you're reading...
Ceará e Nordeste

Ingrid Calheiros, suposta noiva do goleiro Bruno presta depoimento e diz que não conhecia Eliza

A suposta noiva do goleiro Bruno Fernandes, 25, a dentista Ingrid Calheiros Oliveira, 24, prestou depoimento no final da tarde de segunda-feira (19), na Polinter do Andaraí (zona norte do Rio), e afirmou que não conhecia Eliza Samudio, 25, ex-amante do jogador. Ela foi ouvida durante cerca de uma hora e meia.

Ela depôs a pedido do Departamento de Homicídios de Minas Gerais no inquérito que apura a morte de Eliza. Policiais afirmaram que a dentista foi à delegacia acompanhada por dois advogados.

“Ela apareceu de repente, sem marcar hora para ser ouvida. Por ela ter faltado na última sexta-feira (16), quando foi intimada a prestar depoimento, eu já tinha até devolvido a carta precatória –documento pelo qual um juiz determina que o andamento daquele ato do processo seja realizado em outra comarca, por outro magistrado– para os policiais de Minas. Mesmo assim, nós a ouvimos. Não posso divulgar o depoimento porque é sigiloso, mas ele não ajudou em absolutamente nada nas investigações”, afirmou à Folha a delegada Roberta Carvalho, diretora da Polinter.

Durante o depoimento, Ingrid teria confirmado o relacionamento com Bruno e afirmado que ao conhecer a outra amante do goleiro, Fernanda Gomes Castro, ela lhe foi apresentada como uma das namoradas do melhor amigo do goleiro, Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

Ingrid também disse à polícia que –na ocasião do desaparecimento da jovem– Bruno falou que iria viajar para Minas para encontrar suas filhas com Dayanne Souza.

CASO

Eliza é mãe de um bebê de cinco meses, cujo pai seria o goleiro Bruno. Ela teria sido morta por sua insistência para que Bruno reconhecesse a criança e lhe pagasse uma pensão. A polícia se baseia principalmente em depoimentos de dois primos do jogador relatando como Eliza foi sequestrada e morta.

Em seu primeiro depoimento, Sérgio Rosa Salles, 22, uma das testemunhas, disse que Bruno levou Eliza a uma casa em Vespasiano. Depois, voltou atrás e afirmou que o jogador ficou no sítio em Esmeraldas, na Grande Belo Horizonte, onde Eliza esteve antes.

O outro primo do goleiro, um adolescente de 17 anos, diz que levou Eliza junto com Sérgio e Luiz Ferreira Romão, o Macarrão, amigo de Bruno, até a casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola. No local, Santos teria sufocado ex-namorada do goleiro e arremessado partes do seu corpo a cães rottweillers.

Para o delegado Edson Moreira, que comanda as investigações, o relato do menor é consistente. Mas após oito escavações na casa de Bola, os investigadores não encontraram nem corpo nem vestígios de sangue. A defesa do goleiro afirma que o jogador é inocente e não há corpo da ex-namorada para comprovar que tenha havido um crime.

(Folha Online)

About these ads

Discussão

Um comentário sobre “Ingrid Calheiros, suposta noiva do goleiro Bruno presta depoimento e diz que não conhecia Eliza

  1. vc ainda acha que és a noiva dele?
    menina tu acreditaem cegonha,deixa de ser otaria.

    Publicado por henrique | julho 22, 2010, 5:23 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

VISITANTES TOTAIS

  • 8,671,953 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters
%d blogueiros gostam disto: