you're reading...
Atualidades, Ceará e Nordeste, Economia e Negócios

Fortaleza é o 8º mercado consumidor em potencial do país; Salvador fica em 6º, Recife em 10º

Estudo IPC Maps calcula que, em 2012, as despesas das famílias locais podem chegar a R$ 34,43 bilhões

A classificação dos 10 primeiros colocados do Campeonato Brasileiro de Potencial de Consumo é a seguinte, segundo o ranking criteriosamente medido pela empresa IPC Marketing e Editora, comandada pelo estudioso Marcos Pazzini:
 
1. São Paulo com 8,68256% de potencial de consumo, ou R$ 236,594 bilhões neste 2012.
2. Rio de Janeiro com 4,98225%, ou R$ 135,762 bilhões.
3. Brasília com 2,23879%, ou R$ 61,278 bilhões.
4. Belo Horizonte com R$ 1,93557%, ou R$ 52,743 bilhões.
5. Curitiba com 1,55873%, ou R$ 42,474 bilhões.
6. Salvador com 1,50989%, ou R$ 41,143 bilhões.
7. Porto Alegre com 1,34914%, ou R$ 36,763 bilhões.
8. Fortaleza com 1,26336%, ou R$ 34,426 bilhões.
9. Goiânia com 1,07210%, ou R$ 29,214 bilhões.

10. Recife com 0,98829%, ou R$ 26,930 bilhões.


O potencial de consumo dos cearenses deverá ultrapassar a marca dos R$ 75 bilhões, em 2012, segundo os cálculos do estudo IPC Maps, indicador que traz este detalhamento para cada um dos 5.565 municípios brasileiros. Fortaleza se destaca como a oitava cidade no ranking do País, onde as despesas das famílias poderão atingir R$ 34,43 bilhões, neste ano.

Das capitais do Nordeste, apenas Salvador está a sua frente, apontado como o sexto mercado nacional, com potencial de consumo de R$ 41,14 bilhões.

Em 2012, a cifra calculada para os gastos dos fortalezenses é de R$ 4,53 bilhões acima da projetada para o ano passado – R$ 29,90 bilhões -, representando crescimento de 15%. “O que é muito representativo, porque são R$ 4,5 bilhões a mais no bolso da população para gastar”, destaca Marcos Pazzini, diretor da IPC Marketing Editora, responsável pelo estudo. “O desempenho da Capital cearense é, inclusive, superior ao da média nacional, calculada em 11%”, fala. Para este ano, o potencial de consumo dos brasileiros está projetado em R$ 2,7 trilhões. Conforme disse, entre 2011 e 2012, o capacidade de consumo dos fortalezenses chegou a avançar de 1,22% para 1,26% sobre a participação nacional. De acordo com Pazzini, ao contrário do que vem acontecendo com as capitais das regiões Sul e Sudeste, que vêm perdendo espaço mo ranking, no Nordeste as capitais ainda vem apresentando certo crescimento. Em 2011, o conjunto das capitais brasileiras respondia por 32,7% do potencial do consumo nacional. Neste ano, a projeção teve leve recuo, para 32,5%. “Isto já é um reflexo visível de uma segunda onda migratória no extrato das classes sociais, formatando em losango a nova escala social. Nestas localidades já há menos gente migrando da classe C para a classe B e das classes D e E para a C. O País passa por uma interiorização setorial”, explica.

No Estado

Já o montante estimado para o Ceará cresceu em quase R$ 6 bilhões na comparação com 2011, quando o IPC Maps apontou potencial de consumo de R$ 69,33 bilhões, incremento de 8,7%. Porém, ainda assim, ficou abaixo da média do País. Da mesma forma, apesar desse avanço, a participação do Estado no potencial de consumo brasileiro caiu ante 2011, saindo de 2,82% para 2,76%. No ranking nacional, o Estado ocupa a décima colocação. Dos estados nordestinos, à sua frente estão Bahia, que aparece na sexta posição, onde os gastos familiares poderão chegar a R$ 131,26 bilhões neste ano; e de Pernambuco, em oitavo lugar, com potencial de R$ 88,68 bilhões.

Despesas

As despesas com a manutenção do lar puxam o potencial de consumo dos cearenses, estimadas em R$ 14,96 bilhões. Em seguida vem outras despesas (R$ 13,85 bilhões), que reúne gastos com cabeleireiros, manicuras, sapateiros, barbeiros, costureiras, tinturarias, empregados domésticos, entre outros. Em terceiro, aparece alimentação no domicílio, com R$ 9,87 bilhões.

Pesquisa completa aqui:http://www.ipcbr.com/downpress/Consumo_Brasil_IPC_Maps_2011.pdf

 
(Diário do Nordeste com adaptações)

About these ads

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

VISITANTES TOTAIS

  • 8,676,065 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters
%d blogueiros gostam disto: