Arquivo da categoria: Educação

Conheça a trajetória de Luma Andrade, a primeira travesti a concluir doutorado no País

luma

As pessoas xingavam, chacoteavam, espancavam. Ele, menino acuado, não entendia as razões e os porquês. Olhava espantado e não enxergava motivos. Aprendeu, então, que seu existir era incômodo. Sabia, sim, que tinha de colocar resistências para ser ou estar. Ainda assim, carregava uma culpa. Não sabia o motivo. Hoje, sabe: o ser diferente.

Luma Andrade nasceu no corpo de João Filho e assim o foi na infância e adolescência até aceitar-se e descobrir-se. No colégio, sentia-se constrangida de usar o banheiro masculino. Com dor, continha vontades até chegar a casa. A mãe não aceitava o desigual, mas respeitava. Do pai, nem respeito recebia, sobrando hoje apenas indiferença.

Usava o estudo como válvula de escape. Passar no vestibular, num município do Interior e da primeira tentativa, foi a consequência e o que abriu as portas para agora ser “ela”. Às aulas, ia como queria: vestidos, cabelos longos, maquiagem. Não sem esforço, conquistou um concurso, um mestrado e um doutorado. Fugindo completamente do estereótipo expansivo e de gestos espalhafatosos, dado às travestis, Luma é toda delicadeza e discrição. Qual barreira seria maior que o maior alcance da academia? “Agora eu posso ser quem eu quiser”.

 

O POVO - Como você se percebeu diferente dos outros meninos 
da escola?

Luma Andrade - Quando eu ia à escola, fui percebido como diferente dos demais por conta de sempre me identificar com as meninas. Acabava tendo uma empatia maior com elas. Alguns colegas não aceitavam. Achavam que eu tinha que estar junto com eles e gostar das mesmas brincadeiras. Isso refletia em muitos momentos de violência, em que eu era agredido simplesmente por ter uma singularidade muito feminina. Eles não aceitavam.

O POVO - Você entendia, quando criança, o porquê disso?

Luma - Não. Acredito que até eles (não entendiam). Praticavam o que viam os adultos fazerem. Discriminar, falar mal, rejeitar e não atentar para qualquer forma de diferença em relação aos papéis sexuais. Eles também são vítimas de um processo de formação que é focado de pensamento binário sexual: se você tem uma genitália masculina, tem que ter um comportamento social para esse órgão; se tem uma genitália feminina, é da mesma forma. É esse binarismo que, quando a gente nasce, somos obrigados a compreender pela pedagogia da dor. 

OP - Em que momento você passou a entender aquilo como ofensivo e preconceituoso?

Luma - Com o passar do tempo, a gente vai vendo o diferencial. O que os fazia me violentar física, verbal e psicologicamente? Era exatamente porque eles me percebiam diferente. E isso foi me fez perceber: ‘estou fazendo algo errado’. Esse ‘algo errado’ é porque não estou assumindo o mesmo papel social que eles. É uma espécie de pedagogia violenta e tenta justificar a violência em cima da diferença. Por não estar dentro dos padrões.

OP - Você acha que os estudos eram uma válvula de escape?

Luma - Com certeza. Ele foi a linha de fuga, como diz (Michel) Foucalt (filósofo francês). Porque me centrei (nos estudos) para fugir da questão da sexualidade. Eu estudava muito, ajudava colegas que tinham dificuldades. Existem diversas formas de fugas da realidade. Algumas pessoas preferem usar drogas, outras preferem canalizar a problemática da vida para o trabalho ou para as religiões. Eu tinha tentando as religiões e não deu certo. Continuei a canalizar para os estudos. Foi onde vi que estava fazendo algo coerente. Só conquistei a liberdade quando cheguei na faculdade (Luma cursou Ciências Biológicas, no campus de Russas, da Universidade Estadual do Ceará – Uece).

OP - Você diz que sua mãe aceitava você ser travesti, mas não entendia. Pode explicar melhor?

Luma - Quando é alguém da família, por mais que seja estranho, existe o respeito. Ela me respeitava, mas não aceitava. É diferente você aceitar e respeitar. Ela pode não aceitar, mas tem o dever, enquanto cidadã, de me respeitar. Outra parte da sociedade é exatamente dura: não aceita nem respeita. A violência e até o assassinato pessoas se justifica para que as pessoas não sigam aquele caminho ou não tenham aquela singularidade. É com ódio. Tanto, que se você perguntar para as pessoas que agem dessa forma, elas vão dizer que isso se justifica. É aí onde está o perigo dos discursos. Alguns discursos de religiosos fundamentalistas, em escolas, feito por pessoas machistas e homofóbicas podem levar adolescentes e crianças a entenderem que qualquer atitude para extirpar do outro, essa singularidade que não é hegemônica, se justifica. Existe uma pedagogia ensinando o tempo todo que isso (homossexualidade) não é certo. 

OP - Em que campos de atuação a travesti é mais aceita?

Luma - Uma travesti professora é entendida para pais e professores como mal exemplo. O principal da escola é a questão do desenvolvimento humano, da formação do cidadão. Não é papel da escola tentar encaixar as pessoas numa forma e padrão. Porque hoje a sociedade é diversa. O que tem de ser extirpada da escola é a violência, e a não aceitação das diferenças. A melhor forma de eliminar a discriminação é fazer o jovem aprender com as diferenças. Na escola, você vai ter uma diversidade de cultura e trabalhar para que as diferenças consigam conviver pacificamente. A presença do homossexual é uma ‘ameaça’ porque vai, de certa forma, abalar sua masculinidade. Existe na nossa sociedade esse ‘perigo’. Ele não tem uma doença, mas é tratado como se tivesse. As pessoas precisam entender que não há contaminação. A gente tem a mania de querer padronizar as coisas. Uma vez, na sala de aula, um aluno perguntou: ‘como você se tornou homossexual?’. Eu respondi com outra pergunta: ‘como foi que você se tornou heterossexual?’. Não existe resposta. 

OP - Você falou do recuo para um pequeno avanço. Na relação com o seu pai, você usou desse recuo?

Luma - (pausa) Na verdade, a questão com meu pai vai muito mais além da não aceitação em si, do não respeito dele à minha diferença. Vai agregar outras questões que agregam o trato com minha mãe, minha irmã. O que nos distanciou dele foi a sexualidade. Ele me colocou para fora de casa porque não aceitava que eu levasse meu namorado para a casa onde eu morava junto com minha irmã – e ele nem morava lá. Quando saí, consegui comprar minha casa com muita dificuldade.

OP - Você já percebeu alguma aproximação das pessoas pelo fato de ter o doutorado?

Luma - Teve uma vez, quando eu fazia a terceira série (do ensino fundamental) que um colega chegou para minha professora na sala de aula, comigo chorando, e ela disse: “Professora, o meu colega está chorando. Machucaram ele”. E ela chegou bem perto da minha cadeira e disse: ‘Bem feito, quem mandou você ser assim?’. Eu não sabia do que ela estava falando, mas ela sabia. Estava dizendo que o que eu estava fazendo era errado. Anos depois, recentemente, eu soube que ela fazia questão de dizer que era minha professora. Fico feliz por ela estar orgulhosa por eu ter chegado a onde eu cheguei. Mas isso não apaga o que aconteceu. 

OP - A partir de que momento você passou a ter respeito consigo e a aceitar que era uma travesti?

Luma - Comecei a aceitar porque fui vendo que era isso que me fazia feliz. Quando assumi para mim mesma o que tinha vontade de ser foi o momento em que assumi para a sociedade. Isso me fez entender que era esse o caminho, de fazer com que as pessoas respeitassem a minha diferença. Consegui esse respeito dentro do centro universitário e é bem mais difícil. O fato de eu ter conseguido passar o vestibular da primeira vez que eu fiz. A universidade é um empoderamento na sociedade.

OP - O que a universidade trouxe para você, além de toda a 
teoria acadêmica? 

Luma - No primeiro momento na universidade, tentei ir todo masculinizado, para me esconder. Quando eu entrei, os alunos começaram a me vaiar, a gritar, a dizer nomes (palavrões). Eu pensei: ‘sabe d’uma coisa? Se é desse jeito aqui também, então vou ser eu mesma’. Comecei a usar as roupas que eu queria, bem femininas, a assumir o papel feminino dentro da universidade também. E por incrível que pareça, quando fui assim, passei a ser mais respeitada.

OP - O que representou a mudança no seu nome nos documentos de identificação?

Luma - Sou a primeira travesti da região Nordeste a conseguir mudar os documentos. Meu nome é feminino: Luma Nogueira de Andrade, não é mais o nome de nascimento. São degraus. Ainda hoje acontece preconceito., mas não como era antes. 

OP - Você acredita que a bancada evangélica representa uma espécie de prejuízo para o desenvolvimento da igualdade e da pesquisa no País?

Luma - Não quero dizer aqui que todos os evangélicos são pessoas fechadas, tradicionais ou fundamentalistas. Mas, infelizmente, os representantes que chegam ao parlamento e que fazem parte da igreja evangélica e, até mesmo, da religião católica, são representantes de um movimento tradicional fundamentalista. E para eles, o pensamento contemporâneo é uma afronta à divindade. Tudo que foge ao padrão pré-estabelecido é errado. Isso acaba promovendo um atraso para os direitos humanos, para a ciência – quando não se permite a pesquisa científica com células tronco. O tabu desse grupo em não aceitar outras culturas religiosas como o candomblé, o espiritismo. Enquanto o Brasil não se abrir para as diferenças sociais, não vamos conseguir um desenvolvimento com respeitos aos direitos humanos.

OP - Um aspecto simples, mas importante, é a relação das travestis com banheiros públicos. Quando você conseguiu usar o feminino?

Luma - Não era aceito que eu frequentasse banheiro feminino (da escola) e eu nem me sentia bem nos banheiros masculinos. Cheguei ao ponto de conter as necessidades fisiológicas. Tinha dias que era uma tortura. Às vezes, fazia na roupa. Com o passar do tempo, fui ficando mais adolescente, continuei sem frequentar. Às vezes, dava escapada e entrava no banheiro dos professores, porque não tinha vigilância. Quando eu lecionava na educação básica na rede estadual, continuei frequentando o banheiro masculino. Aos poucos, ia deixando de lado, entrava escondida no banheiro feminino, no horário que não tinha ninguém. Hoje, lá na Crede (Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação, onde trabalha), frequento o feminino. 

 

OP - Você mudou o nome nos documentos. Conseguiu mudar o sexo também?

Luma - A Justiça ainda tem essa dificuldade de reconhecer, porque, para eles, o sexo é o órgão genital que determina. Ela segue as questões das normas biológicas e da Medicina, que é o corpo que vai dizer quem você; é e não a sua mente. Mas no caso do nome social, eles estão conseguindo aceitar estudos da Sociologia. Tenho o sexo masculino, mas tenho um gênero que é feminino. E é o gênero que determina o social, o que eu quero. É o que a minha mente deseja e me faz feliz. A Justiça está dando ainda pequenas aberturas. Temos muito a evoluir. Não penso em mudar de sexo. Porque existe uma diferença conceitual, em certo ponto, entre travesti e transexuais e as definições não dão conta da realidade. Eu me identifico como travesti porque entendo travesti como a pessoa que é do gênero feminino, mas convive bem com seu órgão masculino. Já a transexual é do gênero feminino, mas tem órgão genital masculino e deseja extirpar o órgão. Ele é um incômodo, faz mal, não é prazeroso. É como se fosse um câncer. Não tenho desejo de extirpar meu órgão genital porque ele é uma fonte de prazer. Essas cirurgias são muito dolorosas. A pessoa passa por momentos de sofrimento. E mesmo que não fosse doloroso, eu não faria.

OP - O tema da sexualidade também norteou sua pesquisa no doutorado. Foi também uma forma de estudar um tema tão pouco investigado?

Luma - O tema do doutorado em Educação foi “As travestis na escola – assujeitamento e resistência à ordem normativa”. Era um estudo sobre as travestis nas escolas. Vivenciei todo esse sofrimento. De não poder frequentar um banheiro adequado ao meu gênero, de ser espancada e verbalmente maltratada. O doutorado é um instrumento do poder que legitima sua fala. Entender que boa parte da evasão de travesti na escola não é por interesse do próprio aluno. É uma consequência da vivência que ele tem na escola. O abandono de uma travesti é ocasionado por uma evasão involuntária. De certa forma, como fala Berenice Weissheimer, uma das grandes pesquisadoras do assunto, isso é uma expulsão. É uma evasão involuntária. E se perguntarem, na escola, porque esses alunos abandonaram, vão dizer: ‘Ah, é porque são irresponsáveis, não querem nada da vida’; ‘não têm capacidade de continuar na escola’.

OP - Existe algum fator novo que você percebeu na pesquisa?

Luma - A questão do documento, da chamada, o nome social na escola. Através da pesquisa, conseguimos chegar junto ao Conselho Estadual de Educação do Estado para que as travestis fosse aceitas e tratadas pelo nome social. Outro ponto a que chegamos foi a retirada da Carteira de Reservista, o constrangimento que é retirá-la. Ela é do sexo masculino, mas do gênero feminino. Ela é obrigada, para ser cidadã, ir contra os próprios princípios. E a sociedade impõe isso à força. Não era nem necessário ser pedida Carteira de Reservista para uma travesti porque ela é do gênero feminino. Poucas vão ter coragem de passar por esse processo. E como ela vai se integrar na sociedade, sem esse documento? É uma cidadania institucionalmente negada.

OP - Você e seu companheiro pensam em adotar uma criança?

Luma – A gente pensa, no futuro.

(Angélica Feitosa, O Povo Online)

Ranking classifica 12 universidades brasileiras entre as melhores do mundo

Universidade Federal do Ceará
Universidade Federal do Ceará

O Brasil tem 12 universidades entre as 500 melhores do mundo, de acordo com o Ranking Web of Universities ou Webometrics, divulgado pelo Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), ligado ao governo espanhol e dedicado ao fomento da investigação científica e tecnológica. O levantamento é baseado no impacto que as publicações científicas das instituições de ensino têm na internet. Das universidades brasileiras até a 500º posição, todas são públicas, sendo nove federais e três estaduais.

O primeiro lugar brasileiro coube à Universidade de São Paulo (USP), que ocupa o 19º lugar geral. A USP foi seguida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (129º), Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (177º), Universidade de Brasília – UnB (181º), Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (205º), Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (241º), Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (254º), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp (294º), Universidade Federal Fluminense – UFF (312º), Universidade Federal do Paraná – UFPR (364º), Universidade Federal da Bahia – UFBA (444º) e Universidade Federal do Ceará – UFCE (482º).

A primeira universidade particular a aparecer no ranking é a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS, na 16º posição nacional e 621º mundial. As dez primeiras posições são ocupadas por universidades norte-americanas, estando a Universidade de Harvard na liderança.

O levantamento avalia as universidades quanto a qualidade do conteúdo publicado, levando em consideração as citações externas ao domínio da página universitária em que a publicação aparece. Além disso, os centros de ensino são avaliados quanto a presença – o número total de páginas hospedadas no domínio da universidade; abertura de arquivos anexados (.pdf, .doc, .docx, .ppt) disponíveis em sites relacionados; e excelência – trabalhos acadêmicos presentes em grandes publicações internacionais.

A pesquisa é divulgada semestralmente desde 2004. O objetivo, de acordo com o site da divulgação, é motivar as universidades a aumentarem a presença na internet. “Caso a performance da instituição estiver abaixo da posição esperada de acordo com a excelência acadêmica que tem, as autoridades deveriam reconsiderar a política na rede e promover um aumento no volume e na qualidade das publicações eletrônicas”, informa a metodologia do levantamento.

(Agência Brasil)

USP se mantém entre as 70 universidades com melhor reputação no mundo

A Universidade de São Paulo manteve em 2013 a classificação obtida no ano passado no ranking das 100 instituições de ensino superior com melhor reputação do mundo. A única instituição latino-americana a aparecer na lista divulgada pela publicação britânica Times Higher Education está no grupo entre as 61ª e 70ª universidades mais prestigiadas.

Marcos Santos/USP

Praça do Relógio, na Cidade Universitária da USP

 

“Nós queremos que a influência da USP em educação, ciência e tecnologia se compare ao desenvolvimento do poder que o País possui na economia global e no cenário político”, disse o reitor da USP, João Grandino Rodas, à THE. Para Rodas, no entanto, a educação de massa de alta qualidade é ainda um dos principais gargalos para o desenvolvimento do Brasil. “A qualidade das escolas primárias e secundárias de todo o País continua a ser insatisfatória e a proporção de jovens brasileiros que entram no ensino superior é muito pequena em comparação com os números de países desenvolvidos.”

No topo do ranking, aparecem pela terceira vez aUniversidade de Harvard , dos EUA, seguida do também americano Instituto Tecnológico de Massachussetts (MIT) e da Universidade de Cambridge, do Reino Unido. A lista que leva em conta a reputação no meio acadêmico foi divulgada pela primeira vez em 2011, quando a USP não obteve classificação.

Entre as 100 primeiras instituições, 43 são americanas e nove inglesas. A USP aparece no mesmo grupo do King’s College, de Londres (Inglaterra), da Universidade de Leiden (Holanda) e do Instituto de Tecnologia de Tóquio (Japão). E está à frente da Sorbonne, de Paris, e da Universidades de Pittsburgh (EUA).

Segundo o editor dos rankings da THE, Phil Baty, o levantamento da reputação das universidades é baseado em “julgamentos subjetivos de quem sabe da excelência no ensino e na pesquisa melhor que ninguém: são acadêmicos experientes, informados e envolvidos”.

Esta edição contou com 16.639 respostas de acadêmicos de 144 países. A pesquisa foi realizada pela Thomson Reuters entre março e abril de 2012. A edição anterior foi respondida por 17.544 pessoas, e a primeira, por 13.388.

A Times Higher Education faz também um ranking geral das 200 melhores universidades do mundo, baseado em 13 indicadores, que vão de investimento à pesquisa, passando por publicações científicas, número de doutorados e de estudantes estrangeiros. Nesse ranking, a USP apareceu em 158º na última edição, divulgada em outubro de 2012.

*Com Agência Estado

Conheça as universidades que mais formam bilionários

Por Luiza Velloni, Portal Infomoney

SÃO PAULO – Na hora de escolher uma universidade, pais e filhos levam em conta muitos critérios: reputação da instituição, preço, entre outros. Porém, se o objetivo é se tornar bilionário, a opção deve ser a Harvard.

Segundo uma nova lista da consultoria Wealth-X, publicada no site CNBC, a Harvard é a universidade que mais formou bilionários ao redor do mundo. Foram mais de 52 bilionários, com uma fortuna total de US$ 205 bilhões - sem contar os gênios que deixaram a universidade antes de se formar, como Bill Gates e Mark Zuckerberg.

A segunda colocada, University of Pennsylvania, teve quase a metade da performance da primeira colocada, com um total de 28 alunos bilionários e uma fortuna coletiva estimada em US$ 112 bilhões.

Harvard foi considerada a maior fábrica de bilionários, com mais de 52 formados  (Divulgação)
Harvard foi considerada a maior fábrica de bilionários, com mais de 52 formados (Divulgação)

Um requisito essencial para a escolha das universidades é a fortuna conquistada após a faculdade. Nesse item, Harvard também levou vantagem entre seus concorrentes. Quase 75% dos estudantes se tornaram bilionários após o curso de graduação – ou seja, não herdaram a fortuna.

Qual é o segredo, afinal?
David Friedman, presidente da Wealth-X, explica que o diferencial da Harvard é o networking. “Harvard tem um networking muito poderoso, pelo qual os ex-estudantes se conectam com todos os campus e são incrivelmente pró-ativos. Você começa uma ótima educação, mas você terá também como chegar lá”.

Outras universidades também têm seu networking, principalmente aquelas voltadas para a área de tecnologia, como a MIT, acrescenta o presidente.

Ranking
Veja abaixo o ranking das 10 universidades que mais formam bilionários:

Titulo
Universidades Ex-alunos bilionários Riqueza total (em US$)
*Wealth-X
Harvard University 52 205 bilhões
University of Pennsylvania 28 112 bilhões
Stanford University 27 76 bilhões
New York University 17 68 bilhões
Columbia University 15 96 bilhões
Massachusetts Institute of Technology 15 114 bilhões
Cornell University 14 35 bilhões
University of Southern California 14 32 bilhões
Yale University 13 77 bilhões
University of Cambridge 11 48 bilhões

Inscrições abertas para Curso Preparatório ao Exame de CPA-10; aulas iniciam dia 05/03

selo_CPA10

Com o objetivo de atender uma demanda permanente da categoria bancária, além de contribuir para o seu aperfeiçoamento profissional e ascensão no mercado do trabalho, o Sindicato dos Bancários do Ceará promoverá, em parceria com a Academia dos Módulos (Master Concursos), duas turmas preparatórias para o Exame CPA-10, que serão conduzidas pela secretaria de Formação da entidade.

Em pesquisa realizada pelo Sindicato, em parceria com a UFC, junto à categoria bancária em 2009 identificou que 19% da categoria bancária apontou como demanda prioritária a oferta de cursos de qualificação profissional/técnicos específicos para o exercício da profissão bancária, incluindo aí cursos preparatórios para CPA-10 e CPA-20.

O curso de CPA-10 destina-se a certificar profissionais que desempenham atividades de comercialização e distribuição de produtos de investimento diretamente junto ao público investidor em agências bancárias. Esta iniciativa, amparada na Resolução 3.158 do Conselho Monetário Nacional, instituiu um processo de aferição do conhecimento dos principais aspectos relacionados à distribuição desses produtos de investimento.

O Sindicato dos Bancários oferecerá duas turmas: a Turma I será voltada para os bancários sindicalizados lotados em agências bancárias de Fortaleza, com aulas dias de terça e quinta, das 19h às 22h, com início das aulas marcado para 5 de março, estendendo-se até o dia 28. A carga horária será de 32h/a e terá, no máximo, 50 vagas.

Já a Turma II será voltada aos bancários sindicalizados lotados em agências da Região Metropolitana e interior do Estado. As aulas serão realizadas aos sábado, durante todo o dia (das 8h às 11h e das 14h às 17h). O início das aulas será dia 9 de março prosseguindo até o dia 30/3. Serão também 32h/a e no máximo 50 vagas.

O conteúdo programático inclui Sistema Financeiro Nacional, Ética de Regulamentação, Análise do Perfil do Investidor (API), Noções de Economia e Finanças, Princípios de Investimentos, Fundos de Investimento e Demais Produtos de Investimentos.

Atenção para as inscrições e matrícula – O período de inscrições acontece de 25/02 a 01/03/20013, das 9h às 17h, na secretaria de Formação do Sindicato ou pelo telefone (85) 3252 4266.

A matrícula será realizada nos dias 4 e 5/3, também de 8h às 17h, na secretaria de Formação. O valor do curso será de R$ 190,00 a ser pago no ato da matrícula, em dinheiro ou cheque.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Pais denunciam escola por proibir criança transgênero de usar banheiro das meninas

Coy Mathis, 6, usa roupas femininas e seus colegas costumavam se referir a ela por pronomes femininos
Coy Mathis, 6, usa roupas femininas e seus colegas costumavam se referir a ela por pronomes femininos

No Estado de Colorado (EUA), uma criança transgênero de seis anos foi proibida pela escola de usar o banheiro feminino. Os pais estão acionando legalmente a escola pela proibição, as informações são do jornal Denver Post.

Coy Mathis, 6, nasceu menino mas se identifica como menina. Ela começou a frequentar a escola em dezembro de 2011, mas foi tirada após o problema, quando os pais Kathryn e Jeremy Mathis optaram pela educação doméstica. 

Coy usa roupas femininas e seus colegas e professores costumavam se referir a ela por pronomes femininos. No entanto, os administradores da unidade decidiram, em dezembro, que a criança deveria usar o banheiro dos meninos, o banheiro dos funcionários ou o da enfermaria.

De acordo com a administração da escola, a decisão foi tomada “não apenas por Coy, mas pelos outros estudantes, seus pais” e o futuro impacto possível de um garoto usar o banheiro de meninas quando for mais velho. 

Para os pais, a decisão da escola estigmatiza sua filha. “Isto a conduzirá a um futuro de assédio e intimidação e criará um ambiente inseguro. A escola tem uma excelente oportunidade para ensinar aos alunos que as diferenças são normais, e devemos abraçar suas diferenças, em vez de ensiná-los a discriminar alguém que é um pouco diferente “, disse a mãe ao jornal Denver Post.

Para mudar a sociedade

Ainda segundo o jornal Denver Post, a mãe conta que Coy insiste ser uma menina, e não um menino, desde o momento em que começou a falar. 

“É importante para nós falar sobre o assunto, pois muitas pessoas têm tido medo de serem verdadeiras com elas mesmas”, disse Kathryn. “Elas sabem desde crianças quem são, mas têm medo de contar. Queremos ajudar a criar uma sociedade em que é normal ser quem você é.”

(Uol Educação)

Lista das dez melhores escolas públicas do Ceará; confira ranking

pmceara

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou, na manhã desta terça-feira, as dez escolas públicas do Ceará que obtiveram as melhores médias no ano de 2011, comparando com dados de 2009 (veja abaixo). Também foi disponibilizado uma lista (veja clicando aqui) com as 50 melhores escolas.

Nos três primeiros colocados, figuram escolas de Fortaleza. Em primeiro lugar, ficou o Colégio da Policia Militar do Ceará, com média geral de 579.7. Logo depois, vem o Colégio Militar do Corpo de Bombeiro, com média 567.7. Em terceiro, aparece o Colégio Estadual Justiniano de Serpa, com 530.2.

O primeiro colégio fora da Capital vem de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. Trata-se da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Maria Dolores Alcântara e Silva, com 529.3, que figura em 4º.

EEEPs

As EEEPs são maioria entre as dez melhores colocadas, ocupando da 4ª a 10ª colocação na classificação, localizadas em Fortaleza e municípios do Interior como Itapagé, Russas e Acopiara.

2009

Em relação a 2009, as três primeiras posições continuam com as mesmas escolas. O que mudou foi entre os dois primeiros colocados, que trocaram as posições. Em 2009, a primeira posição era do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará.

Ranking

No ranking regional, foram consideradas 428 escolas públicas do Ceará e a posição foi medida de acordo com a nota média no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011.

O Ministério da Educação por meio do Inep organiza e implementa tais exames, disponibilizando dados sobre a avaliação dos estudantes da rede pública de todo o Brasil.

Tabelas de 2011 e 2009, com posição, escola, média geral e cidade, nesta ordem:

2011
1º Colégio da Policia Militar do Ceará – 579.7 – Fortaleza
2º Colégio Militar do Corpo de Bombeiro – 567.7 – Fortaleza
3º Colégio Estadual Justiniano de Serpa – 530.2 – Fortaleza
4º EEEP Maria Dolores Alcântara e Silva – 529.3 – Horizonte
5º EEEP Adriano Nobre – 526.2 – Itapagé
6º EEEP Prof. Walquer Cavalcante Maia – 516.8 – Russas
7º EEEP Alfredo Nunes de Melo – 513.4 – Acopiara
8º EEEP Juarez Távora – 506.8 – Fortaleza
9º EEEP Prof. Onélio Porto – 503.6 – Fortaleza
10º EEEP Mario Alencar – 502.6 – Fortaleza

2009
1º Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará – 553.3 – Fortaleza
2º Colégio da Policia Militar do Ceará – 552.8 – Fortaleza
3º Colégio Estadual Justiniano de Serpa – 505.5 – Fortaleza
4º EEEP Aderson Borges de Carvalho – 498.2 – Juazeiro do Norte
5º EEFM Tabelião Jose Pinto Quezado – 477.0 – Aurora
6º EEFM Santa Tereza – 476.8 – Altaneira
7º EEFM Zélia de Matos Brito – 475.3 – Guaramiranga
8º EEFM Edmilson Pinheiro – 471.9 – Maracanaú
9º EEFM Presidente Geisel – 470.1 – Juazeiro do Norte
10º EEFM Padre Amorim – 467.1 – Missão Velha

(O Povo Online)

Superação: Primeiro médico indígena se forma na UnB

A 85ª turma de Medicina da UnB marcou um feito inédito: entre os novos médicos estava o primeiro a ser formado pelo vestibular indígena. Josinaldo da Silva, representante da tribo Atikum, no sertão pernambucano, é o símbolo de um projeto de diversidade promovido pela UnB nos últimos dez anos. Engajado com a causa de seu povo, Josinaldo pretende usar o conhecimento adquirido na UnB no programa Saúde da Família, que leva saúde diretamente às comunidades.

médico indígena unb josinaldo silva

No depoimento concedido à UnB Agência, ele conta que sonhava em ser médico desde que começou a trabalhar como agente de saúde, aos 22 anos, mas a falta de opções em sua região fez com que ele estudasse Matemática. Foi a criação do vestibular específico para indígenas na UnB que possibilitou a realização de um sonho. “As informações são mais difíceis na aldeia. Um grupo de colegas veio à capital em 2005 e descobriu as cotas”, conta. Me interessei de imediato. Com o curso de Medicina, poderia contribuir mais com a minha aldeia”. Leia abaixo trechos do depoimento de Josinaldo.

Chegada a Brasília

Confesso que quando passei, não acreditei. A ficha demorou um pouco a cair. Foi no início de 2006. Vim com uma colega e aqui me reuni com um grupo de indígenas de outros cursos. Éramos 13 cotistas ao todo: além da Medicina, havia estudantes de Enfermagem, Nutrição, Biologia e Farmácia. Foi muito difícil no início. Precisamos pagar um aluguel caro, não tínhamos referências, conhecidos, ninguém que se dispusesse a ser fiador. Além disso, tínhamos uma bolsa de R$ 900. Todo mundo sabe que isso é pouco para a cidade. Nossa salvação foi a Dona Socorro, que nos acolheu na 706 Norte e agiu como um anjo. Era paciente e compreensiva, nos apoiava quando a bolsa atrasava e sempre negociava os pagamentos.

A adaptação na cidadeEu preciso ser sincero. Estou aqui desde 2006, mas nunca me adaptei. Acho que nunca vou me adaptar. Brasília é agradável, tem um ambiente gostoso, é uma cidade tranqüila, mas é muito fechada. Eu estranho ainda viver num apartamento. A gente que é do mato sempre sente falta da natureza. É o nosso mundo, sabe.

Primeiras impressões da UnB

Foi outro momento difícil, pois tudo é estranho. A gente não conhece ninguém, não tem amigos. Acaba que passei, como outros colegas indígenas, muitos momentos de isolamento. E existe o preconceito, que ninguém admite, mas acontece. Quando era apresentado, a reação era sempre a mesma: “Você é índio, que legal, como é a vida lá na aldeia?”. Mas na hora dos trabalhos de grupo, nas conversas do intervalo, ficava sempre de lado ou por último.

O preconceito

Eu mesmo nunca ouvi, mas alguns colegas me relataram casos de professores que reclamavam por dar aulas para índios. Alguns colegas reagiram escondendo que eram cotistas. Com o perdão da expressão, acho isso uma sacanagem. Tem que enfrentar o preconceito, senão não supera a barreira. Temos de firmar o compromisso com nosso povo. E se começa uma conversa estranha, atravessada, eu corto na hora. Não permito prosperar.

Apoio de colegas e professores

É verdade que eu fiz poucos amigos. Mas esses são verdadeiros. Eles me ajudaram a transpor várias barreiras, me apoiaram no início, ajudaram nos estudos durante os primeiros semestres, quando precisei me adaptar ao ritmo da Universidade, a compreender bem toda a teoria que a medicina tem. O conhecimento nas aldeias é muito prático. A gente sabe que a coisa funciona, mas não sabe como. Na UnB é diferente, precisei estudar muito e o apoio dos colegas foi fundamental.

Alguns professores também são inesquecíveis. A Yolanda Galindo Pacheco e a Jussara Rocha Ferreira, da Anatomia, além de excelentes mestras, vestiam a camisa do grupo, defendiam as cotas e os cotistas. Elas apoiaram muito a nossa causa. Punham a mão no fogo pela gente. O professor Carlos Eduardo Tosta também foi importante, ele tinha uma sensibilidade, que eu chamaria de espiritual, e muito respeito pela tradições indígenas.

O futuro imediato

Agora estou lutando pela Residência. Não é fácil, mas tenho fé que tudo dará certo. Estou disputando uma vaga lá no Hospital de Planaltina. Quero seguir o caminho da Saúde da Família, é o que mais pode contribuir com a minha comunidade.

Meu objetivo é voltar pra aldeia tão logo termine a formação. É um acordo que faz parte do convênio da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), mas é mais do que isso, é um compromisso meu com o meu povo, com os Atikum, minha origem e minha razão de estudar. O índio é o que pode cuidar melhor da saúde do índio, compreende os costumes, conhece a tradição. Um índio tem todas as condições de cuidar de uma tribo, reunindo o saber da universidade com o saber tradicional. É esse o meu objetivo.

Fonte: Secretaria de Comunicação da UnB

Ivo Gomes propõe redução do atual calendário escolar em 02 meses

O secretário de Educação de Fortaleza, Ivo Gomes, propôs nesta quinta-feira (7) reduzir o calendário escolar de 2012 em dois meses. Em compensação, o ano letivo de 2013 teria uma hora a mais por dia. A ideia do secretário foi apresentada na Câmara Municipal e está sendo analisada pelo Ministério Público. 

Em 2012, os professores entraram em greve e atrasou o calendário letivo. O encerramento das aulas do ano passado estão marcadas para 29 de abril de 2013. 

De acordo com o secretário, a redução do calendário de 2012 tem como objetivo organizar o ano letivo para, em seguida, implementar políticas públicas para melhorar a qualidade de ensino de Fortaleza.

Apenas o vereador Guilherme Sampaio (PT) não aceitou a proposta de Ivo. Ele acredita que, com a redução do calendário, os estudantes iriam perder cerca de 20% do conteúdo educacional. 

Guilherme afirma que tentou sugerir uma alternativa para Ivo, mas o secretário não escutou a proposta do vereador, que sugeria acrescentar uma hora por dia nas aulas do ano letivo de 2012.

(Portal C News)

Em 3 anos, Casas de Cultura da UFC perdem quase 500 vagas

As Casas de Cultura Estrangeira da Universidade Federal do Ceará (UFC) estão oferecendo apenas 286 vagas para turmas que iniciam no primeiro semestre de 2013. A redução no número de vagas oferecidas, comparado com o que era disponibilizado no edital de 2009.1, é de 500 alunos a menos. A Cultura Francesa, que já chegou a oferecer seis turmas iniciantes, por exemplo, abriu inscrições para apenas uma. As Culturas Italiana e a Portuguesa não abriram inscrições.

A Diretora do Centro de Humanidades da UFC, professora Vládia Borges, explicou que o problema na redução de vagas é consequência da não equivalência entre os professores que compõem o quadro das Casas de Cultura e os demais docentes da Universidade. Segundo ela, desde 2003 os professores da Cultura foram enquadrados como componentes da rede de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), embora estejam locados na UFC. O problema é confirmado pela coordenação geral das Casas de Cultura.

Professora Vládia esclarece que a redução do quadro de professores foi acontecendo no decorrer dos anos, por conta de aposentadorias. Por causa da não equivalência, quando um professor se aposenta, a UFC não pode providenciar a substituição porque não consta vacância no quadro do ensino superior, explica.

No ano passado o MEC enviou uma resolução ao Ministério do Planejamento dando novamente equivalência entre professores da EBTT, mas a medida ainda não foi implementada.

Concorrência

As turmas da Casa de Cultura Britânica sempre tiveram alta concorrência. Em 2012.1, um dos horário chegou a 27 candidatos para uma vaga. Com o corte de vagas para o próximo semestre, a concorrência de uma das turmas chega a 40.

(Arimatéia Filho, Jangadeiro Online)

Professor que perdeu 31 alunos diz que será difícil voltar ao trabalho

O professor Silvio Henrique Vidal Dorneles, do curso de agronomia da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), diz que o momento agora é tentar dar apoio às famílias e às vítimas que ainda estão hospitalizadas. Ele também se prepara para a volta às aulas no próximo dia 1º de fevereiro. Trinta e um alunos do curso que Dorneles dá aula morreram no incêndio que atingiu a boate Kiss neste final de semana.  

“Vai ser muito difícil. Somente em uma das minhas turmas oito alunos faleceram. Estamos em provas finais. Será muito difícil retornar. Nós professores e todos os demais servidores estamos muito abalados com tudo essa tragédia”, contou. 

Dorneles conta que soube do incêndio por volta de 3h de domingo, por um cunhado que é enfermeiro do Hospital de Caridade, em Santa Maria. “Ele me ligou quando chegaram as primeiras vítimas. Começamos naquele momento as buscas e sabíamos que lá estavam muitos alunos nossos da agronomia, zootecnia, engenharia de alimentos”, relembra. 

Segundo ele, a festa é um evento tradicional dos estudantes da universidade e a boate Kiss era uma das mais frequentadas por eles. “Naquele momento sabíamos que lá estavam muitos alunos e que teríamos um grande número de vítimas e isso infelizmente acabou se confirmando”, lembrou ainda.  

Dorneles explicou que o evento organizado pelos alunos tinha o intuito de arrecadar verba para a festa de formatura e outras festas como essa também foram realizadas pelos alunos.  

Neste momento, ele acompanha o estado de saúde das vítimas que seguem internadas. “Muitos pais estão no hospital. Estamos tentando localizá-los para prestar apoio e mostrar que estamos sentindo a mesma dor que eles. O momento agora é levantar a cabeça e ir em frente, ajudar aqueles que estão em situação grave e também os que estão sentindo sintomas e voltando ao hospital”, disse. 

“O nosso objetivo é dar apoio. A comunidade de Santa Maria se mobilizou de maneira maravilhosa. Continuamos as nossas orações por aqueles que estão lutando para sobreviver dessa tragédia que sangrou nosso coração e nossa alma”, finalizou Dorneles. 

(Portal Eband)

 

MEC divulga lista de aprovados no ProUni

A primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na internet. Para ver o resultado, o estudante deve entrar na página do programa. Os alunos terão até 31 de janeiro para apresentar a documentação e fazer a matrícula na instituição de ensino para a qual foram selecionados.

Segundo números divulgados pelo MEC, o balanço final do ProUni registrou 1.032.873 inscritos. O total de inscrições foi 2.011.538, considerando que cada candidato teve a oportunidade de fazer até duas opções de curso. O estado com o maior número de candidatos na primeira edição do programa neste ano foi São Paulo, com 187.489; seguido por Minas Gerais, com 141.839, e o Rio de Janeiro, com 75.935.

Em 8 de fevereiro, será feita a segunda chamada de pré-selecionados. O candidato deve providenciar a matrícula e a apresentação de documentos até o dia 19 do mesmo mês.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. Para o primeiro semestre deste ano, estão sendo oferecidas 162.329 bolsas, sendo 108.686 integrais e 53.643 parciais (cobertura de 50% da mensalidade).

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa. Cada estudante pode optar por até dois cursos.

Da Agência Brasil

Colégio Christus, da Barão de Studart, é assaltado nesta quarta-feira

20090914_revolver_apontado

Um colégio particular de Fortaleza, localizado na Aldeota, foi assaltado por dois homens armados, por volta das 18h desta quarta-feira (23). Os assaltantes chegaram numa moto e fizeram a mãe de um aluno de refém, levando-a como escudo até a tesouraria.

Os criminosos roubaram uma valor não divulgado. A ação durou cerca de dez minutos. Segundo a Polícia Militar, tudo foi registrado pelo circuito interno de segurança da escola.

Testemunhas de uma loja em frente ao colégio informaram que além dos dois assaltantes que, entraram no local, havia um casal em outra moto esperando. Os seguranças do colégios não possuem arma. Eles fugiram pela Avenida Barão de Studart.

(Hayanne Narlla – Jangadeiro Online)

Geilson Gonçalves: Aluno cearense de Medicina é premiado com o 1º lugar em seminário internacional

zzzzzzz

O aluno do quarto semestre do curso de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Geilson Gonçalves de Lima, teve seu trabalho premiado em primeiro lugar no IV Seminário Internacional de Promoção em Saúde.

Com o tema “A estratégia saúde da família e o cenário de promoção da saúde num município de pequeno porte: avanços e desafios”, o trabalho teve a orientação dos professores da UFRN, João Mário Pessoa Júnior e Francisco Arnoldo Nunes de Miranda e foi selecionado entre mais de 700 trabalhos classificados no evento internacional.

A pesquisa na área da saúde coletiva foi escolhida por uma banca internacional, incluindo a participação de uma professora da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

O evento foi organizado pela Universidade Federal do Ceara (UFC), Universidade estadual do ceara (UECE) e Universidade de Fortaleza (Unifor) e apresentado no dia 28 de novembro de 2012, porém, os autores receberam a informação do prêmio somente na última quarta-feira, 16. “Foi uma surpresa, pois eu não esperava ser premiado concorrendo com mais de 700 trabalhos, inclusive de professores de mestrado e doutorado”, disse Geilson ao O POVO Online.

Ele credita o prêmio ao trabalho sério e comprometimento de todos os envolvidos na pesquisa realizada no município de Caraúbas, interior do Rio Grande do Norte, que mostrou a evolução de saúde nos postos de saúde e hospitais do município. “Traçamos as conquistas e os avanços da área no município, desde o começo até o momento atual, isso deve ter feito a diferença”, acredita o estudante.

Geilson recebeu o certificado na última quarta-feira, em uma premiação simbólica realizada na Unifor, já que ele não pôde comparecer à premiação oficial.

(O Povo Online)

Gestão pública desbanca medicina e torna-se o curso mais concorrido do Sisu

Desbancando os tradicionais cursos de medicina e direito de universidades federais, o curso mais concorrido de todo o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi o de gestão pública no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia em Brasília. Foram feitas 12.221 inscrições para 45 vagas. Em seguida, o ranking aponta como campeões de concorrência três cursos de medicina: na Universidade Federal de Juiz de Fora, na federal do Ceará e na Federal do Acre.

“Fiquei muito feliz com escolha desses alunos. O setor público precisa de bons gestores, é um excelente sinal”, avaliou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. No recorte das universidades, a mais demandada foi a Universidade Federal do Ceará com 133.923 inscritos para 6.258 vagas. A instituição foi seguida pela federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).

O balanço do Ministério da Educação aponta um aumento significativo em vagas e cursos ofertados entre 2010 e 2013. Há três anos, a oferta de vagas era de 47.913 contra as atuais 129.319 de hoje. O número de cursos também mais de dobrou no mesmo período. Foram 1.319 em 2010 contra os atuais 3.752. “Com um único exame (Enem) e com um único sistema (Sisu), o candidato tem uma variedade de cursos que pode disputar”, declarou.

(Portal Terra)

Fundação Silvestre Gomes oferta cursos gratuitos de moda e web em Fortaleza

curso

A Fundação Silvestre Gomes oferece gratuitos neste mês de janeiro cursos neste mês de janeiro nos segmentos moda, beleza e web. A fundação é uma instituição sem fins lucrativos que existe há seis anos e tem um trabalho voltado para arte e educação.

Para se matricular basta ir ao local – na Rua Frei Marcelino, número 1.511, Bairro Rodolfo Teófilo – com RG e comprovante de endereço próprio ou do responsável.

Veja data e horários dos cursos:

Design de sobrancelhas
Dias 14 a 18/1 de 15h às 17h

Design de unhas
Dias 21/1 a 1/2 de 15 as 17h

Oficina de moda e customização de roupas
Dias 19/1 e 26/1
9h às 12h e 13h às 17h

Web
Hardware Básico
21/1 a 1/2 de – 19 às 21h

Introdução ao photoshop
28/1 a 1/2  de 19h as 21h

Informática para a melhor idade
18/1

Mídias sociais e comunicação na web
Dias 14/01 a 18/1
De 17h às 18h30

Serviço
Telefone: (85) 3223.5514

(G1 Ceará)

UFC é a universidade mais disputada do Brasil no Sisu 2013

A decisão de tornar a Universidade Federal do Ceará (UFC) uma das primeiras do Brasil a adotar o Sisu como forma de ingresso contribuiu para que a instituição fosse a mais procurada em 2013, com 133.923 inscritos, na avaliação do reitor Jesualdo Farias. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, ressaltou a boa quantidade de vagas ofertadas pela instituição.

Apesar da grande procura de alunos de outros estados por vagas na UFC, Jesualdo Farias acredita que cerca de 95% das vagas serão de estudantes do Ceará. “Os cearenses são muito competitivos aqui e em qualquer lugar do país. Cerca de 95% dos cearenses vão ocupar as nossas vagas. Em 2011 alunos de outros estados ocuparam 7,5% das vagas; em 2012 foram 3,5%”, lembra.

Para o diretor executivo do Sistema Ari de Sá de Ensino, Ari de Sá Neto, o cearense tem “uma cultura do estudo”, o que torna o aluno cearense mais competitivo. “Nós temos convênio com escolas de 20 estados e percebemos a diferença no Ceará. Existe uma busca muito forte pelas melhores escolas de ensino, há uma cultura do estudo. Isso parte muito do aluno e as escolas, elas acabam tendo que atender a demanda”, diz. O diretor lembra que Fortaleza é a cidade com o maior número de aprovados no ITA em 2012.

UFC aderiu ao Sisu em 2009, com ingresso em 2010. Segundo balanço divulgado pelo MEC nesta segunda-feira (14), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficou em segundo lugar, com 115.794 inscritos.

“Primeiro o que contribuiu muito foi o fato da UFC ter sido, entre as grandes faculdades, a primeira a ingressar no Sisu como critério único em todas as suas vagas. Segundo, nós passamos para uma política de acréscimo de vagas a cada ano”, afirma. Em 2012 foram 6.264 e, em 2011, 5.724. 2010.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na tarde desta terça-feira (8) que foram registrados desde segunda (7) 1.163.150 inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enemx) para vagas em instituições federais de ensino superior.

“O Ceará tem especifidade. O estado com mais estudantes aprovados no ITA é o Ceará. Cearense é bom de matemática e tem trabalho específico para o ITA. A UFC é universidade de excelência e tem uma boa quantidade de vagas, os estudantes estão atentos a isso”, disse Mercadante.

Jesualdo lembra que em 2012 o curso de arquitetura e urbanismo teve a melhor avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e medicina, em Fortaleza, obteve nota 4.  “Todos os nossos cursos têm nota 4 ou 5 no índice do MEC, que é a nota máxima. Algumas raras exceções têm 3 na avaliação”, diz o reitor.

Sobre medicina ser um dos cursos mais procurados de todo o Brasil, o reitor acredita que o investimento em infraestrutura da faculdade tenha atraído o alto índice de procura. “Investimos em todos os hospitais universitários, além de termos ótimos professores. Recebemos investimentos de R$ 45 milhões e temos R$ 120 em licitação”, diz. O curso de medicina da UFC teve 21.848 inscritos para vagas nos três campi, Fortaleza, Sobral, cidade pólo do norte do Estaddo, e no Cariri, região sul do Ceará.

Outro fato que aumenta a procura pela UFC, segundo Miguel Franklin, é a oferta pelo maior número de vagas de medicina em todo o Brasil. Ao todo, são 320 vagas, nos campi deFortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte, o maior número do país. Minas Gerais ofertou 240 vagas no mesmo curso e o Rio de Janeiro, 260.

Perfil
A UFC tem 1.749 docentes, sendo 1.278 efetivos. Com um total de 25.813 alunos, a instituição tem 22.500 estudantes na graduação e 3.313 na pós-graduação. Foi fundada em 16 de dezembro de 1954.

Em 2008, teve orçamento anual de R$ 727 milhões. Quatro cidades do Ceará abrigam campi da universidade: Fortaleza, Sobral, Quixadá e Juazeiro do Norte. Na capital, há três deles: nos bairros Pici, Bendica e Porangabussu.  

Resultado
O MEC disponibilizou por volta de 8h15 desta segunda-feira (14) no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a relação dos aprovados no processo seletivo. É possível fazer o filtro por instituição, curso e turno das listas de aprovados. Quase dois milhões de candidatos se inscreveram para disputar 129.319 vagas em 3.752 cursos de ensino superior. Esta é a primeira edição do Sisu a incorporar o sistema de cotas sociais e raciais estabelecido por lei sancionada em agosto de 2012.

As matrículas dos candidatos aprovados devem ser feitas entre os dias 18 e 22 de janeiro. Os convocados devem se informar junto às instituições de ensino em que foram aprovados sobre os documentos necessários, locais e horários para efetivar as matrículas. Quem não foi aprovado deve esperar a segunda chamada do Sisu, que será no dia 28.

Desde a madrugada os candidatos já podem consultar o resultado do processo seletivo pelo telefone 0800 61 61 61, número da Central de Atendimento do Ministério da Educação (MEC). É preciso ouvir a gravação telefônica e depois selecionar as opções “3″, depois novamente “3″ e, em seguida, a opção “1″. O sistema só aceita ligações feitas de telefones fixos.

A gravação eletrônica vai pedir ao candidato para digitar o número de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seguir, a gravação diz se o candidato foi selecionado na primeira ou segunda opção de curso que fez no Sisu, ou se não foi classificado nesta primeira chamada.

Nesta edição, o Sisu reuniu 129.319 vagas em 3.752 cursos de ensino superior de 101 instituições públicas (federais ou estaduais). A seleção é feita entre os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012. No total, 1.949.958 candidatos se inscreveram no Sisu.

De acordo com o edital, em caso de notas iguais, o desempate entre os candidatos levou em conta os seguintes critérios:
- Maior nota obtida na redação;
- Maior nota obtida na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias;
- Maior nota obtida na prova de matemática e suas tecnologias;
- Maior nota obtida na prova de ciências da natureza e suas tecnologias;
- Maior nota obtida na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

(G1 Ceará)

Universidade do Trabalho Digital inicia o ano com 13 novas turmas em 5 cursos

curso

Via Governo do Estado do Ceará

O ano de 2013 começa movimentado na Universidade do Trabalho Digital (UTD). A partir do dia 14 de janeiro (segunda-feira), serão iniciadas 13 novas turmas. Ao todo, estão matriculados 304 estudantes nos cursos – gratuitos – de Iniciação Digital, Aperfeiçoamento Digital, PHP, Web Design e Criação e Manipulação de Imagem.

São sete turmas do curso de Iniciação Digital e três turmas de Aperfeiçoamento Digital. Já os cursos de PHP, Web Design e Criação e Manipulação de Imagem possuem uma turma cada. As aulas serão realizadas na sede da UTD, que fica no prédio do antigo Cine São Luiz, centro de Fortaleza.

A carga horária dos cursos varia de 30h/a a 80h/a, que será concluída no final de fevereiro. As aulas acontecem nos turnos da manhã, tarde e noite, com o objetivo de alcançar todos os públicos. A opção da UTD é pelo uso do Software Livre e na grade programática está presente a disciplina de empreendedorismo, como forma de potencializar a formação profissional e, consequentemente, a inserção no mercado de trabalho.

A UTD é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). As atividades estão sendo executadas através de parceria com o Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), instituição vinculada à Universidade Federal do Ceará.

“A inclusão digital é uma estratégia para se fazer a inclusão social. A certificação aumenta a capacidade de inserção no mercado de trabalho dos estudantes, e, mais que isso, incluem socialmente os recém-formados. Queremos formar futuros empreendedores, e não apenas empregados”, frisa o secretário René Barreira.

Com cursos nos níveis básico e avançado, a UTD está proporcionando formação gratuita na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), como forma de melhorar a qualificação profissional em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Estado. A iniciativa está facilitando a transição dos jovens entre a escola e o trabalho e ainda assegurando os direitos de acesso à educação e ao mercado de trabalho.

Endereço:
UTD – Rua Major Facundo, 500 (prédio do antigo Cine São Luiz), 10º a 13º andar – Centro de Fortaleza

Confira a grade de cursos:

Curso Horário Qtde. Alunos C. Horária Inic. Curso Término
           
PHP 18:00 – 20:30 18 80 h/a 14/01/13 27/02/13
Web Design 15:30 – 18:00 18 80 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 08:00 – 10:00 25 80 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 10:00 – 12:00 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 10:00 – 12:00 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 14:00 – 16:00 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 16:00 – 18:00 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 18:30 – 20:30 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Iniciação Digital 18:30 – 20:30 25 60 h/a 14/01/13 27/02/13
Aperfeiçoamento Digital 08:00 – 11:00 25 30 h/a 14/01/13 25/01/13
Aperfeiçoamento Digital 14:00 – 17:00 25 30 h/a 14/01/13 25/01/13
Aperfeiçoamento Digital 18:00 – 20:30 25 30 h/a 14/01/13 25/01/13
Criação e Manipulação de Imagem 18:00 – 20:30 18 80 h/a 14/01/13 27/02/13

Medicina na UFC em Fortaleza é o mais procurado do Brasil

Nova Logomarca UFC

O curso de medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC) no campus de Fortaleza é o curso mais procurado em todo o Brasil pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo o coordenador do Sisu na universidade, Miguel Franklin, são 10.710 inscritos no curso de até 15h50 desta terça-feira (8) para o curso em Fortaleza. A instituição oferta 320 vagas para o curso, sendo 80 no campus da cidade de Sobral, norte do estado, 80 para a região do Cariri, e as demais para a capital.

Além do curso de medicina no campus de Fortaleza, a UFC tem 4.403 inscritos para a faculdade de medicina no campus Cariri e 2.815 no campus de Sobral, os dois no interior doCeará.

Na soma de todos os cursos, a UFC é a segunda universidade mais procurada de todo o Brasil, atrás apenas da Universidade do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo Franklin, as estatísticas referentes à UFC foram recebidas “sem surpresa”. “Temos alta procura devido à disponibilidade de vagas, que é a maior do Brasil, e devido à reputação da universidade, que é referência em todo o país”, diz Franklin.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na tarde desta terça-feira (8) que foram registrados desde segunda (7) 1.163.150 inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para vagas em instituições federais de ensino superior.

As inscrições começaram na segunda e terminam às 23h59 da próxima sexta-feira (11). Elas devem ser feitas no sitesisualuno.mec.gov.br. São oferecidas 129.319 vagas no ensino superior em 3.752 cursos de 101 instituições.

Veja a seguir as instruções para participar do processo seletivo deste semestre:

Quem pode participar do Sisu 2013?
Apenas quem fez o Enem 2012 e tirou nota maior do que zero na prova de redação. O resultado no exame é a pontuação utilizada para selecionar os candidatos nas vagas escolhidas. Para se inscrever, basta usar o CPF ou o número de inscrição no Enem, além da senha cadastrada no sistema do Enem, que será a mesma utilizada pelo Sisu. Quem perdeu a senha do Enem deverá recuperá-la no site do exame.

Como funcionam as inscrições?
As inscrições, abertas nesta segunda-feira (7), vão até as 23h59 da sexta-feira (11) no site do Sisu. Durante esse período, os participantes poderão se inscrever em até duas opções de opções de vaga, especificando suas opções em ordem de preferência e incluindo a instituição, o local de oferta, o curso e o turno pretendidos.

Como cada instituição pode definir seus critérios de seleção, é dever do candidato ficar atento para as notas mínimas exigidas em cada curso, além da documentação necessária para a matrícula. A inscrição poderá ser alterada quantas vezes o candidato quiser até as 23h59 do dia 11, mas somente a última inscrição confirmada será considerada pelo sistema.

Diariamente, o sistema emitirá um boletim informando a nota de corte de cada curso, para que o candidato saiba se sua nota do Enem é suficiente para concorrer à vaga, e a classificação parcial do candidato, em seu boletim individual. Porém, a nota de corte não é calculada em tempo real, e sim uma vez ao dia. Por isso, ela não é uma garantir de que o candidato será selecionado para a vaga disputada.

VEJA O CALENDÁRIO DO SISU 2013
7 a 11 de janeiro Período de inscrições do Sisu
14 de janeiro Primeira chamada do Sisu
18 a 22 de janeiro Matrícula da primeira chamada do Sisu
28 de janeiro Segunda chamada do Sisu
1º a 5 de fevereiro Matrícula da segunda chamada do Sisu
28 de janeiro a 8 de fevereiro Prazo para participar da lista de espera
a partir de 18 de fevereiro Convocação dos candidatos da lista de espera

Como funciona a seleção?
Após o período de inscrição, o sistema selecionará automaticamente os candidatos com maior pontuação, na quantidade referente ao número de vagas em cada curso. O resultado desta seleção será divulgado na primeira chamada, no dia 14.

Os candidatos selecionados em sua primeira opção de curso devem fazer a matrícula entre os dias 18 e 22 de janeiro. Eles não poderão participar das chamadas seguintes.

Quem for selecionado na segunda opção continuará participando da seleção, inclusive quem fizer a matrícula no mesmo período, e poderá ser convocado na segunda chamada para sua primeira opção de curso. A segunda chamada está prevista para o dia 28.

A matrícula dos convocados na segunda chamada acontece entre 1º e 5 de fevereiro.

Como funciona a lista de espera?
No dia 28 o Sisu abre as inscrições para a lista de espera, que podem ser feitas até 8 de fevereiro. Para se inscrever, é preciso acessar o sistema durante esse período especificado, no boletim de acompanhamento, clicar no botão que correspondente à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu.

Dessa lista podem participar tanto quem não foi convocado em nenhuma chamada quanto quem foi selecionado em sua segunda opção – mesmo tendo feito matrícula. Porém, cada candidato só poderá disputar as vagas remanescentes relativas à sua primeira opção.

A lista será divulgada em 18 de fevereiro. A partir daí, a seleção será feita gradativamente pelas instituições.

Como a lei de cotas será aplicada no Sisu?
No ato da inscrição, o candidato também deverá especificar a modalidade de concorrência da qual quer participar. Ele poderá concorrer às vagas reservadas pela Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012.

A lei determina que, até 2016, 50% das vagas das instituições federais sejam para alunos que fizeram todo o ensino médio em escola pública. Além disso, metade deste índice será para alunos com renda familiar até 1,5 salário mínimo. Há ainda um percentual para estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas de acordo com a proporção desta população no estado da instituição, segundo o IBGE.

Em 2013, pelo menos 30% do total de vagas ofertadas pelas universidades serão preenchidas nestes critérios.

O candidato inscrito no Sisu pode se inscrever no Prouni?
Sim, mas só podem participar do Prouni quem cursou todo o ensino médio em escola pública ou foi bolsista integral em uma particular. A seleção do Prouni também será feita usando a nota do Enem 2012.

Porém, apenas um dos resultados será considerado. Caso o candidato seja aprovado pelo Sisu para uma vaga em universidade pública, mas também receba uma bolsa de estudos do Prouni para uma instituição privada, ele terá que optar por apenas uma delas, já que não é permitido acumular as duas vagas.

O edital com as datas do Prouni em 2013 será divulgado em janeiro, segundo o MEC.

(G1 Ceará)

Dois cursos superiores do IFCE são avaliados como “insatisfatórios” pelo MEC

Dois cursos do IFCE estão na lista de 38 graduações de nível superior avaliadas como “insatisfatórias” no Conceito Preliminar de Cursos (CPC) de 2011. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) no Diário Oficial da União desta terça-feira (8). Os cursos de Automação Industrial e Química oferecidos pelo IFCE estão na lista.

Esse conceito avalia o rendimento dos alunos, a infraestrutura e a equipe de profissionais de educação.  Os38 cursos estão espalhados por 21 instituições de ensino, entre institutos federais de educação, centros universitários e universidades federais. Essa é a primeira vez que os cursos apresentam nota ruim e agora ficam sujeitos a medidas de regulação e supervisão para melhorar a avaliação. Também há perda de autonomia de ações, como a ampliação do número de vagas.

Notas dos cursos

Todos os cursos da lista tiveram conceito inferior a 2 no CPC relativo a 2011. Para os cursos com conceito inferior a 3, o MEC estabelece exigências como assinatura de um plano de melhorias com medidas a serem tomadas a curto e a médio prazo. O CPC concede notas de 1 a 5.  O curso de Automação Industrial foi avaliado com a nota de 1,76. Já o curso de Química ficou com 1,88.

Novos prazos

Em 60 dias, os cursos mal-avaliados devem passar por reestruturação no corpo docente com ações como investimento em qualificação e dedicação integral dos docentes. Em 180 dias, deve ser feita a readequação da infraestrutura e do projeto pedagógico.

O plano de melhoria é acompanhado por uma comissão de avaliação que fará relatórios bimestrais sobre a evolução das correções determinadas pelo MEC. Caso as medidas não sejam cumpridas, será instaurado processo administrativo que pode resultar no fechamento do curso. Além disso, os cursos e instituições com conceito inferior a 3 ficam automaticamente impedidos de oferecer o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Com informações da Agência Brasil

Uece começa inscrições para cursinho Pré-Vestibular

307184-Cursinho-pré-vestibular

Um policial militar foi assaltado em uma ”saidinha bancária” no início da tarde desta sexta-feira (4), em frente a uma agência bancária na Rua 7 de Setembro, no Bairro da Parangaba, em Fortaleza. De acordo com informações do programa de policiamento Ronda do Quarteirão, dois homens  em uma moto abordaram o policial logo na saída do banco e levaram um pacote contendo R$ 6 mil.

O policial assaltado trabalha no Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), grupo de elite do pelotão de motos da PM. O Ronda informou também que os suspeitos estão sendo procurados pelas equipes da polícia nos bairros Parangaba e Montese.

Insegurança
No dia 12 de dezembro, um empresário de 36 anos foi baleado após uma saidinha bancária no Bairro Aldeota, em Fortaleza. Ele sacou R$ 6 mil para pagar funcionários e quando chegava à empresa, próximo ao banco, foi surpreendido pelos assaltantes. O empresário levou um tiro no peito após entregar o dinheiro.

Já no dia 4 de dezembro, outro empresário de 66 anos foi morto em uma saidinha bancária na Avenida Francisco Sá, no Bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza. Os suspeitos renderam o filho e obrigaram o empresário a fornecer o dinheiro. Houve luta corporal e um dos suspeitos atirou no dono da empresa. Ele levou dois tiros, um na mão e outro no tórax. O empresário morreu no local.

(G1 Ceará)

Fortaleza é a cidade que mais aprova alunos no ITA em 2012

ita

Fortaleza é a cidade do Brasil como o maior número de candidatos aprovados nas escolas militares do país neste ano. Em 2012, 43 estudantes matriculados em escolas de Fortaleza foram aprovados no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

A capital cearense ficou à frente de São Paulo, com 12 aprovados, e Rio de Janeiro, com 10 aprovados. Quatro alunos de Belo Horizonte foram aprovados neste ano; Brasília e Recife tiveram 3 aprovados cada. As escolas de São José dos Campos, onde fica o ITA, aprovaram 41 alunos.

O ITA fica em São José dos Campos, em São Paulo, e é um dos concursos mais concorridos do Brasil entre alunos que concluem o ensino médio. Em Fortaleza, o colégio Farias Brito teve o maior número de candidatos que ingressaram no ITA em 2012, com 19 aprovações.

Quase 7.300 estudantes se inscreveram para disputar as 130 vagas para os cursos de graduação em engenharia do instituto, considerado um dos melhores do país. As provas do vestibular ocorreram entre os dias 11 e 14 de dezembro em 22 cidades e capitais do país.

Cidade Nº de
aprovados
Fortaleza 43
São Paulo 12
Rio de Janeiro 10
Belo Horizonte 4
Brasília 3
Recife 3
Salvador 2

Aprovados
De acordo com o ITA, os aprovados também irão receber uma carta e telefonema informando o resultado do vestibular. “A nota de corte foi de 68. A contabilidade dessa nota foi feita através de um cálculo que levou em consideração a parte de teste e dissertativa que gerou uma média que excluiu o inglês. A nota mínima era de 40 por matéria”, disse Luiz Carlos Rossato, de 67 anos. Em 2012, a nota de corte foi de 70. “A queda ocorreu por conta da dificuldade maior nas questões da prova de Física neste ano”, disse.

O ITA ainda não definiu se haverá ou não uma segunda chamada. “Depende se haverá desistentes”, disse Rossato. Os aprovados devem comparecer a sede do ITA, em São José dos Campos (SP), no dia 20 de janeiro para apresentação. Quem não compareecer nessa data é excluído do processo seletivo.

(G1 Ceará)

Inep divulga notas máximas e mínimas das provas objetivas

o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou no fim da tarde desta sexta-feira, 28, asnotas mínimas e máximas das quatro provasobjetivas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012. Confira:

Ciências Humanas e suas tecnologias
Mínimo: 295,6
Máximo: 874,9

Ciências da Natureza e suas tecnologias
Mínimo: 303,1
Máximo: 864,9

Linguagens e códigos e suas tecnologias
Mínimo: 295,2
Máximo: 817,9

Matemática e suas tecnologias

Mínimo: 277,2
Máximo: 955,2

A divulgação das notas mínimas e máximas serve para o candidato ter uma base para saber se teve um bom resultado no exame, já que as provas objetivas do Enem são corrigidas de acordo com a Teoria de Resposta ao Item (TRI), método conhecido internacionalmente, em que a nota final é calculada de acordo com o valor atribuído a cada questão. 

Uma questão que teve baixo índice de acertos é considerada “difícil” e, portanto, tem maior peso final na nota. Do mesmo modo, uma questão que muitos acertaram, é considerada “fácil” e tem menor peso na nota final.

Com o método, dois candidatos que acertaram o mesmo número de questões não necessariamente obtiveram o mesmo número de pontos no Enem.

O resultado final de cada candidato foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na manhã desta sexta-feira.

(O Povo Online)

MEC divulga a nota do Enem 2012; confira resultado

enem-resultado

O Ministério da Educação divulgou nesta sexta-feira (28) o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012. As notas já podem ser consultadas no site do Enem. Para ver o resultado, o candidato precisa inserir seu CPF ou número de inscrição, além da senha cadastrada no sistema.

Mais de 4 milhões de estudantes realizaram as provas do Enem 2012 em todo o país. No ano passado, mais de um milhão de candidatos usaram a nota para concorrer a uma vaga noSistema de Seleção Unificada (Sisu), que vai oferecer, em 2013, 129.279 vagas no ensino superior em 3.751 cursos de 101 instituições. Por enquanto, o sistema está disponível apenas para consulta. Nele, o candidato pode pesquisar as vagas oferecidas pelas instituições. As inscrições terão início no dia 7 de janeiro.

Também foi divulgado o guia do participante, um manual que vai ajudar o candidato a entender a nota obtida no exame.

Alguns candidatos tiveram acesso antecipado à nota do Enem na tarde da quinta-feira (27). Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Educação, durante uma janela de entre 20 e 30 minutos, o sistema ficou aberto à consulta individual enquanto os técnicos do MEC faziam o processo de homologação do sistema. De acordo com a assessoria, “alguns alunos”, com seu número de inscrição e senha, conseguiram ver apenas a sua nota da prova de redação.

Um internauta relatou ao VC no G1 que, ao inserir seus dados pessoais e senha nos campos específicos no site de resultados do Enem, conseguiu ter acesso à sua nota na prova de redação por volta das 14h30 desta quinta. O estudante de 18 anos de Fortaleza afirmou ao G1que um colega de classe de sua irmã avisou aos amigos pelo Facebook que havia conseguido acessar sua nota da redação pelo site.

Isso ocorreu, de acordo com o ministério, enquanto as notas da edição de 2012 eram carregadas no sistema.

 

Sisu
Somente poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2013 o estudante que tenha participado da edição do Enem e que, cumulativamente, tenha obtido nota acima de zero na prova de redação, conforme disposto na Portaria MEC nº 391, de 7 de fevereiro de 2002.

O estudante poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu em até duas opções de vaga. Ao se inscrever no processo seletivo do Sisu, o estudante deverá especificar em ordem de preferência, as suas opções de vaga em instituição, local de oferta, curso, turno.

VEJA O CALENDÁRIO DO SISU 2013
28 de dezembro de 2012 Divulgação das notas individuais do Enem 2012
7 a 11 de janeiro de 2013 Período de inscrições do Sisu
14 de janeiro de 2013 Primeira chamada do Sisu
18, 21 e 22 de janeiro de 2013 Matrícula da primeira chamada do Sisu
28 de janeiro de 2013 Segunda chamada do Sisu
1º, 4 e 5 de fevereiro de 2013 Matrícula da segunda chamada do Sisu

 Lei das cotas
O candidato também deverá especificar a modalidade de concorrência. Ele poderá concorrer às vagas reservadas pela Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, a chamada “Lei das cotas”. Pela lei, as instituições federais de ensino superior devem reservar pelo menos 12,5% das vagas de cada curso e turno para estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas. Deste percentual, metade das vagas é para estudantes com renda família de até 1,5 salário mínimo. E ainda há um percentual para estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas.

É importante observada a regulamentação em vigor; às vagas destinadas às demais políticas de ações afirmativas eventualmente adotadas pela instituição no Termo de Adesão ao Sisu; ou às vagas destinadas à ampla concorrência.

O Sisu disponibilizará a nota de corte para cada instituição, local de oferta, curso, turno e modalidade de concorrência, a qual será atualizada periodicamente conforme o processamento das inscrições efetuadas. Não haverá cobrança de taxa de inscrição às vagas ofertadas pelo Sisu.

O processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2013 será constituído de duas chamadas sucessivas. A primeira chamada será em 14 de janeiro de 2013, e a segunda, em 28 de janeiro de 2013.

O estudante poderá consultar o resultado das chamadas no site do Sisu na internet e nas instituições para as quais efetuou sua inscrição. No caso de notas idênticas, o desempate entre os estudantes será efetuado em observância à seguinte ordem de critérios: nota obtida na redação; nota obtida na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; nota obtida na prova de matemática e suas tecnologias; nota obtida na prova de ciências da natureza e suas tecnologias; nota obtida na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

As matrículas nas instituições participantes do Sisu serão nos dias 18, 21 e 22 de janeiro de 2013 no caso da primeira chamada, e dias 1º, 4 e 5 de fevereiro de 2013 para a segunda chamada.

O lançamento da ocupação das vagas no sisu pelas instituições participantes será de 18 a 25 de janeiro no caso da primeira chamada e de 1º a 8 de fevereiro para a segunda chamada.

Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse por meio do portal do Sisu do dia 28 de janeiro a 8 de fevereiro de 2013. O estudante somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à sua primeira opção.

O Sisu é o sistema do MEC pelo qual estudantes que fizeram o Enem podem concorrer a vagas em dezenas de instituições públicas de ensino superior. De acordo com o MEC, mais de 90% das vagas nas universidades federais para 2013 serão ofertadas por meio dele. Todo o processo, com exceção da matrícula dos candidatos selecionados, é feito exclusivamente pela internet.

As instituições públicas de ensino superior, que participam do Sisu, ofertam vagas em seus cursos duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo, aos candidatos mais bem classificados no Enem.

(G1 Concurso e Empregos)

Fortaleza é líder em aprovação no vestibular do ITA 2013

logo_ita

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP), divulgou nesta sexta-feira (28), o resultado do vestibular 2013. Ao todo, são 130 vagas para os cursos de engenharia aeronáutica, eletrônica, mecânica-aeronáutica, civil-aeronáutica, computação e aeroespacial.Confira a relação de classificados.

Quase 7.300 estudantes se inscreveram para disputar as 130 vagas para os cursos de graduação em engenharia do instituto, considerado um dos melhores do país. As provas do vestibular ocorreram entre os dias 11 e 14 de dezembro em 22 cidades e capitais do país. Entre os locais onde a prova foi realizada, é Fortaleza (CE) o local que teve o maior número de aprovados – 43 ao todo. Em seguida, aparece  São José dos Campos, sede da universidade, com 41 aprovados no vestibular do ITA.

Aprovados

De acordo com o ITA, os aprovados também irão receber uma carta e telefonema informando o resultado do vestibular. “A nota de corte foi de 68. A contabilidade dessa nota foi feita através de um cálculo que levou em consideração a parte de teste e dissertativa que gerou uma média que excluiu o inglês. A nota mínima era de 40 por matéria”, disse Luiz Carlos Rossato, de 67 anos. Em 2012, a nota de corte foi de 70. “A queda ocorreu por conta da dificuldade maior nas questões da prova de Física neste ano”, disse.

Segunda chamada
O ITA ainda não definiu se haverá ou não uma segunda chamada. “Depende se haverá desistentes”, disse Rossato. Os aprovados devem comparecer a sede do ITA, em São José dos Campos (SP), no dia 20 de janeiro para apresentação. Quem não compareecer nessa data é excluído do processo seletivo.

(G1)

Estudante ‘rejeitado’ da Unifesp comete suicídio dentro da faculdade

Luiz Carlos de Oliveira, de 20 anos, estudante de filosofia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), em Guarulhos, se suicidou na manhã de sábado (15) após uma festa de inauguração de um Centro Acadêmico (C.A.). Luiz Carlos foi encontrado por amigos, por volta das 10h, suspenso com uma corda no pescoço na escadaria do C.A..

De acordo com alunos, os motivos que levaram o jovem a cometer o suicídio podem ser vários. Luiz Carlos, segundo amigos, era rejeitado por alguns colegas da faculdade pelo fato de ser negro e pobre. Outros também disseram ao jornal Brasil de Fato que o estudante passava por desgaste emocional, crises existenciais, motivos emocionais e problemas financeiros.

A última frase de Luiz Carlos dita a um amigo antes de se matar foi: “Não deixe que essa universidade, ou melhor, algumas pessoas que nela estão, te contaminem assim como um dia fizeram comigo”.

Para um outro colega, Luiz Carlos disse que as pessoas precisavam de amor. “Você não está amando? Então procure fazer isso! Vai se sentir bem melhor”, postou um colega dele no Facebook.

Em nota, a Unifesp lamentou a morte do estudante e informou que está prestando apoio a sua família.

O corpo do jovem, que completaria 21 anos daqui a um mês, foi enterrado na tarde de domingo (16) no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo.

José Francisco Neto, Brasil de Fato

UECE divulga resultado da primeira fase do Vestibular 2013.1, confira

desque_site_vestibular_2012

A Universidade Estadual do Ceará (UECE) divulgou nesta quarta-feira, 12, o resultado da primeira fase do Vestibular 2013.1. 

Confira lista de aprovados aqui.

No total,  7.878 candidatos estão aptos para segunda fase do concurso, que vão concorrer às 2.225 vagas oferecidas.

A segunda fase do Vestibular da Estadual vai acontecer nos próximos dias 16 e 17 de dezembro, domingo e segunda-feira, respectivamente, no horário das 9h às 13h. Serão quatro provas: uma de Redação e três Específicas, cada uma delas com 20 questões. Serão, ao todo, 60 questões de múltipla escolha, de acordo com a opção de curso de cada candidato.

Os candidatos poderão acessar sua situação na pagina eletrônicawww.uece.br, no link vertibular/concursos a partir desta quarta-feira.

(O Povo Online)

Universidade Federal do Ceará abre curso de inglês gratuito em Fortaleza

A Universidade Federal do Ceará (UFCx), por meio do curso de Letras/Inglês, abre inscrições para o curso de extensão em língua inglesa “Inglês além do verbo to be”. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (14). O curso é gratuito e oferta 25 vagas para pessoas que possuem conhecimento básico na língua inglesa.

As aulas serão ministradas por alunos que estão concluindo o curso de Letras/Inglês na UFC. As aulas irão acontecer às segundas, quartas-feiras e sextas-feiras, das 11 às 12h30, de 7 de janeiro a 1º de fevereiro. Os interessados devem mandar e-mail para cursosdeinglesufc@gmail.com informando nome, telefone, endereço e nível de escolaridade.

O curso será ministrado no Centro de Humanidades 1, na Av. Da Universidade, 2683, no Bairro Benfica. Os participantes recebem no final do curso um certificado de 30 horas.

(G1 Ceará)

Como ter mais chances nos concursos públicos

vestibular-estudo

Para Fernando Elias José, autor do livro “Concursos: Faça Sem Medo – entenda, domine e supere os desafios” (Editora Artes e Ofícios), o desempenho em um concurso depende não só da parte técnica, mas também da emocional e de uma pitada de sorte. “ [Preparar-se para um concurso] é como construir as casas dos três porquinhos: o seu conhecimento pode ser de palha, madeira ou alvenaria. Não adianta construir correndo uma casa de palha porque, na hora da prova, acabou”, explica Fernando.

Assimilar o conteúdo exigido requer mais do simplesmente passar horas estudando. Jornadas superiores a seis ou oito horas diárias podem comprometer o bem-estar físico e emocional. Isso porque o cérebro reage como qualquer músculo submetido a uma série enorme de exercícios: entra em fadiga.

“O ideal é estabelecer um programa em que a pessoa não faça mais do que duas horas seguidas de estudo, sem intervalos. Uma pausa de 15 a 20 minutos já é o suficiente”, avalia Homero Reis, presidente da Homero Reis & Consultores, empresa especializada em gestão de pessoas e equipes de alto desempenho. Se precisa estudar em pleno sábado ou domingo, vale deixar a pausa mais prazerosa com uma corrida no parque ou uma sessão de cinema.

Fernando compara a preparação para um concurso a uma prova de resistência, como uma maratona, e ressalta que a velocidade não importa. “Respeite o seu ritmo, não se compare, não olhe o programa do vizinho. Concurso é uma questão de resistência, não de velocidade. Isso vale para a preparação, para a prova e para o pós-prova. Comece a estudar aos poucos, não vá de arrancada porque senão você se cansa rapidamente”, aponta.

(Ultimo Segundo)

 

As 12 tendências tecnológicas da educação brasileira até 2017

Laboratórios móveis, redes, inteligências colaborativas, geolocalização, aprendizado baseado em jogos, conteúdo aberto. Achou essa lista futurista demais para ser usado em escala nas escolas do Brasil, públicas e privadas? Talvez ela não seja tão inalcançável assim. O sistema Firjan reuniu um grupo de 30 especialistas para analisar o estado do uso da tecnologia em práticas no país e fez prognósticos sobre quais ferramentas já estarão sendo usadas em escala em um horizonte de até cinco anos.

O estudo “As Perspectivas Tecnológicas para o Ensino Fundamental e Médio Brasileiro de 2012 a 2017: Uma Análise Regional do NMC Report”, divulgado nesta semana, identifica 12 tecnologias emergentes que têm potencial para impactar o ensino, além das dez principais tendências e os dez maiores desafios da educação brasileira.

Entre as 12 tecnologias apresentadas, quatro foram apontadas entre as que devem começar a fazer parte massivamente das salas de aula em menos de um ano: ambientes colaborativos, aprendizagem baseada em jogos e os dispositivos móveis representados por celulares e tablets; outras quatro estavam entre as que devem começar a ter seu uso mais frequente em dois ou três anos: redes, geolocalização, aplicativos móveis e conteúdo aberto; e mais quatro foram podem ser esperadas em um período de quatro ou cinco anos: inteligência coletiva, laboratórios móveis, ambiente pessoal de aprendizagem e aplicações semânticas. (Alguns desses termos podem ainda não estar claros, por isso o Porvir preparou um infográfico explicativo, confira abaixo).

Feito pela primeira vez no Brasil, o estudo insere um capítulo regional ao já tradicional Horizon Report, que anualmente faz previsões sobre o uso da tecnologia no universo educacional. O panorama global permitiu também comparações entre o contexto brasileiro e o internacional. Bruno Gomes, assessor de tecnologias educacionais do Sistema Firjan e participante tanto da pesquisa global quanto da nacional, ressalta alguns pontos em que nós nos distanciamos muito do mundo. “No Brasil, a gente já consegue ver o hardware, as coisas físicas em sala de aula, como o celular e o tablet. Mas falta a internet, então tudo que é feito na nuvem ou depende de uma rede boa e estabilizada vem depois”, diz.

Por isso, enquanto nos países ibero-americanos e na pesquisa global a computação em nuvem é uma realidade esperada em um ano, os especialistas brasileiros nem sequer apostaram nela para um panorama de até cinco anos. “Outra curiosidade é que, conteúdo livre, que já está acontecendo no mundo, ainda não vai acontecer no Brasil neste ano. O brasileiro ainda é apegado à autoria”, acrescenta Gomes.

Apesar das diferenças, alguns pontos são comuns em todas as partes do mundo, principalmente no que diz respeito aos desafios encontrados. “Formação de professores é um problema para o mundo”, ressalta Gomes. No relatório divulgado durante o evento Conecta 2012, que terminou hoje, os especialistas destacam também outra relevante coincidência entre o que esperam ver no Brasil e o que está posto no mundo. “Os 30 membros do conselho deste projeto concordaram com o conselho global em relação à tendência mais importante. Eles perceberam as portas se abrindo nas escolas de educação básica no Brasil para modelos de aprendizado híbrido e colaborativo”, afirmam os autores do relatório.

TECNOLOGIAS DE SALA DE AULA – ESPECIALISTAS INDICAM 12 FERRAMENTAS QUE ESTARÃO NAS ESCOLAS ATÉ 2017

1 ano ou menos – Polarização de dispositivos

Ambientes colaborativos
Espaços online que visam facilitar a colaboração e o trabalho em grupos. Nesse tipo de ambiente, a interação acontece independente de onde os alunos estejam

Aprendizagem baseada em jogos 
Interação de jogos nas experiências educacionais; os benefícios têm se comprovado em desenvolvimento cognitivo, colaboração, solução de problemas e pensamento crítico

Celulares 
Especialmente quando se fala em smartphones, são o ponto de convergência de muitas tecnologias; permitem acesso a um volume muito grande de informações na palma da mão

Tablets 
Como os celulares, têm a facilidade da mobilidade e possibilitam aulas dentro e fora da escola. Dispositivos aumentam o leque de recursos pedagógicos

2 a 3 anos – Uso dos softwares

Redes 
Investimento em banda larga para grandes eventos esportivos e o maior número de smartphones facilitam acesso rápido, barato e fácil a todos os tipos de informação

Geolocalização 
Ferramentas recentes permitem a determinação da localização exata de objetos físicos, além da combinação com dados sobre outros eventos, objetos ou pessoas

Aplicativos móveis 
Nova indústria de desenvolvimento de softwares cria um universo de novas possibilidades educacionais, com compartilhamento de descobertas em tempo real

Conteúdo aberto 
Conteúdo disponibilizado gratuitamente, via web, dá acesso não apenas à informação, mas ajuda no desenvolvimento de habilidades de pesquisa, avaliação e interpretação

4 a 5 anos – Apropriação dos softwares

Inteligência coletiva 
Conhecimento existente nas sociedades ou em grandes grupos. Como hoje a produção de conhecimento não é mais um monopólio, várias redes são criadas cotidianamente

Laboratórios móveis 
A tecnologia facilitou que pesados equipamentos, antes disponíveis apenas em bons laboratórios de ciências pudessem ser inseridos em simples celulares

Ambiente pessoal de aprendizagem 
Formado por uma coleção pessoal de ferramentas montadas para apoiar seu próprio aprendizado; lista é organizada de forma independente e é focada em objetivos individuais

Aplicações semânticas 
Aplicativos que organizam informações de várias fontes e fazem associações entre elas, apresentando o resultado de forma atraente ao usuário

Fonte: Horizon Report (Brasil 2012)

 

Colégio Gustavo Braga, de Fortaleza, divulga nota sobre morte do seu diretor

pesar
NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO
O Colégio Gustavo Braga tem o doloroso dever de informar o falecimento do seu ilustre diretor, professor Gustavo Braga Filho, ocorrido no dia 6 de dezembro de 2012.
Durante 20 anos, o biólogo Gustavo de Braga Filho esteve à frente da direção da Escola, agregando educação à qualidade. Sua principal característica pautou-se na humildade e na maneira sempre gentil e agradável de tratar seus funcionários, professores, pais e alunos. Suas paixões resumiam-se à mãe, à escola e ao Partido PSDB.
Mais do que um homem à frente da sua geração, Gustavo de Braga Filho mostrou-se sempre fiel a Deus e aos princípios da educação.
O velório do Professor Gustavo de Braga Filho ocorrerá durante a manhã do dia 7/12/12 na funerária Ethernus, na Rua Pe. Valdevino. Às 14h, ocorrerá a missa de corpo presente e, logo em seguida, o enterro no Cemitério São João Batista.
Informamos, outrossim, que todos os compromissos assumidos pelo proprietário do Colégio serão prontamente honrados e a Escola retomará suas atividades normalmente a partir do dia 11/12/12, terça-feira.
(Via http://cearaenoticia.blogspot.com.br/2012/12/colegio-gustavo-braga-divulga-nota.html)

Professor Gustavo Braga é encontrado morto e amordaçado em Caucaia

bala-de-revolver

O corpo do professor e diretor Gustavo Braga Filho, 51 anos,  foi encontrado na tarde de ontem, na localidade de Capuan, no município de Caucaia, com duas perfurações de bala e queimaduras.  

Conforme policiais do Ronda do Quarteirão de Caucaia, o corpo foi encontrado por um agricultor que estava capinando no local. Levado ao Instituto Médico Legal (IML), foi identificado pela família de Braga Filho. Conforme PMs do Ronda do Quarteirão, o corpo estava amordaçado.  

De acordo com uma supervisora e um professor de Português do Colégio Gustava Braga, do qual Braga Filho era diretor havia vinte anos, ele tinha desaparecido no fim da noite de quarta-feira. Segundo a supervisora, o diretor, que morava apenas com a mãe, no Papicu, não chegou em casa.
 
Além de diretor, Raimundo de José Gustavo Braga Filho era biólogo e vice-presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará. 

O velório de Braga Filho está marcado para a manhã de hoje, na funerária Ethernus. A missa será às 14 horas. O enterro ocorrerá no cemitério São João Batista. 

O colégio Gustavo Braga fica na avenida João Pessoa, no bairro Damas.

(Roberta Arraes e Rachel Gomes, O Povo Online)

Sindicato dos Bancários do Ceará e Faculdade Maurício de Nassau firmam parceria

cursos-da-faculdade-mauricio-de-nassau

O Sindicato dos Bancários firmou mais um convênio visando à qualificação profissional da categoria. Agora, o mais novo parceiro da entidade é a Faculdade Maurício de Nassau, que oferece desconto de 10% nas mensalidades dos cursos de Graduação Tecnológica e 20% nas mensalidades dos cursos de Gra-duação Tradicional, Especialização e Pós-Graduação.

O Vestibular 2013 da faculdade está com inscrições abertas e acontece no dia 9/12 ou em outro dia agendado. Por conta do convênio, os bancários estão isentos da taxa de inscrição. Para mais informações sobre a faculdade, os cursos e o vestibular:

Faculdade Maurício de Nassau
Campus Fortaleza – Av. Aguanambi, 251 – Fátima – (85) 3201-2400
http://www.mauriciodenassau.edu.br

Comercial Nassau (falar com  Neyara Benevides)
TIM: (85) 9605 1000 / Oi: (85) 8918 9550 / Vivo: (85) 9997 0802

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Vestibular da Uece começa neste domingo em sete cidades

Será neste domingo (2) a prova da 1ª fase do vestibular da Universidade Estadual do Ceará (Uece). No total 29.682 candidatos inscritos, 24.700 concorrem aos cursos da capital e 4.980 aos do interior do Estado. A prova, de múltipla escolha, que vai medir os conhecimentos gerais dos candidatos, com questões de língua portuguesa, língua estrangeira, geografia, história, matemática, física, química e biologia, começa às 9 horas.

Segundo o edital, a prova será das 8 horas às 13 horas e o candidato deverá comparecer ao local designado para prestar a prova com antecedência de 60 minutos do horário previsto para o seu início.

O primeiro vestibular de 2013 da Uece será realizado nas sedes da universidade, no Campus do Itaperi, e nas seis unidades nos municípios de Quixadá, Tauá, Limoeiro do Norte, Crateús, Iguatu, Itapipoca e em vários colégios da rede pública e particular de Fortaleza. Os endereços dos locais de prova encontram-se no Cartão de Identificação do candidato, disponível no endereço no site da universidade.

No dia 12 de dezembro serão anunciados os candidatos selecionados para a segunda etapa, marcada para os dias 16 e 17 de dezembro. Nesta fase, os candidatos farão quatro provas, duas por dia. A prova de redação em língua portuguesa é obrigatória para os inscritos em todos os cursos. As outras três provas são de disciplinas específicas, de acordo com o curso escolhido pelo candidato. Cada uma terá 20 questões de múltipla escolha, com quatro alternativas.

De acordo com a Uece, a concorrência média geral é de 13,46 candidatos por vaga. No ranking dos cursos mais procurados, o campeão mais uma vez é medicina, com 84,55 para cada vaga: são 3.382 candidatos inscritos disputando 40 vagas. O curso de Psicologia vem em segundo lugar, com 58,60 para cada vaga. A surpresa, segundo a Uece, é o curso de Educação Física que ficou em terceiro lugar na concorrência, com 57,52 candidatos disputando uma vaga. A divulgação do resultado do vestibular 2013.1 da Uece ainda não tem data definida para acontecer.

(G1 Ceará)

Veja lista de 15 filmes que podem ajudar na preparação para concursos

Marta Cavallini, do G1 SP

Estudar para concurso público não significa apenas se debruçar sobre livros, apostilas e provas anteriores. Assistir a filmes com conteúdo relacionado aos assuntos da atualidade ou com fatos históricos também são uma alternativa de preparação que pode ser bem eficiente.

De acordo com especialistas ouvidos pelo G1, matérias de concursos podem ser melhor assimiladas através de filmes, pois são uma forma de visualizar e resumir temas estudados, fugindo da rotina da leitura.

Os professores dizem que as produções cinematográficas auxiliam a adquirir conhecimento e o torna mais contextualizado, e os assuntos acabam sendo assimilados de forma mais descontraída, pois ajudam a prender a atenção e ainda transformam o estudo em lazer.

Orlando Stiebler, professor do curso Concurso Virtual, diz que os filmes têm a possibilidade de conciliar aprendizagem com relaxamento. Para ele, assistir a um filme é um momento de lazer que não desgasta o aluno. “Muitas produções cinematográficas vão ao encontro de conteúdos abordados em provas, principalmente de atualidades. E a visualização facilita o entendimento dos assuntos”, explica.

Para Stiebler, diversas matérias de concursos podem ser melhor entendidas através de filmes. “Nada impede que o aluno possa ver um filme por dia, até porque duas horas por dia de descanso são mais do que necessárias. Estudar o dia inteiro, sem tréguas, causa estafa, e o relaxamento é tão importante quanto disciplina e planejamento nos estudos”, afirma.

“Os filmes irão complementar a preparação. Em vez de extrapolar o tempo planejado de estudos, é muito mais produtivo ter uma pausa estratégica. E ao assistir a filmes com conteúdos apropriados o candidato estará também estudando sem perceber”, diz Stiebler.

Ele afirma que existem outras manifestações culturais que também podem ajudar na preparação, como uma peça de teatro. “Aconselho sempre antes da prova assistir ao documentário ‘O equilibrista’, que é uma lição de vida e de superação e que pode ser combustível extra numa reta final de estudos exaustivos.”

Alex Mendes, professor de atualidades da Academia do Concurso, explica que muitos candidatos são mais visuais e auditivos do que leitores, pois conseguem fixar o conhecimento através de analogias de imagens e falas, e os filmes auxiliam a adquirir conhecimento e o torna mais contextualizado, o que permite uma melhor compreensão da temática exposta.

Para Mendes, o candidato não pode pensar que está perdendo tempo assistindo a filmes em vez de estar estudando. “As modalidades de aquisição do conhecimento são variadas e utilizar os dois lados do cérebro é importante para a fixação de conhecimentos. Quem lê está utilizando prioritariamente a parte racional. No entanto, quando concilia com o lado emocional, forma sinapses que permitem a melhor compreensão e formação do conhecimento desejado”, explica.

Mendes sugere que o candidato, após adquirir conhecimento teórico, assista a um filme sobre o tema, pois assim ativará os dois hemisférios cerebrais e irá adquirir melhor compreensão e fixação. “A única coisa que não vale é assistir a filmes a esmo, sem conexão com o que se está buscando entender”, diz. Segundo ele, caso o candidato opte por fazer resumo do filme, deve relacionar o conhecimento teórico obtido com os livros e o filme em questão. “O fichamento é uma excelente alternativa”.

Para Igor Fernandez, professor do Instituto Profuturo, os filmes podem ajudar na preparação para provas, pois são uma forma de visualizar e resumir temas estudados. “O filme pode tocar em partes de determinado assunto que não haviam sido interpretadas por algum texto”, diz.

Fernandez afirma que os filmes podem ajudar em várias disciplinas além de atualidades,
como história, geografia, sociologia e até nas questões discursivas, pois ajudam na formação de uma ideia sobre determinado tema.

Para ele, os filmes ajudam a fugir da rotina de estudos, normalmente focada apenas em aulas, livros e vídeo-aulas. “Os filmes ajudam na assimilação de temas de maneira mais descontraída, além de ajudar a prender mais a atenção do candidato e transformar o estudo em lazer, ajudando a relaxar da pressão dos estudos e possivelmente reunir o candidato com sua família durante sua rotina de estudos”.

Ele recomenda ainda assistir a filmes sem estarem relacionados a temas de estudos, mas para motivar o candidato, como “Homens de honra”, “Rocky”, “Menina de ouro” e “Invictus”. O professor indica assistir a filmes pelo menos uma vez por semana, de preferência durante os finais de semana. “Aproveita-se para estudar e passar um tempo com a família”, diz.

Fernandez aconselha a fazer ficha resumo do filme após assisti-lo, com os principais pontos e como a ideias têm relação com os estudos. “Às vezes filmes inusitados têm temas bem contemporâneos. Vale também fazer uma redação sobre o tema do filme e assim treinar a escrita para as provas que exigirem redação”, diz.

VEJA LISTA DE FILMES SUGERIDOS PELOS TRÊS PROFESSORES

FILMES SUGERIDOS PELO PROFESSOR ALEX MENDES
Lixo Extraordinário (Foto: Divulgação)Cena de ‘Lixo extraordinário’ (Foto: Divulgação)

 

LIXO EXTRAORDINÁRIO (2010)

Tema: fechamento do maior lixão da América Latina, no Jardim Gramacho, Rio de Janeiro

Sinopse: filmado ao longo de dois anos (agosto de 2007 a maio de 2009), o filme acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz em um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro. Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis, com o objetivo inicial de retratá-los. No entanto, o trabalho com esses personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando sugeridos a reimaginar suas vidas fora daquele ambiente. A equipe tem acesso a todo o processo e, no final, revela o poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano.

Por que assistir: o tema do filme é meio ambiente e o documentário ressalta as condições de vida dos catadores nos lixões brasileiros, em particular no Jardim Gramacho.
 

5x Pacificação (Foto: Divulgação)Cena de ’5x Pacificação’ (Foto: Divulgação)

 

5x PACIFICAÇÃO (2012)

Tema: violência urbana e unidades de polícia pacificadoras (UPPs)

Sinopse: o filme apresenta o processo de implantação de UPPs no Rio de Janeiro sob diversos aspectos mostrados por jovens cineastas moradores de favelas. Para contar a história das UPPs nas favelas do Rio de um modo diferente do que se vê nos noticiários, os produtores Cacá Diegues e Renata de Almeida Magalhães abraçaram o projeto de quatro diretores de “5x Favela – agora por nós mesmos”, para que as UPPs fossem examinadas de dentro, do ponto de vista de quem mora nas comunidades.

Por que assistir: o tema do filme é segurança pública e mostra o processo de pacificação nas favelas cariocas dominadas pelo tráfico durante décadas.
 

Trabalho interno (Foto: Divulgação)Cena de ‘Trabalho interno’ (Foto: Divulgação)

 

TRABALHO INTERNO (2010) 

Tema: crise econômica mundial

Sinopse: narrado por Matt Damon, o documentário revela verdades incômodas da crise econômica mundial de 2008. A quebradeira geral, cujo custo é estimado em US$ 20 trilhões, resultou na perda do emprego e moradia para milhões de pessoas. Com pesquisa e entrevistas, o filme revela as relações de políticos e agentes reguladores.

Por que assistir: o tema do filme é a crise econômica mundial e suas consequências para os EUA e o mundo.
 

Terra 2100 (Foto: Divulgação)Cena de ‘Terra 2100′ (Foto: Divulgação)

 

TERRA – 2100 (2009) 

Tema: crescimento populacional e meio ambiente

Sinopse: cientistas alertam que as degradações ambientais só vão piorar, a ponto de, até o ano 2100, a civilização moderna entrar em colapso e a humanidade será mergulhada em modo de subsistência feudal. O documentário da ABC News faz uma projeção desse mundo cataclísmico e traz entrevistas com renomados cientistas e especialistas.

Por que assistir: o tema do filme é o crescimento populacional e o meio ambiente, ou seja, como é o impacto ambiental trazido pela ações do ser humano no planeta, associado ao modo de vida contemporâneo.
 

Persepolis (Foto: Divulgação)Cena de ‘Persepolis’ (Foto: Divulgação)

 

PERSEPOLIS (2007)

Tema: revolução islâmica – mundo árabe

Sinopse: Marjane é uma jovem iraniana de 8 anos que sonha em ser uma profetisa do futuro para assim salvar o mundo. Querida pelos pais cultos e modernos e adorada pela avó, ela acompanha avidamente os acontecimentos que conduzem à queda do Xá e de seu regime brutal. A entrada da nova República Islâmica inaugura a era dos “guardiões da revolução”, que controlam como as pessoas devem agir e se vestir. Marjane, que agora deve usar véu, deseja se transformar numa revolucionária. Mas, para tentar protegê-la, seus pais a enviam para a Áustria.

Por que assistir: o filme mostra as crises no mundo árabe-islâmico e seus confrontos contra Israel e o mundo ocidental.
 


FILMES INDICADOS PELO PROFESSOR ORLANDO STIEBLER
MARGIN CALL  - O DIA ANTES DO FIM  (Foto: Divulgação)Cena de ‘Margin Call – O dia antes do fim’ (Foto: Divulgação)

 

MARGIN CALL – O DIA ANTES DO FIM (2011) 

Tema: crise econômica

Sinopse: a trama envolve funcionários de uma empresa de investimentos durante um período de 24 horas, na fase inicial da crise financeira de 2008. Quando o analista de operações Peter Sullivan acessa informações que podem revelar a queda da empresa, uma montanha russa de decisões financeiras e morais empurra a vida de todos os envolvidos para a beira do desastre.

Por que assistir: a crise econômica mundial é um assunto que vem caindo em diversas provas de concursos, com enfoque maior na situação europeia. França, Espanha, Grécia, Portugal e outros países periféricos trazem questões constantes: os protestos populares, os planos de austeridade, o fortalecimento dos movimentos de extrema-direita e a xenofobia crescente, além do separatismo catalão, no caso específico da Espanha. 
 

Cena do filme 'Argo', estrelado e dirigido por Ben Affleck (Foto: Divulgação)Cena de ‘Argo’, estrelado e dirigido por Ben Affleck (Foto: Divulgação)

 

ARGO (2012)

Tema: Irã e as relações com os EUA

Sinopse: baseado em fatos reais, o filme narra a operação de vida ou morte secreta para resgatar seis americanos em meio aos reféns no Irã. Em 4 de novembro de 1979, enquanto a revolução iraniana atinge seu ápice, militantes atacam a embaixada dos EUA e fazem 52 americanos reféns. Mas em meio ao caos, seis pessoas conseguem escapar e se refugiam na casa do embaixador canadense. Sabendo que é apenas questão de tempo até serem encontrados e mortos, o especialista da CIA em “exfiltração”, Tony Mendez (Ben Affleck), arquiteta um arriscado plano para colocá-los com segurança para fora do país.

Por que assistir: o filme lembra dois fatos atuais. O primeiro envolve as relações entre EUA e Irã que estão sempre em evidência, e o polêmico programa nuclear iraniano que causa preocupação entre os norte-americanos e grande parte da comunidade internacional. O Irã não admite seus objetivos bélicos e argumenta que seu programa tem apenas propósitos civis. O segundo fato tem a ver com a morte de um embaixador dos EUA no exterior. Em 2012 ocorreu a morte de Christopher Stevens, na Líbia, fato inédito desde 1979, quando ocorreu a Revolução Islâmica no Irã. Muitos especulam que a morte de Stevens teve relação direta com a exibição do polêmico trailer de “A Inocência dos Muçulmanos”.
 

Tropicália (Foto: Divulgação)Cena de ‘Tropicália’ (Foto: Divulgação)

 

TROPICÁLIA (2012)
Tema: cultura e história do Brasil

Sinopse: um dos maiores movimentos artísticos do Brasil ganha vida neste documentário. Numa época em que a liberdade de expressão perdia força, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Arnaldo Baptista, Rita Lee, Tom Zé, entre outros, misturaram desde velhas tradições populares a muitas das novidades artísticas ocorridas pelo mundo e criaram o Tropicalismo, abalando as estruturas da sociedade brasileira e influenciando várias gerações. Com depoimentos reveladores, raras imagens de arquivo e embalado pelas mais belas canções do período, “Tropicália” traz um panorama definitivo de um dos mais importantes movimentos culturais do Brasil.

Por que assistir: não são raras as questões que aludem ao passado do país, em especial ao período da ditadura militar. Politicamente, em 2012, esse passado voltou à tona com a criação da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que tem por objetivo investigar os casos obscuros ocorridos não somente naquela época, já que a comissão oficialmente investigará crimes ocorridos com a participação de agentes do Estado brasileiro entre 1946 e 1988. O documentário é sobre o movimento artístico, mas impossível não associar aos fatos mais relevantes da época.
 

Quebrando o Tabu (Foto: Divulgação)Cena de ‘Quebrando o tabu’ (Foto: Divulgação)

 

QUEBRANDO O TABU (2011)

Tema: drogas e políticas públicas de combate aos entorpecentes


Sinopse: há 40 anos os EUA levaram o mundo a declarar guerra aos entorpecentes, numa cruzada por um mundo livre de drogas. Mas, os danos causados nas pessoas e na sociedade só cresceram. Abusos, informações equivocadas, epidemias, violência e o fortalecimento de redes criminosas são os resultados da guerra perdida em escala global. O documentário traz depoimentos de Fernando Henrique Cardoso, Bill Clinton, Jimmy Carter, entre outros ex-presidentes, além de Dráuzio Varella, Paulo Coelho e Gael Garcia Bernal.


Por que assistir: em provas são constantes as questões sobre o debate atual de descriminalização das drogas e de como os Estados podem enfraquecer os cartéis e o tráfico em geral. Casos como do México, Colômbia, Bolívia e Brasil merecem atenção. As ações policiais por aqui, como no cenário da epidemia de crack, ganham destaque nos concursos, ainda mais agora com as políticas de internação compulsória de adultos em São Paulo e no Rio de Janeiro. A polêmica recente com relação ao uso da maconha no Uruguai, onde o governo de José Pepe Mujica propôs a venda oficial a partir do Estado, ou seja, a estatização da maconha, também deve cair nas próximas provas.

 
O homem mais procurado do mundo (Foto: Divulgação)Cena de ‘O homem mais procurado do mundo’ (Foto: Divulgação)

 

O HOMEM MAIS PROCURADO DO MUNDO (2012)
Tema: política externa norte-americana de combate ao terrorismo

Sinopse: baseada em história real, a trama se foca na ação conjunta da CIA em parceria com os operativos das forças especiais do Exército norte-americano, os chamados seals. Em operação no Paquistão, eles estão em busca das pistas que vão levar o governo dos EUA ao seu maior inimigo: o terrorista Osama Bin Laden, o homem mais procurado do planeta.

Por que assistir: as ações norte-americanas no Oriente Médio são sempre temas de prova, e a morte do terrorista Osama Bin Laden não poderia ser diferente. Em 2012 foi lançado o livro “Não há dia fácil”, escrito por um ex-seal, que participou da operação sob o pseudônimo de Mark Owen, o que trouxe mais interesse sobre a chamada Operação Gerônimo. No ano das eleições dos EUA, esse tipo de assunto mereceu toda a atenção. Ainda sobre o tema das guerras americanas do Iraque e do Afeganistão, outra dica de filme é “Rota Irlandesa”, lançado em 2012, que enfatiza os interesses econômicos em guerras como essas, em particular dos mercenários estrangeiros.
 

FILMES SUGERIDOS PELO PROFESSOR IGOR FERNANDEZ
Xingu (Foto: Divulgação)Cena de ‘Xingu’ (Foto: Divulgação)

 

XINGU (2012)

Tema: questão indígena no Brasil

Sinopse: o filme retrata a viagem e o contato dos irmãos Villas-Boas (Cláudio, Orlando e Leonardo) com tribos indígenas do Xingu, desde sua chegada e o início de suas relações com os nativos até a sua luta pela demarcação de terras para as tribos antes que ocorresse algum dano na região amazônica por parte do governo ou de empresas madeireiras. A luta dos irmãos consegue um resultado positivo, que acabou ocorrendo em 1961 com a homologação pelo governo federal da primeira reserva indígena. Todo este empenho e luta pela defesa dos direitos dos indígenas faz com que os irmãos Villas-Boas sejam considerados ainda hoje os grandes defensores dos direitos dos indígenas no Brasil.

Por que assistir: o filme ajuda a entender um processo histórico ocorrido dentro de nosso país durante meados do século XX pela busca dos direitos dos nativos da terra.
 

Tão forte e tão perto  (Foto: Divulgação)Cena de ‘Tão forte e tão perto’ (Foto: Divulgação)

 

TÃO FORTE E TÃO PERTO (2011)    

Tema: EUA pós-atentados às Torres Gêmeas

Sinopse: menino de 9 anos parte numa busca para desvendar um mistério e encontrar a fechadura que só pode ser aberta por uma chave que ele encontrou num envelope no closet do pai, vítima dos atentados de 11 de setembro.

Por que assistir: O filme não é o que podemos chamar de filme histórico ou coisas do gênero, porém, é uma boa pedida, pois apresenta uma cidade ainda cheia de ressentimentos (a cidade de Nova Iorque) devido aos atentados terroristas que sofreu alguns anos atrás. A jornada do protagonista nos brinda com todo o novo contexto social em que se encontra a maior nação do mundo contemporâneo, os EUA, e como estão reagindo 11 anos depois às questões do 11 de setembro.

 

Batman: O cavaleiro das trevas ressurge  (Foto: Divulgação)Cena de ‘Batman: o cavaleiro das trevas ressurge’ (Foto: Divulgação)

 

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE (2012) 

Tema: terrorismo e tráfico de armas

Sinopse: terceira parte da trilogia do diretor Christopher Nolan para o herói mascarado Batman. No filme, que se passa alguns anos após “Batman: O Cavaleiro das Trevas”, o herói tem que retornar à ativa para enfrentar uma nova ameaça terrorista que pretende destruir Gothan City: Bane.

Por que assistir: este filme do Batman pode ser importante para fugir da rotina e ao mesmo tempo informar com uma boa dose de adrenalina e ação assuntos que têm estado em pauta atualmente: tráfico de armas, estratégias políticas e, principalmente, ações terroristas buscando alterar a estrutura vigente através de atitudes violentas (no caso do filme, um grande atentado em um estádio lotado). 

Antonio Conselheiro (Foto: Divulgação)Cena de ‘Antonio Conselheiro – o taumaturgo dos sertões’ (Foto: Divulgação)

 

ANTÔNIO CONSELHEIRO – O TAUMATURGO DOS SERTÕES (2012)

Tema: Guerra de Canudos

Sinopse: o filme retrata a famosa guerra de Canudos, quando o governo republicano enviou expedições para derrubar a cidade erguida no sertão por Antonio Conselheiro, líder espiritual e político que propunha protestos contra o governo.

Por que assistir: explica um dos principais movimentos contrários ao governo republicano através de uma boa reconstituição de época e atuações convincentes.
 

Referendo (Foto: Divulgação)Cena de ‘Referendo’ (Foto: Divulgação)

 

REFERENDO (2012)

Tema: porte de armas

Sinopse: documentário que relata o plebiscito que dividiu opiniões e que tinha como questionamento o desarmamento da população brasileira. A questão era responder “sim” se fosse a favor do desarmamento ou “não” se fosse contrário.  O desarmamento envolveria a proibição de compra e venda de armas de fogo no Brasil, bem como a entrega das armas de fogo pela população civil.

Por que assistir: relembrar o que é um referendo e como a população acaba por ter voz ativa nas questões mais pertinentes ao bem estar da nação. O referendo do desarmamento é bem recente e envolve questões morais como a liberdade de escolher entre ter ou não ter uma arma.

 

Medicina e psicologia são os cursos mais concorridos no vestibular da UECE

Os cursos de medicina e psicologia são os mais concorridos no vestibular da Universidade Estadual do Ceará (Uece), cujas provas começam em 2 de dezembro. Os 10 cursos mais concorridos são do campus do Itaperi, em Fortaleza. No interior do estado, o curso mais concorrido é de ciências biológicas, em Itapipoca, que tem 30 vagas e 454 candidatos.

Curso Nº de
vagas
Nº de
inscritos
Concorrência
Medicina 40 3.388 84,70
Psicologia 40 2.366 59,15
Educação
física
25 1.473 58,92
Nutrição 30 1.708 56,93
Administração
(manhã)
40 1.904 47,60
Enfermagem 40 1.524 38,10
Ciência da
computação
40 1.417 35,43
Administração
(noite)
40 1.392 34,80
Medicina
veterinária
30 1.002 33,40
Serviço Social 40 991 24,78

O curso de medicina no período da manhã tem 3.388 pessoas inscritas, disputando 40 vagas. O professor Leite Júnior, que dá “aulão” preparatório para o vestibular da Uece, afirma que, além do maior número de concorrentes, os alunos que disputam medicina costumam ser os mais estudiosos, o que acirra ainda mais a corrida pela vaga.(Veja na tabela ao lado os cursos mais concorridos na Uece.)

“Normalmente o aluno que tenta medicina é aquele que fica mais horas de cara com os livros. Além de ser muita gente, eles são muito bem preparados, com bastante apoio da escola”, diz o professor.

A proporção entre número de vagas e número de concorrentes de medicina na Uece é 84,7. No total 29.682 candidatos disputam 2.205 vagas em sete cidade. O curso de psicologia, o segundo mais concorrido, tem uma proporção de 59,15.

No dia 29, serão informados os locais de prova da 1ª fase, que acontece em 2 de dezembro, no horário das 9 horas às 13 horas. Nesta etapa, todos os candidatos terão que responder 60 questões objetivas das disciplinas do ensino médio: língua portuguesa (14), língua estrangeira (6), geografia (6), história (6), matemática (10), física (6), química (6) e biologia (6).

No dia 12 de dezembro serão disponibilizados os selecionados para a segunda etapa, marcada para os dias 16 e 17 de dezembro. Nesta fase, os candidatos farão quatro provas, duas por dia. A prova de redação em língua portuguesa é obrigatória para os inscritos em todos os cursos. As outras três provas, são de disciplinas específicas, de acordo com o curso escolhido pelo candidato. Cada uma terá 20 questões de múltipla escolha, com quatro alternativas.

As provas do vestibular 2013.1 serão realizadas em Fortaleza e em outros cinco municípios onde a Uece mantém cursos de graduação: Crateús, Iguatu, Itapipoca, Limoeiro do Norte, Quixadá e Tauá. Segundo o edital, o candidato deverá comparecer ao local designado para prestar as provas com antecedência de 60 minutos do horário previsto para o seu início. O resultado oficial do vestibular 2013.1 ainda não tem data definida para divulgação.

(André Teixeira, G1 Ce)

Ranking dos 10 colégios cearenses que obtiveram as maiores médias no Enem 2011

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quinta-feira (22) a lista com as médias das escolas no Enem 2011. No Ceará, apenas três colégios públicos – sendo um federal – ficaram entre os 50 primeiros. No ranking das melhores médias do Brasil, um colégio particular de Fortaleza entrou na lista. Ao todo, 492 colégios do Ceará estão na lista.

Só foram divulgadas as escolas cuja a participação dos alunos no Enem foi igual ou superior a 50%. Os registros levam em conta as médias obtidas pelos alunos nas provas de ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática. A prova de redação não foi utilizada para o cálculo da média.

Ranking das escolas cearenses

Dos 492 colégios do Ceará que estão na lista divulgada pelo MEC, apenas duas escolas estaduais ficaram entre as 50 escolas cearenses com melhor média do Enem 2011. Os outros 47 colégios são particulares e um é federal, que o Colégio Militar de Fortaleza. Em 32º lugar ficou o Colégio da Polícia Militar do Ceará, com a média 579,66, e em 47º lugar ficou o Colégio Militar do Corpo de Bombeiros com a média 567,71.

Na lista cearense, o Colégio Ari de Sá Cavalcante aparece no topo, com a média 710,55. Entre os 10 primeiros colocados no ranking nacional, o mesmo colégio particular ficou em 5º lugar, abaixo apenas de colégios de São Paulo e Minas Gerais.

Seduc 

A Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc) informou por meio de sua assessoria, que vai analisar os dados e assim que possível dará uma resposta.

(Jangadeiro Online)

Colégio Ari de Sá, de Fortaleza, obtém quinta melhor nota do país no Enem 2011

O Colégio Militar de Fortaleza, do governo federal, é a escola pública do Ceará com maior nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 no estado. O Ministério da Educação divulgou o resultado nesta quinta-feira (22). A escola obteve a nota média de 611.65, de um total de mil pontos. No ranking nacional, a escola privada Ari de Sá Cavalcante alcançou a quinta maior nota do país.

Escolas com
melhores notas
média da
escola
Ari de Sá 710,55
Farias Brito 680,01
Farias Brito 667,32
Colégio Antares 662,75
Colégio Master 660,1
Colégio Christus 653,05
Santa Cecília 646,5
Colégio Christus 645,54
Colégio Christus 644,97
Ari de Sá 634,07

O Colégio Militar do Corpo de Bombeiros aparece em terceiro entre as escolas pública mais bem posicionadas do Ceará, com nota de 566,71, seguido do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia (IFCE) , com 560,16.

Na lista de todas as escolas do Ceará, incluindo públicas e privadas, o Colégio Ari de Sá Cavalcante obteve a melhor nota do estado, com 710,55 pontos. No ranking nacional, a escola obteve a quinta maior nota do país.

Ainda na lista das escolas mais bem pontuadas no Ceará, seguem Farias Brito Pré-Vestibular sede aldeota (em segundo lugar, com 680,1 pontos), Farias Brito Pré-Vestibular Central, Colégio Antares Pré-Vestibular, Colégio Master, Colégio Chritus sede Dionísio Torres, Colégio Santa Cecília, Colégio Christus sede Barão de Studart, Colégio Christus sede Parquelândia, e Colégio Ari de Sá Cavalcante sede Aldeota (com 634,07 pontos). Os alunos do Christus tiveram 13 questões anuladas após o MEC constatar que as questões foram antecipadas em exercícios escolares antes da prova.

Em todo o Ceará, 492 escolas foram avaliadas com base nas notas do Enem 2011. A escola com a menor média do Ceará fica na cidade de Jaguaribe, com 403,83 pontos.

Os dados de 2011 apontam também que houve melhora na nota da melhor escola em relação à média obtida em 2010. No Ceará, a escola Farias Brito havia obtido a melhor nota do estado, com 691,76; em 2011, a escola com maior nota teve 710,55.

Escolas com
piores notas
Média das
escolas
José Matias Sampaio 412,6
Carneiro de Mendonça 411,37
Ronaldo Caminha Barbosa 410,8
Colégio de Campos Sales 409,78
Aristarco Cardoso 409,73
Professora Eunice Maria
de Sousa
409,63
André Cartaxo 409,42
Vivina Monteiro 407,83
Cornélio Diógenes 405,03
Padre José Augusto
Regis Alves
403,83

Entre as dez escolas com menor média do Ceará, todas são estaduais, são elas: José Martins Sampaio, em Brejo Santo, com 412,6 pontos; Carneiro de Mendonça, em Maracanaú, com 411,37 pontos; Ronaldo Caminha Barbosa, em Cascavel (410,08); Escola de Campo Sales (409,78); Escola Aristarco Barroso, em Porteiras, (409,73); Professora Eunice Maria de Sousa (409,63); Andrade Cartaxo, em Mauriti (409,42); Vivina Monteiro (407,83); Cornélio Diógenes, (405,03); e Padre José Augusto Régis Alves (403,83).

Entre as escolas públicas, o Colégio da Polícia Militar do Ceará, mantido pelo governo do estado, obteve a segunda melhor média do Ceará, com 579,66 pontos. No ranking geral do estado entre públicas privadas, as escolas públicas mais bem colocadas ficaram nas posições 18 e 33, respectivamente

O critério utilizado para inclusão de uma escola na lista divulgada pelo MEC é o mesmo do sistema “Prova Brasil”, apenas com unidades em que pelo menos 50% dos alunos matriculados e com o mínimo de dez alunos que estavam concluindo o ensino médio participaram do exame. Os números levam em consideração os dados do Censo Escolar.

(G1 Ceará)

MEC divulga notas das escolas no Enem 2011; Confira

A média obtida pelas escolas brasileiras no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)  de 2011 já está disponível. O Ministério da Educação divulgou nesta tarde as notas de 10.076  instituições, que representam 40,6% do universo de escolas do País de ensino médio, nas quatro provas do exame – Ciências da Natureza, Humanas, Linguagens e Matemática – e na Redação.

Diferente de anos anteriores, a média total de cada instituição foi calculada com base apenas na média das provas objetivas, excluindo a redação. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), a opção pela mudança no cálculo este ano  se deu porque as provas objetivas estão adequadas à Teoria da Resposta ao Item (TRI) e a redação, não. Foi avaliado que misturar dois tipos de testes distorceria o resultado.

Veja as notas de todas as escolas

Foram excluídas da divulgação 1185 escolas que tiveram menos de 10 alunos no exame e outras 13.581 com taxa de participação de estudantes concluintes menor de 50%. Do total de escolas que receberam médias, 199 são federais, 4.968 estaduais, 111 municipais e 4.798 privadas. 

Ao explicar os dados, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, ponderou a importância das médias. “O Enem por escola é insuficiente como insturmento de avaliação do estabelecimento escolar porque há escolas com naturezas muito distintas”, disse.  

As melhores

A instituição que obteve a maior nota é o Colégio Objetivo Integrado , com a média 737,15 nas provas objetivas. A escola de São Paulo sempre aparece nas primeiras posições do ranking do Enem, favorecida por uma pré-seleção: o colégio é composto apenas uma turma de 42 alunos, escolhidos entre os melhores do grupo Objetivo.

Em segundo e terceiro lugares estão dois colégios mineiros, o Colégio Elite Vale do Aço, de Ipatinga (718,88), e o Colégio Bernuolli – Unidade Lourdes, de Belo Horizonte (718,18). Em quarto está oVertice , de São Paulo (714,99), seguido por Colégio Ari de Sá Cavalcante, de Fortaleza, no Ceará (710,54), Instituto Dom Barreto , de Teresina, no Piauí (707,07) e Integrado de Mogi das Cruzes Objetivo, de Mogi das Cruzes, em SP (706,12).

O primeiro colégio público da lista é federal, em oitavo lugar: Colégio Aplicação da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, com média 704,28. O Colégio Santo Antônio, de Belo Horizonte (702,31), e o São Bento , do Rio de Janeiro (702,16), completam a lista das 10 instituições com melhores médias nas provas objetivas. 

Concorrência entre escolas: Colégio Etapa questiona ação publicitária do Objetivo

Se considerada a nota da redação, as melhores escolas são: Colégio Elite Vale do Aço, de Ipatinga (718,88), CEV Colégio Unidade Jockey, de Teresina, no Piauí (808,23), Objetivo Junior Colégio, de Taubaté, em São Paulo (784),  Colégio Cruzeiro Centro, no Rio de Janeiro (781,90), Escola Dinamis, do Rio de Janeiro (781,66), Colégio Bionatus, de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (781,38), Sistema COC de Educação Unidade Álvares Cabral, de Ribeirão Preto (778,53), Colégio Andrews, do Rio (774,73), Colégio Bernoulli – Unidade Lourdes (770,13) e Colégio Ari de Sá Cavalcante (767,65).

Públicas

Entre as 100 escolas com médias mais altas, apenas 10 são públicas – oito federais e duas estaduais. Além do Aplicação de Viçosa, se destacam na rede federal o Aplicação do Ceará da UFPE (676,95), o Instituto Federal – Câmpus Vitoria (672,48), o Colégio Militar de Belo Horizonte (668,04), o Militar de Porto Alegre (660,56), o Colégio Técnico da Universidade Federal de Minas Gerais (656,85), Colégio Pedro II – Unidade Niteroi (655,36), e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (655,24). Da rede estadual, estão entre os melhores o Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (664,98) e a Escola Técnica Estadual de São Paulo (660,55).

Veja também: As médias do Enem por escola em 2010 

*Com reportagem de Priscilla Borges, iG Brasília

Curso gratuito em fundamentos, processos e técnicas de software

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação (ITIC) oferece, gratuitamente, o curso “Fundamentos, Processo e Técnicas de Teste de Software – uma Visão Geral”, no próximo dia 27, às 14h, na sede do ITIC.

O curso tem como público-alvo empresários, desenvolvedores e demais interessados no setor deTecnologia da Informação (TI) e objetiva apresentar aos participantes os princípios do processo de teste de software: planejamento, projeto, execução, acompanhamento e finalização.

O treinamento terá duração de quatro horas e será ministrado por Miguel Argollo Jr, mestre em Engenharia de Sistema e Computação e consultor de projetos do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer do Ministério da Ciência e Tecnologia. Vagas limitadas. Informações e inscrições: 3279.2188/ 9968.6186 ou farias@itic.softex.br.

Serviço

Data: 27/11/2012
Local: ITIC – Av. Oliveira Paiva, 941-A. Cidade dos Funcionários.
Horário: 14 h

(Jangadeiro Online)

Bolsa de valores promove cursos gratuitos em Fortaleza

A Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa) realiza os cursos gratuitos ”Educar Máster” e ”Como Investir em Ações” em Fortaleza, nos dias 19 e 20 de novembro, no hotel Otton Palace. As inscrições são gratuitas e feitas pelo site da instituição. O curso ”Como Investir em Ações” vai das 18h30 até 22h. Os participantes vão aprender sobre o funcionamento do mercado acionário, a atuação da Bolsa, a importância do mercado de capitais para o desenvolvimento do País e os primeiros passos para se tornarem sócios das companhias que têm ações negociadas na BM&FBovespa.

Já o ”Educar Máster” será ministrado no dia 20 de novembro, das 9h às 15h. O curso traz orientações sobre planejamento financeiro pessoal, organização do orçamento, controle de despesas e alternativas de investimentos para a formação de patrimônio no longo prazo. Além disso, os alunos vão receber informações sobre juros, inflação e como administrar o dinheiro para a conquista de objetivos, como a casa própria, estudos, viagens, entre outros.

Serviço
Cursos da BM&FBovespa
Local: Hotel Otton Palace
Avenida Beira Mar, 3.470, Fortaleza
Inscrições: http://www.bmfbovespa.com.br/cursos
Vagas Limitadas

(G1 Ceará)

Educação promove seres livres da miséria, degradação e prostituição

Prostituição existe no país inteiro. Como a gente percebe, é a ignorância e miséria juntas. Depois vêm a droga e a prostituição, e aí a degradação. É fácil interromper esse ciclo vicioso. Falta querer.

O “Bom Dia Brasil” do dia 20/10/2012 mostrou Cingapura, um paraíso que há menos de 50 anos era um lugar pantanoso, pobre e sujo. Assim como a pujante Coreia do Sul há 60 anos era um lugar arrasado, com maioria analfabeta. Mas aí veio a vontade. Investiram em educação, uma educação que fez um futuro opulento.

Por que não querem educação por aqui? Por que fingem que estão investindo em educação se não investem em professores? Porque educação liberta da miséria, da dependência, do assistencialismo. Converte escravos de tudo em seres livres, e promove uma mudança. Aquela mudança da inscrição da bandeira do município de São Paulo: “Non Ducor Duco”, “não sou conduzido, mas conduzo”.

Na prostituição infantil do Nordeste, é bom combatermos os aliciadores, quem está promovendo isso, mas é preciso chegar às origens: a educação e formação. Pegando filhos, pais e professores e escolas. Coisa para revolução. Se os donos dos votos deixarem.

(Bom Dia Brasil)

Seis cearenses são semifinalistas de Olimpíada de Língua Portuguesa

Seis estudantes cearenses estão entre os semifinalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Além dos professores do do 5º e 6º anos do Fundamental, ao todo, 125 alunos participam da terceira de quatro oficinas, seguidas de premiação regional, de 20 a 22 de novembro, em Fortaleza.

De acordo com a organização, a Olimpíada tem objetivo de contribuir para a formação de professores, tendo em vista a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras. O programa é desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Fundação Itaú Social, sob a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Semifinal

Os alunos e professores escolhidos nesta fase participam de diversas atividades de formação, como oficinas de leitura e escrita e visitas culturais. Todos os semifinalistas (alunos e professores) receberão medalhas de bronze e poderão escolher livros em uma livraria montada especialmente para eles. Na noite de quinta-feira (22), será realizada a cerimônia de premiação regional do gênero Poema onde serão anunciados os 38 finalistas da Olimpíada nesta categoria.

Serviço

A cerimônia de premiação regional em Fortaleza será realizada na Fábrica de Negócios (Hotel Praia Centro Fábrica de Negócios – Avenida Monsenhor Tabosa – 740, Praia de Iracema), às 18h.

(Jangadeiro Online)

Patrick Pinheiro: Estudante cearense da rede pública está na final da Olimpíada de Língua Portuguesa

Os 38 finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, programa realizado pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, do gênero textual crônica, foram anunciados na noite desta quarta-feira (8), em Natal (RN), onde aconteceu o primeiro de quatro encontros regionais, seguidos de premiação.

O estado do Ceará terá um representante na etapa final em Brasília, que acontece dia 10 de dezembro, quando serão anunciados os 20 vencedores nacionais. O representante cearense é Patrick Pinheiro Alves, da escola Governador Virgílio Távora, que fica no Crato, interior do Ceará.

Finais da categoria Poema

As próximas oficinas com semifinalistas e premiações regionais também serão realizadas em novembro. Os alunos dos 5º e 6º anos do Ensino Fundamental e seus respectivos professores, classificados no gênero poema, reúnem-se em Fortaleza, no dia 20.

Os 152 alunos e professores finalistas são premiados com medalhas de prata e tablets e suas respectivas escolas recebem uma placa de homenagem. Aos 20 alunos e professores vencedores da etapa nacional serão entregues medalhas de ouro e notebooks. As escolas nas quais estudam os 20 selecionados serão contempladas com laboratórios de informática, compostos por dez microcomputadores e uma impressora, projetor e telão, além de livros para a biblioteca.

(Jangadeiro Online)

Aprovada proposta de criação da Universidade Federal do Cariri, com sede em Juazeiro do Norte

JUAZEIRO DO NORTE – CEARÁ

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou proposta que cria a Universidade Federal do Cariri (UFCA), com sede na cidade de Juazeiro do Norte (CE). A nova universidade vai ser integrada pelos campi já existentes de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, que serão desmembrados da Universidade Federal do Ceará (UFC). Além disso, serão criados novos campi nos municípios de Icó e Brejo Santo. As medidas estão previstas no Projeto de Lei 2208/11, do Executivo.

De acordo com o Executivo, deverão ser oferecidos inicialmente 27 cursos de graduação. A meta do governo é atender a 6.490 estudantes de graduação e pós-graduação.

A proposta prevê a contratação de 197 professores, 212 funcionários de nível superior e 318 profissionais de nível intermediário.

O projeto também cria 482 cargos de direção e funções gratificadas.

Impacto orçamentário

O governo estima o impacto orçamentário decorrente da criação dos cargos de direção e de funções gratificadas em R$ 9,95 milhões para 2013. Já no que se refere aos cargos efetivos a serem criados, informa que o impacto será de forma gradativa, a partir do provimento desses, e estimado em R$ 13 milhões para 2013, R$ 19 milhões para 2014 e R$ 10 milhões para 2015.

Segundo o Executivo, os recursos necessários para atender a criação dos cargos e funções para 2013 foram incluídos na lei orçamentária de 2012.

O parecer do relator, deputado José Guimarães (PT-CE), foi favorável. Ele apresentou uma emenda, aprovada pela comissão no último dia 31, determinando que o provimento dos cargos só seja autorizado se os recursos necessários constarem no Orçamento correspondente ao ano da contratação.

Tramitação

A proposta, que tramita de forma conclusiva, já foi aprovada pelas comissões de Educação e Cultura; e de Trabalho, de Administração e Serviço Público. Agora será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Fortaleza: Juiz determina que estacionamento na Av. Beira Mar não seja usado por ambulantes

O município de Fortaleza e a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) devem adotar medidas para que as vagas de estacionamento na avenida Beira Mar não sejam utilizadas porvendedores ambulantes. A decisão, do juiz Marcelo Roseno de Oliveira, diz respeito ao trecho entre as ruas João Cordeiro e Ildefonso Albano.

O magistrado deu prazo de cinco dias para o cumprimento da medida. Também fixou multa diária de R$ 5 mil para cada dia de descumprimento e ressalvou a possibilidade do município disponibilizar local próprio para acomodar os comerciantes.

Foi o Condomínio Iracema Praia Park I que deu entrada na ação no dia 6 de setembro. De acordo com o processo, em virtude da revitalização da Praia de Iracema, ambulantes passaram a utilizar sem autorização vagas de estacionamento para comercializar alimentos e bebidas. Além disso, pernoitavam na área, ocupavam calçadas com mesas e cadeiras e manuseavam botijões de gás, pondo em risco a saúde pública.

O município de Fortaleza alegou ilegitimidade do autor, o condomínio, afirmando que a preservação e fiscalização dos referidos bens públicos cabem a prefeitura. Sustentou ainda não haver omissão quanto à fiscalização da área. Já a AMC disse que não deveria ser parte no processo por não ter competência para retirar vendedores irregulares de logradouros públicos.

Mesmo assim, os argumentos do município e da AMC não foram acatados pelo juiz Marcelo Roseno. De acordo com o magistrado, o fato de os bens serem de uso comum não afasta que condôminos apontem omissão do poder público e cobrem adoção de providências. “Os elementos probatórios que instruem a demanda revelam nitidamente a omissão dos promovidos quanto à fiscalização e polícia do espaço urbano”, afirmou.

(Jangadeiro Online)

Colégio Antares de Fortaleza abre 60 vagas para professores

O Colégio Antares, de Fortaleza, está com 60 vagas abertas para professores. Segundo o colégio, são vagas para professores de educação infantil, ensino fundamental e médio. Na área administrativa, Na área administrativa também há vagas para os cargos de assistente administrativo, assistente de marketing e auxiliar.

Os interessandos devem ligar para (85) 3308-5169 e enviar currículo para seletivo2013@colegioantares.com.br.

(G1 Ceará)

OAB divulga lista de aprovados no VIII Exame de Ordem

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou nesta quinta-feira (8) o resultado preliminar de candidatos aprovados na segunda fase do VIII Exame de Ordem Unificado, aplicado no dia 21 de outubro (veja link abaixo).

CONFIRA A LISTA DE APROVADOS

 

Ainda cabe recurso dos candidatos que não foram aprovados e se sentiram prejudicados. O prazo para interpor recursos começa nesta quinta e termina às 12h do dia 11 de novembro. O resultado definitivo será divulgado pela OAB no dia 21 de novembro.

Dos 117.884 inscritos, foram aprovados cerca de 19,4 mil candidatos, o equivalente a 16,4% do total de participantes. Para ser aprovado nesta etapa, o candidato tinha de tirar a nota mínima 6 (seis) na prova, que foi composta de quatro questões práticas na forma de situações-problema e de uma peça profissional na área jurídica de opção do examinando. Cada uma das questões tem valor de no máximo 1,25 ponto.

Aplicado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, o exame é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado.

(G1)

Faculdade de Harvard, berço intelectual de Obama e Romney

NOVA YORK – A vida de Barack Obama e Mitt Romney podem parecer opostas quando se observa a biografia dos dois. Mas há um lugar que, antes desta disputa presidencial, aproximava Barack Obama e Mitt Romney. Ambos estudaram, com duas décadas de diferença, na Escola de Direito de Harvard, uma das mais prestigiadas do mundo e terceira colocada no ranking da US News & World Report.

O ingresso na Escola de Direito de Harvard é um dos processos mais competitivos no sistema estudantil americano. Nos EUA, ao contrário do Brasil, para estudar direito é preciso ser formado em uma outra faculdade. Para completar, a aceitação nas melhores universidades exige notas altas, cartas de recomendação, exames e um forte histórico extra-curricular.

Romney, formado em Brigham Young, uma tradicional universidade em Utah, além de ser um ótimo aluno que viveu no exterior (França), tinha a vantagem de ser filho de um político e executivo conhecido – George W. Bush, um mau aluno, conseguiu ser aceito em Yale e Harvard pela história da sua família.

Além disso, Romney conseguiu a aprovação para, com a Escola de Direito, fazer o MBA de Harvard no início dos anos 1970, em um programa de quatro anos de duração. Apenas 12 pessoas por ano conseguem entrar em ambos. Na época, o republicano não se interessava tanto por política e priorizou a escola de Administração em detrimento do Direito (cursou por exigência do pai, George), embora suas notas tenham sido altas em ambas. Ao se graduar, recebeu convites de empresas do setor financeiro como a Bain e o Boston Consulting Group.

Obama, formado na Universidade Colúmbia, de Nova York, ingressou na Escola de Direito de Harvard depois de passar alguns anos atuando em ações comunitárias em Chicago. Em Cambridge, onde fica a universidade, o atual presidente se destacou especialmente por sua liderança, alcançando o disputado posto de editor da Harvard Law Review.

Na universidade, localizada em Massachusetts, um Estado governado por Romney, pesquisa indica que Obama derrotaria Romney por 77% a 17%, de acordo com o jornal universitário The Harvard Crimsom, que entrevistou 7,2% dos alunos para fazer o levantamento.

(Estadão Online)

UECE: Inscrições para Doutorado e Mestrado em Geografia acontecem até sexta

A Universidade Estadual do Ceará (UECE) está com inscrições abertas, até sexta-feira (9), para os cursos de Doutorado e Mestrado em Geografia, do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PropGeo).

Para o Doutorado são oferecidas 14 vagas, sendo uma destinada à qualificação do quadro docente dos cursos de Geografia da Uece e uma atende ao convênio celebrado entre a UECE/PropGeo e a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), a serem preenchidas conforme a ordem decrescente de classificação dos candidatos.

O PropGeo disponibiliza para o Mestrado 24 vagas, dentre as quais duas em atendimento ao convênio Uece/PropGeo e a Semace, que serão preenchidas, também, de acordo com a ordem decrescente de classificação dos candidatos.

Inscrições

Para se inscrever, os candidatos devem ir até a Secretaria do PropGeo, localizada na Avenida Paranjana, 1.700, no Campus do Itaperi. Os dois cursos objetivam formar pessoal qualificado para o desenvolvimento de atividades de ensino superior e de pesquisas relacionadas ao campo da Geografia.

Podem se inscrever para o curso de Doutorado em Geografia os portadores de título de mestre em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, comprovados mediante cópia autenticada do diploma ou da declaração e Ata de Defesa do Mestrado. Os alunos do curso de Mestrado do PropGeo em Geografia da Uece podem se candidatar à seleção para o curso de Doutorado em Geografia mediante declaração autenticada de provável concludente, com data de defesa oficialmente definida. Em caso de mestrado realizado em outro país, será exigida a revalidação nacional do título, devidamente comprovado.

Para o Mestrado em Geografia, os candidatos devem portar diploma de curso de Graduação em Geografia ou áreas afins, concedido por instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação, comprovado mediante cópia autenticada. Deve ainda apresentar declaração de concludente da instituição de origem. Em caso de graduação realizada em outro país, será exigida a revalidação nacional do título, devidamente comprovado.

(Jangadeiro Online)