you're reading...
Ceará e Nordeste

INSS concede auxílio para dependentes de drogas realizarem tratamento

Pouca gente sabe que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) disponibiliza um auxílio que pode ajudar a sustentar a família de pessoas que são usuárias de droga, durante o tratamento do dependente.

O benefício do INSS possibilita ao paciente se afastar do trabalho, continuar sustentando a família e se tratar contra o vício. O primeiro passo para obter o auxílio-doença é procurar um psiquiatra, em qualquer unidade de saúde.

O profissional vai emitir um laudo e se confirmar que a pessoa precisa ser internada, o próximo passo é ligar para o número 135 e marcar uma perícia no INSS.

O vício que toma conta de muitos jovens brasileiros não escolhe dependentes por sexo, faixa etária ou social. Muitas pessoas de classe média também abalam as finanças da família para conseguir comprar o crack de que o organismo já não pode abrir mão.

“Incontáveis vezes, eu passei dias e dias fora de casa. Eu já roubei meus pais. Eu já roubei cartão de débito do meu pai”, conta um produtor de eventos de 35 anos, pai de dois filhos . Ele já passou por alguns internamentos, o último dos quais começou há 15 dias.

“Eu tive um princípio de overdose, fui para um hospital cardiológico. Depois fui medicado e ao invés de parar, continuei usando e ainda usei mais um dia inteiro. Você só para quando não tem nenhuma possibilidade de usar”, revela o produtor.

Nos pontos de venda de drogas, o dependente de classe média é muito bem tratado. “Nós que sustentamos o tráfico. Se não fosse por nós, eles não estariam vendendo. De certa forma, nós ajudamos, contribuímos com isso”, explica o dependente, que preferiu não se identificar. Ele conseguiu um auxílio doença no INSS para um tratamento de seis meses.

O traficante que comanda o ponto de venda pode ser preso e pegar uma pena de até 15anos. Esse crime é inafiançável, mas o usuário, de acordo com polícia, não é condenado pelo uso. “De maneira alguma o usuário deve ser preso. Mesmo se ele não cumprir o que ficou determinado pelo juiz, por exemplo, o pagamento de uma multa ou de uma prestação de um serviço à comunidade ou outra penalidade, ele não é obrigado. Nem o tratamento ele é obrigado a fazer”, explica a delegada Maria Helena Fazio.

Para muitos consumidores e pequenos distribuidores de crack, a pena é a entrega da própria vida. Nenhuma dívida é perdoada pelo traficante. “Ele mata em razão do desaforo de dever dinheiro para um traficante, porque dentro de uma comunidade carente ele é tratado como um rei. No local, ele manda e desmanda”, comenta o delegado Rodrigo Maciel .

Nas operações policiais, o Departamento de Repressão ao Narcotráfico apreende muito mais que drogas: celulares, filmadoras, armas e objetos trocados por pedras, balanças de precisão, cachimbos, facões para fracionar o crack.

Este ano, a Polícia Federal apreendeu 210 quilos de crack e pasta base de cocaína, mais que no ano passado, quando apreendeu 195 quilos. Neste mês de novembro, a polícia apresentou o resultado da maior apreensão feita este ano em Pernambuco: 17,2 quilos de crack. Seriam 70 mil pedras da droga à disposição de uma quadrilha que, além de traficar, rouba e mata, diz a polícia.

Ano passado, os policiais do Departamento de Repressão ao Narcotráfico apreenderam nove quilos de crack. A droga também se espalha também pelo Sertão do estado. “A Polícia Federal está fazendo ações no Sertão do Estado e por isso os traficantes estão migrando para outros locais”, explica o assessor de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro.

AS MULHERES E O CRACK - No começo deste mês, uma adolescente de 17 anos, de Floresta, atirou o filho de dois anos de cima de uma ponte. A criança morreu na hora e a jovem também se jogou, mas sobreviveu. A adolescente é viciada em crack, disse a família, e costumava agredir a própria mãe, inclusive com um facão.

A Saravida é uma instituição sem fins lucrativos que atende pacientes de drogas sem cobrar nada – 30% dos dependentes que se reconhecem vencidos pelo crack e pedem ajuda  são mulheres. Elas vivem situações bem diferentes dos homens.

“Muitas mulheres usam a droga para poderem se prostituir e muitas se prostituem para ganhar o dinheiro e comprar a droga”, comenta a coordenadora Geral do Saravida, Mileane Aguiar.

Algumas são encaminhadas para o Centro de Internação Voluntária que a Saravida mantém no município de Moreno, com 12 vagas. “É necessário um isolamento total para o internamento intenso de usuário de crack”, explica a fundadora do Saravida, Michele Collins .
Entre as diversas histórias, destaca-se a de uma usuária de 22 anos. Ela fuma crack desde os nove, tem dois filhos, e já viu a morte de perto. “Eu tinha uma dívida de R$ 100. Minha mãe fez das tripas coração para pagar a dívida”, revela. A mãe pediu dinheiro a um agiota para pagar as dívidas da filha, mas o vício não parou. Há duas semanas, a jovem foi internada novamente no hospital Oscar Coutinho, onde há oito leitos à disposição dos Centros de Atenção Psicosocial (Caps) da Prefeitura do Recife.

LISTA DOS CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL (CAPS) DE FORTALEZA

CAPS AD SER I
Rua Hildebrando de Melo, 1110 – Barra do Ceará
Fone 31012592 / 2593 Coordenador: Francisca Márcia Araújo Lustosa Cabral

CAPS GERAL I – NISE DA SILVEIRA
Rua Alves de Lima, 1120 – Colônia
Fone: 3105.1119 Coordenadora: Núbia Dias Costa

CAPS AD SER II
Rua Manoel Firmino Sampaio, 311 – Cocó
Fone: 3105.1625 /34522451 Coordenadora: Adriana Magalhães Guerra Almeida

CAPS GERAL SER II
Rua Coronel Alves Teixeira, 1500 – Joaquim Távora
Fone: 3105.2632 Coordenador: Paulo Henrique Dias Quinderé

CAPS AD III
Rua Papi Júnior, s/n – Porangabussu
Fone: 3281.4254 / 3105.3420 Coordenadora: Maria do Socorro Oliveira

CAPS GERAL III
Rua Francisco Pedro, 1269 – Rodolfo Teófilo
Fone: 3433.2568 / 3105.3451 Coordenadora: Maria Fabíola Benevides

CAPSi III – ESTUDANTE NOGUEIRA JUCÁ
Rua Delmiro de Farias, 1346 – Rodolfo Teófilo
Fone: 3281.3965 Coordenadora: Hilzanir Barbosa de Medeiros Machado

CAPS AD SER IV
Rua Betel, s/n Itaperi
Fone:3105.2006 Coordenadora: Pedro Pinheiro camara-

CAPS GERAL IV
Av. Borges de Melo, 201 – Jardim América
Fone: 31311690 / 34942765 Coordenadora: Daniele Tavares Alves

CAPSi – MARIA ILEUDA VERÇOSA – SER IV
Rua Tertuliano Sales, 400 – Vila União
Fone: 31051510 Coordenadora: Bruna Lívia Silva de Aguiar

CAPS AD SER V
Rua Vigésimo Sexto Batalhão, 292 – Maraponga
Fone: 3105.1023 Coordenadora: Emanuel Moura -

CAPS GERAL V – BOM JARDIM
Rua Bom Jesus, 940 – Bom Jardim
Fone: 3245.7956 / 31052030 Coordenadora: Ana Cláudia Rodrigues

CAPS AD REGIONAL VI – CASA DA LIBERDADE
Rua Ministro Abnes de Vasconcelos,1500- Seis Bocas
Fone: 3105.2966 / 3278.7008 Coordenadora: Sheila Mirelly Gonçalves Arrais

CAPS GERAL VI
Rua Paulo Setúbal, 297 – Messejana
Fone: 3488.3312 / 34883316 Coordenador: Kelma Luzia Nunes Otaviano

Link: http://pe360graus.globo.com/noticias/policia/pedra-da-morte/2009/11/25/NWS,502913,8,618,NOTICIAS,766-INSS-OFERECE-AUXILIO-DOENCA-TRATAR-VICIO-CRACK.aspx

About these ads

Discussão

3 comentários sobre “INSS concede auxílio para dependentes de drogas realizarem tratamento

  1. Gostaria de saber como fazer p/ internar um parente ???
    Moro em Recife.

    Publicado por Patricia Pereira | abril 14, 2010, 11:09 pm
  2. sou pasiente do caps a 3 anos eu era uzurio de alco e maconha e cokaina e crack e cigarro tenho algum direito ao beneficio ou apozetadoria

    Publicado por andre magalhaes pereira | julho 25, 2010, 5:32 am
  3. sou pasiente do caps a 3 anos tenho algum beneficio ou apozentadoria eu era dependete de alco e maconha e cokinha e crack e sigarro

    Publicado por andre magalhaes pereira | julho 25, 2010, 5:37 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

VISITANTES TOTAIS

  • 8,664,984 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters
%d blogueiros gostam disto: