Arquivo da categoria: Concursos e Empregos

Dicas finais para redação da Caixa: o texto instrucional e muito mais

Saudações, meus caros!!!!

            Encerrando nossa conversa para o concurso da Caixa, venho deixar minhas últimas dicas e como prometido, falar um pouco do texto instrucional, já que os anteriores (descritivo, narrativo e expositivo-argumentativo) detalhei nos artigos que aqui deixei.

            Bem, inicialmente é preciso fazer você entender que não precisa ter medo de certos termos que aparecem em uma prova de redação, assim se aparecer o nome instrucional (ou até injuntivo) não é nada de outro mundo, basta você saber que os textos dessa natureza têm um propósito de ensinar, de dar orientações ao leitor. Alguns exemplos dos textos injuntivos: a receita, a bula, as cartilhas e também os manuais de instrução. Então, vamos ver algumas características desses textos:

- Uso da linguagem apelativa com verbos no imperativo (faça; deposite; procure);

- Uso de interação com o leitor (pronomes que indicam conversa são oportunos): você, suas, seu;

Perguntas lançadas para que o leitor se sinta mais próximo: (você sabe economizar?)

         Enfim, você percebeu que esse tipo de texto tem como objetivo dar ordem com a intenção de instruir o leitor a fazer algo. Pensando em uma realidade de concurso da Caixa, que tal um exemplo de prova? Vamos a um tema que criei para meus alunos:

Primeiro, o texto motivador:

É fundamental que você perceba a importância de poupar para equilibrar suas finanças pessoais. Na teoria, a estratégia é simples: poupar é acumular valores no presente para utilizá-los no futuro. Porém, para colocar isso em prática, é preciso alterar hábitos do seu dia a dia.

Poupar exige redução nos gastos pessoais e familiares. E reduzir despesas, pode significar desde um simples cuidado para evitar desperdícios até o esforço de conter gastos. A matemática não falha: você precisa gastar menos do que ganha para conseguir poupar e acumular o suficiente para um investimento.

Avaliar o objetivo das despesas, fixar metas a curto e longo prazos, com persistência, são passos fundamentais para que você alcance os objetivos que o motivaram a poupar. Tenha em mente que investir é empregar o dinheiro poupado em aplicações que rendem juros ou outra forma de remuneração, ou correção. O investimento é tão importante quanto a poupança.

Há inúmeras alternativas no mercado, que podem nos levar a simplificar o processo de decisão, apoiando-se em opiniões e dicas nem sempre técnicas. Procure se informar com profissionais qualificados e tenha em mente que, quem investe bem, pode atingir mais rapidamente os objetivos, com menor esforço.

http://www11.caixa.gov.br/portal/public/investidor/investidor/aprenda/financas_pessoais/poupar

Agora vamos ao tema:

Na qualidade de bancário, elabore uma cartilha didática com a intenção de instruir as pessoas acerca da necessidade de poupar dinheiro. Em um texto instrucional, ensine como deve se proceder para a política de poupar.

 Comentários:

Você viu que o texto motivador foi tirado do próprio site da Caixa, correto? Pois bem, o texto motivador nada mais é do que uma inspiração para criar o tema, mas quem realmente manda, orienta o que deve ser feito é o tema, por isso esteja atento ao que ele pede. No caso da atividade que criei, solicitei que o aluno elaborasse uma cartilha, sendo, pois, instrucional já que o aluno deveria ensinar a como poupar. Veja um texto criado como exemplo:

Diante de um mercado cada vez mais consumista, em que gastamos muitas vezes com o que é supérfluo, e por conta disso contraímos dívidas, surge a necessidade de poupar dinheiro. Vale ressaltar que existem muitas formas para poupar, mas a principal regra é não contrair dívidas.

Pode parecer óbvio dizer isso, mas tal dica requer disciplina, sendo assim procure controlar seus gastos, afinal não faz sentido alguém gastar mais do que ganha. Então, seria interessante, de início, reduzir a quantidade de cartões de crédito. Pode até parecer vantagem ter vários, mas quando as contas chegam até você, não há nada de lucrativo em tal posse. Então, se quer manter o cartão de crédito, utilize apenas um, e mesmo com ele, moderação no uso, prefira pagar suas contas à vista, isso controla mais seus gastos.

Outra importante dica para poupar, faça um orçamento mensal, separe o que pode ser evitado em termos de gastos e isso envolve toda a família, estimule os outros a terem também essa educação financeira. Essa atividade pode envolver até mesmo as crianças, que saberão como valorizar cada centavo recebido.

Por último, com esse controle mensal, você pode reservar uma pequena parcela do que ganhar e pode guardar na poupança. Não se preocupe com rentabilidade, a questão não é essa, mas é o estímulo para guardar dinheiro. E outra dica, com o décimo terceiro salário, você poderá guardar um pouco mais de dinheiro. Enfim, são medidas que podem ser difíceis no começo, mas com o hábito, você irá realmente sentir prazer em poupar, e não mais gastar. Chega de preocupações no final do mês com suas contas, a partir de agora você é um poupador!

Comentários:

Viu como é simples? A dica aí seria manter as características que citei e mudar de parágrafo conforme você fosse mudando de assunto, colocando uma nova dica para poupar. Enfim, não tenha medo de certos termos que aparecem em provas de redação, muitas vezes eles não são nada complexos. Lembro que um aluno me perguntou, uma vez, o que seria um texto em prosa, pois ele havia feito uma prova e no tema estava explícita essa informação. Quando expliquei a ele que era tão somente um texto organizado em linhas e parágrafos (concursos trabalham, geralmente, em torno de 20 a 30 linhas) ele ficou surpreso e disse que nunca imaginava que seria isso. Em suma, sua prova de redação sempre é um texto em prosa, afinal, não querem analisar poemas e estrofes, não é verdade? Então, na prova da Caixa, eles irão solicitar a prosa também, resta saber em que tipologia textual, sabemos que a preferida é a expositiva-argumentativa, visto que nela o candidato irá informar e também manifestar um ponto de vista, defender com argumentos e com base em geralmente algo atual.

Falando em atualidades, no artigo anterior deixei para vocês um tema que criei abordando conhecimentos específicos, no caso, conhecimentos bancários, você leu? Era aquele que pedia para falar do Minha Casa Minha Vida… pois hoje vou colocar aqui mais temas que criei, dessa vez tratando de atualidades. Vejam só:

Texto motivador:

A Lei nº 12.846/2013, alcunhada ?Lei Anticorrupção?, entrou em vigor em 29 de janeiro deste ano e irá afetar, sobremaneira, o conteúdo dos Códigos de Conduta das empresas. 

De acordo com a nova lei, a responsabilidade administrativa e civil das empresas pela prática de atos lesivos à administração pública será objetiva, isto é, independente da apuração de culpa. (…)A Lei cria, ainda, o CNEP ? Cadastro Nacional de Empresas Punidas, uma espécie de SERASA/SPC ou ficha corrida dos infratores condenados.

Adaptado de: http://www.administradores.com.br/noticias/administracao-e-negocios/a-nova-lei-anticorrupcao-e-seus-impactos-nos-codigos-de-conduta-das-empresas/84280/

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija texto dissertativo em prosa abordando o tema a seguir:

 LEI ANTICORRUPÇÃO E OS REFLEXOS PARA A SOCIEDADE

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

  • responsabilidade administrativa e civil das empresas pela prática de atos lesivos à administração pública;
  • empresas envolvidas em fraudes: sanções previstas pela nova lei;
  • Cadastro Nacional de Empresas Punidas (Cnep): objetivos gerais.

E que tal mais este tema que também criei???

Texto motivador:

“O Brasil era o queridinho dos investidores há apenas quatro anos, mas para muitos agora se tornou pária”, diz o FT.

A soma teria sido varrida dos ativos do país no período, à medida que o Brasil tentava recuperar o nível de crescimento dos anos seguintes ao início da crise mundial, de 2008 e 2009. Segundo a revista, perdas de investimentos ocorreram em todos os emergentes, mas no Brasil a destruição de valores ocorreu numa “escala sem precedentes”.

(http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/01/investidores-perderam-us-284-bilhoes-no-brasil-em-3-anos-diz-jornal.html)

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija texto dissertativo abordando os seguintes aspectos:

  • economia atual do Brasil;
  • Real: 20 anos completados em 2014, o que a moeda representou e representa para o país;
  • desafios da equipe econômica para o desenvolvimento do país.

                 Comentários:

                Você percebeu que os dois temas lidos são muito atuais, afinal tratam de questões pertinentes ao que aconteceu este ano em nosso país, sendo assim em temas dessa natureza vale a capacidade de argumentação, de mostrar o conhecimento que tem acerca do assunto, logo a leitura será a grande aliada para o texto ganhar forma. Mas ainda dá tempo de se informar, eis alguns assuntos que você pode pesquisar nesses dias:

  1. Governo Dilma: o que a equipe econômica vem fazendo;
  2. Brasil no cenário mundial, o que falta para sermos desenvolvidos?
  3. Eleições 2014: como conscientizar o eleitor brasileiro?
  4. Política: por uma ética em torno de nossos políticos (crítica aí ao Mensalão);
  5. Sociedade de consumo X sociedade marginalizada: ?rolezinhos? nos shoppings devem ser proibidos?
  6. Copa do Mundo: os desafios em torno do evento;
  7. Viver em rede: as redes sociais X o isolamento das pessoas;
  8. A necessidade de planejar o futuro: consciência social;
  9. 20 anos do Plano Real;
  10. A mulher na economia do país;
  11. Mobilidade urbana e problemas enfrentados.

 E para fechar…

Concluindo nosso papo, vamos a perguntas mais gerais:

Pergunta: Colocar ou não título?

Resposta: Só coloque se estiver sendo solicitado, do contrário não coloque. Em caso de título, coloque na linha 1, centralizado e diga o essencial, títulos são muito resumidos. Só lembrando que Cespe não costuma pedir título em suas provas…

Pergunta: Se a prova tiver tópicos, devo seguir a ordem do que mandaram?

Resposta: Sim, esses aspectos devem seguir sim o roteiro que já deram, pegando o exemplo anterior:

  • economia atual do Brasil;
  • Real: 20 anos completados em 2014, o que a moeda representou e representa para o país;
  • desafios da equipe econômica para o desenvolvimento do país.

 Nessa prova, o aluno iria começar falando em um 1º parágrafo da economia atual do nosso país, depois poderia quebrar em 2 parágrafos o tópico 2: um falando do passado, do contexto do país antigamente, quando o plano Real foi criado eum 3º parágrafo falando do plano Real de hoje. Por último, fecharia apresentando que desafios a equipe econômica do governo Dilma tem a enfrentar. Em suma, eis a vantagem da prova Cespe, ela dá uma prévia de como será a estrutura de sua redação, o problema é que todos esses tópicos devem ser bem aprofundados…

Pergunta: se cair o texto expositivo-argumentativo pode misturar informação e opinião?

Resposta: Com certeza, afinal você deverá apresentar as informações acerca do assunto tratado, mas não ficará restrito a elas, deverá também mostrar um posicionamento (um ponto de vista) e argumentar, fazer o leitor acreditar em seus argumentos. Como exemplo, não adiantaria falar apenas do Plano Real, no tema anterior, mas provar o que ele fez de positivo para o país, como melhorou a economia. Mas lembre-se: não precisa se incluir em seu texto para mostrar esse seu ponto de vista, nada de: EU ACHO QUE O PLANO REAL MELHOROU MUITO NOSSO PAÍS… (quem colocou um absurdo desses na redação provavelmente não leu meu artigo anterior) ;)

Pergunta: posso escrever com letra de forma?

Resposta: sem problemas, basta que faça as diferenças do tamanho das iniciais de nomes próprios, de início de parágrafo. O edital é claro, deve ter uma letra legível, e só!

É hora de dar… 

Bem, como diziam os Teletubbies, ?é hora de dar tchau, é hora de dar tchau?. Espero que minhas dicas tenham sido proveitosas para vocês. Leiam todos os artigos que fiz e aprendam tudo o que foi dito até aqui, certo? Um grande abraço a todos vocês e agora é aprovação, é trabalhar na Caixa, e não se esqueça: a ?vida pede mais que um banco?… J

 Professor Dionisio.

 Via http://www.euvoupassar.com.br/

Veja dicas para otimizar o tempo ao resolver provas como a da Caixa

Lia Salgado, via G1

A coluna de hoje é dedicada aos quase 2 milhões de candidatos que vão fazer prova para a Caixa Econômica Federal no próximo dia 30. E também a todos os outros candidatos de todos os outros concursos que têm, no dia da prova, a única chance de conquistar a sua vaga.

Claro que todos desejam a aprovação como resultado – afinal, prova é prova e é ali que tudo se decide -, mas o mais importante nesse dia é o candidato sair com a certeza de que conseguiu fazer o melhor, considerando o conhecimento que possui. Nesse caso, mesmo que a pontuação seja insuficiente, a sensação não é tão ruim. Talvez seja preciso mais tempo de estudo, ou mais foco na preparação, mas isso pode ser resolvido e não fica um gosto amargo de fracasso.

Alguns cuidados simples podem ajudar o candidato a ter o melhor desempenho ou, pelo menos, a não ser prejudicado por bobagens no dia da prova. Veja as dicas abaixo.

Estratégia
Em concurso público, nem sempre vence quem sabe mais. A prova é igual para todos e o tempo para fazê-la, também. Mas se o candidato se deixar conduzir pelas questões, em vez de assumir o controle, pode pôr tudo a perder.

Por isso, na semana anterior à prova, o candidato deve definir a ordem de matérias (ou grupo de matérias) a serem resolvidas, e o tempo máximo que poderá levar em cada uma. Isso evita atitudes desastrosas tais como fazer uma pontuação excelente numa disciplina, mas ser eliminado por não obter o mínimo em outra, ou ficar horas preso a algumas questões difíceis e depois descobrir que não há mais tempo para questões que o candidato saberia resolver.

Começar pela disciplina em que o candidato tem mais conhecimento pode aumentar a autoconfiança para o resto da prova. Além disso, os momentos iniciais são os mais tensos, porque acontece um pico de adrenalina que se dissipa em alguns minutos. Assim, se a pessoa começar a prova por uma matéria muito difícil, pode ter a falsa sensação de que não vai conseguir um bom resultado, e o ânimo abatido pode comprometer o desempenho.

Se em algum momento o candidato perceber que está muito nervoso, algumas respirações lentas e profundas (lembrando de exalar também) ajudam a recuperar o equilíbrio. Se preciso, ir ao banheiro e lavar o rosto também ajuda a afastar o estresse. O candidato pode aproveitar esse momento “fora de cena” para respirar serenamente e buscar pensamentos construtivos, mesmo que soem falsos naquele momento.

Uma boa estratégia é dividir a prova em dois ou três momentos. No primeiro, o candidato deve ler atentamente cada questão (na ordem preestabelecida) e resolvê-la, se possível. Se houver dúvidas, é importante anotar ao lado do enunciado informações que possam ser úteis para quando retornar àquela questão, e já eliminar alternativas absurdas, para ganhar tempo.

Depois de responder todas as questões que sabe de imediato, o candidato deve retornar à primeira matéria escolhida, para o segundo exame das questões não resolvidas. Muitas vezes algumas coisas se tornam claras nesse momento e o candidato pode garantir mais alguns pontos. Perguntas muito trabalhosas também devem ser deixadas para essa hora.

O terceiro momento deve ser dedicado a “cavar” algum ponto extra e a tomar as últimas decisões, porque o que o candidato sabia já estará feito.

Vale lembrar que o tempo destinado a cada disciplina será o somatório dos três momentos anteriores e que alguns minutos do tempo total devem ser “guardados” para o que for mais necessário no final.

No caso de haver prova discursiva, ela pode ser feita logo depois da primeira rodada, para que o candidato tenha tempo suficiente para fazer o rascunho e passar a limpo. Mas, se começar a gastar muito tempo sem conseguir desenvolver essa etapa, pode ir para a segunda rodada nas questões e depois voltar para a redação. O importante é não deixar o tempo passar sem estar produzindo e garantindo pontos.

Recomendo que o candidato não fique revisando o que já fez com segurança porque, além de perder o tempo que estava tentando aproveitar, corre o risco de apagar uma marcação correta e trocar por uma errada, por causa de cansaço e confusão – acontece muitas vezes com os candidatos.

Cerca de 30 minutos devem ser reservados para a marcação do cartão-resposta, que deve ser feito com calma e atenção, uma questão por vez.

Caixa
No caso do concurso para a Caixa – e em outros organizados pelo Cespe/UnB -, as questões não têm alternativas, mas itens para julgamento de certo e errado. Neste caso, se não for possível decidir no primeiro momento, as informações que o candidato lembre a respeito da afirmação devem ser anotadas ao lado da questão, para facilitar a decisão posterior.

Se você ainda não conhece esse estilo de prova Cespe, vá à página da instituição e baixe provas anteriores para não ser surpreendido na hora do seu concurso. Observe que em algumas situações a banca faz prova de múltipla escolha, mas não é esse o caso da prova para a Caixa.

As disciplinas também não devem vir isoladas, mas em grupos. Conhecimentos básicos: português (14 itens com peso 2), matemática, raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação (juntas, 36 itens com peso 1) e conhecimentos específicos (atendimento e conhecimentos bancários juntas, com 70 itens e peso 2). Dessa forma, são três grupos de disciplinas, sendo que a parte de conhecimentos específicos vai fazer muita diferença na classificação do candidato, já que vale 140 pontos no total. Cuidado também com português, porque apesar de serem apenas 14 itens, tem peso 2.

É preciso reservar tempo para a redação (pelo menos uma hora).

É importante lembrar que nesse concurso cada marcação incorreta conta um ponto negativo (ou dois, nos itens com peso 2).  Assim, é preciso muita cautela na hora de chutar alguma resposta, para não reduzir muito a pontuação das questões corretas. Por outro lado, deixar muitas questões em branco pode fazer com que o candidato faça poucos pontos no total. Nesse tipo de prova, mais do que em qualquer outra, as decisões precisam considerar uma boa estratégia.

Além do conteúdo
Outros aspectos devem ser observados além da prova em si, como se preparar para o ambiente do local do concurso, prevenir-se contra atrasos, sede, fome, etc.

O candidato deve verificar antecipadamente no edital os documentos que deve levar e o material permitido para a prova. Por mais certeza que se tenha, nunca é demais confirmar o local e o horário, lembrando de checar as orientações em caso de horário de verão.

Um kit de emergência pode ser muito útil: analgésico, água e algo para comer (barra de cereais, fruta, biscoito, entre outros).

As roupas para o dia da prova devem ser confortáveis e versáteis em relação à temperatura. Nada de roupas apertadas ou que impeçam o livre movimento.

Além disso, não é possível garantir a temperatura na sala de aula e, se algumas ficam muito geladas, outras não dispõem de ar-condicionado e o calor pode ser um fator de desgaste. Portanto, melhor estar preparado para qualquer situação.

Chegar cedo ao local é garantia de não perder a prova por atraso, mas também é a possibilidade de entrar logo na sala e escolher um bom lugar para se sentar – se não forem previamente marcados.

É interessante observar se no local bate sol, se há ventilador, e evitar as carteiras próximas à porta, onde o ruído de candidatos saindo para ir ao banheiro e quando terminam a prova pode prejudicar a concentração.

Beber água durante a prova e comer algo garante que o corpo não desvie a atenção do cérebro para outras necessidades, além de mantê-lo em boas condições de trabalho até o fim.

Desejo a todos uma excelente prova!

Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro “Como vencer a maratona dos concursos públicos”

Caixa Econômica libera cartão de confirmação com locais de prova do concurso

O cartão de confirmação, com os locais de prova do concurso para a Caixa Econômica Federal já está disponível no site do organizador, o Cespe/UnB. Em ambas as seleções (níveis médio e superior), há um total de 1.176.607 candidatos, sendo 1.156.737 para técnico bancário (de nível médio) e 19.870 para médico do trabalho e engenheiro (de superior). Os estados que receberam mais inscrições para técnico foram: São Paulo, com 208.486; Minas Gerais, com 116.206; Bahia, com 90.322; e Rio de Janeiro, com 85.207. Os números foram informados pela Assessoria de Imprensa do banco na última sexta-feira, dia de março. A relação completa com a quantidade de inscritos em cada estado deverá ser divulgada em breve.

A avaliação dos participantes será no dia 30 de março. Para o nível médio, haverá exame objetivo e redação, aplicadas das 15h às 19h30. Serão propostas 120 questões, sendo 14 de Língua Portuguesa, 36 de Conhecimentos Básicos (Raciocínio Lógico, Matemática, Atualidades, Ética e Legislação Específica) e 70 de Conhecimentos Específicos (Atendimento e Conhecimentos Bancários). Para a área de Tecnologia da Informação, na parte específica será cobrada a disciplina de Tecnologia da Informação em vez de Atendimento.

Já para o superior, haverá provas objetivas e discursivas, das 8h às 13h. O teste será composto por 120 questões, sendo 70 de Conhecimentos Básicos e 50 de Específicos, além de duas discursivas, que cobrará conteúdos específicos. Em seguida, ainda serão realizadas as etapas de avaliação de títulos e exame médico admissional. Os gabaritos serão publicados no dia 1º de abril e estarão disponíveis na FOLHA DIRIGIDA Online. O resultado final de ambas as seleções sairá dia 14 de maio. Os selecionados serão contratados sob o regime celetista. Os prazos de validade são de um ano, podendo ser prorrogados por igual período. 

Serviço
Cartão técnico bancário: www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm
Cartão superior: www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_ns

Concurso da Caixa tem provas no dia 30; veja dicas para montar uma boa redação

A redação do Concurso da Caixa Econômica Federal, que acontece no dia 30, vale 20 pontos. Uma boa pontuação nessa etapa pode garantir a sua classificação e a sua nomeação em um dos concursos mais disputados dos últimos anos. A seguir daremos algumas dicas para ajudar você a elaborar uma boa redação, mesmo na hora do nervosismo.

A Caixa Econômica Federal aplica na próxima semana, dia 30, as provas objetivas do concurso para Técnico Bancário em 2014, que teve mais de 1,8 milhão de inscritos. Uma das etapas de avaliação do concurso corresponde a aplicação de prova dissertativa (redação) sobre um tema específico, divulgado somente no momento da prova, lembrando ainda que só serão corrigidas as redações dos melhores classificados na prova objetiva, conforme indica o edital das vagas por município. Pensando nisso, elaboramos algumas dicas que poderão ser úteis para que você tenha êxito na etapa discursiva.

Você será julgado pela apresentação e estruturação do seu texto, bem como o desenvolvimento devido do tema. Este conjunto de habilidades, chamado domínio de conteúdo, totalizará a nota da sua prova de redação, conforme cita o edital de abertura do concurso.

A prova será do tipo dissertativo, ou seja, você terá que expor a sua opinião sobre o assunto sugerido pela banca. Na verdade esta é a etapa mais simples, já que todos temos uma opinião sobre algo. E não deixe o nervosismo tomar conta pensando se a sua opinião está certa ou errada, já que não existe opinião certa ou errada. Existe apenas opinião. Existe mais um aspecto para lhe tranquilizar: a banca nunca vai julgar a sua opinião, e sim o modo com que você defende ela. É aí que entra a próxima dica:

Argumente. Tenha pelo menos três argumentos contundentes para defender o seu ponto de vista no desenvolver do texto. Não vale tentar enganar os jurados, eles saberão perceber se você entende ou não do que está escrevendo. Com esses três argumentos você consegue fazer todo o desenvolvimento do texto, e se bem defendidos podem acrescentar alguns pontinhos na média da redação.

Conheça o tema. Sim, essa dica é absurda, já que o tema só é divulgado na hora da prova, mas o que eu quero dizer com “entenda” é: mantenha-se atualizado sobre os assuntos do mundo para que você entenda um pouco de tudo. Leia os jornais e revistas, ou procure pelo menos ficar por dentro das novidades, já que normalmente são assuntos que estão em pauta na mídia, na política ou na internet que são pedidos na redação. Ou seja, simplesmente mantenha-se atento ao que acontece no mundo e as suas chances de se dar bem aumentam consideravelmente.

Interprete: Leia com atenção o enunciado. Leia e entenda o que está sendo pedido. Não basta sair escrevendo o que você quiser. É necessário seguir as instruções dadas pela banca organizadora, para chegar ao texto que eles esperam ler de um candidato que entende a própria língua.

Use a língua culta: Não se assuste; eu não estou dizendo pra você escrever de modo pomposo e retrógrado. Usar a língua culta não é isso. O bom uso da língua culta é a linguagem que você usa pra escrever os seus trabalhos escolares ou da faculdade. Que se faz entendível sem gírias, neologismos e abreviações. Não é difícil se algum dia você já leu um jornal. Cuidado para não usar um texto rebuscado; isto não é linguagem culta e sim linguagem velha.

O mesmo vale para neologismos: não use palavras que acabaram de ser inventadas se ainda não estão no dicionário. Se você não tem certeza de que a palavra realmente existe, não a use. E cuidado, muito cuidado para não usar aquela linguagem da internet: o Internetês (para mostrar para vocês como um neologismo pode cair mal num texto).

Não fuja do tema proposto: Aqui está a importância de se entender bem o enunciado da redação; para saber exatamente de que tema tratar e se manter nele. Muitos candidatos se perdem na argumentação e acabam desviando o assunto do texto para outros lados. Cuidado, a fuga do tema pode acabar com a sua pontuação. Comece a escrever o texto seguindo a direção estabelecida pelo enunciado e termine o texto com uma conclusão a respeito do tema.

Cuidado com Propriedade Vocabular: Esse item diz respeito ao bom uso da Linguagem culta na construção do texto, a riqueza com que o candidato utiliza as palavras para descrever algo ou uma situação. Ter uma boa propriedade vocabular é utilizar a palavra certa para descrever algo de modo preciso, é ter um bom domínio do vocabulário da nossa língua.

Uso das grafias: Mais uma modalidade para se ter cuidado. Existem duas formas de grafias em vigor atualmente. A que era a norma comum até o dia 31 de dezembro de 2008 e a que se tornou oficial desde o dia 1º de janeiro de 2009. Você poderá usar qualquer uma delas sem perda de pontos; mas apenas uma delas. Se você usar a grafia de 2008, que ainda é a mais usada, atenha-se a ela. Na verdade é até recomendado que você use a norma mais antiga, pois ela ainda é a mais usada nos dias de hoje, e você deve estar mais habituado a ela. Além do mais as novas normas ortográficas só se tornam obrigatórias a partir do dia 1º de janeiro de 2016.

Não ultrapasse o número de linhas especificado: Não escreva mais do que as 30 linhas que são pedidas no enunciado. Simplesmente porque isso não é pedido, e desconta pontos. Sim, a contagem de linhas conta na nota final da redação, tanto para mais, quanto para menos; ou seja, se você escrever poucas linhas isso também será julgado pela banca examinadora e pode diminuir a sua pontuação final. Este item entra na contagem de pontos como (TL) Total de Linhas efetivamente escritas. E convenhamos, 30 linhas são mais do que o suficiente para se desenvolver um assunto, não?

Não assine a redação: Não sinalize o texto de nenhuma maneira que identifique a sua autoria sobre ele. Deste ato depende a credibilidade da correção da redação, já que se as provas forem identificadas pode haver alguma parcialidade se um texto cai nas mãos de um examinador que lhe seja conhecido. É uma questão de segurança; da sua própria segurança de uma correção justa. Mas uma rubrica vale? Não, não vale!

Observe a Coerência: Você sabe o que é coerência não é? É uma conjunção de ideias que forma um todo lógico. No caso do texto, é um conjunto de ideias e argumentações que formam um texto lógico, que leve o raciocínio do leitor para algum ponto que tenha lógica e sentido, que seja compreensível do ponto de vista semântico.

Escreva um texto coeso. Isso se torna fácil porque você já conhece e sabe o que significa a palavra coesão, não é? Escrever um texto coeso, e escrever um texto em que uma ideia se ligue a outra, formando um fluxo lógico e compreensível, com continuidade. Num texto coeso uma ideia vai completando a outra, de maneira que a leitura se torna facilitada.

Entenda o que é Morfologia antes de escrever: A morfologia nada mais é do que o estudo da estrutura e da formação das palavras, e o modo com que elas são classificadas. As palavras são analisadas em seu aspecto isolado, e não no seu sentido quando integrado à frase ou a um período. Agrupamos a Morfologia em dez classes gramaticais, que são: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição.

Saiba o que é Sintaxe: a Sintaxe estuda a disposição das palavras nas frases, e das frases no discurso, assim como as relações lógicas entre si. Para que se possa mandar uma mensagem compreensível, um interlocutor deve usar uma serie de palavras que estejam relacionadas entre si, para que a mensagem faça o maior sentido possível para aquele que a recebe. O seja, a Sintaxe é o manuseio satisfatório das possibilidades que existem para combinar as palavras e orações.

Certo, mas e a Morfossintaxe? Bom, agora que já vimos o que é morfologia e o que é sintaxe fica simples, não? Lá vem a explicação: a morfossintaxe é a analise simultânea de uma mesma palavra em seu aspecto morfológico e sintático, ou seja, analisamos a forma da palavra e a função dela dentro de uma oração.

Ortografia, que é o nosso último item, quase não precisa explicar. É simples: Ortografia na verdade o nome da palavra já diz muito sobre ela. Vamos pensar no seguinte: Orto é um termo de composição que provém do grego: orthos e que exprime a ideia de direito, reto, exato. Agora pense: o que significa grafia? Grafia é um elemento de composição de origem grega com o significado de ação de escrever. Ou seja, ortografia é escrever de modo correto. Nada mais do que isso. Admita! Essa foi a mais fácil.

Com essa pequena base de conhecimentos e noções você já consegue fazer uma boa redação, além disso, você também tem se preparando há algum tempo não é? Se você ficou com alguma dúvida, você pode encontrar mais algumas dicas onde abordamos os temas de “palavras complicadas que são cobradas nas redações dos concursos” e “dicas para montar um bom texto“.

O Ache Concursos deseja boa sorte a todos os candidatos.

Leia mais: http://www.acheconcursos.com.br/noticia/concurso-da-caixa-tem-provas-no-dia-30-veja-dicas-para-montar-sua-redacao-1543#ixzz2weP2eR7h

 

 

Caixa divulga horários e locais de provas de concurso para níveis médio e superior

A Caixa Econômica Federal divulgou os horários e locais de provas para o concurso público a ser realizado no dia 30 de março. A seleção contará com duas etapas, sendo a primeira para os cargos de nível superior com aplicação das provas a partir das 8h e a segunda para os candidatos de nível médio, às 15h. A recomendação é que o candidato chegue ao local com antecedência mínima de 30 minutos, com documento de identidade original e caneta esferográfica azul ou preta.

As aplicações das provas irão acontecer em várias cidades brasileiras. Para consultar os locais e a quantidade de inscritos, o candidato deve acessar o site do Cespe/UnB, banca organizadora do concurso.

O concurso oferta move mil vagas em todo o país, para cargos de nível médio e superior. Para o nível médio, os cargos são para técnico bancário. Já para o nível superior são disponibilizadas as áreas de Engenharia Agrônoma, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica e Medicina do Trabalho. Os salários vão de R$ 2.025 a R$ 8.041, com jornada de 30 e 40 horas semanais, respectivamente.

Clique aqui para o edital de nível superior e aqui para o de nível médio. 

O concurso registrou 1. 921. 723 inscrições até o dia 21 de fevereiro. São 1. 887. 376 candidatos para o cargo de técnico bancário novo (nível médio) e 34. 347 para os cargos de nível superior. As informações são da assessoria de imprensa do órgão. O número final deve ser divulgado na próxima semana.

Do total das inscrições, 32. 987 candidatos se declararam portadores de deficiência, sendo 32. 650 para nível médio e 337 para nível superior.

Concurso

O concurso oferece 9 vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de técnico bancário novo, engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico e para médico do trabalho. Os concursos são para todo o país. O provimento das vagas estará sujeito ao planejamento estratégico e às necessidades da Caixa.

O salário para técnico bancário novo é de R$ 2. 025,00 para jornada de trabalho de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais. O candidato deve ter nível médio.

Serão duas etapas: provas objetivas e provas discursivas e exames médicos admissionais.

São 9 vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de nível superior. O salário para engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico é de R$ 8. 041,00 para jornada de 8 horas diárias e 40 semanais. Para médico do trabalho é de R$ 4. 021,00 para jornada de 4 horas diárias e 20 horas semanais.

O concurso terá provas objetivas, provas discursivas, avaliação de títulos e exames médicos admissionais.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados no concurso público de 2012 para o cargo de técnico bancário novo até o término de sua vigência, ou seja, 14 de junho de 2014, ou até o esgotamento do cadastro de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro. 

O candidato será submetido à investigação social e (ou) funcional, de caráter eliminatório, no decorrer de todo o concurso público, desde a inscrição até o ato de admissão.

As provas objetivas, a prova discursiva e a avaliação de títulos serão realizadas nas 26 capitais das unidades da Federação e no Distrito Federal.

O concurso público terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Fonte: Redação com G1 e O Concurseiro

Banco do Nordeste deve publicar edital de novo concurso em abril

O Banco do Nordeste definiu, nesta sexta (21), por meio de publicação em diário oficial, a contratação da Fundação Getúlio Vargas (FGV) como organizadora para novo concurso público para o cargo de analista bancário. Segundo responsáveis pelo setor de recursos humanos do órgão, a publicação do edital deverá ocorrer ainda em abril. A expectativa é de que o concurso seja  para formar cadastro reserva de pessoal e as localidades abrangidas ainda serão definidas.

Para concorrer ao cargo basta possuir ensino médio e os vencimentos iniciais são de R$ 2.858, com jornada de trabalho de 30 horas semanais. Os aprovados poderão participar de plano assistencial de saúde e plano de previdência complementar, de forma contributiva.

As atribuições do cargo são as seguintes: atuar em projetos e processos típicos de uma organização de desenvolvimento regional, em termos de concepção, desenvolvimento, implementação, operacionalização e monitoração, nos níveis operacionais, tático e estratégico do BNB, bem como realizar atividades operacionais, executando as rotinas  e os processos de serviços da unidade de atuação, dentro dos padrões de qualidade, produtividade e tempestividade estabelecidos pelo BNB, para atendimento de clientes internos e externos, além de auxiliar o especialista técnico e o especialista bancário na execução de suas atividades.

O último concurso para o cargo ocorreu em 2010 e foi organizado pela Associação Cearense de Estudos e Pesquisas (ACEP).  A seleção contou apenas com prova objetiva, composta de 80 questões, versando sobre língua portuguesa (20 questões), matemática (16), conhecimentos gerais (14) e  conhecimentos bancários (30). Língua portuguesa  contou com peso dois; matemática e conhecimentos gerais, com peso um, e conhecimentos bancários, com peso três.

As oportunidades foram para os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.  

As contratações serão feitas de acordo com o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

(Fernando César Alves, Via http://jcconcursos.uol.com.br)

Inscrições para concurso do TJ-CE terminam nesta quarta-feira (19/03)

As inscrições do concurso para servidor da Justiça estadual terminam às 23h59 desta quarta-feira (19). Os interessados devem acessar o site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizadora do concurso.
Concurso do TJ-Ceará
Inscrições
De 28 de fevereiro a 19 de março
Vagas
238
Salário
R$ 3.980,17 a R$ 8.937,28
Taxa
De R$ 60 a R$ 100
Provas
11 de maio

As inscrições custam R$ 60 (nível médio) e R$ 100 (superior). As pessoas que têm direito à isenção devem preencher formulário disponível no site do Cespe/UnB, no período de 28 de fevereiro a 19 de março de 2014.

Ao todo, são 238 vagas, incluindo as de formação de cadastro reserva, para cargos de analista judiciário e técnico judiciário para capital e interior. Os salários variam de R$ 3.980,17 a R$ 8.937,28.

Veja o edital do concurso.

As provas objetivas e a discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de cinco horas e serão aplicadas em 11 de maio, no turno da manhã. As avaliações objetivas e a discursiva para os cargos de nível médio terão a mesma duração e serão aplicadas na mesma data, no período da tarde.

(G1 Ceará)

Secretaria de Educação de Fortaleza oferta 600 vagas de estágio

A Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza (SME) está com inscrições abertas para estágio na área de tecnologia da informação. São ofertadas 600 vagas para estudantes a partir do 4º semestre ou, que tenham cursado no mínimo 80 créditos. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de março, exclusivamente pela internet. A taxa de inscrição custa R$ 20,00 e pode ser paga em qualquer agência bancária.

Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza (SME)
Inscrições
Até 25 de março
(exclusivamente pela internet)
Vagas
600
Bolsa
R$ 500,00
Taxa
R$ 20,00
Seleção
Análise de currículos

Alunos de escolas da rede pública de educação profissional e do Programa e-Jovem da Secretaria de Educação doCeará (Seduc) também podem concorrer às vagas, desde que estes estudantes estejam regularmente matriculados em curso de nível superior e que o curso profissionalizantes seja na área de tecnologia da informação.

A seleção será feita pelo Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos (Imparh). A bolsa de estágio ofertada é de R$ 500,00. Os alunos selecionados atuarão em escolas da rede pública municipal de Fortaleza e em equipamentos da Secretaria Municipal da Educação. O concurso também oferta vagas para pessoas com deficiência, segundo o edital.

(G1 Ceará)

Dicas para o concurso da Caixa Econômica Federal

Os concurseiros que buscam uma vaga na Caixa Econômica Federal devem focar nos estudos nessa fase final de preparação para o certame, uma vez que as provas estão marcadas para o dia 30 deste mês. Para ajudar nesta preparação, seguem algumas dicas e informações. Confira!

As matérias cobradas na prova de conhecimentos básicos são: português, matemática (com pontos de matemática financeira), raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação. A disciplina de português vale 28 pontos (14 itens com peso 2). Todas as outras juntas terão 36 itens para análise, com peso 1. A prova de conhecimentos específicos terá atendimento e conhecimentos bancários; serão 70 itens com peso 2, ou seja, a parte mais significativa da prova. Haverá ainda prova discursiva, que será um texto sobre os tópicos dos conhecimentos específicos, valendo 20 pontos no total.

É preciso cuidado, porque o tipo de questões é muito diferente de outros concursos da área bancária, mesmo para a Caixa, que em geral apresentam questões de múltipla escolha. No atual concurso, serão apresentados itens para o candidato marcar C (certo) ou E (errado). É um tipo de prova típico da banca examinadora Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e bastante diferente das demais bancas. Mesmo em 2010, quando o Cespe elaborou a prova para o concurso da Caixa, não optou por esse modelo.

Portanto fique atento, pois este é um tipo de prova que demanda mais tempo e total atenção do candidato, porque não há como eliminar alternativas, e cada questão terá de ser decidida individualmente. Além disso, não é indicado chutar muitas respostas, porque cada item marcado incorretamente significará 1 ponto negativo (ou 2, no caso de itens que tenham peso 2), o que equivale dizer que uma marcação errada anula uma ou 2 corretas.

Nesse momento em que você já deve ter amadurecido os conceitos necessários para a prova, é muito importante buscar provas de outros concursos da banca com matérias que serão cobradas no concurso da Caixa, e treinar a resolução deste modelo para se acostumar.

Via http://www.espacohebervieira.com.br 

Pesquisa lista os cargos mais promissores para 2014

A Page Personnel, empresa global de recrutamento especializado de executivos para média e alta gerência parte, listou os cargos que serão mais promissores e que terão maior disputa por profissionais neste ano.

O levantamento foi feito a partir de análises de mercado e detectou que a condução de novos projetos aliada à falta de profissionais qualificados devem acirrar ainda mais a disputa por talentos no mercado de trabalho.

Confira as 7 profissões listadas, divididas em áreas, e as tendências de cada uma delas:

1) Finanças
Cargo: Analista fiscal
Cenário: Existe uma escassez de profissionais com conhecimentos de idiomas e bem preparados tecnicamente. Isso deve inflacionar os salários entre 10% e 20%, além de levar a promoções precoces.
Salário médio: varia de acordo com o nível de ocupação: R$ 3,3 mil (júnior), R$ 4,6 mil (pleno) e R$ 7,2 mil (sênior).
Aumento da demanda por esse profissional: 10% a 20%

2) Logística
Cargo: Analista de logística
Cenário: O foco será em profissionais voltados para projetos de malha logística e eficiência em armazenagem e distribuição. O profissional deverá ter forte habilidade analítica e conhecimento da cadeia e processos logísticos. Engenheiros terão destaque nessas área. Acréscimo salarial de 20%.
Salário médio: varia de acordo com o nível de ocupação: R$ 4 mil (júnior), R$ 5,2 mil (pleno) e R$ 7 mil (sênior).
Aumento da demanda por esse profissional: 15% a 20%

3) Tecnologia da informação
Cargo: Desenvolvedor/ programador
Cenário: Desenvolvedores de linguagens Open Source (como Java e PHP) estão sendo bastante requisitados para a base da operação tecnológica. Por outro lado, há boa perspectiva para os desenvolvedores de linguagens non Open Source (.NET, ABAP e PL/SQL), as linguagens de programação licenciadas. Porém, os players responsáveis (Microsoft, SAP e Oracle) oferecem pacotes de benefícios mais complexos, dando ao gestor de tecnologia da informação mais possibilidades de evolução em todo seu parque tecnológico.
Salário médio: varia de acordo com o nível de ocupação: R$ 3 mil (júnior), R$ 5 mil (pleno) e R$ 7,5 (sênior).
Aumento da demanda por esse profissional: 20% a 30%

4) Vendas
Cargo: Executivo de vendas hunter (tecnologia da informação)
Cenário: Empresas de tecnologia da informação buscam profissionais com networking e carteira de clientes no segmento para acelerar as vendas o mais rápido possível. Perfil comportamental requerido: alta energia, capacidade de superar desafios, boa apresentação e comunicação.
Salário médio: varia de acordo com o nível de ocupação: R$ 4 mil (júnior), R$ 6 mil (pleno) e R$ 8 mil (sênior).
Aumento da demanda por esse profissional: 15% a 40%

5) Engenharia
Cargo: Engenheiro de segurança do trabalho
Cenário: Um dos principais motivos da demanda por profissionais da área de segurança está ligado ao aumento de exigências feitas pelas multinacionais. Investimentos em projetos ambientais, segurança do trabalho e qualidade impactam diretamente na obtenção de mais certificações para a empresa e automaticamente favorecem o aumento dos negócios e contratações de profissionais. Muitas empresas na área automotiva, química, construção civil e alimentícia têm feito investimentos nessa área. Com essa procura, os salários desses profissionais pode ter incremento de 15% a 20%, dependendo do perfil. O que diferencia esse profissional no mercado é inglês avançado, experiência com implantação de certificados ISO e conhecimento de normas reguladoras, como também gestão de pessoas.
Salário médio: R$ 7,2 mil
Aumento da demanda por esse profissional: 30%

6) Marketing
Cargo: Analista de marketing on-line
Cenário: O aumento da demanda por profissionais na área de marketing on-line cresce com a mesma velocidade da internet. Esses profissionais deixam de fazer parte de uma área de suporte e operacional para fazer a análise de indicadores e, mais que isso, conseguem direcionar o planejamento estratégico de marketing da empresa/cliente. As agências de publicidade e consultoria têm muitos profissionais especializados na área. Clientes buscam por profissionais para ajudar na análise de métricas e direcionamento do plano de marketing on-line com um bom perfil analítico, boa comunicação e desenvoltura, já que serão responsáveis por gerar indicadores para áreas de tomada de decisão.
Salário médio: R$ 4,5 mil a R$ 6 mil
Aumento da demanda por esse profissional:15% a 25%

7) Recursos humanos
Cargo: Business partner
Cenário: O papel do profissional é se tornar especialista na área que atende, com foco em linhas de negócios específicas dentro da empresa para entender a fundo suas necessidades e intermediar demandas. A carreira geralmente começa com a passagem por diferentes subsistemas de recursos humanos para que possa adquirir bagagem e entender seu funcionamento para assumir o papel de intermediador entre linhas de negócio e recursos humanos.
Salário médio: R$ 7 mil
Aumento da demanda por esse profissional: 10%

(G1 SP)

Sine/IDT de Fortaleza oferta 516 vagas

O Sine/IDT de Fortaleza dispõe de 516 vagas de emprego. Destas, 215 são para auxiliar de linha de produção e 30 para operador de telemarketing. Interessados devem deslocar-se até a unidade, já que mais informações sobre as vagas não são dadas por telefone. 

O SINE/IDT dispõe do Serviço de Atendimento Agendado. Nele, o trabalhador pode escolher o dia, horário e a Unidade onde deseja ser atendido. O serviço está disponível no site http://www.sineidt.org.br.

Para se cadastrar no órgão, o trabalhador deve levar os seguintes documentos: CTPS, RG, CPF, PIS/PASEP/NIT e Currículo.

O site do Ministério do Trabalho e Emprego oferece mais informações sobre as oportunidades: maisemprego.mte.gov.br.

Confira as vagas:
Ajudante de pintor: 3 vagas
Ajudante de reparador (telecomunicações): 1 vaga
Almoxarife: 1 vaga
Analista de recursos humanos: 1 vaga
Assistente administrativo: 5 vagas
Assistente de vendas: 5 vagas
Atendente de buffet : 5 vagas
Atendente de lanchonete: 5 vagas
Auxiliar de almoxarifado: 3 vagas
Auxiliar de cozinha: 10 vagas
Auxiliar de escritório: 3 vagas
Auxiliar de levanderia: 3 vagas
Auxiliar de limpeza: 20 vagas
Auxiliar de linha de produção: 215 vagas
Auxiliar de pessoal: 3 vagas
Babá: 1 vaga
Bombeiro hidráulico: 5 vagas
Camareira de hotel: 2 vagas
Churrasqueiro: 3 vagas
Colocador de piso vinílico: 10 vagas
Confeiteiro: 1 vaga
Conferente de mercadoria: 1 vaga
Contínuo: 1 vaga
Copeiro: 3 vagas
Costureira de maquina overloque: 15 vagas
Costureira de maquina reta: 15 vagas
Costureira de maquinas industrial: 15 vagas
Costureira em geral: 1 vaga
Cumim: 10 vagas
Eletricista: 12 vagas
Empregada domestica: 3 vagas
Estoquista: 2 vagas
Fiscal de loja: 2 vagas
Funileiro de manutenção: 1 vaga
Garçom: 10 vagas
Gerente comercial: 1 vaga
Gesseiro montador: 20 vagas
Instalador-reparador de linhas: 1 vaga
Lavador de pratos: 3 vagas
Lavador de veículos: 2 vagas
Mecânico de refrigeração: 3 vagas
Montador de estruturas metálicas: 3 vagas
Operador de telemarketing: 30 vagas
Operador de caixa: 5 vagas
Pintor de paredes: 2 vagas
Polidor de automóveis: 1 vaga
Porteiro: 3 vagas
Revisor de tecidos: 2 vagas
Servente de obras : 3 vagas
Supervisor de vendas comercial: 1 vaga
Sushiman: 3 vagas
Técnico de rede (telecomunicações): 1 vaga
Técnico em segurança do trabalho: 1 vaga
Vendedor interno: 10 vagas
Vendedor porta a porta: 10 vagas
Vendedor pracista: 10 vagas
Zelador: 5 vagas

Sine/IDT Fortaleza

Endereços:

Aldeota: avenida Santos Dumont, 5015. Tel: (85) 3101.1660
Barra do Ceará: avenida Francisco Sá, 6485. Tel: (85) 3101.2743
Parangaba: avenida João Pessoa, 6239. Tel: (85) 3101.3034
Messejana: avenida Pergentino Maia, 850A. Tel.: (85) 3101.2138

Redação O POVO Online

Hospitais universitários de Fortaleza lançam edital com 1.896 vagas

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares publicou três editais somando 1.894 vagas nos hospitais universitários do Ceará, Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac). As vagas nas áreas médicas, assistencial e administrativas, e o salário varia de R$ 1.630 até R$ 7.774.

Prefeitura de Alcântaras
Inscrições
Até 6 de março
Vagas
1.894
Salário
Até R$ 7.774
Taxa
De R$ 35 a R$ 55
Provas
A definir

Os interessados devem se inscrever devem se matricular até 6 de março deste ano no site da OCP. As inscrições custam R$ 35 para candidatos de nível médio e R$ 55 para os de nível superior.

Há vagas em mais de 50 especialidades médicas, para o preenchimento de 399 postos de trabalho. A maior das vagas é da área administrativa, com 1.266 vagas.

A data das provas será em 4 de maio em Fortaleza. Em caso de indisponibilidade de locais adequados ou suficientes na localidade de realização das Provas (Fortaleza), elas poderão ser realizadas em outras localidades próximas, segundo o edital do concurso. A duração das provas será de 4 horas, incluído o tempo para leitura das instruções e preenchimento das Folhas de Respostas, sendo de responsabilidade do candidato a observância dos horários estabelecidos.

(G1 Ceará)

 

Tribunal de Justiça do Ceará publica edital do concurso para juiz substituto

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) publicou, nesta sexta-feira (21/2), no Diário da Justiça Eletrônico, o edital do concurso para juiz substituto do Poder Judiciário estadual. As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), de 26 de fevereiro a 27 de março deste ano.

Ao todo, são ofertadas 80 vagas (quatro para pessoas com deficiência) e formação de cadastro reserva. O prazo de validade do concurso é de dois anos, prorrogável a critério do TJCE, por igual período. Um dos requisitos para o cargo é a comprovação da atividade jurídica pelo período mínimo de três anos.

O valor da inscrição é R$ 227,00. As pessoas que têm direito à isenção devem preencher formulário disponível no site da organizadora do concurso, de 26 de fevereiro a 6 de março de 2014. O candidato deficiente que necessitar de condição especial para realização da prova deverá enviar solicitação até o último dia das inscrições, encaminhando laudo médico original ou cópia autenticada, que comprove a deficiência alegada, o grau ou nível da deficiência, a Classificação Internacional de Doenças (CID) e a provável causa.

O concurso terá as seguintes etapas: uma prova objetiva; uma discursiva (sentença cível e criminal); inscrição definitiva; sindicância da vida pregressa e investigação social; exame de sanidade física e mental; prova oral e avaliação de títulos.

A prova objetiva deve ocorrer no dia 25 de maio. O gabarito oficial está previsto para ser divulgado no dia 28 do mesmo mês.

A Comissão do Concurso tem à frente o vice-presidente do TJCE, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva. Também fazem parte os desembargadores Maria Nailde Pinheiro Nogueira, Francisco Suenon Bastos Mota e Washington Luis Bezerra de Araújo (membros titulares), Carlos Alberto Mendes Forte e Mário Parente Teófilo Neto (membros suplentes). O advogado Leandro Duarte Vasques representa a Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB/CE).

(Blog do Roberto Moreira)

Cotas em concursos públicos valem a partir de abril

Servidor municipal, Robson sempre estudou em escola pública

O rapaz da foto acima é Robson Alcântara. Ele é negro, sempre estudou em escola pública e, em 2007, passou num concurso municipal para a Secretaria da Saúde de Salvador (SMS), onde atua até hoje.

Mas não existem muitos Robsons pela cidade. Segundo um levantamento da prefeitura de Salvador, apenas 19% dos servidores concursados do município são negros ou pardos.

Em números absolutos, dos 27,5 mil servidores soteropolitanos, 5.250 se dizem negros ou pardos. Um disparate, se comparado à totalidade da população soteropolitana, que tem 83% de negros e pardos. A boa notícia é que, nos concursos que forem realizados a partir de 29 de abril deste ano, a proporção de negros aprovados deve crescer.

É que um mês antes, no aniversário de Salvador, o prefeito ACM Neto irá publicar um decreto que obriga todos os concursos municipais a ofertarem 30% das vagas para candidatos afrodescendentes. Essa cota será destinada aos cidadãos que se autodeclararem pretos ou pardos no momento da inscrição no certame.

Média   
A vice-prefeita de Salvador, Célia Sacramento, diz que a medida não vai colocar servidores despreparados nos órgãos públicos, já que só passarão os candidatos que obtiverem nota acima da média.  “Se a média for sete e ele tirar sete, então é porque está apto, não é? Do jeito que está, essas pessoas ficam de fora mesmo tirando notas acima da média, porque as vagas ficam com os brancos, que estudaram em escolas particulares e tiraram nove, dez”, compara.

Ela cita seu próprio exemplo, quando, nos anos 80, precisou prestar quatro vestibulares até conseguir passar. “Estudei em escola pública, não tive as mesmas condições de me preparar que os candidatos das escolas particulares. Tirei 4,6 no primeiro ano e 6,7 no segundo. Mas, no terceiro, tirei 8,3, acima da média, e não passei porque meu curso era o quinto mais concorrido (Ciências Contábeis)”, lembra-se. 

A vice-prefeita só conseguiu ser aprovada no quarto vestibular, quando tirou acima de 9. Ela também defende a cota apenas para negros, e não para estudantes de escolas públicas, como forma de driblar o racismo nas fases subjetivas da avaliação, como o teste psicológico e a prova de títulos.

Regulamentação  
O decreto de Neto regulamenta projeto aprovado pela Câmara de Vereadores em 2010, no mandato do ex-prefeito João Henrique. Após sancionado, o projeto ficou esquecido nas gavetas do Thomé de Souza. Agora, ACM Neto fez a regulamentação necessária para que a lei comece a valer.

O secretário municipal de Gestão, Alexandre Paupério, explicou que a prefeitura está fazendo alguns pequenos ajustes, mas que o texto inclui não só os que tentam ingressar por concurso. “Vale para cargos de confiança, Reda e terceirizados também. Todas as contratações do município”.

Paupério também explicou que ainda não sabe qual será o primeiro concurso no qual vão valer as novas regras. “Ainda não fechamos o cronograma de concursos desta gestão. Por enquanto, só tivemos um Reda. Todos os outros já vão ter a cota para negros”, disse.

Após publicado o decreto, no dia 29 de março, há um prazo de 30 dias para a adequação e, por isso, o prazo para que as novas regras comecem a valer é 29 de abril. A partir daí, a lei vale por dez anos. Como a vice-prefeita, Paupério acredita que o problema da falta de negros no serviço público está na desigualdade de oportunidades. “Esta é uma tentativa de minimizar esse tipo de disparidade”, disse.

O secretário esclarece ainda que não há chances de os negros serem contratados apenas para cargos menores, já que as cotas serão por cargo e não por concurso. “Em cada cargo, será obrigatório ter 30% de negros”, diz. Se os negros que fizerem o concurso não conseguirem atingir a nota mínima, as vagas serão destinadas aos outros candidatos.

Robson, do início do texto, aprova o decreto. “Isso está mudando aos poucos, mas a gente percebe que em cargos de chefia ainda predominam os brancos e, quanto mais baixo o cargo, mais negros”, observa ele, que hoje é chefe de Recursos Humanos.

Robson, no entanto, acredita que o bom mesmo seria se todos tivessem as mesmas oportunidades. “O ideal é ter educação para todo mundo, mas uma política afirmativa é uma ideia válida. Só não deve deixar de ser feito investimento em educação”.

Defensores de cotas pedem votação nacional de projeto
Em debate na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), na segunda-feira (17), entidades do movimento negro e especialistas em políticas de ações afirmativas defenderam a aprovação do projeto de lei do governo que prevê reserva de 20% das vagas nos concursos públicos federais para candidatos afrodescendentes.

A proposta, informa a Agência Senado, já passou por duas comissões na Câmara dos Deputados, mas ainda depende de aprovação no plenário para ser encaminhada ao Senado. O Movimento Educafro, dirigido pelo Frei David Santos, solicitou ao senador Paulo Paim (PT-RS) apoio para uma audiência com o presidente do Senado, Renan Calheiros.

O objetivo é pedir que ele transmita ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, apelo das entidades para que a matéria seja rapidamente levada ao plenário daquela Casa. Para os participantes da audiência, a reserva de vagas encontra suporte no princípio constitucional que define a redução das desigualdades sociais como um dos objetivos do Estado brasileiro.

Em termos jurídicos, o entendimento é de que a medida tem equivalência nas cotas para acesso às universidades federais. Por isso, a crença de que não há razão para que o projeto precise ser debatido no Supremo Tribunal Federal (STF). Foi ainda lembrado que os homens negros, na média, ganham apenas metade da renda dos homens brancos.

No caso das mulheres negras, os ganhos correspondem a 70%. Também foi apontada a importância da medida para o enfrentamento do racismo institucional, com a participação maior de afrodescendentes em posições de poder, para melhor compreensão das experiências e realidades desse grupo populacional. 

‘Os órgãos públicos daqui parecem mais os da Finlândia’
“Salvador é a capital mais negra da Brasil, mas, às vezes, eu entro num órgão público e parece que estou na Finlândia. Porque até em Washington (EUA) tem mais diversidade que em Salvador”, comparou Vilma Reis, socióloga e vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN).

Para ela, pelas características étnicas da população soteropolitana, “se tem uma cidade que pode servir de vitrine positiva, é Salvador”. A capital baiana, no entanto, não é a primeira a adotar as cotas. No final do ano passado, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), sancionou projeto de lei semelhante.

As cotas estão previstas numa lei federal de 2011. “Se está abrindo espaço para os negros em um segmento do mercado de trabalho, então é uma boa. A quantidade de negros nas repartições públicas não é proporcional à estimativa total desta população pelo IBGE”, comemorou o coordenador da União de Negros pela Igualdade (Unegro), Guilherme Filho.

Via Correio 24 Horas

Concurso da SUSAM do Amazonas tem 11.646 vagas de até R$ 7,6 mil

O Governo do Estado do Amazonas já inscreve para concurso público que visa suprir vagas de nível fundamental, médio e superior para lotação na Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas e suas fundações (SUSAM). São 11.646 vagas, distribuídas pelas instituições ligadas à Secretaria de Saúde do Estado, nos seus 61 municípios. De acordo com os editais divulgados pela Fundação Getúlio Vargas, organizadora do certame, das 11.646 vagas ofertadas no concurso, 3.094 são para cargos de nível superior, 5.247 são para cargos de nível médio e 3.305 para nível fundamental. Segundo os editais, 5% das vagas serão reservadas ainda aos portadores de deficiência.

Os candidatos selecionados irão atuar diretamente na Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SUSAM) ou na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON), Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia “Alfredo da Matta” (FUAM), Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHEMOAM), Fundação de Medicina Tropical “Dr. Heitor Vieira Dourado” (FMT/ HVD), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS/ AM) e a Fundação Hospital “Adriano Jorge” (FHAJ) – Veja edital do concurso.

As vagas para candidatos de nível superior são para especialidades de Assistente Social, Biólogo, Cirurgião-Dentista, Enfermeiro, Epidemiologista, Farmacêutico, Farmacêutico Bioquímico, Físico em Medicina, Fisioterapeuta Fonoaudiólogo, Médico Graduado, Médico Especialista, Médico-Veterinário, Nutricionista, Pesquisador Titular nas funções de Médico Dermatologista e Farmacêutico Bioquímico, Pesquisador Adjunto, Pesquisador Iniciante, Psicólogo, Químico, Sanitarista, Terapeuta Ocupacional, Administrador, Advogado, Analista de Sistemas, Arquiteto, Bacharel em Computação, Bibliotecário, Comunicador Social, Contador, Economista, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Estatístico, Geógrafo, Pedagogo, Sociólogo, Técnico para as áreas de Administração, Direito, Análise de Sistemas, Arquitetura, Bacharelado em Computação, Biblioteconomia, Comunicação Social, Ciências Contábeis, Economia, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Estatística e Secretariado. A taxa de inscrição para estes cargos é de R$ 60,00.

As vagas de nível médio/técnico são para Instrumentador Cirúrgico, Técnico de Enfermagem, Técnico de Farmácia, Técnico em Hemoterapia, Técnico em Histologia, Técnico em Imobilização Ortopédica, Técnico em Nutrição, Técnico em Dietética, Técnico em Patologia Clínica, Técnico em Radiologia Médica, Técnico em Radioterapia, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Anatomia Patológica, Técnico em Citotécnica, Técnico em Química, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Laboratório, Auxiliar de Patologia Clínica, Auxiliar de Saúde Bucal, Assistente Administrativo e Programador. Para estes cargos a taxa de inscrição é de R$ 55,00.

As vagas de nível fundamental são para Agente Administrativo, Artífice, Auxiliar de Serviços Gerais, Copeiro, Motorista, Operador de Manutenção e Apoio, Recepcionista, Telefonista e Vigia. Neste caso a taxa de inscrição é de R$ 40,00.

A média salarial varia de acordo com o cargo escolhido e sua jornada de trabalho, oscilando entre R$ 1.294,57 e R$ 7.691,45. As inscrições para todos os cargos devem ser feitas diretamente no site da organizadora do concurso, Fundação Getúlio Vargas: www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/susam até o dia 24 de março de 2014.

Leia mais: http://www.acheconcursos.com.br

Petrobras anuncia concurso público com 1.232 vagas e salários de até R$8 mil

O edital de abertura do novo concurso da Petrobras foi divulgado nesta quinta (20). No total, serão ofertadas 100 vagas para preenchimento imediato e outras 1.132 vagas para cadastro reserva. O concurso será realizado pela Fundação Cesgranrio e as inscrições poderão ser feitas a partir da próxima segunda (24). Os candidatos terão até 17 de março para se inscrever.

Para quem tem nível médio, as oportunidades oferecidas são para os cargos de técnico em exploração de petróleo, técnico em inspeção de equipamentos, técnico em logística de transporte, técnico em operações e de segurança, entre outros. Para estes cargos serão disponibilizadas 89 vagas, além de 1 mil oportunidades em cadastro reserva. O salário inicial é de R$3.400,47.

CLIQUE AQUI E CONFIRA MAIS INFORMAÇÕES NO EDITAL

Já para quem tem nível superior, serão oferecidas 11 vagas para os cargos de médico do trabalho e engenheiro ambiental e de produção. Neste caso, também haverá 132 em cadastro reserva. Os salários variam entre R$7.501,06 (médico) e R$8.081,98 (engenheiros).
 
Os candidatos selecionados serão lotados no Rio de Janeiro, Macaé, São Paulo, Salvador, Santos, Belo Horizonte, Curitiba, Mauá, Paulínia, São José dos Campos e São Mateus do Sul. Além disso, também há vagas em outras cidades nos estados de PE, AM, CE, RN e RS.

As taxas de inscrição são de R$40 para cargos de nível médio e de R$58 para os cargos de nível superior. As provas devem ser aplicadas no dia 18 de maio.

(Correio 24 Horas)

Ministério autoriza realização de concurso para a Receita Federal

A Receita Federal e a Agência Espacial Brasileira (AEB) receberam autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, nesta quarta-feira (19), para realizar concursos públicos. Os dois certames totalizam 344 vagas. A autorização foi publicada no Diário Oficial da União, através das portarias nº 47 e nº 51. O prazo para publicação do editais é de seis meses, ou seja, devem ser divulgados até 19 de agosto deste ano.

A Receita abrirá 278 vagas para o cargo de auditor-fiscal, que exige nível superior em qualquer área de formação. O salário inicial é de R$ 14.653. O último concurso para o cargo foi realizado em 2012 e ofereceu 200 vagas. Os candidatos foram submetidos a provas com questões de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa; Espanhol ou Inglês; Raciocínio Lógico Quantitativo; Direito Civil, Penal e Comercial; e Administração Geral e Pública), Conhecimentos Específicos I (Direito Constitucional; Direito Administrativo; Direito Tributário; e Auditoria) e Conhecimentos Específicos II (Contabilidade Geral e Avançada; Legislação Tributária; e Comércio Internacional e Legislação Aduaneira). As informações sobre o último concurso estão disponíveis no site da Escola de Administração Fazendária (Esaf), responsável pela realização de concursos da Receita.

Já a Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, realizará concurso com 24 vagas para tecnologista (nível superior), 30 para analista em ciência e tecnologia (30) e 12 para assistente em ciência e tecnologia (nível médio). A medida, aguardada há algum tempo pela diretoria da instituição, foi recebida com entusiasmo pelo presidente José Raimundo Coelho. Para ele, a liberação do concurso é um presente para a Agência, que completou 20 anos neste mês.

(Correio 24 Horas)

Tribunal de Justiça do Ceará divulga edital de concurso para 238 vagas; confira

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) publicou, nesta quinta-feira (13/02), no Diário da Justiça Eletrônico, o Edital nº 1/2013, referente ao concurso para servidor do Judiciário estadual. Ao todo, são ofertadas 238 vagas e formação de cadastro reserva para cargos de Analista Judiciário (áreas Judiciária e Administrativa) e Técnico Judiciário (áreas Judiciária e Técnico-Administrativa), para Capital e Interior.

 

>Baixe o edital do concurso aqui

 

As inscrições devem ser feitas no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), de 28 de fevereiro a 19 de março deste ano. As inscrições custam R$ 60,00 (nível médio) e R$ 100,00 (superior). As pessoas que têm direito à isenção devem preencher formulário disponível no site do Cespe/Unb, no período de 28 de fevereiro a 19 de março de 2014.

 

Os salários variam de R$ 3.980,17 a R$ 8.937,28, para jornada de 35 horas semanais em vigor até 30 de junho de 2014, com implementação de 40 horas a partir de 1º de julho deste ano.

 

As provas objetivas e a discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de cinco horas e serão aplicadas em 11 de maio, no turno da manhã. As avaliações objetivas e a discursiva para os cargos de nível médio terão a mesma duração e serão aplicadas na mesma data, no período da tarde.

(Diário do Nordeste)

Desempregados poderão ficar isentos de taxa em concursos

Desempregados e trabalhadores com renda familiar mensal igual ou inferior a dois salários mínimos (R$ 1.448 em valor atual) poderão ficar livres do pagamento de inscrição em concurso público. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) deve votar, nesta quarta-feira (12), substitutivo a proposta de emenda à Constituição que beneficia estes dois segmentos (PEC 79/2011).

A proposta foi apresentada pelo senador Humberto Costa (PT-PE) e alterada por substitutivo do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE). Além de eliminar da PEC 79/2011 a garantia de gratuidade nos exames pré-admissionais em caso de aprovação no concurso, o substitutivo determinou que a renda de referência para isenção da taxa de inscrição seja familiar, e não individual.

Exploração sexual infantil
A exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável também pode se tornar crime hediondo. O enquadramento da prática na Lei 8.072/1990 é defendida em projeto de lei (PLS 243/2010) do senador Alfredo Nascimento (PR-AM), também em pauta na reunião da CCJ desta quarta-feira (12).

A intenção é tornar a punição pelo delito mais rigorosa, com ampliação do prazo mínimo para concessão de benefícios legais ao criminoso, como o livramento condicional e a progressão de regimes (de fechado para semiaberto e aberto), além de impossibilitar o pagamento de fiança e anistia.

No parecer favorável ao PLS 243/2010, o relator, senador Magno Malta (PR-ES), acrescentou emenda de redação para inserir o “vulnerável” entre as vítimas da exploração sexual infanto-juvenil. De acordo com o Código Penal, vulnerável é a pessoa que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato.

Boleto vencido
Outra matéria em debate na CCJ nesta quarta (12) é o substitutivo a projeto de lei do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) que possibilita o pagamento de boletos vencidos em qualquer banco, e não apenas na instituição emissora do documento (PLS 138/2009).

O projeto tramita em conjunto com o PLS 21/2010, considerado rejeitado pelo relator, senador José Agripino (DEM-RN). No substitutivo elaborado, Agripino decidiu eliminar algumas das penalidades impostas aos bancos, como suspensão temporária das atividades, cassação de licença, interdição do estabelecimento e intervenção administrativa. Na sua avaliação, faltava razoabilidade e proporcionalidade a essas punições, que ainda poderiam causar prejuízos aos consumidores.

* Com informações da Agência Senado

Banco do Brasil: Funcionários condenam anotação de ações judiciais nas fichas cadastrais

São Paulo – A direção do Banco do Brasil cometeu mais uma irregularidade contra seus trabalhadores e clientes. Por determinação do setor de auditoria do banco público, foram feitas anotações em todas as fichas cadastrais de funcionários e correntistas que possuem qualquer tipo de ação judicial contra a empresa.

“Essa decisão expõe trabalhadores da ativa e aposentados que têm alguma pendência trabalhista, por exemplo, contra o Banco do Brasil. Essa medida é irregular e já reivindicamos ao banco que retire essas anotações”, afirma o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, Willian Mendes.

A direção da empresa se comprometeu a atender à exigência. “Os representantes do banco afirmaram que tudo estaria resolvido nesta semana. Por isso é importante que os bancários, que ainda constatarem essa irregularidade em seu cadastro, denunciem para que possamos cobrar o BB”, acrescenta o dirigente sindical.

Plano de funções – Foi estendido por mais seis meses o direito dos bancários que aderiram ao Plano de Funções em realizarem até 20 horas extras por mês. A prorrogação do prazo, que expiraria em janeiro, foi conquistada durante a Campanha 2013.

(CONTRAF-CUT)

Foco da Caixa é ampliar quadro de funcionários, diz superintendente do banco

As inscrições para o próximo concurso da Caixa terminam às 23h59 do domingo (16). Muito aguardado pelos concurseiros do País, o certame desperta grande interesse porque oferece oportunidades para candidatos com ensino médio completo.

Concurso é um dos mais aguardados do ano no País – imagem: divulgação

A seleção da Caixa está sendo aguardada desde o ano passado, quando o governo autorizou a empresa a criar 9.873 vagas em todo o País até 2015. A expectativa é de que sejam abertas 2.065 novas agências do banco, que já possui 98.268 empregados.

O superintendente nacional de Gestão de Pessoas da Caixa, Sebastião Martins Andrade, é otimista ao falar sobre as oportunidades no banco. Ele traçou um panorama da política de contratação da instituição, que nos últimos dois anos está investindo na  expansão do quadro de funcionários e já convocou 12 mil novos empregados.

— Nos últimos anos, o quadro de pessoal da Caixa aumentou bastante. Em 2012, tínhamos cerca de 86 mil empregados e, no início deste ano, já eram mais de 98 mil.

Andrade justifica que este concurso surgiu da necessidade de criação de um cadastro reserva para o preenchimento destas vagas. Até o final do ano, devem ser convocados 4.850 novos funcionários.

— A Caixa faz a convocação dos aprovados de acordo com as necessidades e a disponibilidade de vagas em seu quadro de pessoas. Estas vagas podem decorrer de desligamentos por motivo de rescisão contratual, aposentadoria, falecimentos, ou ainda, quando os órgãos controladores autorizam o aumento do quadro de empregados, explicou.

Provas

Para organizar uma prova deste tamanho é preciso contratar uma empresa de grande renome, disse Andrade ao comentar a escolha do Cespe/UnB (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília) como instituição responsável pela seleção.

— A realização de concursos da Caixa é feita por meio de contração de uma instituição especializada em concursos públicos e sem fins lucrativos, salientou.

Ainda assim, o concurso não é à prova de falhas. O superintendente do banco pontua que qualquer denúncia de fraudes ou irregularidades são investigadas pela empresa.

— A Caixa acolhe todas as denúncias que recebe e se posiciona quanto a elas após análise e avaliação pela área responsável, com apoio da área jurídica.

(R7 Educação)

TJ do Ceará publica edital de novo concurso público nesta 5ª feira

“O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) anunciou para a próxima quinta-feira (13/02) a data para publicação do edital do concurso público de servidor do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A informação foi prestada, na última quinta-feira (06/02), à Presidência do TJCE.

Serão ofertadas 238 vagas, distribuídas entre os cargos de Analista Judiciário (área Judiciária e Administrativa) e Técnico Judiciário (área Judiciária e Técnico-Administrativa).

De acordo com o contrato, a seleção terá provas objetivas, discursivas e avaliação de títulos para todos os cargos, conforme prevê a lei estadual nº 14.786/2010. As avaliações serão aplicadas em Fortaleza. (TJCE).

(Site do TJ-CE)

Caixa Econômica Federal prorroga inscrições do Concurso para Técnico Bancário

Caixa Econômica Federal, informa a todos que foram prorrogadas até dia 16 de fevereiro de 2014 as inscrições para o Concurso Público regido pelo Edital nº 01 e organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) a fim de selecionar profissionais para formação de cadastro reserva no cargo de Técnico Bancário Novo, nível médio, da Carreira Administrativa.

Este concurso já foi retificado três vezes, sendo que a última modificação alterou os subitens dos textos que tratam sobre pessoas com deficiências e um item que trata sobre as provas objetivas. Foi incluso também o item que informa que: “Todos os candidatos que tiverem deferida a participação no concurso como pessoas com deficiência aprovados nas provas objetivas terão sua prova discursiva corrigida”.

O Anexo I do edital foi excluído, e em todas as ocorrências, onde se lê: “Prova Discursiva (NPD)”, leia-se: “Prova de Redação (NPR)”. E Para finalizar houve inclusão de unidade de abrangência na tabela de macropolos e polos de opção, que pode ser verificada no Edital nº 04de retificação disponível em nosso site.

Outra retificação ocorreu pelo Edital nº 3, onde foi alterada a data de realização da Prova, passando de 23 de março de 2014 para 30 de março de 2014. O resultado final e o provisório deve ser divulgado no dia 24 de abril de 2014.

Todos os candidatos aprovados por polo de opção terão classificação no macropolo mesmo que apresentem nota inferior a 80 pontos na nota padronizada do macropolo. As demais alterações podem ser encontradas no de retificação disponível em nosso site.

A primeira alteração regida pelo Edital nº 02 alterou o valor da taxa de inscrição que passa a ser de R$ 43,00. E informou que o edital de resultado final do certame contemplará a relação dos candidatos aprovados, totalizando 29.986, ordenados por classificação, dentro dos quantitativos previstos nos Polos de opção, discriminados abaixo por Estado:

  • Acre e Rondônia: Cruzeiro do Sul (23); Rio Branco (59); Sena Madureira (15); Ariquemes (48); Cacoal (48); Guajará-Mirim (48); Ji-Paraná (48): Porto Velho (93); e Vilhena (48).
  • Alagoas: Maceió (312); Humaitá (81); e Itacoatiara (53).
  • Amazonas e Roraima: Humaitá (81); Itacoatiara (53); Manaus (210); Manacapuru (81); Parintins (03); Tabatinga (37); e Boa Vista (105).
  • Amapá e Pará: Macapá (74); Abaetetuba (99); Belém (216); Breves (23); Castanhal (80); Marabá (123); Paragominas (99); e Santarém (77).
  • Bahia: Barreiras (201); Feira de Santana (210); Itabuna (290); Região Metropolitana de Salvador (155); Salvador (480); Santo Antônio de Jesus (65); Senhor do Bonfim (210); Teixeira de Freitas (231); e Vitória da Conquista (231).
  • Ceará: Aracati (135); Fortaleza (308); Juazeiro do Norte (84); Quixadá (156); e Sobral (94).
  • Distrito Federal: Brasília (1.244); Gama (140); Planaltina (130); Taquatinga (247); e Tecnologia da Informação – DF (316).
  • Espírito Santo: Cachoeiro do Itapemirim (119); Colatina (130); e Vitória (317).
  • Goiás: Anápolis (134); Goiânia (266); Itumbiara (106); Rio Verde (89); e Uruaçu (103).
  • Maranhão: Bacabal (98); Imperatriz (48); e São Luís (129).
  • Minas Gerais: Belo Horizonte (774); Divinópolis (210); Governador Valadares (159); Ipatinga (230); Ituiutaba (230); Juiz de Fora (230); Montes Claros (103); Muriaé (230); Ouro Preto (230); Patos de Minas (49); Teófilo Otoni (51); Uberaba (230); Uberlândia (239); Varginha (246); e Viçosa (230).
  • Mato Grosso do Sul: Campo Grande (191); Corumbá (65); Dourados (134); e Três Lagoas (51).
  • Mato Grosso: Cáceres (78); Cuiabá (156); Rondonópolis (88); e Sinop (115).
  • Paraíba: Campina Grande (125); João Pessoa (205); e Patos (44).
  • Pernambuco: Caruaru (214); Petrolina (26); e Recife (275).
  • Piauí: Picos (155); e Teresina (134).
  • Paraná: Cascavel (179); Curitiba (547); Francisco Beltrão (139); Guarapuava (231); Londrina (155); Maringá (161); Ponta Grossa (255); Região Metropolitana de Curitiba (337); Telêmaco Borba (231); e Umuarama (81).
  • Rio de Janeiro – Capital: Rio de Janeiro Centro (957); e Rio de Janeiro Oeste (180).
  • Rio de Janeiro – Interior: Campos dos Goytacazes (187); Niterói (270); Nova Iguaçu (237); e Volta Redonda (171).
  • Rio de Janeiro e São Paulo TI: Rio de Janeiro (53); São Paulo (56).
  • Rio Grande do Norte: Mossoró (81); e Natal (171).
  • Rio Grande do Sul: Caxias do Sul (181); Polo Litoral (164); Novo Hamburgo (206); Passo Fundo (131); Pelotas (142); Porto Alegre (407); Região Metropolitana de Porto Alegre (164); Santa Maria (131); Santo Ângelo (69); e Uruguaiana (39).
  • Santa Catarina: Balneário Camboriú (159); Blumenau (217); Caçador (65); Chapecó (139); Criciúma (176); Florianópolis (220); Joinville (209); Lages (80); e Rio do Sul (159).
  • Sergipe: Aracaju (295).
  • São Paulo – Capital: Centro-Oeste/ Sudeste (1.502); Leste (408); Norte/ Guarulhos (386); e Sul/ Santo Amaro (394).
  • São Paulo – Interior: ABC (457); Assis (241); Araçatuba (241); Baixada Santista (286); Bauru (280); Botucatu (241); Campinas (478); Itapetininga (90); Itapeva (241); Jaú (68); Jundiaí (246); Marília (241): Osasco (200); Ourinhos (64); Piracicaba (235); Presidente Prudente (264); Ribeirão Preto (388); São Carlos (84); São José do Rio Preto (297); Sorocaba (142); e Vale do Paraíba (255).
  • Tocantins: Araguaína (48); e Palmas (110).

As cidades que abrangem os polos mencionados podem ser consultadas no edital de retificação, disponível em nosso site por meio do link Edital nº 2 – Retificação.

Podem se inscrever candidatos que possuem certificado do Ensino Médio Completo, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Aos aprovados cabe realizar atividade administrativa destinada a prestar atendimento aos clientes e ao público em geral, efetuando operações diversas, executando atividades bancárias e administrativas, incluindo a comercialização de produtos e serviços, efetivação de cálculos e controles numéricos, inserção e consulta de dados em sistemas operacionais informatizados e auxílio em sua manutenção e em seu aperfeiçoamento, bem como realização de operações de caixa, quando habilitado, de forma a contribuir para a realização de negócios, possibilitando o alcance das metas, o bom desempenho da Unidade e a satisfação dos clientes internos e externos.

Como remuneração os profissionais farão jus à R$ 2.025,00, além de possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados, nos termos da legislação pertinente e do acordo coletivo vigente; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes; e contrato de trabalho regido pela CLT e, portanto, com direito a FGTS, dentre outras vantagens. A jornada de trabalho é de 6h diárias.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 16 de fevereiro de 2014, mediante preenchimento da ficha disponível no site www.cespe.unb.br.

Em virtude da prorrogação a data para pagamento do boleto e envio ou entrega dos laudos médicos foram alteradas, bem como a data de divulgação da lista dos candidatos que tiveram o pedido de isenção de taxa deferido.

O concurso constará de Provas Objetivas e Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório e Exames Médicos admissionais, de caráter eliminatório. As provas serão aplicadas nas cidades discriminadas no edital de retificação 2. O conteúdo programático pode ser consultado no Edital de abertura.

O prazo de validade do concurso será de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Mais informações podem ser obtidas no edital completo disponível em nosso site, no link abaixo da notícia, ou no Diário Oficial da União.

Jornalista: Karina Felício, via PCI Concursos

Inscrições para o concurso público da Caixa terminam nesta terça-feira (11/02)

Termina nesta terça-feira o prazo para inscrição nos concursos públicos da Caixa Econômica Federal. O edital prevê vagas efetivas e para cadastro de reserva para os cargos de técnico bancário novo (TBN), engenheiro e médico do trabalho. As inscrições no site www.cespe.unb.br vão até esta terça-feira, mas a taxa pode ser paga até 26 de fevereiro, em casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, agências e pelo Internet Banking.

Para o cargo técnico, o valor da inscrição é de R$ 43 e para os cargos de médico e engenheiro, R$ 74. As solicitações de isenção do pagamento também podem ser realizadas até esta terça-feira.

As provas estão previstas para o dia 30 de março. Informações relativas à documentação necessária, horários e local das provas, além do edital, podem ser consultados no site da instituição, o www.cespe.unb.br .

(Zero Hora)

 

Caixa Econômica Federal retifica edital do Concurso para Técnico Bancário

Caixa Econômica Federal, informa a todos que o Edital nº 01 do Concurso Público organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) e destinado a seleção de profissionais para formação de cadastro reserva no cargo de Técnico Bancário Novo, nível médio, da Carreira Administrativa, foi retificado novamente.

Desta vez as modificações foram em subitens dos textos que tratam sobre pessoas com deficiências e um um item que trata sobre as provas objetivas. Foi incluso também o item 9.7.1.1 que traz em seu texto os seguintes dizeres: Todos os candidatos que tiverem deferida a participação no concurso como pessoas com deficiência aprovados nas provas objetivas terão sua prova discursiva corrigida.

O Anexo I do edital foi excluído, e em todas as ocorrências, onde se lê: Prova Discursiva (NPD), leia-se: Prova de Redação (NPR). E Para finalizar houve inclusão de unidade de abrangência na tabela de macropolos e polos de opção, que pode ser verificada no Edital nº 04 de retificação disponível em nosso site.

Este mesmo certame já havia sido retificado pelo Edital nº 3, onde foi alterada a data de realização da Prova, passando de 23 de março de 2014 para 30 de março de 2014. O resultado final e o provisório deve ser divulgado no dia 24 de abril de 2014.

Todos os candidatos aprovados por polo de opção terão classificação no macropolo mesmo que apresentem nota inferior a 80 pontos na nota padronizada do macropolo. As demais alterações podem ser encontradas no de retificação disponível em nosso site.

A primeira retificação regida pelo Edital nº 02 alterou o valor da taxa de inscrição que passa a ser de R$ 43,00. E informou que o edital de resultado final do certame contemplará a relação dos candidatos aprovados, totalizando 29.986, ordenados por classificação, dentro dos quantitativos previstos nos Polos de opção, discriminados abaixo por Estado:

  • Acre e Rondônia: Cruzeiro do Sul (23); Rio Branco (59); Sena Madureira (15); Ariquemes (48); Cacoal (48); Guajará-Mirim (48); Ji-Paraná (48): Porto Velho (93); e Vilhena (48).
  • Alagoas: Maceió (312); Humaitá (81); e Itacoatiara (53).
  • Amazonas e Roraima: Humaitá (81); Itacoatiara (53); Manaus (210); Manacapuru (81); Parintins (03); Tabatinga (37); e Boa Vista (105).
  • Amapá e Pará: Macapá (74); Abaetetuba (99); Belém (216); Breves (23); Castanhal (80); Marabá (123); Paragominas (99); e Santarém (77).
  • Bahia: Barreiras (201); Feira de Santana (210); Itabuna (290); Região Metropolitana de Salvador (155); Salvador (480); Santo Antônio de Jesus (65); Senhor do Bonfim (210); Teixeira de Freitas (231); e Vitória da Conquista (231).
  • Ceará: Aracati (135); Fortaleza (308); Juazeiro do Norte (84); Quixadá (156); e Sobral (94).
  • Distrito Federal: Brasília (1.244); Gama (140); Planaltina (130); Taquatinga (247); e Tecnologia da Informação – DF (316).
  • Espírito Santo: Cachoeiro do Itapemirim (119); Colatina (130); e Vitória (317).
  • Goiás: Anápolis (134); Goiânia (266); Itumbiara (106); Rio Verde (89); e Uruaçu (103).
  • Maranhão: Bacabal (98); Imperatriz (48); e São Luís (129).
  • Minas Gerais: Belo Horizonte (774); Divinópolis (210); Governador Valadares (159); Ipatinga (230); Ituiutaba (230); Juiz de Fora (230); Montes Claros (103); Muriaé (230); Ouro Preto (230); Patos de Minas (49); Teófilo Otoni (51); Uberaba (230); Uberlândia (239); Varginha (246); e Viçosa (230).
  • Mato Grosso do Sul: Campo Grande (191); Corumbá (65); Dourados (134); e Três Lagoas (51).
  • Mato Grosso: Cáceres (78); Cuiabá (156); Rondonópolis (88); e Sinop (115).
  • Paraíba: Campina Grande (125); João Pessoa (205); e Patos (44).
  • Pernambuco: Caruaru (214); Petrolina (26); e Recife (275).
  • Piauí: Picos (155); e Teresina (134).
  • Paraná: Cascavel (179); Curitiba (547); Francisco Beltrão (139); Guarapuava (231); Londrina (155); Maringá (161); Ponta Grossa (255); Região Metropolitana de Curitiba (337); Telêmaco Borba (231); e Umuarama (81).
  • Rio de Janeiro – Capital: Rio de Janeiro Centro (957); e Rio de Janeiro Oeste (180).
  • Rio de Janeiro – Interior: Campos dos Goytacazes (187); Niterói (270); Nova Iguaçu (237); e Volta Redonda (171).
  • Rio de Janeiro e São Paulo TI: Rio de Janeiro (53); São Paulo (56).
  • Rio Grande do Norte: Mossoró (81); e Natal (171).
  • Rio Grande do Sul: Caxias do Sul (181); Polo Litoral (164); Novo Hamburgo (206); Passo Fundo (131); Pelotas (142); Porto Alegre (407); Região Metropolitana de Porto Alegre (164); Santa Maria (131); Santo Ângelo (69); e Uruguaiana (39).
  • Santa Catarina: Balneário Camboriú (159); Blumenau (217); Caçador (65); Chapecó (139); Criciúma (176); Florianópolis (220); Joinville (209); Lages (80); e Rio do Sul (159).
  • Sergipe: Aracaju (295).
  • São Paulo – Capital: Centro-Oeste/ Sudeste (1.502); Leste (408); Norte/ Guarulhos (386); e Sul/ Santo Amaro (394).
  • São Paulo – Interior: ABC (457); Assis (241); Araçatuba (241); Baixada Santista (286); Bauru (280); Botucatu (241); Campinas (478); Itapetininga (90); Itapeva (241); Jaú (68); Jundiaí (246); Marília (241): Osasco (200); Ourinhos (64); Piracicaba (235); Presidente Prudente (264); Ribeirão Preto (388); São Carlos (84); São José do Rio Preto (297); Sorocaba (142); e Vale do Paraíba (255).
  • Tocantins: Araguaína (48); e Palmas (110).

As cidades que abrangem os polos mencionados podem ser consultadas no edital de retificação, disponível em nosso site por meio do link Edital nº 2 – Retificação.

Podem se inscrever candidatos que possuem certificado do Ensino Médio Completo, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Aos aprovados cabe realizar atividade administrativa destinada a prestar atendimento aos clientes e ao público em geral, efetuando operações diversas, executando atividades bancárias e administrativas, incluindo a comercialização de produtos e serviços, efetivação de cálculos e controles numéricos, inserção e consulta de dados em sistemas operacionais informatizados e auxílio em sua manutenção e em seu aperfeiçoamento, bem como realização de operações de caixa, quando habilitado, de forma a contribuir para a realização de negócios, possibilitando o alcance das metas, o bom desempenho da Unidade e a satisfação dos clientes internos e externos.

Como remuneração os profissionais farão jus à R$ 2.025,00, além de possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados, nos termos da legislação pertinente e do acordo coletivo vigente; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes; e contrato de trabalho regido pela CLT e, portanto, com direito a FGTS, dentre outras vantagens. A jornada de trabalho é de 6h diárias.

Para se inscrever o candidato deve preencher a ficha disponível no site www.cespe.unb.br, entre às 10h do dia 24 de janeiro de 2014 às 23h59 do dia 11 de fevereiro de 2014.

O concurso constará de Provas Objetivas e Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório e Exames Médicos admissionais, de caráter eliminatório. As provas serão aplicadas nas cidades discriminadas no edital de retificação 2. O conteúdo programático pode ser consultado no Edital de abertura.

O prazo de validade do concurso será de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Mais informações podem ser obtidas no edital completo disponível em nosso site, no link abaixo da notícia, ou no Diário Oficial da União.

 

Fonte: PCI Concursos

Banco do Brasil divulga locais de prova para 636 mil candidatos

Se você é um dos 636.386 candidatos inscritos no concurso do Banco do Brasil (BB), já pode conferir aqui seu local de prova. Os exames objetivos e discursivos serão aplicados neste domingo (9/2).

Na prova objetiva, serão exigidos conhecimentos em língua portuguesa, atualidades do mercado financeiro, raciocínio lógico-matemático e conhecimentos específicos (cultura organizacional, técnica de vendas, atendimento, domínio produtivo da informática, conhecimentos bancários, cultura organizacional e conhecimentos de informática).

O certame abriu 8.630 vagas de cadastro reserva. A maioria das inscrições é para a microrregião 20, no Distrito Federal, com 52.006 inscritos e 1.000 vagas – concorrência média de 52 por chance -; seguida pela microrregião 35, em Belo Horizonte, com 29.084 participações e 400 vagas – concorrência de 72 inscritos por vaga.

O cargo em disputa é o de escriturário, com salário de R$ 2.043,36 em jornada de trabalho de 30 horas semanais. Do total de chances, 1.450 são para lotação no Distrito Federal – cinco por cento do total de chances a pessoas com deficiência.

Além do Distrito Federal, os aprovados serão lotados nos estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Tocantins. O regime de contratação será por meio da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). A divulgação do resultado final do certame está prevista para 29 de abril.

(Diário de Pernambuco)

 

Instituto Euvaldo Lodi oferece 27 vagas de estágio no Ceará

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) oferece 27 vagas de estágio para nível técnico e superior emFortaleza, no Ceará . As oportunidades  para cursos de graduação são para as áreas de  administração de empresas, ciências contábeis, ciências da computação, economia, educação física, engenharia de alimentos, engenharia de produção, engenharia da computação, jornalismo, logística, pedagogia, psicologia, publicidade e propaganda, enfermagem, marketing, engenharia da produção mecânica e sistemas da informação. Para o ensino técnico, as vagas são para estudantes dos cursos técnicos de administração, contabilidade e enfermagem.

O horário de atendimento do IEL é das 9h às 12h e de 13h30 às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, na Avenida Barão de Studart, número 1.980, no Bairro Aldeota, em Fortaleza.
Os estudantes podem agendar o atendimento pelos telefones: (85) 3421-6514/ 3421 6510. Os candidatos selecionados devem levar currículo atualizado.

(G1 Ceará)

Estagiários de agronomia tiveram melhor salário em 2013, diz Nube

Levantamento do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) mostrou que os estagiários do curso de agronomia receberam a melhor bolsa-auxílio no país em 2013, com até R$ 1.948,94. De acordo com a Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio 2013, a remuneração média nacional para os aspirantes a profissionais dessa área foi de R$ 859,45, o que representa um aumento de 11,2% em relação a 2012.

Entre os cursos com as melhores remunerações estão: economia, física, ciências atuariais, marketing, ciência e tecnologia, engenharia, entre outros. Em análise por sexo, os homens receberam R$ 915,21, aumento de 11% comparado ao ano anterior. As mulheres ganharam R$ 819,63, crescimento de 11,7%.

“A variação não é gerada por preconceitos ou competêncais desiguais, mas, sim, pelo fato de existirem mais homens no campo de exatas, uma da áreas mais bem remuneradas”, afirma Seme Arone Junior, presidente do Nube.

Estudantes de nível superior receberam, em média, R$ 964,81 (antes o valor era de R$ 879,14). Para nível superior tecnólogo, a bolsa-auxílio passou de R$ 821,78 em 2012 para R$ 884 em 2013. Para o nível médio/técnico, a remuneração chegou a R$ 670,69 (antes era de R$ 623,35). Os estudantes de ensino médio passaram a receber R$ 513,73 (em 2012, o valor era de R$ 486,94).

A pesquisa também mostrou que a remuneração muda de acordo com a faixa etária: jovens entre 19 e 23 anos ganharam, em média, R$ 961,35, enquanto quem tinha de 24 a 29 anos recebeu R$ 985,52.

De acordo com a Associação Brasileira de Estágios (Abres), o Brasil tem 1 milhão de estagiários, apesar de existirem 9,3 milhões de estudantes no ensino médio e 7 milhões no ensino superior. Segundo o Nube, mesmo com o aumento da remuneração ainda existem poucas vagas em relação ao número de candidatos.

“O estágio é a principal ferramenta para quem busca inserção no mundo corporativo e, após as mudanças (lei 11.788/2008), as empresas ganharam inclusive mais segurança na contratação. Resta investirem mais na formação de seu futuro quadro de colaboradores”, ressalta Carlos Henrique Mencaci, presidente da Abres.

O estudo foi realizado entre os dias 14 de outubro e 25 de novembro e envolveu 23 mil estagiários de diferentes níveis.

Veja a lista dos cursos mais bem pagos no Brasil, separados por nível:

Nível superior – média: R$ 964,81
1) Agronomia – R$ 1.948,94
2) Economia – R$ 1.370,26
3) Física – R$ 1.360,83
4) Ciências atuariais – R$ 1.281,44
5) Marketing – R$ 1.278,25
6) Ciência e tecnologia – R$ 1.218,46
7) Engenharia – R$ 1.211,26
8) Estatística – R$ 1.182,26
9) Química – R$ 1.147,82
10) Relações internacionais – R$ 1.128,74

Nível superior tecnológico – média: R$ 884,00
1) Construção civil – R$ 1.240,65
2) Secretariado R$ 1.112,78
3) Polímeros – plásticos – R$ 1.071,86
4) Gestão de comércio exterior – R$ 979,30
5) Banco de dados – R$ 955,81
6) Análise e desenvolvimento de sistemas – R$ 947,90
7) Jogos digitais – R$ 937,83
8) Gestão da qualidade – R$ 933,28
9) Processos gerenciais – R$ 922,19
10) Redes de computadores  – R$ 911,90

Ensino médio-técnico – média: R$ 670,69
1) Eletrotécnica – R$ 817,50
2) Segurança do trabalho – R$ 815,44
3) Automação industrial – R$ 812,37
4) Construção civil – R$ 804,98
5) Edificações – R$ 779,75
6) Química – R$ 768,77
7) Mecatrônica – R$ 750,01
8) Mecânica – R$ 748,21
9) Eletromecânica – R$ 718,00
10) Eletroeletrônica – R$ 702,00

(G1)

Veja dicas de estudo para o concurso de técnico bancário da Caixa

Lia Salgado, via G1

Caixa Econômica Federal mantém a tradição de realizar concursos a cada dois anos e, conforme já era esperado, publicou no dia 23 de janeiro editais para o cargo de técnico bancário novo (de nível médio) e para cargos de nível superior com formação de engenheiro (agrônomo, civil, elétrico e mecânico) e médico do trabalho. A Caixa também está oferecendo vagas específicas para tecnologia da informação em alguns polos.

Os candidatos não devem se impressionar pelo fato de o concurso ser para cadastro de reserva: a Caixa costuma contratar muitos aprovados. Além disso, há previsão de aumento de quase 10 mil funcionários até 2015, o que torna o concurso ainda mais atraente.

O salário de R$ 2.025,00 para uma jornada de trabalho de 6 horas diárias é acrescido de diversos benefícios. Além disso, o valor pode ser elevado depois que o candidato for aprovado, por meio de ascensão interna na carreira.

Quem já vinha estudando para a área bancária saiu na frente da concorrência. Mesmo o candidato que está com foco no concurso do Banco do Brasil (com prova prevista para 9 de fevereiro), se desejar, terá condições de fazer ajustes para participar do concurso da Caixa, já que muitas disciplinas são comuns aos dois certames e a prova da Caixa está prevista para 30 de março.

Mande dúvidas sobre concursos no espaço para comentários; perguntas selecionadas serão respondidas em coluna quinzenal

Quem vai começar agora também pode conseguir um bom resultado, desde que tenha disciplina e seriedade no estudo. As matérias cobradas na prova de conhecimentos básicos são: português, matemática (com pontos de matemática financeira), raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação.

A disciplina de português vale 28 pontos (14 itens com peso 2). Todas as outras juntas terão 36 itens para análise, com peso 1.

A prova de conhecimentos específicos terá atendimento e conhecimentos bancários; serão 70 itens com peso 2, ou seja, a parte mais significativa da prova.

Haverá ainda prova discursiva, que será um texto sobre os tópicos dos conhecimentos específicos, valendo 20 pontos no total.

É preciso cuidado, porque o tipo de questões é muito diferente de outros concursos da área bancária, mesmo para a Caixa, que em geral apresentam questões de múltipla escolha. No atual concurso, serão apresentados itens para o candidato marcar C (certo) ou E (errado). É um tipo de prova típico da banca examinadora Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e bastante diferente das demais bancas. Mesmo em 2010, quando o Cespe elaborou a prova para o concurso da Caixa, não optou por esse modelo.

É muito importante que o candidato busque na página da própria banca provas de outros concursos de nível médio com matérias que serão cobradas no concurso da Caixa, e treine a resolução de questões de provas anteriores com esse modelo para se acostumar.

Esse é um tipo de prova que demanda mais tempo e total atenção do candidato, porque não há como eliminar alternativas, e cada questão terá de ser decidida individualmente. Além disso, não é indicado chutar muitas respostas, porque cada item marcado incorretamente significará 1 ponto negativo (ou 2, no caso de itens que tenham peso 2), o que equivale dizer que uma marcação errada anula uma ou 2 corretas.

Infelizmente, deixar em branco também não resolve, porque é preciso fazer uma boa pontuação para ficar bem classificado.

As provas de 2010, do Cespe/UnB, e as de 2012, da Cesgranrio, devem ser resolvidas, após o estudo da teoria, para o candidato perceber quais pontos precisam ser reforçados, lembrando de desconsiderar tópicos que estejam nos editais passados, mas não constem do edital atual.

Vale lembrar que teremos o feriado de carnaval antes da prova, que pode e deve ser aproveitado para estudar. Afinal, são pouco menos de 60 dias para conseguir a vaga. Quem resolver brincar, pode ficar para trás.

Para facilitar, preparei duas sugestões de cronograma. Para quem está totalmente dedicado aos estudos, sugiro a seguinte programação de horários: das 9 às 12h15, com uma pausa de 15 minutos às 10h30; depois, das 14h às 17h15, com uma pausa às 15h30; e das 19h às 22h15, se for estudar no turno da noite. Isso representa 9 horas de estudo por dia.

Segunda-feira
Manhã: Atendimento
Tarde: Conhecimentos bancários
Noite: Atualidades

Terça-feira
Manhã: Português
Tarde: Matemática
Noite: Aula ou reforço de alguma disciplina

Quarta-feira
Manhã: Atendimento
Tarde: Conhecimentos bancários
Noite: Ética

Quinta-feira
Manhã: Português
Tarde: Raciocínio lógico
Noite: Aula ou reforço de alguma disciplina

Sexta-feira
Manhã: Atendimento
Tarde: Conhecimentos bancários
Noite: Aula ou reforço de alguma disciplina

Sábado
Manhã: Aula ou reforço de alguma disciplina
Tarde: Aula ou reforço de alguma disciplina
Noite: Livre

Domingo
Livre

Quem está trabalhando e tem somente um turno de estudo terá uma programação que se repete a cada duas semanas, para que todas as disciplinas possam ser vistas com qualidade:

Semana 1
Segunda-feira

Noite: Atendimento

Terça-feira
Noite: Português

Quarta-feira
Noite: Atendimento

Quinta-feira
Noite: Português

Sexta-feira
Noite: Atendimento

Sábado
Manhã e Tarde: Aula ou reforço de alguma disciplina
Noite: Livre

Domingo
Manhã: Atualidades (das 9h às 10h30) e ética (das 10h45 às 12h15)
Tarde e Noite: Livre

Semana 2
Segunda-feira

Noite: Conhecimentos bancários

Terça-feira
Noite: Matemática

Quarta-feira
Noite: Conhecimentos bancários

Quinta-feira
Noite: Raciocínio lógico

Sexta-feira
Noite: Conhecimentos bancários

Sábado
Manhã e Tarde: Aula ou reforço de alguma disciplina
Noite: Livre

Domingo
Manhã: Legislação
Tarde e Noite: Livre

Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro “Como vencer a maratona dos concursos públicos”

Professores dão dicas para a prova de técnico bancário da Caixa

RIO — Saiu o edital do concurso para técnico bancário da Caixa Econômica Federal. Como de costume, a seleção é para cadastro de reserva — não há vagas efetivas imediatas, mas, segundo o diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella, isso não deve desmotivar os interessados, pois é operação de contratação padrão da Caixa, que tem por hábito convocar grande número de aprovados, assim como o Banco do Brasil. A remuneração do cargo chega, com os benefícios, a R$ 2.865,04, sendo o salário nominal de R$ 2.025.

O professor Fernando Bentes, diretor acadêmico do site Questões de Concursos, lembra que as seleções para técnico bancário da Caixa costumam ser muito concorridas, por ser uma profissão que oferece perspectivas de crescimento na carreira. Primeiramente, o salário é bem maior do que aqueles pagos na iniciativa privada para cargos de nível médio.

— O candidato aprovado exercerá um emprego público, com remotas chances de ser demitido, trabalhará apenas seis horas diárias, o que lhe dá muito tempo livre para se dedicar ao lazer, à faculdade ou ao estudo para outros concursos e terá oportunidade de ascensão profissional, podendo, no futuro, trabalhar em funções gerenciais. Por ser um banco e funcionar dentro da lógica de mercado, oferece uma série de incentivos que privilegiam o mérito do funcionário, que pode crescer na hierarquia da instituição, de acordo com seu desempenho. Além disso, a Caixa é uma empresa pública, o que garante a segurança do emprego, independentemente de crises econômicas.

Para esta seleção, a banca escolhida foi o Cespe/UnB, como já tinha sido divulgado em dezembro. Nos concursos anteriores, a Caixa costumava optar pela Fundação Carlos Chagas ou a Cesgranrio. A prova terá 120 itens, como de costume para a banca, mas três disciplinas terão itens com peso 2. Isso significa que cada acerto soma dois pontos na nota do candidato, mas também subtrai a mesma quantidade de pontos caso o candidato erre. As disciplinas de peso dois são português com redação oficial, somando 14 itens na prova, com 28 pontos; e as disciplinas de conhecimentos bancários e atendimento, somando 70 itens e 140 pontos.

— A responsabilidade para a escolha da resposta aumenta e com isso o candidato deve ter profundidade no conhecimento dessas disciplinas, facilitando a escolha e reduzindo a margem de erro. Nessas disciplinas de peso 2, todo cuidado é pouco e nenhum esforço é excessivo. Apesar do grande peso dessas disciplinas, o candidato não pode negligenciar os outros 36 itens, que valem um ponto cada, distribuídos entre as disciplinas: matemática, raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação específica. Cada ponto é importante na classificação do candidato, e quanto melhor classificado, maior será a chance de ser convocado — afirma Estrella.

De acordo com o professor, apesar de a complexidade da prova ter aumentado um pouco por conta da banca escolhida, o conteúdo programático sofreu algumas mudanças, com uma redução considerável de conteúdo para ser estudado. Comparando com o edital anterior, diz Estrella, saíram as disciplinas de informática, estatuto da Caixa e história da Caixa, mas foi incluído o conteúdo de raciocínio lógico e matemático (RLM).:

— De uma forma geral, os tópicos das disciplinas se mantiveram com quase nenhuma alteração. Como exceção posso citar a disciplina de conhecimentos bancários, que teve o item de produtos bancários dividido em subitens específicos, como Minha Casa Minha Vida, crédito rural e seus produtos e FIES. Nesta disciplina, também foi introduzido um novo item: correspondentes bancários. O candidato deve ficar atento nessas mudanças para aproveitar o tempo de estudo da melhor forma possível.

Um dos itens que preocupa bastante os candidatos é conhecimentos bancários, ressalta Camila Faro, professora do Universo do Concurso Público. E, mesmo aqueles que já tiveram contato com a matéria devem ter muita atenção devido às mudanças substanciais no conteúdo programático e atualizações na disciplina.

— O momento é de intensificar os estudos. E aqueles que já vinham se preparando devem treinar muitas questões da disciplina e recorrer à teoria para ficar a par das novidades. De qualquer forma, nenhuma matéria pode ser negligenciada, pois qualquer ponto positivo somará muito na classificação do aluno.

Os interessados em participar da seleção podem se inscrever até o dia 11 de fevereiro, no site do Cespe/UnB. A taxa é de R$ 37. O concurso tem validade de um ano, podendo ser renovado por mais um. A prova será aplicada no dia 23 de março e terá a duração de quatro horas e meia.

(Ione Luques, O Globo Online)

Confira dez dicas para passar em concursos públicos do Cespe/UnB

Diana Figueiredo, via Extra Online

Quem vai prestar concursos públicos como os da Caixa Econômica, do Ministério do Trabalho ou do Instituto Chico Mendes sabe que terá que enfrentar uma banca com um perfil diferenciado. O Cespe/UnB é a organizadora conhecida por aplicar questões de certo ou errado, onde uma questão em discordância com o gabarito oficial anula uma correta, o que requer mais atenção do concorrente.

O professor Rodrigo Menezes, diretor do curso online Concurso Virtual explica que “chutar”, portanto, é arriscado, pois o candidato perde ponto. Uma solução é deixar as questões em branco ou com marcação dupla (anulando a resposta), pois assim nem ganha nem perde ponto.

Ele também destaca que, numa prova com 120 itens, normalmente o Cespe colocará 60 questões com gabarito “certo” e 60, “errado”.

- Se o candidato “chutar” a prova inteira, como o gabarito só pode ser certo ou errado, terá 50% de chance de acertar cada questão. Mas o que acontece se você acertar a metade das questões da prova? É simples: acertando 60 questões, você ganha 60 pontos, mas os perde por causa das 60 erradas. Qual será sua nota? Zero – explica, destacando que é preciso ter técnica.

Veja dicas técnicas para fazer provas do Cespe *

1) O cartão de respostas do Cespe tem como opções: “C” e “E”. Se você assinalar uma das opções e depois perceber que deveria ter marcado a outra, preencha as duas. Isso significa que você não pontuará e nem perderá ponto, pois a questão estará sendo anulada. Da mesma forma, se você não preencher nenhuma das duas opções, a questão também será anulada. Portanto, se você acertar 60 questões e deixar as outras 60 em branco, ganhará 60 pontos (sem perder nenhum);

2) Resolva primeiro as questões que você considera que sabe. Deixe as questões que teve dúvidas, ou que você não sabe, para o final, mas já faça uma marcação na sua prova: escreva ao lado da questão “dúvida” (e a provável resposta) ou “não sei”.

3) Deixe questões que envolvem contas por último. Elas demandam muito tempo e é perigoso fazê-las primeiro que as questões que exigem apenas leitura. Se não, você pode acabar não conseguindo fazer várias questões simples, porque perdeu tempo em questões complicadas.

4) Ao se deparar com alguma que gere dúvida, pense: você não sabe a resposta ou apenas está em dúvida? No caso de apenas estar em dúvida, vale a pena arriscar (considerando que você se preparou bem para a prova e, portanto, há uma probabilidade grande de acertar a maioria das questões que gerem dúvida). Marque! Já no caso de realmente não saber a resposta, vale a pena deixar a questão em branco para não perder ponto.

5) Numa prova de 120 itens, tente não deixar mais do que 10 em branco. Duas são as razões para um candidato deixar muitas questões em branco: ele não está suficientemente preparado ou ele está com muito medo de marcar. O primeiro caso não tem jeito… ele terá que estudar mais para o próximo concurso, mas o segundo caso é que preocupa, porque ele sabe a matéria, mas “amarela” na hora da prova. Não faça isso! O único jeito de ser aprovado é fazendo muitos pontos e perdendo poucos. Você precisa fazer pontos e, se deixar muitas questões em branco, não terá pontos suficientes para passar.

6) Aceite um fato: haverá questões que você “terá certeza” de que acertou, mas errará, bem como acertará questões que estava em dúvida. Por isso, não esqueça das dicas 4 e 5.

7) Por mais que você estude, nunca conseguirá gabaritar uma prova do Cespe. Normalmente o primeiro colocar nos concursos organizados por essa banca fazem 80% dos pontos. Sendo assim, mesmo que você esteja sabendo muito bem a matéria, não se desespere ao se deparar com questões que você não sabe. Isso é normal.

8) Reserve uma hora para fazer a Redação e quarenta minutos para marcar a Folha de Respostas. Marque na Folha de Respostas todas que você tinha certeza. Se der tempo, revise as questões que você teve dúvida e marque-as também.

9) Essa dica é o grande diferencial. Preste muita atenção! Após preencher a Folha de Respostas (por exemplo: 100 itens respondidos e 20 em branco), conte a quantidade de itens que você marcou “C” e os que assinalou “E”. Por exemplo: 60 “E” e 40 “C”. Observe que há um número bem maior de alternativas “E” em relação às “C”. Se a prova tem 120 itens, a tendência é que no gabarito da banca haja 60 “E” e 60 “C”. Sendo assim, você vai assinalar “C” em todas as alternativas em branco. A probabilidade é de que você acerte a maioria dessas 20. Se você acertar 11 e errar 9, já terá valido a pena, pois ganhará 2 pontos. A tendência é que você acerte bem mais do isso e ganhe muitos pontos só com essa técnica! Resumindo: após contar quantos “C” e “E” você marcou, não deixe nenhum item “em branco”. Marque todos eles com a opção que você menos marcou na sua Folha de Respostas. Essa dica vale, inclusive, para a parte de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos. Se forem 50 itens de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos, o gabarito será meio a meio, ou seja 25 itens “C” e 25 “E” na primeira parte e 35 “C” e 35 “E” na segunda.

10) Treine bastante as dicas anteriores fazendo de provas de concursos já organizados pelo Cespe. Faça provas inteiras para aplicar as técnicas de forma completa. Lembre-se: poucos pontos podem fazer a diferença entre você conseguir ou não a sua vaga!

* Segundo o professor Rodrigo Menezes

TJ do Ceará seleciona estagiários do curso de direito para região do Cariri

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) está com inscrições abertas para estágio destinado a alunos do curso de  direito, no Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), na região do Cariri. Estão sendo disponibilizadas 18 vagas para os municípios de Juazeiro do Norte (12), Barbalha (2), Brejo Santo (2) e Várzea Alegre (2). As inscrições se encerram no dia 10 de fevereiro.

Para concorrer a uma das vagas, o estudante deve ter concluído 50% do curso concluído e até 90% dos créditos obrigatórios do curso, comprovado com histórico escolar e ter obtido média global de 7.  Os selecionados, que serão lotados nos fóruns de cada município, receberão bolsa estágio mensal no valor de  R$ 822,06, acrescida de R$ R$ 4,40 de auxilio transporte, por dia estagiado, e cumprirão carga horária de 4 horas diárias, de segunda a sexta-feira.

Os interessados devem ser feitas por cadastro no site do IEL, com anexo do currículo e histórico escolar. A prova será aplicada no município de Juazeiro do Norte, em data, local e horário a ser definido e comunicado posteriormente. O estágio será de seis meses podendo ser prorrogado por até dois anos. Maiores informações podem ser obtidas pelos telefones (85) 3421.6523  e 3421.6510.

(G1 Ceará)

PROFISSIONAL DO FUTURO TERÁ DE SER “LEAN”

Por José Roberto Ferro, Época Negócios

Principalmente nessa época de início de ano, o futuro das carreiras e do trabalho é sempre motivo de interesse e especulação. Quais novas tecnologias surgirão e se tornarão dominantes? Como consequência, quais são as profissões em alta e quais estão em baixa?

A dinâmica do desenvolvimento econômico altera permanentemente as necessidades de qualificação e conhecimento das pessoas. Novas tecnologias surgem, trazendo novas necessidades e tornando obsoletas outras tantas. Assim, “descobrir” quais são as profissões e carreiras mais promissoras é uma preocupação constante.

Nesse sentido, há uma tendência mostrando que seja qual for a profissão ou cargo que se pretenda alcançar no mundo corporativo do futuro ele exigirá cada vez mais um tipo de profissional com novas habilidades, qualificações e conhecimentos da filosofia lean de gestão.

O termo “lean”, que pode ser traduzido por “enxuto” (daí nossa coluna intitulada “Enxuga Aí”), surgiu no contexto de uma pesquisa sobre a indústria automobilística mundial realizada pelo Massachussetts Institute of Technology (MIT) há cerca de 25 anos, da qual tive a oportunidade de participar como pesquisador responsável pelos estudos sobre a indústria brasileira.

Descobrimos que havia sido desenvolvido um novo sistema de gestão que envolvia não apenas a manufatura – como também o desenvolvimento de produtos, a relação com clientes e fornecedores, o desdobramento da estratégia, entre outros elementos – e que trazia enormes vantagens às empresas praticantes, principalmente à Toyota, pioneira em muitas dessas técnicas e conceitos.

Desse modo, a palavra “lean” foi criada para apontar os enormes impactos sobre o desempenho, já que a utilização dessas técnicas trazia resultados muito mais significativos e utilizava muito melhor os recursos do que o sistema de gestão moderno tradicional.
Pois a busca pela implementação dos conceitos lean não é preocupação futura: já é realidade na maioria das empresas industriais que está implementando as técnicas e ferramentas lean na manufatura. E tem iniciado mais recentemente a sua disseminação pelo setor de serviços.

A necessidade de melhoria de produtividade e busca de otimização nas empresas e na sociedade são os vetores dessa demanda crescente por profissionais que consigam dominar e aplicar esse sistema.

Trata-se de um profissional necessário num contexto em que a maior produtividade das empresas é essencial para o progresso econômico e também divisor de águas entre organizações e países que querem sustentar e incrementar sua capacidade competitiva.

Os novos profissionais requeridos pela empresa lean, independente do cargo ou função que excerce na companhia, tem a atitude cotidiana voltada exclusicamente para a busca incessante da eliminação de desperdícios e com foco principal direcionado para criar valor que atenda às necessidades dos clientes.

E ainda, as pessoas na empresa lean devem implementar, cotidianamente em seu trabalho, técnicas e práticas para expor e resolver problemas de forma científica, sempre com muita atenção e proximidade ao local “onde as coisas acontecem” na organização, em particular onde o valor é agregado.

E os líderes exercem seu papel  através do coaching de seus colaboradores, fazendo isso, principalmente, questionando e não dando “soluções prontas”, como ocorre frequentemente no modelo autoritário predominante na maior parte das empresas.

É importante observar que já se sabe que uma empresa só consegue ser realmente lean se “todos” da organização exercerem esse papel, o que indica a grande tendência de crescimento do mercado profissional para pessoas com essas qualificações.

Os cargos não são tão importantes. As responsabilidades, sim. A carreira é bastante horizontalizada, permitindo enormes oportunidades de aprendizado e uma maior visão sistêmica.

As empresas que conseguirem fazer essa difícil transição dos sistemas de gestão tradicionais para a gestão lean tendem a ter sucesso duradouro no futuro. E as novas carreiras e profissões que a filosofia lean demanda são muito diferentes em termos de qualificações profissionais, atitudes e comportamentos.

(José Roberto Ferro, presidente do Lean Institute Brasil, escreve às segundas-feiras. )

Câmara dos Deputados abre concurso para 113 vagas; salários de R$ 12.286,61 e R$ 25.105,39,

A Câmara dos Deputados divulgou edital de concurso público para 113 vagas de nível médio e superior. Os salários são de R$ 12.286,61 e R$ 25.105,39, respectivamente. Do total das vagas, 5 são reservadas para pessoas com deficiência.

No site do Diário Oficial da União, é possível ver o edital (acesse o edital).

Câmara dos Deputados
Inscrições
De 5 a 24 de fevereiro
Vagas
113
Salário
R$ 12.286,61 e R$ 25.105,39
Taxa
R$ 110 e R$ 150
Provas
13 e 20 de abril

Os cargos de nível superior são para analista legislativo nas funções de consultor de orçamento e fiscalização financeira, consultor legislativo.

As vagas de nível médio são para técnico legislativo na função de agente de polícia legislativa.

Os candidatos podem se inscrever pelo sitewww.cespe.unb.br/concursos/cd_14_at no período de 5 a 24 de fevereiro. A taxa é de R$ 110 para técnico legislativo e R$ 150 para analista legislativo.

A seleção será feita por meio de prova objetiva, prova discursiva, prova de aptidão física para o cargo de técnico administrativo – agente de polícia legislativa e avaliação de títulos para analista legislativo nas funções de consultor de orçamento e fiscalização financeira e consultor legislativo.

As provas objetivas para os cargos de analista legislativo serão aplicadas no dia 13 de abril e terão 3h30 de duração. No dia 20 de abril serão aplicadas as provas objetivas e discursivas para técnico legislativo, que terão 5h de duração, e também as provas discursivas para os cargos de analista. Todas as etapas serão em Brasília.

O concurso terá validade de dois anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

(G1 Concurso e Empregos)

Ministério da Fazenda abre concurso com 1.026 vagas de nível médio; salário de R$ 3 mil

Saiu no Diário Oficial da União desta quarta-feira (29) o edital de abertura do novo concurso público do Ministério da Fazenda (MF). São nada menos que 1.026 oportunidades distribuídas entre 25 estados. Em Pernambuco, são ofertadas 52 vagas, sendo distribuídas para os municípios do Recife (24), Afogados da Ingazeira (2), Arcoverde (1), Cabo de Santo Agostinha (1), Caruaru (1), Garanhuns (1), Goiana (1), Ipojuca (5), Jaboatão dos Guararapes (1), Limoeiro (1), Ouricuri (2), Paulista (2), Petrolina (2), Salgueiro (1), Serra Talhada (1) e Vitória de Santo Antão (1). O cargo em questão é o de assistente técnico administrativo, com remuneração de R$ 3.050,82.

Para concorrer é preciso nível médio de escolaridade. Do total de chances, 66 são reservadas a pessoas com deficiência. Veja aqui o edital de abertura.

O concurso é composto apenas por provas objetivas com aplicação no dia 27 de abril. Serão cobrados conhecimentos básicos em língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, informática, atualidades, gestão de pessoas e do atendimento público, ética do servidor na administração pública, administração pública brasileira, Administração Pública Brasileira e regime jurídico dos agentes públicos. Ao todo, serão 70 questões.

Interessados podem se inscrever entre os dias 3 e 16 de fevereiro pelo site www.esaf.fazenda.gov.br. A taxa custa R$ 62.

Além de Pernambuco, a maioria das chances é para lotação no Rio Grande do Sul, com 155 oportunidades, seguido por Minas Gerais (101 vagas), e Paraná, com 97 vagas. Os demais estados são: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

(Diário de Pernambuco)

 

Conheça os 5 benefícios que podem ser adquiridos ao ouvir mais e falar menos

Uma atitude cada vez mais comum entre as pessoas é o hábito de não ouvir tudo o que o outro tem a dizer e, por isso, causar diversos mal entendidos. Se você percebe que fala mais do que escuta, existem alguns benefícios que podem mostrar por que passar a ouvir mais é uma boa opção. Confira 5 benefícios que podem ser adquiridos ao ouvir mais e falar menos:

1. Pensar antes de falar

Quando você adquire o costume de escutar com mais frequência, você passará a pensar melhor antes de falar. Isso será um imenso benefício aos seus argumentos, já que você não dirá nada sem ter certeza.

2. Tirar melhores conclusões

Ao escutar e passar a falar menos sobre sua opinião antes de ouvir tudo o que outras pessoas dizem a você, suas conclusões serão muito mais completas. Dessa maneira, você evita fazer deduções precipitadas e garante que compreenderá o assunto de maneira adequada.

3. Falar coisas mais importantes

Limitar o tempo que você costuma passar falando sobre um assunto e então dedicá-lo a escutar mais fará com que você passe a dizer coisas mais importantes. Algumas pessoas não percebem quando falam demais e essa atitude pode ser uma boa solução se você também age dessa maneira.

4. Conhecer melhor outras pessoas

Se você passar a escutar seus colegas, as informações que você irá adquirir sobre eles farão com que você os conheça melhor e, dessa forma, aprimore seus relacionamentos.

5. Escrever mais

Outro benefício que você perceberá se passar a escutar mais é que você encontrará maneiras diferentes de se expressar. A escrita é um exemplo. Ao escrever, você passará a ser mais sucinto e vai aprimorar suas habilidades com essa atividade, tornando possível que você, inclusive, acrescente essa qualificação a seu currículo.

Fonte: Universia Brasil

Casa Amarela abre inscrições para cursos de cinema e fotografia

A Casa Amarela Eusélio Oliveira, equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará, inscreve até 3 de março, ou até o preenchimento das vagas, para os cursos de extensão em Fotografia e Cinema e Vídeo. Para este semestre são ofertadas 70 vagas para o curso de Fotografia (35 para a turma da tarde e 35 para a da noite) e 35 para o de Cinema e Vídeo (noite).

Os interessados devem comparecer à secretaria da Casa Amarela (Av. da Universidade, 2591, Campus do Benfica), em Fortaleza. Informações sobre as inscrições para o curso de Cinema de Animação serão divulgadas em breve.

A taxa única de matrícula é no valor de R$ 300 para o curso de Fotografia e de R$ 350 para o de Cinema e Vídeo. O valor deverá ser depositado na conta da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (informada no ato da inscrição), e o comprovante deverá ser entregue na secretaria da Casa, anexado à ficha de inscrição. O candidato deve portar originais do RG e do CPF e uma foto 3×4.

O curso de Fotografia tem carga horária de 60 horas/aula e duração de dois meses, enquanto o de Cinema e Vídeo tem carga horária de 90 horas-aula e dura três meses.

Desde sua fundação, em 1971, a Casa Amarela oferece cursos na área da fotografia, cinema e,
posteriormente, de animação, demonstrando preocupar-se com a formação de futuros profissionais que há mais de 40 anos. Somente em 2013, 247 alunos concluíram os cursos.

Saiba mais detalhes dos cursos:

Cinema e Vídeo: 2ª a 5ª, das 19h às 21h – 3 meses – 90 horas-aula;
Início das aulas: 10/3 – Taxa única: R$ 350,00.

Fotografia: turma 1: 3ª, 4ª e 5ª, das 14h às 16h – 2 meses – 60 horas-aula; turma 2: 2ª, 4ª e 5ª,
das 19h às 21h – 2 meses – 60 horas-aula. Início das aulas: 10/3 (noite) e 11/3 (tarde) – taxa única: R$ 300,00

Fonte: Casa Amarela Eusélio Oliveira – fones: 85 3366 7771 / 3366 7772

 

Bancos cortam 4.300 vagas em 2013 e contratam pessoal com salários menores

São Paulo – O setor financeiro fechou 4.329 postos de trabalho formais em 2013, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), com elaboração do Dieese. Foram 38.563 contratações e 42.892 demissões. Além dos empregos a menos, o estudo detecta queda na remuneração, à medida que os admitidos têm salário médio menor que o dos dispensados. A diferença, para menos, é de 37,3%.

O corte de vagas se concentra justamente no segmento que concentra as principais instituições bancárias. Os chamados bancos múltiplos com carteira comercial fecharam 10.109 postos de trabalho. O resultado não foi pior porque a Caixa Econômica Federal criou 5.486 empregos.

O salário médio dos funcionários contratados foi de R$ 2.966,47. Já o ganho médio dos demitidos era de R$ 4.731,57.

“Os bancos privados seguiram abusando da rotatividade, esse mecanismo perverso usado para reduzir a massa salarial e turbinar ainda mais os lucros”, afirma o presidente da confederação, Carlos Cordeiro. Segundo a entidade, a concentração de renda, uma característica brasileira, é ainda maior no sistema financeiro. A diferença salarial entre executivos e caixas é de 119,2 vezes no Santander e de 106 vezes no Bradesco – no Itaú, a diferença entre ganho do executivo e o piso salarial foi de 119,8 vezes a favor do primeiro. A Contraf-CUT cita estudo do Dieese, com base no Censo de 2010, que aponta os 10% mais ricos com renda média mensal 39 vezes maior que a dos 10% mais pobres.

(Rede Brasil Atual)

Caixa Econômica Federal retifica edital do Concurso para Técnico Bancário

Caixa Econômica Federal, divulgou a retificação do Concurso Público edital nº 01, organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) e destinado a seleção de profissionais para formação de cadastro reserva no cargo de Técnico Bancário Novo, nível médio, da Carreira Administrativa.

Página de Acompanhamento

  • Alteração/reimpressão de dados de pagamento
  • Andamento do processo
  • Obtenção do comprovante de inscrição
EDITAIS, COMUNICADOS E INFORMAÇÕES
24/01/14 Edital n° 3 – Retificação de subitens
23/01/14 Edital n° 2 – Retificação do subitem 2.5.3 do Edital n° 1
23/01/14 Edital n° 1 – Abertura

A primeira mudança ocorreu no valor da taxa de inscrição que passa a ser de R$ 43,00. Já a segunda informa que o edital de resultado final do certame contemplará a relação dos candidatos aprovados, totalizando 29.986, ordenados por classificação, dentro dos quantitativos previstos nos Polos de opção, discriminados abaixo por Estado:

  • Acre e Rondônia: Cruzeiro do Sul (23); Rio Branco (59); Sena Madureira (15); Ariquemes (48); Cacoal (48); Guajará-Mirim (48); Ji-Paraná (48): Porto Velho (93); e Vilhena (48).
  • Alagoas: Maceió (312); Humaitá (81); e Itacoatiara (53).
  • Amazonas e Roraima: Humaitá (81); Itacoatiara (53); Manaus (210); Manacapuru (81); Parintins (03); Tabatinga (37); e Boa Vista (105).
  • Amapá e Pará: Macapá (74); Abaetetuba (99); Belém (216); Breves (23); Castanhal (80); Marabá (123); Paragominas (99); e Santarém (77).
  • Bahia: Barreiras (201); Feira de Santana (210); Itabuna (290); Região Metropolitana de Salvador (155); Salvador (480); Santo Antônio de Jesus (65); Senhor do Bonfim (210); Teixeira de Freitas (231); e Vitória da Conquista (231).
  • Ceará: Aracati (135); Fortaleza (308); Juazeiro do Norte (84); Quixadá (156); e Sobral (94).
  • Distrito Federal: Brasília (1.244); Gama (140); Planaltina (130); Taquatinga (247); e Tecnologia da Informação – DF (316).
  • Espírito Santo: Cachoeiro do Itapemirim (119); Colatina (130); e Vitória (317).
  • Goiás: Anápolis (134); Goiânia (266); Itumbiara (106); Rio Verde (89); e Uruaçu (103).
  • Maranhão: Bacabal (98); Imperatriz (48); e São Luís (129).
  • Minas Gerais: Belo Horizonte (774); Divinópolis (210); Governador Valadares (159); Ipatinga (230); Ituiutaba (230); Juiz de Fora (230); Montes Claros (103); Muriaé (230); Ouro Preto (230); Patos de Minas (49); Teófilo Otoni (51); Uberaba (230); Uberlândia (239); Varginha (246); e Viçosa (230).
  • Mato Grosso do Sul: Campo Grande (191); Corumbá (65); Dourados (134); e Três Lagoas (51).
  • Mato Grosso: Cáceres (78); Cuiabá (156); Rondonópolis (88); e Sinop (115).
  • Paraíba: Campina Grande (125); João Pessoa (205); e Patos (44).
  • Pernambuco: Caruaru (214); Petrolina (26); e Recife (275).
  • Piauí: Picos (155); e Teresina (134).
  • Paraná: Cascavel (179); Curitiba (547); Francisco Beltrão (139); Guarapuava (231); Londrina (155); Maringá (161); Ponta Grossa (255); Região Metropolitana de Curitiba (337); Telêmaco Borba (231); e Umuarama (81).
  • Rio de Janeiro – Capital: Rio de Janeiro Centro (957); e Rio de Janeiro Oeste (180).
  • Rio de Janeiro – Interior: Campos dos Goytacazes (187); Niterói (270); Nova Iguaçu (237); e Volta Redonda (171).
  • Rio de Janeiro e São Paulo TI: Rio de Janeiro (53); São Paulo (56).
  • Rio Grande do Norte: Mossoró (81); e Natal (171).
  • Rio Grande do Sul: Caxias do Sul (181); Polo Litoral (164); Novo Hamburgo (206); Passo Fundo (131); Pelotas (142); Porto Alegre (407); Região Metropolitana de Porto Alegre (164); Santa Maria (131); Santo Ângelo (69); e Uruguaiana (39).
  • Santa Catarina: Balneário Camboriú (159); Blumenau (217); Caçador (65); Chapecó (139); Criciúma (176); Florianópolis (220); Joinville (209); Lages (80); e Rio do Sul (159).
  • Sergipe: Aracaju (295).
  • São Paulo – Capital: Centro-Oeste/ Sudeste (1.502); Leste (408); Norte/ Guarulhos (386); e Sul/ Santo Amaro (394).
  • São Paulo – Interior: ABC (457); Assis (241); Araçatuba (241); Baixada Santista (286); Bauru (280); Botucatu (241); Campinas (478); Itapetininga (90); Itapeva (241); Jaú (68); Jundiaí (246); Marília (241): Osasco (200); Ourinhos (64); Piracicaba (235); Presidente Prudente (264); Ribeirão Preto (388); São Carlos (84); São José do Rio Preto (297); Sorocaba (142); e Vale do Paraíba (255).
  • Tocantins: Araguaína (48); e Palmas (110).

As cidades que abrangem os polos mencionados podem ser consultadas no edital de retificação, disponível em nosso site por meio do link Edital nº 2 – Retificação.

Podem se inscrever candidatos que possuem certificado do Ensino Médio Completo, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Aos aprovados cabe realizar atividade administrativa destinada a prestar atendimento aos clientes e ao público em geral, efetuando operações diversas, executando atividades bancárias e administrativas, incluindo a comercialização de produtos e serviços, efetivação de cálculos e controles numéricos, inserção e consulta de dados em sistemas operacionais informatizados e auxílio em sua manutenção e em seu aperfeiçoamento, bem como realização de operações de caixa, quando habilitado, de forma a contribuir para a realização de negócios, possibilitando o alcance das metas, o bom desempenho da Unidade e a satisfação dos clientes internos e externos.

Como remuneração os profissionais farão jus à R$ 2.025,00, além de possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados, nos termos da legislação pertinente e do acordo coletivo vigente; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes; e contrato de trabalho regido pela CLT e, portanto, com direito a FGTS, dentre outras vantagens. A jornada de trabalho é de 6h diárias.

Para se inscrever o candidato deve preencher a ficha disponível no site www.cespe.unb.br, entre às 10h do dia 24 de janeiro de 2014 às 23h59 do dia 11 de fevereiro de 2014.

O concurso constará de Provas Objetivas e Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório e Exames Médicos admissionais, de caráter eliminatório. As provas devem ser aplicadas na data provável de 23 de março de 2014, nas cidades discriminadas no edital de retificação. O conteúdo programático pode ser consultado no Edital de abertura.

O prazo de validade do concurso será de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Mais informações podem ser obtidas no edital completo disponível em nosso site, no link abaixo da notícia, ou no Diário Oficial da União.

Jornalista: Karina Felício, via http://www.planetaosasco.com

Acesse a fonte ou documentos adicionais.

Vagas abertas para professor efetivo da UFC em Fortaleza e Sobral

A Universidade Federal do Ceará (UFC) anunciou a abertura de 16 vagas para professor efetivo nos campi de Fortaleza e Sobral para a Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC), os centros de Ciências, de Tecnologia, de Ciências Agrárias, os Curso de Música e Medicina e os Institutos de Cultura e Arte (ICA) e Educação Física e Esportes (Iefes).

São oferecidas 16 vagas para professor efetivo, sendo 14 para Fortaleza e 2 para Sobral Foto: Alex Costa

As inscrições vão até o dia 20 de fevereiro e podem ser feitas de forma presencial, por procuração ou mediante Sedex. Em Fortaleza, as vagas são para o regime de 40 horas semanais com dedicação exclusiva.

Para as vagas de professor adjunto A são exigidos diploma de graduação e título de Doutor, e para os concursos de professor assistente A, diploma de graduação e título de mestre.

Campi de Fortaleza oferece 14 vagas

A FEAAC disponibiliza uma vaga para professor assistente do Departamento de Contabilidade, setor de estudo “Legislação Empresarial”.

Para o Centro de Ciências, são ofertadas 5 vagas, sendo 1 para “professor adjunto A” do setor de estudo “Matemática Computacional” e 2 para “professor assistente A” do setor “Probabilidade e Estatística”, ambos os setores do Departamento de Estatística e Matemática Aplicada; e 2 vagas para “professor adjunto A” do Departamento de Física para os setores de estudo “Fenômenos Críticos e Fenômenos de Transporte em Sistemas Desordenados” e “Espectroscopia Raman: Aplicações em Regime de Campo Próximo e Dispositivos”.

Para o Centro de Ciências Agrárias, o concurso é para “professor adjunto A”, sendo 1 vaga para o Departamento de Ciências do Solo, setor de estudo “Gênese, Levantamento e Classificação de Solos”, e outra para o Departamento de Engenharia de Pesca, setor de estudo “Pesca e Aquicultura”.

No Centro de Tecnologia, a vaga para professor adjunto é do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, setor de estudo “Engenharia Metalúrgica”. E para a Faculdade de Educação, está sendo ofertada uma vaga para professor adjunto do Departamento de Estudos Especializados, setor de estudo “Educação Infantil”.

Para o Instituto de Cultura e Arte (ICA) é oferecida 1 vaga de “professor assistente A” para o setor de estudo “Jornalismo Multimídia e Convergência Midiática”.

Já o Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) está disponibilizando uma vaga para “professor assistente A”, no setor de estudo “Lutas, Prática Esportiva e Estágio Supervisionado em Educação Física” e outras duas de “professor adjunto A” para os setores “Atletismo, Prática Esportiva e Estágio Supervisionado em Educação Física” e “Treinamento Esportivo, Fisiologia do Exercício e Bioquímica”.

Campi de Sobral oferece duas vagas

Já em Sobral, as vagas são para “professor assistente A” do Curso de Música, com regime de 40 horas semanais e dedicação exclusiva para o setor de estudo “Prática Instrumental Cordas Friccionadas Graves (Violoncelo e/ou Contrabaixo)”.

Para professor auxiliar do Curso de Medicina, setor “Clínica Médica/Semiologia/Dermatologia/Internato”, tendo este último jornada de 20 horas semanais.

(Diário do Nordeste)

Concurso da Caixa: confira dicas de estudo para a prova de técnico bancário

Com a liberação do edital do concurso público para a Caixa Econômica nesta quinta-feira, dia 23, os candidatos devem intensificar os estudos. As provas para o cargo de técnico bancário, com exigência de nível médio, estão marcadas para 23 de março. Ou seja, são dois meses de preparação até o dia do exame.

Língua Portuguesa

O professor Marcio Coelho, da Academia do Concurso, lembra que as questões são de certo e errado, o que exige extrema atenção do concorrer, pois uma alternativa errada anula uma certa. A banca costuma trabalhar questões de interpretação e compreensão de textos e, ainda, com fatos gramaticais e aspectos linguísticos.

“Se o candidato estiver gostando da prova, mas houver um item que ele não saiba é melhor deixar em branco para não anular uma certa. Mas se, porventura, sentir que a prova está difícil, aparecendo uma questão que não saiba, é bom chutar pois ele tem cinquenta por cento de probabilidade de acertar a questão”, indica.

Conheça as regras para a realização de concursos públicos

Informática e Matemática Financeira

O professor Carlos Botelho, da Academia do Concurso, também destaca que a prova do Cespe/UnB é diferenciada. A de informática é uma avaliação com enfoque na prática, onde o examinador vai cobrar procedimentos, telas e botões.

Para o professor, os principais conteúdos cobrados em Informática são Segurança da Informação (Princípios, criptografia, assinatura digital e certificados), Internet e suas tecnologias (Navegadores, Motores de busca), Sistemas Operacionais (Windows e Linux ) e Planilhas .

Já a parte de Matemática Financeira costuma ter questões longas que envolvem interpretações misturando mais de um tópico do edital. “O aluno deve fazer muitos exercícios da banca e tirar o trauma da Matemática aos poucos. Nesse caso os principais conteúdos são: capitalização simples e composta, descontos simples e compostos, estudo das taxas, rendas certas e amortizações”, indica Botelho.

(Diana Figueiredo, Extra Online)

Caixa Econômica Federal divulga edital para concurso público; salário de até R$ 8 mil

A Caixa Econômica Federal lançou dois editais de concursos públicos para formação de cadastro de reserva para os cargos de técnico bancário novo, engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico e para médico do trabalho. Os concursos são para todo o país. Os editais foram publicados entre as páginas 78 e 92 da Seção 3 do “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (23).

Os editais podem ainda ser acessados no site do Cespe/UnB (clique aqui para acessar o concurso para técnico e clique aqui para acessar o edital para engenheiro e médico).

O provimento das vagas estará sujeito ao planejamento estratégico e às necessidades da Caixa.

Caixa Econômica Federal
Inscrição
De 24 de janeiro a 11 de fevereiro
Vagas
cadastro de reserva
Salário
De R$ 2.025,00 a R$ 8.041,00
Taxa
R$ 37 e R$ 74
Prova
23 de março

Técnico bancário
O salário para técnico bancário novo é de R$ 2.025,00 para jornada de trabalho de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais. O candidato deve ter nível médio.

O aproveitamento dos candidatos será exclusivamente em vagas a serem criadas em unidades localizadas nos municípios discriminados em tabela a ser publicada no Diário Oficial da União e divulgada no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm no dia 24 de janeiro de 2014, ou em municípios que vierem a fazer parte do respectivo polo.

O técnico bancário prestará atendimento e fornecer as informações solicitadas pelos clientes e público; efetuará todas as atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho na unidade; operará microcomputador, terminais e outros equipamentos existentes na unidade; instruirá, relatará e acompanhará processos administrativos e operacionais, entre outras atividades.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados no concurso público de 2012 para o cargo de técnico bancário novo até o término de sua vigência, ou seja, 14 de junho de 2014, ou até o esgotamento do cadastro de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O candidato será submetido à investigação social e(ou) funcional, de caráter unicamente eliminatório, no decorrer de todo o concurso público, desde a inscrição até o ato de admissão.

As vantagens oferecidas são participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm
de 24 de janeiro a 11 de fevereiro. A taxa é de R$ 37.

O concurso público terá duas etapas: provas objetivas e provas discursivas e exames médicos admissionais.

As provas objetivas e a prova discursiva terão a duração de 4h30 e serão aplicadas na data provável de 23 de março, no turno da manhã. Na data provável de 13 de março, será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço
eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.

A prova de conhecimentos básicos (comuns a todos os polos) terá língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação específica. A prova de conhecimentos específicos (para todos os polos, exceto para os de tecnologia da informação – DF, RJ e SP) terá atendimento e conhecimentos bancários. Já a de conhecimentos específicos exclusivamente para os polos de tecnologia da informação terá tecnologia da informação e conhecimentos bancários.

O concurso público terá validade de um ano, podendo ser prorrogado, a critério da caixa, uma única vez, por igual período, contado a partir da data de homologação do resultado final, previsto para 15 de maio.

Nível superior
O salário para engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico é de R$ 8.041,00 para jornada de 8 horas diárias e 40 semanais. Para médico do trabalho é de R$ 4.021,00 para jornada é de 4 horas diárias e 20 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_ns de 24 de janeiro a 11 de fevereiro. A taxa é de R$ 74.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados no concurso público de 2012 para os cargos de engenheiro até o término de sua vigência, ou seja, 8 de julho de 2014, ou até o esgotamento do cadastro de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O candidato será submetido à investigação social e(ou) funcional, de caráter unicamente eliminatório, no decorrer de todo o concurso público, desde a inscrição até o ato de admissão.

O concurso terá aplicação de provas objetivas, provas discursivas, avaliação de títulos e exames médicos admissionais. As provas objetivas, a prova discursiva e a avaliação de
títulos serão realizadas nas 26 capitais das unidades da Federação e no Distrito Federal.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas no dia 23 de março, no turno da manhã. Os resultados finais estão previstos para 27 de junho.

(G1 Concursos e Empregos)

Concurso do Banco do Brasil registra 636,4 mil inscritos para 8.630 vagas

De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Cesgranrio, banca organizadora do novo concurso público do Banco do Brasil (BB), 636.386 candidatos se inscreveram no certame que abriu 8.710 vagas de cadastro reserva. A maioria das inscrições é para a microrregião 20, no Distrito Federal, com 52.006 inscritos e 1.000 vagas – concorrência média de 52 por chance -; seguida pela microrregião 35, em Belo Horizonte, com 29.084 participações e 400 vagas – concorrência de 72 inscritos por vaga.

O cargo em disputa é o de escriturário, com salário de R$ 2.043,36 em jornada de trabalho de 30 horas semanais. Do total de chances, 1.450 são para lotação no Distrito Federal – cinco por cento do total de chances a pessoas com deficiência.

O concurso terá prova objetiva e redação, em 9 de fevereiro (os locais de prova só estarão disponíveis para consulta a partir do dia 5 de fevereiro), perícias médicas e procedimentos admissionais. Além do Distrito Federal, os aprovados serão lotados nos estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Tocantins. O regime de contratação será por meio da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT).

Na prova objetiva, serão exigidos conhecimentos em língua portuguesa, atualidades do mercado financeiro, raciocínio lógico-matemático e conhecimentos específicos (cultura organizacional, técnica de vendas, atendimento, domínio produtivo da informática, conhecimentos bancários, cultura organizacional e conhecimentos de informática). A divulgação do resultado final está prevista para 29 de abril.

(O Estado de Minas)

7 motivos para você fazer o concurso da Caixa Econômica Federal

Concurseiros,
Informação é tudo para um concurseiro antenado. Estar de posse de detalhes sobre a carreira também é muito importante. Segue uma parte de artigo que contém 7 motivos para vocês estudarem para o concurso da Caixa.

1 – Concurso da Caixa oferece muitas vagas

Se você acompanha o mundo dos concurso a algum tempo, já deve ter notado que o concurso da Caixa oferece muitas oportunidades de nomeações em seus editais.

Para terem uma idéia do que estou falando, só no último concurso da caixa, realizado em 2012, , já foram convocados 14.855 (quatorze mil oitocentos e cinquenta e cinco) candidatos e desses 11.314 (onze mil trezentos e quatorze) já foram nomeados e estão trabalhando em todo o Brasil.

E para o próximo concurso, a caixa anunciou que  já está autorizada a contratar 9.873 (nome mil oitocentos e setenta e três) empregados, que seria dividido em dois anos: 4.850 (quatro mil oitocentos e cinquenta) no ano de 2014 e 5.023 (cinco mil e vinte e três) no ano de 2015.

2 – Plano de Saúde

Com o caos que está a saúde pública no país, ter um plano de saúde se tornou indispensável, principalmente para quem tem ou pretende ter uma família/filhos.

E a Caixa oferece também esse benefício aos seus funcionários, com um dos melhores planos de saúde da atualidade, o empregado tem a opção de aderir ao plano que desconta apenas 2% do salário por mês. Valor insignificante se você for analisar o valor de uma consulta com um médico particular.

3 – Previdência privada

Para quem quer seguir carreira e ter uma bela aposentadoria, uma boa pedida é se ingressar ao fundo de previdência privada da Caixa, FUNCEF. O fundo é fechado somente para funcionários da caixa, e o principal benefício em aderir ao fundo, é que a Caixa se compromete a pagar o mesmo valor que você contribuir, até 12% do salário do empregado.

Ou seja, se você contribuir com o teto, que seria 12% do seu salário, a caixa se compromete em depositar mais 12% do seu salário no fundo. Duplicando o valor da sua aposentaria no futuro!

4 – Participação nos lucros

Todo empregado da Caixa tem direito à participação nos lucros da empresa. O benefício é pago anualmente, em duas parcelas e o valor como o próprio nome sugere, vai depender do lucro que a empresa tiver. Mas só para ter uma base, nesse último ano, a participação nos lucros da Caixa deu algo próximo de R$7.000,00 para cara empregado.

5 – Remuneração

Muitos falam que concurso de banco paga mal. Pois eu digo que depende. Como tudo na vida é relativo, devemos primeiro analisar o cenário em que você se encontra e depois responder o que seria um bom salário ou um mal salário.

Atualmente, o salário de um Técnico Bancário da Caixa está algo em torno de R$1920,00. Soma-se ao salário também o auxílio alimentação e auxílio cesta alimentação, que juntos temos uma soma de mais R$840,00.

Se dividir-mos o valor da participação nos lucros da empresa por 12 meses, temos mais R$580,00 mensais para acrescentar ao montante do nosso salário.

Até agora já temos R$1920,00 + R$840,00 + R$580,00 = R$3.340,00. Mais de três mil reais mensais, se somarmos o salário base com os benefícios. Nada mal se pensarmos que isso é o salário inicial e que a jornada de trabalho é somente de 6 horas por dia, de segunda a sexta, não é mesmo?

E olha que nem calculei o valor de um bom plano de saúde e de uma boa previdência privada que os empregados da caixa têm direito.

6 – Melhores taxas para empréstimos

Essas melhores taxas para empregados da Caixa, se da por 2 motivos óbveis: o primeiro é porque você será um empregado público, e só por isso você já está na frente da maioria das pessoas ganhando uma facilidade muito maior para conseguir empréstimos em qualquer lugar, e não só na Caixa.

O outro motivo óbvio é que por você trabalhar na Caixa, a empresa tem taxas reduzidas para seus empregados, facilitando na hora de comprar sua casa própria, seu carro novo, etc.

7 – Concurso Federal

E por último, talvez para alguns esse seja o melhor dos motivos, é que o concurso da caixa é um concurso federal, e depois de algum tempo, você poderá pedir remoção para qualquer lugar do país, desde que no local pretendido haja vaga.

Com isso você pode ter a oportunidade de se mudar para qualquer lugar do Brasil e ter sua estabilidade financeira trabalhando na Caixa Econômica Federal.

Conclusão

Acredito que o concurso da Caixa é um bom concurso sim e que existam muitos outros bons motivos para trabalhar na empresa, como crescimento profissional, cargos comissionados, etc.

Mas analisando somente os motivos elencados nesse artigo, já conseguimos ter uma visão bem melhor do salário inicial de um empregado da caixa, que é bem superior ao mencionado no edital. A carga horária reduzida (6 horas por dia) também é um ponto interessante a se pensar, pois nos dá tempo de sobra para estudar para outros concursos e ter uma condição financeira estável.

Na minha humilde opinião, vale a pena sim investir nos estudos e passar no concurso da Caixa. Mesmo que use esse concurso como experiência, como um degrau para outros concursos com salários maiores.

Agora, analisando esses pontos, eu gostaria que você me respondesse: Vale a pena trabalhar estudar para passar no concurso da Caixa?

Via http://emaildoravel.wordpress.com/2013/09/14/7-motivos-para-estudar-para-o-proximo-concurso-da-caixa-economica/

Prefeitura de Fortaleza suspende concurso para profissionais na área de saúde

A Prefeitura de Fortaleza suspendeu edital para Seleção Pública por Tempo Determinado de Profissionais na Área da Saúde, “para a readequação de algumas regras”. Segundo a Prefeitura de Fortaleza, o” edital revisado será republicado, em breve, com a possibilidade da mudança no calendário de inscrição e de realização das provas”.

O Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos (Imparh) divulgou edital nesta semana. No total, são oferecidas 1.700 vagas, sendo 447 para nível superior e 1.253 vagas para nível médio, distribuídas em 24 cargos. Os salários variam de de R$ 715 a R$ 5.000, caso não haja mudanças.

No site do Imparh, é possível ver o edital.

Os cargos de Ensino Médio são técnico de enfermagem, auxiliar de enfermagem, motorista socorrista, motoqueiro socorrista, auxiliar de farmácia, auxiliar de saúde bucal, técnico de laboratório, técnico de radiologia, técnico de imobilizaçã e massoterapeuta.

Para ensino superior, as vagas são para enfermeiro, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, educador físico, terapeuta ocupacional, bioquímico, fonoaudiólogo, farmacêutico, médico psiquiátrico, médico clínico geral, médico traumatologista e médico socorrista.

As inscrições começaram sexta-feira (10) e seguem até 9 de fevereiro por meio do preenchimento do formulário eletrônico no site do Imparh. Após preenchido o formulário, o candidato deverá imprimir e pagar o boleto de inscrição no valor de R$60 para os candidatos de nível superior e de R$40 para os candidatos de nível médio.

A prova objetiva será aplicada em Fortaleza, com duração de três horas, no dia 16 de março, das 14h às 17h, para todos os candidatos. A seleção terá duas etapas para todas as especialidades. A primeira será uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Já na segunda etapa será realizada uma prova de título, com caráter apenas classificatório, para todas as especialidades, exceto aos candidatos às vagas de motorista e motoqueiro socorrista que passarão por uma prova de prática de direção.

(G1 Ceará)

Sete dicas para quem quer passar num concurso público em 2014

RIO – Com indícios de recuperação econômica do país, a arrecadação tributária deve aumentar em 2014, elevando a receita pública e a viabilidade para que os governos possam se reequipar realizando novos concursos. Assim, para especialistas em concurso, no próximo ano deverá haver a mesma quantidade de seleções de 2013 ou mais.

Os concursos que prometem aquecer o mercado no início de 2014, segundo Fernando Bentes, diretor acadêmico do site Questões de Concursos, são os do Ministério do Turismo, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Finep, TRT da 3ª Região, em Minas Gerais, Polícia Civil de São Paulo, UFF, Transpetro, Ministério Público do Rio de Janeiro, CADE e Caixa Econômica Federal (para localidades diferentes da seleção de 2012).

— Além destes, destaco as seleções para os Correios (10.000 vagas, sem edital publicado), o Banco do Brasil (8.630 vagas, com edital publicado e banca Cesgranrio), Polícia Federal (566 vagas, com edital publicado e banca Cespe) e IBGE (7.825 vagas, sem edital publicado, mas com a escolha da banca Cesgranrio), todos com exigência de ensino médio e salários bastante interessantes para este nível de formação se comparados à realidade do mercado privado.

Se você está decidido a garantir a sua vaga no setor público em 2014, confira as sete dicas de ouro para quem quer passar num concurso público:

1) Motivação: Quem vai prestar concurso precisa de motivação. É o que faz com que os candidatos “segurem a barra” quando tudo parece difícil e recomecem quando algo dá errado. E a motivação é pessoal: cada um sabe o que lhe dá ânimo para prosseguir. Algumas fontes de motivação são: família (ajudar pessoas queridas, casar com a pessoa amada), estabilidade profissional, dinheiro, tempo (quanto melhor você estudar e tiver resultados mais rápidos, mais tempo você terá para fazer outras coisas). A motivação deve ser trabalhada diariamente, diz o professor e juiz federal William Douglas. Segundo ele, todos os dias você deve se lembrar dos motivos que o estão fazendo estudar, ter planos, persistir.

— Você pode criar técnicas para se animar. Eu usava uma xerox do contracheque de um amigo que já tinha sido aprovado. Quando eu começava a querer parar de estudar antes da hora, olhava o contracheque que eu queria para mim e conseguia estudar por mais um tempo. Conheço gente que tem a foto de um carro, de uma casa, uma nota de US$ 100, a foto de onde quer passar as férias de seus sonhos. E tem gente com foto da esposa, do marido, dos filhos — conta o professor.

2) Disciplina: O primeiro passo para quem decide se preparar para um concurso é fazer o tradicional quadro de horários, colocando nele todas as tarefas a serem realizadas. Este procedimento, garantem especialistas, facilitará as coisas, porque ajuda o candidato a estabelecer suas prioridades. É recomendável que se separe tempo para dormir, fazer exercícios físicos e dar atenção à família ou namoro. Sem isso, o estresse será mera questão de tempo. E depois de escolher quantas horas você vai gastar com cada tarefa ou atividade, evite pensar em uma enquanto está realizando a outra.

— Quando o cérebro mandar “mensagens” sobre outras tarefas, é só lembrar que cada uma tem seu tempo definido. Isto aumentará a concentração no estudo e o prazer e relaxamento das horas de lazer — garante Douglas.

— Geralmente, os concurseiros têm uma disposição incrível no começo da jornada e se desestimulam no meio ou na reta final, por isso é essencial que se separe um tempo para o lazer. Não se pode ficar bitolado no inicio e perder o foco ao longo da jornada — alerta o professor Carlos Eduardo Lima, do curso Progressão Autêntico.

3) Preparação para a prova: A preparação deve se iniciar pelo edital dos concursos anteriores. Assim, o candidato terá um roteiro de estudo, com as disciplinas que serão cobradas e a pontuação que cada uma terá na correção, podendo enfatizar algumas matérias mais importantes.

— Assim, quando o edital do concurso sair, basta complementar seu estudo com alguma novidade e intensificar o ritmo de preparação — afirma Fernando Bentes, diretor acadêmico do site Questões de Concursos.

4) Aprenda a fazer fazendo: Especialistas são unânimes em afirmar que a melhor técnica é a da prática: aprenda a fazer fazendo. A experiência constitui um excelente trunfo na hora de um concurso. Para fazer provas, existem duas maneiras: simulados e provas reais.

— O ideal é que o candidato faça as duas, ou seja, que treine fazer provas e questões e que se inscreva em todos os concursos para a área que deseja. Mesmo que ainda esteja começando a se preparar e não espere passar, vá fazer as provas — recomenda William Douglas.

O especialista sugere ainda que, de vez em quando, o candidato faça treinos especiais, resolvendo questões por um tempo um pouco maior (por exemplo, uma hora a mais) do que o que terá disponível no dia da prova, o que serve para aumentar sua resistência. Outra dica boa é fazer os simulados filantrópicos, cada vez mais comuns nos cursos preparatórios.

5) Resumos e cores: Especialistas sugerem que, ao estudar, o candidato faça resumos, esquemas, gráficos, fluxogramas, anotações em árvore, mencionados no item abaixo.

— É comprovado que o aprendizado é maior com a prática da escrita, então abuse dos resumos e fichamentos para fixar o conteúdo — frisa o professor Carlos Eduardo Lima, do curso Progressão Autêntico.

William Douglas ressalta que o uso de mais de uma cor nas anotações é proveitosa, pois estimula mais a atenção e o lado direito do cérebro:

— Alguns alunos gostam de correlacionar cores com assuntos ou com referências. Por exemplo, o que está em vermelho são os assuntos mais “quentes” para cair, o que está em azul são exceções, princípios na cor verde, e assim por diante. Dessa forma, as cores também funcionam como uma espécie de ícone.

6) Amigos de alto astral: Esteja perto de pessoas positivas e com objetivos semelhantes, recomenda William Douglas:

— Evite muito contato com pessoas que não estejam trabalhando por seus sonhos, que vivam reclamando de tudo. O canarinho aprende a cantar, ouvindo outro canário. E canários juntos cantam melhor.

7) Na hora da prova: Simplicidade e objetividade são indispensáveis na prova, junto com o equilíbrio emocional e o controle do tempo. Para passar, lembre-se que você precisa responder àquilo que foi perguntado. Leia com atenção as orientações ao candidato e o enunciado de cada questão. Nas respostas, utilize linguagem técnica, alerta William Douglas. A linguagem de prova é formal, não se deixe levar pela coloquial. Fique atento à correção: tão ruim quanto uma letra ilegível é uma letra bonita, mas com erros de português. E seja humilde: não queira parecer mais inteligente que o examinador ou criticá-lo.

(O Globo)

Saiba o que cai na prova do Concurso da Caixa Econômica Federal

O Concurso da Caixa Econômica Federal é um dos mais concorridos de 2014! O cargo é o de Técnico Bancário e exige nível médio.

Está se preparando para a prova? A Nova te dá algumas dicas do que vai cair na prova da Caixa Econômica Federal para você sair na frente nos estudos.

edital do concurso ainda não foi lançado, portanto, uma das dicas é conferir os editais dos anos anteriores para se ter uma noção das matérias que cairão na prova.

Algumas já são esperadas como:

• Português: interpretação textual, gramática, concordância nominal e verbal, além de conjugação, acentuação, pontuação, regência e flexão verbal;

• Conhecimentos bancários: é imprescindível ter noções sobre o tema. Alguns assuntos abordados serão: estrutura do sistema financeiro, conselho monetário nacional e banco central;

• Estatuto da Caixa: atribuições da constituição e artigos relacionados à contratação de pessoal;

 História da Caixa: aparentemente é a disciplina menos complexa da prova, mas que precisa de atenção;

• Atualidades: estar antenado já é essencial para prestar qualquer concurso. Esteja atento ao que acontece no Brasil e no mundo, principalmente temas relacionados à economia e finanças;

• Matemática: além do raciocínio lógico, esta parte da prova irá testar conhecimentos com proporção, fração, razão, porcentagem e regra de três. Além disso, trará questões sobre matemática financeira;

• Ética: atente-se ao código de ética da Caixa. A leitura é simples e autoexplicativa;

• Legislação específica: requisitos como seguro-desemprego, benefícios, PIS, PIOS e abono salarial serão abordadas nesta matéria;

• Atendimento: conhecimentos sobre vendas, marketing e Direito do Consumidor.

Via http://www.novaconcursos.com.br

Caixa Econômica divulga abertura de 3 mil vagas para o Jovem Aprendiz 2014

A Caixa Econômica Federal divulgou em seu site oficial a abertura de cerca de 3Mil vagas para o Programa Jovem Aprendiz 2014. A Caixa divide seu programa de Aprendizagem em dois grupos: Adolescente Aprendiz e Jovem Aprendiz.

Adolescente Aprendiz
É necessário ter de 14 anos e meio a 16 anos incompletos, estar cursando, no mínimo, o 9º ano do Ensino Fundamental.

Jovem Aprendiz
O Programa de Aprendizagem da CAIXA atende a jovens entre 18 e 24 anos em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os jovens têm que estar regularmente matriculados na rede de ensino, cursando no mínimo o 1º ano do Ensino Médio. Os Jovens recebem capacitação teórica na Entidade Convenente e capacitação prática no desenvolvimento de suas atividades nas unidades da CAIXA.

Caixa Econômica divulga abertura de 3 mil vagas para o Jovem Aprendiz 2014

Como se inscrever no Programa Jovem Aprendiz da Caixa?
A Caixa Econômica não disponibiliza um Link único para cadastro em seu programa Jovem Aprendiz, Os interessados devem entrar em contato com as entidades selecionadas mais próxima de sua cidade ou estado, para efetuar a inscrição. No site Aprendizagem da da Caixa é possível verificar a lista de entidades conveniadas. Clique aqui e acesse o site da Caixa: http://www14.caixa.gov.br/portal/acaixa/home/trabalhe_caixa/aprendizagem/

Quando serei chamado para ser Jovem Aprendiz da Caixa?
A contratação do Adolescente ou Jovem Aprendiz será realizada, gradualmente, nas localidades onde houver vaga disponível e de acordo com as necessidades estratégicas da CAIXA. O contrato tem a duração de 24 meses e os adolescentes serão capacitados nas ocupações de contínuo (office-boy), auxiliar de escritório e escriturário. Os benefícios oferecidos são: remuneração de um salário mínimo nacional, vale-alimentação (R$ 5,00 por dia útil), vale-transporte (de acordo com a necessidade de deslocamento do Jovem Aprendiz), férias e 13º salário.

Via http://www.itaberabanoticias.com.br

 

Confira sete dicas para ser aprovado nos concursos do Banco do Brasil e Ministério do Trabalho

Ser aprovado em um concurso público é o sonho de milhares de brasileiros que dedicam tempo e esforço para manter uma dura rotina de preparação. No início deste ano, o BB (Banco do Brasil) e o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) abriram editais para contratar 9.080 funcionários. A maioria dos postos exige apenas a conclusão do ensino médio.

Dados do cursinho preparatório Federal Concursos mostram que o último edital do BB, organizado pela Fundação Carlos Chagas no ano passado, teve 263.218 candidatos inscritos. O edital deste ano deve atrair um número próximo a este. As provas e inscrições, que neste ano foram organizadas pela Fundação Cesgranrio, terminaram ontem (9). Detalhes podem ser acessados no site do Concursos do Brasil.

A última seleção do MTE com oportunidades para o cargo de agente administrativo aconteceu em 2008. O concurso registrou uma média próxima a 195,59 candidatos por vaga. Este ano a expectativa é de uma concorrência ainda maior, pois o certame deveria ter saído em 2013. Ontem oBanco de Concursos informou que a Cespe, que organiza a prova, adiou o início das inscrições de 13 para 15 de janeiro.

Patrícia Rizzo, coordenadora pedagógica do Federal Concursos, destaca que tanto as vagas do BB quanto as do MTE estão entre as melhores oportunidades oferecidas no início de 2014.

— A exigência de ensino médio facilita o ingresso de um número maior de brasileiros nestes concursos. Além disso, eles têm ótimos vencimentos (o cargo de escriturário terá salário de R$ 2.043), com gratificações semestrais e jornada de trabalho de 30 horas, explicou a especialista.

A especialista frisou que no Banco do Brasil também é oferecido o plano de carreira onde o funcionário poderá dobrar os salários. Já o concurso do MTE será muito disputado devido à remuneração de R$ 2.573 e o adiamento do edital no ano passado.

O advogado e autor de livros sobre carreira, Anis Kfouri, também identifica o aumento do interesse em oportunidades de trabalho no serviço público. Ele destaca, porém, que além de estudar, o candidato precisa pesquisar muito bem as atribuições que vai exercer para que o sonho de ser concursado não se torne um pesadelo.

— Muitas pessoas se enganam buscando cargos com salários mais altos que não tem relação com as atividades que elas gostam de fazer. O salário inicial, mesmo quando fixado acima das expectativas, geralmente se torna menos atraente com o passar do tempo, comentou o especialista.

Os candidatos que vão prestar o concurso do Banco do Brasil podem estudar usando a metodologia e o material oferecido pelo R7 Concursos.

Confira sete dicas para passar nestes dois concursos

Patricia Rizzo, coordenadora do Federal Concursos

1- Conheça a Banca Fundação Cesgranrio, que vai fazer a sua prova.
2- Faça as provas anteriores da mesma banca examinadora, assim você estará se condicionando para fazer a prova no dia marcado e conhecerá a tendência da banca que estará te avaliando;
3- Administre seu tempo e tempo de estudo, tenha um projeto de estudo;
4- Organize-se, defina suas prioridades, discipline o seu tempo, estabeleça metas e cumpra-as, ao executar uma coisa, pense apenas nela, execute com alegria, aproveite o dia.
5- Autodisciplina (domínio próprio) – é a capacidade de a pessoa se submeter a regras, opções e comportamentos escolhidos por ela mesma, mesmo diante de dificuldades, e para ajudar na autodisciplina, conscientize-se de que você é responsável pelo seu futuro.
6- Faça resumos das disciplinas, assim você também estará treinando para a redação e também se mantenha atualizado com jornais e revistas;
7- Os cursinhos preparatórios é um excelente aliado, pois contam com profissionais especializados para concurso público e várias dicas das matérias que cairão na prova, ou seja, o cursinho acaba resumindo várias etapas e faz o candidato ganhar tempo nos estudos.

Anis Kfouri, advogado, professor universitário e autor de livros sobre carreira

1 – As questões são formuladas de acordo com o conhecimento exigido para o cargo. Evite dedicar tempo de estudo para aprender conteúdos que superam o que será cobrado na prova.
2 – Pesquise os exames anteriores e faça simulados. Os candidatos tendem a começar sua preparação fazendo uma revisão do conteúdo que já sabem. Isso é um problema. Estudar matérias de áreas que o candidato tem maior dificuldade pode decidir sua aprovação.
3 –Escolha carreiras que têm uma relação mais próxima com as atividades que gosta de fazer. Concursos de cargos ligados ao gosto pessoal tendem a se tornar mais fáceis para os candidatos.
4 – Simule a prova cronometrando o tempo total do exame no relógio. Administrar o tempo é fundamental para passar em um concurso. Estabeleça metas indicando o número mínimo de questões que precisam ser respondidas a cada meia hora, por exemplo. Assim o candidato pode chegar treinado e evitar a pressa nos dias de prova do concurso.
5 – Comece pelas questões mais fáceis e dê preferência para perguntas maiores. Estudos mostram que quanto mais tempo a pessoa está fazendo um exame maior a sua dificuldade em manter a concentração.
6 – Cuidado com as pegadinhas. Os exames exigem, cada vez mais, que o candidato interprete as perguntas. A boa interpretação dos textos ajuda a encontrar as respostas.
7 – Evite o nervosismo durante a avaliação. Muitos candidatos ficam afoitos e nervosos com o tempo e o número de questões que têm que responder. Em uma prova de 100 perguntas cuja classificação depende do acerto de 70, por exemplo, é melhor deixar de fazer algumas questões e responder as que o candidato sabe com maior segurança.

(Via R7)

Câmara Municipal de Maracanaú abre concurso com 34 vagas

A Câmara Municipal de Maracanaú abriu concurso público com 34 vagas de níveis superior e médio.As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, até o dia 10 de fevereiro. 

Os cargos e as vagas para Nível Superior são: Advogado (2), Consultor Administrativo (1), Consultor Financeiro (1), Consultor Legislativo (1), Consultor de Recursos Humanos (1), todos com remuneração de R$ 1.500,00. Já para Nível Médio as vagas são para Agente Administrativo (28), com remuneração de R$ 800,00. 

A taxa de inscrição é de R$ 80,00 (nível médio) e de R$ 100,00 (nível superior). A empresa responsável pela realização do concurso é a GR Consultoria e Assessoria. O telefone para informações é (85) 3270.5700.

(O Povo Online)