “ame ou odeie”. Em geral, são mais adocicados e intensos e precisam de cautela e bom senso, ao serem aplicados.

Fazem parte deste grupo os orientais, gourmands e especiarados, em geral.

 

8)    Armani Code (Giorgio Armani)
Armani Code (Giorgio Armani) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 2004, se tornou sucesso de vendas e trouxe enorme destaque para a casa Armani, no que diz respeito à sua linha de perfumes. Seus usuários o consideram um dos melhores perfumes da marca, e as pesquisas de satisfação mostraram números muito satisfatórios. É elegante, seletivo e possui uma abordagem mais intimista e romântica.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): bergamota e limão;
Corpo (coração): anis estrelado e flor de oliveira;
Fundo (base): madeira de guáiaco e fava tonka

 

9)    1 Million (Paco Rabanne)
1 Million (Paco Rabanne) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 2008, não poderia ficar de fora desta lista. Alcançou sucesso instantâneo e virou o queridinho de usuários de outras criações famosas, como: JOOP! Homme, Black XS, Armani Code, etc. Seu aroma ficou tão popular nas baladas, que a fragrância passou a ser vista de forma negativa por quem busca algo mais exclusivo e quer se destacar na noite.

É composto por notas de:

Topo (cabeça): menta, toranja e mandarina;
Corpo (coração): absoluto de rosa, canela e especiarias;
Fundo (base): madeiras, âmbar, patchouli e couro.

 

10)  Dior Homme Intense (Christian Dior)

 


Dior Homme Intense (Christian Dior) - melhores perfumes masculinos

Lançado em 2007, trouxe uma abordagem única e moderna para homens que vivem de maneira intensa e sofisticada. É composto por madeiras e pelo toque floral da íris – presente na versão tradicional (de 2005) – que continua predominante, porém mais cremosa e sensual. Sofreu uma reformulação em 2011, mas continua uma deliciosa fragrância de requinte e qualidade.

A versão atual é composta por notas de:

Topo (cabeça): Íris da Toscana;
Corpo (coração): Manteiga de Ambrette do Equador (obtida através das sementes de hibiscos);
Fundo (base): cedro da Virgínia.

>> Texto colaborativo de Cassiano Silva, publicitário de formação e apaixonado por fragrâncias e seus mistérios. Responsável pelo portal especializado Perfumart, aguçou o seu conhecimento pelos perfumes, há mais de uma década, e transformou o hobby em profissão. É colecionador de perfumes, consultor particular de fragrâncias, resenhista nacional e internacional e dono de um grupo no facebook voltado só para os homens (Homens Viciados em Perfumes).

Créditos http://manualdohomemmoderno.com.br

Conheça 10 alimentos que turbinam a memória

Memória fraca não é uma queixa que se restringe apenas às pessoas mais velhas. Cada vez mais jovens, expostos à uma série de informações, reclamam do constante esquecimento de pequenas coisas no dia a dia, como nomes, datas, rostos, etc.

A causa pode estar ligadada ao stress, ao avanço da idade, ao cansaço e também à alimentação. O ômega 3, por exemplo, é um nutriente imprescindível para saúde mental, para um cérebro mais ativo e está ricamente presente em alimentos como sardinha, sementes de linhaça e nozes.

Confira lista completa com 10 alimentos essenciais para a memória:

1 – Quinoa

A quinoa, ou quinua, é um alimento que contém proteína, ferro, cálcio, vitaminas do complexo B e ácido graxo ômega 3, que integra a membrana externa das células cerebrais. Além de efeito anti-inflamatório e de controlar a saciedade, o ômega 3 proporciona uma troca rápida de mensagens no cérebro. Ela pode substituir a carne nas refeições;

2 – Linhaça

Seja dourada ou marrom, a linhaça é considerada por muitos como uma forte aliada do emagrecimento, considerando o seu poder de saciedade. Rica em ômega 3, a semente de linhaça é uma ótima opção para aqueles que desejam dar uma turbinada na memória. É importante consumir a semente triturada ou após ficar de molho na água, pois só assim o nutriente é extraído de sua estrutura;

 

3 – Chia

A chia é uma semente típica do México considerada como um superalimento e conta com duas vezes mais ômega 3 que a linhaça. Rica também em fibras, cálcio e ferro, a chia dá um “up” na concentração e na memória, além de ter propriedade anti-inflamatória. Devido às fibras, a semente só é contraindicada para idosos e para pessoas com diverticulose (doença que causa problemas na parede intestinal);

4 – Salmão

O salmão é uma carne rica em ômega 3 capaz de melhorar, significativamente, o desempenho cognitivo e o funcionamento do cérebro para guardar informações. A carne também proporciona bom humor, graças ao aumento na eficiência dos receptores de serotonina no cérebro. O alimento ainda reduz níveis de colesterol e promove um melhor funcionamento do coração;

5 – Morango

Além do ômega 3, a fisetina é outra substância aliada da memória. Segundo pesquisas recentes, o nutriente, encontrado no morango, por exemplo, induz a diferenciação das células nervosas, influenciando diretamente para uma boa função cognitiva e na redução do esquecimento;

6 – Tomate

O tomate, assim como o morango, é outro alimento rico em fisetina, nutriente que contribui para uma melhora significativa da memória. Além da fisetina, o fruto ainda possui licopeno, um antioxidante capaz de reduzir os danos causados às células pelos radicais livres, prevenindo doenças como o câncer;

7 – Uva

Além da fisetina, as uvas vermelhas e roxas são ricas em flavonoides. As duas substâncias protegem o sistema nervoso e interferem na regulação da morte de neurônios, bem como na regeneração dessas células. Os flavonoides também são úteis para quem luta contra inflamações, hemorragias ou alergias;

8 – Chás

Seja verde, branco ou vermelho, os chás são ótimas fontes de flavonoides, auxiliares no desenvolvimento e recuperação da memória. Dentre as três opções, o chá verde ainda é um forte aliado para quem deseja perder peso. Enquanto substância termogênica, o chá verde acelera o metabolismo, auxiliando a queima de calorias;

9 – Carne de fígado

Uma das principais fontes de vitamina B12 é a carne de fígado. Tal composto é indispensável para a formação do sangue, o bom desenvolvimento do sistema nervoso e prevenção de doenças do coração e do cérebro, fatores que influenciam em uma memória saudável, sem lapsos;

10 – Ovo

Segundo estudos, a colina, substância presente na gema do ovo, é capaz de produzir efeitos, como melhor aprendizado e memória boa. O auxílio da colina se torna ainda mais visível no envelhecimento, visto que ela protege as células do cérebro, independente das transformações que ocorrem no corpo ao longo do tempo. A colina também beneficia a saúde dos olhos e previne doenças cardiovasculares e o mal de Alzheimer, graças à boa quantidade de ácido fólico.

Redação O POVO Online

Em 173 cidades do Ceará, Dilma obteve preferência de 7 entre cada 10 eleitores

Dos 184 municípios cearenses, em 173 deles a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) obteve a preferência de 7 entre cada 10 eleitores. O Ceará foi o terceiro Estado onde a petista obteve melhor desempenho nas urnas, atrás apenas do Piauí (78,30%) e do Maranhão (78,76%) com a maior vantagem. 

De acordo com um levantamento realizado pelo O POVO, com base nos dados divulgados pelo TRE-CE, a disputa foi mais apertada em apenas dois municípios (Parambu e Morrinhos); em outros seis Dilma venceu com mais de 90% dos votos sobre o tucano Aécio Neves.

Para o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) no Ceará, Diassis Diniz, a vitória representativa de Dilma no Estado encontra resposta no que ele chamou de “política presente no Ceará.

“Temos a presença dela em grandes investimentos para o Ceará: tivemos entrega do kit de máquinas, obras do cinturão das águas, siderúrgica, metrô, VLT, hospitais regionais, ou seja, em todos os momentos para dar apoio ela esteve presente. Essas política atinge os âmbitos mais interessados”, explica Diassis.

Mas se levado em consideração a porcentagem dos votos, a petista obteve em 2014 um resultado um pouco menor quando comparado a 2010. Há quatro anos, Dilma saiu do Ceará com 77,35% (3.288.570) dos votos válidos; desta vez, a petista computou 76,75% (3.522.225) dos votos.

Fortaleza

Na Capital do Estado, em apenas uma zona eleitoral o candidato Aécio Neves (PSDB) ficou à frente de Dilma, apesar da diferença entre eles ter sido de pouco mais de 2 mil votos. Aécio foi líder nos bairros mais ricos da cidade, entre eles Aldeota, Praia de Iracema e Meireles. 

“Fortaleza foi muito polarizada, tivemos um crescimento do Aécio, os votos da Marina também poderiam ter se deslocado para Dilma, mas foram para ele; é um público específico que prega por mudança, que busca alternativa ao PT, incongruente, mas que tinham em pauta tirar o PT do poder”, defende o presidente do partido no Ceará sobre o desempenho dela nestes bairros.

Aécio Neves saiu de Fortaleza com o terceiro pior resultado de todas as capitais do País, ficando atrás apenas de São Luiz (70% Dilma e 30% Aécio) e Teresina (72% Dilma 28% Aécio). 

SERVIÇO

 

Tribunal Regional Eleitoral do Ceará

Onde: Rua Jaime Benévolo, 21 – Centro – Fortaleza

Telefone: (85) 3453-3500

Mais informações: www.tre-ce.jus.br

Confira em detalhes os resultados das eleições 2014:

http://www.tre-ce.jus.br/eleicoes-2014

 

(Erivelton Melo, O Povo)

Prefeitura de Fortaleza abre seleção para 30 profissionais com salários de R$ 1,9 mil a R$ 8 mil

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos (IMPARH), abre inscrições para a Seleção Pública de Profissionais de nível superior e médio para a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). A seleção é por tempo determinado e visa ao preenchimento de 30 vagas, sendo 26 para nível superior e 4 para nível médio, além da formação de cadastro de reserva, conforme Anexo I ao Edital nº 57.2014. 5% das vagas estão reservadas aos candidatos com deficiência.

As inscrições, que seguem até o dia 10 de novembro, podem ser feitas por meio do preenchimento do formulário eletrônico (link abaixo) que irá gerar um boleto de pagamento no valor de R$ 120 para os candidatos de nível superior e de R$ 80 para os candidatos de nível médio. O boleto deve ser pago até a data de vencimento. O candidato só poderá se inscrever para uma única especialidade.

LinksA Seleção acontecerá em duas etapas: a primeira será uma avaliação de títulos, de caráter classificatório, e a segunda uma entrevista, de caráter eliminatório e classificatório, para os aprovados na primeira etapa. A lotação dos candidatos será realizada pela Seuma, por ordem de classificação e opção da especialidade indicada na inscrição. A contratação terá vigência de 12 meses, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período.

Edital 57.2014, clique aqui
Formulário de inscrição, clique aqui
Formulário de inscrição deficiente, clique aqui
Reimpressão de boleto, clique aqui

(Tribuna do Ceará

Dilma virou o jogo com quase 90% dos votos apurados

BRASÍLIA – Enquanto o Brasil inteiro esperava ansioso dar 20h para saber quem estava na frente na apuração dos votos para presidente da República, cerca de 30 privilegiados acompanhavam a apuração voto a voto desde as 17h, em duas salas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eram técnicos de informática do tribunal, responsáveis por checar a regularidade da totalização. O candidato do PSDB, Aécio Neves, largou na frente. A virada foi registrada às 19:32:03, quando estavam somados 88,9% do votos.

Nesse horário, a presidente Dilma Rousseff (PT) atingiu 47.312.422 votos, ou 50,05% do total apurado até então. Aécio ficou para trás de forma irreversível. Tinha 47.224.291 votos, ou 49,95% do total. Embora o momento tenha sido emocionante, nenhum dos presentes comemorou ou demonstrou tristeza. Afinal, estavam todos a trabalho. A vitória inicial e fugaz do tucano ocorreu porque a apuração começou com as urnas do Sul e do Sudeste, onde ele tem maioria de votos.

— Deu uma angústia ver o desenrolar das coisas e não poder compartilhar com ninguém — lembra o secretário de Tecnologia da Informação do tribunal, Giuseppe Janino, que chefiava o grupo. — Para quem viu, foi uma disputa bem emocionante.

A ordem do presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, era para que os técnicos ficassem isolados e não passassem a ninguém informações sobre a apuração antes das 20h – nem para ele mesmo. Janino determinou que todos os servidores desligassem o celular e não tivessem acesso ao e-mail, ou redes sociais. Era impossível a comunicação com familiares e amigos. Eles só poderiam conversar entre si. Foi providenciado um lanche para evitar saídas.

— Desliguei meu celular também, para não receber pressão. Não falei nem com a minha família — garante o secretário. — A ordem era para que não passássemos informação nem se tivesse uma decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) determinando isso.

Na porta das duas salas, cartazes avisavam que o acesso era restrito. Um segurança garantia que ninguém sairia do tribunal a pretexto de ir ao banheiro, por exemplo. Ao sair da sala, o vigia seguia o servidor até o retorno, para não haver nenhum vazamento de informações.

— Todos estavam com o celular desligado. As comunicações eram somente no trabalho. É muito difícil isolar as pessoas hoje, todos têm um computador no celular — observa Janino.

Segundo o secretário, o isolamento tão restrito dos servidores foi inédito. Isso porque o país tem hoje quatro fusos horários, por conta do horário de verão. O primeiro horário é o de Brasília. O último, o do Acre.

DISPUTA ACIRRADA

As eleições foram encerradas na maior parte do país às 17h do horário de Brasília. A partir dessa hora, a Justiça Eleitoral começou a apurar os votos. No entanto, a divulgação só poderia ser feita a partir das 20h, quando os relógios do Acre marcassem 17h e a população do estado acabasse de votar. A precaução existe para que a apuração dos votos não influencie os eleitores do Acre.

A situação ficou mais crítica por conta do acirramento da disputa. Às 20h, quando a divulgação da apuração foi liberada ao público, os percentuais dos dois candidatos estavam muito próximos. A definição do resultado ocorreu apenas às 20:27:53, com 98% das urnas apuradas. Dilma tinha 51,45% dos votos e Aécio, 48,55%.

— Foi um fato inédito, porque não tínhamos uma situação dessa, tão acirrada, e nem quatro fusos horários para administrar — diz Janino.

Depois de divulgado o resultado das eleições, Toffoli foi pessoalmente cumprimentar a equipe de Janino e parabenizar o grupo pelo trabalho bem sucedido. Os técnicos do TSE estão há quatro meses trabalhando direto, sem folga nem nos finais de semana. E parece que o descanso não virá tão cedo.

— No mês que vem, vamos começar a trabalhar para as próximas eleições intensamente — anuncia Janino, servidor do tribunal desde 1996 e desde 2006 ocupando o cargo atual.

(Carolina Brígido, O Globo)

Lula comemora 69 anos de vida com presente antecipado

Ao lado de Lula, a presidente agradeceu aos brasileiros pela Vitória. Foto: Estadão Conteúdo

Lula completa nesta segunda-feira 69 anos de idade. Mas o presente ele já ganhou nesse domingo, ao ver a presidente Dilma Rousseff ser reeleita.

O ex-presidente, aliás, lembrado de que 2018 vem aí e que seu nome sempre estará cotado ao Palácio do Planalto, anda evitando tratar desse assunto.

PMDB elegeu o maior número de governadores, seguido por PT e PSDB

O PT ganhou as eleições presidenciais, mas, nos governos estaduais, o partido vencedor foi o PMDB. Com as importantes vitórias no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, a legenda do vice de Dilma Rousseff, Michel Temer, irá governar sete estados e é o que mais teve governadores eleitos nesta eleição, roubando o lugar que era do PSDB no último pleito.

Os partidos dos dois candidatos à Presidência — Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) — desse segundo turno são os que vêm logo atrás do PMDB no ranking dos governos estaduais. O PSDB tinha oito estados, perdeu três e agora governará cinco até 2018. O PT ganhou em cinco estados em 2010 e manteve cinco governadores nesta eleição.

Neste domingo (26), Rio de Janeiro, com Luiz Fernando Pezão, Rio Grande do Sul, com José Ivo Sartori, e Rondônia, com Confúcio Moura, elegeram governadores do PMDB, que se somaram a Alagoas (Renan Filho), Espírito Santo (Paulo Hartung), Tocantins (Marcelo Miranda) e Sergipe (Jackson Barreto).

A disputa mais acirrada para os peemedebistas foi em Rondônia, onde Confúcio Moura foi reeleito vencendo Expedito Júnior, do PSDB, por 53% a 46%. No Rio, o placar foi mais folgado, com a vitória do atual governador, Pezão, por 56% a 44% diante de Marcelo Crivella, do PRB. E, no Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori derrotou com tranquilidade o atual governador Tarso Genro, do PT.

Duas derrotas significativas para o PMDB representaram a queda de famílias tradicionais no poder de Maranhão e Pará. No Estado nordestino, a família Sarney foi derrotada com o candidato apoiado por ela, Lobão Filho perdendo a eleição para Flávio Dino (PC do B), ainda no primeiro turno. Já no Pará, a derrota foi da família Barbalho, com Helder Barbalho perdendo uma disputa acirrada para Simão Jatene (PSDB) por 52% a 48%.

PSDB e PT

Partido que até então tinha a maioria dos governos estaduais, o PSDB perdeu três postos — tinha oito governadores e agora ficou com cinco.

Com relação a eleição de 2010, os tucanos perderam os governos de quatro estados onde detinham o poder — Alagoas, Minhas Gerais, Tocantins e Roraima, sendo duas delas derrotas para o PMDB —, mantiveram o governo de outros quatro — São Paulo (Geraldo Alckimin), Goiás (Marconi Perillo), Pará (Simão Jatene) e Paraná (Beto Richa) — e ganharam um novo para governar — o Mato Grosso do Sul (Reinaldo Azambuja).

O PT, por sua vez, manteve cinco governos estaduais, o mesmo número que já havia conquistado em 2010. Mas dos cinco que tinha, o partido só conseguiu manter dois — o Acre e a Bahia — e acabou derrotado no Distrito Federal, no Rio Grande do Sul e em Sergipe.

Ainda assim, governadores petistas venceram no Ceará (Camilo Santana), no Piauí (Wellington Dias) e em Minas Gerais (Fernando Pimentel) e garantiram o mesmo número de governos estaduais para o PT.

Derrotados

O grande ‘derrotado’ das eleições nos governos estaduais foi o PSB, do falecido ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Em 2010, quando ainda era da base aliada do PT, conseguiu seis governos estaduais e, desta vez, ganhou apenas três estados.

Em Pernambuco, onde ainda predomina a influência de Eduardo Campos — que governou o estado de 2007 a 2014 —, o candidato do PSB, Paulo Câmara, venceu a eleição com tranquilidade no primeiro turno.

Mas dos seis governos que tinha da eleição de 2010, o PSB só conseguiu manter dois — Pernambuco e Paraíba —, perdendo no Espírito Santo, no Piauí, no Amazonas e no Ceará. No Distrito Federal, o partido conseguiu um novo posto, com Rodrigo Rollemberg sendo eleito em segundo turno.

Outro ‘derrotado’ da eleição estadual foi o DEM, que ficou sem nenhum estado — em 2010, o partido tinha dois governos, o do Rio Grande do Norte e o de Santa Catarina. Alguns dissidentes do DEM saíram do partido para fundar o PSD em 2011. O novo partido, encabeçado por Gilberto Kassab, ficou com os dois estados que eram do DEM, com Robinson Faria (RN) e Raimundo Colombo (SC).

(R7)

Frei Betto: na reeleição de Dilma, a vitória dos mais pobres

São Paulo – Frei Betto, assessor de movimentos sociais, em comentário àRBA nesta segunda-feira (27), ressalta vitória sofrida da presidenta Dilma Rousseff obtida, segundo ele “na base da reza, dos pobres do Brasil que tiveram suas vidas melhoradas nos últimos 12 anos”.

Ele lembra que em um cenário atribulado, a reta final da campanha foi marcada pelo terrorismo da revista Veja,que publicou notícia de capa envolvendo novas denúncias sem prova no caso Petrobras, e pela estridente reação de parte da militância, que foi às portas da editora para protestar. Frei Betto menciona uma “verdadeira guerra movida pelos setores conservadores”. “A eleição foi um susto bem dado no PT, que precisa recuperar o capital ético, a politização, as pontes com os movimentos sociais e com reformas estruturais.”

O assessor dos movimentos sociais pede atenção à reforma política e à convocação de um plebiscito, proposta em discurso pela presidenta reeleita, e clama por um retorno à fundação do PT, que necessita voltar a ser movido por utopias “sem vergonha de abraçar a causa dos pobres”.

Propõe que o partido busque a governabilidade junto aos movimentos sociais e não em alianças com partidos tradicionais.

Frei Betto destaca também a dupla derrota de Aécio Neves (PSDB) em Minas gerais, ao não conseguir eleger seu candidato ao governo do estado, Pimenta da Veiga, e por perder os dois turnos das eleições presidenciais.

(Rede Brasil Atual)

Dilma Rousseff: De militante contra a ditadura a ‘mãe do PAC’, a história da primeira presidenta reeleita

São Paulo – Consagrada vitoriosa numa das eleições mais tensas da história recente do país, a Dilma Rousseff que comandará o país entre 2015 e 2018 não é a mesma que subiu a rampa do Palácio do Planalto em 1º de janeiro de 2011. Não foi só o país que mudou ao longo dos últimos quatro anos: a ex-militante contra a ditadura, seguidora das ideias de Leonel Brizola e ministra da Casa Civil de Luiz Inácio Lula da Silva se deparou com situações inéditas e passou quatro anos entre novas e velhas dificuldades até chegar ao triunfo contra Aécio Neves. Primeira mulher a comandar o Executivo brasileiro, a petista é, agora, a primeira reeleita da história nacional.

Dilma Vana Rousseff nasceu em 14 de dezembro de 1947, na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte. Filha de imigrante búlgaro (Pedro Rousseff, nome aportuguesado do original Pétar Russév) e de uma professora brasileira (Dilma Jane da Silva), iniciou sua militância política em 1964, enquanto estudava no Colégio Estadual Central, na capital mineira.

No mesmo ano, marcado pelo golpe contra João Goulart que traria uma ditadura que ficou no poder até 1985, Dilma começou a militar na organização de esquerda Política Operária (Polop), onde também era ativista seu namorado Cláudio Galeno, com quem se casou no civil em 1967. Já no curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais, passou a atuar em outra organização que combatia o regime, o Comando de Libertação Nacional (Colina).

Após ingressar em outra organização, a marxista-leninista VAR-Palmares, fusão dos grupos Colina e Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), foi presa no início de 1970 em São Paulo. Na prisão, foi torturada. Saiu do Presídio Tiradentes no final de 1972.

Em Porto Alegre, para onde se mudou em 1973, Dilma Rousseff voltou à vida política junto ao então companheiro, Carlos Araújo. Com ele, ajudou Leonel Brizola a fundar o Partido Democrático Trabalhista, em 1979. Foi secretária municipal da Fazenda de Porto Alegre (1985-1988) na gestão do pedetista Alceu Collares, e por duas vezes secretária de Minas, Energia e Comunicações do Rio Grande do Sul: 1993-1994 (no governo do mesmo Collares) e 1999-2002 (Olívio Dutra).

Com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva presidente da República, Dilma foi nomeada ministra de Minas e Energia. Com o desenvolvimento do chamado “escândalo do mensalão”, sua exploração midiática e a saída de cena do então ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu, ela ocupou espaços e, para surpresa de muitos, foi indicada candidata à presidência da República e eleita a primeira mulher a ocupar o cargo no país. Teve 55,7 milhões de votos, 56,05% do eleitorado.

Governo

O governo de Dilma Rousseff foi marcado pela continuidade e ampliação dos programas sociais e obras de infraestrutura desenvolvidos a partir do governo Lula, como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o plano habitacional Minha Casa, Minha Vida e o Bolsa Família.

Uma das marcas mais importantes do governo Dilma foi o programa Mais Médicos, apresentado como uma das respostas às insatisfações trazidas à tona pelas manifestações de junho e julho de 2013. O principal argumento foi a falta de profissionais nas regiões mais pobres do Brasil – o país tinha 1,8 médico por mil habitantes, contra 3,2 da Argentina, 4 de Espanha e Portugal e 2,7 da Inglaterra, 2,7.

A relação do governo com o Congresso Nacional foi marcada por problemas com o maior partido da base, o PMDB. Sob o comando do líder da bancada na Câmara, o deputado Eduardo Cunha (RJ), uma ala rebelde do partido impôs problemas a Dilma e dificuldades na aprovação de projetos de interesse do Palácio do Planalto, em especial no início de 2014. As insatisfações foram atribuídas à eterna sede do PMDB por cargos, e ao mesmo tempo à dificuldade da presidenta na relação com políticos e partidos, no Legislativo, e mesmo com movimentos sociais.

Nesta intrincada relação, duas de suas principais vitórias foram a aprovação da Lei dos Royalties, sancionada em setembro de 2013, que destina 75% dos royalties do petróleo da camada pré-sal para a educação e 25% para a saúde, e o Marco Civil da Internet, sancionado em abril de 2014, considerado a Constituição da internet brasileira.

Após as manifestações de junho de 2013, a presidenta propôs um plebiscito por uma reforma política a ser feita por uma Assembleia Constituinte exclusiva, mas a ideia não prosperou no Parlamento. A popularidade de Dilma e de seu governo caiu e só voltou a se recuperar, segundo pesquisas, nas últimas semanas da campanha eleitoral.

A presidenta enfrenta uma crise financeira internacional ainda não superada. Os efeitos dos problemas econômicos globais, vividos dos Estados Unidos à Europa e China, foram explorados sistematicamente pela oposição e pelos veículos de imprensa tradicionais, que atribuíram à petista descontrole sobre a inflação e dificuldade em garantir o crescimento econômico do país.

As expectativas do segundo mandato da primeira mulher a presidir o país são de que as dificuldades impostas ao governo pela mídia, as manifestações de junho de 2013 e o apoio, à candidata petista, de amplos setores à esquerda e dos movimentos sociais no segundo turno da eleição de 2014, contra o tucano Aécio Neves, a levem a fazer uma gestão com mais diálogo e mais ousada quanto a reivindicações de entidades de representação da sociedade. No entanto, problemas com o Congresso Nacional, ainda mais conservador do que na legislatura que chega ao fim, vão continuar.

(Rede Brasil Atual)

Em eleição livre e democrática, Dilma Rousseff enfrenta e volta a vencer golpistas

Governo do PT (2003-2018) terá o dobro do período tucano (1999-2002)

São Paulo – Foi uma vitória maiúscula. A reeleição de Dilma Vana Rousseff (PT) escreve muitos capítulos inéditos e carrega uma força simbólica que, se não é maior que a das demais disputas vencidas pelo PT no plano federal, é única. A mulher nascida em Belo Horizonte em 1947 mais uma vez deixa de joelhos, boquiaberta, a repressão que lhe tentou cassar os direitos políticos.

Se havia alguma dúvida de que esta era uma eleição do candidato do sistema patriarcal brasileiro contra todo o resto, a edição do Jornal Nacional na véspera eliminou qualquer margem de ingenuidade. Jornalismo mandou lembrança, William Bonner. Dividida entre interesses públicos e privados, a emissora dos Marinho atendeu novamente a seu chamado de classe ao exibir reportagem sobre supostas denúncias de que Dilma e Luiz Inácio Lula da Silva teriam ciência de um esquema de pagamento de propinas utilizando verbas da Petrobras.

Tentou um desfecho sujo para uma temporada eleitoral eleição suja. Sob o pretexto de um protesto de jovens que empilharam lixo em um prédio da editora, que chamou de “ataque” à sede do Grupo Abril, o Jornal Nacional dedicou seis minutos a narrar a “denúncia” da revista Veja, uma publicação que nunca esteve tão à altura da alcunha de “mídia golpista”. Lá pelas tantas aparecia a figura de Aécio Neves, candidato do PSDB dado a vitórias no tapetão. Fosse tão ético quanto jura ser, o tucano teria se recusado a ecoar uma reportagem feita com base num depoimento inventado – seu suposto autor, o doleiro Alberto Youssef, desmentiu que tenha feito as declarações difundidas pela publicação semanal.

Mas Aécio, a exemplo do Jornal Nacional, atendeu a seu DNA de classe, uma elite financeira que há muito chegou à conclusão de que vale qualquer coisa para tirar o PT do poder. Têm razão as pessoas que comparam essa disputa com a de 1989. Não pelo acirramento, nem pelo embate ideológico, mas pela tentativa da Globo de se fazer protagonista de um pleito do qual não é partícipe – ou, legalmente, não o é.

A divulgação de reportagem contra Dilma na véspera da eleição não se deu ao acaso: a “denúncia” já era de conhecimento público na véspera, quando os Marinho não a quiseram levar ao ar. Não quiseram por um motivo óbvio: a presidenta teria tempo de apresentar sua versão no debate daquela noite ou de buscar direito de resposta no Tribunal Superior Eleitoral, como o obtido contra a Veja.

A última edição do Jornal Nacional antes das eleições não pode ser enxergada fora de contexto. São 12 anos de bombardeio, quatro em particular, 2014 em particularíssimo. A vitória de Dilma não é uma derrota apenas de Aécio e do PSDB. É da mídia tradicional, que investiu até o último grama de força para bater no PT, chegando ao ponto da desestabilização da democracia. É do mercado financeiro, que nos últimos três meses praticou um rally eleitoral e encontrou no tucano um porta-voz de sua vontade de ter um governo que deixe a especulação comer solta. É de Marina Silva e do PSB, que, sob o pretexto da não neutralidade maltrataram suas histórias e alinharam-se à força neoliberal que tanto combateram. É do ódio visceral a um partido, de um sentimento mais vomitado e gritado do que explicado.

É de todo um sistema repressor da democracia. O segundo turno clareou o que estava em jogo. De um lado alinharam-se movimentos sociais comprometidos com avanços, centrais sindicais em busca de melhorias para a vida do trabalhador, partidos que carregam no histórico a tentativa de transformação do país. De outro estiveram meios de comunicação a serviço da especulação financeira, representantes de segmentos fundamentalistas apavorados com qualquer avanço social, partidos que carregam no histórico a marca do elitismo e da divisão de classes.

A vitória de Dilma, por isso, jamais poderá ser entendida como um sucesso alcançado sozinho. É o êxito que coroa uma união de forças progressistas. É o êxito das ideias democráticas sobre o ideário que considera que Brasil bom é o que se divide entre pobres e ricos e que vê como intento autoritário a proposta de ampliar a participação popular, já que o exercício do sistema político deve se dar entre quatro paredes.

É esta corrente que a presidenta terá de encabeçar no exercício do mandato. Se a primeira vitória foi celebrada por trazer no bojo a maior base aliada da história no Congresso, a segunda deve ser motivo de comemoração para a esquerda por uma rara união. União que só poderá ser mantida mediante avanços institucionais em diversas áreas.

A reeleição da presidenta carrega o poder simbólico da foto em que aparece, menina, com gesto imponente perante militares que representavam a tortura e a cassação de seus ideais. Deixou a repressão de joelhos ao sobreviver às sevícias, retomar sua militância política, se tornar secretária no Rio Grande do Sul, ministra de Lula, presidenta do Brasil e uma das mulheres mais influentes do mundo.

Ao longo dos quatro anos, e particularmente desde julho, foi submetida a uma surra inesquecível. As cicatrizes, carregará para sempre. Tentarão deixar outras marcas, buscando agora um terceiro turno que já haviam tentado em 2010, ao tratar por ilegítima uma vitória obtida com a superação de dificuldades, mentiras, acusações. Dilma deixou a repressão de joelhos, mais uma vez. Não será perdoada, e terá de travar uma batalha definitiva contra os fantasmas do passado.

 (Rede Brasil Atual)

Dilma vence eleições em 15 estados; Aécio ganha em 11 e no Distrito Federal

São Paulo – Com quase todos os votos apurados, a presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT) venceu em 15 estados, enquanto Aécio Neves (PSDB) ficou à frente em 11 e no Distrito Federal. A petista triunfou em toda a região Nordeste, mas também teve bom desempenho no Sudeste, com vitórias em Minas Gerais, terra de Aécio (52% x 48%) e no Rio de Janeiro (55% x 45%). São Paulo se apresenta como o principal foco de oposição. No maior colégio eleitoral do país, o tucano garantiu uma vantagem de quase 7 milhões de votos, com 64% do total, ante 36% de Dilma.

O candidato do PSDB só teve percentual maior em Santa Catarina, onde conseguiu 65%. No total, Dilma venceu com 3,4 milhões de votos de vantagem.

Por dados ainda parciais até as 21h30 deste domingo (26), a presidenta teve 70% ou mais dos votos válidos em seis estados: Bahia (70%), Ceará (77%), Maranhão (79%), Pernambuco (70%), Piauí (78%), Rio Grande do Norte (70%).

O resultado de Pernambuco, de onde saiu a candidatura Eduardo Campos (PSB), substituído após a tragédia que o vitimou em agosto deste ano por Marina Silva (PSB), surpreendeu. No segundo turno, Marina e a família de Campos apoiaram Aécio, mas os dados mostram que não houve transferência de votos. A vitória de Dilma ficou pouco abaixo do resultado conquistado em 2010, quando Dilma obteve 75% dos votos no estado.

(Rede Brasil Atual)

Aécio ganha força, mas agora será alvo da disputa interna no PSDB

‘Serei eternamente grato a cada um de vocês que me permitiram voltar a sonhar e a acreditar na construção de um novo projeto’ – SERGIO MORAES / REUTERS

Recém-saído de mais uma derrota eleitoral, o PSDB deverá agora se debruçar sobre o futuro. Majoritariamente, correligionários dizem que o senador mineiro Aécio Neves deixa a campanha com um capital político muito maior do que aquele que tinha. Sua derrota é relativizada, sobretudo em função da pequena diferença que o separou da vitória. Faltaram a Aécio 3.458.849 de votos, num universo de 105.536.615 de votos válidos, que representam diferença de 3,28 pontos percentuais. Tornou-se conhecido do eleitorado nacional e rompeu o regionalismo de seu nome. Isso não significa, porém, que Aécio seja a escolha natural do partido para 2018.

O senador mineiro é frequentemente elogiado, inclusive pelo PSDB paulista, diretório que teve de lidar com mágoas do passado. Seus aliados destacam as qualidades de um candidato que soube contagiar os aliados com entusiasmo e não deixou o moral cair mesmo nos momentos mais difíceis da campanha. Entretanto, Aécio teve sua vez e agora terá de disputar internamente com nomes como Geraldo Alckmin, José Serra e Beto Richa, governador paranaense reeleito no primeiro turno que ganhou força para se colocar como opção em 2018, junto aos nomes já consolidados.

Alckmin é apontado internamente como dono de um capital eleitoral que contará pontos de sobra em 2018. O governador paulista

concorreu em 2006 e não gerou problemas para o partido. Planejou sua trajetória no governo paulista e abriu espaço para que correligionários disputassem em 2010 e 2014. Deverá cobrar a fatura, alegando que a próxima disputa é a sua vez.

Serra, que tem 72 anos, chegaria a 2018 com 76 anos e poderia usar o argumento de última chance para se colocar como candidato. Poucos duvidam que ele tentará disputar a Presidência pela terceira vez. E Richa tem sido frequentemente citado depois que conseguiu ser reeleito com folga já no primeiro turno para o segundo mandato no Paraná.

Diagnóstico da derrota

A ressaca da derrota está longe de ser assimilada, mas internamente, tucanos reconhecem erros na campanha presidencial e admitem reservadamente a necessidade de mudar a forma de dialogar com os setores mais pobres da sociedade. Apesar disso, a tese do uso abusivo da máquina pública por parte do adversário aliada a uma campanha recheada de acusações também são destacados como causas de mais uma derrota em disputas presidenciais, a quarta seguida, impondo 14 anos desde a última eleição vendida pelo partido.

Tucanos admitem, por exemplo, que Aécio dançou demais a dança de Dilma Rousseff (PT) no debate eleitoral. A avaliação é que o PSDB gastou tempo discutindo o passado e deixou de debater suficientemente o futuro. Aécio procurou puxar o debate para essa direção ao abusar de um de seus mantras durante o segundo turno: “tire os olhos do retrovisor”. Dilma e a campanha petista não tiraram e o senador mineiro acabou entrando na dança, até para defender o legado do principal artífice de sua campanha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para tucanos, isso foi uma armadilha para o esforço do PSDB.

Nesse sentido, há também uma visão crítica sobre a forma como o partido lidou com a presença do legado do ex-presidente Lula na disputa. Para alguns correligionários de Aécio, a estratégia deveria ter priorizado os ataques sobre Dilma e seu mandato. Ainda que a estratégia do PT fosse transformar os mandatos de Lula e Dilma numa coisa só, ha quem acredite que isoladamente, a gestão da presidente tinha um imenso telhado de vidro.

Minas Gerais

O fator Minas Gerais também é apontado por tucanos como bastante relevante para a derrota do PSDB. A escolha de Pimenta da Veiga para a disputa local é visto como um descuido de Aécio no seu estado natal. Antes mesmo da votação, tucanos já alertavam para a importância de buscar o resultado em Minas Gerais, que já havia dado uma vitória para Dilma no primeiro turno. Para aliados, Aécio perder em casa teve um simbolismo que foi bem usado pelo PT.

Se por um lado, houve um empenho reconhecidamente grande do PSDB de São Paulo, onde Aécio teve 64,31% dos votos contra 35,69% de Dilma, esse esforço acabou minado pelo desempenho ruim em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país. Dilma abocanhou 5.979.329 votos em Minas, 52,41% do total. Tucanos veem nesse dado o fator mais determinante para a derrota. A vitória do ex-ministro Fernando Pimentel (PT) já no primeiro turno, tirou alguns temas que poderiam favorecer Aécio no debate eleitoral.

O olhar crítico dos tucanos também aborda a dificuldade que o partido tem em dialogar com os setores mais populares do eleitorado. Mais uma vez essa reflexão, que já foi apontada no passado como determinante para derrotas anteriores, retorna para atormentar o partido. Embora tenha criado o embrião do Bolsa Família, o partido não consegue ter sua paternidade reconhecida por causa da falta de habilidade em se comunicar com os setores populares. Criou um núcleo sindical que pouco atuou e que poderia ter contribuído com essa tarefa.

(Marcel Frota, IG Brasília)

Aécio vence em 15 capitais; Dilma, em 12

Por Rosanne D’Agostino

Com quase 100% das urnas apuradas, Aécio Neves (PSDB) conquistou 15 capitais nestas eleições, e Dilma Rousseff (PT), 11. A petista foi reeleita presidente da República no segundo turno. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Veja mapa da apuração completo

No primeiro turno, Dilma e Aécio conquistaram 11 capitais cada, e Marina Silva (PSB), cinco. Houve viradas em sete capitais. Aécio reverteu o resultado anterior em Belém, Palmas, Porto Velho e Rio Branco. Dilma virou no Rio de Janeiro, Recife e Maceió.

(G1)

 

Dilma Rousseff é reeleita com 54,5 milhões de votos no segundo turno

Dilma e Lula comemoram vitória petista nas eleições presidenciais de 2014 – Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Foi uma disputa emocionante, decidida voto a voto para a Presidência da República. Dilma Rousseff, do PT, foi reeleita 51,64% dos votos válidos. Aécio Neves, do PSDB, teve 48,36%. Em números absolutos, Dilma somou 54,5 milhões de votos e Aécio, 51,041 milhões.

Houve abstenção de 21,1% dos votos. Votos em brancos somaram 1,71% e nulos, 4,63%. 

Dilma Rousseff ganhou na região Norte e Nordeste e Aécio Neves venceu no Centro-Oeste, Sudeste e Sul. No Norte, Dilma teve 56,55% e Aécio, 43,45%. No Nordeste, vitória muito grande da presidente Dilma, com 71,69% dos votos válidos. Aécio ficou com 28,31%.

No Centro-Oeste, Aécio Neves ganhou com 57,42% e Dilma Rousseff ficou com 42,58%. No Sudeste, vitória também de Aécio Neves com 56,18%. Dilma ficou com 43,82%. Aécio também foi o mais votado no Sul, com 58,9%. Dilma teve 41,1%.

Dilma venceu em 15 estados e Aécio, em 11 mais Distrito Federal. A presidente reeleita foi mais votada no Amazonas, Pará, Amapá, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Aécio foi vitorioso no Acre, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

(Bom Dia Brasil)

Festas do PT pela vitória misturam cores em Fortaleza

A festa foi do Benfica ao Cocó, com programação também na Praia de Iracema, na noite da reeleição de Dilma Rousseff (PT) e da vitória de Camilo Santana (PT). Na Capital, o reduto petista no Benfica foi destino de militantes históricos cobertos de camisas vermelhas, adesivos e bandeiras da presidente. Já no Cocó, no comitê que aportou a campanha do petista apoiado pelo governador Cid Gomes (Pros), uma multidão, a maioria trajando o amarelo característico do partido governista, acompanhou o primeiro discurso de Camilo como governador.

Em cima da carroceria de um carro amarelo dirigido por Cid, Camilo chegou ao comitê por volta das 20h40min e foi recepcionado por multidão que se aglomerou em volta do veículo, causando tumulto. Todos buscavam o melhor ângulo para fotos do novo governador do Ceará. Os eleitores acompanharam toda a apuração no comitê e vibravam a cada atualização dos números.

Nos ombros de eleitores, Cid, Camilo e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), foram levados até o palanque onde o eleito fez um discurso breve. Camilo agradeceu, falou sobre a primeira mulher eleita vice-governadora do Estado, Izolda Cela (Pros), e puxou o coro para que a multidão gritasse “Dilma, Dilma!”.

Na festa, a professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Helena Frota defendeu que Camilo terá de manter um diálogo mais aberto com a instituição. Já a psicopedagoga Glaina Santos comentou que são grandes desafios do novo governador “dar mais atenção à situação dos dependentes químicos e melhorar a segurança pública”. Para a estudante Márcia Gouveia, Camilo precisa fazer melhorias na educação. “Ele tem de colocar mais e melhores professores nas escolas”, opinou. 

Benfica

O início da noite na Avenida da Universidade foi tímido, reunindo só aqueles que queriam dividir a ansiedade da espera pelo resultado já nas ruas. E foi aos gritos parcelados a cada atualização dos números que a comemoração petista se delineou em frente ao telão. A festa reuniu militantes de longa data e outros levados à campanha pelo acirramento histórico que marcou o pleito.  

O produtor cultural Adriano Lima ressaltou a militância de 30 anos e se emocionou ao falar de como os militantes reacenderam a chama nesta eleição. “Escolhemos vir para cá porque é um lugar histórico do PT e da esquerda”, comentou. “O coração é valente, mas não precisa disso tudo”, comentava a professora Mônica Lima com a agonia pela disputa apertada e as constantes contas para saber se ainda era possível alguma virada.

Foi com a confirmação da vitória que a multidão começou a lotar a avenida para acompanhar os shows de três bandas locais noite adentro.

Para o deputado federal José Guimarães, que compareceu à festa na avenida, o PT deve a vitória à militância e precisa fazer um novo governo em resposta a ela.

(O Povo)

Conheça a história de Camilo Santana, o novo governador do Ceará

O novo governador do Ceará tem suas raízes no Cariri. Nascido na cidade do Crato, Camilo Santana (PT) é filho de Eudoro Santana e Ermengarda Santana. Ele é casado, tem 46 anos de idade e é pai de dois filhos.

Ainda na faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Camilo deu os primeiros passos na vida política ao participar movimento estudantil. Ocupou os cargos de presidente do Centro Acadêmico (CA) de Agronomia e de diretor do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Além de engenheiro agrônomo, o novo gestor é mestre em em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFC.

O novo gestor é servidor público federal concursado do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), tendo exercido a função de analista ambiental e professor do curso de Saneamento Ambiental do  Instituto Centro de Ensino Tecnológico(Centec), em Juazeiro do Norte, onde foi coordenador. Foi também  superintendente adjunto do IBAMA no Estado do Ceará em 2003 e 2004. 

A primeira disputa 

Camilo disputou um cargo político pela primeira vez em 2000, quando se candidatou à Prefeitura de Barbalha, mas não obteve sucesso. Na segunda, em 2004 recebeu 9.925 votos, mas ficou em segundo lugar.

Em 2006, ele participou da campanha que ajudou Cid Gomes a chegar ao Governo do Ceará. Já no ano seguinte, no início da nova gestão, em 2007, assumiu a da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, permanecendo como titular por três anos.

A primeira vitória 

O petista decidiu tentar uma vaga no Legislativo Estadual em 2010 e obteve sucesso pela primeira vez em uma corrida eleitoral. Foi o deputado estadual mais votado do Ceará, recebendo 131.171 votos no Estado. No segundo mandado de Cid Gomes como governador, ele assumiu a Secretaria das Cidades partir de 2011.

A candidatura do petista ao Governo do Estado foi oficializada na manhã do dia 29 de junho deste ano, durante convenção coletiva do PROS, PT e outros partidos aliados à coligação liderada pelo governador Cid Gomes.

(Diário do Nordeste)

 

Com força dos Gomes, Camilo (PT) desbanca Eunício Oliveira e vence no Ceará

Apoiado pelos irmãos Cid e Ciro Gomes (Pros), o deputado estadual Camilo Santana (PT), 46, derrotou o senador Eunício Oliveira (PMDB), 62, e foi eleito neste domingo (26) o novo governador do Ceará.

Com 100% das urnas apuradas, Camilo obteve 53,35% dos votos válidos contra 46,65% de Eunício.

Fonte: TSE

No primeiro turno, Camilo havia ficado na frente, com 47,81% dos votos válidos, contra 46,41% do peemedebista. A eleição do segundo turno contou com tropas federais em Fortaleza e mais quatro municípios da região metropolitana por causa do uso político da Polícia Militar na disputa.

Camilo largou atrás na disputa, e as pesquisas sempre apontavam o senador com grande folga na ponta até o fim de agosto. A partir de setembro, Camilo — até então um desconhecido do grande público — começou a ganhar corpo na corrida eleitoral e cresceu em intenções de voto. Nas pesquisas do segundo turno, Camilo já aparecia à frente do peemedebista.

É a primeira vez que um candidato do PT é escolhido para o governo cearense.

Racha

A campanha de Camilo isolou antigos aliados, a família Gomes, com  Ciro e Cid Gomes, e o grupo político de Eunício. Em 2012, eles trabalharam juntos pela eleição de Roberto Cláudio (Pros) à prefeitura de Fortaleza. Cid Gomes é governador desde 2007 e seu irmão Ciro comandou o Estado entre 1991 e 1994.

O rompimento entre o grupo ocorreu em abril, e Camilo passou a ser o candidato dos Gomes. A divisão na base aliada fez Dilma vetar a presença dos dois candidatos em ato realizado por ela no Estado em setembro, para evitar uma possível saia justa. No segundo turno, Dilma não foi ao Ceará.

Camilo Santana
  • Partido: PT
  • Nascimento: 3/6/1968, em Crato (CE)
  • Ocupação: deputado
  • Vice: Izolda Cela (Pros)
  • Coligação: Para o Ceará Seguir Mudando (PRB / PP / PDT / PT / PTB / PSL / PRTB / PHS / PMN / PTC / PV / PEN / PPL / PSD / PC do B / PT do B / SD / PROS)

Carreira

Camilo tem uma carreira curta na política e se destacou nos últimos anos como secretário do governo Cid Gomes. Entre 2007 e 2010, foi secretário do Desenvolvimento Agrário. O cargo deu o impulso necessário para o petista ser eleito deputado estadual há quatro anos.

No segundo governo de Cid, assumiu a Secretaria das Cidades e se licenciou do cargo para o qual foi eleito.

O novo governador é formado em engenharia agrônoma e tem mestrado em desenvolvimento e meio ambiente. Começou a vida pública no movimento estudantil. Por duas vezes, concorreu à Prefeitura de Barbalha (CE), mas foi derrotado.

Desafios

O novo governador do Ceará vai enfrentar alguns dos piores indicadores sociais do país. Com 8,7 milhões de habitantes, o Estado tem o terceiro maior índice de homicídios do Brasil, com taxa de 44,6 mortes por 100 mil habitantes, segundo dados do Mapa da Violência 2014, do Instituto Sangari. A média nacional é de 29 mortes a cada 100 mil habitantes.

Em seu plano de governo registrado no TSE, Camilo disse que vai criar o programa “Em Defesa da Vida”, interiorizando o policiamento.

O petista também diz que vai atuar “de forma integrada, com as demais políticas públicas, atuando de forma sistêmica no território, criando nos locais mais vulneráveis ações relacionadas a segurança, saúde, educação, emprego e infraestrutura pública, envolvendo as secretarias de governo”.

Já na área de renda e empregos, o governador eleito fala em interiorizar as oportunidades e fazer o Estado crescer de forma “mais equitativa, do ponto de vista geográfico”.

Camilo também disse que vai “ampliar e fortalecer as ações articuladas com o governo federal, governos estaduais e governos municipais, visando a consolidação de programas e projetos estratégicos para a economia e o desenvolvimento regional e local”.

(Uol)

Passagem aérea pode dobrar de preço para quem deixa para a última hora

Se você quer viajar no fim do ano e planeja embarcar depois do Natal, no dia 26 mais especificamente, atenção: terá de concorrer com muita gente. Segundo o site de buscas Decolar.com esse é o dia de maior procura no ano, o que leva os preços às alturas.

Mais atenção ainda se os destinos nacionais pretendidos forem os mais procurados no período: Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, Salvador e Recife. Para os embarques internacionais, a concorrência fica acirrada entre as cidades de Santiago, Buenos Aires, Nova Iorque, Miami e Orlando. Para esses dez destinos, a variação de preço pode ultrapassar os 100%.

Segundo a agência de viagens ViajaNet, os bilhetes ficam em média 87% mais caros com a proximidade da data dos voos. Por exemplo, uma passagem São Paulo – Rio de Janeiro comprada em outubro, para dezembro, pode custar R$ 118,40. Na simulação de compra no mesmo mês teria um custo de R$ 215, cerca de 100% de alta.

Levantamento da agência de viagens ViajaNet aponta que apenas 14% dos brasileiros compram passagem com mais de dois meses de antecedência, quando é essa a principal recomendação do setor de turismo. Mas como nem todo mundo tem essa liberdade de planejamento, a dica é procurar opções mais baratas em voos com escalas, aeroportos com menor procura (e menos centrais) e embarques de madrugada.

De acordo com simulação feita no Decolar.com, para o período de Natal, as viagens domésticas têm preço médio de R$ 494,28, enquanto as internacionais chegam a US$ 994,41. Para o período do Ano Novo, as viagens domésticas têm preço médio de R$ 476,89, ante US$ 987,07 para viagens internacionais.

Saiba quais são os dias de maior alta nos preços:

Considerando as vendas e buscas realizadas até o momento no Decolar.com, os dias com maior fluxo de passageiros serão, respectivamente: 26 (campeão de procura em todo o período), 23 e 25 (empatados), 24 e 30 (empatados), 27, 31 de dezembro.

Assim, o ideal é tentar ver passagens para os 22 e 29 de dezembro. Para quem tem grande disponibilidade de tempo e dinheiro para viajar, é possível conseguir preços melhores nas semanas anteriores.

(IG)

Torcida do Fortaleza promete apresentar o maior mosaico do Nordeste neste sábado

FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Quando momentos da temporada são decisivos para o Fortaleza, a torcida tricolor cresce nas arquibancadas. Mobiliza-se para fazer festa em apoio ao time. Para Fortaleza x Macaé, amanhã, às 18 horas (horário local), no Castelão, não será diferente. Só que agora os planos da geral leonina são mais audaciosos. Um grupo de torcedores promete erguer, no jogo que vale o acesso à Série B, o maior mosaico já visto no futebol nordestino.

O plano traçado pelo grupo “Leões do Mosaico” pretende abranger todas as cadeiras do Castelão. Para isso, a equipe – composta por três organizadores e 700 colaboradores – batalha há um mês na formação da homenagem com escudo e cores do Fortaleza. Com apoio financeiro do próprio clube e de seis empresas, R$ 12 mil foram investidos na confecção do mosaico gigantesco.

Há três anos envolvido na organização dos mosaicos, o empresário João Paulo de Souza, 24, ressalta que a vontade de levantar o time faz com que cada ação dessas seja pensada de forma cada vez maior. “Desde 2011 nós vínhamos aprimorando esses mosaicos. A partir daí organizamos várias vezes. O nosso sonho é fechar o Castelão inteiro, vamos fazer isso agora. Só o Flamengo fez até agora, em 2009”, diz Paulinho, que é integrante da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF).

“Será o Castelão inteiro de vermelho, azul e branco, erguendo o mosaico. Onde tiver cadeira a gente coloca o papel”. A disposição do material pelos assentos do estádio começa hoje, após o jogo Ceará x Santa Cruz.

MARKETING

O projeto do mosaico, desde o início, contou com apoio da diretoria do Leão. Contudo, o setor de marketing do clube prefere não se apropriar do clima de festa especial. “A gente vai tratar esse jogo como um jogo normal, que é para não valorizar. Estamos apoiando o pessoal do mosaico, que promete ser o maior do Nordeste. Mas a organização é toda deles”, explicou o diretor de marketing do Fortaleza, Fábio Mota.

A diretoria tricolor também colaborou com a ação na preparação de ofícios necessários para a montagem do mosaico no estádio e viabilização de patrocinadores. O discurso do acesso é negado por todos no Fortaleza, mas o clamor para a torcida comparecer num jogo decisivo é claro. “A grande atração é o jogo em si, que será decisivo para todos nós”, finaliza Mota.

SAIBA MAIS

Na fanpage do Facebook, o Leões do Mosaico orienta ao torcedor que vai ao Castelão a participar da seguinte forma: Levantar o papel com o lado de cor única virado de frente para o gramado; Se a cadeira ao lado estiver vazia, tentar levantar dois papéis; Fiscalizar cada papel e não retirá-los do seu local de origem; No momento do mosaico será cantada a música “Leão, nós gostamos de você”, duas vezes. Logo após, será cantado o hino do Fortaleza; Manter os papéis erguidos durante as músicas.

Ao longo da semana, os organizadores da iniciativa pediram aos torcedores, através das redes sociais, que também comprassem ingressos do setor de visitantes. A área teve ingressos esgotados ontem mesmo.

(André Victor Rodrigues, O Povo)

Fortaleza Esporte Clube deve quebrar recorde de público das 4 divisões do Brasileiro

Fortaleza, CE, 23 (AFI) – A Arena Castelão vai ficar pequena… e também tricolor. A torcida do Fortaleza esgotou, nesta quinta-feira, toda a carga de 55 mil ingressos colocada à venda para o duelo decisivo contra o Macaé, neste sábado, às 19 horas. O duelo definirá um dos quatro promovidos do Campeonato Brasileiro da Série C.

Para conseguir esgotar a carga total, a diretoria do Tricolor de Aço fez uma “manobra” para sua torcida comprar os bilhetes que seriam destinados à torcida visitante. Os 1.800 ingressos do Macaé foram colocados à venda apenas em Fortaleza, nas bilheterias do Estádio Presidente Vargas, e acabaram em menos de duas horas.

Torcida do Fortaleza promete transformar o Castelão em

Torcida do Fortaleza promete transformar o Castelão em “inferno tricolor”

 

Os dirigentes cearenses chegaram a solicitar que a carga destinada aos visitantes, fossem liberadas para a venda para a torcida tricolor. A alegação era de que a diretoria do Macaé não pediu reserva de ingressos para seus torcedores.

O problema é que o Ministério Público do Ceará (MP-CE) acabou vetando. A Federação Cearense de Futebol (FCF), contudo, encontrou uma maneira de vender os bilhetes sem infringir a determinação. Nesta quinta-feira, a entidade colocou os bilhetes à venda no Presidente Vargas, mas só vendeu os mesmo caso o torcedor não estivesse trajando qualquer objeto que fizesse alusão ao Fortaleza.

RECORDE À VISTA
Com a carga de ingressos esgotada, a expectativa da diretoria do Leão do Pici é que mais de 60 mil pessoas lotem o Castelão. A capacidade máxima da arena Castelão, após a Copa do Mundo, passou a ser de 64.846 torcedores. Portanto, serão quase dez mil torcedores que entrarão sem pagar ingressos.

Caso a expectativa do Fortaleza se confirme, o clube quebrará o recorde de público das quatro divisões nacionais. Hoje, o duelo de maior público nos campeonatos brasileiros aconteceu na derrota do Flamengo para o Grêmio, por 1 a 0, no dia 6 de setembro. Na oportunidade, 59.680 – sendo 51.858 pagantes – torcedores foram ao Maracanã.

Os números, contudo, não serão suficientes para quebrar o recorde de público pagante das quatro divisões. Esta marca pertence ao São Paulo, que levou 58.627 pagantes ao Morumbi na vitória sobre Cruzeiro, por 2 a 0, no dia 114 de setembro.

Para carimbar sua vaga à Série B de 2015, o Fortaleza depende de uma vitória simples. Como houve empate sem gols no jogo de ida, o Macaé garante seu acesso com qualquer empate por gols.

(Futebolinterior)

 

Casa de Licores em Viçosa do Ceará é mantida por família a gerações

Uma família de Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, mantém um comércio diferenciado que virou atração no município.
A “Casa dos Licores” não é apenas um espaço para vender a bebida artesanal, mas um ambiente onde se fortalece a cultura e a arte.
A fachada do prédio, erguido em 1940, não é muito diferente de muitas outras casas históricas de Viçosa.
A casa, que preserva os costume do período colonial, é considerada patrimônio da história do município.
Alfredo Miranda (in memorian) & Da. Terezinha
“A Casa de Licores é como uma referência a história cultural de Viçosa do Ceará”, conta a quituteira Teresa Cristina, herdeira do comércio.
Aparelho cultural
O comércio antigo, criado por Alfredo Carneiro de Miranda, abriga não apenas a venda, mas também, cultura e arte.
O comerciante e tocador de pífano, contava causos entre uma música e outra, tiradas do instrumento artesanal que ele mesmo fabricava.
Alfredo morreu aos 98 anos, porém, o som estraído do pedaço de bambu preenche a lacuna deixada pelo seu criador.
A Casa dos Licores continua sendo um dos locais mais visitados por turistas em Viçosa. A missão de contar as histórias foi assumida por Teresa Cristina, a primeira de sete filhos de Alfredo.
Além da eloquência do pai, a primogênita herdou as habilidades da mãe. Ela, atualmente, fabrica artesanalmente os famosos licores.
“Desde o início vinha mais ligada a história da produção, talvez por ser a filha mais velha. E fui aprendendo, naturalmente”, conta Teresa.
Variados sabores
No começo havia apenas quatro tipos de licor: jenipapo, abacaxi, maracujá e tangerina. Mas o sucesso foi tanto que a família resolveu inovar. Hoje, são 76 sabores, sendo o mais vendido de canela de cunhã, pela sua fama de afrodisíaco.
“Todos voltam aqui para levar para os amigos, pai, avós e diz que é comprovado”, diz a vendora Elvira Costa.
Licor, arte e cultura. Além disso cachaças envelhecidas e uma grande variedade de doces tornam o ambiente em Viçosa pronto essencial na experiência de viagem.
*Com informações do repórter Ricardo Lima.

 

(TV Diário)

Vereadores de Sobral forjavam curso para viajar e receber diária, diz MP-CE

Três vereadores do município de Sobral e um assessor parlamentar são acusados pelo Ministério Público do Estado do Ceará por praticarem improbidade administrativa em esquema que movimentava o pagamento de diárias para eventos falsos fora da cidade. A informação foi divulgada pelo MPCE nesta quinta-feira, 23.

São citados na Ação Civil Pública do Ministério Público o presidente da Câmara Municipal de Sobral, José Itamar Ribeiro da Silva; o primeiro secretário da Casa, José Crisóstomo Barroso Ibiapina; o vereador Valfredo Linhares Ribeiro e o assessor parlamentar William Ramos Tavares. A ação foi protocolada no último dia 15 pelo promotor de Justiça Francisco Roberto Caldas, do Núcleo de Tutela Coletiva de Sobral.

A ação do MP parte de inquérito civil público instaurado em maio deste ano para apurar denúncias feitas pelo ex-vereador Francisco Ismerino Vasconcelos Mendes. Conforme o MP, os referidos vereadores e o assessor estariam envolvidos com a simulação de cursos de capacitação para vereadores e servidores da Câmara fora dos limites do Município para que houvesse o pagamento de diárias.

De acordo com as investigações, o esquema, existente na atual gestão, seria comandado por José Crisóstomo Barroso Ibiapina, mais conhecido como “Zezão”. Para fins de comprovação e recebimento das diárias, eram fornecidos certificados falsos de empresas pertencentes a ele.

As investigações mostraram ainda que, quando os cursos ocorriam, eram realizados pelo próprio parlamentar. Ele recebia diárias do Poder Legislativo para essas atividades, mesmo sendo o realizador dos cursos/seminários e o recebedor dos valores arrecadados para a prestação dos serviços.

O Ministério Público pede que os parlamentares sejam afastados dos cargos por um período de 180 dias.

O POVO Online procurou os parlamentares na Câmara Municipal de Sobral. Segundo a Casa, o presidente José Itamar Ribeiro estava em reunião e não poderia se pronunciar. Os demais vereadores não estariam no local. O POVO aguarda retorno do presidente da Casa.

Redação O POVO Online

Tatiene Damaris: Delegada é encontrada morta em seu apartamento na zona oeste do Rio

DIEGO VALDEVINO

Rio – A delegada Tatiene Damaris , lotada na 36º DP (Santa Cruz), foi encontrada morta em casa, em Realengo, na tarde desta quinta-feira. Policiais da Divisão de Homicídios (DH) estão no local para a investigação do caso. Às 18h13, o corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) após o fim do trabalho da perícia.

De acordo com as primeiras informações do trabalho da Polícia Civil realizado na casa da vítima, a delegada teria sido encontrada morta na cozinha pelo marido com sinais de hematomas pelo corpo. Policiais do Batalhão de Bangu (14ª BPM) foram acionados e chegaram ao local por volta de meio-dia. Não havia sinais de perfuração, nem de tiros, nem de facadas no corpo. O marido da vítima foi levado pela Divisão de Homicídios para prestar esclarecimentos.

Quando a Polícia Militar chegou ao local do crime, traficantes da Vila Vintém soltaram fogos de artifícios. Agentes da Core foram chamados para dar apoio à PM. Eles chegaram em um blindado para reforçar a segurança na região. Policiais de várias especializadas estiveram no local. Um morador descartou a ação de milicianos na localidade onde a delegada morava . “Em nosso bairro não tem milicianos e sim ação de traficantes. Nunca ouvi discussão entre eles. Era um casal tranquilo e ela muito discreta”, disse um vizinho que pediu para não ser identificado.

De acordo com informações da DH, foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte da delegada Tatiene Damaris Sobrinho Damasceno Furtado. Equipes da delegacia estão em busca de testemunhas e câmeras de segurança que possam ajudar nas investigações. Por enquanto, nenhuma hipótese para o crime é descartada.

Tatiene Damaris Sobrinho Damasceno Furtado entrou na Polícia Civil, em 2005, como papiloscopista. Em 2008, ela foi aprovada no cargo de delegado de polícia. Tatiene trabalhou na 34ª DP (Bangu) e 35ª DP (Campo Grande) e desde agosto desse ano atuava como delegada assistente da 36ª DP (Santa Cruz).

A delegada deixa o marido e dois filhos, um adolescente de 17 anos que não morava com ela e uma menina de três anos que estava na creche no momento do crime.

(O Dia Online)

Polícia procura em Quixadá falsa enfermeira que estaria contaminando pessoas com HIV

Começou a circular em Quixadá, no sertão central, um alerta acerca de uma falsa enfermeira que estaria oferecendo às pessoas que circulam pelas ruas a oportunidade de realizarem a medição de glicose. Quando realiza o exame, porém, ela infecta o paciente com o vírus HIV, o da aids.

As equipes da Polícia Militar de Quixadá já foram orientadas a abordarem e deterem a mulher vestida como enfermeira. Uma equipe da PM inclusive já se deslocou a uma escola pública da cidade, para averiguar uma denúncia, mas nenhuma suspeita foi encontrada.

A Secretaria de Saúde de Quixadá também está em alerta. Os servidores públicos estão orientando os pacientes que procuram os postos de saúde do Município sobre a suposta enfermeira, mas por enquanto não foi registrado nenhum caso dessa natureza, informaram funcionários. (Com informações do blog Diário Sertão Central)

Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Sobral, Crateús e Aracati terão reforço de tropas federais no 2º turno

Por Anderson Pires

Em sessão extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira (23), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, presidida pela desembargadora Iracema do Vale, decidiu pela inclusão de mais seis municípios cearenses – Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Sobral, Crateús e Aracati – no pedido ao TSE de reforço das tropas federais para o 2º turno das eleições.

A desembargadora Iracema do Vale já enviou o Ofício nº 3979/2014 (anexo) ao Tribunal Superior Eleitoral, formalizando o pedido, em resposta à Mensagem do ministro do TSE, João Otávio de Noronha, nos autos do Processo Administrativo nº 166727/2014, solicitando que o TRE se manifestasse com urgência sobre os documentos juntados no processo “sobre a necessidade de envio de forças federais para os municípios de Crato, Barbalha, Juazeiro do Norte, Sobral, Aracati, Crateús, Campos Sales, Itapipoca, Tianguá, Aracati e Mauriti”. Esta solicitação foi encaminhada ao TSE pela Procuradoria Geral Eleitoral, atendendo a um pedido da coligação ‘Ceará de Todos’.

Na sessão extraordinária, o procurador regional eleitoral, Rômulo Conrado, opinou pelo reforço de tropas federais apenas para Juazeiro do Norte e Sobral. Mas, após ponderação do desembargador Abelardo Benevides Moraes, os demais juízes da Corte do TRE também decidiram pela inclusão dos seis municípios, somando-se aos outros cinco, já autorizados anteriormente pelo TSE – Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Pacatuba.

A presidente do TRE-CE, desembargadora Iracema do Vale, já entrou em contato com o comandante da 10ª Região Militar, general Marco Antônio Freire Gomes, que assegurou não haver problemas para a distribuição dos 2.500 militares do Exército nos municípios solicitados. O TRE aguarda apenas a autorização do TSE para que o pedido seja formalizado. De acordo com a desembargadora Iracema do Vale, “a Justiça Eleitoral tem sido rápida nas tomadas de decisão para que tenhamos uma eleição transparente, segura, levando tranquilidade aos eleitores que votarão no próximo domingo”.

* Com informações do TRE/CE

Brasil – Para onde iremos? Uma reflexão sobre o cenário contemporâneo

Por Drawlio Joca – fotógrafo

Tenho estado particularmente perplexo com tudo que venho assistindo no atual cenário político brasileiro, bem como ao correspondente espetáculo midiático e suas graves consequências. Situarei ao longo desta reflexão, a quem se dará ao exercício da leitura, claramente qual é o meu posicionamento perante a nossa conjuntura. Neste sentido, digo de antemão aos possíveis discordantes que são bem-vindos, posto que não creio que nenhum posicionamento, meu ou vosso, principalmente quando relativo à questão tão cara a todos nós, por envolver o destino do nosso país, deva ser imutável, notadamente perante argumentações possivelmente válidas. Mas a quem não estiver disposto à reflexão crítica ou não tiver verdadeira preocupação com a dignidade do seu voto e com o país, então não perca seu precioso tempo. Portanto, quem vir ao debate é bem-vindo, mas venha fundamentado.

Primeiro, devo dizer que não fui, nem sou filiado a nenhum partido. Não devo nada a quaisquer políticos ou agremiações partidárias, nunca dei “tapinhas nas costas” de seu ninguém, nem nada que tenho veio às custas de qualquer troca espúria ou bajulação. Entendo partido como meio, não como fim. Guardo, inclusive, certa antipatia a quem faz de partido, religião, ao ponto de ser incapaz de qualquer reflexão.

Tenho a honra de afirmar, que todos os votos que dei e alguns trabalhos voluntários políticos que fiz ao longo da vida, foram movidos não por escolhas que me favoreceriam individualmente, profissionalmente, nem mesmo àquelas possivelmente mais oportunas à minha classe social. Sempre pautei minhas opções principalmente por uma preocupação que tive e tenho com os que considero menos favorecidos em um Brasil historicamente socialmente injusto e pelo que refleti serem as melhores possibilidades à coletividade e ao país. Nesse sentido, votei habitualmente em partidos da dita esquerda brasileira. Alguns destes partidos, em alguns momentos estiveram ou estão aliados a forças com as quais guardo discordância, o que fez meu voto oscilar entre algumas siglas, em busca daquela que considerei, a cada conjuntura, ser a melhor opção. Especificamente sobre isso, vale ressaltar que muito temos a refletir sobre a estrutura política e eleitoral brasileira que, não à toa, favorece à necessidade da formação de alianças demasiadamente heterogêneas e que cerca os pretensamente éticos com a ameaça perene da ingovernabilidade. Esta estrutura está firmemente e nada ingenuamente voltada a manutenção do status quo, esteja quem estiver no Poder Executivo. O poder, vale lembrar, é multifacetado e muito de sua estrutura é oculta e passa desapercebida a olhares menos avisados.

Mas, vamos ao cenário contemporâneo, que é o que agora importa. Impressiona-me muitíssimo que alguém com o mínimo de discernimento e senso crítico consiga crer que haja alguma decência nas palavras, atitudes e notadamente na trajetória de Aécio Neves. Neste ponto específico, não me refiro – ainda – a quaisquer méritos ideológicos, políticos ou partidários. Situo-me na anterioridade, na substância. Falo do mais essencial, da questão simplesmente humana. Pelo menos a mim, me basta olhar nos olhos, ouvir e sentir o tal indivíduo para bem sabê-lo.

Neste cenário de eleitores pró Aécio, há quem se situe, em suas escolhas, numa confusão ideológica relativamente compreensiva, resultante, em muitos casos, da grave crise ética que vivemos. É válido pensar que a chamada esquerda brasileira tem considerável parcela de responsabilidade nessa crise moral, notadamente por ter levantado bandeiras éticas que não foram cumpridas. Entretanto, nesse jogo de culpas e responsabilidades, muitos esquecem que todos nós também somos responsáveis pelo desmanche moral, em nossas atitudes cotidianas nada éticas, nada cidadãs, bem como nas escolhas políticas que fazemos, quando muitos de nós acabamos por dar sustentabilidade à estúpida estrutura política e eleitoral brasileira a que me referi.

Aos que pensam em destinar seus votos ao peessedebista por terem verdadeira preocupação ética e por estarem desencantados com os tão propagandeados escândalos próximos ao Governo, envolvendo parte dos quadros do Partido dos Trabalhadores e partidos aliados, eu pergunto: se vossa preocupação é realmente ética, o outro lado é por acaso ético, moral e digno? Para mim, estes são infinitamente piores neste aspecto e extremamente mais profissionais nos malfazejos, com o agravante que suas corrupções não permanecem na mídia, nem são objetos da devida Justiça, posto que toda a estrutura dominante sempre os favoreceu e os favorece. A estrutura de poder, que os manteve e mantém, permaneceu suficientemente sólida e atuante em governos a e b. O poder lava a mão do poder e sua teia é consideravelmente complexa e subterrânea.

Então devemos perdoar uma corrupção em outra e deixar tudo como está? Obviamente que não, mas não é retrocedendo ao pior dos mundos que iremos de fato avançar nesse sentido, mas exercendo todo um conjunto de reflexões, pressões e práticas políticas que podem verdadeiramente inferir em nossa podre estrutura.

Mas, voltando aos perfis dos sufragistas aecianos. Há aqueles que movem seus votos e seus discursos por puro revanchismo, ressentimentos, questões pessoais, ódios particulares, dores de cotovelo partidárias, conflitos ideológicos e outras pequenezas que são das mais lamentáveis e profundamente danosas aos processos que ora se encaminham. Digo apenas a estes, que os posicionamentos, por exemplo, de Marina Silva, carregados da mais profunda confusão e contradição ideológica, falam por si sobre o que é sua “nova política”. Quem conhece a trajetória dela, sabe o quão gravemente ela rasgou definitivamente sua própria história. Acho que a religião não fez bem a cabeça dessa senhora. Ou seja lá qual for o problema dela, ao resolver se alinhar àqueles que são, sem dúvida, os maiores corruptos desse país, além de suas ideologias que, em essência, historicamente privilegiam tão somente às suas próprias classes, em contraposição e dano à coletividade; e mais: sua lastimável e intrínseca lógica do acumular em excesso, do ter, em detrimento ao ser.

Outros votantes azuis, por sua vez, até ditos intelectuais, cultos e bem instruídos, ou perderam mesmo a capacidade de discernir, ou são vítimas ou partícipes, dos ingênuos àqueles nada inocentes, inteligentes, supostamente críticos e bem informados, do circo de mentiras que está – interessantemente para alguns e lamentavelmente para muitos – posto na atual conjuntura brasileira. Circo este constituído nos bastidores econômicos e políticos e multiplicado em um espetáculo midiático profundamente maniqueísta e astutamente travestido de jornalismo e informação supostamente isenta e idônea.

Se de um lado, até os tão inteligentes são cidadãos e eleitores surpreendentemente manipuláveis e suscetíveis à orquestração política e ao circo midiático. Se por outro, não lhes é possível, ao ouvir e olhar um ser humano, minimamente sabê-lo. Se suas intuições e vastos conhecimentos pouco ou nada lhes falam, talvez devessem revisitar então, atenta e consideravelmente, um conhecimento impressionantemente esquecido – e em momento tão crítico! – na imensa maioria das falas e debates extremamente rasos expostos: uma tal de história! Revê-la ou, para alguns, conhecê-la, quem sabe os fizesse melhor compreender estruturalmente o Brasil, bem como a conjuntura contemporânea.

Vê-se ainda, dentre os eleitores aecianos, os que são claramente defensores do neoliberalismo, que creem nos mercados livres, nacional e internacional, como gestores suficientes e dignos às questões humanas e que atuam em defesa unicamente dos interesses de suas classes historicamente dominantes. Há os que pensam seu voto como seu próprio umbigo. Há ainda os preconceituosos de toda espécie. Dizer o que a estes?

Particularmente declaro o meu voto a Dilma, mesmo com todas as corrupções circundantes, com todos os percalços e poréns, com toda a estrutura podre e viciada da política brasileira que ultrapassa partidos e ideologias, com todos os políticos sujos que infelizmente também a cercam na via da sustentação da governabilidade. Particularmente acredito na honestidade pessoal da Presidente e creio firmemente que, mesmo dentro da contradição, há aqui – e não acolá – uma verdadeira preocupação e políticas voltadas aos excluídos, além da considerável diferença ideológica e dos méritos e significativos avanços alcançados nos últimos anos, desde as políticas públicas até a política internacional, antes extremamente subserviente e dependente. E digo mais, aqui usando a coloquialidade da força e identidade nordestinas, também vitimadas no atual cenário pelos maiores absurdos e mais horrendos preconceitos: este caba, tal de Aécio, é um senvergoin! E seu agrupamento político e seus partícipes, de éticos e virtuosos não têm absolutamente nada! E é a este e a seu segmento que muitos de vós pretendem entregar o país! Vós! Muitos cultos, representantes da intelligentsia local e nacional, estudados nas melhores Universidades Públicas brasileiras com o nosso dinheirinho público, o mesmíssimo do bolsa família e de outros programas sociais que a muitos de vós tanto incomoda.

“Ensinem a pescar, mas não deem o peixe”. Sei bem como é. Mas quando o peixinho público veio e vem fritinho às vossas mesas e fomentou, por exemplo, vossos conhecimentos e formação acadêmica, aí é digno! Mas para corrigir distorções históricas, não! (Opa! A tal história!) Em vosso favor, em proveito próprio e favorecimento de suas classes, o l’argent público foi e é muitíssimo bem-vindo hein senhores doutores?

Mas, o que em tudo mais me impressiona, é que muitos de vós, tão inteligentes, artistas, profissionais respeitados, jornalistas, formadores de opinião, doutores, sejam capazes de trair até mesmo, em muitos casos, às suas próprias trajetórias e ideais, ao apoiar uma candidatura que representa claramente o mais estruturado e egoísta poder econômico e político desse país, que desde sua origem e em toda sua história, formou e fomentou estruturas de dominação, de exploração e interessada manutenção da miséria, de constantes posturas históricas voltadas contra os direitos dos trabalhadores e minorias, de mentalidade, desde sua gênese, arraigadamente escravocrata. Uma candidatura e uma proposta de país tão espúria, atrelada a um segmento que historicamente fez por 500 anos e novamente fará, se vitorioso, qualquer escândalo contemporâneo parecer brincadeira de criança. E mais! Como anteriormente brevemente citei, com o agravante que para essa turma, ninguém se dá mal! Vamos lá! Todos sabemos muitíssimo bem como é que funciona. Fulanos políticos são amigos de sicranos juízes e desembargadores, que tomam escocês com beltranos detentores dos meios de comunicação, que dão abraços calorosos nos abastados empreiteiros, que cheiram pó com outros tantos fulanos políticos e assim segue o ciclo. E o circo! Creio que nessa fala, não descobri a roda. E todos protegem todos. E todos ocultam a podridão de todos. E ninguém vai preso não. Nem dá ou se dá, não permanece nos meios de comunicação. É aquela máxima antiga: aos inimigos a lei! E acrescento: a mídia!

O circo está inteligentemente armado e o espetáculo devidamente direcionado às astutas e ingênuas plateias! Façam suas apostas.

Eu estou com Dilma! Sem dúvida. E com orgulho.

TSE quer entender erros nas pesquisas eleitorais, diz jornal

Com o fim das eleições se aproximando, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Fernando Dias Toffoli, afirmou que quer conversar com os institutos de pesquisa sobre a metodologia e as regras para divulgação dos levantamentos de intenção de voto.

A iniciativa vem após o primeiro turno ter apresentado nas urnas resultados bem diferentes dos previstos nas pesquisas.

“Vamos chamar os institutos para entender o que aconteceu. A primeira coisa que queremos é conhecer melhor, pois não foram erros pontuais, e nem contra o partido A ou o partido B, mas erros sobre diversos resultados”, afirmou o ministro em reportagem publicada hoje no jornal Folha de S.Paulo.

Uma questão já levantada pelo ministro é a diferença na margem de erro de cada pesquisa. “Talvez isso devesse ser padronizado para evitar que se compare alhos com bugalhos”, disse. Outro ponto que pode ser debatido é o prazo para divulgação da pesquisa.

O primeiro turno das eleições teve várias disputas com resultados diferentes do que os divulgados pelas pesquisas eleitorais.

Um dos casos mais discrepantes ocorreu no Rio Grande do Sul, onde o candidato do PMDB, José Ivo Sartori, aparecia em terceiro lugar, com 23% das intenções de voto. Sartori ficou em primeiro lugar no estado, com 40,4% dos votos. Ele disputa o segundo turno com o governador Tarso Genro (PT), candidato à reeleição.

Já no Rio de Janeiro, o candidato Garotinho (PR) aparecia como segundo colocado nas pesquisas, com 27% das intenções de voto. No entanto, após a votação, Garotinho ficou com 19,7% e foi ultrapassado por Marcelo Crivella (PRB), que agora disputa o segundo turno com Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Para especialistas, é importante ter clareza de que as pesquisas de intenção de voto não são um retrato do que acontecerá nas urnas. “A pesquisa capta o momento, é uma sondagem da opinião pública. É inaceitável que ela seja vendida como algo infalível e como substituta da eleição”, afirmou Victor Trujillo, professor de marketing eleitoral da ESPM, em entrevista a EXAME.com logo após o segundo turno.

Assim como nos estados, o resultado do primeiro turno na eleição para presidente também foi diferente do que havia sido previsto nas pesquisas. Aécio Neves (PSDB) tinha 24% das intenções de voto na última pesquisa divulgada no primeiro turno. Na votação, o tucano ficou com 33% dos votos.

Agora, no segundo turno, a última pesquisa Datafolha, divulgada na terça-feira, mostrou empate técnico entre Dilma Rousseff e Aécio Neves – a petista aparece com 52% enquanto o tucano ficou com 48%. Com a margem de erro, pode-se considerar empate. Resta saber se as pesquisas desta fase das eleições estarão mais próximas do resultado final do que as divulgadas no primeiro turno.

* Com informações da Agência Brasil

Aécio continua perdendo para Dilma em Minas Gerais, diz Vox Populi

A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera as intenções de voto no reduto eleitoral do seu adversário Aécio Neves (PSDB). De acordo com pesquisa Vox Populi, a petista alcança 44% do eleitorado mineiro contra 41% do tucano, que governou o estado de 2003 a 2010. A estatística é referente à votação estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos.

No primeiro turno da eleição, Dilma também venceu Aécio em Minas por 43% dos votos válidos contra 39% do senador. O estado é o segundo maior colégio eleitoral do País e será decisivo na votação deste segundo turno.

Conforme o levantamento, Dilma vence por 50% a 35% entre os eleitores mineiros com renda de até dois salários mínimos. Na faixa entre dois até cinco salários mínimos, o tucano vence a petista por 43% a 42%. Aécio também alcança mais votos entre os mineiros com renda superior a cinco salários mínimos (52% a 35%).

Avaliação do governo

De acordo com o levantamento, 8% dos entrevistados consideram “ótimo” o governo da presidente Dilma. Os eleitores que acham regular somam 34%; ruim/péssimo, 36%, e não sabem/não responderam, 2%.

A pesquisa foi realizada com 1.600 eleitores, em 91 municípios mineiros, no dias 19 e 20 deste mês. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e foi protocolado na Justiça Eleitoral sob o número BR-001150/2014. O nível de confiança é de 95%.

(Brasil 247)

Hapvida Saúde contrata trainees para vagas em seis áreas diferentes no Ceará

O Hapvida Saúde está com inscrições abertas para seu programa de trainee 2015, no Ceará. São quatro vagas para estudantes que estão no último semestre da graduação ou que colaram grau em 2014. As inscrições vão até 14 de novembro e os candidatos podem ser das áreas de administração, direito, economia, ciências contábeis, tecnologia da informação e gestão hospitalar.

De acordo com as informações divulgadas pela empresa, também são pré-requisitos o inglês intermediário, domínio do pacote office, disponibilidade para viagens nacionais ou mudança para cidades no norte ou nordeste e residir em Fortaleza.

O processo de seleção consistirá em análise do currículo e histórico escolar, teste de conhecimento (redação em inglês, português, raciocínio lógico e raciocínio verbal), dinâmica de grupo, teste psicológico e entrevistas. Para se inscrever é necessário mandar o currículo para o e-mail trainee@hapvida.com.br.

O programa de trainee da operadora tem a duração total de 18 meses, nos quais os selecionados participam de treinamentos e são inseridos no cotidiano da empresa, passando por diversos setores. Ao final desse período e, de acordo com o seu desempenho, o trainee é contratado para ocupar cargos de gestão na rede hospitalar da empresa.

(G1 Ceará)