archives

Saúde e Comportamento

Esta categoria contém 7096 posts

REBELIÃO DA PM NA BAHIA UNE FORÇAS DO PSB E PSDB

Após prisão do vereador Marcos Prisco (PSDB), militar que liderou o movimento grevista da polícia na Bahia, a tropa decidiu pelo aquartelamento na madrugada deste sábado (19), atendendo a um pedido do deputado estadual Capitão Tadeu (PSB); assim tucanos e socialistas se unem contra o governo petista de Jaques Wagner, mesmo após a administração atender as principais reivindicações da categoria, que esteve paralisada nesta semana, gerando grande onda de violência; manifestação tem claro teor político; prisão de Prisco foi determinada pela justiça atendendo a um pedido do MPF/BA, que acusa Prisco de “auferir lucros políticos nas últimas eleições municipais” por causa da greve de 2012; agora PSDB e PSB buscam juntos os mesmos dividendos eleitorais

247 – A paralisação dos policiais militares da Bahia vai ganhando contornos cada vez mais políticos. Os dois principais líderes do movimento grevista no Estado são do PSDB e do PSB, que juntos pressionam o governo petista de Jaques Wagner. A situação das grandes cidades baianas está bem crítica. Explodiu a onda de violência com índices assustadores de homicídios. Mesmo após fechar um acordo com o governador Wagner e depois de decisão judicial que determinou o fim da greve, a categoria agora optou pelo aquartelamento, como represália à prisão do líder do movimento, o vereador tucano Marcos Prisco. Enquanto isso, o deputado estadual Capitão Tadeu, do PDB, busca assumir a liderança do movimento.

Toda a manifestação dos policiais na Bahia tem claros contornos políticos. Diante do governo petista de Jaques Wagner, PSDB e PSB tentam enfraquecer a administração a menos de seis meses para a eleição. Com a prisão de Marcos Prisco, decidida pela Polícia Federal por causa do movimento grevista de 2012 (e não por causa dos atos desta semana), o deputado socialista emitiu nota de repúdio que demonstra a forte conotação política-eleitoral das manifestações.

“Ao governo do Estado pela traição aos Policiais e bombeiros militares baianos, pois mesmo tendo um acordo para o final da greve manda prender Prisco. Mesmo após Marco Prisco, vereador de Salvador, ter assinado um acordo aceitando o final da greve, contrariando inclusive parte da tropa, o governo mais uma vez trai a boa vontade dos policiais e bombeiros militares e manda prender Prisco. A prisão ocorre na data que os cristãos comemoram a Sexta-Feira Santa, um dia após o acordo que pôs fim à greve, caracterizando um ato de traição do governo para com os policiais militares. Dessa forma, neste momento, por exigência dos policiais e bombeiros militares, saio da condição de moderador do movimento reivindicatório e assumo a liderança do mesmo. Assim sendo, conclamo toda a tropa para suspender as atividades IMEDIATAMENTE até que o governo providencie a soltura de Prisco. Pede-se que esta moção de repúdio seja encaminhada à cúpula da Secretaria de Segurança do Estado da Bahia”, afirma a nota do Capitão Tadeu.

A tropa então ouviu o pedido de Tadeu e durante a madrugada deste sábado (19) decidiu pelo aquartelamento. O comando da PM no Estado ainda não tem dimensão do aquartelamento das tropas, mas confirmou registros “em maior ou menor escala” pelo Estado, inclusive nas duas maiores cidades, Salvador e Feira de Santana. Em Feira de Santana, por exemplo, que somou mais de 40 homicídios no período da greve desta semana, a informação em um posto da Polícia Rodoviária Estadual era que grande parte da categoria estava reunida na sede da Aspra, a associação de praças e bombeiros liderada por Prisco.

Mais cedo, no final da noite de sexta-feira (18), cerca de cem policiais haviam se reunido em frente à Câmara Municipal de Salvador em encontro convocado após a prisão de Prisco. Representantes da Aspra procuravam enfatizar que o encontro fora uma manifestação espontânea de solidariedade a Prisco e que o recado dele era no sentido de não retomar a greve. A tentativa de assembleia se dispersou por volta das 22h30, mas os ânimos não se acalmaram, a julgar pelos desdobramentos das horas seguintes.

A opção pelo aquartelamento tem cunho meramente político, uma vez que o governo atendeu as principais reivindicações da categoria, como reconheceu o vereador Prisco, antes de ser preso. “Quase todas as reivindicações foram atendidas”, disse ele. De mesmo modo, O pedido da prisão dele não partiu do governo, mas sim do Ministério Público Federal da Bahia. No ano passado, o MPF/BA denunciou Prisco e mais seis pessoas por crimes praticados contra a segurança nacional durante a greve da PM, ocorrida em 2012. De acordo com o Ministério Público, os denunciados, entre vereadores, soldados e cabos da PM, auferiram com a greve lucros políticos nas eleições municipais.

Com as manifestações de agora, PSDB e PSB buscam os mesmos dividendos políticos, só que agora com as eleições estaduais. Como é processado por crime político grave pelo MPF, qualquer recurso contra a prisão de Prisco somente pode ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal.

(Brasil 247)

O menino Bernardo e a culpa coletiva por um pedido de socorro que ninguém quis ouvir

Menino Bernardo Boldrini, de 11 anos, encontrado morto no interior do RS – Álbum de Família

Numa carta a amigos, em que comentava sobre o linchamento de um jovem na Argentina, o papa Francisco escreveu o seguinte: “A cena doeu em mim. ‘Fuenteovejuna’, eu me disse. Sentia os chutes na alma”.

“Fuenteovejuna” é um clássico do século XVII do dramaturgo espanhol Lope de Vega. O povo de um vilarejo se une para se vingar de um comendador tirano. Um juiz é enviado pelo rei para apurar o caso. Ao perguntar aos moradores quem foi o assassino, todos respondem “Fuenteovejuna”. Assumem a culpa coletivamente.

O menino Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, foi encontrado morto na cidade gaúcha de Frederico Westphalen. Estava dentro de um saco plástico enterrado às margens do Rio Mico. Foram presos o pai, o médico Leandro Boldrini, a madrasta, a enfermeira Graciele Ugolini, e a assistente social Edelvânia Wirganovicz.

A polícia trabalha com a hipótese de que o casal queria colocar as mãos no dinheiro deixado para Bernardo por sua mãe, que se suicidou com um tiro na cabeça em 2010. Com o menino vivo, Leandro teria mais dificuldade para, por exemplo, vender imóveis que estavam no nome dele e da ex-mulher.

Mas há uma culpa coletiva nessa tragédia. A tragédia de Bernardo vem se arrastando há muito tempo à vista de toda Três Passos, o município onde ele vivia. É um história longa e triste de torpeza, injustiça e omissão.

Em novembro, a notícia de abandono afetivo de Bernardo chegou à promotoria da Infância e da Juventude e foi aberto expediente para apurar sua situação familiar. Bernardo era alvo de comentários na cidade.

Em dezembro, o centro de assistência social entregou à promotoria um relatório dizendo que o garoto pernoitava e era alimentado na casa de conhecidos e tinha desavenças verbais com a madrasta. Passava sábados e domingos na rua. O pai não sabia onde ele estava e não o procurava.

No dia 24 de janeiro, ele mesmo se dirigiu ao 4º andar do fórum de Três Passos, onde funciona o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, e contou das ofensas da madrasta, do pai que não tomava atitude e de sua vontade de morar com outras pessoas. Foi levado para falar com a promotora Dinamárcia Maciel de Oliveira. Reconfirmou tudo.

A promotora ingressou com ação na Justiça pedindo que a guarda provisória fosse dada para a avó materna, mas o juiz preferiu marcar uma audiência com o pai, ocorrida em fevereiro. Leandro quis uma chance de reaproximação. Bernardo aceitou. 

No dia 7 de abril, quando soube do desaparecimento, a promotora pediu que a guarda fosse dada para a avó. Mas o juiz determinou que, assim que encontrado, ele fosse encaminhado a um lar, pois faltavam elementos sólidos para comprovar que a avó poderia assumir a guarda. Muito pouco, tarde demais.

Seu abandono era notório. A violência psicológica desfilava na frente de todos. Um menino de 11 anos foi sozinho a um fórum para dar seu depoimento. O que faltava?

Bernardo pediu socorro e não foi atendido por ninguém.

«¿Quién mató al Comendador? / Fuenteovejuna, Señor / ¿Quién es Fuenteovejuna? / Todo el pueblo, a una»

(Diário do Centro do Mundo)

O Brasil é o país mais perigoso do mundo para ambientalistas, diz relatório

Mais de 900 pessoas morreram desde 2002 na defesa do ambiente, metade delas no Brasil, mas apenas dez foram condenadas pelos crimes, afirma um relatório da ONG britânica Global Witness divulgado nesta terça-feira (15) em Londres.

As disputas por terra aumentaram, por consequência, a violência. No total, 908 pessoas morreram entre 2002 e 2013 em 35 países, segundo o documento da Global Witness, publicado poucos meses depois do 25º aniversário do assassinato do ativista Chico Mendes.

O ano com mais mortes no período foi 2012, com 147. Em apenas 1% dos crimes, os responsáveis foram detidos, julgados e condenados.

O Brasil é o país mais perigoso do mundo para os ativistas, com 448 mortes. Em seguida, aparecem Honduras, com 109, e Filipinas, com 67.

“Isto mostra que nunca foi tão importante proteger o meio ambiente como agora, e que nunca havia sido tão letal”, disse Oliver Courtney, da Global Witness, que se define como uma organização que deseja “mudar o sistema expondo os interesses econômicos que se escondem por trás dos conflitos, da corrupção e da destruição do meio ambiente”.

“Não há sintomas mais evidentes da crise no meio ambiente no mundo que o aumento de assassinatos de pessoas comuns, que defendem o direito a suas terras. No entanto, o problema, que cresce rapidamente, passa, em grande parte, despercebido e os criminosos quase sempre saem impunes”, disse Courtney.

Capítulo dedicado ao Brasil

O documento tem um capítulo dedicado a Brasil. O elevado número de mortes é atribuído, em parte, ao “modelo de propriedade da terra, que está entre os mais concentrados e desiguais do mundo”.

“Apesar do forte crescimento econômico parcialmente sustentado pelas exportações agroindustriais, a maioria da população do Brasil continua sendo pobre e a maior parte de sua comida é produzida em propriedades pequenas ou média”, afirma o documento.

“Isto leva os agricultores de subsistência e os grupos indígenas a entrar em conflito com proprietários poderosos e bem conectados pelos direitos legais sobre florestas e terras”, completa o relatório.

A luta pela Amazônia, por sua terra e por sua madeira, é responsável pela maioria das mortes de ativistas.

“Primeiro chegam os trabalhadores ilegais e levam a madeira. A segunda indústria é a do gado, depois a soja. Este é o ciclo natural da fronteira amazônica”, afirma no documento Natalia Viana, da ONG brasileira Pública.

A Global Witness afirma que o número de mortes pode ser maior, mas que mesmo assim o relatório apresenta uma ideia aproximada do grau de violência sofrido pelos ativistas. Segundo o documento, começa com intimidações e até mesmo acusações, como as sofridas pelos grupos indígenas quando são recriminados por prejudicar o desenvolvimento de uma região na defesa de suas terras.

A ONG, fundada em Londres em 1993, exige medidas.

“Começando por uma resolução do Conselho de Direitos Humanos da ONU especificamente dirigida à crescente ameaça que sofrem os defensores da terra e do meio ambiente”.

(R7)

Marco Prisco: Líder de greve da PM na Bahia é preso e encaminhado para penitenciária

Marco Prisco (de branco) também comandou greve em 2012 – Lúcio Távora | Ag. A TARDE

Em ação da Polícia Federal na tarde desta sexta-feira, 18, o vereador e diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), Marco Prisco, foi detido e levado para o Complexo Penitenciário da Papuda (Brasília).

O pedido da prisão foi feito pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA), na última segunda-feira e concedido pela Justiça Federal no dia seguinte, quando a greve foi decretada, com o argumento de garantia da ordem pública. A determinação do juiz federal da 17ª Vara Criminal Antônio Oswaldo Scarpa é de prisão por 90 dias.

O veículo guiado pelo vereador foi interceptado na Linha Verde, próximo da Costa do Sauípe, onde ele, a esposa e os filhos passariam o feriado da Semana Santa.

Segundo nota divulgada pelo MPF/BA, a prisão é referente a ação penal movida em 2013 pela prática de crimes “a maioria contra a segurança nacional, praticados durante a greve realizada em 2012″. A ação envolve sete pessoas entre vereadores, soldados e cabos da PM.

Nova greve

“Há uma determinação federal para anistiar os líderes de 2012 que não foi acatada pelo Tribunal de Justiça da Bahia”, disse o deputado estadual Capitão Tadeu que, por moção de repúdio, assumiu a liderança do movimento grevista e conclamou os militares para nova paralisação.

“Não há como retomar a greve agora, pois depende de assembleia. Mas faremos manifestações. Foi um golpe baixo. Prisão de uma liderança depois que a greve termina é repressão”, disse o diretor da Associação dos Policiais do Estado da Bahia (Aspol), sargento José Lourenço Dias. Os dirigentes das demais associações não foram localizados.

Após o consenso entre as partes, o deputado estadual Zé Neto (PT) afirmou que a prisão de Prisco não faz sentido. “Fui pego de surpresa. Soube pela imprensa. A prisão é inoportuna, pois não havia mais risco. A cidade já estava em clima de normalidade. O governo irá cumprir o acordo e se esforçar para manter a tranquilidade”.

Diante do acordo, Capitão Tadeu acusa o governo de traição. “A permanência das tropas federais deve ser garantida, pois a greve voltou. Os policiais devem permanecer aquartelados até a libertação de Prisco. O governo agiu de má-fé, descumpriu o acordo e enganou a tropa. O pedido de prisão deveria ter sido revogado”, disse Capitão Tadeu.

Lei e Ordem

“Em nota, o comandante da PM, coronel Alfredo Castro orienta que oficiais e praças mantenham seus postos de trabalho. “Capitão Tadeu foi precipitado. Confio no compromisso dos policiais militares de manter a segurança pública. Não há processo administrativo em andamento na PM. A garantia da Lei e Ordem está em vigor com as tropas federais e teremos também a Polícia Militar”.

Para impetrar um pedido de habeas corpus, o advogado Vivaldo Amaral, responsável pela defesa de Prisco, segue para Brasília. “É uma decisão descabida e sem sentido já que um acordo foi firmado”.

A nota do MPF/BA diz que Prisco é processado por crime político grave e o recurso contra sua prisão só poderá ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal.

Por meio de nota, o prefeito ACM Neto cancelou viagem “em função dos últimos acontecimentos envolvendo a possibilidade de retomada da paralisação da PM para acompanhar os desdobramentos e garantir a manutenção dos serviços públicos”.

(A Tarde Online)

Cientistas querem testar sangue artificial em humanos pela 1ª vez

Cientistas britânicos querem começar a testar sangue artificial pela primeira vez em humanos nos próximos três anos.

Eles planejam iniciar a primeira fase de testes com voluntários no final de 2016 ou no início de 2017.

Por trás da iniciativa está um consórcio de universidades e órgãos do governo do Reino Unido que já vem produzindo células sanguíneas a partir de células-tronco.

As células-tronco são aquelas capazes de se transformar em qualquer outra célula do corpo humano. Muitos estudiosos apostam nelas como a chave para a cura de inúmeras doenças.

Cultivadas em laboratório, as células sanguíneas poderiam ser, assim, usadas para transfusões, evitando uma série de problemas comumente observados nesse processo, como o risco de transmissão de infecções, a incompatibilidade com o sistema imunológico do receptor e a possibilidade de excesso de ferro no sangue do doador.

Além disso, se for bem sucedido, o projeto permitirá aumentar a oferta de sangue disponível para transfusões.

Muitos países do mundo, como o Brasil, sofrem com o estoque dos bancos de sangue, que, alimentados por doações públicas, são insuficientes para atender a crescente demanda pelo material.

Segundo os envolvidos na pesquisa, o uso de células sanguíneas cultivadas em laboratório também apresentaria uma vantagem clínica em relação ao sangue colhido de doadores.

Isso porque, de acordo com os cientistas, as células produzidas artificialmente são mais novas e têm maior longevidade.

“Produzir uma terapia celular que leve em conta a escala, a qualidade e a segurança exigidas para testes clínicos em humanos é um desafio muito grande. Mas se tivermos êxito, poderemos garantir a populações de diferentes países o benefício dessas transfusões de sangue”, afirmou Marc Turner, professor da Universidade de Edimburgo, na Escócia, e responsável pelo projeto.

“Os testes que faremos também fornecerão informação de valor a outros pesquisadores no desenvolvimento de terapias celulares”, acrescentou.

Técnica

Turner e sua equipe usaram uma técnica que cria células do sangue a partir de células-tronco pluripotentes induzidas, também conhecidas como células iPS ou iPSCs.

Por esse artíficio, as células doadoras são isoladas e cultivadas. Posteriormente, transferem-se para elas os genes das células-tronco associadas por meio de vetores virais.

Ao final do processo, as células-tronco pluripotentes induzidas são estimuladas por uma substância química para se transformar em células do sangue do tipo O, raro e universal.

Segundo Turner, é provável que os testes sejam feitos em três pacientes com talassemia, uma doença que acomete o sangue e exige transfusões contínuas.

O comportamento das células sanguíneas produzidas artificialmente será monitorado durante os testes, acrescentou o pesquisador.

Ele, no entanto, ressalva que ainda há um longo caminho a percorrer para produzir sangue artificial em escala “industrial”.

Atualmente, o custo para uma única transfusão de sangue é de 120 libras no Reino Unido, ou R$ 360.

Para Turner, se os testes forem eficazes, esses custos poderão ser reduzidos substancialmente no futuro.

BBC

Doleiro ligado a Vargas é tiro no pé do PSDB

A empenho de figuras do PSDB para a criação da CPI da Petrobras pode se transformar em um tiro no pé dos próprios tucanos. A observação é do jornalista Amaury Ribeiro Jr, autor de “A Privataria Tucana”, livro que denuncia irregularidades na privatização das teles e um suposto esquema de evasão de divisas para paraísos fiscais durante o governo Fernando Henrique Cardoso.

O livro traz uma revelação que parece ter sido esquecida pelos tucanos ávidos pela criação da CPI da Petrobras: o doleiro Alberto Youssef, ligado agora ao deputado André Vargas (PT-PR), já teria operado para Ricardo Sérgio de Oliveira, o ex-diretor internacional do Banco do Brasil e ex-caixa de campanha do ex-ministro José Serra, duas vezes candidato derrotado à Presidência.

“Quem montou o esquema de propinas na Petrobras foi o Youssef, não no governo do PT, mas no do PSDB”, afirma o jornalista. “Ele havia feito a mesma coisa no Caso Banestado”, lembra Amaury. No livro, ele relata que entre 1996 e 1997 o doleiro enviou para Nova York, por meio de uma off-shore, a June International Corporation, US$ 56 milhões descobertos em uma subconta bancária hospedada na Beacon Hill Service Corporation, uma espécie de conta-ônibus no Chase Manhattan (hoje JP Morgan Chase). O dinheiro tinha como destino final uma agência das Ilhas Virgens Britânicas.

O esquema Banestado alimentou a remessa de US$ 30 bilhões que escoaram através de movimentações pelas CC-5 (Carta Circular nº 5, do Banco Central), criadas para permitir saques e depósitos de estrangeiros em trânsito cuja finalidade foi deturpada. Uma das pontas da imensa rede era operada por Youssef, que utilizava laranjas no Paraguai e no Uruguai para despistar o rastreamento bancário.

A conta tinha o sugestivo nome de Tucano e, segundo Amaury, era integralmente administrada pelo advogado americano David Spencer, procurador de Ricardo Sérgio de Oliveira. “Está se repetindo agora o mesmo que ocorreu no mensalão: o PT foi procurar um personagem que já operou para o PSDB”, diz Amaury. Ou seja: o Youssef, segundo o jornalista, é o Marcos Valério da Petrobras, uma segunda herança tucana ao PT na seara de malfeitos.

Pela voracidade com que os tucanos têm investido na criação da CPI da Petrobras, Amaury acha que as informações mais apimentadas de um suposto relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Justiça, ainda não vieram à tona. Pelos indícios do apurou, ele aposta, no entanto, que há matéria-prima para desgaste nos dois maiores partidos.

“Estou ansioso para ser chamado à CPI”, afirma Amaury, que diz ter guardado alguns documentos não revelados em “A Privataria Tucana”. O livro, já vendeu mais de 150 mil exemplares, traz também uma revelação que está sendo robustecida pelas novas investigações da Polícia Federal: a participação de doleiros em grandes esquemas de financiamento de tráfico de drogas no atacado.

No livro de Amaury, Youssef é apontado como um profissional eclético. O doleiro atuava, ao mesmo tempo, para tucanos de penas reais e traficantes barra pesada, como Fernandinho Beira Mar ou o bicheiro João Arcanjo Ribeiro, conhecido como comendador. Em Foz do Iguaçú, no rastro da Operação Lava Jato, a Polícia Federal descobriu doleiros financiando operações de alta envergadura no tráfico internacional.

O deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) tentou por duas vezes criar a CPI da Privataria. Delegado da Polícia Federal, o deputado investigou o caso e conhece o doleiro ao ponto de prever que ele fará, mais uma vez, acordo de delação privada para escapar de uma pesada sentença. Youssef estaria “no ponto” para ser ouvido numa CPI.

( Por Vasconcelo Quadros - iG São Paulo)

Fortaleza solicita arbitragem de fora para decisão do Campeonato Cearense

A grande final do Campeonato Cearense não será apitada por arbitragem local. Ao contrário do que aconteceu no primeiro jogo, em que Ceará e Fortaleza não solicitaram árbitro de fora, o Tricolor foi quem teve a iniciativa de pedir que a partida seja comandada por árbitro de outro do Estado.

A Federação Cearense de Futebol (FCF) vai receber as indicações da CBF com o nomes que poderão atuar no Clássico-Rei e o sorteio será realizado às 16h desta quinta-feira (17).

Com a iniciativa de solicitar arbitragem de fora, o Fortaleza será o responsável por arcar com os custos, que giram em torno de R$ 25 mil.

(Esportes O Povo)

‘G0ys’: homens que se relacionam com homens, mas dizem não ser gays

O filme Brokeback Mountain, que narra o amor e envolvimento entre dois homens, seria ótimo, não fosse o fato de haver sexo entre eles. A opinião é dos g0ys, um grupo que nasceu nos Estados Unidos e já se espalha pelo mundo. De acordo com a ideologia deles, homens podem manter relações com pessoas do mesmo sexo desde que não haja penetração. Se, para a maioria das pessoas, um homem que se relaciona com outro é gay, para os g0ys isso não é uma regra. Os integrantes do grupo, que costumam ficar com outros caras, não se consideram homossexuais porque não praticam sexo anal.

Segundo o site Heterogoy.webnode.com, portal brasileiro sobre a ideologia, o tipo de contato que os parceiros têm entre si se resume a “preliminares na visão hétero tradicional, ou brincadeiras sacanas na visão hétero g0y.” Ou seja, vale beijo, masturbação e, eventualmente, sexo oral. Mas, a penetração é rechaçada. O grupo destaca que os g0ys só fazem esse tipo de sexo com mulheres. O site estrangeiro g0ys.org afirma ainda que o processo natural de relação entre pessoas do mesmo sexo foi denegrido pelo movimento gay moderno, por conta do sexo anal e da perversão de alguns grupos e defende que essa filosofia não seja tolerada.

O conceito de g0y, que aos olhos de muita gente é encarado com estranheza, na visão deles é bastante claro. Em uma seção do site sobre “dúvidas frequentes” a pergunta sobre como diferenciar um gay de um g0y é respondida com facilidade:

“O nome composto gay-zero confunde no momento que pode levar à interpretação de que um gay-zero = heterossexual, o que não é verdade, por analogia um guaraná zero, não é aquele que virou fanta, mas apenas um guaraná que foi retirado um único componente, no caso o açucar. No caso dos gays é justamente isso, o gay-zero (ou g-zero) seria um homem que sente atração por outro homem, mas não pratica um dos componentes do mundo gay, um g-zero não é realiza sexo anal durante contatos íntimos masculinos”

A relação entre esses parceiros costuma ser chamada de Bromance, que significa Romance entre Brothers. O grupo permite a afetividade entre homens, argumentando que o comportamento de pessoas do sexo masculinos se amarem e terem relações (com limitações) já era comum na Grécia antiga.

No Heterogoy.webnode.com , o grupo defende que um homem não precisa ser “tigrão”, “machista” ou “animal” para ser homem. Entretanto, a masculinidade é exaltada pelos integrantes e palavras descriminatórias como “baitolice” são encontradas na página. No g0ys.org as palavras de ordem são: Amor, confiança, respeito, discrição e masculinidade.

Nas páginas do grupo na internet, existe até um estatuto, que define o pensamento deles: “G0ys não namoram nem casam com outros g0ys, têm no máximo uma amizade íntima. Casam-se com mulheres. “G0ys são a salvação do “homem de verdade” e, por isso, não permitem qualquer associação com imagens e clichês do mundo gay”.”G0ys criam clubes de relacionamento onde só é permitida a entrada de outros g0ys”.”G0ys não devem se envolver com o universo gay”.”Goys são machistas”.

Ainda segundo o site brasileiro, os g0ys têm até uma bandeira, toda em tons de azul, já que se trata de uma cor considerada masculina.

(Extra Online)

(

Feminicídio: inclusão no Código Penal gera controvérsias

Ana Luiza Albuquerque, via Jornal do Brasil

“É uma tentativa demagógica, meramente simbólica. Na prática não muda nada”, afirma Sandro Sell, advogado e professor de Criminologia, sobre a possível inclusão do crime de feminicídio no Código Penal. O assassinato de mulheres por motivações de gênero estaria caracterizado em situações de violência doméstica e familiar, de violência sexual, de mutilação ou desfiguração da vítima e de emprego de tortura ou qualquer outro meio cruel e degradante. A proposta da nova forma qualificada de homicídio promete pena de 12 a 30 anos. Segundo levantamento do movimento Rio Como Vamos, o número de homicídios de mulheres na cidade do Rio cresceu 6% em 2013, subindo de 118 para 125 casos.

“Estão jogando com a opinião pública. Hoje, se você matar uma mulher por razões de gênero, já existe uma pena de 12 a 30 anos, porque é motivo fútil”, Sell continua. O advogado alerta que a opressão sofrida pela mulher não é causada pela falta de leis. “Está havendo toda essa discussão como se isso fosse resolver o problema da violência contra a mulher, mas a violência não acontece por causa da falta de uma lei. Já existe punição. Se não é aplicada, não é mudando o nome da lei que resolve. Você está dando outro nome e fazendo de conta que isso vai combater a violência”, critica. Segundo o professor, “o problema é muito mais em relação à aplicação da lei e de questões culturais como o machismo”.

Sell destaca, ainda, que a proposta infere que a violência de gênero é só contra a mulher. “E quanto aos homens que se sentem mulheres?”, questiona. O advogado ressalta que a lei não atenderia outras demandas,como as dos grupos LGBTS. “Em vez de se falar de qualificar homicídio por violência de gênero ‘contra a mulher’, eu colocaria ‘contra pessoas’. A mulher continuaria sendo contemplada”, sugere. Ele aponta, em seguida, o que vê como um problema na Lei Maria da Penha. “Na Maria da Penha, quando o pai pratica violência contra a filha, é enquadrado. Quando pratica contra o filho homossexual não. A lei associa o problema do gênero a um único sexo, o que não faz muito sentido”, conclui.

Soraia Mendes, militante feminista, doutora em Direito pela USP e professora de Direito Penal, tem outra visão. “Na realidade, a proposta é mais do que a mera inclusão de uma especificidade em relação à violência doméstica ou o crime de morte, é o reconhecimento da existência de uma situação de violência para a qual não se tem a devida visibilidade nem dados específicos”, explica.

Questionada se o feminicídio seria um motivo fútil, Mendes afirma que sim, mas não apenas. “Sem sombra de dúvidas é um motivo fútil, mas a questão toda está em dar visibilidade para algo obscurecido. Motivo fútil é uma discussão entre dois torcedores de times adversários em um estádio, que acaba resultando em morte. Quando você está tratando de uma situação entre duas pessoas que se comprometeram a entregar a vida um para o outro e o homem, por se sentir superior, resolve tirar a vida daquela mulher, isso não é simplesmente um motivo fútil. É muito mais específico”, defende.

A doutora faz questão de destacar que a proposta da inclusão do feminicídio não significa que a Lei Maria da Penha tenha sido inútil. “Embora a Maria da Penha tenha tomado uma proporção como lei de natureza penal, não é dessa característica. Ela traz todo um complexo de proteção e acolhimento da mulher,está em um compartimento diferente, o de mudança cultural, por falar de um sistema muito amplo”, expõe. “Se fosse seguida à risca, se tivéssemos uma mudança na cultura machista e sexista, se as instituições estivessem comprometidas com a lei, seria um grande passo para que pudéssemos avançar”, completa.

Quanto à crítica em relação à abrangência da proposta, Mendes é clara: “A questão da inclusão de outras minorias é um falso dilema. O que se tem nesse momento do debate parlamentar são diferentes forças se colocando no cenário político para fazer lobby e efetivar suas reivindicações. O movimento feminista está há muito tempo pleiteando o reconhecimento da violência, assim como o movimento LGBTS, então não existe contrariedade”. A professora, contanto, pondera. “Nesse debate público as mulheres pautaram e levaram suas reivindicações, mas claro que todos os que estão em situação de vulnerabilidade têm que receber proteção. O movimento feminista não se opõe a isso de forma alguma. No caso da Maria da Penha,por exemplo, o direcionamento é para mulheres, sejam biológicas ou não. Uma transexual estaria protegida”.

A proposta de inclusão do feminicídio foi aprovada no dia 2 de abril pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, mas precisa, ainda, passar pelo Senado.

*Programa de Estágio do JB

Forbes Brasil mostra força do NORDESTE e destaca Fortaleza

O Nordeste, com ênfase em Fortaleza, foi destaque na última edição da tradicional revista Forbes Billionaires – uma das mais conhecidas publicações mundiais de economia e negócios – com circulação em 24 de março último. A matéria, intitulada “Spotlight on the Northeast”, ou Foco no Nordeste, apresentou a região falando sobre o cenário de crescimento e evidenciou os estados do Ceará e de Pernambuco, sobretudo, pela prosperidade do mercado imobiliário e pelo papel do Complexo Industrial Portuário do Suape, respectivamente. Segundo a revista, o Complexo do Suape, em Pernambuco, é um dos mais poderosos “motores de crescimento” da região Nordeste.

Mais de 100 empresas já abriram negócios na localidade, “o que representa US$ 18 bilhões em investimentos diretos para servir ao maior estaleiro e polo petroquímico do País”, explica a matéria sobre Pernambuco.

Também é enfatizada a rápida expansão dos setores industriais, de agroprocessamento, recursos naturais e o turismo cearenses. Impulsionado pela demanda crescente da região, o mercado imobiliário brasileiro, segundo a publicação, tem visto desde 2008, de acordo com a Forbes Brasil, um incremento significativo nos valores, com 200% de alta estimada nos preços da habitação nacional.

Porfólio

A matéria também ressalta o “extenso portfólio de alta qualidade” que a cidade de Fortaleza carrega no que diz respeito a apartamentos e casas de família.

Foi apoiado neste boom imobiliário que o Grupo BSPar ampliou os negócios, contou à Forbes, o empresário Beto Studart, presidente da empresa.

Segundo ele, que em setembro assumirá a presidência da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), diante do maior poder de compra adquirido pela classe média, enquanto as taxas de emprego no Brasil permanecerem em 95%, o setor de construção civil vai continuar prosperando.

Studart vê a situação da economia cearense como um reflexo da nacional, e por isso, a inflação é preocupante para o setor, já que naturalmente será agregada ao valor dos imóveis e repercutirá em um futuro próximo de decisão das pessoas que estão pensando em comprar alguma propriedade. Segundo acrescenta, esse fato pode dificultar um pouco o cenário, mas não tudo.

“Vejo que a construção está vivendo não um esfriamento, mas a realidade. Tivemos até o momento, um passado de muita euforia, o que também desorganiza o segmento. Agora, mais do que nunca, temos que pensar e ter responsabilidade ao lançar um empreeendimento e, os clientes, na hora de comprar. Vamos lançar projetos ajustados à realidade cearense e nacional”, declara o empresário.

Gente empreendedora

Oportunidades como o Porto do Pecém, os esforços do governo em infraestrutura, a montagem da siderúrgica no Estado, a possibilidade de refinaria no futuro e a transposição das águas do São Francisco – se realmente for concluída -, são citadas pelo empresário como evidências otimistas de crescimento.

Segundo Beto Studart, o Ceará é um Estado diferente “porque tem esse viés de gente trabalhadora, dinâmica e empreendedora”, mas afirma: “Pernambuco está vivendo o sonho que eu quero que nosso Estado viva”, concluiu.

(Diário do Nordeste)

Fortaleza ganhará mais de 800 novas lojas em shoppings até 2015

Já passaram-se 40 anos desde que o primeiro shopping center foi inaugurado em Fortaleza. De lá pra cá, pelo menos outros 23 centros de compras foram lançados somente na Região Metropolitana (RMF). Tamanho crescimento do setor, que conta com a expansão de dois empreendimentos e a construção de outros dois ainda para este ano, mostra a força desse braço do varejo que deve ganhar mais 800 lojas em shoppings da Capital cearense até fim de 2015. Deste total, pelo menos 660 estabelecimentos devem ser inaugurados neste ano. Parte das novas unidades se deve à construção do Shopping RioMar, que contará com 385 novas lojas espalhadas em 94 mil m² de área bruta locável (ABL). Localizado no bairro Papicu, o centro de compras, que deve ficar entre os maiores do Brasil, está com 75% das obras concluídas.

Âncoras e megalojas

De acordo com a assessoria de imprensa do RioMar, o empreendimento contará com 15 lojas-âncora, dez megalojas, 344 lojas satélites, 11 restaurantes, praça de alimentação, 12 salas de cinema, teatro, diversões eletrônicas e boliche, academia de ginástica, além de outros equipamentos. Até o momento, marcas como H. Stern, Magazine Luiza, Casas Bahia, Riachuelo, C&A e Game Station já estão entre as lojas confirmadas. A previsão é que o shopping, que teve investimento de R$ 600 milhões, seja inaugurado em 29 de outubro deste ano.

Ampliação

Outro empreendimento que também deve incrementar no número de estabelecimentos comerciais em Fortaleza é a expansão do Shopping Iguatemi. Com mais de 50% da obra concluídos, a sexta ampliação do centro de compras prevê a abertura de mais 190 lojas em 31,5 mil m² de área bruta locável, o que representa um acréscimo superior a 50% aos atuais 62 mil m².

Mix

Segundo informações do shopping, o cronograma está mantido e a entrega da nova área deve acontecer em novembro de 2014. Entre as novas lojas está a grife de moda masculina do estilista Ricardo Almeida, a marca gaúcha de sapatos Jorge Bischoff, assim como a academia A! Bodytech, que terá 3,5 mil metros quadrados de área. Também estão confirmadas a nordestina Le Biscuit, que ocupará um espaço de 1.800 m² com seus itens voltados para o lar e a cearense Sellene MegaDiet, considerada uma das maiores lojas de produtos nutricionais e dermocosméticos do Brasil. De acordo com o centro comercial, até o momento, 69% de sua área locável já encontram-se reservados mediante contratos.

1º Outlet do Estado

Mais um empreendimento comercial que deve aquecer a economia da Região Metropolitana de Fortaleza é a construção do Outlet Fashion Fortaleza. Orçado em R$ 80 milhões, o primeiro outlet do Ceará já está fase de construção e ficará localizado no município de Caucaia.

O Outlet, que será o segundo do Nordeste, será baseado no modelo internacional, onde produtos de marcas famosas são encontradas em liquidação durante todo o ano. Ao todo, o local irá abrigar 90 lojas de marcas internacionais e nacionais como Nike, Calvin Klein, Mandi, Capodarte, Lacoste, Levi´s, Carmen Steffens, TNG e M. Martan. A previsão é que a obra seja concluída em junho deste ano.

Outros centros de compras

O North Shopping Maracanaú também contará com sua primeira expansão do estabelecimento. Orçada em R$ 100 milhões, a ampliação do centro de compras deve ganhar mais 104 novas lojas no local, ampliando para 160 o número de estabelecimentos do empreendimento. A ampliação deverá ficar pronta em 2015 e deixar o local com 22 mil metros quadrados (m²) de ABL (Área Bruta Locável) – atualmente são 10 mil m². Além disso, outros dois shoppings inaugurados no fim do ano passado, o North Shopping Jóquei e o North Shopping Parangaba, ainda contam com área bruta locável disponível e esperam inaugurar novas lojas nos próximos meses.

Geração de empregos

Pelo menos 11 mil novos postos de trabalho deverão ser gerados com a construção e expansão dos centros de compras da Região Metropolitana. O RioMar estima que 8 mil oportunidades devem ser criadas com a abertura do shopping. O Iguatemi, prevê que 2,5 mil vagas de emprego serão abertas após a ampliação do empreendimento em novembro deste ano. Já o Outlet Fashion Fortaleza deve gerar até 800 oportunidades.

Poder aquisitivo

Para o presidente da Associação dos Lojistas de Shopping Centers do Ceará (Aloshop), Abílio do Carmo, a principal causa os investimentos na região se deve, principalmente ao aumento do poder aquisitivo da nova classe C. “Os empresários enxergaram um novo público para investir. Tanto é, que serão lançadas mais lojas, apesar de boa parte já operar na Capital”. Ele conta que o Estado possui atualmente 34 shopping centers, sendo 24 na Região Metropolitana. “Para o segmento continuar crescendo, será preciso que os investidores migrem para outros municípios do Interior”, ressalta. Ao longo do ano passado, foram inaugurados 38 novos empreendimentos no País, alcançando 495 shoppings em operação no Brasil, em 173 cidades. A Abrasce prevê crescimento de 8,3% nas vendas em 2014 e informa que há atualmente 42 empreendimentos em construção que serão inaugurados neste ano. O número de frequentadores de shoppings no País também saltou de 398 milhões de visitas por mês em 2012 para 415 milhões mensais em 2013, crescimento de 4,2%, aponta a Abrasce.

Zara deve chegar neste fim de ano

Assim como a rede de restaurantes australiana Outback Steakhouse, confirmada na nova expansão do Shopping Iguatemi, a marca espanhola de lojas de roupas e acessórios Zara também deve desembarcar na Capital ainda este ano. A estreia da rede de fast-fashion espanhola, ícone mundial deste tipo de modelo de varejo, também deve ocorrer na ampliação do centro de compras em novembro.

De acordo com a diretora Comercial e Marketing do empreendimento, Juliana Caligiuri, a marca deve ter seu nome divulgado entre as novas lojas da Capital nos próximos meses. “Estamos finalizando os processos de negociação e esperamos em breve anunciar a chegada da grife”. Esta deverá ser a terceira loja da Zara espanhola no Nordeste, caso seu nome seja divulgado no mix de novas lojas do Iguatemi.

Em declaração à imprensa internacional, a Inditex, grupo responsável pela operação da Zara no mundo, afirmou a expectativa de inaugurar 500 novas lojas ao longo do deste ano, seguindo o planejamento estipulado para 2014. Segundo o grupo, em 2013, a Inditex abriu 240 lojas, em 54 diferentes localizações.

Outras novidades

Além da marca espanhola, Fortaleza também deve receber, neste ano, a primeira loja da grife americana Guess no Estado, que também deverá ficar localizada na nova área de expansão do Shopping Iguatemi.

Com informações do site Diário do Nordeste.

Vox Populi: Dilma venceria no 1º turno, com 40%

Pesquisa Vox Populi / CartaCapital realizada entre os dias 6 e 8 de abril revela um cenário estável para a Dilma Rousseff (PT) a cerca de três meses do início da campanha eleitoral. A presidenta oscilou um ponto negativo em relação ao último levantamento, em fevereiro, e aparece como a candidata favorita de 40% dos eleitores. Juntos, os adversários somam 26% das intenções de voto. O cenário para a sucessão, portanto, praticamente não se alterou nos dois últimos meses, apesar do mau humor com a economia e da crise na Petrobras, alvo de embates por uma CPI no Congresso.

Em segundo lugar na pesquisa, o tucano Aécio Neves também oscilou um ponto para baixo. Em fevereiro, era lembrado por 17% dos eleitores. Hoje aparece com 16%. Eduardo Campos (PSB), que durante a semana anunciou a ex-senadora Marina Silva como a pré-candidata a vice em sua chapa, soma 8% (tinha 6% há dois meses). O Pastor Everaldo Pereira, pré-candidato do PSC, tem 2%.

Os pré-candidatos Levy Fidelix (PRTB), Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram. Votos brancos ou nulos somam 15%. O número de eleitores que não sabem em quem votar ou que não responderam a pesquisa é de 18%.

Nesta quinta-feira 17 serão divulgados todos os detalhes da pesquisa CartaCapital/Vox Populi.

Para a pesquisa, o instituto ouviu 2.200 eleitores em 161 municípios. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais. Os detalhes da pesquisa podem ser conferidos na edição impressa de CartaCapital, nas bancas a partir da quinta-feira 17.

 

(Carta Capital)

Feriadão da Semana Santa será de chuvas em todo o Ceará, informa Funceme

Com previsão de ocorrência de chuvas abaixo da média histórica nesta quadra chuvosa de 2014, os cearenses podem aproveitar o feriadão com um clima mais ameno. No feriado prolongado, que une a Semana Santa ao Dia de Tiradentes, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) prevê chuva na Região Centro-Norte do Ceará e possibilidade de precipitações isoladas nas demais regiões do estado. Em Fortaleza, a maior chuva do feriadão deve ocorrer nesta quinta-feira (17), com cerca de 45 milímetros.

De acordo com a meteorologista Dayse Moraes, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) deverá ficar próxima ao Estado, favorecendo a formação de chuvas. A convergência dos ventos faz com que o ar, quente e úmido ascenda, carregando umidade do oceano para os altos níveis da atmosfera, ocorrendo a formação das nuvens.

“Os modelos mostram que esse sistema não oscilará muito, mantendo-se, na maior parte do tempo, próxima ao Estado. Somente entre sexta-feira e sábado [18 e 19 de abril] ele se desloca, diminuindo a intensidade das chuvas, mas, no domingo [20], tende a aproximar-se novamente, favorecendo as precipitações”, explica a meteorologista.

Segundo a Funceme, na quinta-feira (17), deve ocorrer chuva na parte Centro-Norte do Cearáe possibilidade de precipitações isoladas nas demais regiões. Em Fortaleza, a previsão é de nebulosidade variável com chuvas durante a madrugada e início da manhã. No decorrer do dia, sol entre nuvens.

Na sexta-feira (18), a Funceme prevê chuvas menos intensas e isoladas em todas as regiões cearenses. Em Fortaleza, deverão ocorrer chuvas ocasionais entre a madrugada e o início da manhã. No decorrer do dia, céu parcialmente nublado.

A previsão para o sábado (19), é de chuvas menos intensas e isoladas em todas as regiões do  Ceará. No domingo e na segunda-feira (21), a Funceme prevê chuva na parte Centro-Norte do estado e possibilidade de precipitações isoladas nas demais regiões. Em Fortaleza, os dois  últimos dias do feriado devem ser de sol com muitas nuvens durante o dia.

(G1 Ceará)

Fortaleza lidera número de empresas-sede controladoras de filiais externas no Nordeste

Fortaleza é a cidade no Nordeste que possui o maior número de empresas que controlam filiaisem outras cidades – são 1.088 controladoras, valor que ultrapassa Recife (1.046) e Salvador (962). A Capital cearense também lidera na região o número de filiais controladas, com 3.189 filiais, batendo Recife (2.598) e Salvador (2.313) .

A constatação está no estudo Redes e Fluxos do Território: Gestão do Território, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), lançou nesta hoje quarta-feira, 16, com o mapeamento do país do ponto de vista da centralização municipal das ligações entre sedes e filiais de empresas e entre instituições públicas de abrangência nacional.

No total, 48,4% das firmas estão sediadas na região Sudeste. Os níveis de centralidade apontam forte concentração no Centro-Sul e nas capitais litorâneas nordestinas de Salvador, Recife e Fortaleza. 

São Paulo, no primeiro nível da classificação, comanda, através de 9.371 empresas, muitas filiais externas e atrai para o seu território outros 6.894 estabelecimentos.

Segundo a pesquisa, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília são as cidades que concentram as principais redes de gestão do território nacional. 

O estudo envolve sete instituições federais de presença relevante na estruturação territorial do país: Ministério do Trabalho, Secretaria da Receita Federal, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Justiça Federal, tribunais regionais eleitorais, tribunais regionais do Trabalho e o próprio IBGE.

(O Povo)

Veja o que fecha e o que abre em Fortaleza durante o feriado da Semana Santa

De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojasfor), as lojas do comércio de Fortaleza não funcionam nesta Sexta-Feira Santa (18). Na segunda-feira (21), feriado de Tiradentes, os estabelecimentos também estarão fechados. Já neste sábado e domingo (19 e 20), as lojas abrem normalmente.

Supermercados
Segundo a Associação Cearense de Supermercados (Acesu) os supermercados em todo o estado abrem normalmente neste feriado prolongado.

Mercado Central
O espaço do Mercado Central estará fechado nessa sexta-feira (18) e na segunda-feira (21). No sábado, o funcionamento é das 8h às 16h e no domingo, das 8h às 12h. O Mercado Central fica na Rua Alberto Nepomuceno, 199, no Bairro Centro, em Fortaleza.

Postos de Combustíveis
De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado doCeará (Sindipostos) os postos de combustíveis do Ceará funcionam normalmente durante esse feriado prolongado.

Agências bancárias
A Associação de Bancos do Estado do Ceará (Abance) as agências bancárias do estado lembra que as agências não funcionam nesta sexta-feira (18) e nem na segunda-feira (21). Os trabalhos voltam normalmente na próxima terça-feira (22).

Cagece
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) trabalha em regime de plantão neste feriado da Semana Santa e no Dia de Tiradentes. Os clientes podem fazer qualquer reclamação ou solicitação pelo telefone 0800 2750 195. O número funciona 24 horas.

Coelce
A Companhia Energética do Ceará (Coelce) trabalha em regime de plantão nesse feriado. Os clientes podem entrar em contato com a empresa através do telefone 0800 2850196. O número funciona 24h. O contato também pode ser feito pelas redes sociais da Coelce.

(G1 Ceará)

Escuridão nas ruas eleva a insegurança em Fortaleza

Na Avenida Heráclito Graça, são vários os postes que estão sem funcionar, nas proximidades das ruas J. Da Penha, D. Leopoldina e Rodrigues Jr

Nos últimos dias, várias avenidas de Fortaleza vêm sofrendo com a ausência de iluminação pública. Diversos postes ao longo de vias como as avenidas Heráclito Graça, Duque de Caxias e Desembargador Moreira encontram-se sem atividade.

Na avenida Heráclito Graça, alguns postes estão apagados, na altura das ruas J. Da Penha, D. Leopoldina e Rodrigues Jr. “Vários outros postes seguidos estavam sem funcionar até a semana passada. Vieram consertar, depois que algumas pessoas denunciaram. O problema durou por mais de duas semanas”, afirma o aposentado Antônio Gonçalves, morador das redondezas.

Na avenida Duque de Caxias, no Centro, o problema se agrava. Entre as ruas Solón Pinheiro e Assunção, quatro postes estão apagados, deixando o quarteirão inteiro na escuridão. “Já vai fazer 20 dias. Aqui ficou muito mais perigoso do que era antes. Prejudica as pessoas que trabalham e mesmo os alunos que estudam nos colégios próximos. Uma das escolas chegou a colocar um segurança à paisana aqui na parada para tentar melhorar a segurança”, conta Alzira Ponce, 25, auxiliar de tesouraria.

O vendedor Raimundo Aguiar de Moura, que trabalha na parada, conta que várias pessoas já tentaram ligar para a Companhia Energética do Ceará (Coelce) na busca de solucionar o problema. “Na semana passada vieram ajeitar, acenderam um poste, mas, no outro dia, ele apagou novamente. A caixa subterrânea ainda está aberta. Já fiz a reclamação novamente, mas até agora, nada de novo. Mais pra frente outros postes também começaram a apagar. Parece um efeito dominó. A cada dia um novo se apaga”, comenta.

Ainda na Duque de Caxias, os trechos entre as ruas Senador Pompeu e Barão do Rio Branco e na esquina com a rua Tristão Gonçalves, também apresentam postes sem luz.

A avenida Desembargador Moreira, na Aldeota, também traz uma falha grave na iluminação. Os postes apagados iniciam na altura da Praça Portugal e seguem até o cruzamento com a rua Torres Câmara. A Rua Estefânia Mendes Mota, que dá acesso à Avenida Bezerra de Menezes, no bairro São Gerardo, já sofre com os problemas de falta de iluminação há seis meses. “Aqui sempre acontece muitos assaltos. Existe um canal aqui perto onde os ladrões se escondem e o problema piora porque os postes não possuem a manutenção adequada”, conta Alrian Soares, promotora de merchandising.

Outros pontos da cidade, como as avenidas Engenheiro Santana Jr, Sebastião de Abreu, Leste Oeste e trechos dos bairros Cidade 2000, Conjunto Ceará, Presidente Kennedy, Jardim Iracema e Pe. Andrade também têm postes com problemas.

Consultado sobre a situação, o coordenador de Iluminação Pública de Fortaleza, Alfredo Serejo, afirma que todos os casos são problemas pontuais e já estão sendo resolvidos. “Tivemos grandes problemas com as chuvas nas últimas duas semanas, que atingiram nossos circuitos e causaram danos nos equipamentos elétricos. Isso aconteceu tanto em áreas centrais, como nas periferias, mas não temos uma ordem de prioridade para atender os casos. No entanto, trabalhamos para que todos eles sejam resolvidos”, afirma.

Nas avenidas Heráclito Graça, Duque de Caxias e Leste Oeste, Alfredo afirma que os defeitos surgiram por conta do furto de cabos. “Nesses casos, levamos um tempo maior para resolver, pois deixa de ser uma simples manutenção e passa a ser uma obra pública”, diz, acrescentando que está sendo realizada uma investigação para descobrir os envolvidos no delito.

Alfredo Serejo comenta ainda que a mudança da empresa que controla a iluminação pública da capital não possui relação com as falhas no serviço. Após mais de dez anos sob o controle da francesa Citéluz, a Prefeitura de Fortaleza firmou um contrato emergencial com a Alusa Engenharia, empresa de São Paulo.

O contrato emergencial foi uma alternativa para garantir o funcionamento da iluminação pública, enquanto é definido o próximo responsável pelo serviço. O último edital foi lançado em 8 de agosto do ano passado, mas foi questionado pelo Tribunal de Contas do Município (TCM) e pelo Ministério Público do Estado do Ceará, afirmando que o mesmo continha vícios que favorecem a Citéluz.

A própria Citéluz concorreu para a prestação do serviço, que não possuiu edital e recorreu da decisão sobre a contratação da Alusa, que corre o risco de ser suspensa. Como o antigo edital não foi aprovado pela Justiça, a Prefeitura deverá lançar novo processo licitatório neste mês.

(Ranniery Melo, via Diário do Nordeste)

Paciente é assassinado dentro do IJF

Área do IJF que a vítima foi baleada

Um homem entrou no Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, e atirou contra um dos pacientes da unidade. A vítima morreu logo após dar entrada na sala de ressuscitação. 

O autor dos disparos, Filipe Alexandre Aranha Araújo, 19, foi preso em flagrante e levado para o 34º DP. Em depoimento, ele afirmou que o motivo do crime teria sido vingança, já que a vítima teria assassinado seu padrasto. 

A vítima, Lucivando da Silva Lima, 34 anos, já respondia a crimes de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ele estava internado desde a última sexta-feira (11) devido a um acidente de trânsito.

(CNews)

Vatz: Banda de Fortaleza vai abrir show do Guns N’Roses no Recife

Nenhuma banda de Pernambuco vai ter a oportunidade de abrir o show do Guns N’Roses no Recife. Mesmo com a prefeitura do Recife comprando uma cota de patrocínio de R$ 70 mil, a banda de abertura escolhida é do Ceará, a Vatz.

Será a primeira vez que a banda vai tocar no Recife/Olinda. A Vatz faz uma linha pop/rock, com letras em inglês e autorais, apesar de também tocar covers em shows.

Me lembrou a Papaninfa. E aí, gostaram da escolha da Vatz?

(Diário de Pernambuco)

Ministério Público apura denúncia de desvio de verba na Câmara de Fortaleza

O Ministério Público do Estado do Ceará investiga denúncia de desvio de dinheiro público na Câmara Municipal de Fortaleza, envolvendo as verbas de desempenho parlamentar (VDP).

Segundo o promotor Luiz Alcântara, da Procuradoria de Procuradoria de Crimes Contra a Administração Pública (Procap), a investigação abrange o período de 2009 a 2014.

“Está havendo uma investigação, faz alguns meses. Os detalhes eu prefiro não comentar. O Ministério Público abriu investigação visando averiguar se é verídica ou não a denúncia que recebeu. É necessário averiguar como está sendo aplicada a verba de desempenho parlamentar”, disse Alcântara.

Depoimentos

De acordo com o promotor, a apuração está ainda na fase de tomada de depoimentos. Até agora nenhum vereador de foi ouvido – somente servidores da Câmara Municipal cujo trabalho tem relação com as verbas de desempenho. 

Eles estão sendo chamados à Procap para prestar esclarecimentos. “O que não exclui a necessidade de ouvir vereador”, observa o promotor. “A investigação é que vai dizer”, acrescenta.

No biênio 2009-10, o presidente da Câmara era o atual secretário municipal do Turismo, Salmito Filho (Pros). Ele disse que ao O POVOque desconhecia a denúncia e, portanto, não teria o que comentar sobre o assunto.

O vereador Acrísio Sena, presidente no biênio 2011-12, não atendeu às chamadas feitas para o seu telefone celular.

O atual chefe do Legislativo municipal, Walter Cavalcante (PMDB), não iria se pronunciar, segundo informou sua assessoria de imprensa.

A VDP

Cada um dos 43 vereadores de Fortaleza recebe R$ 11.888,64 de salário e R$ 20,2 mil de verba de desempenho parlamentar. Esse dinheiro é reservado para gastos com locação de veículos, combustível, passagens aéreas, material gráfico, entre outras despesas inerentes ao mandato.  

Cada parlamentar recebe ainda R$ 33,45 mil para despesas com assessoria. Somando salário e verbas de desempenho e de assessoria, cada vereador dispõe mensalmente de R$ 65.538.

(Bruno Pontes, O Povo)

Zé Ramalho faz show no aniversário de 288 anos de Fortaleza

O cantor Zé Ramalho é uma das atrações do aniversário de 288 anos de Fortaleza, comemorado no próximo domingo, 13 de abril. A programação musical será no aterro da Praia de Iracema, a partir das 18h. Segundo a Prefeitura de Fortaleza, Zé Ramalho está previsto para subir no palco às 22h e deve relembrar sucessos como “Chão de Giz”, “Avôhai” e “Admirável Gado Novo”.

Além de Zé Ramalho, as outras atrações são Samba de Santa Clara, Nayra Costa, Lídia Maria, Khalil Gibran, Paulo Porto, Aparecida Silvino, Gustavo Portela, Manasses, Ludmila Amaral, Gustavo Serpa e Paula Tesser.

A programação também terá um espaço lúdico para as crianças, que começará a funcionar às 17h, onde vão ter atividades como gincanas, contação de histórias infantis, oficina de desenhos e de brinquedos com material reciclável, pintura facial, circo interativo, palhaços e shows com bandas infantis e brincadeiras diversas.

Exposição
No domingo (13), além da programação no aterro, o Estoril receberá mais uma edição da Feira de Artes. A programação, que será alusiva ao aniversário da cidade, receberá mais de 30 expositores, que trarão trabalhos de artes plásticas, decoração e antiguidades.

Os expositores serão: Ateliê Lana Benigno; Dobras e Desdobras; João Pedro de Juazeiro; Josiele de Castro; Mandalas; Ricardo Fernandes; Vânia Freitas; Metal Home; Pretérito Perfeito; Gil Nadaf; Eurípedes; Art Zion; Arte Artesanato; Arte e Sorriso; Ateliê Bonequinha de Tinta; Bendita Fortaleza; Carla Sales; Cherry Up; Escritório De Crianção Stefany Cardoso; Fortaleza Minimalista; Guarderia dos Meninos; Karine – Efeitos Visuais; Márcio Santos; Maria Vem Com As Outras; MeNah Acessórios; Miss Hide; Loja Sem Paredes; Oficina D.A.D.A; Quadraria; Reutilizace; Rede Empreendedores Culturais; Ricardo Fernandes; Xiquita Bacana; A Fantástica Cozinha da Carol; Que Seja Doce; e Borat.

Também em 13 de abril, haverá o lançamento do livro “Cherrizinho”, de Martine Kunz, no Estoril. Na obra, a francesa narra sua odisseia particular, uma aventura fascinante que a leva das brumosas orlas do litoral francês às turbulentas águas do rio Amazonas; enfrenta a terra calcinada e o sol escaldante dos rincões pernambucanos até a capital do Ceará onde o destino a esperava.

(G1 Ceará)

Pesquisa da ONU reafirma Fortaleza como 7ª cidade mais violenta do mundo

FOTO MONTAGEM: TRIBUNA DO CEARÁ

Fortaleza entrou novamente no 7º lugar do ranking das cidades mais violentas do mundo e no 2º do Brasil. Desta vez, os dados são do “Estudo Global sobre Homicídios 2013”, pesquisa realizada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (Unodc) e divulgada ontem. A conclusão é baseada nos índices registrados no ano de 2012. O estudo denunciou o cenário de 72,81 homicídios por 100 mil habitantes na Capital. Paralelamente, o Ceará assistiu ao aumento de 32,4% na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, entre os anos de 2007 e 2011.

O estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) confirma o que apontou, em janeiro deste ano, o Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, Organização Não-Governamental (ONG) sediada no México. Segundo o relatório divulgado à época, Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo e a segunda do Brasil. O levantamento também considera a taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes. Onze das 30 cidades mais violentas do mundo são brasileiras, segundo a ONU.

O Brasil, portanto, é o país com o maior número de cidades compondo a lista, seguido pelo México, que tem seis cidades no ranking. A realidade do nordeste brasileiro é exposta pelo levantamento. São seis cidades da região que aparecem entre as 30 mais perigosas do mundo. Maceió (AL) vem antes de Fortaleza (ver quadro), sendo a 5ª mais violenta do mundo e a primeira no ranking nacional. Em terceiro lugar na lista do Brasil, aparece João Pessoa (PB), seguida de Natal (RN) e Salvador (BA). Em suma: as quatro cidades mais violentas do País também estão no Nordeste.

Especialista

O panorama apresentado pela ONU é concretizado pela percepção imediata no aumento dos níveis de criminalidade urbana em Fortaleza, segundo Geovani Jacó, coordenador do Laboratório de Estudos da Conflitualidade e da Violência

(Covio), da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

 

“Principalmente, pelas taxas de homicídios e latrocínios”, diz.

Para Jacó, a pesquisa é uma caricatura da capital cearense, onde há duas cidades convergentes. Uma que está na periferia, com déficit de segurança e de condições básicas, como saúde, educação e saneamento. Do outro lado, está uma classe média que tem acesso a todos estes itens e que está vendo a violência cruzar a fronteira da desigualdade. 

 

Saiba mais

 

As 30 cidades mais violentas do mundo, segundo a ONU

1 – San Pedro Sula (Honduras)

2 – Caracas (Venezuela)

3 – Acapulco (México)

4 – Cali (Colômbia)

5 – Maceió (Brasil)

6 – Distrito Central (Honduras)

7 – Fortaleza (Brasil)

8 – Cidade da Guatemala (Guatemala)

9 – João Pessoa (Brasil)

10 – Barquisimeto (Venezuela)

11 – Palmira (Colômbia)

12 – Natal (Brasil)

13 – Salvador (Brasil)

14 – Vitória (Brasil)

15 – São Luís(Brasil)

16 – Culiacán (México)

17 – Guayana (Venezuela)

18 – Torreón (México)]

19 – Kingston (Jamaica)

20 – Cidade do Cabo (África do Sul)

21 – Chihuahua (México)

22 – Victoria (México)

23 – Belém (Brasil)

24 – Detroit (Estados Unidos)

25 – Campina Grande (Brasil)

26 – Nova Orleans (Estados Unidos)

27 – San Salvador (El Salvador)

28 – Goiânia (Brasil)

29 – Cuiabá (Brasil)

30 – Nuevo Laredo (Brasil)

 

Pernambuco, que outrora passou por uma crise na segurança pública, é ressaltado como um estado que observou uma queda nos homicídios no ano em que a pesquisa foi realizada.


O POVO entrou em contato com a SSPDS, que informou, por meio da assessoria de imprensa, que não iria se pronunciar sobre a pesquisa.

(O Povo)

Fortaleza decide hoje, contra Icasa, vaga na final do Campeonato Cearense

Noventa minutos para não desperdiçar um início de ano quase perfeito. Hoje, às 17 horas, no estádio Presidente Vargas, o Fortaleza enfrenta o Icasa pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Cearense. Derrotado no primeiro encontro por 3 a 1, no Romeirão, o Leão precisa de uma vitória a partir de dois gols de diferença para se garantir na grande decisão estadual. Além da briga por título, em jogo também está a tranquilidade do trabalho tricolor para o resto do ano.

Os leoninos foram absolutos até o final da fase de grupos do Estadual. Passaram 25 partidas invictos, assumindo liderança com sobras. O Fortaleza de Marcelo Chamusca chegou perto até de bater recorde de 1978, quando o time passou 26 jogos sem perder. Contudo, foi derrotado no Clássico-Rei na última rodada do hexagonal e também perdeu o confronto inicial das semifinais. Em duas partidas, deixou de ser visto em campo o time de atuações sólidas deste início de 2014.

Para impedir que essa queda de rendimento cause a eliminação – e as consequentes desconfianças da torcida -, o Fortaleza terá de bater um Icasa valente. A equipe do Cariri conta com zaga fortalecida e um ataque perigoso, que foi capaz de vencer o Tricolor de virada em Juazeiro do Norte. A seu favor, o Verdão tem a vantagem de poder perder até por um gol de diferença. Portanto, quem tem a obrigação de atacar no PV é o Leão.

PREPARAÇÃO DOS TIMES

Ontem, no Pici, o grupo do Fortaleza realizou um rachão para encerrar os preparativos visando o confronto contra o Icasa. Robert e Waldison são os destaques do ataque tricolor, que será bastante exigido. No Icasa, o time não deve ter desfalques. O atacante Canga, autor de dois gols no jogo de ida, é a peça alviverde que mais chama atenção para o evento deste sábado.

CEARENSE 2014
FORTALEZA

TÉCNICO: MARCELO CHAMUSCA
FOR: 4-4-2

RICARDO

TIAGO CAMETÁ
EDUARDO LUIZ

MAX OLIVIERA

RADAR

CORRÊA (GUTO)
WALFRIDO

EDINHO
MARCELINHO PARAÍBA

WALDISON
ROBERT
ICASA

TÉCNICO: TARCÍSIO PUGLIESE
ICA: 4-4-2

MAURO

PRETO COSTA

FOGUINHO

FÁBIO LIMA

DOUGLAS

SAMUEL
GUIDIO

BISMARCK
SÉRGIO JR(A PITBULL)

CANGA

ZÉ CARLOS

Local: Estádio Presidente Vargas

Data: 12/04/2014
Horário: 17 horas

Árbitro: Léo Simão
Assistentes: Mardônio Ribeiro e Arnaldo Souza

Ingressos: R$ 30 (arquibancada) e R$ 120
(setor social)

Transmissão: Rádio O POVO/CBN (FM 95.5) e TV Diário

(André Victor Rodrigues, O Povo Online)

Ary Joel deixa presidência do BNB. Assume interinamente Nelson Antônio de Souza

O Banco do Nordeste do Brasil informa que Ary Joel Lanzarin renunciou, por motivos pessoais, ao cargo de presidente da Instituição na tarde desta quinta-feira (3). O cargo será exercido interinamente por Nelson Antônio de Souza, diretor de Estratégia, Administração e Tecnologia da Informação do BNB.

Na presidência do Banco do Nordeste desde setembro de 2012, Ary Joel Lanzarin é funcionário de carreira do Banco do Brasil, onde exerceu a função de diretor de Distribuição da estatal e de Micro e Pequenas Empresas.

No BNB, Ary Joel implementou uma série de melhorias visando conferir à empresa maior competitividade, a exemplo do Projeto de Modernização do Banco do Nordeste, que engloba aspectos como Relacionamento com o Cliente, Crédito, Governança Corporativa e Estrutura Organizacional.

Durante sua gestão, foram inauguradas 70 novas agências e formalizadas parcerias para compartilhamento de terminais de autoatendimento com entidades como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Essa ampliação da rede de atendimento beneficiará, principalmente, mais de 2,8 milhões de microempreendedores, clientes dos programas de microcrédito do BNB (Crediamigo e Agroamigo) em todo o Nordeste.

Com relação ao processo de crédito, as mudanças focaram na eficiência operacional, na agilidade e segurança por meio de medidas que proporcionaram ainda redução de prazos e atendimento mais ágil e personalizado. Outro foco diz respeito à ação intensiva em relação à recuperação e à cobrança de créditos inadimplidos.

Novo Presidente

Nelson Antônio de Souza é diretor de Estratégia, Administração e TI, sendo responsável pelas áreas de Marketing e Comunicação, Logística, Desenvolvimento Humano e Tecnologia da Informação e está no Banco do Nordeste desde julho de 2012.

É funcionário de carreira da Caixa Econômica, onde exerceu de funções operacionais a estratégicas, como superintendente Nacional do FGTS, chefe de Gabinete da Presidência e diretor executivo de Gestão de Pessoas. Nelson de Souza é formado em Letras e Psicologia, e tem MBA em Marketing pelo Instituto de Estudos Empresarias do Rio de Janeiro.

(Via Tribuna Hoje)

Os Melhores Perfumes Masculinos e Femininos de 2014, segundo a Fragrance Foundation

A Fragrance Foundation anunciou os semifinalistas para o 2014 Fragrance Foundation Awards (anteriormente o Fifi Awards), conhecido como o “Oscar da indústria de perfumaria”.

Cada categoria será reduzido a 5 fragrâncias Finalistas no almoço em 11 de abril, e os prêmios finais serão apresentados no dia 16 de junho.

Women’s Luxury

  • Aerin Amber Musk

  • Bond no. 9 Central Park South

  • Bond no. 9 Perfumista Avenue

 

  • Giorgio Armani Privé Rose D’Arabie

 

  • Gucci Guilty Black

 

  • Hermès Jour D’Hermès

 

 
Men’s Luxury

  • Bond no. 9 The Scent of Peace for Him

 

  • Ermenegildo Zegna Essenze Haitian Vetiver

 

  • Gucci Made to Measure

 

  • Maison Martin Margiela Jazz Club

 

  • Tom Ford Rive D’Ambre

 

 

 
Women’s Prestige

 

  • Diptyque Eau Moheli

 

  • Elizabeth Arden Untold

  • Estée Lauder Modern Muse

 

  • Kenzo Flower in the Air

 

  • Lacoste Eau de Lacoste Pour Femme

 

  • Lancôme La Vie Est Belle Légére

 

  • Marc Jacobs Honey

 

  • Nest Fragrances White Sandalwood

 

  • Rihanna Rogue

 

  • Tory Burch Eau de Parfum

 

 

 

 

Men’s Prestige

  • Burberry Brit Rhythm for Men

 

  • Bvlgari Man Extreme

 

  • Calvin Klein Dark Obsession

 

  • Fendi Fan di Fendi Pour Homme

 

  • Givenchy Gentlemen Only

 

  • Jay Z Gold

 

 

  • Lacoste Eau de Lacoste L.12.12 Noir

 

  • Ralph Lauren Polo Red

 

  • Tom Ford Noir

 

  • Versace Eros

Women’s Popular

  • Avon Passion (Avon Products, Inc.)
  • Banana Republic Wildbloom Rouge (Interparfums USA LLC)
  • Gap Established 1969 Bright (Interparfums USA LLC)
  • Justin Bieber The Key (Elizabeth Arden)
  • Katy Perry Killer Queen (Coty)
  • Our Moment One Direction (Elizabeth Arden)
  • Victoria by Victoria’s Secret (Victoria’s Secret)

Men’s Popular

  • Banana Republic Wildblue Noir (Interparfums USA LLC)
  • Derek Jeter Driven Rush (Avon Products, Inc)
  • Gap Established 1969 Electric (Interparfums USA LLC)
  • James Bond 007 Ocean Royale (P&G Prestige Products)
  • Nautica Voyage N-83 (Coty)
  • Perry Ellis for Men (Falic Fashion Group)
  • Perry Ellis Spirited (Falic Fashion Group)
  • Reserve by Original Penguin (Falic Fashion Group)
  • Victoria by Victoria’s Secret Very Sexy Platinum for Him (Victoria’s Secret)

Indie Fragrance

  • By Kilian Playing with the Devil
  • D.S. & Durga Isle Ryder
  • D.S. & Durga Pale Grey Mountain, Small Black Lake
  • Le Cherche Midi No. 06
  • Le Cherche Midi No. 28
  • Le Cherche Midi No. 35
  • Olfactive Studio Lumiere Blanche
  • Ramón Monegal Impossible Iris
  • Raw Spirit Bijou Vert
  • Thirdman Eau Nomade

Perfumista Carlos Benaïm receberá prêmio Lifetime Achievement de Perfumista do Ano.

via http://www.operfumistico.com.br/2014/03/fragrance-foundation-2014-semifinalistas.html

Gênero sexual “neutro” é reconhecido pela Suprema Corte da Austrália

A mais alta corte da Austrália reconheceu, nesta terça-feira (1), que uma pessoa pode ser legalmente reconhecida por um gênero neutro, além de masculino e feminino.

“A Suprema Corte reconhece que uma pessoa pode não ser nem do sexo masculino, nem do sexo feminino, e permite, assim, o registro do sexo de uma pessoa como ‘não especificado’”, disse, em julgamento unânime, que rejeitou a apelação feita pelo estado de New South Wales para que fossem reconhecidos apenas os sexos masculino e feminino.

O caso foi centrado numa pessoa chamada Norrie – que não se identifica nem como sendo do sexo masculino nem do sexo feminino. Ela entrou com um processo na justiça australiana para que um gênero neutro fosse introduzido no país.

Norrie, que se apresenta apenas pelo primeiro nome, nasceu como homem e passou por uma cirurgia de mudança de sexo em 1989 para se tornar uma mulher.

A cirurgia, contudo, não conseguiu solucionar identidade sexual ambígua de Norrie, impulsionando sua luta pelo reconhecimento de um novo gênero, não tradicional.

A militante pela igualdade sexual virou manchete em todo o mundo em fevereiro de 2010, quando um registro no departamento de Nascimentos, Mortes e Casamentos do estado de New South Wales aceitou que “sexo não especificado” poderia ser usado para Norrie.

Mas logo após a decisão foi revogada pelo departamento, alegando que o certificado era inválido e tinha sido emitido por um erro. À época, Norrie disse que a decisão foi como ter sido “socialmente assassinada”.

O caso gerou uma série de processos que resultaram na decisão da Corte de Apelação de New South Wales em reconhecer Norrie como tendo um gênero neutro em 2013. Essa decisão foi apoiada pela Suprema Corte australiana nesta terça-feira.

“Agradecemos a decisão. Esperamos que a imprensa respeite a diferença entre transgêneros e transsexuais e identifiquem o gênero de Norrie como ‘não específico’”, afirmou a organização internacional Intersex International Austrália.

(G1 Mundo)

Exploração sexual infantil em Fortaleza vira reportagem na Rede CNN

Em decorrência da proximidade da Copa do Mundo no Brasil, a rede internacional de notícias americana CNN citou nessa quarta-feira, 2, a situação do turismo sexual voltado para a exploração de crianças e adolescentes em Fortaleza. A reportagem começa descrevendo o cenário nos arredores do castelão, e classifica a cidade como um ”imã para o turismo sexual”. 
A equipe conversou com agentes sociais que explicaram que desde de que o país foi eleito como sede do Mundial, o governo tem tentado diminuir a prática entre menores de idade, já que para os maiores de dezoito anos a prostituição é legalizada no Brasil. De acordo com a CNN, a policia local se recusou a dar entrevistas e expôs críticas da população de que as autoridades não estão procurando soluções para o problema, mas que estão apenas o tirando o foco das crianças e adolescentes explorados sexualmente.
Um dos fatores apontados como causa da exploração foi a grande difusão de pobreza na região. Foram entrevistadas meninas que começaram a se prostituir entre doze e dezessete anos de idade,em alguns casos por consideraram um dinheiro fácil e em outros as vítimas são encaminhadas pelos próprios pais. A promotora de justiça Antonia Lima Sousa, explanou que estas meninas vem de uma cultura extremamente pobre, de exclusão social, onde há um grande desrespeito pelas mulheres. São exibidos também, projetos sociais de escolaridade básica e treinamento profissional direcionado a meninos e meninas vítimas de exploração sexual.

(O Povo Online)

 

 

 

Teatro Carlos Câmara, no Centro de Fortaleza, retoma programação musical

Foto: Divulgação

O Teatro Carlos Câmara, reaberto no dia 27 de março no Centro de Fortaleza, retoma a programação musical nesta quinta-feira (3) com o show do cantor e compositor Lúcio Ricardo, às 18h30. De acordo com a Secretaria de Cultura do Ceará, o teatro terá todas as quintas-feiras shows musicais gratuitos.

Lúcio Ricardo foi um dos artistas que se apresentou no espaço ainda na década de 80. Décadas depois, retorna ao Teatro Carlos Câmara para mostrar canções de sua autoria e releituras de músicas brasileiras de diferentes contextos, com destaque para a Jovem Guarda e a música romântica. O artista estará acompanhado dos músicos Mimi Rocha (guitarra, violão e arranjos) e Herlon Robson (teclado e sintetizadores).

Lúcio Ricardo se apresenta nas duas primeiras quintas-feiras de abril. Nas duas outras quintas-feiras do mês, dias 17 e 24 de abril, sempre às 18h30, o show será da cantora e compositora Lorena Nunes quando vai apresentar a pré-estreia do seu novo show “Ouvi Dizer que Lá Faz Sol”. O repertório é  integralmente dedicado aos compositores cearenses contemporâneos, garimpado ao longo de oito meses de desenvolvimento de um projeto selecionado e patrocinado pelo Porto Iracema.

Teatro Carlos Câmara

Antes conhecido como Teatro da Emcetur, o atual Teatro Carlos Câmara foi inaugurado em 1974, na gestão do governador Cesar Cals. O espaço recebia então jovens companhias teatrais e cantores, compositores e instrumentistas cearenses, além de atrações nacionais.

Fechado desde 1994, o teatro foi reinaugurado em 5 de setembro de 2012, pelo governador Cid Gomes, com o novo nome de Teatro Carlos Câmara. O espaço passou por uma reforma com ampliação da plateia, com a construção de um segundo piso (capacidade total para 368 espectadores) e acessibilidade. Depois de dois anos, o teatro volta à comunicade artística com a reaberturas das atividades no local.

Serviço:
Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454, Centro). Programação musical em abril. Shows com Lúcio Ricardo (dias 3 e 10) e Lorena Nunes (dias 17 e 24), sempre a partir das 18h30. Entrada franca. Informações: 3101-6763

(G1 Ceará)

Empresários que apoiaram o Golpe Militar e construíram grandes fortunas

 

Luiz Carlos Azenha, 
no Viomundo

Com mestrado na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo sobre os empresários e o golpe de 64 e em fase de conclusão do doutorado sobre os empresários e a Constituição de 1988, o professor Fabio Venturini esmiuçou os detalhes de “como a economia nacional foi colocada em função das grandes corporações nacionais, ligadas às corporações internacionais e o Estado funcionando como grande financiador e impulsionador deste desenvolvimento, desviando de forma legalizada — com leis feitas para isso — o dinheiro público para a atividade empresarial privada”. Segundo o pesquisador, é isto o que nos afeta ainda hoje, pois os empresários conseguiram emplacar a continuidade das vantagens na Carta de 88.

Em artigo no site Viomundo, Venturini cita uma série de empresários que se deram muito bem durante a ditadura militar, como o banqueiro Ângelo Calmon de Sá (ligado a Antonio Carlos Magalhães, diga-se) e Paulo Maluf (empresário que foi prefeito biônico, ou seja, sem votos, de São Paulo). Na outra ponta, apenas dois empresários se deram muito mal com o golpe de 64: Mário Wallace Simonsen, um dos maiores exportadores de café, dono da Panair e da TV Excelsior; e Fernando Gasparian. Ambos eram nacionalistas e legalistas. A Excelsior, aliás, foi a única emissora que chamou a “Revolução” dos militares de “golpe” em seu principal telejornal.

Sobre as vantagens dadas aos empresários: além da repressão desarticular o sindicalismo, com intervenções, prisões e cassações, beneficiou grupos como o Ultra, de Henning Albert Boilesen, alargando prazo para pagamento de matéria prima ou recolhimento de impostos, o que equivalia a fazer um empréstimo sem juros, além de outras vantagens. Boilesen, aliás, foi um dos que fizeram caixa para a tortura e compareceu pessoalmente ao DOI-Codi para assistir a sessões de tortura. Foi justiçado por guerrilheiros.

Outros empresários estiveram na mira da resistência, como Octávio Frias de Oliveira, do Grupo Folha, que apoiou o golpe. Frias e seu sócio Carlos Caldeira ficaram com o espólio do jornal que apoiou João Goulart, Última Hora, além de engolir o Notícias Populares e, mais tarde, ficar com parte do que sobrou da Excelsior. Porém, o que motivou o desejo da guerrilha de justiçar Frias foi o fato de que o Grupo Folha emprestou viaturas de distribuição de jornal para campanas da Operação Bandeirante (a Ultragás, do Grupo Ultra, fez o mesmo com seus caminhões de distribuição de gás). Mais tarde, a Folha entregou um de seus jornais, a Folha da Tarde, à repressão.

“Se uma empresa foi beneficiada pela ditadura, a mais beneficiada foi a Globo, porque isso não acabou com a ditadura. Roberto Marinho participou da articulação do golpe, fez doações para o Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais (Ipes, que organizou o golpe). O jornal O Globo deu apoio durante o golpe. Em 65, o presente, a contrapartida foi a concessão dos canais de TV, TV Globo, Canal 4 do Rio de Janeiro e Canal 5 São Paulo”, disse Fabio Venturini.

Globo lucrou
Ainda segundo o pesquisador, “na década de 70, porém, a estrutura de telecomunicações era praticamente inexistente no Brasil e foi totalmente montada com dinheiro estatal, possibilitando entre outras coisas ter o primeiro telejornal que abrangesse todo o território nacional, que foi o Jornal Nacional, que só foi possível transmitir nacionalmente por causa da estrutura construída com dinheiro estatal. Do ponto-de-vista empresarial, sem considerar o conteúdo, a Globo foi a que mais lucrou”.

Já que em 1985, no ocaso da ditadura, “Roberto Marinho era o dono da opinião pública”, acrescentou o professor.

Segundo Fabio Venturini, na ditadura imposta a partir de 1964 os militares se inspiraram na ditadura de Getúlio Vargas. Lembra que, naquela ditadura, o governo teve vários problemas para controlar um aliado, o magnata das comunicações, Assis Chateaubriand.

“No golpe de 64 o Assis Chateaubriand já estava doente, o grupo Diários Associados estava em decadência. O Roberto Marinho foi escolhido para substituir Assis Chateaubriand. Tinha o perfil de ser uma pessoa ligada ao poder. Tendo poder, tendo benefício, ele estava lá. A Globo foi pensada como líder de um aparato de comunicação para ser uma espécie de BBC no Brasil. A BBC atende ao interesse público. No Brasil foi montada uma empresa privada, de interesse privado, para ser porta-voz governamental. Se a BBC era para fiscalizar o Estado, a Globo foi montada para evitar a fiscalização do Estado. Tudo isso tem a contrapartida, uma empresa altamente lucrativa, que se tornou uma das maiores do mundo (no ramo)”, afirma.

Venturini fala, ainda, em pelo menos dois mistérios ainda não esclarecidos da ditadura: os dois incêndios seguidos na TV Excelsior, em poucos dias, e a lista dos empresários que ingressaram no DOI-Codi para ver sessões de espancamento ou conversar com o comandante daquele centro de torturas, Carlos Alberto Brilhante Ustra. Ele comenta a tese, muito comum na Folha de S. Paulo, de que houve um contragolpe militar para evitar um regime comunista, o que chama de “delírio”.

Venturini também fala do papel de Victor Civita, do Grupo Abril, que “tinha simpatia pela ordem” e usou suas revistas segmentadas para fazer a cabeça de empresários, embora não tenha conspirado. Finalmente, explica a relação dos empresários com as nuances da ditadura pós-golpe. Um perfil liberal, pró-americano, em 64; um perfil ‘desenvolvimentista’, mais nacionalista, a partir de 67/68.

(Fonte: Viomundo)

Supremo fez um imenso favor ao PSDB e deu um péssimo exemplo ao Brasil

Por

Favor supremo

O Supremo Tribunal Federal fez um imenso favor ao PSDB. Livrou Eduardo Azeredo, do PSDB-MG, de responder, perante o STF, pelos crimes de que é acusado, no chamado “mensalão tucano”.

Alívio para o réu e seu candidato, Aécio Neves. Eles podem comemorar, quem sabe, com um vinho da mesma marca que Merval Pereira e Carlos Alberto Sardenberg apostaram, na CBN, em tom de chacota, para se enebriar com a prisão dos petistas. “Tim-tim”! Um brinde aos dois pesos e duas medidas.

Comparada à fúria com que tratou os petistas na Ação Penal 470, a sessão que tirou Azeredo da reta do Supremo marcou a volta da tranquilidade e da troca de gentilezas às quais a Suprema Corte já parecia desacostumada.

Ninguém bateu boca, ninguém insultou ninguém. Nada como um julgamento de tucano para que os ministros do STF demonstrem que todos estão entre amigos, e o quanto suas excelências são homens cordiais, e não chefes de capangas. Águas passadas, pelo menos, até que apareça outro petista na reta.

Em ano eleitoral, a decisão vale ouro. O STF aliviou para Azeredo, que viu seu processo voltar à estaca zero. Agora, vai responder perante um juiz de primeira instância. Depois, poderá recorrer indefinidamente, até ver sua ação retornar, mais uma vez, ao Supremo.

Quando isso acontecer, muitos dos atuais ministros não mais estarão por lá. Os remanescentes, com mais cabelos brancos, ou cabelo algum, terão que reavivar a memória ou fazer um Google para relembrar quem é Azeredo e o que disseram a seu respeito.

Aécio e o PSDB, ao contrário do que aconteceu com o PT, enfrentarão as urnas sem um condenado enclausurado para ser utilizado pela campanha adversária. Melhor, impossível.

Péssimo exemplo para a Justiça brasileira

O inquérito e a ação penal contra Azeredo tornaram-se um péssimo exemplo para a Justiça brasileira. Para quem dizia que a AP 470 era um divisor de águas, a ação penal contra Eduardo Azeredo foi uma ducha de água fria.

As denúncias contra o tucano vieram à tona no mesmo ano de 2005 e pelo mesmo Marcos Valério, pivô do escândalo contra os petistas. Tudo na mesma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito, a CPMI “dos Correios”.

Por alguma razão misteriosa, enquanto a PGR autuou o inquérito contra os petistas em 2007, o de Azeredo só foi providencialmente enviado em 2009.

Agora é tarde para julgar Azeredo

O então Procurador, Roberto Gurgel, demorou quatro anos para constatar o óbvio: que o mensalão tucano “retrata a mesma estrutura operacional” e “envolve basicamente as mesmas empresas do grupo de Marcos Valério e o mesmo grupo financeiro (Banco Rural)” que estavam presentes na AP 470. Quatro anos para se chegar a essa conclusão banal merecem um sorvete na testa.

A única diferença substancial entre os dois escândalos era justamente o tempo. As acusações contra Azeredo eram do século passado. Se referiam à sua campanha a governador em 1998.

Tivesse Gurgel dado prioridade à acusação mais antiga, os principais crimes de que Azeredo é acusado não estariam prescritos.

No STF, o inquérito contra Azeredo virou a Ação Penal 536. Seu primeiro relator foi ninguém menos que Joaquim Barbosa.

Barbosa, sem alarde, sem esbravejar, declarou Azeredo livre do crime de formação de quadrilha “até mesmo porque já estaria prescrito pela pena em abstrato”, disse no voto em que se desmembrou aquele processo.

Azeredo também está livre de ser julgado por corrupção ativa e corrupção passiva. Tudo prescrito, graças à demora da Procuradoria e ao “cochilo” do STF.

Contra o tucano, ninguém gritou pela urgência dos prazos, ao contrário do que fez Gilmar Mendes com Joaquim Barbosa, publicamente acusado de demorar demais a trazer os petistas a julgamento.

Sobre Azeredo, apareceu um Joaquim Barbosa de cabeça baixa e discurso modorrento, que esboçou uma desavença meramente protocolar com a decisão de tirar  do Supremo o julgamento desse acusado.

Barbosa, mais uma vez, jogou para a plateia, sem antes sonegar um fato tão concreto quanto seu apartamento em Miami: o julgamento de Azeredo, seja onde for, não levará a nada.

A impunidade já está sacramentada, em grande medida, com o festival de prescrições que o ex-Procurador e o Supremo lhe deram de presente. Belo trabalho.

Critério claro e cristalino

Foi uma tarde triste para o Supremo, mas Joaquim Barbosa sequer se deu ao trabalho de franzir a testa. Nem gastou sua saliva para cuspir uma única diatribe.

De maneira patética, a maior parte da sessão que livrou Azeredo foi gasta com a tentativa de se dizer que haverá algum critério para novos julgamentos em que acusados renunciem a seus mandatos. Critério?

Marco Aurélio Mello foi o primeiro a reagir que não se pode obrigar os ministros do Supremo a decidirem sempre do mesmo jeito.

Luís Roberto Barroso pediu, encarecidamente, a compreensão de todos para se dar uma resposta à opinião pública. Como explicar que se julgou os petistas de um jeito, e os tucanos, de outro? Como evitar que isso seja considerado um casuísmo? Impossível. Casuísmo feito, casuísmo é.

Resultado? A sessão acabou sem se definir critério algum. Para contribuir com a discussão, Joaquim Barbosa reclamou que estava atrasado para um evento.

Assim sendo, o único e verdadeiro critério já está claríssimo. Só não vê quem não quer. Para ser condenado, o réu tem que ser filiado ao PT, de preferência, ou ter sido apoiador de algum de seus governos.

Enquanto isso, os tucanos colecionaram mais um caso em que foram acusados de inúmeros crimes, mas tudo ficou por isso mesmo.

(*) Antonio Lassance é cientista político.

Moda e militância: conheça história da estilista Zuzu Angel

O dia 1º de abril, aniversário de 50 anos do golpe militar, marca a abertura da exposição em homenagem à estilista Zuzu Angel, chamada Ocupação Zuzu, no Itaú Cultural, em São Paulo. E a escolha da data não é à toa. Zuzu sofreu a perda do filho, Stuart Angel, preso e morto pelo regime militar, e isso fez com que usasse seu trabalho como forma de protesto ao exibir estampas que faziam referência ao momento vivido pelo País. A mostra tem como um dos apoiadores o São Paulo Fashion Week, que começa no dia 31 de março e conta com desfile-performance em homenagem à estilista, coordenado pela estilista Karlla Girotto.

O estilista Ronaldo Fraga, em 2001, trouxe à passarela do SPFW uma coleção inspirada em Zuzu Angel. Com modelos com aréola de anjo passando em meio a grandes bonecos pendurados em um pau-de-arara imaginário, emocionou a plateia ao recontar a trajetória da estilista e relembrar o contexto histórico em que ela viveu. “Ainda adolescente e sem nenhuma pretensão em me envolver com o mundo da moda, tive o primeiro contato com a história da Zuzu Angel ao ler um livro do Zuenir Ventura. Impressionou-me muito o fato de uma costureira – sim, é assim que ela preferia ser chamada - ter denunciado de forma surpreendente e forte com a moda o que muitos intelectuais não tinham conseguido com os vetores tradicionais de cultura. Talvez ali, pela primeira vez, eu, um jovem que vivia em passeatas de protesto contra a ditadura, tenha olhado a moda com respeito pela primeira vez”, disse Fraga ao Terra.

Zuleika Angel Jones, conhecida como Zuzu Angel, nasceu em 5 de junho de 1921, em Curvelo, Minas Gerais. Montou uma pequena oficina de costura em sua casa e passou a criar seus próprios modelos, acessórios, estampas e bolsas. Construiu carreira internacional, principalmente nos Estados Unidos e, com seu sucesso, chegou a dizer “eu sou a moda brasileira”. Suas criações tinham características baseadas no tropicalismo, com estampas de chita, vestidos inspirados em Maria Bonita e Lampião, estampas de anjinhos sobrevoando as nuvens, pássaros e florais. Apostava em vestidos, saias e blusas volumosas com modelagem bem simples, como as “mulheres rendeiras” da zona rural brasileira.

No auge da alta-costura, na década de 1960, criava modelos personalizados para artistas e para a sociedade, mas também começou a elaborar vestidos repetidos, dando a ideia do pret-à-porter. Nos anos 70, fezlingeries, camisolas e babydolls. Os vestidos de noivas tinham pedrarias preciosas brasileiras, bordados à mão, rendas do norte e rendões nordestinos tingidos à mão com seda. Na passagem dos anos 60 para os 70, no auge da sua criação, Zuzu sofreu a perda de Stuart, militante do MR8, e tornou a busca pelo corpo do filho sua grande militância, mas não abandonou a carreira, produzindo peças com teor crítico ao regime.

Zuzu passou a usar apenas o preto do luto, mas criou estampas cada vez mais coloridas. Em 1971, apresentou desfile de protesto em Nova York, nos Estados Unidos, na casa do cônsul brasileiro na cidade. Morreu na madrugada de 14 de abril de 1976, aos 54 anos, em um acidente de carro no Rio de Janeiro, na Estrada da Gávea, à saída do Túnel Dois Irmãos, hoje batizado com seu nome. Anos depois, concluiu-se que foi assassinada pelo regime militar, assim como seu filho. “Acredito que, em tempos desmemoriados, é de extrema importância manter viva a memória e o legado de alguém que, como Zuzu, foi única na moda nacional e talvez até na moda mundial. Nesta época incerta, que absurdamente há quem fale na volta da militarização, é importante lembrar também deste passado negro na história da democracia brasileira”, completou Fraga.

Exposição
A exposição no Itaú Cultural apresenta cerca de 400 itens, entre vestidos, croquis, documentos, objetos, fotos e cartas endereçadas por Zuzu a personalidades brasileiras e estrangeiras, militares, congressistas americanos, artistas e intelectuais, na busca pelo filho preso e assassinado pelo regime militar brasileiro. “Um prazer e uma delicadeza da vida me proporcionar um trabalho tão lindo: reproduzir algumas réplicas de looks desfilados por Zuzu, montar um desfile e trazer os principais estilistas da moda brasileira para homenageá-la”, escreveu no Facebook a estilista Karlla Girotto, que organiza a performance marcada para o primeiro dia de evento. Estima-se a participação de 20 estilistas.

Período: 1° de abril a 11 de maio
Horário: no dia 1° de abril, das 9h às 17; de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h; e sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Valor: entrada franca
Endereço: Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô, São Paulo – SP
Telefone: (11) 2168-1776/1777

(Patricia Zwipp, via Portal Terra)

Burger King terá Dia da Batata de Graça no Brasil, dias 09 e 10 de abril

Divulgação/Burger King

São Paulo – No começo de abril, o Burger King do Brasil mudou a batata-frita em seu cardápio. A versão antiga foi trocada pelas “Bigotatas”, que prometem ser maiores, mais grossas e mais crocantes, de acordo com a rede de fast-food. 

Para promover o lançamento do novo produto, o restaurante anunciou o Dia da Batata de Graça, nos dias 9 e 10 de abril, em todos os restaurantes da rede no país. Segundo a marca, a expectativa é distribuir duas milhões de porções.

Para participar, os consumidores devem acessar osite da ação, realizar um cadastro e imprimir um voucher. É possível ainda tirar uma foto com um bigode virtual de batata no aplicativo disponível na página na internet. Quem optar pela inscrição com foto terá direito a duas porções de fritas. Para retirar o brinde não é necessário comprar nenhum produto adicional.

A mudança no sabor aconteceu após pesquisas realizadas com clientes, explica Ariel Grunkraut, diretor de marketing da marca no Brasil. Nos questionários, 83% apontaram as batatas como seus acompanhamentos preferidos. “Vimos uma grande oportunidade para oferecer um produto diferente e melhor. As novas batatas são uma grande mudança para a rede”, diz. 

(Mirela Portugal, Exame Online)

Banco é condenado ao pagamento de R$ 300 mil por dano moral coletivo

A Justiça julgou procedente ação proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Várzea Grande, e condenou o Banco do Brasil ao pagamento de R$ 300 mil a título de dano moral coletivo por descumprimento da “Lei da Fila”.

O dinheiro será revertido ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor.    De acordo com a sentença, a instituição bancária deverá promover as adequações necessárias para que os consumidores sejam atendidos no prazo máximo de 15 minutos em dia normais e 30 minutos em véspera e um dia depois de feriado.

Nos bilhetes de senhas deverão constar impresso os horários de retirada e do efetivo atendimento.

Segundo o promotor de Justiça Rodrigo de Araújo Braga Arruda, também foi estabelecido ao banco que providencie em todas as agências localizadas na cidade assentos nos locais de espera pelo atendimentos dos caixas em número compatível com a demanda de clientes. “Pelo menos 10 cadeiras para atendimento prioritário aos idosos, gestantes, acidentados e para pessoas com deficiência e com criança de colo deverão ser oferecidas”, explicou o promotor de Justiça.

As agências deverão, ainda, disponibilizar, durante o expediente bancário, atendentes para orientar os consumidores e garantir nos caixas eletrônicos o respeito ao direito de preferência das pessoas deficientes, idosas, lactantes e acompanhadas de criança de colo. A estrutura física também deverá ser melhorada. Além de banheiros masculino e feminino, deverão ser disponibilizados bebedouros com copo descartável e estacionamento gratuito.    “Os pedidos do Ministério Público foram todos acatados. A Justiça não acolheu os argumentos apresentados pela defesa do Banco do Brasil em relação a suposta inconstitucionalidade da Lei Municipal 2.757/2005 que dispõe sobre o assunto.

A justificativa de que o banco encontraria limitações para adequar o seu quadro de funcionários, bem como efetuar as instalações materiais necessárias nas agências, por integrar a administração indireta, também foi refutada”, explicou o promotor de Justiça.

http://www.24horasnews.com.br

Tasso lidera pesquisa do Ibope para o Senado; Inácio Arruda aparece em segundo

O ex-senador Tasso Jereissati lidera a corrida ao Senado em todos os cenários da primeira pesquisa Ibope realizada no Ceará e divulgada nesta quarta-feira (02).

Veja os números:

Cenário I

Tasso Jereissati – 47%
Inácio Arruda – 22%
José Guimarães – 5%
Geovana Cartaxo – 3%
Branco/Nulo – 13%
Não Sabe/Não respondeu 10%

Cenário II

Tasso Jereissati – 49%
Inácio Arruda – 22%
Luizianne Lins – 5%
Geovana Cartaxo – 2%
Branco/Nulo 12%
Não Sabe/Não respondeu – 10%

A pesquisa foi contratada pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro(PMDB) nacional registrada no Tribunal Regional Eleitoral(TRE) sob o protocolo Nº CE-00002/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-00059/2014. 

Via http://www.cearanews7.com.br

Eunício Oliveira lidera pesquisa Ibope; Luizianne é a mais forte concorrente

O senador Eunício Oliveira(PMDB) lidera todos os seis cenários na primeira pesquisa Ibope ao Governo do Ceará. Seus índices variam entre 39% quando enfrenta a candidatura da ex-prefeita Luizianne Lins ( com 11%) a 42% quando o seu concorrente é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque que obtém 4% ou a secretaria de Educação que te, o pior desempenho nessa avaliação com 0%.

Entre os seis possíveis adversários de Eunício Oliveira – dois do PT(Luizianne Lins) e Camilo Santana que conseguiu 4% no embate contra o senador do PMDB. Quatro são do PROS: vice-governador Domingos Filho, deputados Mauro Filho e Zezinho Albuquerque e Izolda Cela. Luizianne é a que tem o maior percentual. Porém é também a mais rejeitada com 27%. Em segundo lugar vem Mauro Filho com 9%, seguido empatados com 5% Camilo e Domingos Filho. Zezinho vem logo atrás com 4%. 
  
O Ibope realizou a primeira pesquisa para a corrida eleitoral ao Governo do Ceará entre os dias 22 a 25 de março. Foram ouvidos 812 eleitores em todo o Estado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 

O nível de confiança da enquete é de 95% e a pesquisa foi contratada pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro(PMDB) nacional registrada no Tribunal Regional Eleitoral(TRE) sob o protocolo Nº CE-00002/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-00059/2014. 

Via http://www.cearanews7.com.br

Indenizações trabalhistas são isentas de imposto de renda?

Resposta de Eliana Lopes*:

Os valores recebidos de processos trabalhistas são considerados RRA – Rendimentos Recebidos Acumuladamente e devem ser informados nesta ficha na Declaração de Ajuste Anual.

Deve-se verificar a natureza dos rendimentos para saber se são tributáveis ou não. Assim, do valor total que foi recebido, é preciso separar os que são rendimentos tributáveis e os isentos. Por exemplo, são considerados:

Rendimentos tributáveis: salário, férias, décimo terceiro salário.

Rendimentos Isentos: FGTS e Verbas indenizatórias.

Os honorários advocatícios poderão ser excluídos dos rendimentos recebidos, sendo proporcionalizados entre os rendimentos tributáveis e os isentos.

Na ficha Pagamentos Efetuados, informe o valor total correspondente aos honorários dos advogados sob o código 61.

Os rendimentos recebidos acumuladamente, a partir de 28 de julho de 2010, relativos a anos-calendários anteriores ao do recebimento, serão tributados exclusivamente na fonte, no mês do recebimento, separados dos demais rendimentos recebidos no mês, quando decorrentes de rendimentos do trabalho.

Aplica-se esse tipo de tributação, inclusive, aos rendimentos decorrentes de decisões das Justiças do Trabalho, Federal, Estaduais e do Distrito Federal; sendo que devem abranger tais rendimentos o décimo terceiro salário e quaisquer acréscimos e juros deles decorrentes.

O imposto será retido pela pessoa física ou jurídica obrigada ao pagamento ou pela instituição financeira depositária do crédito. O desconto será calculado sobre os rendimentos pagos, mediante utilização de tabela progressiva resultante da multiplicação da quantidade de meses a que se referem os rendimentos pelos valores constantes da tabela progressiva mensal correspondente ao mês do recebimento ou crédito.

Assim, na ficha Rendimentos Recebido Acumuladamente, faça opção pela Tributação Exclusiva na Fonte. Preencha a ficha com o nome e CNPJ ou CPF da fonte pagadora, total dos rendimentos tributáveis, imposto retido na fonte, data do recebimentos e o número de meses (período ao qual se refere o processo).

Lembrando que nessa ficha, deve ser exluído o valor correspondente aos honorários advocatícios do valor dos rendimentos tributáveis.

A parte não tributável deve ser informada na ficha Rendimentos Isentos.

*Eliana Lopes é coordenadora de IR de Pessoa Física da H&R Block no Brasil. A H&R Block é líder mundial em preparação de imposto de renda pessoa física. Fundada nos Estados Unidos em 1955, além de atuar no Brasil, a H&R atua no Canadá, na Índia e na Austrália. Com mais de 100 mil profissionais especializados em imposto de renda, a empresa já preparou mais de 550 milhões de declarações de imposto e, somente nos Estados Unidos, responde por uma em cada seis declarações de imposto de renda pessoa física.

(Exame Online)

Direito à correção do FGTS: mitos e verdades

Por Roberto Kazuo Rigoni Fujita

Nos últimos meses a corrida judicial pela revisão do índice de correção dos valores depositados no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ganhou as manchetes de diversos jornais e revistas do país.

Por ser uma questão complexa e para esclarecer as dúvidas que possam surgir sobre o tema, a MSLF preparou uma lista de perguntas e respostas que devem ajudar o trabalhador a entender esta discussão.

1. O que é o FGTS e quem possui direito ao fundo?

O FGTS, instituído pela Lei nº 5.107/66, é um pecúlio formado por depósitos mensais, efetuado pelas empresas em nome de seus empregados registrados, no valor equivalente a 8% das remunerações pagas, inclusive 13º salário e adicional de férias. 

A disponibilização desse fundo está condicionada a hipóteses especificas descritas em lei, como, por exemplo, em caso aposentadoria ou morte do trabalhador, e representa uma garantia para a indenização do tempo de serviço, nos casos de demissão imotivada.

2. As contas do FGTS têm rendimentos?

A legislação em vigor, mais especificamente a Lei 8.036/90 e a Lei 8.177/91, fixou que as contas do FGTS deverão ser corrigidas pela Taxa Referencial (TR), acrescidas de juros remuneratórios de 3% ao ano.

3. O que é a TR?

A TR é uma taxa de juros de referência pré-fixada pelo Banco Central do Brasil e, portanto, não serve para medir a variação dos preços e o impacto no custo de vida da população, como ocorre com índices inflacionários como, por exemplo, o INPC, o IGP-DI, o IGP-M e o IPCA. 

Logo, o seu uso não reflete adequadamente a inflação econômica.

4. A correção das contas do FGTS pela Taxa Referencial (TR) ficou abaixo dos índices de inflação entre os anos de 1991 a 2013?

Sim. Nesse período (1991 e 2013), a TR só ficou acima dos índices inflacionários em 1992, 1994, 1995, 1996, 1997 e 1998. Nos outros anos a TR sempre ficou abaixo, e muito, dos índices de inflação.

 

5. Qual a justificativa utilizada para pedir revisão das contas do FGTS?

Para os defensores da revisão das contas do FGTS, a legislação que prevê o uso da TR seria inconstitucional, porque a real recomposição das perdas inflacionárias, sobretudo a do FGTS, seria garantida pela Constituição, o que não estaria sendo cumprido com a sua adoção como índice de correção monetária no FGTS.

6. O que motivou esta corrida judicial?

O julgamento pelo STF nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 4357 e 4425, que vetou a utilização da TR como índice de correção monetária dos precatórios. Esta decisão abriu precedente para que se iniciasse a discussão sobre a possibilidade ou não de revisão dos valores depositados no FGTS, uma vez que a TR também é utilizada como índice de correção monetária das contas do fundo. 

7. A vitória desta ação é certa?

É preciso lembrar que ainda não existem muitas decisões sobre este assunto, especialmente em segunda instância. Mesmo sentenças favoráveis aos trabalhadores serão reanalisadas pelos Tribunais. Até que tenhamos um pronunciamento definitivo dos Tribunais Superiores (STF e STJ), não existe garantia de que o direito à revisão dos cálculos do FGTS venha a se consolidar.

No mês de fevereiro de 2014, o Governo Federal obteve liminar no STJ suspendendo a tramitação de todas as ações judiciais que pedem a revisão do índice de correção dos valores depositados no FGTS. 

Na prática, o STJ determinou que as ações ajuizadas dessa natureza sejam recebidas pelo Judiciário e aguardem o julgamento, pela 1ª Seção do STJ, do Recurso Especial de nº 1.381.683. Somente depois do pronunciamento pelo STJ, se a utilização da TR é ou não legal, é que as ações poderão, ou não, retornar o seu andamento. Ainda não há data prevista para o julgamento desse recurso.

E mesmo assim, o STJ não será a última instância dessa batalha judicial. Será o Supremo que dará a decisão definitiva sobre o tema (o partido Solidariedade, inclusive, já entrou com uma Ação Direta questionando o tema no STF)

Os trabalhadores, entretanto, não precisam aguardar até as Cortes Superiores (STJ e STF) se posicionarem definitivamente sobre o tema para somente então entrar com as ações. Os processos podem ser iniciados e ficarão suspensos até que os Tribunais decidam sobre o tema.

 

8. Quem pode pleitear essa correção?

Os trabalhadores formais (aposentados ou não) que por conta do contrato de trabalho tiveram e/ou tenham saldo do FGTS entre os anos de 1999 a 2013.

9. Quais os documentos necessários para ingressar com essa ação?

Além de cópia dos documentos pessoais do trabalhador, como, por exemplo, Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência, recomenda-se a apresentação da cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e dos extratos da conta do FGTS do trabalhador fornecidos pela Caixa Econômica Federal (CEF) entre os anos de 1991 a 2013. Em caso de aposentado, deve se apresentar a carta de concessão do benefício concedido pelo INSS.

10. Qual a perda estimada com a utilização da TR na correção do FGTS?

Se substituirmos a TR por um índice inflacionário é possível que a diferença chegue a um percentual de 80%. Mas é claro que isso depende do período dos depósitos e do índice de inflação a ser adotado pelo Judiciário para substituir a TR. 

Uma simples comparação entre a TR, o INPC e o IPCA demonstra claramente a perda com a adoção da TR como índice de correção do FGTS. Considerando um valor de R$ 1.000,00 depositado em janeiro de 1999, o valor, aplicando-se a TR até dezembro de 2013, seria de R$ 1.348,18. Se o depósito fosse corrigido pelo INPC o valor seria de R$ 2.676,92 e se substituirmos o índice pelo IPCA o valor do depósito seria de R$ 2.616,53. (Fonte: Calculadora do Cidadão do Banco Central do Brasil )

 

11. Vou poder sacar a diferença de correção?

Mesmo que haja decisão final favorável ao trabalhador, nem todos poderão sacar imediatamente esta diferença. A recomposição de valores deverá se dar preferencialmente com o depósito no próprio fundo. Ou seja, aquele que ainda possuir conta ativa no FGTS ao tempo do pagamento terá o valor desta diferença depositada na sua conta do FGTS. O saque deste valor, assim como de todo o valor depositado, deverá seguir as regras atuais.

Apenas aqueles trabalhadores que sacaram definitivamente o FGTS, como é caso, por exemplo, de aposentados e trabalhadores demitidos sem justa causa, mas que não voltaram a contribuir para o fundo, é que poderão, ao menos em tese, pedir o pagamento em dinheiro da diferença encontrada.

Via http://www.mslf.com.br/2014/04/correcao-fgts-verdades-mitos-direito.html

Ministério Público Federal dá parecer favorável à correção do FGTS pela inflação

RIO — Um parecer do Ministério Público Federal dá mais um passo na briga dos trabalhadores pela substituição da Taxa Referencial (TR) pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) como fator de correção dos saldos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em texto elaborado a pedido do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o subprocurador-geral da República, Wagner de Castro Mathias Netto, dá razão aos trabalhadores e considera que as contas do FGTS devem ser atualizadas por um índice de inflação.

“Opina o Ministério Público Federal pelo provimento da iniciativa, definindo-se a atualização das contas vinculadas ao FGTS a partir dos índices de inflação oficial divulgados pelo Governo”, escreveu procurador.

As ações judicais que tramitam no país argumentam como a TR tem ficado muito baixa, algumas vezes em zero, a correção do FGTS (TR mais 3%) tem sido menor do que a inflação e o dinheiro depositado está perdendo seu valor. Pedem a substituição do índice a partir de 1999 até hoje, quando a atualização do FGTS começou a perder para inflação.

O tamanho estimado da perda varia muito, porque como o fundo recebe depósito mensais, cada pedaço do dinheiro tem que ser corrigido por um percentual diferente. Para os saldos que já existiam em 1999, especialistas falam em algo entre 70%. Os valores depositados a partir desta data, o índice varia mais.

O parecer do procurador não tem poder de decisão, mas foi pedido pelo ministro Benedito Gonçalves, relator da primeira ação sobre a troca da TR pelo INPC a chegar ao STJ, para embasar seu voto. O ministro do STJ, também mandou suspender o andamento de todas as ações sobre o assunto que tramitam no país, até que o STJ decida sobre a questão, o que ainda não tem data certa para ocorrer.

O parecer do Ministério Público também foi contrário à paralisação do andamento das ações. “A decisão, ultrapassando as fronteiras autorizadas pelo ordenamento, acaba por lesionar a independência do juiz e sua livre convicção, que não deve sucumbir a pressões externas, inclusive de outros Poderes ou do próprio Judiciário, sob pena de se desconstruir a noção de Estado Democrático de Direito, induzindo nefastas consequências, apesar de ser invocada, na espécie, a pretexto de segurança jurídica”, afirma o parecer.

o subprocurador sugere ainda que uma alternativa à troca da TR pelo índice de inflação, seria modificar a fórmula de cálculo do redutor da TR para que sejam corrigidas as distorções na correção do FGTS. Ele também rebateu o argumento de que alterar o sistema de atualização do saldo do FGTS pode gerar conta impagável para o governo.

“O propalado risco sistêmico para a estrutura financeira e a economia pátrias é, portanto, oriundo da própria atuação ineficiente da máquina administrativa, não podendo ser creditado à justa atualização monetária dos saldos das contas vinculadas ao FGTS”.

(Nice de Paula, via O Globo)

PMDB tem em mãos pesquisa do IBOPE no Ceará mas não revela

O ex-prefeito de Santa Quitéria, Tomás Figueiredo que esteve com o senador Eunício Oliveira logo após o encontro entre Eunício e Cid, revelou que o senador entregou ao governador uma pesquisa exclusiva do IBOPE que mostra a intenção de votos para o Governo do Ceará e o Senado Federal. É verdade. No site do Tribunal Superior Eleitoral a pesquisa está registrada podendo ser divulgada no dia 30 de abril. Para consumo interno os números podem ser consultados é que a pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 27 de março.

Pesquisa Eleitoral – CE-00002/2014

Dados da Pesquisa

Número do protocolo: CE-00002/2014

Data de registro: 25/03/2014

Data de divulgação: 30/03/2014

Empresa contratada: IBOPE INTELIGÊNCIA PESQUISA E CONSULTORIA LTDA.

Eleição: Eleições Gerais 2014

Cargo(s): Governador, Senador, Deputado Federal, Deputado Estadual e Deputado Distrital

Abrangência: CEARÁ

Contratante: PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO DIRETÓRIO NACIONAL, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 00.676.213/0001-38, com endereço na Câmara dos Deputados, Edifício Principal, Sala T06, Praça dos 3 Poderes, na Cidade de Brasília, DF, CEP: 70.160-900

Origem dos recursos: PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO DIRETÓRIO NACIONAL, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 00.676.213/0001-38, com endereço na Câmara dos Deputados, Edifício Principal, Sala T06, Praça dos 3 Poderes, na Cidade de Brasília, DF, CEP: 70.160-900

Pagante do trabalho: PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO DIRETÓRIO NACIONAL, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 00.676.213/0001-38, com endereço na Câmara dos Deputados, Edifício Principal, Sala T06, Praça dos 3 Poderes, na Cidade de Brasília, DF, CEP: 70.160-900

Valor (R$): 55.000,00

Estatístico responsável: Márcia Cavallari Nunes

Registro do estatístico no CONRE: 6208-A

Registro da empresa no CONRE: 4375-94

Data de início: 22/03/14 Data de término: 27/03/14 Entrevistados: 812

Metodologia de pesquisa: Pesquisa quantitativa, que consiste na realização de entrevistas pessoais, com a aplicação de questionário estruturado junto a uma amostra representativa do eleitorado em estudo.

Plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado, margem de erro e nível de confiança:

Representativa do eleitorado da área em estudo, elaborada em três estágios.

No primeiro estágio faz-se um sorteio probabilístico nos municípios, onde as entrevistas serão realizadas, pelo método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), tomando o eleitorado como base para tal seleção.

No segundo estágio faz-se um sorteio probabilístico dos setores censitários, onde as entrevistas serão realizadas, pelo método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), tomando o eleitorado como base para tal seleção.

No terceiro e último estágio, dentro dos setores sorteados, os respondentes são selecionados através de quotas amostrais proporcionais em função de variáveis significativas, a saber:

SEXO: Masculino 47% e Feminino 53%; IDADE: 16-24 (masculino) 24% (feminino) 20%; 25-34 (masculino) 24% (feminino) 22%; 35-44 (masculino) 17% (feminino) 18%; 45-54 (masculino) 15% (feminino) 16%; 55 e+ (masculino) 19% (feminino) 23%; INSTRUÇÃO: Até Ensino Médio (masculino) 91% (feminino) 87%; Ensino Superior (masculino) 9% (feminino) 13%; NÍVEL ECONÔMICO: Economicamente ativo (masculino) 78% (feminino) 51%;Não Economicamente ativo (masculino) 22% (feminino) 49%.

Está prevista eventual ponderação para correção das variáveis sexo e idade, com base nos percentuais anteriormente mencionados, caso ocorram diferenças superiores a 3 pontos percentuais entre o previsto na amostra e a coleta de dados realizada.

Para as variáveis de grau de instrução e nível econômico do entrevistado, o fator previsto para ponderação é 1 (resultados obtidos em campo). O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatório simples, é de 3 (três) pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

FONTE DOS DADOS: Censo 2010 | PNAD 2012 | TSE 2012

Sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo: Para a realização da pesquisa, utiliza-se uma equipe de entrevistadores e supervisores contratados pelo IBOPE INTELIGÊNCIA PESQUISA E CONSULTORIA LTDA devidamente treinados para o trabalho. Após os trabalhos de campo, os questionários são submetidos a uma fiscalização de 20% (vinte por cento) dos questionários aplicados pelos entrevistadores; para verificação das respostas e da adequação dos entrevistadores aos parâmetros amostrais.

Dados relativos aos municípios e bairros abrangidos pela pesquisa. Na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada a pesquisa (conforme §6º. do art. 1º. da Resolução-TSE nº. 23.400/2013, o pedido de registro será complementado pela entrega destes dados ao Tribunal Eleitoral em um prazo de até 24 horas, contado da divulgação do respectivo resultado): A área de abrangência da coleta é no Estado do Ceará. A relação de municípios selecionados para aplicação da amostra será apresentada até o sétimo dia seguinte ao registro da pesquisa, conforme expresso no artigo 2º, § 5º da resolução 23.400/2013 do TSE.

Questionário completo aplicado ou a ser aplicado (formato PDF): JOB 14_0425_ELEIÇÕES 2014_INTENCAO DE VOTO – Materiais de campo.pdf

(Blog do Roberto Moreira)

Inácio Arruda manda recado: PCdo B tem direito de buscar sua reeleição

O senador Inácio Arruda (PCdoB) reafirmou, nesta terçã-feira, que continua de pé a luta por sua reeleição, o que é uma das prioridades nacionais do seu partido.

Para Inácio, o momento é de aguardar a decisão que o governador Cid Gomes (Pros) vai tomar até a próxima sexta-feira.

Inácio lembra que sempre foi um companheiro do PT de Lula nas horas mais difíceis, quando muitos “cabras” fugiam.

(Blog do Eliomar de Lima)

Viçosa do Ceará recebe visita do Comitê de Enfrentamento às Drogas

Nesta quarta-feira, o Comitê Estadual de Enfrentamento às Drogas, do Ministério Público do Estado do Ceará, visitará a cidade de Viçosa do Ceará (Região da Ibiapaba). O objetivo é sensibilizar a população sobre os riscos das drogas. A reunião ocorrerá no auditório Ascenso Gago, na rua Igreja do Véu e contará com a presença de representantes do MP e de diversas autoridades. Haverá mesas temáticas presididas pela vice-procuradora-geral de Justiça e presidente do Comitê, Eliani Alves Nobre, e pela secretária-executiva e promotora de Justiça de Defesa da Saúde Pública, Isabel Porto.

O encontro é voltado para a sociedade civil e também para membros do MP, do Poder Judiciário, da Defensoria Pública, além de agentes da segurança pública e de profissionais das mais diversas áreas (saúde, educação, assistência social, etc). Após a abertura, a terapeuta ocupacional e gestora da Dependência Química do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto, Sandra Maria Coelho Ribeiro, falará no Painel: “Drogadição e Saúde Mental”.

(Blog do Eliomar de LIma)

Cid Gomes nega apoio a Eunício Oliveira, afirma O Globo

governador Cid Gomes (Pros) comunicou ao senador Eunício Oliveira (PMDB) que não pode assumir compromisso de apoiar sua candidatura ao governo do Ceará. “Há outros partidos, inclusive o meu (Pros), que alegam ter um tamanho maior para pleitear o principal cargo em disputa”, disse Cid. A informação é da coluna Panorama Político, do jornal O Globo desta terça-feira, 1.

A recusa de Cid teria sido feita na última sexta-feira, 28, durante reunião entre ele e Eunício. No encontro, o governador teria ainda defendido indicação de seu irmão Ciro Gomes ao Senado. “Temos grande dependência de Brasília e o Ceará precisa de um senador que tenha acesso ao governo federal”, disse.

Ao O POVO, Eunício descartou a recusa. Segundo o senador, reunião de sexta foi “boa, tranquila”, com ele apenas apresentando pretensão do PMDB em concorrer ao governo a Cid, sem exigir resposta do governador. “Não seria decente da minha parte exigir resposta imediata, sabendo que ele possui diversas questões para tratar”, disse.

Redação O POVO Online
com informações do jornal O Globo

Médico cubano do Mais Médicos é achado morto em hotel de Brasília

Um médico cubano que participa do programa Mais Médicos, do governo federal, foi encontrado morto em um quarto do Hotel Nacional, em Brasília, na tarde desta segunda-feira (31). A polícia investiga a causa da morte. Há a suspeita de que ele tenha cometido suicídio – um lençol estava enrolado no pescoço dele.

Cortina para fora de quarto de hotel ond emédico cubano foi achado morto nesta segunda (31) em Brasília (Foto: Lucas Salomão/G1)Cortina para fora de quarto de hotel onde médico cubano foi achado morto nesta segunda (31) em Brasília (Foto: Lucas Salomão/G1)

Peritos da Polícia Civil passaram cerca de uma hora e meia no local. O corpo foi encontrado por uma camareira por volta das 14h. O médico estava encostado em uma janela do quarto onde estava hospedado, que fica no quarto andar do hotel.

O Ministério da Saúde não divulgou o nome do médico, mas disse que ele tinha 52 anos. Ele não fazia atendimento a pacientes, pois ainda participava de uma das etapas do curso dado aos médicos estrangeiros inscritos no programa.

O trabalho da perícia foi acompanhado por cubanos ligados à embaixada do país caribenho em Brasília. A embaixada de Cuba foi acionada para comunicar os parentes do médico sobre a morte dele.

Depois que o corpo for liberado pelo Instituto Médico Legal de Brasília, será levado para Cuba. O traslado ficará por conta da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), segundo o Ministério da Saúde.

Carro de polícia em frente ao hotel em Brasília onde corpo de médico foi encontrado (Foto: Lucas Salomão/G1)
Carro de polícia em frente ao hotel em Brasília onde corpo
de médico foi encontrado (Foto: Lucas Salomão/G1)

Um funcionário do hotel, que não quis se identificar, disse que o médico tinha problemas conjugais no país dele. Segundo o funcionário, o homem ligava diariamente para a mulher. Em uma das conversas, a mulher teria dito que já tinha outro companheiro em Cuba.

Investigação
A Polícia Civil do Distrito Federalinformou, por meio de nota, que investiga o caso como suicídio. De acordo com a polícia, outros médicos ligados ao programa federal e funcionários do hotel já foram ouvidos.

O caso é investigado pela 5ª delegacia de Brasília. Quando for finalizado, o inquérito será remetido ao Judiciário, informou a delegacia.

(G1 DF)

PCC usava o Porto de Santos para enviar droga para a Europa

O Primeiro Comando da Capital (PCC) participava de um esquema de envio de cocaína para a Europa, a África e a América Central pelo Porto de Santos, segundo investigação da Polícia Federal. É a primeira vez que há provas de ligação da facção criminosa com o tráfico intercontinental de drogas.

As Operações Hulk e Oversea, iniciadas no ano passado e deflagradas ontem na capital e na Baixada Santista, resultaram na prisão de 23 suspeitos – 13 estão foragidos. Foram expedidos também 80 mandados de busca e apreendidos dez veículos, uma embarcação, 19 pistolas, dois fuzis e 3,7 toneladas de cocaína – em todo o ano passado, foram apreendidas 4 toneladas da droga no porto.

Do Porto de Santos, a droga partia principalmente para a Espanha, África e até para Cuba – Divulgação

A droga era trazida da Bolívia pela fronteira com o Paraguai, atravessava São Paulo e chegava à Baixada. Do Porto de Santos, a droga partia principalmente para a Espanha, a África e até para Cuba em navios sem o conhecimento dos responsáveis pelas embarcações.

Segundo as investigações da PF, havia a articulação de diversas células criminosas para executar o plano de transporte da cocaína. Os homens do PCC ficavam encarregados do processo final no porto. Cabia a eles encontrar os navios que atendessem às necessidades da quadrilha, como destino, e infiltrar criminosos nos barcos para fazer o carregamento da cocaína.

O relato da PF sobre a quadrilha enviado à Justiça, que resultou na expedição dos mandados de busca e apreensão e de prisão, informa que André Oliveira Macedo, ou André do Rap, de 37 anos, e seu comparsa Jefferson Moreira da Silva, o Dente, de 36, davam ordens para seus subordinados do PCC cooptarem funcionários que atuavam em Recintos Alfandegários de Exportação (Redex) para descobrir navios propícios para o transporte da droga e facilitar a entrada de traficantes.

André do Rap é apontado como líder da facção na Baixada – encarregado de tarefas de ponta, como a coleta da “rifa” (contribuições dos integrantes do PCC) e o fornecimento de armas de fogo a parceiros. Ele e Dente estão foragidos. Ambos estão com prisão temporária decretada pela Justiça Federal.

Da fronteira. O esquema começava na fronteira do Paraguai. Um dos acusados presos ontem, João dos Santos Rosa, coordenava a compra da cocaína com os países vizinhos, por intermédio de Raimundo Carlos Trindade, preso em julho do ano passado com 503 quilos de cocaína.

Eles integravam a célula que incluía o boliviano Rolin Gonzalo Parada Gutierrez, vulgo Federi, também foragido e tido como o principal fornecedor da cocaína ao esquema. Outros integrantes das células tinham contato com compradores na Espanha e em outros países.

Depois que esse grupo fez a aliança com o PCC da Baixada, a rota para o tráfico internacional foi estabelecida.

A cocaína, considerada pura, era colocada em sacolas ou mochilas, que eram inseridas em contêineres por funcionários dos Redex. Há 47 Redex registrados em Santos. Um grupo entrava nos recintos e, após inserir as mochilas nos contêineres, usava lacres falsos. Quando a droga chegava ao destino, outra quadrilha atuava para recuperá-la.

Investigação. A PF suspeita que a célula que atuava entre o Paraguai e a capital tenha sido responsável por um intenso tiroteio contra policiais federais, em setembro do ano passado, na Rodovia SP-255, em Bocaina, em que um agente foi morto com um tiro de fuzil. Na ocasião, a PF já investigava o grupo.

Os policiais tentavam interceptar um avião carregado de cocaína. A ação fez com que a aeronave não conseguisse pousar e acabou caindo. O piloto conseguiu fugir do local. / COLABOROU ZULEIDE DE BARROS, ESPECIAL PARA O ESTADO 

(Bruno Ribeiro e Fausto Macêdo, O Estado de SP)

Morre Frankie Knuckles, considerado “pai” da house music, aos 59 anos

O DJ Frankie Knuckles, pioneiro da house music, morreu aos 59 anos, informou a imprensa norte-americana.

A morte do “pai” da house music de Chicago foi confirmada pelo sócio de Knuckles, Frederick Dunson, segundo o jornal Chicago Tribune.

A causa da morte de Knuckles não foi divulgada até o momento.

Além de desenvolver o som e a cultura da house music, Knuckles mixou gravações para artistas como Whitney HoustonMichael Jackson e Depeche Mode, entre outros.

Depois de iniciar a carreira como DJ em Nova York, Knuckles se mudou para Chicago no fim dos anos 70 e ganhou fama como um dos artistas mais influentes da dance music na cidade. No fim dos anos 80, Knuckles e vários colegas eram estrelas da cena rave na Europa.

(G1 Música)

Reginaldo Manzotti diz que decisão de deixar Evangelizar Dom Bosco foi “de comum acordo”

Em nota divulgada à imprensa nesta terça-feira (25), o padre Reginaldo Manzotti falou sobre o fim da parceria com a rádio Dom Bosco FM na realização do evento Evangelizar Dom Bosco, que acontece todos os anos e atrai milhares de cristãos.

A partir de agora, Manzotti estará ao lado do Sistema Jangadeiro de Comunicação, que realizará o evento “Evangelizar é preciso”. Atualmente o programa de rádio já é transmitido através da Rede Jangadeiro. 

“Todos  temos os nossos carismas, assim tanto nós, Evangelizar é Preciso, como a Evangelizar Dom Bosco, seguem realizando seus eventos na busca da evangelização, propagar a Boa Nova, a Palavra de Deus. De comum acordo, a partir de 2014, as instituições realizarão seus eventos independentes, engrandecendo ainda mais as festividades religiosas de Fortaleza. Afinal, Deus age através da união do Povo (Salmo 133)”, disse o padre Manzotti por meio de nota.

Via http://www.cearanews7.com.br

5ª Edição da Campanha Fortaleza Liquida inicia nesta quinta (27/03)

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL) anunciou a realização da 5ª edição da Campanha Fortaleza Liquida, que começa na quinta-feira (27) e segue até 6 de abril. A campanha é um dos maiores festivais de promoções na cidade, segundo a CDL.

O Bairro Centro deve receber decoração especial para o evento, com sinalização específica, portais, banners, tenda, urna, além de uma equipe treinada para atendimento ao público que busca maiores informações sobre a Fortaleza Liquida.

A cada R$ 25,00 em compras, o consumidor terá direito a um cupom para concorrer aos prêmios. Se o pagamento for com cartão de crédito, na maquineta da Rede, terá direito a cupons em dobro. O sorteio acontece no dia 11 de abril, às 19h, na sede da CDL de Fortaleza. Serão sorteados cinco Toyotas Etios, cinco caminhões de prêmios e uma motocicleta Harley Davidson.

Eventos anteriores
Nos últimos quatro anos as vendas foram da ordem de R$ 801 mil, com 22 milhões de cupons distribuídos. Foram 11.331 pontos de venda participantes e mais de 11 mil profissionais participaram de curso preparatório para a campanha.

(G1 Ceará)

Cid Gomes concedeu entrevista para revista e jornal anunciando saída do Governo do Ceará

Cid Gomes passou cerca de duas horas, do feriado de terça–feira, gravando entrevista para jornalistas de São Paulo e Brasília.

Cid disse para os jornalistas que vai deixar sim o Governo do Ceará. Pediu apenas para segurar até quinta-feira a publicação para evitar comentários. A revista circula no final de semana.

No jornal paulista, a notícia sai na edição de sábado. Cid é amigo dos jornalistas e pode até pedir para não publicar a matéria, caso mude de opinião.

(Roberto Moreira, via Diário do Nordeste)

Baixa no Governo Cid Gomes: Cel. Werisleik desiste de candidatura para apoiar Agenor Neto

Cel. Werisleik Matias

Baixa. O Cel. Werisleik Matias estava pronto para disparar sua campanha para deputado estadual. Estava tudo engatilhado.

Hoje, o Cel. Werisleik decidiu por uma manobra política surpreendente. Desembarcou da candidatura e vai apoiar o ex-prefeito de Iguatu, Agenor Neto, vice-presidente do PMDB no Ceará para a Assembleia Legislativa.

A notícia repercutiu no Abolição e caiu como uma bomba. Werisleik era homem de 20 mil votos, a maioria entre PMs.

(Roberto Moreira, Via Diário do Nordeste)

Cid quer Veveu Arruda ou Camilo Santana como candidatos a Governador do Ceará

Camilo Santana

Aos poucos a estratégia do governador Cid Gomes vai sendo revelada.

Cid quer amarrar o PT ao seu projeto de forma completa. Ele quer o PROS e os petistas juntos.

Hoje, em Brasília, o Comando do PT deixou vazar que Cid apresentou dois nomes para disputar o governo: Veveu Arruda, prefeito de Sobral, e o deputado estadual Camilo Santana.

(Roberto Moreira, Via Diário do Nordeste)

Cearense morre em incêndio no Japão

Um incêndio destruiu quatro imóveis na madrugada desta quarta-feira em Konan (Shiga), no Japão. O fogo começou na casa onde mora uma família brasileira. Os corpos da cearense e do filho dela foram encontrados nos escombros, Patrícia Viana, de 31 anos, e do filho, de 7 anos.

Segunda informações da polícia, o marido da brasileira não estava em casa no horário da ocorrência.

As casas atingidas pelo fogo tinham sido alugadas por intermédio de uma empresa.

De acordo com amigos e vizinhos dos brasileiros, o esposo de Patrícia aguarda a liberação do exame de DNA que foi solicitado pela polícia para a liberação dos corpos. Um vizinho informou que somente Patrícia e o filho estavam na residência de dois andares. Como o fogo começou no térreo os dois não conseguiram deixar a residência. O Consulado do Brasil no Japão já foi informado sobre o acidente.

(Roberto Moreira, Via Diário do Nordeste)

VISITANTES TOTAIS

  • 8,665,144 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters