archives

Assaltos e Violência

Esta categoria contém 1359 posts

Paciente é assassinado dentro do IJF

Área do IJF que a vítima foi baleada

Um homem entrou no Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, e atirou contra um dos pacientes da unidade. A vítima morreu logo após dar entrada na sala de ressuscitação. 

O autor dos disparos, Filipe Alexandre Aranha Araújo, 19, foi preso em flagrante e levado para o 34º DP. Em depoimento, ele afirmou que o motivo do crime teria sido vingança, já que a vítima teria assassinado seu padrasto. 

A vítima, Lucivando da Silva Lima, 34 anos, já respondia a crimes de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ele estava internado desde a última sexta-feira (11) devido a um acidente de trânsito.

(CNews)

Pesquisa da ONU reafirma Fortaleza como 7ª cidade mais violenta do mundo

FOTO MONTAGEM: TRIBUNA DO CEARÁ

Fortaleza entrou novamente no 7º lugar do ranking das cidades mais violentas do mundo e no 2º do Brasil. Desta vez, os dados são do “Estudo Global sobre Homicídios 2013”, pesquisa realizada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (Unodc) e divulgada ontem. A conclusão é baseada nos índices registrados no ano de 2012. O estudo denunciou o cenário de 72,81 homicídios por 100 mil habitantes na Capital. Paralelamente, o Ceará assistiu ao aumento de 32,4% na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, entre os anos de 2007 e 2011.

O estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) confirma o que apontou, em janeiro deste ano, o Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, Organização Não-Governamental (ONG) sediada no México. Segundo o relatório divulgado à época, Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo e a segunda do Brasil. O levantamento também considera a taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes. Onze das 30 cidades mais violentas do mundo são brasileiras, segundo a ONU.

O Brasil, portanto, é o país com o maior número de cidades compondo a lista, seguido pelo México, que tem seis cidades no ranking. A realidade do nordeste brasileiro é exposta pelo levantamento. São seis cidades da região que aparecem entre as 30 mais perigosas do mundo. Maceió (AL) vem antes de Fortaleza (ver quadro), sendo a 5ª mais violenta do mundo e a primeira no ranking nacional. Em terceiro lugar na lista do Brasil, aparece João Pessoa (PB), seguida de Natal (RN) e Salvador (BA). Em suma: as quatro cidades mais violentas do País também estão no Nordeste.

Especialista

O panorama apresentado pela ONU é concretizado pela percepção imediata no aumento dos níveis de criminalidade urbana em Fortaleza, segundo Geovani Jacó, coordenador do Laboratório de Estudos da Conflitualidade e da Violência

(Covio), da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

 

“Principalmente, pelas taxas de homicídios e latrocínios”, diz.

Para Jacó, a pesquisa é uma caricatura da capital cearense, onde há duas cidades convergentes. Uma que está na periferia, com déficit de segurança e de condições básicas, como saúde, educação e saneamento. Do outro lado, está uma classe média que tem acesso a todos estes itens e que está vendo a violência cruzar a fronteira da desigualdade. 

 

Saiba mais

 

As 30 cidades mais violentas do mundo, segundo a ONU

1 – San Pedro Sula (Honduras)

2 – Caracas (Venezuela)

3 – Acapulco (México)

4 – Cali (Colômbia)

5 – Maceió (Brasil)

6 – Distrito Central (Honduras)

7 – Fortaleza (Brasil)

8 – Cidade da Guatemala (Guatemala)

9 – João Pessoa (Brasil)

10 – Barquisimeto (Venezuela)

11 – Palmira (Colômbia)

12 – Natal (Brasil)

13 – Salvador (Brasil)

14 – Vitória (Brasil)

15 – São Luís(Brasil)

16 – Culiacán (México)

17 – Guayana (Venezuela)

18 – Torreón (México)]

19 – Kingston (Jamaica)

20 – Cidade do Cabo (África do Sul)

21 – Chihuahua (México)

22 – Victoria (México)

23 – Belém (Brasil)

24 – Detroit (Estados Unidos)

25 – Campina Grande (Brasil)

26 – Nova Orleans (Estados Unidos)

27 – San Salvador (El Salvador)

28 – Goiânia (Brasil)

29 – Cuiabá (Brasil)

30 – Nuevo Laredo (Brasil)

 

Pernambuco, que outrora passou por uma crise na segurança pública, é ressaltado como um estado que observou uma queda nos homicídios no ano em que a pesquisa foi realizada.


O POVO entrou em contato com a SSPDS, que informou, por meio da assessoria de imprensa, que não iria se pronunciar sobre a pesquisa.

(O Povo)

Bandidos explodem caixa eletrônico do Banco do Brasil em Itaiçaba

Um grupo formado por 15 homens invadiu a cidade de Itaiçaba e explodiu o caixa eletrônico do Banco do Brasil na madrugada desta terça-feira (25). De acordo com a Polícia, o bando fazia uso de explosivos e deixou a agência na Rua Coronel João Barbosa totalmente danificada. A ação aconteceu por volta das 0h40. 
 
Segundo populares, os homens estavam divididos em motos e em três carros, uma Hillux de cor preta, um Ford K vermelho e um Voyage de cor preta. Conforme o Comando de Policiamento do Interior (CPI), uma parte do grupo foi para a frente do unidade policial que só contava com a presença de 3 policiais e a outra para a agência.
 
Após a explosão, o grupo fugiu com uma quantia não identificada. Os policiais acionaram reforços das cidades vizinhas e continuam em diligências para identificar os suspeitos. 
 
Bando arrombou caixa eletrônico na Reitoria da UFC
 
No último domingo (23), um grupo de cerca de 6 homens rendeu um vigilante e arrombou um caixa eletrônico do banco Santander na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), no bairro Benfica. As câmeras do circuito interno de segurança tiveram as lentes pixadas e tapadas com folhas de papel. A quantia levada não foi revelada pela gerência da agência bancária. 
(Diário do Nordeste)

 

Brasil teve média de oito ataques a bancos por dia em 2013

Boa Viagem/CE – Ataque Banco do Brasil 02.09.13

O número de assaltos e tentativas de roubos em agências e postos bancários chegou a 2.944 ocorrências em todo o País — uma média de oito assaltos a agências por dia, segundo dados da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) divulgados nesta sexta-feira (21).  

6 ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancosaponta que entre os 27 Estados, São Paulo é o que apresentou o maior número de ocorrências (768), porque detém o maior número de estabelecimentos bancários. O aumento foi 56% em relação ao ano de 2012. Na segunda posição aparece Minas Gerais com 314 ataques e aumento de 4,32%. Em nove Estados houve recuo com ênfase para Mato Grosso (-76,22%) e um total de 44 casos.  

O número de arrombamentos foi 2.085, o equivalente a um aumento de 18,26%. A maior evolução das ocorrências foi na região Nordeste (43,54%), com destaque para os Estados do Piauí (235,29%), Rio Grande do Norte (203,45%) e Paraíba (141,67%).  

Mortes aumentaram 

A pesquisa indica aumento gradativo nos ataques que resultaram em mortes. Em 2011, ocorreram 49 mortes, número que passou para 57, em 2012, e 65 em 2013. A maioria das vítimas foi atacada e morta quando deixava as agências, crime chamado de saidinha de banco, um total de 49% dos casos (32 mortes). Em São Paulo ocorreram 17 mortes, no Rio de Janeiro (11), na Bahia (7); no Ceará (6), em Minas Gerais (6) e no Rio Grande do Sul (5).

Dirigente de associação de trabalhadores em segurança bancária, Ademir Wiederkehr observou que em cidades onde há leis que colocam as instituições financeiras como responsáveis por investimentos em segurança, houve uma baixa na criminalidade. Outro dirigente, José Boaventura Santos defende a ampliação da regra para dar maior proteção a funcionários e clientes.

A pesquisa foi feita em conjunto pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, Confederação Nacional dos Vigilantes e Federação dos Vigilantes do Paraná, com apoio do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.  

(R7)

Bandeiras e lençóis brancos unem população contra a violência em Fortaleza

REPRODUÇÃO INSTAGRAM LUCIANA OTOCH

Uma manifestação que convida a população de Fortaleza a colocar bandeiras e lençóis brancos nas janelas dos apartamentos e das casas vem ganhando força nas redes sociais. Além de pedir paz e segurança na Capital, o protesto, organizado pela página Fortaleza Apavorada, no Facebook, visa chamar a atenção do Brasil para a situação de insegurança na capital cearense. A ideia é aproveitar a repercussão da reportagem sobre a violência em Fortaleza que será exibida no Fantástico, da Rede Globo, do próximo domingo, 23.

O programa da Rede Globo apresentou, no último domingo, 16, reportagem acerca da cidade mais violenta do mundo, Honduras. Anunciou que no domingo irá abordar as três cidades mais violentas do Brasil, entre as quais, uma das sede da Copa do Mundo deste ano: Fortaleza.

Até as 17h20min desta sexta-feira, 21, a postagem com o convite no Facebook teve 3.354 compartilhamentos. No Facebook e no Instagram, usuários compartilham imagens de prédios que já ganharam panos brancos nas varandas. “Divulguem aos integrantes de suas listas de destinatários. Vamos nos mobilizar para mudar essa realidade”, diz ainda o convite.

VIOLÊNCIA
Manchete do jornal O POVO desta sexta-feira traz a ”insuportável escalada da violência” em Fortaleza. Traz o caso do estudante da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Mardônio Freire Júnior, 19, morto durante assalto no bairro Henrique Jorge, quando voltava para casa dirigindo seu carro, na noite da última quarta-feira, 19 . Ele havia saído para comprar uma passagem de ônibus para a cidade de Ibiapina, onde a família mora, quando foi abordado por dois adolescentes e um homem adulto. 

Outros dois latrocínios foram registrados em Fortaleza e Caucaia, na Região metropolitana, nesta semana. Na segunda-feira, 17, o delegado Lucas Craveiro, 33, foi assassinado a tiros, durante assalto, quando saía de uma lanchonete localizada na avenida Washington Soares. 

Na terça-feira, 18, um comerciante de 76 anos foi morto com um tiro no peito no bairro Taquara, em Caucaia.

Na manhã da última quinta-feira, 20, o Lar Torres de Melo, equipamento que presta assistência a idosos há mais de um século, foi assaltado por quatro homens. Os assaltantes renderam o vigilante e levaram o dinheiro da aposentadoria dos idosos. 

Redação O POVO Online

Violência é nacional, mas em Fortaleza virou absurdo, diz ACC

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (22):

O presidente da Associação Comercial do Ceará (ACC), João Porto Guimarães, está revoltado com a situação a que chegou a violência no Estado e, em especial, em Fortaleza. Reconhece que o problema é nacional, mas observa que a Capital vem registrando estatísticas absurdas e uma população sem sentir, pelo menos, a sensação de segurança.

João Porto reconhece também que houve investimentos, acentuando, no entanto, que falta ação enérgica para enfrentar tal quadro. João Porto chega a apelar ao governador Cid Gomes por mudança na cúpula do aparelho de Segurança Pública e Defesa Social.

Ceará é 4º estado em números mortes causadas por ataques a bancos

O Estado do Ceará é o 4º em ataques a agências e postos bancários resultados em morte, segundo Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos. O Estado teve seis mortes durante as ações criminosas no ano de 2013 e ficou atrás somente de São Paulo, com 17 mortes, Rio de Janeiro, com 11 e Bahia com sete.

A pesquisa aponta, ainda, que dentre as regiões de todo o país que cresceram em números de ocorrências de assaltos e tentativas de roubos em agências e postos bancários, a Região Nordeste foi a que registrou maior avanço, com 43,54%, com destaque para os estados do Piauí (235,29%), do Rio Grande do Norte (203,45%) e da Paraíba (141,67%).

Números crescem 16,36% em todo o país

A nível nacional, os números cresceram 16,36% em 2013, chegando a 2.944 ocorrências em todo o país. 2.085 foram casos de arrombamentos, que aumentaram 18,26%. A maioria das vítimas foi atacada e morta quando deixava as agências, crime chamado de saidinha de banco, um total de 49% dos casos (32 mortes). São Paulo é que o que apresentou o maior número de ocorrências (768), porque que detém o maior número de estabelecimentos bancários. O aumento foi 56% ante 2012. Na segunda posição  aparece Minas Gerais com 314 ataques e aumento de 4,32%. Em nove estados, houve recuo, com destaque para Mato Grosso (-76,22%) e um total de 44 casos.

11 casos de roubo a banco foram registrados no Ceará em 2014

Em janeiro, foram 6 casos, quatro deles nas agências do Bradesco de Tejeçuoca, Redenção, Senador Sá, Guaramiranga. As outras duas ações foram nas agências do Banco do Brasil dos municípios de Novo Oriente e Jardim.

Em fevereiro, quatro ataques foram contabilizados, dois nas agências do Bradesco de Altaneira e Aratuba, no Banco do Brasil em Alto Santo e Banco Santander em Pajuçara, Maracanaú. O último caso foi registrado há uma semana, no Banco Santander em Paramoti.

(Diário do Nordeste)

Assassinato de brasileira gera repulsa unânime na Espanha

O assassinato da brasileira Andina Pereira de Brito, de 35 anos, gerou repulsa unânime na cidade de Mungia, no País Basco, na Espanha, onde ela morava e foi achada morta.

Ela morreu nesta segunda-feira, supostamente estrangulada em casa pelo seu ex-namorado. Ele foi detido poucas horas depois e é o principal suspeito do crime.

De acordo com o irmão da vítima, Fábio de Brito, que mora em Redenção (PA), Andina e o homem estiveram juntos por dois anos, mas tinham terminado na semana passada e ele não aceitava o fato.

“Ele invadiu o apartamento e matou a minha irmã. Ela tinha marcas de mão no pescoço”, disse Fábio em entrevista por telefone à Agência Efe.

O homem, um espanhol de 35 anos, se negou a falar perante o juiz, que ordenou sua prisão provisória. O juiz solicitou a mudança do caso para um juizado especializado em violência de gênero, segundo fontes judiciais.

O ex-namorado tem antecedentes por maus tratos e denúncias por violência em um relacionamento anterior. Andina, no entanto, não tinha apresentado qualquer denúncias contra ele.

Segundo Fábio, a irmã mantinha contato constante com o Brasil, ligava para casa semanalmente e falava com os irmãos todos os dias por um aplicativo de mensagens por celular.

As amigas relatam que ela vivia com medo do ex-namorado, que a proibia falar com as pessoas e a vigiava. Algumas delas afirmaram que era possível ‘prever’ um final trágico.

Andina deixou dois filhos, uma menina de 11 anos, que encontrou o corpo da mãe; e um menino de 15 anos. Eles estavam na Espanha desde outubro de 2012. A família da mulher está tentando trazer as crianças, que estão em um abrigo, de volta ao Brasil. Na escola da menina, os colegas fizeram uma concentração silenciosa de cinco minutos no pátio.

A prefeitura de Mungia realizou nesta manhã uma reunião extraordinária, em que aprovou por unanimidade uma declaração de condenação, e cobriu com um pano lilás uma escultura com a letra “M” de Mungia, de grandes dimensões, localizada perto da Câmara Municipal.

Saiba Mais: efe

Deputado afirma que Ceará vivencia um verdadeiro genocídio

O vereador Gelson Ferraz (PRB) foi à tribuna nesta terça-feira, 18, para destacar que a violência em Fortaleza atinge todas as classes sociais. Segundo o parlamentar, mais de 700 pessoas foram assassinadas no Ceará entre janeiro e fevereiro de 2014, o que representa uma média de 12 pessoas mortas por dia. “Vivemos um genocídio no Ceará”, dispar.

Gelson explicou que o Governo do Estado investiu em segurança, contratou mais policiais, mas, mesmo assim, falhou no quesito segurança pública. “Foi o Governo que manteve o pior relacionamento com os policiais. Campeão em demissões de policiais por insubordinação, do tipo particular de reuniões ou simplesmente reivindicar melhorias para a corporação. Demissões políticas que mexeram com a dignidade e com a motivação da tropa. A soma disso tudo, senhoras e senhores, resulta neste caos em que vivemos. Tem sangue nas mãos do Governador Cid Gomes”, destacou.

Gelson salientou que outros estados, como Pernambuco, também enfrentam problemas com a violência e as drogas, mas que está sob controle, e afirmou que o número de homicídios em São Paulo é menor que no Ceará. O parlamentar apontou também que a maioria das pessoas mortas no Estado são pretas e pobres e que por isso não há repercussão na mídia, mas que quando acontece algo com a classe média, os jornais destacam o acontecimento.

Gelson Ferraz concluiu seu discurso destacando a vinda da Presidenta Dilma Rousseff ao Ceará e sugeriu que fosse feito um Decreto de Intervenção Federal na segurança pública do Ceará, nos termos do artigo 34, inciso III, da Constituição Federal, que estabelece intervenção por grave comprometimento da ordem pública. “Fica aqui o nosso registro, a nossa indignação e a nossa solidariedade para com as milhares de pessoas que perderam suas vidas pela falta de noção do Governo do Estado do Ceará.”

(Blog do Roberto Moreira)

 

Brasileira é encontrada morta na Espanha; ex-namorado é detido como suspeito

Brasileira Andina Pereira de Brito é encontrada morta na Espanha; ex-namorado é detido como suspeito – Reprodução/Facebook

A brasileira Andina Pereira de Brito, 35, foi encontrada morta em casa nesta segunda-feira (17) em seu apartamento na cidade de Mungia, no País Basco, na Espanha, e segundo investigações preliminares, teria sido assassinada, já que seu corpo apresentava sinais de estrangulamento e seu ex-namorado foi detido como suspeito.

De acordo com o irmão da vítima, Fábio de Brito, que mora em Redenção (PA), cidade natal de Andina, o corpo foi encontrado pela filha dela, de 11 anos. Em estado de choque, a criança entrou em contato com uma amiga da mãe, identificada apenas como Raquel, que chamou o serviço de emergência.

O principal suspeito é o ex-namorado de Andina. Os estiveram juntos por dois anos, mas tinham terminado na semana passada e o homem não aceitava o fato. Segundo Fábio, o ex-namorado está detido, e a prefeita de Mungia, Izaskun Uriagereka Legarreta, está ajudando e acompanhando diretamente as investigações. Ele não confirmou a nacionalidade do suspeito.

“Ele invadiu o apartamento e matou a minha irmã. Ela tinha marcas de mão no pescoço”, explicou Fábio em entrevista por telefone à Agência Efe.

Segundo fontes da polícia, o suspeito tinha antecedentes por maus tratos em um relacionamento anterior. Já a brasileira não tinha registrado qualquer denúncia contra ele.

Andina estava na Espanha há sete anos e trabalhava como garçonete. Ela se mudou a convite da amiga Raquel. Em outubro de 2012, ela levou o casal de filhos, de 11 e 15 anos, de outro relacionamento, para viver na Espanha.

A família, que mora em Redenção, soube do ocorrido a partir de um telefonema dado pela filha da amiga de Andina. Segundo Fábio, a irmã mantinha contato constante com o Brasil, ligava para casa toda semana e falava com os irmãos diariamente por um aplicativo de mensagens por celular.

Ele contou que a irmã não falava muito sobre seu relacionamento, e apenas mencionou o rompimento. Contudo, Fábio disse que ela costumava relatar estar feliz.

Ainda de acordo com Fábio, um de seus irmãos embarcará amanhã para a Espanha para acompanhar as investigações. Ele também tentará trazer para o Brasil os filhos de Andina, que estão em um abrigo e só podem sair do local acompanhados de um parente direto.

(Carolina Radu, via agência EFE)

Brasileira que morava em Paris é assassinada quando voltava do trabalho

Tocantinense morava há oito anos na Europa, segundo a família dela (Foto: Reprodução/Facebook)

Brasileira que morava em Paris é morta quando voltava do trabalho
Ela foi assassinada a facadas após sair de um supermercado da cidade.
A família é do TO e a vítima morava em Palmas antes de ir para a Europa.

Uma tocantinense foi assassinada a facadas em Paris (França), na noite da última quinta-feira (13), quando voltava para casa dela na rua Olivier-Métra após sair do trabalho, em um supermercado da cidade. Segundo parentes de Katiane Lopes Pires, de 28 anos, a mulher morava na Europa há oito anos com o marido, Gedeão Tadeu Sobrinho, de 34 anos, com quem teve dois filhos, um menino de sete e uma menina de cinco anos. Ele é o principal suspeito do crime e foi preso na sexta-feira (14), conforme as informações dos parentes de Katiane.

Ainda de acordo com a família, a mulher estava há três meses separada do marido porque ele a agredia. “Ela procurou a polícia lá . Eles tiveram uma audiência e perguntaram para a Katiane se ela queria que ele fosse preso. Ela disse que não porque pensava nos filhos. A única coisa que ela queria era que ele ficasse longe dela”, contou uma das primas da vítima, Larissa Nunes de Oliveira.

Katiane chegou a fazer uma postagem em uma rede social, em que dizia: “Já estava escrito. Eu e você não era para sempre. É estranho quando tudo que você pensava que era amor, na verdade era um fogo de palha que rendeu dois preciosos tesouros para gente. Na verdade foi o que fizemos de melhor.” Amigos e parentes lamentaram a morte da jovem na publicação.

A prima da vítima explica que Sobrinho não teria aceitado o fim do relacionamento e que fazia muitas ameaças a mulher. Por isso, agoraa família teme pelas crianças. “A nossa maior preocupação agora é com as crianças. Elas estão com uma irmã dele e não sabemos se as informações que ela nos passa são verdadeiras. Ela disse que ele está preso, mas questionamos se é verdade. Estamos apreensivos e tememos pelos filhos dela”, argumentou Larissa.

A família ainda reclama da falta de informações sobre o ocorrido. Conforme relatos dos parentes, apesar do apelo, o governo não está passando informações sobre o caso. Enquanto isso, a angústia da família só aumenta. “Queremos saber o que está acontecendo. Por quê não querem nos falar?”, questiona a prima de Katiane.

A irmã da vítima, Klebya Raylla Lopes Pires, disse outro problema enfrentado pela família é o translado do corpo da vítima. “Nós não temos condições de pagar as passagens para trazer ela. Calculamos que seja uns 7,8 mil euros “.

O G1 entrou em contato com o Itamaraty e a assessoria de imprensa do órgão confirmou a morte da brasileira, mas disse que o caso está em investigação e não dará mais detalhes. O Itamaraty também informou que ficou ciente do caso somente nesta segunda-feira (17) e que vai prestar assessoria jurídica para a família de Katiane, principalmente, na questões que envolvem a liberação do corpo.

Repercussão
Os jornais da França repercutiram o caso. Segundo o Le Parisien, informações preliminares contam que após discutir com a vítima, Gedeão Tadeu Sobrinho desferiu vários golpes de faca nas costas de Katiane e fugiu. A mulher teria morrido uma hora depois do ataque. Antes de morrer, ela teria contado para uma testemunha o nome do agressor, que foi preso pelos investigadores da polícia parisiense na tarde da última sexta-feira (14), em Saint-Ouen.

Fonte: Portal G1

Boeing da Varig desapareceu há 35 anos e jamais foi encontrado

FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Um avião Boeing decola de um aeroporto asiático, mantém contato com controladores de tráfego aéreo sem relatar problemas e desaparece. Essas são as semelhanças, até o momento, entre o caso da aeronave da Malaysian Airlines, que partiu da Malásia para a China com 239 pessoas, e uma história ocorrida há 35 anos.

Na noite de 30 de janeiro de 1979, o avião cargueiro Boeing 707 da brasileira Varig partiu do aeroporto de Narita, em Tóquio, rumo a Los Angeles. Fez contato com a base, na capital japonesa, 33 minutos após a decolagem, quando sobrevoava o Oceano Pacífico a 500 km do litoral, mas não realizou a comunicação prevista para meia hora depois.

Acionadas, forças japonesas e norte-americanas realizaram as buscas por meses, mas a aeronave jamais foi encontrada. Trata-se, provavelmente, do maior mistério da aviação brasileira.

O avião cargueiro voava com seis tripulantes: os pilotos Gilberto Araújo da Silva e Erni Peixoto, os oficiais Evans Braga e Antonio Brasileiro da Silva Neto e os engenheiros Nicola Esposito e José Severino de Gusmão Araújo.

Herói

Gilberto Araújo era detentor da Ordem do Mérito Aeronáutico e também fora condecorado na França pela manobra que realizou no subúrbio de Paris, em julho de 1973, quando pilotava outro Boeing 707. O avião se aproximava de seu destino, o aeroporto de Orly. Mas com a aeronave em chamas, o comandante realizou um pouso em uma plantação para evitar um desastre maior.

O fogo havia surgido em um banheiro e se espalhado pelo material plástico que revestia internamente o avião. Cento e vinte e três passageiros morreram asfixiados, entre eles o senador Filinto Miller e o cantor Agostinho dos Santos. Só 11 pessoas sobreviveram.

O piloto sofreu ferimentos na cabeça e na coluna, fraturou duas vértebras e o maxilar. Ficou internado por 17 dias em Paris. Só voltou a pilotar em janeiro de 1974.

Em 31 de janeiro de 1979, a manchete que o jornal Folha de S.Paulo estampava em sua capa reconhecia a fama de Araújo: “Piloto herói de Orly desaparece no Pacífico com Boeing da Varig”.

“Era um comandante muito experiente. Se não fosse ele [em Orly], poderia ter sido muito pior”, afirma o comandante aposentado Zoroastro Ferreira Lima Filho, 83, colega de Araújo nos tempos da Varig.

Obras de arte

Em 1º de fevereiro, a Folha informava que o avião que decolou de Tóquio transportava 53 quadros do artista nipo-brasileiro Manabu Mabe. Avaliadas à época em US$ 1,2 milhão, as obras haviam sido expostas no Japão.

Cada tela tinha um seguro de US$ 10 mil, valor considerado abaixo do mercado pelo artista. O Boeing transportava as pinturas para o Rio de Janeiro. Outra tripulação assumiria a aeronave em Los Angeles.

Além das obras de arte, o avião carregava material eletrônico, aparelhos elétricos, peças para navios, peças para computadores, máquinas de costura, entre outros objetos. A carga pesava 20 toneladas.

Incógnita

De acordo com a reportagem da Folha, uma das hipóteses aventadas era de que o Boeing havia explodido. O mesmo texto informava que a decolagem sofrera um atraso de quase duas horas porque o avião estava em manutenção.

No entanto, nenhum destroço do avião foi encontrado, o que impediu o avanço das investigações e deixou o caso sem conclusões. Mais de um ano depois, a Folha informava em 29 de fevereiro de 1980 que a Varig não tinha a “mínima ideia do que poderia ter ocorrido com o avião”.

“Nem a empresa nem as autoridades forneceram detalhes sobre seu desaparecimento, que depois das fracassadas buscas foi esquecido”, afirmava o jornal. A nota da Folha também informava que as famílias dos seis tripulantes desaparecidos haviam sido indenizadas.

“É uma incógnita [até hoje]. Ele vinha dando a posição certa e depois sumiu, apagou. Não deu mais notícia”, diz o comandante Zoroastro. “Ficamos muito chateados. E não se chegou a conclusão nenhuma”.

(Wellington Ramalhoso, Uol)

Saiba quem são os passageiros desaparecidos do avião da Malaysia Airlines

Jovens alunos da escola internacional de Hailiang, em Zhejiang, na China, acendem velas e rezam pelos passageiros do voo desaparecido da Malaysia Airlines. (Foto: AFP Photo)

Detalhes começam a surgir sobre alguns dos 227 passageiros e 12 tripulantes que voavam de Kuala Lumpur a Pequim.

A grande maioria – 153 pessoas – são cidadãos chineses, de acordo com a lista de passageiros publicada pela Malaysia Airlines.

Entre eles estava um grupo de 19 artistas proeminentes, que voltavam para casa depois de uma exibição na capital da Malásia.

Todos no grupo, liderado por Hou Bo, eram “muito famosos na China”, segundo organizador da exibição Daniel Liau.

Alguns eram grandes artistas de caligrafia do país, acrescentou.

Outros oito cidadãos chineses, bem como 12 malaios, eram empregados da multinacional americana de semicondutores Freescale.

“Nossos pensamentos e orações estão com aqueles afetados por este trágico acontecimento”, disse em um comunicado o presidente da empresa Gregg Lowesaid.

Sabe-se também que cinco crianças – com idades entre dois e quatro anos – estavam a bordo do avião: três chineses e dois americanos.

O terceiro americano foi identificado como Philip Wood – um funcionário da IBM de 51 anos do Texas.

“Eu sei que Philip está com Deus”, disse sua mãe Sandra Wood, segundo a imprensa americana. A pessoa mais velha na bordo tinha 79 anos.

O piloto que liderou a equipe de 12 membros era Zaharie Ahmad Shah, de 53 anos. Ele se juntou à companhia aérea em 1981 e tinha 18.365 horas de experiência de voo.

Os passageiros do voo MH370

153 chineses
38 malaios
7 indonésios
6 australianos
5 indianos
4 franceses
3 americanos
2 cada, da Nova Zelândia, Ucrânia e Canadá
Um da Rússia, Taiwan e Países Baixos
2 pessoas que teriam viajado com passaportes roubados da Itália e da Áustria

BBC

Linha Sul do metrô de Fortaleza é suspensa após incêndio

Um vagão do metrô de Fortaleza foi atingido por um incêndio de pequeno porte na manhã desta segunda-feira, 10, na Estação Rachel de Queiroz, em Maracanaú, 24,6 km de Fortaleza. A Operação Assistida da Linha Sul, que circula de 8h às 12h, foi suspensa. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os funcionários do local controlaram o fogo e ninguém ficou ferido. Segundo a assessoria do Metrofor, técnicos vão realizar perícia para detectar as causas do incêndio, que teve início no setor da frente do vagão. A linha Sul volta a circular normalmente na terça-feira, 11. 

Redação O POVO Online

Avião da Malaysia Airlines com 239 passageiros a bordo caiu no mar, afirma Vietnã

A Marinha do Vietnã afirmou neste sábado, dia 8 de março, que o avião da Malaysia Airlines, que estava desaparecida, caiu próximo ao litoral da ilha vietnamita de Tho Chu, localizada ao sul do país.

Através de um comunicado, o Alto Comando da Marinho vietnamita disse que o avião caiu nas águas do Golfo da Tailândia, entre Malásia e o Vietnã, a cerca de 300 quilômetros da ilha de Tho Chu, segundo o site “Tuoi Tre”.

A aeronave tinha 239 pessoas a bordo, sendo 227 passageiros, duas delas eram crianças, e 12 tripulantes. O Boeing 777-200 no voo  MH370 saiu de Kuala, na Malásia, às 13h40 do horário de Brasília, e deveria chegar à Pequim, na China, às 19h30 de Brasília. Segundo informações da empresa, o avião havia perdido o contato duas horas depois de decolar.

(Sidney Rezende)

Com 71 mortes, eis um Carnaval cearense para ser esquecido

Durante o período de Carnaval deste ano, 71 homicídios foram registrados no Ceará, segundo balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na tarde de ontem. As mortes foram registradas no intervalo entre as 18 horas de sexta-feira, 28, e as 6 horas de quarta-feira, 5. Numa comparação com o Carnaval do ano passado, houve aumento de 16,4% no número de ocorrências. Em 2013, foram 61 casos.

Entretanto, para o titular da SSPDS, Servilho Paiva, essa comparação é “injusta”. O secretário argumenta que não se pode comparar o Carnaval deste ano com o do ano passado, já que a festa ocorreu em datas diferentes. Em 2013, a festa foi realizada entre os dias 8 e 13 de fevereiro. Este ano, ocorreu entre 28 de fevereiro e 5 de março.

* Confira artigo do jornalista Tiago Braga, do O POVO, sobre esse cenário:

Diante dos dados apresentados aos jornalistas ontem, a impressão que fica é de que a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) procura, a todo custo, divulgar apenas o que é positivo. Faz sentido não se poder comparar a quantidade de homicídios ocorridos durante o Carnaval de 2014 com o de 2013, se o número de dias é o mesmo?

Na verdade, a comparação só não foi feita porque neste ano tivemos um crescimento no número de assassinatos. Ao invés de encarar a realidade e tentar entender o porquê desse aumento, a Secretaria preferiu comparar as mesmas datas (de 28 de fevereiro a 5 de março). Foi o jeito que encontraram de apresentar um resultado positivo.

Não tiveram nem o cuidado de apresentar o mesmo critério na hora de divulgar as ocorrências de assaltos. Como houve uma redução no número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), a Secretaria não viu problema nenhum em, nesse caso, comparar os Carnavais.

Era óbvio que o tiro ia sair pela culatra. Na coletiva de imprensa, os jornalistas questionaram os dados, causando desconforto ao secretário. No fim das contas, ficou uma imagem negativa da SSPDS.

Tiago Braga, editor-adjunto do Núcleo de Cotidiano – O Povo

Números revelam que 77 pessoas foram assassinadas no Ceará durante o carnaval

Entre a última sexta-feira, dia 28, e essa quarta-feira, dia 5, 77 pessoas foram assassinadas no Ceará.

Os dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social revelam uma média de 14 homicídios por dia. Nesta quinta-feira, uma coletiva do órgão vai divulgar os números finais do feriadão.

Somente em Fortaleza e na Região Metropolitana, 36 pessoas foram mortas. No interior do Estado, foram 34 homicídios contabilizados pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI).

Este foi o Carnaval mais violento dos últimos dez anos, segundo um balanço realizado pelo jornal O Povo. Em 2012 foram registrados 31 durante o mesmo período.

Via http://www.cearaagora.com.br/site/2014/03/numeros-revelam-que-77-pessoas-foram-assassinadas-no-ceara-durante-o-carnaval/

Quadrilha assalta agência bancária do Santander em Maracanaú

FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Quatro homens armados de pistola assaltaram uma agência do banco Santander, no distrito de Pajuçara, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A ação dos bandidos ocorreu na manhã desta sexta-feira, 28. Após o assalto, o grupo fugiu e levou vários malotes de dinheiro. De acordo com o capitão Cavalcante, do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), os assaltantes levaram em torno de R$ 180 mil a R$ 200 mil.

O grupo rendeu o vigilante quando ele estava a caminho da agência. Em seguida, eles esperaram o gerente, o renderam e entraram no banco.

Os homens armados ameaçaram o gerente para ele abrir o caixa forte. Alguns funcionários da agência também foram feitos de reféns. Segundo o capitão Cavalcante, a ação dos bandidos durou cerca de 30 min.

Antes de fugir, o quarteto avisou para ninguém ligar para Polícia sob a ameaça de que o local estava cercado por explosivos e, caso alguém ligasse, o banco iria explodir. De acordo com capitão, os policiais só foram avisados da ocorrência após 40 min da ação criminosa. Ele ainda informou que houve uma varredura no local e nenhuma bomba foi encontrada.

Além das pistolas usadas no assalto, os assaltantes estavam com uma submetralhadora. De acordo com informações passadas pelo vigilante aos policiais, ele foi rendido e entrou em um veículo de modelo Gol, de cor verde, onde avistou a arma.

Segundo o capitão, a Polícia está realizando buscas na região para encontrar os suspeitos. Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin) e do 14º BPM também trabalham no caso.

 

Balanço

Esta foi a 11ª ação contra banco registrada no Ceará em 2014. Os dados são do Sindicato dos Bancários do Ceará. No dia 26 de fevereiro, um grupo de assaltantes explodiu um caixa eletrônico do Banco do Brasil (BB), no município de Alto Santo.

No dia 14 de fevereiro, cerca de 12 homens armados explodiram o posto de atendimento do banco Bradesco de Aratuba e levaram o dinheiro de dois caixas eletrônicos.

No último dia 23 de janeiro, uma quadrilha de cinco homens atacou um posto de atendimento avançado do Bradesco, em Senador Sá. A detonação fez com que parte do teto do prédio desabasse e, após recolher o dinheiro do equipamento, os assaltantes fugiram.

Ataques em janeiro: Tejuçuoca (explosão), Senador Sá (explosão), Guaramiranga (explosão), Novo Oriente (assalto) e Redenção (assalto).

Ataques em fevereiro: Aratuba (explosão), Tabuleiro do Norte (tentativa de assalto), Altaneira (tentativa de assalto), Jardim (tentiva de explosão), Alto Santo (explosão) e Pajuçara (assalto).
 

Redação O POVO Online

 

Parte da barraca Crocobeach desaba na Praia do Futuro

Uma parte da barraca Crocobeach, na Praia do Futuro, desabou na manhã desta segunda-feira (24). De acordo com populares, uma pessoa ficou ferida e foi levada para um hospital pelos próprios funcionários da barraca.

A área que desabou é localizada próximo a entrada da barraca e está isolada por um pano branco. A Redação Web do Diário do Nordeste foi impedida de entrar na Crocobeach e nenhum funcionário estava autorizado a comentar o ocorrido. 

(Diário do Nordeste)

 

Lojas Americanas da Bezerra de Menezes é assaltada neste sábado

Dois homens assaltaram a loja Americanas, na manhã deste sábado (22), na avenida Bezerra de Menezes.

Segundo a Polícia, a dupla chegou meia hora antes do gerente abrir a loja e o rendeu.

Os homens fugiram no próprio veículo do gerente, com produtos eletrônicos e o cofre da loja.

Neste momento, a Polícia procura o veículo levado pelos assaltantes. A loja continua fechada.

Via Blog do Eliomar

Violência, nojo e dor. E as crianças colhendo telhas para o futuro

Comunidade Alto da Paz, em Fortaleza, é despejada pelo Batalhão de Choque

Por Nigéria Audiovisual

Cenas do despejo forçado na manhã do dia 20 de fevereiro de 2014 na comunidade Alto da Paz, no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza. Cerca de 376 famílias ocupavam o terreno desde setembro de 2012. Após uma série de negociações frustradas com a Prefeitura (proprietária do terreno), a ordem judicial de despejo foi cumprida com a presença de 150 homens do Batalhão de Choque.

Via http://racismoambiental.net.br/

A violência da “Copa das Remoções”, em Fortaleza, na denúncia pungente de Lucas Moreira Victor

Um velho. Um velho curvado puxando um colchão. Um velho curvado, uma toalha ao ombro, um pé de uma havaiana, um saco pequeno, contendo pequenas coisas para outros com certeza sem valor, mas preciosas para ele. Um velho curvado, carregando sua vida sob os olhos da polícia. Mas olhando em frente…

Foto: Lucas Moreira Victor

 Lucas Moreira Victor, sobre a foto abaixo:

Copa da remoção: Cenário triste aqui na comunidade do Alto da Paz que está sendo brutalmente removida, nenhum respeito aos direitos humanos e muita repressão com quem não tem onde morar. Moradores tentam salvar os pertences que conseguem, mas os tratores passam por cima de tudo, derrubando barracos e casas. Lembrando que o direito a moradia é constitucional. Um esquema foi montado pelo Batalhão de Choque, Guarda Municipal de Fortaleza, Bombeiros… a ação deixou muitos feridos, na foto essa senhora desmaiou depois de ser mordida por um cachorro do Batalhão de Choque.

Fortaleza - expulsão 2

 Angeline Carolino foi buscar em  Drummond a expressão de sua revolta:

“Quando os corpos passarem,
eu ficarei sozinho
desfiando a recordação
do sineiro, da viúva e do microscopista
que habitavam a barraca
e não foram encontrados
ao amanhecer

esse amanhecer
mais noite que a noite.”

Fortaleza - expulsão 3

E eu a acompanho, no mesmo Sentimento do Mundo, nestas fotos finais:

“Os camaradas não disseram
que havia uma guerra
e era necessário
trazer fogo e alimento.
Sinto-me disperso,
anterior a fronteiras,
humildemente vos peço
que me perdoeis”.

Fortaleza - expulsão 7

Fortaleza - expulsão 4

Mas retomo:

Um velho. Um velho curvado puxando um colchão. Um velho curvado, uma toalha ao ombro, um pé de uma havaiana, um saco pequeno, contendo pequenas coisas para outros com certeza sem valor, mas preciosas para ele.  Um velho curvado, carregando sua vida sob os olhos da polícia. Mas olhando em frente…

Via http://racismoambiental.net.br

No PI, suspeito é torturado, jogado em formigueiro e OAB leva caso ao MP

Criminoso foi amarrado e deixado em cima de formigueiro (Foto: Reprodução/Youtube)

O vídeo de um homem, com mãos e pés atados, sendo atirado a um formigueiro   postado no You Tube chamou a atenção da comissão de defesa dos direitos humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Piauí. A gravação, que teria acontecido em Teresina, mostra homens que estariam se vingando de um jovem suspeito de roubar uma casa na região. O presidente da comissão, Francisco Campelo, resolveu encaminhar, ainda nesta semana, a denúncia de tortura ao Ministério Público Estadual (MPE) e solicitar uma investigação.

O presidente da comissão de segurança pública da OAB-PI, Lúcio Tadeu, acompanhou com tristeza o episódio de tortura. “Eu entendo q isso é um crime. Além de benefício arbitrário, tem crime de tortura aí também. Eu acho que o presidente da comissão de direitos humanos, Francisco Campelo, tem que pedir a investigação mesmo porque, depois, esse tipo de coisa se volta contra a própria sociedade”, reforçou.

O homem aparece com o rosto inchado e gritando de dor, como mostra o vídeo gravado pelos autores da tortura, que seriam integrantes de um grupo de justiceiros que se intitula ‘Apoio policial’. O áudio sugere que mais pessoas do que as que aparecem no vídeo assistem à agressão. Os torturadores não se sensibilizam com a agonia do rapaz e ironizam: “Agora ‘tu’ lembra de Deus, é?”

O episódio lembra o que ocorreu no Rio de Janeiro no dia 31 de janeiro, quando um adolescente de 15 anos foi encontrado nu acorrentado pelo pescoço a um poste com uma tranca de bicicleta. Ele foi agredido a pauladas por um grupo encapuzado e, segundo moradores, fazia parte de uma quadrilha que praticava assaltos na Zona Sul.

Segundo o secretário de segurança pública do estado do Piauí, Robert Rios, o caso está sendo investigado pela Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí. Ele nega que haja qualquer grupo de justiceiros no estado. “Não tem grupo de justiceiro aqui no Piauí e ninguém nem sabe se isso é verdade. Quem está acompanhando esse caso é o delegado geral da Polícia Civil do Piauí, James Guerra. Eu não sei de nada, nem vi nada”, declarou.

Lúcio Tadeu chama atenção para a falta de investimentos na segurança pública. Para ele, isso pode explicar a sensação de insegurança da população e o maior registro de casos de vingança ou justiça com as próprias mãos nos últimos meses no Piauí. “Eu atribuo à sensação de insegurança por que o país passa e a sociedade sente. De Norte a Sul, o país reclama disso. E é cada vez menos investimento pra segurança. A segurança pública é o patinho feio. Enquanto não houver uma política de estado, permaneceremos no problema”, ressaltou.

(Marco Freitas, G1 PI)

Génesis Carmona: Miss morre após ser baleada na cabeça durante protesto na Venezuela

Conhecida por vencer o concurso de beleza Miss Turismo Carabobo 2013, Génesis Carmona, de 22 anos, morreu na Venezuela às 12 horas locais desta quarta-feira, um dia depois de ter submetida a uma operação após ter sido atingida por um disparo na cabeça durante protestos contra o presidente Nicolás Maduro na cidade de Valencia.

Reprodução/Twitter

Génesis Carmona foi levada de moto a hospital, mas não resistiu ao ferimento

A jovem, que se tornou a quinta vítima fatal das manifestações no país, foi levada de moto até o hospital Guerra Méndez, onde ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva, mas não resistiu ao ferimento. De acordo com os médicos, a bala, alojada na base da parte traseira do crânio, não pôde ser removida, pois o edema formado pelo trauma dificultou a intervenção.

Géneses, que atuava como modelo, era estudante de Ciências Sociais na Universidad Tecnológica del Centro (Unitec), em Guacara, a cerca de 160 Km de Caracas, capital do país. Dos nove jovens atingidos por disparos na terça, apenas ela corria risco de vida. Testemunhas afirmam que um grupo de motoqueiros abriu fogo contra os manifestantes e fugiu.

 

Desde a semana passada, opositores do governo de Maduro estão saindo às ruas para protestar. Na terça, dia de diversas manifestações simultâneas em todo o país contra e a favor do governo atual, o líder da oposição Leopoldo López se entregou à polícia.

López era buscado pelas autoridades sob um mandado de prisão decorrente da violência que atingiu um protesto há uma semana e enfrenta acusações que incluem de homicídio a vandalismo da propriedade pública. Maduro acusa López de liderar uma conspiração “fascista” para depô-lo.

Os partidários de López disseram que os três mortos dos protestos do dia 12 foram atingidos por disparos das forças pró-governo. Na segunda-feira (17), uma quarta vítima, um menino de 17 anos, foi morto quando um veículo não identificado acelerou contra um grupo de estudantes no Estado de Sucre.

Centenas de estudantes passaram a semana passada nas ruas de Caracas alternando protestos pacíficos durante o dia e batalhas campais com a polícia durante a noite, em um tumulto alimentado por problemas que vão desde o crime crescente a uma inflação de 56% e à escassez de produtos básicos.

Diante da escalada de tensão, o presidente venezuelano acusou países como EUA, Colômbia e Chile de interferência nos assuntos internos venezuelanos e de apoio à oposição.

*Com AP e Ansa

Homofobia no Brasil: um LGBT morto a cada 28 horas em 2013

Estudo publicado esta semana pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) aponta que 312 gays, lésbicas, transexuais e travestis foram mortos no país em 2013. O Relatório de Assassinatos de Homossexuais em 2013 apresentou aumento de 7,7% na comparação com o ano anterior. No total, 186 homossexuais (59%), 108 travestis e transexuais (35%), 14 lésbicas (4%) e dois bissexuais (1%), além de dois heterossexuais (1%) foram mortos, dando uma média de um assassinato a cada 28 horas. Também foram incluídos pela primeira vez no estudo, realizado há 30 anos, 10 suicídios cometidos por bullying e homofobia.

O estado de Pernambuco figura o campeão de assassinatos de LGBTs, com 34 mortes, seguido por São Paulo, com 29 mortes. Os locais mais seguros para os LGBTs seriam o Acre, sem registro de morte de LGBT há 3 anos, e Espírito Santo, cujas 2 ocorrências representam 0,52 mortes para cada milhão de habitantes; o Pará com 0,63, São Paulo com 0,66, Rio Grande do Sul com 1,16, Minas Gerais com 1,21 e Rio de Janeiro com 1,22 mortes para cada milhão de habitantes.

Segundo o relatório, LGBTs entre 20 a 40 anos (55%) são os mais assassinados, embora 7% dos homossexuais tinham menos de 18 anos, sendo o mais jovem uma travesti de apenas 13 anos morta em Macaíbas, Rio Grande do Norte. 100 dos assassinatos foram praticados com arma branca (faca, punhal, canivete, foice, machado, tesoura), 93 com armas de fogo, 44 espancamentos (paulada, pedrada, marretada), 31 por asfixia e 4 foram queimados.

Os requintes de crueldade encontradas nestas mortes monitoradas por meio de relatos da imprensa incluem excesso de tiros, afogamentos, atropelamentos, enforcamentos, degolamentos, empalhamentos, violência sexual e tortura. 

Para antropólogo Luiz Mott, fundador do GGB, “99% destes homocídios contra LGBTs têm como agravante seja a homofobia individual, quando o assassino tem mal resolvida sua própria sexualidade e quer lavar com o sangue seu desejo reprimido; seja a homofobia cultural, que pratica bullying e expulsa as travestis para as margens da sociedade onde a violência é endêmica; seja a homofobia institucional, quando o Governo não garante a segurança dos espaços frequentados pela comunidade LGBT ou como fez a presidente Dilma, ao vetar o kit anti-homofobia, que deveria ter capacitado mais de 6 milhões de jovens no respeito aos direitos humanos dos homossexuais”.

Na região Sul, o Paraná teve 15 mortes, Rio grande do Sul 13 e Santa Catarina registrou oito assassinatos de LGBTs. O Sul concentrou 34% dos crimes no país, ficando sendo menos seguro do que o Centro Oeste e a região Norte. O Nordeste mais uma vez foi a região onde mais se assassinou LGBTs no país. Curitiba ficou entre as 6 capitais onde mais se matam homossexuais no país, com 9 crimes no ano passado.

(Revista Lado A)

A Segurança Pública no Ceará está desnuda

FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Em artigo enviado ao Blog, o secretário-geral do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol/CE), inspetor Mario Marques, sugere mais inteligência policial como forma de compensar o reduzido número de policiais no Ceará. Confira:

Há décadas, os sucessivos governos do Estado do Ceará apostam estrategicamente apenas na Polícia Administrativa (Polícia Militar) que, diga-se de passagem, tem seu grau de importância no cenário Segurança Pública. Entretanto, quando se Desestabiliza o tripé Polícia Militar, Polícia Civil (aqui, incluo a Perícia Forense, pois também são policiais civis) e os Bombeiros Militares todo o planejamento fica a desejar.

Em um Estado com quase nove milhões de habitantes e uma distância geográfica entre cidades que pode chegar a quase 800 km (Camocim a Penaforte) não dá para se prestar um elementar trabalho de Polícia Judiciária com um efetivo estimado em 2500 policiais civis! Criar “forças especiais” na Polícia Militar para combater, nesse imenso interior cearense, essas ações criminosas a bancos é, no mínimo, Desespero!

Sabemos que o combate efetivo a esse tipo de ilícito penal é centrado em inteligência policial. O embate de forças do Estado versus organizações criminosas só deve acontecer na minoria dos casos, quando não se tem eficiência nas atividades de inteligência policial. Uma das principais tarefas da investigação criminal é justamente “cortar o mal pela raiz”.

Em um Estado no qual as grandes metrópoles interioranas (como Juazeiro do Norte e Sobral) não possuem, elementarmente, uma Delegacia Especializada em Roubos e Furtos ou uma Delegacia de Narcóticos é dedutivo que os “crimes de maior complexidade” prevaleçam cotidianamente. É fato que isso é uma herança deixada pelos gestores estaduais que passaram pelas terras alencarinas.

O projeto na área de Segurança Pública que o Governo do Ceará instituir, originou-se no Estado de Pernambuco (chama-se Pacto Pela Vida). Poderia ser uma excelente aposta estratégica, se não tivéssemos contra nós um dado estatístico negativo: Em Pernambuco, o contingente das forças de segurança é de, aproximadamente, 30.000 homens e mulheres policiais. Aqui, no Estado do Ceará, não passamos dos 19.000.

Ceará e Pernambuco têm uma população semelhante. Então, pergunto aos senhores e senhoras que preenchem o seu estimado tempo lendo esse meu artigo: Como fazer acontecer?! Se os gestores públicos persistirem entendendo que a prioridade deverá ser sempre uma força policial em detrimento das outras, bem como gastos vultosos com aparatos tecnológicos esquecendo quase que completamente dos homens e mulheres operários da lei, o Estado do Ceará permanecerá, tristemente, ocupando essa desonrosa situação de, segundo o Anuário Nacional de Segurança Pública 2013, estar figurando entre os cinco Estados brasileiros com mais crimes contra a vida (homicídio, latrocínios, lesão corporal seguida de morte) em valores absolutos.

Mario Marques, secretário-geral do Sinpol/CE

‘Smith Show’: Cantor sertanejo morre após receber descarga elétrica

O corpo do cantor sertanejo Valdemir Resplandes Freires, 31 anos, conhecido como ‘Smith Show’, está sendo velado, nesta segunda-feira (10), na casa da mãe dele, no setor Itatiaia, em Araguaína, no norte do Tocantins. O músico recebeu uma descarga elétrica durante um show, neste domingo (9), em um bar da cidade. O horário do enterro ainda não foi definido.

De acordo com o baterista Saulo Santana, que acompanhava o músico, o show recém tinha iniciado quando eles detectaram que a máquina de fumaça não estava soltando o produto. Valdemir foi verificar o problema, quando levou o choque. Segundo o amigo, ele estava segurando o fio terra em uma das mãos na hora do acidente.

“Estava na bateria quando escutei ele dizer: ‘Meu Deus’. Olhei e ele já estava no chão”, conta Saulo, acrescentando que quando viu o amigo caído, tirou a máquina de fumaça da tomada. “Depois meu irmão foi e desligou o cabo [energia] geral.”

Cantor segurava um fio terra quando recebeu uma descarga elétrica durante um show (Foto: Reprodução/Facebook)Cantor segurava um fio terra quando recebeu uma
descarga elétrica durante um show
(Foto: Reprodução/Facebook)

Valdemir chegou a ser socorrido pelo Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda de acordo com Saulo, o bar estava cheio. “Todo domingo tocamos lá”. Segundo informações da banda, seis microfones, quatro instrumentos, um computador e quatro caixas de som estavam ligados em uma única tomada.

A perícia ainda não foi feita, mas segundo o Corpo de Bombeiros, o estabelecimento está irregular e deve ser interditado. O bar não teria solicitado o projeto contra incêndio exigido pelo órgão. Uma vistoria deve ser feita ainda nesta segunda-feira. Valdemir era casado e deixa uma filha. O músico era natural de Augustinópolis (TO).

(G1 Tocantins)

Ceará registrou média de 14 assassinatos por dia no último fim de semana

Subiu para 14 a média de homicídios por dia registrados no Cearáneste último fim de semana, de sexta-feira, 7, até domingo, 9. Foram 42 assassinatos registrados em todo o Estado, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), número superior ao fim de semana anterior, em que 32 pessoas foram mortas.

Em Fortaleza, o dia mais violento deste fim de semanfoi domingo, 9, em que sete pessoas foram assassinadas nos bairros Couto Fernandes, av. Pontes Vieira, Jardim das Oliveiras (duplo homicídio), Edson Queiroz, Granja Lisboa e Farias Brito. No sábado, 8, o boletim registrou dois homicídios na capital, nos bairros Edson Queiroz e Conjunto Palmeiras. Sexta-feira, 7, foram cinco assassinatos em Fortaleza, no Jangurussu, Barra do Ceará, Jardim das Oliveiras, Bela Vista e Panamericano.

No domingo, 9, mais uma pessoa foi morra na região metropolitana de Fortaleza, no município de Pacatuba, 32 km da capital cearense. Segundo a SSPDS, a vítima foi uma adolescente de 16 anos, que teria sido atingida por um disparo de arma de fogo efetuado pelo primo de 18 anos, quando ambos brincavam com a arma. 

Quatro pessoas foram mortas na região metropolitana de Fortaleza neste sábado, 8, em Maranguape, Pacajus, Caucaia (na Jurema) e Macaranaú. Sexta-feira, 7, duas pessoas morreram a bala, também nos municípios de Maracanaú e Caucaia (na praia do Icaraí).

Interior
O Comando de Policiamento do Interior (CPI) registrou, durante todo o fim de semana, 21 homicídios no interior do Ceará. Desses, dez foram registrados na sexta-feira, 7, e três no sábado, 8. No domingo, 9, os oito crimes foram registrados nos municípios de Marco, Nova Russas, Tianguá, Crateús, Beberibe, Jaguaribe, Quixeré e Campos Sales.

Redação O POVO Online

Traficantes impedem circulação de ônibus na comunidade do Dendê, em Fortaleza

Parte dos moradores da comunidade do Dendê, no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza está sem ônibus. Os motoristas de duas linhas deixaram de circular pela comunidade temendo a ameaça de traficantes de drogas. Os coletivos, segundo moradores do local, os ônibus circulam até a Rua Cidade Ecológica, sem concluir o percurso. Quem utiliza as paradas seguintes à rua segue a pé até esta última via para conseguir o transporte.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará(Sintro), Domingos Filho, disse que em conversa com alguns motoristas, informou o caso começou por causa de uma confusão entre um motorista de um ônibus e um motociclista.

“Quinta-feira nós tivemos uma reunião no local e ficamos sabendo que houve uma discussão entre um motorista de ônibus e um motociclista. Motociclista foi tomar satisfação e teve confusão. Desde então os motoristas dos ônibus estão proibidos de ir até o fim da linha”, explicou Domingos Filho.

(G1 Ceará)

Heitor Ferrer : Cid investiu “menos do que quatro Hilux” contra drogas no Ceará

O deputado Heitor Férrer (PDT) usou a primeira sessão plenária da Assembleia Legislativa em 2014 para criticar o governo pela verba gasta com a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas em 2013: R$ 722,9 mil. “Menos do que quatro Hilux em todo o ano”, reclamou Heitor. Deputados governistas reagiram afirmando que a política contra drogas não se resume à coordenadoria, sendo desenvolvida por diferentes secretarias, como as de Educação e Saúde.

Como mostrou O POVO na última sexta, do total da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2014, que prevê despesas de R$ 21,3 bilhões para todas as áreas do Estado, apenas R$ 1,3 milhão foi reservado para o Programa de Enfrentamento às Drogas, rubrica que reúne ações de várias secretarias.

O governador Cid Gomes (Pros) criou a pasta de Políticas sobre Drogas no fim de 2012, para a qual nomeou Socorro França, ex-procuradora-geral do Estado.

Segundo Heitor, Cid, mesmo sabendo que grande parte dos crimes de homicídio tem relação com drogas, não deu prioridade ao assunto. “Tanto é que no penúltimo ano resolveu criar um setor no Estado, colocou a doutora Socorro França para dirigir, mas reservou apenas 0,1% do orçamento para tratar de uma área extremamente importante e difícil”, disse Heitor.

Segundo o líder do governo, José Sarto (Pros), Heitor se engana ao considerar os números. “O deputado fez uma avaliação completamente ou equivocada ou tendenciosa. Ele analisou que o que o governo gasta no combate às drogas é o que está na rubrica da coordenadoria especial”, disse Sarto.

(Bruno Pontes, O Povo)

 

Bandidos roubam R$ 500 mil de agência do Banco do Brasil no RJ

Três criminosos roubaram aproximadamente R$ 500 mil de uma agência do Banco do Brasil situada em Vila Valqueire, zona norte do Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira (4).  Antes de efetuar o crime, eles renderam os seguranças.

De acordo com informações da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), testemunhas estão sendo ouvidas e as imagens do circuito interno foram solicitadas para ajudar nas investigações.

Procurado, o serviço reservado do 9º BPM (Rocha Miranda) informou que a área onde ocorreu o roubo é considerada calma. No entanto, é patrulhada 24h com ajuda de motos e viaturas.

Pelo fato do Banco do Brasil ser uma instituição federal não está desconsiderada a hipótese de o caso ser encaminhado à Polícia Federal.

(O Dia)

Policial militar do Ceará é expulso da corporação por distribuir livro contra o militarismo

Darlan Menezes Abrantes, de 39 anos, foi expulso da Polícia Militar por ter distribuído um livro de sua autoria, “Militarismo: Um sistema arcaico de segurança pública”, onde relata os pontos negativos da militarização da polícia, com depoimentos de outros policiais. Além da expulsão, a Polícia pressionou o autor a identificar os policiais que deram depoimento ao livro.

Em 13 anos de serviço à Polícia Militar Darlan sempre teve um comportamento exemplar. O ex-policial é formado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), estudou Teologia pelo Seminário Batista e é pastor de uma Igreja Batista.

Conforme publicação na página 106 do Diário Oficial do Estado do Ceará de 17 de janeiro de 2014, a Polícia Militar instalou inquérito que culminou na instauração da ação penal pela prática de crime tipificado do art. 166 do Código Penal Militar (CPM).

(Publicar o militar ou assemelhado, sem licença, ato ou documento oficial, ou criticar publicamente ato de seu superior ou assunto atinente à disciplina militar, ou a qualquer resolução do Governo: Pena – detenção, de dois meses a um ano, se o fato não constitui crime mais grave).

A expulsão foi baseada no artigo 24 da lei 13.407/03. Além disso, a PM afirma que Darlan invadiu a Academia e desrespeitou os oficiais. O policial distribuiu os livros nas portas da Universidade Federal do Ceará (UFC), Uece e da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp-CE). Porém, segundo Darlan, a distribuição dos livros foi feita do lado de fora da Aesp, e não dentro, conforme defendido pela Polícia.

“O que aconteceu foi que os policiais que recebiam os livros entraram na Academia com os exemplares e mostravam aos colegas”, explica o autor. Durante a investigação, o presidente do Conselho de Disciplina da PM, Ricardo Catarina, deu parecer favorável apenas à punição de Darlan. Mas quando a investigação chegou à Controladoria, resultou na expulsão.

Darlan entrou para a PM em 1995, mas pouco tempo depois desistiu da atuação. Na época, já ouvia policiais comentando sobre a necessidade de desmilitarizar a Polícia. Após cursar Filosofia, o ex-policial fez um concurso para voltar à corporação. Apesar de já conhecer como funciona o sistema, Darlan retornou à Polícia por questões financeiras.

Livro

O objetivo do livro, segundo o autor, é abrir a mente dos soldados acerca do sistema que existe dentro da Polícia Militar. Segundo ele, trata-se de um sistema covarde que trata a sociedade como inimigo. Na primeira edição do livro, Darlan não teve nenhum problema. Mas na segunda, gerou repercussão a ponto de sua expulsão da corporação.

“Como pode uma polícia anti-democrática fazer a segurança de um país democrático?Quando eu trabalhava na polícia, sentia como se estivesse viajando no tempo. Era como se eu voltasse para Idade Média, onde os oficiais eram os Senhores Feudais e os soldados eram os escravos”, comenta.

Darlan utiliza, em seu livro, uma frase do escritor Rui Barbosa que resume bem o conteúdo da obra: “Militarismo é para o exército assim como o fanatismo é para a religião.” No último capítulo, o autor utilizou vários versículos bíblicos e conta uma parábola sobre as três polícias, que na verdade são uma analogia ao policiamento do Brasil, Inglaterra e Estados Unidos.

Segundo a advogada da Associação de Profissionais da Segurança (ASP) e defensora de Darlan Menezes, Quércia Andrade, o caso que está no Conselho de Disciplina em fase final pode ter uma reversão da decisão, fazendo com que Darlan volte a atuar na Polícia Militar.

“Nós acreditamos verdadeiramente que haverá a reversão da decisão. O recurso já foi apresentado e aguarda avaliação do Conselho. Ele (Darlan) tem um comportamento exemplar dentro da Polícia e isso pode favorecê-lo”, explica a advogada. Além do processo administrativo, Darlan responderá a um processo judicial, e será ouvido em maio.

De acordo com o relações públicas da Polícia Militar do Ceará, Coronel Albano, a polícia acatou uma decisão expedida pela Controladoria ao expulsar Darlan Menezes. Com relação a uma possível desmilitarização da Polícia, o coronel informou que esse é um projeto em nível de Congresso Nacional e que não há um posicionamento da instituição.

Fonte: Tribuna do Ceará ( via \ Limoeiro Plantão Policial )

O cinema chora: adeus a Eduardo Coutinho e Philip Seymour Hoffman

O último domingo, 2 de fevereiro, foi um dia triste para o cinema. No Rio de Janeiro, o cineasta brasileiro Eduardo Coutinho foi assassinado em seu próprio apartamento.

Em Nova York, Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto com uma agulha espetada em seu braço. Duas perdas brutais e quase simultâneas para a sétima arte.

Coutinho, documentarista polêmico e cultuado, aos 80 anos, mas ainda na ativa. E Seymour Hoffman, um ator que, mesmo em pequenos papéis, sempre roubava a cena, além de se tornar multipremiado ao encarnar o escritor Truman Capote em sua cinebiografia, Capote (2005). Em sua última parceria com o diretor Paul Thomas Anderson, estrelou O Mestre (2012) – um dos melhores de 2013.

(Tribuna do Ceará)

Fortaleza atinge média de 9 homicídios por dia

O primeiro mês de 2014 foi marcado pela violência na Grande Fortaleza. Entre os dias 1º e 31 de janeiro, nada menos que 282 homicídios foram registrados na Grande Fortaleza (181 na Capital e 101 na Região Metropolitana), média de nove assassinatos por dia. O índice representou um aumento de dez por cento em comparação a igual período de 2013 (quando foram registrados 253 homicídios na RMF).

Os dados numéricos foram obtidos através de levantamentos estatísticos feitos pela Editoria de Polícia com base nos registros oficiais dos órgãos vinculados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), entre eles, as coordenadorias integradas de Operações de Segurança (Ciops) e de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Registros

Das seis Áreas Integradas de Segurança (AIS) fixadas em Fortaleza, a de número dois (AIS) foi a que apresentou maiores taxas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), conforme a nova metodologia implantada pela SSPDS na contagem dos delitos com óbitos (homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) no Estado.</MC>
A AIS 2, que abrange 19 bairros (Antônio Bezerra, Autran Nunes, Dom Lustosa, Padre Andrade, Pici, Bonsucesso, Henrique Jorge, João XXIII, Jóquei Clube, Parque São José, Vila Peri, Conjunto Ceará (I e II), Genibaú, Granja Lisboa, Bom jardim, Canindezinho, Granja Lisboa e Siqueira), registrou, nada menos, que 50 assassinatos.

Em seguida, vem a AIS-4, que abrange 26 bairros da Capital (Cajazeiras, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Luciano Cavalcante, Guararapes, Jardim das Oliveiras, Parque Iracema, Parque Manibura, Salinas, Aerolândia, Aeroporto, Alto da Balança, Dias Macedo, Ancuri, Barroso, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Coaçu, Curió, Guajeru, Lagoa Redonda, Messejana, Paupina, São Bento e Boa Vista), onde ocorreram 46 casos de homicídios e latrocínios.

A AIS que apresentou menor taxa de CVLI no primeiro mês do ano foi a de número três (AIS-3), de responsabilidade do 8º BPM e do 2º DP (Meireles), que contabilizou somente 22 casos de homicídios nos seguintes bairros, Aldeota, Meireles, Mucuripe, Varjota, Cais do Porto, Cidade 2000, Cocó, De Lourdes, Manuel Dias Branco, Papicu, Praia do Futuro (I e II), Vicente Pinzón, Dionísio Torres, Fátima, Joaquim Távora, José Bonifácio, Parreão, São João do Tauape, Edson Queiroz, José de Alencar, Sapiranga-Coité e Sabiaguaba.
As outras Áreas Integradas de Segurança apresentaram os seguintes índices de assassinatos, AIS-1 (28 homicídios), AIS-5 (35 crimes).

Cinturão

Já a AIS-06, responsável pelo ‘Cinturão Vermelho’ da orla marítima de Fortaleza, da Barra do Ceará ao Caça e Pesca, não apresentou nenhum caso de homicídio ou latrocínio (roubo seguido de morte). A região é de responsabilidade da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) e do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur).
Desde o último dia 14, a Deprotur passou a funcionar em regime de plantão 24 horas.

Já na região Metropolitana de Fortaleza, onde estão instaladas três Áreas Integradas de Segurança (AIS-7, AIS-8 e AIS-9), foram contabilizados pela Reportagem, 101 assassinatos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A que apresentou mais taxa de crimes violentos foi a AIS-8, que abrange cinco municípios metropolitanos (Maracanaú, Maranguape, Pacatuba, Guaiúba e Itaitinga. Em um mês, ocorreram naquela região da RMF 40 assassinatos.

Na AIS-9, responsável pela segurança de sete Municípios (Eusébio, Aquiraz, Pindoretama, Cascavel, Horizonte, Pacajus e Chorozinho), foram 38 homicídios. Na AIS-7, que cobra os Municípios de Caucaia e São Gonçalo do Amarante, foram 23 casos.

No bairro que até então era considerado o mais violento de Fortaleza, a Barra do Ceará, o número de homicídios vem caindo, graças às constantes operações que vêm sendo realizadas pela 3ª Companhia do 5º BPM (Cristo Redentor) juntamente com a delegacia Seccional da área, o 34º DP (Centro).

Campeão

Em contrapartida, o Barroso aparece como um dos mais violentos de Fortaleza. No mês de janeiro, pelo menos, 13 pessoas foram assassinadas ali, com destaque para uma chacina que aconteceu logo no segundo dia do ano, quando quatro homens, identificados como Igor Alves Gomes, Francisco Leandro de Oliveira Soares, Leandro Ribeiro Lima e Francisco de Oliveira Soares, foram executados no Condomínio Residencial Novo Barroso ou ‘Babilônia’.

Em janeiro foram registrados sete duplos homicídios. Um deles foi o primeiro caso de assassinato de 2014 na Capital, exatamente aos 47 minutos do dia 1º, quando duas jovens, Nataly Silva Lima e Francisca Regilene da Silva Sá foram executadas, a tiros, na Rua C, na Vila Velha.

(Diário do Nordeste)

Colisão envolvendo carro do Governo do Estado deixa 3 mortos e 4 feridos em Irauçuba

Na manhã desta segunda-feira, uma colisão frontal envolvendo um Fia Uno e um Ford Fiesta, do Governo do Estado, no quilômetro 159 da BR-222, deixou três mortos e quatro feridos. De acordo com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), um dos carros envolvidos no acidente pertencia ao órgão.

O acidente aconteceu aproximadamente às 8h30, no distrito de Costa, localizado no município deIrauçuba. Faleceram  Francisco Moacir de Oliveira Filho, motorista da STDS, e Márcia Chagas Valentim Teles, gerente operacional da ATN/Telecentro.

Ficaram feridos os colaboradores Luciana Alves dos Santos, da STDS, Francisco Jackson Rodrigues Félix, do Instituto Brasileiro de Admnistração para o Desenvolvimento (Ibrad), eMaria Lilian dos Santos, do  Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro-CE).

(Diário do Nordeste)

 

“Menor do Grotão”: Chefe do tráfico do Rio é preso no Ceará

Luiz Ricardo Vitorino da Silva, o Menor do Grotão, ao ser preso Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio capturou, na quarta-feira, no Ceará, um dos bandidos responsáveis por um crime bárbaro, ocorrido em 2008. Luiz Ricardo Vitorino da Silva, o “Menor do Grotão”, foi preso no município de Nova Russas por agentes da 6ª DP (Cidade Nova). Vitorino é um dos criminosos que, segundo a polícia, participou da execução de três jovens do Morro da Providência, num caso que chocou o país: Wellington Gonzaga Ferreira, 19 anos, David Wilson da Silva, 24, e Marcos Paulo Campos, 17, foram capturados por onze militares do Exército e entregues a traficantes do morro, como “castigo” por terem, supostamente, desrespeitado uma patrulha.

Menor do Grotão chegou a comanda o tráfico no Morro do Querosene, no Estádio, e tinha em seus métodos cruéis uma forma de afirmação de sua autoridade entre os bandidos e os moradores. Entre seus métodos, segundo a polícia, está o costume de usa machados para mutilar as vítimas.

A prisão do traficante se tornou prioridade para a polícia depois de ter chefiado uma guerra que deixou dezenas de mortos ao longo da última década. Bandidos de facções rivais disputavam o controle da venda de drogas no Complexo de São Carlos, na região central do Rio.

(Leslie Leitão, Veja Online)

 

Filho de ex-governador atropela e mata policial civil em São Paulo

Cláudio Goldman

O filho do ex-governador Alberto Goldman, Cláudio Goldman, atropelou e matou um policial civil no fim da tarde de segunda-feira (27) na zona oeste de São Paulo, de acordo com informações da TV Globo. Ele será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Goldman seguia pela avenida Francisco Morato, no sentido bairro, quando tentou fazer uma conversão proibida à esquerda no cruzamento com a avenida Gioia Martins e atingiu André Silva de Carvalho, de 33 anos, que estava de moto. Ele foi arremessado contra um muro e morreu no local. O motorista compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) central e foi liberado. Nem Goldman, nem seus advogados falaram com a impresa.

O corpo do policial será enterrado no cemitério Vale dos Reis, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

(Último Segundo/IG)

Faixas espalhadas em Fortaleza destacam violência e cobram Cid Gomes

Turistas e fortalezenses que passaram na manhã desta segunda-feira, 27, pelo calçadão da Beira Mar e BR 116 foram surpreendidos com faixas questionando a segurança na capital. Nas faixas havia a frase: “Seja bem vindo! Você está na 7ª cidade mais violenta do mundo. Polícia Militar-CE”.

Embora as mensagens tenham a assinatura da Polícia Militar do Ceará, segundo o Major Andrade, que responde pela Polícia Militar, as faixas não tem qualquer relação com a instituição. “A PM não assume a autoria dessas faixas, trata-se de alguém anônimo usando o nome da corporação indevidamente”, completa.

Também nesta segunda-feira, uma outra faixa foi exibida na passarela provisória do shopping Iguatemi, na avenida Washington Soares. Esta não se referia a violência, mas fazia uma cobrança direta ao governador Cid Gomes: “Governador, cumpra seu acordo que também cumpriremos o nosso. Polícia Militar-CE”.

Fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente retiraram as faixas no final da manhã.

(Ceará Agora)

Identificados os quatro mortos em queda de passarela na Linha Amarela, no Rio

Corpo de uma vítima é coberto no local do acidente na Linha Amarela. Ao fundo, é possível ver que a estrutura se partiu na seção em que era sustentada sobre a pista (Foto: Erbs Jr./Frame/Folhapress)

RIO – Todos os quatro mortos na queda de uma passarela de pedestres na Linha Amarela, na zona norte do Rio, foram identificados pelo Corpo de Bombeiros. O acidente ocorreu às 9h15 desta terça-feira, 28, depois que um caminhão basculante colidiu contra a estrutura.

Adriano Pontes de Oliveira, de 26 anos, caminhava pela passarela no momento do acidente. Ele acabou caindo dentro do rio que separa as duas pistas da via expressa. Morador da favela do Rato, que fica próxima ao local do acidente, Luis Felipe Silva de Lima, de 20 anos, estava em casa dormindo quando ouviu um estrondo e saiu correndo para tentar resgatar a vítima do rio.

 

“Vi o rapaz tentando sobreviver. Desci no rio para tentar salvá-lo, mas como não tenho conhecimento de primeiros socorros, não consegui”. Os bombeiros demoraram cerca de 30 minutos para chegar, segundo ele.

 

Moradores de comunidades às margens da Linha Amarela dizem que esta não foi a primeira vez que um caminhão bate na passarela. Mas a estrutura nunca havia caído. A passarela chegou a ser arrastada por cerca de 50 metros pelo caminhão, que trafegava com a caçamba levantada, segundo testemunhas.

 

Celia Maria, de 64 anos, também estava andando pela passarela. Ela mora numa comunidade próxima. Segundo Lima, a mulher morreu ao cair na pista.

 

Renato Pereira Soares Júnior estava dirigindo o Palio prata que foi completamente esmagado pela estrutura.

 

O quarto morto foi identificado como Alexandre de Almeida. Ainda não há confirmação oficial de que ele seja o motorista do táxi, também atingido pela passarela.

 

Feridos. O Corpo de Bombeiros confirmou que cinco pessoas feridas no acidente foram levadas a hospitais. O motorista do caminhão que se chocou contra a passarela foi identificado como Luis Fernando da Costa, de 30 anos. Ele está no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Ele está lúcido e passa bem.

 

Já Luis Carlos Guimarães, de 70 anos, estava no banco de trás do Palio prata que foi completamente amassado pela passarela. Sofreu traumatismo craniano e está em estado grave. No começo da tarde ele era operado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.

 

Jairo Zenaide, de 44 anos, sofreu traumatismo craniano e fratura na coluna. Está passando por cirurgia no Hospital Federal de Bonsucesso.

 

As outras duas feridas são mulheres ainda não identificadas. Uma foi levada de helicóptero ao Hospital Estadual Alberto Torres, no município de São Gonçalo, na Região Metropolitana. A outra está no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio. Ainda não há informação sobre o estado de saúde das duas.

(MSN Notícias)

Acidente na Linha Amarela: Caminhão derruba passarela e mata quatro pessoas no Rio

Estrutura de metal caiu sobre as duas vias e atingiu pelo menos dois carros e uma moto

Um caminhão colidiu com uma passarela na Linha Amarela, no Rio de Janeiro, na altura do Bairro Pilares, na Zona Norte da cidade, por volta das 9h15 desta terça-feira. Com a batida, a estrutura de metal caiu sobre carros nos dois sentidos da via e uma pessoa que usava a passarela caiu no córrego que fica entre as pistas. Pelo menos quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas. O acidente provocou um longo congestionamento em toda a região. 

O caminhão estava fora do horário permitido de circulação e estava com a caçamba levantada. O veículo tem adesivos da prefeitura do Rio de Janeiro, que informou que a empresa não presta serviços para o município, mas que é credenciada para prestar serviços privados de recolhimento de entulho. A assessoria da prefeitura informou que está investigando porque a empresa colocou adesivos com a logomarca do governo municipal.

Os primeiros socorros foram feitos pelas pessoas que passavam pelo local. O Corpo de Bombeiros contou com um helicóptero para resgatar as vítimas. Duas pessoas que passavam pela passarela no momento do acidente morreram, as outras duas vítimas foram soterradas pela estrutura. O motorista do caminhão escapou sem ferimentos graves.

O Corpo de Bombeiros confirmou que cinco pessoas feridas na queda de uma passarela na Linha Amarela foram levadas a hospitais. O motorista do caminhão que se chocou contra a passarela foi identificado como Luis Fernando da Costa, de 30 anos. Ele está no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra, zona oeste do Rio. Está lúcido e passa bem.

Luis Carlos Guimarães, de 70 anos, estava no banco de trás do Palio prata e sofreu traumatismo craniano e está em estado grave. Jairo Zenaide, de 44 anos, sofreu traumatismo craniano e fratura na coluna.

As outras duas feridas são mulheres ainda não identificadas. Uma foi levada de helicóptero ao Hospital Estadual Alberto Torres, no município de São Gonçalo, na Região Metropolitana. A outra está no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

(Estado de Minas)

Bandidos assaltam agência bancária do Banco do Brasil de Novo Oriente

Uma agência bancária de Novo Oriente, distante 397 km de Fortaleza, foi assaltada na tarde desta segunda-feira, 27. Três homens armados com máscaras de palhaço invadiram o Banco do Brasil do município e levaram uma quantia em dinheiro, que não foi divulgada.

De acordo com a Delegacia Municipal de Novo Oriente, a Polícia Civil e a Polícia Militar do município, de Crateús, Independência e Quiterianópolis estão em perseguição aos suspeitos. Segundo testemunhas, três reféns foram levados pelos assaltantes, porém um já foi liberado. A vítima não quis conversar com a reportagem do O POVO. 

Ainda de acordo com as testemunhas, houve troca de tiros durante a ação do trio armado, mas ninguém ficou ferido.

(O Povo Online)

Estado e Prefeitura ausentes na periferia de Fortaleza

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (27):

Há zonas de Fortaleza onde a violência é indizível e Estado e Prefeitura fazem pouco para mudar o cenário. No São Miguel, na área da Messejana, traficantes de droga dão as cartas por lá há mais de 15 anos. Tempo suficiente para se ver resultado quando investe, eficiente, em política social e de segurança.

A Travessa Vila Nova é um dos retratos dessa realidade. Nas derradeiras semanas de dezembro, o terror foi tocado por lá. Gente de bem, que quis continuar viva, teve de sair às pressas da casa onde morava. Com a execução do traficante Jailson, no dia 24, o grupo rival passou a ameaçar quem morava ali. Tiros, intimidações e invasões. Pelo menos quatro famílias botaram as coisas em cima de um caminhão e “escaparam” com o apoio da PM. Inacreditável o cotidiano de quem mora no São Miguel.

Jaílson, com a ausência do poder público, era o “governador”, o “prefeito”, o “vereador” e o “deputado” da área. Agora, quem manda são outros traficantes.

Os assaltos na residência oficial do governador Cid Gomes

Da coluna Mino Pedrosa, no Jornal de Brasília desta segunda-feira (27):

O governador Cid Gomes mantém sob o mais absoluto sigilo o assalto de que foi vítima no final do ano na Residência Oficial onde mora.

Há 9 anos, o sítio onde Cid residia tinha sido assaltado e de lá haviam levado dólares e reais em furto denunciado à polícia. Na época, Cid era prefeito de Sobral (CE), acionou a polícia e a repercussão foi negativa.

Agora, na segunda vez que levam dinheiro em espécie de sua casa, foi mais cuidadoso. Manteve a polícia distante e demitiu a empregada doméstica que o servia. Ela é acusada de ter furtado R$ 400 mil, U$ 190 mil dólares e E$ 50 mil.

Toda essa dinheirama estava no quarto do governador e foi levada aos poucos. Essa mesma empregada ainda teria desviado recursos do cartão de crédito que abastecia a cozinha da Residência Oficial em desvios que superariam mais R$ 150 mil.

A doméstica disse para um policial que trabalha na segurança do governador, que não foi ela quem pegou o dinheiro e que foi demitida injustamente.

O governador nega o fato.

Acidente com ônibus, carreta e trator deixa 14 mortos em Inhambupe, na Bahia

Um acidente envolvendo uma carreta, um trator e um ônibus deixou 14 pessoas mortas na manhã desta segunda-feira (27), na BR-110, na região do município de Inhambupe, localizado a 167 quilômetros de Salvador

Segundo a Policia Roviária Federal (PRF), o ônibus da empresa Gontijo que vinha de São Paulo com destino a Paulo Afonso, na Bahia, bateu de frente com o trator, que caiu de uma carreta. “Vinha uma carreta com um trator e, numa curva, o trator se desprendeu e caiu na pista. Aí o ônibus, que vinha no sentido contrário, bateu de frente com o trator”, relata o policial rodoviário federal Valdir Cordeiro.

Três ambulãncias do Samu foram deslocadas para o local (Foto: Carlos Alberto/ site Aragão Notícias)

De acordo com o delegado da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/ Alagoinhas), Jobson Lucas Marques, o motorista da carreta fugiu do local do acidente. “Ele não foi encontrado mais no local. Nosso foco no momento é dar atenção às vítimas que  ainda estão presas nas ferragens”, disse o delegado.

Em contato com o G1, a empresa Gontijo informou que cerca de 30 passageiros estavam no veículo no momento do acidente. Representantes da Gontijo foram para o local a fim de dar suporte às vítimas. A empresa afirma que não irá divulgar os nomes dos passageiros em razão de um contrato de confidencialidade com os clientes.

A polícia não soube informar se todas as vítimas estavam no ônibus. Os feridos estão sendo encaminhados para o Hospital Dantas Bião e o Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA).

O Hospital Dantas Bião informou por volta das 10h30 desta segunda-feira que 17 vítimas do acidente estão internadas na unidade de saúde, sendo que algumas delas em estado grave e outras no centro cirúrgico. Três ambulâncias do Samu estão fazendo o deslocamento dos feridos para os hospitais.

Trânsito
Por conta do acidente, o tráfego de veículos é lento na BR-110, nos dois sentidos. Segundo a PRF, os veículos ainda não foram retirados da via, o que dificulta a passagem dos carros.

(G1 Bahia)

Ampola com o sangue de João Paulo II é roubada de igreja na Itália

JOÃO PAULO II

Uma ampola que continha o sangue do PapaJoão Paulo II e era mantida na igreja de San Pietro della Ienca, em L’Aquila, na região italiana de Abruzzi, foi roubada junto com um crucifixo durante a noite de domingo (26), informaram fontes policiais nesta segunda-feira (27).

Cerca de 50 policiais estão participando da operação em busca do relicário e controlam toda a região do pequeno santuário.

A igreja fica perto da montanha de Gran Sasso, na cordilheira dos Apeninos, região muito querida por João Paulo II, que a visitou várias vezes nos primeiros anos de seu pontificado para meditar, passear e até esquiar.

O presidente da associação cultural San Pietro della Ienca explicou aos veículos de imprensa italianos a importância da relíquia, já que só existem três ampolas com o sangue do Papa polonês.

Os investigadores não descartam a possibilidade de o roubo ter acontecido para algum rito satânico.

Em agosto de 2012, três ladrões a bordo de um trem roubaram uma mochila de um padre que continha um relicário em forma de livro, onde estava a ampola de sangue de João Paulo II. A mochila com a ampola foi encontrada poucas horas depois, perto da estação de ferrovia de Marina di Cerveteri, no litoral de Roma.

(G1 Mundo)

Quadrilha explode agência do Bradesco em Guaramiranga

Um grupo de cerca de 12 homens explodiu, na madrugada deste sábado (25), um caixa eletrônico do banco Bradesco de Guaramiranga, a 100 km de Fortaleza. Essa foi a 4ª ação deste tipo registrada este ano no Interior do Estado.

De acordo com a Polícia Militar de Pacoti, por volta das 1h30 o grupo se aproximou e instalou os explosivos próximo ao caixa eletrônico, ameaçando quem passasse por perto com armas de grosso calibre. Poucos minutos depois os explosivos foram estourados e o malote de dinheiro levado.

Um dos veículos usados pela quadrilha foi abandonado e incendiado próximo ao local do crime.

Equipes do Grupo de Ações Taticas Especiais (Gate) e do Comando Tático Motorizado (Cotam) da Polícia Militar estão à procura dos criminosos nas cidade próximas. A gerência do banco não informou a quantia levada pelos bandidos.

(Diário do Nordeste)

A vida na casa dos mortos: como é uma prisão do Maranhão por dentro

Publicado originalmente na BBC Brasil. 

Na cela feminina, uma mulher está presa há dois anos e quatro meses à espera de julgamento. A poucos metros dali, um doente que diz ter hanseníase vive amontoado com outros 18 detentos numa cela onde deveria haver até nove. Nos compartimentos vizinhos, homens detidos há quase um ano ainda não foram sequer ouvidos pela Justiça.

Os casos, presenciados pela BBC Brasil numa prisão de Açailândia (a 600 km de São Luís), mostram que longe dos holofotes voltados à crise no complexo penitenciário de Pedrinhas, na capital maranhense, presos do interior do Estado também enfrentam superlotação, insalubridade e a lentidão da Justiça.

Segundo organizações que monitoram as prisões maranhenses, a falta de vagas em presídios no interior do Estado é uma das causas para a crise em Pedrinhas, onde 62 detentos foram assassinados desde 2013.

Elas afirmam que transferências de presos do interior para a penitenciária da capital acirraram rixas entre facções criminosas, motivando grande parte das mortes.

Já o governo maranhense diz investir para ampliar o número de vagas e reformar os presídios no interior.

Carcaças de veículos

A BBC Brasil visitou o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Açailândia no último sábado. Embora se destine a presos provisórios, a unidade – uma delegacia reformada para virar presídio – também abriga internos definitivos. Naquele dia, 120 presos ocupavam uma área projetada para abrigar 70.

Apesar da superlotação, parte da área externa do presídio serve de depósito a cerca de 30 veículos apreendidos pela polícia. Expostos a sol e chuva há vários anos, alguns automóveis viraram carcaças.

Atrás da recepção e da gaiola onde os detentos tomam banho de sol duas vezes por semana, corredores ligam as nove celas. Escuros e abafados, dão a impressão de que se está numa masmorra medieval.

Para driblar a falta de espaço nas celas, presos se penduram em redes, enquanto os demais – quase todos sem camisa, por causa do calor – se encolhem no chão.

Pequenas frestas nas paredes impedem a entrada de luz natural e a circulação do ar. Há forte cheiro de mofo, cigarro e suor.

A visita agita os detentos, que abrem espaço junto às grades para que os colegas que aguardam julgamento há mais tempo exponham seus casos.

Na única cela feminina do presídio, separada das demais por um portão de ferro, Elisângela Santana de Lima, de 32 anos, está presa há dois anos e cinco meses sem jamais ter sido condenada.

Acusada de homicídio, crime que ela nega, Lima diz não ter ideia de quando seu caso será levado a júri. “Tenho uma filha pequena lá fora, nunca mais vou recuperar os anos que passei longe dela.”

Na cela vizinha, misturado a outros 18 presos, Samuel Alves de Souza mostra feridas no braço. O preso diz que tem hanseníase e que interrompeu o tratamento após ser preso, no fim de 2013.

Antes chamada de lepra, a doença é contagiosa e pode provocar graves deformidades no corpo.

A BBC Brasil enviou fotos das feridas a um dermatologista do Hospital das Clínicas de São Paulo. Ele diz que, embora sejam necessários exames para confirmar o diagnóstico, sinais na mão do preso indicam que ele pode mesmo ter a doença.

Segundo o médico, caso ele esteja com hanseníase e não se trate, há risco de que os demais colegas de cela sejam infectados.

Responsável pelos processos criminais na Justiça de Açailândia, o juiz Pedro Guimarães Junior diz que um laudo médico atestou que Jesus está curado da hanseníase e não oferece risco aos outros presos. Mesmo assim, ele afirma que o interno terá nova consulta médica no dia 27.

Outros detentos da prisão aguardam atendimento. Numa das celas, um preso com febre foi posto pelos demais junto às grades para diminuir o risco de contágio.

A direção do presídio afirma que não dispõe de veículos nem funcionários suficientes para transportar os presos a hospitais sempre que necessário.

maranhão

Outros presos se queixam da lentidão da Justiça ou do que consideram falhas em seus ritos processuais. Ao menos cinco detentos disseram estar presos há quase um ano sem ter sequer sido convocados para audiências judiciais, uma das primeiras etapas do julgamento.

O juiz de Açailândia, no entanto, afirma priorizar os casos em que os réus estão presos, “alcançando a instrução e o julgamento sempre dentro do prazo legal”.

Há uma semana, outro juiz, de São Luís, deu prazo de 60 dias para que o governo maranhense ampliasse o número de vagas em seus presídios.

O governo do Maranhão diz que “tem cumprido com os prazos determinados por lei para a licitação de obras de construção e ampliação de unidades prisionais no Estado”. Em nota, a gestão afirma que, além de Imperatriz, outros oito municípios do interior ganharão novos presídios, e quatro terão suas unidades reformadas.

Segundo o governo, recentemente foram entregues cinco Unidades Prisionais de Ressocialização (UPR) no interior maranhense.

Fossa no limite

Entre os agentes prisionais de Açailândia, teme-se que as más condições agravem a tensão entre os detentos.

O diretor do presídio, Bruno Marcos Peixoto Costa, diz que as verbas do governo para limpar a fossa sanitária da prisão estão atrasadas e que, se ela encher, excrementos poderão voltar para as celas.

Ele também se queixa da falta de funcionários na unidade. Hoje, somente três agentes penitenciários se revezam nos plantões do presídio, que também contam com um vigilante armado e oito monitores terceirizados.

Segundo o coordenador da Pastoral Carcerária no Maranhão, padre Elisvaldo Cardoso Silva, a prisão de Balsas, também no interior maranhense, é ainda pior que a de Açailândia. Ele diz que lá há 150 presos para 50 vagas.

Na prisão do município vizinho de Imperatriz, o segundo maior do Maranhão, 345 presos ocupam local projetado para 280.

O diretor do presídio, Francisco Firmino de Brito Silva, diz temer que o caos em Pedrinhas faça o governo dar menos atenção aos presídios do interior.

“Como dizia a minha avó, aqui no interior está queimando um fogo de Montoro”, diz ele. “É como aquele fogo que ninguém vê porque está coberto por folhas, mas que de repente ganha força e, aí, ninguém mais consegue apagar.”

Grande Fortaleza contabiliza 111 homicídios no começo de 2014, segundo Ciops 4

As estatísticas da Coordenação Integrada de Operações de Segurança (Ciops) registram 111 homicídios nos primeiros 18 dias de 2014 na Grande Fortaleza, uma média de 6,1 assassinatos por dia. A média supera o índice de janeiro de 2013, que foi de 5,3 mortes por dia.

Entre os homicídios que tiveram mais repercussão neste ano está a morte do advogado Emídio Viana, assassinado com um golpe de faca após uma briga de trânsito. Em 9 de janeiro, um policial militar foi assassinado em uma tentativa de assalto em Fortaleza.

Para a polícia, além de Fortaleza, as cidades que mais preocupam em relação ao alto índice de homicídio são Caucaia e Eusébio, principalmente por conta da proximidade com a capital, o que facilita a fuga após os crimes.

O comandante do Policiamento Metropolitano, Sergistótenes Freire, diz que as cidades da Grande Fortaleza têm número de policiais suficientes e equipamentos modernos. Freire diz também que reforçou o policiamento onde o índice de criminalidade é maior.

“Estamos fazendo a abordagem sistemática, ou seja, diariamente vão ser vistoriadas as pessoas, haverá contato com a população, o que haverá a diminuição dos crimes em relação ao ano passado”, explica.

Em dezembro do ano passado, a Secretaria da Justiça anunciou mudanças na tentativa de reduzir a criminalidade no estado. O secretário de Segurança, Servilho Paiva, ainda afirmou que 1.100 novos policiais estarão nas ruas até a Copa do Mundo, no mês de junho. Sobre a gratificação, anunciada ainda no último mês de dezembro, para os policiais que reduzirem os índices de criminalidade na região em que trabalham, o secretário afirmou que as metas e recompensas serão divulgadas a 15 dias.

Para tentar reduzir os índices de violência no estado, a SSPDS também havia anunciado em  dezembro que serão criadas as Áreas Integradas de Segurança, uma divisão do estado em 18 áreas integradas; a Grande Fortaleza abrange seis áreas. Dessa forma, os policiais responsáveis por cada área terão uma meta e, caso cumpram, receberão a premiação.

(G1 Ceará)

Três anos após acidente, humorista Shaolin só ‘fala’ com os olhos

Três anos depois do acidente que o deixou em coma, o humorista paraibano Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, está consciente. Porém, só consegue se comunicar com os olhos. “Ele não consegue executar alguns comandos do corpo dele, como externar a voz. Mas ele responde através de sinais. Ele reage a coisas que aconteceram há muito tempo, mostra que lembra, escolhe as roupas dele”, relatou a esposa do comediante, Laudiceia Veloso.

O acidente aconteceu em 18 de janeiro de 2011 na rodovia federal BR-230, emCampina Grande. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois, foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses. Desde que recebeu alta, permanece em casa, em Campina Grande, sob os cuidados da família.

Em 2012, Shaolin foi submetido a testes com um equipamento importado que identifica respostas através dos olhos. Esses testes descartaram a hipótese de que ele estivesse em um estado de coma vigil, em que há reações como piscar os olhos, chorar ou sorrir, mas que são involuntárias. “Shaolin tem consciência, sim, de tudo. Mas ele só interage da forma que ele consegue”, explicou a esposa do humorista.

Segundo Laudiceia, não há previsão para que ele recupere os movimentos. “Isso é imprevisível. Nenhum dos médicos pode fechar um diagnóstico ou essa previsão porque o cérebro dele surpreende a gente a cada descoberta. Isso depende de Deus. Enquanto isso, a gente vai fazendo nosso trabalho, sendo paciente e cuidando do jeito que a gente tem que cuidar” declarou.

Laudiceia explicou que as respostas do marido estão dentro do esperado e que o resultado é muito satisfatório, considerado o quadro de saúde dele. Porém, ela admite que o processo é lento. Durante a espera por uma resposta mais significativa do cérebro, Shaolin faz fisioterapia e é atendido por fonoaudiólogos para manter o corpo funcionando.

“Ele é muito esforçado com a fisioterapia, com a fono, presta atenção em tudo que ele tem que reaprender para se recuperar. O esforço dele tem conseguido pequenas melhoras que são imensamente significativas”, disse Laudiceia.

Mesmo em meio a essa batalha constante que já dura três anos, Laudiceia disse estar bem. “Eu não vou dizer que a força que eu tenho é minha, porque não é. Essa força vem de Deus. Graças a ele eu estou bem. E todo o esforço que eu vejo em Shaolin me dá mais gás, mais ânimo para todos os dias fazer o que eu puder para ajudá-lo”, afirmou.

Interação
Laudiceia explicou que, por meio do movimento dos olhos, Shaolin escolhe as visitas que vai receber, por exemplo. Até os filhos do casal – um rapaz de 17 anos e uma jovem de 22 – pedem permissão ao pai antes de sair. “Nossa criação é assim. Mesmo nesse mundo moderno, nós mantemos o respeito entre pais e filhos”, disse a esposa.

Justiça
O caminhoneiro Jobson Clemente, acusado pelo Ministério Público de ter causado o acidente com Shaolin, foi condenado pela 4ª Vara Criminal da cidade de Campina Grande no dia 13 de novembro de 2012. 

A pena foi de dois anos de detenção em regime aberto, que foram convertidos em prestação de serviços à comunidade e pagamento de três salários mínimos a entidades a serem determinadas pela justiça. Ele também teve a habilitação suspensa por um ano.

O Ministério Público da Paraíba recorreu da sentença pedindo a detenção do motorista. O recurso ainda não foi julgado.

(G1 Paraíba)

Fortaleza é apontada como a 7º cidade mais violenta do mundo

A cabeleireira Tatiana Maria, de 39 anos, não sente-se mais segura de andar pelas ruas do bairro onde mora. Há oito meses ela perdeu o pai em um homicídio no Canindezinho, bairro que compõe o “Território da Paz” e é marcado pela violência. “A gente nunca acredita que algo assim [homicídio] possa acontecer com a gente ou alguém próximo. Não consigo mais sair tranquila e tenho medo até mesmo dentro de casa”, lamenta.

A sensação de insegurança e a marca deixada na vida de Tatiana tem uma explicação. Com uma taxa de 79.42 homicídios por cada 100 mil habitantes, Fortaleza é considerada a 7ª cidade mais violenta do mundo, segundo relatório da ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal. A lista da organização mostra que 14 cidades das 50 relacionadas são brasileiras. No país, a capital cearense fica atrás somente de Maceió, em Alagoas, que possui taxa de 79,76 assassinatos por 100 mil habitantes.

O estudo aponta que foram registrados 2.754 homicídios em Fortaleza no ano passado. Além do 7º lugar na taxa de assassinatos, a capital possui um número alarmante: é a 2º cidade entre as 50 que registraram maior número de homicídios. A “Terra do Sol” fica atrás somente de Caracas, na Venezuela, onde aconteceram 4.364 crimes deste tipo. O relatório da ONG mexicana indica a cidade San Pedro Sula, em Honduras, como o município mais violento do planeta. Lá, a taxa de homicídios em 2013 foi de 187,14.

O estudo utiliza índices de população e de homicídios de estatísticas oficiais dos governos locais de cidades com mais de 300 mil habitantes.

Por um ano melhor

O comandante do Policiamento da Capital, coronel João Batista Bezerra, garante que 2014 vai ser um ano melhor na Segurança. “O problema é que o 1º semestre do ano passado foi pesado, mas desde outubro que os homicídios estão diminuindo. A população pode observar o comportamento e o trabalho da polícia. Com as Áreas Integradas de Segurança esse ano vai ser melhor. Eu acredito que vai ser melhor”, afirma.

De acordo ainda com o coronel Batista, um novo balanço será divulgado a cada três meses com dados da Segurança Pública. “É um trabalho trimestral. No 1º nós já verificamos uma queda. O próximo será em março e a tendência é que os números sejam ainda menores.”, complementa.

O estudo utiliza índices de população e de homicídios de estatísticas oficiais dos governos locais de cidades com mais de 300 mil habitantes. A maioria das cidades fica na América Latina. Das 50 cidades, nove estão no México, seis na Colômbia, cinco na Venezuela, quatro nos Estados Unidos, três na África do Sul, dois em Honduras e um em El Salvador, na Guatemala, Jamaica e Porto Rico.

(Felipe Lima, Tribuna do Ceará)

 

 

VISITANTES TOTAIS

  • 8,659,533 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters