archives

Arquivo para setembro 2008

Contraf orienta sindicatos a colherem provas de práticas anti-sindicais dos bancos

A Contraf/CUT tem recebido denúncias de práticas anti-sindicais por parte dos bancos em várias regiões do país durante a greve de 24 horas desta terça-feira. A Contraf orienta os sindicatos a ficarem atentos e a colherem provas (documentos, fotos, vídeos e testemunhos) de qualquer tipo de cerceamento ao direito de greve, garantido pela Constituição Federal. As provas devem ser trazidas à reunião do Comando Nacional dos Bancários desta quarta-feira, para que sejam tomadas as providências legais contra as práticas anti-sindicais por parte do patronato.

O Código Penal veda a prática de constrangimento aos trabalhadores que queiram aderir a um movimento grevista aprovado em assembléia da categoria.

Vale lembrar que eventuais liminares concedidas em ações de interdito proibitório visam tão-somente garantir a posse das instituições financeiras. Elas não são instrumento legal para impedir a realização de movimentos grevistas – como por exemplo constrangerem trabalhadores que aderiram a greve a retornarem ao trabalho.

O bancário que estiver sofrendo qualquer tipo de ameaça ou constrangimento por parte do gestor para não aderir à greve, ou esteja sendo forçado a trabalhar, deve fazer a denúncia a seu sindicato.

Fonte: Contraf CUT

Postado por  Erismar Carvalho, às 16h06.

O DEM pode, o João da Costa não!

O petista João da Costa, de 47 anos, caminhava para uma vitória tranqüila no primeiro turno da eleição do Recife. Segundo a última pesquisa registrada pelo Datafolha, Costa tinha 48% das intenções de voto, agora, tem 55%. Praticamente um desconhecido até o início da campanha, sua escalada se deve ao apoio de três padrinhos fortes: o Presidente Lula, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e o prefeito João Paulo (PT). Na semana passada, Costa sofreu um revés que os adversários unidos não conseguiram impor. O juiz da 8a Zona Eleitoral do Recife, Nilson Nery, impugnou a candidatura de Costa e determinou sua inelegibilidade por três anos por uso da máquina pública na campanha.

E você sabe por qual motivo?O Ministério Público e a Polícia Federal “descobriram” com a ajuda providencial do candidato do DEM, prefeito Mendonça Neto, que ocupantes de cargos comissionados usaram computadores da Secretaria Municipal de Educação para disparar e-mails convocando outros funcionários a participar de atividades da campanha de João Costa . Costa é acusado pelo DEM, em duas outras ações, ainda não julgadas. Uma delas se deve à distribuição, em maio, pela Prefeitura do Recife, de 50 mil revistas que estampavam uma foto e uma mensagem de Costa. A outra está relacionada ao uso de um caminhão de uma empresa de coleta de lixo, contratada pela Prefeitura, para limpeza de um comitê de Costa. Ou seja, O prefeito Kassab fez pior em S.Paulo e o MP fez vista grossa. Ah! o Kassab também é do DEM (Leia mais)

A impugnação pela Justiça de primeira instância não impedirá Costa de concorrer. Se vencer, ele poderá tomar posse e governar até uma decisão final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão da Justiça pode, porém, ter conseqüências na reta final da campanha. O presidente Lula cancelou sua participação no comício de encerramento de Costa. O Recife foi invadido por panfletos e carros de som do DEM, que anunciam o revés de Costa. João disse que “A oposição quer ganhar a eleição no tapetão”. “Não se pode cassar uma candidatura com base na ação isolada de alguns poucos servidores.” Diz Costa.

Fonte: Blog Os Amigos do Presidente Lula

Postado por Erismar Carvalho, às 15h33.

Nova ortografia da Lingua Portuguesa

http://www.mundocristao.com.br/blog/uploaded_images/letras-de-madeira2-752875.jpg

Passados 18 anos de sua elaboração, o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa promete finalmente sair do papel. Ou melhor: entrar de vez no papel. O Brasil será o primeiro país entre os que integram a CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) a adotar oficialmente a nova grafia, já a partir do ano que vem.

As regras ortográficas que constam no acordo serão obrigatórias inicialmente em documentos dos governos. Nas escolas, o prazo será maior, devido ao cronograma de compras de livros didáticos pelo Ministério da Educação.

As mudanças mais significativas alteram a acentuação de algumas palavras, extingue o uso do trema e sistematiza a utilização do hífen. No Brasil, as alterações atingem aproximadamente 0,5% das palavras. Nos demais países, que adotam a ortografia de Portugal, o percentual é de 1,6%.

Entre os países da CPLP, já ratificaram o acordo Brasil, Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Ainda não definiram quando irão ratificar o documento Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor-Leste.

A assinatura desses países, porém, não impede a entrada em vigor das novas regras em todos os países, pois todos concordaram que as mudanças poderiam ser adotadas com a assinatura de pelo menos três integrantes da comunidade.

No Brasil, o acordo — firmado em 1990 – foi aprovado pelo Congresso em 1995. Agora, a implementação definitiva depende apenas de um decreto do presidente Lula, ainda sem data para ocorrer.

Mesmo assim, o MEC (Ministério da Educação) já iniciou o processo de adoção da nova ortografia. Entre 2010 e 2012 é o período de transição estipulado pela pasta para a nova ortografia passar a ser obrigatória nos livros didáticos para todas as séries.

Matéria completa: Blog do Favre

Postado por Erismar Carvalho, às 15h26.

UFC: Concurso para professor em Fortaleza e Sobral

A UFC recebe inscrições, até o dia 3 de outubro, para professor substituto no Campus de Sobral. O setor de estudo é Química Geral para Engenharia e Elementos de Fenômenos de Transportes, dos cursos de Engenharia de Computação e Engenharia Elétrica. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Podem inscrever-se graduados em nível superior, mediante requerimento dirigido ao Diretor do Campus da UFC em Sobral. O interessado deve apresentar o diploma de graduação em nível superior, histórico escolar da graduação em que constem as disciplinas que integrem o setor de estudo objeto do processo seletivo e comprovante de pagamento da taxa de R$ 20,00. A inscrição é feita na Secretaria do Campus, na Rua Anahid Andrade, s/n, 1° andar – Centro, fone (88) 3613.2829. O edital n° 314/2008 está no endereço www.srh.ufc.br/editais.htm

Também em Sobral, estarão abertas, no período de 1º a 3 de outubro, as inscrições para seleção de professor substituto do curso de Medicina, setor de estudo Assistência Básica à Saúde / Saúde Comunitária / Clínica Médica / Geriatria, com regime de 20 horas semanais de trabalho. Interessados devem ir à Secretaria do curso, na Rua Gerardo Rangel, 100 – Campus do Derby. Poderá inscrever-se graduado em nível superior mediante requerimento dirigido ao Diretor do Campus. É necessário apresentar diploma de graduação em nível superior, histórico escolar da graduação em que constem as disciplinas que integrem o setor de estudo objeto do processo se-letivo e comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 10,00. O edital do concurso (de nº 316/2008) pode ser acessado em www.srh.ufc.br/editais.htm

EM FORTALEZA – Estão abertas, até 2 de outubro, inscrições para professor substituto em Fortaleza. São ofertadas três vagas nos setores de estudo Física Geral / Ótica (Departamento de Física – 1 vaga); Semiologia (Departamento de Medicina Clínica – 1 vaga) e Língua Francesa (Departamento de Letras Estrangeiras – 1 vaga). A jornada de trabalho é de 20 horas. A inscrição é feita nos departamentos que oferecem as vagas. Informações completas sobre o concurso estão disponíveis no endereço www.srh.ufc.br/editais.htm (edital n° 313/2008).

Fonte: Divisão de Seleção e Orientação do Departamento de Desenvolvimento de Pessoal da Superintendência de Recursos Humanos – SRH/UFC – (fone: 85 3366 7407)

Postado por Erismar Carvalho, às 13h28.

Uece abre inscrições para vestibular

A Universidade Estadual do Ceará (Uece), recebe inscrições até o próximo dia 10 de outubro, para o seu primeiro concurso vestibular de 2009. Ao todo, serão oferecidas 1.938 vagas, sendo 1.203 para os cursos da Capital e 735 para as unidades da Uece no Interior do Estado. Os candidatos poderão optar neste vestibular pelo curso de Psicologia.

As inscrições devem ser feitas na Comissão Executiva do Vestibular (CEV) no horário de 8 horas às 17 horas, no Campus do Itaperi. A primeira fase do exame ocorrerá no dia 16 de novembro, no horário das 9 horas às 13 horas, com uma prova de conhecimentos gerais, de múltipla escolha. Já a segunda fase será nos dias 07 e 08 de dezembro, com provas específicas de acordo com o curso de opção do candidato.

Vestibular da UECE:

- Informações e inscrições pela Internet no site: www.uece.br ou fones 3101.9710 / 3101.9711.

- Inscrições também na sede da CEV no Campus do Itaperi, no horário de 8 horas às 17 horas, e no Interior, nos mesmos dias e horários de funcionamento das sedes das Faculdades de Crateús, Iguatu, Limoeiro do Norte, Quixadá, Itapipoca e Tauá.

- Taxa de inscrição – R$ 75,00 que poderá ser paga nas diversas agências bancárias de preferência do candidato, através de Boleto Bancário emitido pela Internet ou retirado nos locais de inscrição.

- Documentação: ficha de inscrição preenchida, fotocópia de documento de identificação, duas fotos 3×4 recentes, fotocópia do documento de conclusão do ensino médio ou equivalente. Não será aceita inscrição por procuração.

Fonte: http://www.zonamix.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 11h05.

Imagens da crise

                   

Acompanhe a cronologia da crise financeira dos Estados Unidos

Bear Stearns anuncia, em junho de 2007, o colapso de dois de seus fundos especulativos devido aos subprimes. Em agosto do mesmo ano, as bolsas caem diante dos riscos de contágio da crise. Os bancos centrais, entre eles o Fed (Federal Reserve) e o BCE (Banco Central Europeu), intervêm para conceder mais liquidez aos mercados. Em 14 de setembro, o Banco da Inglaterra (BoE) salva o Northern Rock, o 5º de empréstimos imobiliários no Reino Unido, ameaçado de falência por correntistas que fazem fila em agências para retirar dinheiro.

Bear Stearns é vendido por quantia irrisória

JPMorgan compra , em 16 de março de 2008, o banco de investimentos Bear Stearns pela soma irrisória de US$ 236 milhões, com ajuda do Fed (o banco central americano). O preço de compra seria quintuplicado uma semana mais tarde. Em 17 de fevereiro, o governo britânico nacionaliza o agonizante Northen Rock.

Lehman Brothers se declara em concordata

O banco de investimento americano Lehman Brothers se declara em concordata, em 15 de setembro de 2008. Seu concorrente Merrill Lynch é vendido de emergência para o Bank of America por US$ 50 bilhões. Dez bancos internacionais criam fundo de emergência de US$ 70 bilhões para atender a necessidades urgentes. As medidas não impedem forte queda das bolsas mundiais.

Ajuda bilionária à seguradora AIG

O Fed e o governo americano nacionalizam de fato, em 16 de setembro, o grupo de seguros AIG (American International Group), ameaçado de falência, concedendo-lhe crédito de US$ 85 bilhões em troca de 79,9% do capital.

Washington Mutual foi comprado pelo JP Morgan Chase

O banco JPMorgan assume o controle de seu concorrente Washington Mutual com a ajuda das autoridades federais, em 29 de setembro. Já as ações do banco belgo-holandês Fortis afundam devido às dúvidas sobre sua dissolução. Em 28 de setembro, anuncia-se acordo no Congresso americano sobre a votação do plano de salvamento do sistema financeiro, que foi rejeitado no dia seguinte.

Fonte: Diário do Nordeste

Postado por Erismar Carvalho, às 11h01.

Aprovação de Lula no Nordeste atinge 92%

[FARSA+1.jpg]

A popularidade do presidente bateu novo recorde: 80% da população do País o aprovam

Brasília. A popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não pára de crescer. Mesmo com um desgaste natural de um segundo mandato, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada ontem, Lula voltou a bater novo recorde de avaliação. O presidente é aprovado por 80% da população entrevistada. No Nordeste, o índice do presidente Lula é ainda maior, com aprovação de 92%.

A confiança da população brasileira no presidente também é alta e chegou a 73%, enquanto o governo de Lula também atinge alto grau de aprovação: 69%. O Ibope entrevistou 2002 eleitores em 141 municípios do País, entre os dias 19 e 22 de setembro. A pesquisa CNI/Ibope tem margem de erro de 2%.

Na pesquisa realizada em junho, o índice de aprovação do presidente era de 72%. Entre os assalariados que recebem até um salário mínimo, Lula conta com o aval de 87%. Entre todos os pesquisados, apenas 17% desaprovam a atuação do presidente da República.

Desde que assumiu o Palácio do Planalto, em 2003, o desempenho do governo registrou sua melhor pontuação, com 69%. Para 23% dos pesquisados, a administração Lula é regular e somente 8% classificam como ruim ou péssima.

Em comparação com outros governos, o governo Lula perde para o governo do ex-presidente e atual senador José Sarney (PMDB-AP), que em 1986 registrou uma aprovação de 72%. A nota média do governo Lula também bateu recorde desde a posse. Os brasileiros deram nota 7,4 para o presidente em uma escala de zero a 10. Em março, Lula recebeu nota 7.

Além da questão da estabilidade econômica, a alta popularidade do presidente e aprovação do governo é atribuída, sustentam especialistas, pela exposição do presidente durante a campanha eleitoral, na qual nem a oposição tem coragem de atacar o presidente.

Fonte: Diário do Nordeste

Postado por Erismar Carvalho, às 10h42.

Os últimos moicanos

Por Indio Tupi

Aqui no Alto Xingu, os índios estão conjecturando que os dois próximos a afundarem serão o Morgan Stanley e o Goldman Sachs, os quais já receberam maciça ajuda de liquidez do FED. Ao invés de se fundirem com grandes bancos comerciais, peferiram a falsa saída de se transformarem em bancos. Só que não têm rede de agências nem tempo para construírem uma para captar depósitos e se sustentarem na presente crise global.

A corrida contra eles aumentou na semana passada. O Morgan está pagando taxas elevadíssimas para captar, já perdeu 1/3 dos clientes de seus hedge funds bem como o negócio altamente lucrativo de corretagem de primeira classe (segundo Roubini, é o beijo da morte). O Goldman Sachs está sob forte pressão, perdendo negócios, dinheiro, pagando taxas elevadíssimas de captação.

Ao invés de procurarem ganhar tempo, como vem fazendo, a saída seria buscar se fundirem com grandes instituições financeiras da Ásia (HSBC, Nomura ou Mitsubishi). Como são instituições muito maiores do que os falecidos Bear Stern e Lehman Brothers`, se quebrarem, o colapso terá severo efeito sistêmico.

Como diz o Roubini: Quando instituições antigas e prestigiosas como essas não inspiram mais a confiança dos investidores e quando um pacote de resgate monstro, de US$ 700 bilhões, não é aprovado, chega-se mesmo à conclusão que a crise é mais grave do que nunca e significa a perda de confiança no sistema financeiro.

A queda recorde das bolsas hoje significa que o sistema está se evaporando.

Fonte: Blog do Luis Nassif

Postado por Erismar Carvalho, às 10h36.

Lula, Chávez e Correa se reúnem em Manaus

Brasília – A situação política na Bolívia e no Equador e a integração do Brasil com os países andinos são alguns dos assuntos a serem debatidos hoje (30), em Manaus, na reunião de cúpula do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez; da Bolívia, Evo Morales, e do Equador, Rafael Correa.

As negociações entre o governo boliviano e os oposicionistas ainda estão em aberto, já que ontem (29) acabou sendo adiada, para o próximo domingo (5), a reunião marcada entre os representantes para tentar resolver a situação. Outro assunto ainda não discutido pelas partes é a nova Constituição boliviana aprovada no ano passado e ainda não submetida a referendo popular.

Sobre a morte de camponeses em Pando, ontem (29) foi formada uma comissão de especialistas de todos os países que compõem a União das Nações Sul-Americanas (Unasul) para investigar a ocorrência.

Outro assunto em pauta é a aprovação, no último fim de semana, da nova Constituição do Equador, que traz entre as mudanças novas eleições para prefeitos e governadores e também alterações no modelo econômico. O impasse entre o governo equatoriano e a construtora brasileira Oderbrecht

De acordo com nota do Itamaraty, durante o encontro, Brasil e Venezuela deverão firmar novas linhas de cooperação.

Fonte: Agência Brasil

Postado por Erismar Carvalho, às 10h17.

Anapar divulga carta-aberta repudiando decisão do CGPC

 Associaçaõ Nacional de Participantes de Fundos de Pensão (Anapar) divulgou carta aberta nessa segunda-feira, dia 29, condenando a decisão tomada pelo Conselho de Gestão da Previdência Complementar (CGPC) que aprovou proposta da Secretaria da Previdência Complementar (SPC) permitindo a devolução de contribuições às patrocinadoras dos fundos.

Leia aqui a íntegra da nota

“Na verdade, o que está em jogo e que a Anapar tentou evitar”, destaca o texto, “é a utilização, por parte das patrocinadoras, do superávit de planos de algumas das 370 entidades de previdência complementar, que hoje já atinge a cifra de R$ 60 bilhões”. A nota destaca ainda que esse superávit foi conseguido graças a uma “gestão de excelência das entidades, respaldada pela inclusão dos participantes nas instâncias de decisão”, mas também depende do bom desempenho da economia nos últimos anos. “Assim, o destino do superávit deve ser aquele previsto na Lei: constituição de reservas para situações futuras desfavoráveis”, continua.

Fonte: Anapar

Postado por Erismar Carvalho, às 10h06.

Bancários fazem paralisação de 24h nesta terça. Comando se reúne na quarta

Bancários em todo o Brasil irão paralisar as atividades neste dia 30 de setembro, terça-feira. A decisão foi tomada pela maioria das assembléias realizadas nesta segunda-feira, que seguiram a orientação do Comando Nacional dos Bancários de rejeiçõa à proposta de 7,5% de reajuste apresentada pela Fenaban e aprovação de paralisação de 24h. Veja abaixo a lista completa dos locais em que haverá paralisação.

O Comando Nacional dos Bancários se reunirá no próximo dia 1º, às 14h, na sede da Contraf-CUT, para avaliação das mobilizações do dia 30 e decidir as orientações para os sindicatos a respeito do prosseguimento do movimento. “Os bancários estão mostrando para a Fenaban que estão unidos nessa campanha e que não vão aceitar migalhas. Os bancos têm apresentado resultados extraordinários e a proposta que levaram para a mesa de negociação não condiz com essa realidade”, avalia Vagner Freitas, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional.

Veja abaixo o resultado das assembléias em todo o país. A lista será atualizada conforme a chegada de novas informações:

Paralisação de 24h

São Paulo
Belo Horizonte
Curitiba
Ceará
Espírito Santo
Florianópolis – SC
Campinas
Mato Grosso
Paraíba
Piauí
Porto Alegre – RS*
Rondônia
Acre
Alagoas
Campo Grande
Ararangua – SC
Blumenau – SC
Camaquã – RS
Campina Grande – PB
Campo Mourão – PR
Campos dos Goytacazes – RJ
Cariri – CE
Chapecó – SC
Concórdia – SC
Criciuma – SC
Divinópolis – MG
Dourados – MS
Erechim e Região – RS
Feira de Santana – BA
Itaperuna – RJ
Jequié e Ipuaú – BA
Juiz de Fora – MG
Londrina – PR
Paranavaí – PR
Petrópolis – RJ
Santa Cruz – RS**
Santo Ângelo – RS
Sul Fluminense – RJ
Teresópolis – RJ
Toledo – PR
Três Rios & Região – RJ
Umuarama/Assis Chateaubriand – PR
Vitória da Conquista – BA
Guaratinguetá – SP
Jaú – SP
Andradina (paralisação de 24h, exceto CEF, que será por tempo indeterminado, até o atendimento das reivindicações).
*Exceto Banrisul, que terá paralisação até 12h. Na Caixa, haverá nova avaliação no fim do dia sobre continuação da greve na quarta-feira.
**Exceto Banco do Brasil

Greve por tempo indeterminado*
Brasília – DF
Rio de Janeiro – RJ
* Novas assembléias serão realizadas amanhã para decidir a continuidade ou não da paralisação

Rejeitaram proposta de paralisação
São Miguel do Oeste – SC
Joaçaba – SC (assembléia conjunta)
Franca – SP
Corumbá – MS

Outras decisões
Guarapuava – PR (retardamento de duas horas na abertura das agências)
Teófilo Otoni – MG (dia de protesto, com todos os funcionários vestindo preto e distribuição de panfletos)
Rondonópolis – MT (dia de luta)
Roraima (dia de luta)
Arapoti (nova assembléia para avaliação do quadro)
Videira – SC (irão se reunir com os bancários na manhã 30/09 para decisão sobre a paralisação).
Araçatuba (dia 30 será realizado manifestação nas agências da cidade com paralisação e retardamento na abertura no minimo em 1h).
Marília (retardamento da agência em 1h no dia 30)

Fonte: Contraf CUT

Postado por Erismar Carvalho, às 10h04.

Campanha Salarial dos Bancários 2008

Brasília, Curitiba e PE aprovam greve amanhã. Demais sindicatos decidem hoje

Os bancários de Brasília, Curitiba e Pernambuco rejeitaram a proposta de 7,5% de reajuste apresentada pela Fenaban no dia 24 e aprovaram a greve de 24 horas nesta terça-feira 30, seguindo a orientação do Comando Nacional. O Sindicato de Sergipe também rejeitou a proposta e aprovou a paralisação na quinta-feira, 2 de outubro. Os demais sindicatos realizam assembléias hoje em todo o país.

Fonte: Contaf CUT

Postado por Erismar Carvalho, às 20h28.

Retrato da crise financeira norte-americana

 

 

 Arte: estadão.com.br

Fonte: Blog do Favre

Postado por Erismar Carvalho, às 18h17.

DEM usa discurso de Lula em propaganda de ACM Neto em Salvador

SALVADOR (Reuters) – Com a popularidade do presidente em alta, o partido Democratas também resolveu usar imagens de Luiz Inácio Lula da Silva para reforçar a campanha de ACM Neto em Salvador. 

Desde a manhã desta segunda-feira, o DEM está exibindo nas TVs de Salvador uma peça publicitária de pouco mais de 15 segundos com um discurso de Lula, em que o presidente garante que prefeitos, mesmo os de oposição, não serão discriminados por seu governo. 

A peça é assinada pela campanha de ACM Neto, cuja logomarca aparece ao fim da exibição, em tamanho reduzido. 

Na última quarta-feira, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia decidiu que o candidato Walter Pinheiro (PT) tem exclusividade para utilizar a imagem do presidente em Salvador. 

Na propaganda de ACM Neto, o vídeo mostra Lula garantindo que os prefeitos terão acesso assegurado às verbas federais. “O que importa é a qualidade do projeto que vocês apresentarem”, afirma Lula. 

Ao final do rápido discurso do presidente a peça publicitária exibe um letreiro com texto e áudio em off afirmando: “Ou seja, vote no candidato com as melhores propostas”. 

A coordenação de campanha de ACM Neto disse que continuará usando o vídeo, com o propósito de “desmentir” a tese do PT de que somente os candidatos do partido teriam apoio do governo federal.

Fonte: http://br.reuters.com/

Postado por Erismar Carvalho, às 17h54.

Aprovação do governo Lula sobe de 72% para 80%,diz CNI/Ibope

Índice de aprovação é o mais alto já obtido pelo presidente Lula; desaprovação do governo caiu de 24% para 17%

Renata Veríssimo – Agencia Estado

A aprovação do governo Luiz Inácio Lula da Silva subiu de 72% em junho de 2008 para 80% em setembro, divulgou nesta segunda-feira, 29, a pesquisa CNI/Ibope. Por outro lado, a desaprovação caiu de 24% para 17% no mesmo período. O documento informou que o índice de aprovação é o mais alto já obtido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A avaliação do governo Lula em ótimo ou bom subiu de 58% para 69%, o melhor resultado para o atual governo e o segundo melhor desempenho de um governo desde o início da série histórica CNI/Ibope. Em setembro de 1986, na vigência do Plano Cruzado, o governo do presidente José Sarney obteve 72% de avaliação positiva.

Já a avaliação ruim ou péssima recuou de 12% em junho para 8% em setembro e a avaliação regular do governo caiu de 29% para 23%.

Confiança

A confiança no presidente subiu de 68% em junho para 73% em setembro. A melhora na avaliação ocorreu depois de dois levantamentos em que o índice se manteve estável. De acordo com a CNI/Ibope, a avaliação de setembro é a terceira melhor da série histórica, inferior apenas aos 80% registrados em março de 2003 e os 76% de junho do mesmo ano.

O porcentual daqueles que não confiam no presidente Lula caiu de 29% em junho para 23% em setembro deste ano. A pesquisa revelou também que aumentou o número de entrevistados que consideram o segundo mandato melhor do que o primeiro. Passou de 40% em junho para 48% em setembro. Por outro lado, o total daqueles que avaliam o segundo mandato como pior do que o primeiro passou de 20% para 11%. E a variação dos que consideram igual o desempenho nos dois mandatos passou de 38% para 39%.

A CNI/Ibope também revelou que o governo Lula alcançou a nota média mais alta desde que teve início, atingindo 7,4 numa escala de 0 a dez.

A pesquisa CNI/Ibope foi realizada de 19 a 22 de setembro e ouviu 2.002 entrevistados, em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para baixo ou para cima.

CNT/Sensus

Na semana passada, uma pesquisa divulgada pelo CNT/Sensus mostrou também a alta aprovação do presidente, que disparou quase dez pontos. Lula passou de 69,3% para 77,7%, e voltou ao patamar do primeiro ano de governo, em 2003.

Mesmo batendo recordes de popularidade, Lula não consegue transferir votos para a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, a favorita para sucedê-lo, nem para outros candidatos do PT, que aparecem em último lugar em simulações na disputa de 2010, revela levantamento.

Fonte: http://blogdofavre.ig.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 18h26.

Viçosa do Ceará: PSDB copia jingle de Luizianne Lins (PT)

 

Escrito por Erivaldo Carvalho – erivaldo@opovo.com.br

Já foi dito que PSDB e PT estão cada vez mais parecidos. Em termos de jingle de campanha eleitoral, isso já é fato.

Em Viçosa do Ceará, município da Zona Norte do Estado, a campanha tucana simplesmente copiou a música da candidata à reeleição em Fortaleza, Luizianne Lins (PT).

Nas andanças pelo Interior à cata de notícia, estava este repórter na localidade de Inharim – a 15 km da sede de Viçosa -, instantes antes do início de um comício da então candidata Silvana Fontenele (PSDB).

Não mais do que de repente, soltaram a música: “Eu quero é mais, eu quero é mais, quero ficar do lado dela…”.

A música segue, com o mesmo arranjo e demais detalhes técnicos, com pequenas diferenças quando a letra refere-se textualmente a Luizianne. Nesses trechos, a candidatura faz alusão ao nome tucano.

Só lamento não ter conseguido uma cópia do tema de campanha de Silvana Fontenele, digo, de Luizianne Lins, para disponibilizar para os diletos internautas.

Fonte: http://blog.opovo.com.br/politica/

Postado por Erismar Carvalho, às 17h43.

Por que Luizianne caminha para a reeleição

No dia 1º de janeiro de 2009, e muito provavel que a hoje candidata à reeleição Luizianne Lins (PT) seja reempossada prefeita de Fortaleza para mais quatro anos de mandato. Essa é a tendência mais palpável, forte, prática e objetiva que projetam os três mais respeitados institutos de pesquisa que foram a campo saber o que pensa o eleitorado da Cidade. Desde quando entrou no ar, a coligação liderada pela petista só sobe e avança na maioria dos expressivos e decisivos segmentos pesquisados. Os principais adversários fazem o caminho inverso. Foram vítimas da competência comunicacional da Prefeitura de Fortaleza, que como já foi destacado aqui, conseguiu fazer em poucas semanas o que a gestão Luizianne não vinha conseguindo realizar durante anos a fio: vender bem as realizações do governo do PT no maior colégio eleitoral do Estado. E daí, misturando, marotamente ao que pretende fazer, pedir mais tempo no poder. Está conseguindo.

JORNALISMO É PROJEÇÃO
Jornalismo não é só mostrar o retrato do momento, como gostam de dizer os sem números de políticos e especialistas quando o assunto é pesquisa eleitoral. Jornalismo é, sobretudo, enxergar movimentos e apontar horizontes. A vitória de Luizianne, ao que muito indica ainda no primeiro turno, é a mais forte previsão detectada pela Coluna no momento. Desde a primeira rodada de pesquisas, a candidata do PT inaugurou uma seqüência positiva de superação de intenções de voto. Começou em julho. Para se ater apenas ao O POVO/Datafolha, foram 30%, 35%, 44% e, agora, 47%. O adversário mais ameaçador, o candidato do DEM, Moroni Bing Torgan, começou com os tradicionais 30%. Foi a 29%, despencou para 22% e se mantém no mesmo patamar. Patrícia saiu com 22%. Oscilou para 19%, manteve-se com o mesmo desempenho e acabou definhando para 16%.

Matéria completa: Jornal O Povo

Postado por Erismar Carvalho, às 14h39.

Lula assina decreto para implantação do acordo ortográfico

RIO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina, nesta segunda-feira, o decreto com o cronograma de implantação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa no Brasil. O evento será realizado na Academia Brasileira de Letras (ABL), às 15h, durante uma sessão solene em homenagem ao centenário da morte do escritor Machado de Assis.

As mudanças da ortografia já entram em vigor em janeiro de 2009 e a implantação do acordo será feita de forma gradual, com um período de transição até 2012, quando os concursos públicos e vestibulares vão aceitar as duas formas de escrita: a atual e a modificada.

Entre as mudanças na escrita estão o fim do trema, mudanças no emprego do hífen, inclusão das letras w, k e y no idioma, além de novas regras de acentuação.

A expectativa do governo é de que a reforma ortográfica – assinada em 1990 e ratificada pelo Brasil em 1995 – amplie a cooperação internacional entre os países de língua portuguesa ao estabelecer uma grafia oficial única do idioma. A medida também deve facilitar o processo de intercâmbio cultural e científico entre Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Brasil e Portugal, além de ampliar a divulgação do idioma e da literatura.

Fonte: O Globo

Postado por Erismar Carvalho, às 14h28.

O aborto dos outros

Embora o aborto seja considerado crime no Brasil, mesmo com todas as conseqüências que isso traz, em duas circunstâncias a legislação brasileira garante o direito  à interrupção da gravidez. No caso de violência sexual (estupro) – desde que consentido pela gestante ou representante legal em caso de incapacidade – ou em situações de risco à vida da mulher. Porém, a desinformação e o preconceito que cercam toda a discussão sobre o aborto acabam impedindo que as pessoas tenham acesso a um serviço que é um direito, além de gerar dúvidas e questionamentos até mesmo nos profissionais envolvidos nesse procedimento.

Em 2005, o Ministério da Saúde reeditou a norma técnica de Prevenção e Tratamento dos Agravos Resultantes da Violência Sexual Contra Mulheres e Adolescentes – a primeira versão  é de 1999 –, e trouxe como principal novidade a não-exigência da apresentação do boletim de ocorrência (BO) pelas vítimas de violência sexual para a realização do aborto legal e o acompanhamento social, psicológico e médico necessários.

A decisão de interromper ou não a gravidez cabe a uma junta médica após ouvir as vítimas e apurar as informações.  A nova norma técnica faz parte de uma estratégia do governo federal de distribuir manuais técnicos e cartilhas a gestores de políticas públicas, médicos e hospitais para orientá-los no atendimento à mulher nesta situação, que também inclui a disponibilidade da “pílula do dia seguinte”. Acompanhando exatamente o cumprimento dessa norma, a diretora Carla Gallo realizou uma longa pesquisa e produziu um documentário sobre mulheres que optaram pela interrupção
da gravidez nesses casos.

O filme O Aborto dos Outros, que estreou no dia 5 de setembro nos cinemas brasileiros, retrata a situação das mulheres que, amparadas pela lei, interromperam a gravidez, além de outras que fizeram abortos clandestinos e sofreram as duras conseqüências. Em uma das entrevistas do filme, o médico Jefferson Drezett calcula que 70 mil mulheres morram por ano no mundo em decorrência de abortos inseguros. Uma a cada sete minutos. Confira abaixo a entrevista com Carla Gallo, que dirigiu também outros documentários independentes como Tom Zé ou quem irá colocar uma dinamite na cabeça do século e Hijab – Além do véu.

Matéria completa c/entrevista: http://www.revistaforum.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 14h09.

Padre Marcelo apoia Chalita que deixou rombo de R$ 4 milhões em S.Paulo

Olha a fofoca na coluna da Renata Lo Prete “Disputado por Kassab e Alckmin, padre Marcelo deixou-se fotografar para o material de campanha de um único candidato: Gabriel Chalita, que disputa vaga na Câmara Municipal. A mensagem que acompanha a foto é pródiga em elogios ao tucano, amigo do religioso e ligado à rede católica Canção Nova. Como pode um padre apoiar um político que meteu a mão no cofre da prefeitura?. Quem conta a história é a Folha.

Gestão Chalita deixou rombo de R$ 4 milhões

Auditoria interna da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), órgão ligado à Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, identificou um rombo de R$ 4,08 milhões, fruto de contrato assinado em 2006 para fornecimento de antenas parabólicas, durante gestão do então secretário Gabriel Chalita, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB).

A FDE foi à Justiça cobrar a devolução do dinheiro ao erário. Entre os citados a pagar o valor está o ex-diretor Milton Dias Leme, que disse em depoimento ter sido convidado para o cargo, após entrevistas, por Chalita e pelo secretário-adjunto e hoje deputado estadual Paulo Barbosa (PSDB).

A Folha teve acesso à auditoria da FDE, que embasa uma ação de improbidade que tramita na 2ª Vara da Fazenda. A fundação assinou, em janeiro de 2006, contrato para fornecimento de 5.500 antenas e 5.500 receptores para implementar nas escolas estaduais o projeto Canal do Saber, que reproduziria programas educativos de TVs para os alunos.

Antes mesmo da comprovação de que as antenas haviam sido entregues, houve um aditamento, em 27 de abril de 2006, de mais 1.375 antenas e 1.375 receptores. Tudo deveria ser entregue, de acordo com a ação, até 3 de julho de 2006, e os equipamentos seriam pagos até 30 dias após o recebimento. “Todos os valores devidos à contratada, inclusive o aditado, foram pagos, e esta não entregou os equipamentos na sua integralidade”, sustenta a fundação na inicial do processo.

Segundo levantamento da FDE, foram pagas, mas não entregues, 3.233 antenas e 4.695 receptores. Apesar da contratação total de 6.875 antenas e 6.875 receptores, São Paulo tinha cerca de 5.300 escolas.

Candidato a vereador, Chalita foi escolhido para ser o “puxador” de voto do PSDB para a Câmara neste ano. Em seu site, ele cita como realização de sua gestão a “implantação do Canal do Saber nas 5.306 escolas, levando programação exclusiva à rede estadual de ensino”.

Pelos materiais pagos e não entregues, a cobrança é de R$ 4 milhões, em valores já atualizados. Mas a FDE também teve um custo de R$ 4,6 milhões para a produção dos programas e mais R$ 2,5 milhões para a transmissão via satélite.

O Canal do Saber foi desativado em novembro de 2006, após a saída de Chalita, menos de um ano após o lançamento oficial do programa no dia 28 de março, com a presença do então governador Alckmin -ambos deixaram os cargos porque o tucano viria a ser candidato à Presidência.

A ação foi movida contra a empresa que venceu a licitação, Comercial Vida, o ex-diretor Milton Dias Leme, que exerceu a função de 16 de maio de 2005 a 16 de maio de 2006, e o funcionário André Romano.

Segundo a transcrição do depoimento de Leme, “quando os projetos foram mostrados, devido à demora em seu andamento, apontou-se para uma data de entrega em agosto, considerada inviável pela necessidade da saída do sr. governador, em função da sua candidatura à Presidência; por tal motivo, foi solicitada a antecipação do projeto para a inauguração até o final do mês de maio, conforme recebeu orientação do ex-diretor-executivo, que indicou como responsável por tal orientação o ex-secretário Gabriel Chalita e o ex-secretário-adjunto Paulo Barbosa”. Segundo a ação, Leme justificou a necessidade de contratação e aditamento, assinou o edital, homologou a licitação e autorizou os pagamentos.

Fonte: http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com/

Postado por Erismar Carvalho, às 13h48.

Auxílio-creche é direito da mãe trabalhadora

Em caso de descumprimento da lei, empresa pode ser multada no valor de R$ 80,51 a R$ 805,09. Toda empresa com pelo menos 30 empregadas com idade acima de 16 anos é obrigada a manter local onde as mães possam deixar seus filhos até 6 meses de idade

A proteção à maternidade é um direito constitucionalmente garantido às trabalhadoras e a existência de uma creche custeada pela empresa ou o pagamento do auxílio-creche é um dever do empregador. Em caso de descumprimento da lei, a empresa pode ser multada no valor de R$ 80,51 a R$ 805,09 por situação irregular.

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), em seu artigo 389, parágrafo 1º, estabelece que toda empresa que possua estabelecimento em que trabalharem pelo menos 30 mulheres com mais de 16 anos de idade deverão manter um local apropriado onde seja permitido às empregadas guardar, sob vigilância e assistência, seus filhos no período da amamentação que vai do nascimento aos seis meses do bebê.

Já a Portaria 3.296/1986, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), diz que a empresa poderá, em substituição à exigência contida na CLT, adotar o sistema de auxílio-creche.

O auxílio-creche, ou reembolso-creche, é um valor que a empresa repassa diretamente às empregadas, de forma a não ser obrigada a manter uma creche. Nesse caso, o benefício deve ser concedido a toda empregada-mãe, independentemente do número de empregadas no estabelecimento, e deve ser objeto de negociação coletiva.

Caso a mãe queira deixar seu bebê com uma babá, não há previsão legal quanto a esse benefício. Porém, nada impede que a convenção ou acordo coletivo autorize a trabalhadora a usar o valor do benefício para pagamento de uma babá.

O valor deve custear integralmente as despesas efetuadas com o pagamento da creche, que será de livre escolha da empregada-mãe, pelo menos até os seis meses de idade da criança, nas condições, prazos e valor estipulados em acordo ou convenção coletiva. As convenções e acordos coletivos de trabalho estabelecerão o valor do auxílio-creche e, se for o caso, o valor do auxílio-babá.

O reembolso-creche deverá ser efetuado até o 3º dia útil da entrega do comprovante das despesas efetuadas, pela empregada-mãe, com a mensalidade da creche. A creche pode se localizar na própria empresa ou em outros locais, contratados mediante convênio entre a empresa e entidades públicas ou privadas.

O período de amamentação vai do nascimento até pelo menos seis meses de idade, mas as convenções e acordos coletivos firmados pelos sindicatos poderão estipular um período maior. Legalmente o auxílio-creche é concedido apenas às empregadas-mães. Mas as convenções e acordos coletivos negociados pelos sindicatos também podem, eventualmente, estender esse direito aos pais. 

Fonte: http://www.cut.org.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 13h38.

Brasília e Curitiba aprovam greve amanhã. Demais sindicatos decidem hoje

Os bancários de Brasília e Curitiba rejeitaram a proposta de 7,5% de reajuste apresentada pela Fenaban no dia 24 e aprovaram a greve de 24 horas nesta terça-feira 30, seguindo a orientação do Comando Nacional. O Sindicato de Sergipe também rejeitou a proposta e aprovou a paralisação na quinta-feira, 2 de outubro. Os demais sindicatos realizam assembléias hoje em todo o país.

Os bancários de Brasília fizeram a assembléia na quinta-feira, os de Curitiba na sexta e os de Sergipe no sábado . Clique nos links para ter acesso aos detalhes.

A proposta de 7,5% apresentada pela Fenaban na semana passada inclui 0,35% de aumento real (a inflação do período foi de 7,15%). Mas o Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta no ato da apresentação, por considerá-la muito abaixo da reivindicação da categoria, de 5% de aumento real. O Comando orientou os sindicatos a realizarem assembléias até esta segunda-feira 29 para rejeitarem a proposta e decretarem greve de advertência de 24 horas nesta terça-feira 30.

“Deixamos claro que a proposta é inaceitável para os bancários porque está muito distante das reivindicações da categoria e não condiz com os resultados extraordinários dos bancos e nem com as propostas que outros setores empresariais, menos rentáveis que os bancos, estão fazendo a seus trabalhadores. As primeiras assembléias já realizadas mostram a insatisfação dos bancários com a proposta”, diz Vagner Freitas, presidente da Contraf/CUT e coordenador do Comando Nacional.

Nas negociações da semana passada com a Fenaban, os representantes dos bancários reiteraram a necessidade de uma ampliação do aumento real, da valorização dos pisos salariais, da melhoria do vale-alimentação e de aumento e simplificação da PLR. Disseram que a proposta é inferior ao acordo do ano passado e insistiram para que os negociadores dos banqueiros apresentassem uma nova proposta para que pudesse ser submetida às assembléias da categoria. Mas não houve avanço.

“Os bancos já haviam rejeitado quase todas as nossas reivindicações sobre saúde e condições de trabalho, emprego, igualdade de oportunidades e segurança. Eles estão apostando no confronto. Está claro que para fazer os banqueiros avançarem nas negociações só com greve. E é isso que temos de preparar”, acrescenta Vagner Freitas.

Manifestações

Na quinta-feira, dia seguinte às negociações com a Fenaban, os bancários fizeram manifestações e paralisações em todo o país, no Dia Nacional de Luta, para mostrar a insatisfação com a proposta de 7,5% de reajuste.

Em São Paulo, os bancários pararam até ao meio-dia todas as 58 agências da avenida Paulista, o coração financeiro do Brasil. Clique aqui para ter acesso às manifestações que ocorreram em todo país.

Fonte: Contraf-CUT

Postado por Erismar Carvalho, às 13h32.

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS NO ESTADO DO CEARÁ,  convoca todos os empregados em estabelecimentos bancários dos bancos públicos e privados, sócios e não sócios, da base territorial deste sindicato, para a Assembléia Geral Extraordinária que se realizará dia 29 de setembro de 2008, segunda-feira, às 18h30min, em primeira convocação, e às 19h00, em segunda convocação, na Rua 24 de Maio, 1289, Centro, Fortaleza(CE), para discussão e deliberação acerca da seguinte ordem:

1. Avaliação e deliberação sobre a proposta econômica apresentada pela FENABAN na negociação de 24/09/2008;

2. Deliberação acerca de paralisação de 24 horas a partir da 00h00 do dia 30 de setembro de 2008.

Fonte: SEEB/CE

Postado por Erismar Carvalho, às 11h50.

SEEB/CE firma parceria com Moriá Baterias e Acessórios

A Moriá Baterias e Acessórios Para Autos, empresa estabelecida na Av. Antonio Sales 864 – Aldeota, é o mais novo parceiro do Sindicato dos Bancários do Ceará. É a nova opção dos bancários sindicalizados, aposentados, diretoria do sindicato, bem como seus dependentes e autorizados pelo convênio, que a partir de agora poderá contar com mais um beneficio. Pelo convênio firmado o parceiro fará o fornecimento de baterias automotivas de todas as amperagens, acessórios e aplicação de película fumê para controle solar de veículos, arquitetura, decorativas e de segurança, com descontos especiais.

Em fácil localização, entre as ruas Barão de Aracati e Caslos Vasconcelos, próximo a Otoclínica. Conta com profissionais treinados pronto para prestar o melhor atendi- mento. Coloca a disposição um ambiente agradável e confortável enquanto você aguarda o seu serviço. Venha nos visitar! Chegando lá você pode procurar pelo Cláudio ou Fábio, será um grande prazer em recebê-los e servi-los.

O convênio firmado entre o Sindicato dos Bancários e a MORIÁ, tem como premissa oferecer aos seus associados acima qualificados, um desconto diferenciado no valor de 10% (dez por cento) em qualquer um dos produtos ou serviços especificados, mesmo que estes já se encontrem em promoção divulgada, não havendo assim prejuízo ou invalidação do beneficio.

Para você gozar dos benefícios desta parceria, basta que você associado, se identifique com sua carteira atualizada com o numero da matricula sindical, ou contracheque que comprove a filiação ao Sindicato.

Aceita pagamento em até 4 vezes nos cartões de crédito Hipercard e Mastercard, ou cheque pré-datado em até 3 vezes, e faz entrega em domício pelo telefone 3246 9048.

Fonte: SEEB/CE

Postado por Erismar Carvalho, às 11h43.

Copa 2014: “Fortaleza é uma das favoritas”

As potencialidades do Estado do Ceará, como candidato a sub-sede da Copa do Mundo de 2014 foram apresentadas no dia 25/09, pela manhã ao ministro do Esporte, Orlando Silva, em um café da manhã, oferecido pelo Governo do Estado. Na oportunidade, o ministro assistiu a um vídeo preparado pela Secretaria do Esporte, no qual o Estado foi mostrado em tudo o que poderá ser útil na realização da Copa do Mundo.

Antes de ver o vídeo, o ministro declarou: “A cidade de Fortaleza é uma das favoritas para participar da Copa, por ser um dos maiores destinos turísticos e possuir infra-estrutura e projetos para melhorá-los”. Falou de providências que estão sendo tomadas pelo Governo do Estado e Prefeitura para dotar a cidade de todas as condições, como expansão do metrô e o Transfor, da Prefeitura.

Orlando Silva falou da implantação do Programa Segundo Tempo, que vai atender no Ceará 46.600 crianças dos 184 municípios, utilizando 947 profissionais. O investimento nesse programa será de R$ 18.600.000,00. Em março de 2009, a Fifa definirá as cidades-sede e até lá, os governos estaduais terão que mostrar projetos e provar a viabilidade dos mesmos para que a cidade seja escolhida. O senador Inácio Arruda apresentou uma emenda de bancada para que sejam liberados R$ 28 milhões para serem aplicados na zona metropolitana de Fortaleza. Hoje à noite, o secretário de Esporte, Ferruccio Feitosa, viaja ao Rio de Janeiro, onde haverá uma reunião com uma comissão da Fifa, a qual analisará os projetos das candidatas, priorizando aspectos técnicos.

Fonte: Diário do Nordeste
Postado por Erismar Carvalho, às 10h50.

O neoliberalismo acabou?

Escrito por Emir Sader

Foi um modelo absolutamente hegemônico, logrando estender-se da forma mais universal possível: da Europa Ocidental ao EUA, da América Latina à China, da Europa Oriental à África, da Rússia ao sudeste asiático. Teve crises precoces – ao longo da década de 1990, no México, no sudeste asiático, na Rússia, no Brasil, na Argentina – mas se manteve hegemônico, sem nenhum outro projeto alternativo que lhe disputasse hegemonia. Suscitou grandes mobilizações contrárias – como as iniciadas em Seattle, que desembocaram nos Foros Social Mundiais -, seguiu tropeçando, como na OMC, no enfraquecimento do FMI e do Banco Mundial, mas continuou a ser o único modelo globalizado. Depois de algum tempo, a proposta híbrida da China permitiu surgir a expressão Consenso de Pequim, no lugar do de Washington, mas girando sempre em torno de adequações às políticas de livre comércio.

Potências centrais do capitalismo já haviam sido vítimas das desregulação e do poder de ataque do capital especulativo, entre elas a Grã-Bretanha, na década de 80, vítima do mega-especulador George Soros. Mas todo ataque especulativo tinha aos EUA como beneficiário, toda fuga de capitais tinha a Bolsa de Valores de Nova York como refúgio. Sabia-se que essa farra especulativa só poderia encontrar um limite no momento em que o principal beneficiário dela fosse também vítima. Esse momento chegou. As medidas emergenciais, como sempre, ferem a doutrina neoliberal, com intervenções diretas e maciças do Estado – como já vinha acontecendo desde a primeira crise neoliberal, a do México em 1994. Mas elas significam o fim do neoliberalismo? É possível a retomada de processos regulatórios globais – um novo Bretton Woods – que brequem estruturalmente a livre circulação de capitais e a revertam os processos de desregulação econômica, essência mesma do neoliberalismo?

Nada indica que isso seja possível. Não existe uma lógica racional do sistema capitalista, que faça com que seus agentes – de grandes corporações a Estados dominantes – ajam conforme uma lógica superior do sistema. Essa é uma de suas contradições estruturais, aquela entre dominação global e apropriação privada. Trata-se de uma grande crise capitalista, já se diz que a maior desde a de 1929, que pode abrir caminho à construção de um modelo alternativo. Mas por enquanto não se vislumbra nenhum modelo que possa ter esse papel, nem sequer de maneira embrionária, no horizonte, no máximo versões híbridas, como as políticas econômicas da China ou do Brasil. A própria proliferação de governos conservadores, nada inovadores sequer em suas políticas, no centro do capitalismo, indica que nada de novo pode vir deles em substituição do modelo esgotado.

O neoliberalismo se constituiu em um novo modelo hegemônico na história do capitalismo, sucedendo ao modelo regulador – keynesiano ou de bem-estar social, como se queira chamá-lo. Fez seu diagnóstico do esgotamento do modelo anterior e se propôs reorganizar o sistema capitalista no seu conjunto, conforme seus princípios liberais reciclados para o novo período histórico do capitalismo. Tudo indica portanto que, entre a crise do modelo precocemente envelhecido e as dificuldades de surgimento de um novo, mediará um período mais ou menos longo de instabilidades, de sucessão de crises, de turbulências. Porque o que se esgota é não apenas um modelo hegemônico, é também a hegemonia política dos EUA – os dois pilares de sustentação do novo período político, que substituíram ao modelo regulador e à bipolaridade mundial. E também neste plano, não surge no horizonte uma nova potência ou um conjunto delas, em condições de exercer uma nova hegemonia.

O neoliberalismo não termina, mas se esgota, abrindo um período de disputa por alternativas, em que por enquanto só se vê na América Latina aparecerem propostas de sua superação. Ganha assim a região um protagonismo – junto com a China – na projeção do futuro do mundo em toda a primeira metade do novo século, na disputa entre o velho que se recusa a morrer e produz crises e suas conseqüências por todos os lados, e o novo, que começa a anunciar o posneoliberalismo, um mundo solidário, desmercantilizado, humanista, de que o Fórum Social Mundial de Belém – de 27 de janeiro a 1° de fevereiro – será uma mostra pluralista e vigorosa das alternativas ao neoliberalismo.

Fonte: Revista Carta Maior
Postado por Erismar Carvalho, às 10h42.

TRE ACABA COM O GOLPE DO “DEM”

TRE garante candidatura de petista à prefeitura de Recife. Em seu despacho, desembargador justificou que não há sentença ‘transitada em julgado’ contra o petista – Agência Brasil

BRASÍLIA – O candidato do PT à prefeitura de Recife, João da Costa, continua habilitado para disputar as eleições de 5 de outubro. O desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Pernambuco João Carneiro Campos negou pedido do candidato José Mendonça Bezerra Filho (DEM) de retirada da propaganda eleitoral de João da Costa. Em seu despacho, Campos justificou que não há sentença “transitada em julgado” contra o petista. “Analisando os autos, verifica-se que o pedido para suspender a propaganda eleitoral, em razão de sentença, não transitada em julgado, que cassou registro de candidatura, não encontra guarida no ordenamento jurídico”, sustentou.

“Portanto, ele (o candidado João da Costa) permanece regularmente como candidato, podendo realizar todos os atos inerentes à sua campanha eleitoral”, argumentou o desembargador. Na última terça-feira, o juiz Nilson Nery, do TRE de Pernambuco, cassou o registro da candidatura do petista João da Costa. O juiz acatou denúncia de uso da máquina pública por funcionários da prefeitura da capital, que é comandada por João Paulo, também do PT. Segundo a assessoria de imprensa do TRE pernambucano, João da Costa recorreu da decisão dentro do prazo legal de três dias e conseguiu que a cassação fosse suspensa até o julgamento do mérito pelo plenário da Corte. O presidente do tribunal, desembargador Jovaldo Nunes, por meio da assessoria, afirmou que não haverá tempo hábil para votar o processo antes do final das eleições.

Fonte: http://desabafopais.blogspot.com./

Postado por Erismar Carvalho, às 10h33.

A cidade de Fortaleza decreta a DERROTA DE TASSO!

Seis mil veículos ganham as ruas para reforçar
que Fortaleza quer Luizianne(PT) reeleita

A uma semana das eleições para prefeito de Fortaleza, uma das maiores carreatas da história da cidade marcou esse domingo (28), quando cerca de 6 mil veículos – entre carros, motos e bicicletas – percorreram diversos bairros para reafirmar o desejo pela reeleição da prefeita Luizianne Lins. Superando o primeiro evento, no último dia 31 de agosto, quando cerca de 5 mil veículos foram envolvidos, desta vez a militância e os apoiadores encheram a cidade de vermelho, enfeitando bairros como Maraponga, Parangaba, Conjunto Ceará, Bom Jardim, Grande Pirambu e Centro.

Durante quatro horas, os veículos integrantes da Carreata da Vitória percorreram 30 quilômetros e 22 vias de Fortaleza, começando pela Avenida Benjamim Brasil, na Maraponga, que desde as 9 horas começou a se preparar para a festa. Ao todo, os veículos em fila dupla se estenderam por 10 quilômetros, formando uma corrente que foi até a 10ª Região Militar, no Centro, onde houve a dispersão. “O trabalho que ela (Luizianne) está fazendo é muito bom! É por isso que estou aqui dando meu apoio à Lôra. Votei nela e não me arrependi de jeito nenhum”, disse, ainda na concentração, Cícera Regina de Barros, que mora nas imediações. Ela e a família se encheram de adesivos e bandeiras desde cedo, só para ver a Carreata da Vitória passar.

“Só na minha vida, já melhorou muito ela não ter aumentado as passagens de ônibus. Ela também deu as fardas das crianças nas escolas. Isso é muito bom”, afirmou a filha de dona Cícera, Vanessa Barros. Às 11 horas, milhares de carros iniciaram o trajeto. Seis ruas e avenidas depois, entraram pela Avenida Osório de Paiva, quando Luizianne Lins se integrou à carreata, próximo do meio-dia. “Olha aí! É a nossa prefeita! Estamos torcendo pela senhora, viu? Não se deixe abater!”, disse a aposentada Flora dos Santos, 63, assim que viu a candidata à reeleição pela Coligação Fortaleza Cada Vez Melhor. Luizianne agradeceu com um aceno e sorrisos, do alto do veículo em que também estavam o candidato a vice-prefeito Tin Gomes, e o senador Inácio Arruda (PCdoB).

Fonte: http://www.luizianne13.can.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 10h24.

 

Valor nutricional de alimentos está na casca, diz pesquisa

São Paulo (AE) – Estudo feito com 19 alimentos, que vão compor uma tabela de avaliação do teor nutritivo, apontou que a folha do brócolis chega a ter cinco vezes mais proteínas e 20 vezes mais carotenóides (precursor da vitamina A) que o talo. Já a laranja, conhecida por ser rica em vitamina C, fica atrás, por exemplo, da casca da jaca, que tem 12 vezes mais. A pesquisa comprova que casca e folhas de algumas frutas, verduras e legumes, que normalmente vão para o lixo, são tão nutritivas quanto a própria polpa. Os resultados fazem parte da nova lista de alimentos da tabela de composição nutricional de partes não-convencionais, geralmente descartadas. Já estavam na relação 20 outros alimentos. A tabela traz a análise de 11 itens: proteínas, carboidratos, lipídeos, fibras, vitamina C, carotenóides, cálcio, potássio, fósforo, ferro e água.

O estudo vem sendo realizado desde 2003 pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), de Botucatu (SP), a pedido do Sesi-SP. Conforme os resultados, todos os novos alimentos da tabela têm algum tipo de nutriente na casca, no talo, na rama, na folha ou na semente. Uma surpresa são as propriedades encontradas no cabelo do milho, que é rico em proteínas, vitamina C e potássio. “Em alguns casos, constatamos que as partes descartadas são mais ricas que a própria polpa”, diz a professora da Unesp, a agrônoma Giuseppina Pace Pereira Lima, que coordena o estudo. “O importante não é apenas o fato de as partes, que normalmente são jogadas no lixo, terem tanto teor de algum nutriente. Mas sabermos que elas têm nutrientes e que desperdiçamos.” A professora lembra que 60% do lixo produzido no Brasil é orgânico e boa parte poderia ser aproveitada. “Podemos melhorar a qualidade da alimentação e ainda reduzir o lixo, que é um problema de saúde pública.”

Para a nutricionista e professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Eliana Cristina de Almeida, falta hábito da população para aproveitar melhor os alimentos. “Nosso lixo é o mais rico do mundo. A gente não pode pensar que a rama da cenoura ou as folhas do brócolis são restos”, ressalta. Ao contrário. No Nordeste, lembra ela, a população sofre com deficiência de vitamina A, que pode causar cegueira noturna. “Tanto que o governo dá suplementação da vitamina. Mas para que pagar se temos isso de graça nos alimentos, em partes que são jogadas no lixo, como folha de brócolis e casca de manga”, questiona.

Entretanto, a professora alerta que a manutenção dos nutrientes nos alimentos depende do preparo. “As vitaminas são voláteis. Quando o alimento for cozido, por exemplo, a dica é não usar água. Se usar, aproveitá-la para fazer uma sopa, porque os nutrientes ficam na água”, explica a professora. Além disso, o ideal é preparar alimentos cozidos ou assados, evitando frituras.  “A gente sabia que estas partes tinham nutrientes. Mas não sabíamos quais e em que quantidade”, explica a diretora de Alimentação do Sesi-SP, Tereza Watanabe.

Fonte: http://tribunadonorte.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 10h03.

Antecedentes Criminais: 22% dos candidatos em SP tem antecedentes criminais

O Jornal Folha de S. Paulo publicou que 22% dos candidatos ao cargo de vereador na cidade de São Paulo apresentaram antecedentes criminais à Justiça Eleitoral. As acusações mais freqüentes são de lesão corporal e estelionato, porém há casos mais graves como tentativa de homicídio e homicídio culposo, que não tem intenção de matar, como os casos de acidente de trânsito.

Nas certidões criminais, que indica qualquer tipo de investigação ou acusação relacionado diretamente à pessoa, entregues pelos 1.077 candidatos considerados aptos a concorrer ao pleito, 241 candidatos apresentaram antecedentes criminais.

Ao todo, estes 22% respondem a 267 inquéritos policiais e a 175 processos. Na maioria dos casos, a investigação já foi arquivada ou o candidato foi absolvido, porém há processos que estão em andamento, bem como algumas condenações.

As certidões são públicas e estão disponíveis nas cedes da Justiça Eleitoral e na ficha dos candidatos no site da Folha de S. Paulo.

Partidos
Ainda segundo a Folha de S. Paulo, o PRB é a sigla com maior proporção de nomes com antecedentes por candidatos que lançou, que é 42%. Em segundo vem o PMDB com 33% e em terceiro o PMN com 32%. Em número absoluto, o PSDB é o partido com maior número de candidatos nessa situação: 25. Em seguida vem o PTR com 24 e o PMN com 18.

Segundo a promotoria eleitoral, a pessoa que já ocupou cargo público tem maior possibilidade de ser enquadrado em ações por improbidade administrativa. Porém, inquéritos e processos por crimes de outra natureza devem receber tratamento rigoroso. “Estelionato, crime contra o patrimônio público, tráfico e roubo são os mais graves e, por mais que a lei permita que suspeitos disso possam concorrer, cabe ao eleitor escolher quem vai representá-lo”, disse.

A Justiça Eleitoral de São Paulo lembra que a Constituição Federal possibilita a candidatura de políticos que estejam sendo investigados ou estejam respondendo a processo, porém salienta que é necessário uma mudança urgente. “A sociedade deve se mobilizar para que a legislação seja alterada, buscando meios de se proibir essas candidaturas”.

Fonte: http://www.tribunadonorte.com/

Postado por Erismar Carvalho, às 09h52.

Polícia Civil alerta sobre novo golpe por e-mail

A Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Campo Grande emitiu um alerta sobre a circulação de um novo golpe aplicado a usuários de internet. Através de e-mail, os golpistas informam ao destinatário que é beneficiário de grande quantia em dinheiro em virtude de sentença judicial transitada em julgado em outro estado.

Na correspondência, a vítima é informada que para resgatar o dinheiro, basta depositar certa quantia em uma determinada conta corrente. Segunda a Depac, que o email vem instruído com pesquisas dos sites de pesquisa dos Tribunais de Justiça, onde consta o nome da vítima e o número do processo. 

A orientação da polícia para com a população que não deposite nenhum valor solicitado nestes e-mails antes de verificar se realmente existe o processo referido no respectivo Tribunal de Justiça.

Fonte: http://www.campogrande.news.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 09h42.

Brasil nunca teve situação econômica tão sólida como agora, reafirma Lula

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar hoje (29) que, mesmo diante da forte crise econômica mundial, o Brasil “nunca teve uma situação tão sólida como agora”. Ao comentar os índices de emprego e desemprego apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na semana passada, ele disse que o atual cenário financeiro norte-americano não refletiu problemas na economia brasileira.

“Porque nós estamos exportando mais e porque a economia está crescendo. Estamos preparados para crescer mesmo com a crise americana. Agora, é importante que o povo brasileiro saiba que uma crise de recessão em um país importante como os Estados Unidos pode trazer problemas a todos os países do mundo, porque eles representam a maior economia do mundo”.

Em seu programa semanal Café com o Presidente, Lula afirmou estar “convencido” de que, caso o Brasil tenha que passar por “algum aperto”, será “muito pequeno”. O presidente destacou pontos como a diversificação da balança comercial e o mercado interno, que para ele será capaz de sustentar grande parte da economia brasileira.

“Eu fiz questão de começar o meu pronunciamento na ONU [Organização das Nações Unidas] denunciando a crise americana e chamando a atenção para o papel do funcionamento do sistema financeiro no mundo. O sistema financeiro também precisa ter muita ética e a minha idéia é que, daqui para frente, os Bancos Centrais possam se reunir em Basiléia [cidade onde funciona a sede do banco de Compensações Internacionais, na Suíça] e tomar medidas duras para investigar e controlar o sistema financeiro no mundo”.

De acordo com o presidente, não se pode mais permitir que bancos sejam transformados em “verdadeiros cassinos”, onde o que vale é a aposta sem se medir as conseqüências. Lula reforçou que o sistema financeiro brasileiro não está “envolvido” na crise mundial, “que pertence” aos banqueiros americanos e europeus. “É preciso que eles assumam responsabilidades”.

Fonte: http://www.agenciabrasil.gov.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 09h38.

Maluf diz que disputa entre Kassab e Alckmin é ‘briga de comadres’

SÃO PAULO – A polarização na disputa entre dois partidos aliados deu o tom no debate realizado neste domingo, 28/09,  pela TV Record. Gilberto Kassab, do DEM, e Geraldo Alckmin, do PSDB, acabaram ironizados por Paulo Maluf, o quarto colocado.

- Eles brigam em público e depois fazem acordo na cozinha. É uma briga de comadres – alfinetou Maluf. 

O tema coerência política, alimentado pelas perguntas, trouxe logo um enfrentamento Kassab-Alckmin.

- Ele foi secretário de Pitta e agora é aliado de Quércia. Acho que coerência é importante na vida pública – acusou Alckmin.

- Até duas semanas, antes de cair nas pesquisas, o Alckmin não tinha esse discurso. Quando fui escolhido há quatro anos como vice de José Serra, ele me aplaudiu. E chegou a me convidar para, daqui a dois anos, ser candidato a governador, apoiado por ele – rebateu o candidato do DEM. 

- Minha vida política não é de acordo de bastidores, mas de olho no olho. Como poderia convidar alguém para ser candidato a governador e ele é do DEM e eu sou do PSDB? – disse Alckmin. 

Outro momento tenso do encontro foi quando Kassab questionou a promessa de Marta de não criar impostos como a criticada taxa do lixo, que acabou sendo extinta na gestão Serra.

- Sua propaganda enganosa chega ao vivo aqui e agora. Seu partido e o governo do Fernando Henrique Cardoso foram quem mais criaram impostos neste país – afirmou a candidata.

Fonte: Portal o Globo

Postado por Erismar Carvalho, às 09h08.

Negociação específica com a Caixa prossegue nesta sexta

Os intens da pauta são contratação de pessoal, democratização da gestão e recomposição do poder de compra dos salários

São Paulo – Nesta sexta-feira, dia 26 de setembro, às 15h, em Brasília, o Comando Nacional dos Bancários e a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) dão prosseguimento ao calendário de negociações das cláusulas específicas da Campanha Nacional de 2008 com a Caixa Econômica Federal.

A pauta do encontro prevê o debate sobre a cláusula da contratação de pessoal, pendência da reunião anterior. Estarão também em discussão os itens da democratização da gestão (eleição de representante dos empregados no Conselho Diretor e no Conselho de Administração com direito a voz e voto) e a recomposição do poder de compra dos salários.

Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo

Postado por Erismar Carvalho, às 15h56.

Bancários de todo país participaram do Dia Nacional de Luta

Mobilização é forte para arrancar proposta digna e decente dos banqueiros

São Paulo – Trabalhadores de agências bancárias de todo o país se mobilizaram pelo Dia Nacional de Luta nesta quinta-feira, 25. Durante a manifestação que tomou conta da Avenida Paulista, bancários de Piracicaba, interior de São Paulo, chegaram com faixas e muita disposição para fortalecer a luta no coração financeiro do país.

Em Curitiba, desde às 7 horas da manhã, houve protesto na sede administrativa do HSBC, localizada no Hauer. Ao mesmo tempo, o HSBC 24 de Maio, ou Michelangelo, como é chamado, também parou. A estimativa é de que 3,7 mil trabalhadores permaneceram de braços cruzados até às 9h30 da manhã. Os funcionários se reunirão nesta sexta, 26, para decidir em assembléia sobre paralisação.

Em Belo Horizonte, a abertura de diversas agências, tanto de bancos privados quanto da Caixa e do Banco do Brasil, foi retardada em uma hora.

Em Florianópolis, as agências do Bradesco e do BB, na Praça XV, centro da capital, permaneceram fechadas durante toda a manhã. Teve batucada de escola de samba e a direção do sindicato local percorreu as agências no entorno da praça. No Unibanco, panfletos foram distribuídos no interior da agência.

Os bancários de Rondônia paralisaram as atividades nas agências do centro da capital. Limeira, Campos, Pernambuco, Santos, Ilhéus, Barretos, Brasília, Teresina, Alagoas e outras cidades e capitais também realizaram manifestações, paralisações e assembléias nesta quinta-feira.

Fonte: Portal Contraf/CUT

Postado por Erismar Carvalho, às 15h49.

Começa hoje a Campanha Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos

Foi iniciado nesta quinta-feira (25/09) a Campanha Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos. A idéia é aumentar o número de transplantes no País, especialmente de coração e pulmão. De acordo com o diretor de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame, o Brasil tem condições de aumentar o número de transplantes realizados, mas, para isso, precisa que o número de doações de órgãos seja maior.

Alberto Beltrame antecipa que, no lançamento da campanha, previsto para a tarde de hoje, o Ministério da Saúde vai apresentar um conjunto de medidas para aprimorar o sistema de doações de órgãos. Entre as mudanças, estão o reajuste dos valores pagos às equipes de transplantes dos hospitais, além de um aperfeiçoamento do controle da lista das pessoas que esperam por um transplante.

No Piauí, segundo a Central de Transplantes até o ano de 2005 foram realizados 106 transplantes no Estado (2 coração – 59 córnea – 45 rim), 2006 foram 75 (39 córnea – 36 rim e nenhum de coração), em 2007 (coração 1 – córnea 51 – 37 rim) e em 2008 foram 40 transplantes (16 rins – 24 córnea e nenhum de coração). Até o ano de 2007 o Estado tinha realizado 617 transplantes.

Fonte: Portal 180 Graus

Postado por Erismar Carvalho, às 15h34.

Quércia: Prefiro meu nome vinculado a Pitta do que a um traidor como Alckmin

SÃO PAULO – O ex-governador de São Paulo e presidente estadual do PMDB, Orestes Quércia, divulgou nesta sexta-feira uma nota à imprensa em resposta às críticas do ex-governador tucano Geraldo Alckmin, candidato a prefeito. Para atacar o prefeito Gilberto Kassab (DEM), Alckmin chamou a chapa do prefeito de “Quércia/Pitta”, já que a o DEM conta com o PMDB em sua coligação e foi secretário do ex-prefeito Celso Pitta.

Quércia respondeu que o ex-prefeito Celso Pitta (PTB, cujo partido agora está na coligação com Alckmin) está mais para “vítima do que para algoz”. Quércia afirmou ainda que Alckmin tem “personalidade duvidosa”. O peemedebista acusou o tucano de “usar a força do governo de São Paulo para se impor como candidato a presidente”, em detrimento do hoje governador José Serra. Quércia vai além: diz que Alckmin “elabora uma maquinação mesquinha e traiçoeira entre as lideranças nacionais do PMDB” e “tenta posar de vítima” na campanha. O objetivo seria, segundo ele, atingir o governador Serra.

Fonte: http://oglobo.globo.com/

Postado por Erismar Carvalho, às 15h22.

A suspeita que paira no ar

A cada dia que passa, mais fortes são as suspeitas de que o suposto grampo em Gilmar Mendes e Demóstenes Torres foi uma armação da revista Veja. A revista não mostrou o áudio nem os documentos que dizia dispor – e que lhe teriam permitido garantir que o grampo foi feito pela ABIN.

Não se trata de entregar a fonte, mas apenas de mostrar documentos que a revista diz possuir. A revista não apenas acusava a ABIN pelo grampo, como atribuía à agência uma verdadeira fábrica de grampos.

Mas, até agora não se conseguiu comprovar um grampo sequer.

É possível que a ABIN tenha disfarçado bem sua suposta atividade paralela. Mas uma fábrica de grampos, da maneira descrita na reportagem, não poderia se abrigar em uma saleta secreta, em um porão. Envolveria muitas pessoas, seria do conhecimento do universo da arapongagem brasiliense – que é íntimo da revista. Por isso, é possível que a revista tenha montado um falso escândalo, com graves consequências: o episódio quase induziu a um conflito entre poderes, com graves desdobramentos institucionais.

Se comprovada a armação, a Abril cometeu um crime grave. Para saber se cometeu o crime, há a necessidade de abrir um inquérito. Quando se irá começar a investigar? Quando o Ministério Público irá se pronunciar? Uma publicação, por mais poderosa que seja, não pode estar acima da lei.

Por JB Costa

O que causa mais espécie, revolta, raiva, dó de barriga, sei lá mais o quê, é dois agentes do Estado, um inclusive chefe atual de um dos poderes da República, darem, de chôfre, total crédito a uma denúncia feita por uma revista conhecida por suas “reportagens” sem ao menos um questionamento acerca da prova material.

A corroboração do diálogo não é prova material nem aqui nem na cochichina. Ouso discordar frontalmente da tese do Dr. Nelson Jobim, apesar de só possuir o diploma do Curso de Datilografia.

Para tipicação de um crime são necessários três elementos: a vítima, o autor e o instrumento. Por enquanto, temos apenas as duas (ainda supostas) vítimas.

A tese de que a transcrição assentida pelas supostos prejudicados já é uma PROVA, se submetida, mutatis mutandis, a prova da falseabilidade de Popper não se sustentaria.

Como se admitir como prova algo que não se pode comprovar falso? O suposto delito não foi a degravação, e, sim o ato de gravar que se revelará como prova através de uma fita, CD, ou similares.

Beira ao rídiculo argumentos tais como: “Ora a VEJA divulgou, então é verdade”, ou, ” os termos da degravação foram confirmados pelas vítimas.” Estarão esses protagonistas acima de tudo e de todos? Da Constituição, inclusive? Serão, porventura, deuses?

Fonte: Blog de Luis Nassif

Postado por Erismar Carvalho, às 14h55.

A CRISE BANCÁRIA SUECA

Suécia combateu crise bancária nos anos 90 sem afetar contribuinte
Carter Dougherty*

Um sistema bancário em crise após o colapso de uma bolha imobiliária. Uma economia perdendo empregos vertiginosamente. Um governo orientado para o mercado se esfalfando para conter o pânico. Soa familiar? Para a Suécia, sim. O país estava num aperto tão grande em 1992 – depois de anos de regulação imprudente, política econômica míope e o fim de seu boom imobiliário – que seu sistema bancário estava, para todos os fins práticos, insolvente.

(…) A Suécia não só salvou suas instituições financeiras quando seu governo assumiu dívidas podres. Ela extraiu quilos de carne de acionistas de bancos antes de escrever seus cheques. Os bancos tiveram que dar baixa de prejuízos e emitir garantias para o governo. Essa estratégia manteve os bancos responsáveis e transformou o governo em proprietário. Quando os ativos problemáticos foram vendidos, os lucros foram para os contribuintes, e mais tarde o governo pôde recuperar mais dinheiro vendendo ações nas companhias também.

(…) A crise sueca teve origens espantosamente parecidas com as da crise americana, e seus vizinhos, Noruega e Finlândia, foram prejudicados até o ponto de precisar de um salvamento do governo para escapar do pântano. A desregulação financeira dos anos 1980 alimentou um frenesi de empréstimos para compra de imóveis pelos bancos suecos, que não se preocuparam muito com a possibilidade de o valor das garantias evaporar em tempos mais difíceis.

Os preços das propriedades implodiram. A bolha desinflou rapidamente em 1991 e 1992. Um esforço vão para defender a moeda sueca, a coroa, fez as taxas do overnight (interbancárias) dispararem, em certo ponto, até 500%. A economia sueca se contraiu por dois anos seguidos após uma longa expansão, e o desemprego, de 3% em 1990, quadruplicou em três anos.

Após uma série de quebras de bancos e soluções específicas, a hora da verdade chegou em setembro de 1992, quando o governo do primeiro-ministro Carl Bildt decidiu que era o momento de pôr ordem na casa.

(…) A Suécia disse aos bancos para darem baixa das perdas para ficarem em condição de recapitalização. Enfrentando o problema mais para o fim da década, o Japão cometeu o erro de arrastar esse processo, retardando uma solução durante anos.

Daí veio o imperativo de sangrar primeiro os acionistas. Lundgren recorda uma conversa com Peter Wallenberg, na época presidente do SEB, o maior banco da Suécia. Wallenberg, rebento da família mais famosa do país e timoneiro de grande parte de sua economia, ouviu dele que não haveria vacas sagradas. Os Wallenbergs trataram de arranjar uma recapitalização por conta própria, eliminando a necessidade de salvamento. O SEB saiu do vermelho no ano seguinte, em 1993.

(…) Quando os mercados se estabilizaram, o Estado sueco colheu os benefícios, tornando a abrir o capital dos bancos. Mais dinheiro ainda pode vir para os cofres oficiais. O governo ainda possui 19,9% do Nordea, um banco de Estocolmo que foi totalmente nacionalizado e agora é um gigante muito conceituado na Escandinávia e na região do Mar Báltico. (…)

*Carter Dougherty escreve para o The New York Times.

Fonte: Blog do Luis Nassif

Postado por Erismar Carvalho, às 14h47.

A DISPUTA PELO ESTADO

Por Ernesto

Interessante a entrevista de Walter Maierovitch ao Terra Magazine a respeito do crime organizado. Traça um paralelo entre a Máfia Italiana e sua ascenção ao poder, com Daniel Dantas no Brasil.
Ainda esculhamba com a justificativa da Min. Ellen Gracie para não liberar o acesso ao HD de Dantas, sob sua guarda. Além de outras informações interessantes.

Link: clique aqui

(…) No Brasil, o senhor identifica algo semelhante?

Sim, o exemplo claro é o (banqueiro) Daniel Dantas. Ele consegue participar da privatização, tendo uma procuração pra representar fundos de pensão, num processo absolutamente estranho. Porque ele não tinha potencial econômico algum pra se enfiar nesse ramo. Precisou de dinheiro de fundos de pensão, o Estado lhe propicia isso. Participa da privatização (das teles), obtém vantagens, continua administrando até ser cassada a procuração. Mais do que isso, descobre-se que discos rígidos, que revelam todo esse processo de privatização, não podem ser abertos por decisão judicial. Por decisão do Supremo Tribunal Federal da Ellen Gracie.

Um contra-senso?

É como se eu matasse uma pessoa, o cadáver ficasse dentro do apartamento, e eu tivesse uma autorização judicial da Ellen Gracie pra polícia não entrar. O argumento que ela dá, na decisão, é mais estranho ainda. Ela diz que a apreensão daqueles discos rígidos se deu na apuração de grampos, pra verificar se Daniel Dantas podia grampear alguém. Ora, a Lei Processual Penal fala dos crimes conexos. Quando se está apurando o homicídio de João, se você encontrar a prova de que o mesmo assassino matou Antonio, José ou assaltou um banco, você não vai ignorar. Na visão dela, sim. E não deixou abrir os discos rígidos. O mesmo Daniel Dantas que consegue no segundo habeas corpus um foro privilegiado. Ele salta instâncias e vai ao Supremo. E o presidente do STF dá uma liminar sem consultar a Corte.

Em 48 horas…

A primeira ainda se pode discutir. Mas a segunda, não. Não é nem do Judiciário, é improbidade administrativa. Daí a minha tese do impeachment. E veja a reação do ministro (Nelson) Jobim, que sustenta uma mentira com relação às escutas, ao grampo, pra derrubar o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), e não acontece nada.

(…) O senhor vê, no Brasil, uma reação à modernização do combate ao crime? Ele não precisa ser constantemente modernizado?

Sim, está lá no livro, entre outras coisas, o exemplo de uma especialista. Ela diz que a criminalidade organizada prefere hoje o mouse à metralhadora. A criminalidade precisa lavar esse dinheiro sujo pra reempregá-lo em atividades formalmente lícitas. É aí que está o pulo do gato. Vou mais longe, até, dizendo o seguinte: essa criminalidade de matriz mafiosa não assalta mais banco. Ela põe o dinheiro no banco e se serve de toda a rede de telemática.

Fonte: Blog do Luis Nassif

Postado por Erismar Carvalho, às 14h44.

LUSTOSA DA COSTA COMENTA:

De volta ao aconchego - Regresso ao País, cujo governo produz fatos e notícias otimistas de seus êxitos econômico-sociais que a mídia não tem condições de deixar de publicar embora fique dizendo que a crise econômica americana vem aí e vai nos pegar. Ela sempre torce contra o interesse do Brasil.
Onda vermelha - A onda vermelha se espalha, pois agora só resta à oposição, como agora em Recife, querer ganhar o pleito no tapetão, contra a vontade popular, através de chicanas de juízes eleitorais feitas pelo PSDB e PFL.
Em primeiro turno - Parece não haver dúvidas de que Marta Suplicy e Luizianne Lins vão conquistar a Prefeitura de S.Paulo e de Fortaleza, respectivamente, no primeiro turno. A vitória do PT e da base popular de Lula tende a ser acachapante, esmagadora.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Postado por Erismar Carvalho, às 14h13.

Depois de atacar Luizianne(PT), Comaduec declara apoio a Patrícia(PDT/PSDB)

Depois de promover campanha contra a prefeita-candidata Luizianne Lins (PT), a Convenção de Ministros das Assembléias de Deus Unidas do Ceará (Comaduec) resolveu declarar apoio à eleição de Patrícia Saboya (PDT). O bispo Shelley Macêdo(envolvido em diversos escândalos), presidente da Comaduec, revelou preocupação com uma possível eleição de Luizianne Lins ainda no primeiro turno, se baseando nas pesquisas eleitorais que colocam Luizianne em primeiro lugar.

Segundo ele, no dia 21 de setembro foi feita uma reunião com todos os representantes das igrejas associadas à Comaduec para decidir que candidato receberia o apoio. Em votação realizada entre os lideres das igrejas, informa o bispo, a maioria decidiu que a Comaduec apoiaria Patrícia Saboya. “O apoio à Luizianne não foi nem cogitado. Ela ainda é uma ameaça”, declarou.

Fonte: Jornal OPovo

Postado por Erismar Carvalho, às 12h22.

Luizianne ganha no 1o turno em Fortaleza, indica Ibope

FORTALEZA (Reuters)- As eleições em Fortaleza podem se definir já no primeiro turno. É o que indicam os números da quarta pesquisa do Ibope/TV Verdes Mares, divulgados nesta quinta-feira, em que a prefeita e candidata à reeleição, Luizianne Lins (PT), aparece com 50 por cento das intenções de voto.

Em segundo lugar, está Moroni Torgan (DEM), com 20 por cento e, em terceiro, Patrícia Saboya (PDT), com 16 por cento. A soma dos votos de todos os candidatos totaliza 41 por cento.

Na sondagem sobre expectativa de vitória a petista sai com 75 por cento de chance de ser eleita, contra oito por cento de Moroni e seis por cento de Patrícia.

Apesar das intensas críticas de que vem sendo alvo nas duas últimas semanas por parte de seus adversários, Luizianne Lins é a única candidata que tem mantido um crescimento constante nas últimas pesquisas de opinião.

Na segunda sondagem do Ibope divulgada em agosto, ela estava com 28 por cento; no princípio de setembro, apareceu com 46 por cento, e agora subiu mais quatro pontos. Patrícia e Moroni, ao contrário, têm registrado quedas nos números.

Na segunda pesquisa do Ibope, Moroni aparecia com 33 por cento, caindo para 22 por cento e agora oscilou mais dois pontos para baixo, dentro da margem de erro que é de 3 pontos.

A pedetista tinha 19 por cento em agosto, passou para 17 por cento e nesta quarta pesquisa oscilou mais um ponto para baixo.

Na simulação de segundo turno, Luizianne ganharia de Moroni por 60 a 36 por cento, e de Patrícia Saboya, por 58 a 34 por cento. Já numa eventual disputa entre Patrícia e Moroni, a candidata do PDT sairia na frente com 46 a 37 por cento.

A pesquisa do Ibope foi realizada dos dias 21 a 23 de setembro e ouviu 805 eleitores.

Fonte: http://www.abril.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 12h10.

Já vai tarde: Fim melancólico da ERA BUSH

Os oito anos de George W. Bush à frente do governo dos Estados Unidos estão acabando exatamente como começaram: com o chefe supremo da nação aparecendo em rede nacional de TV para alertar que o país enfrenta uma crise sem precedentes. Em 2001, seu primeiro ano como presidente, Bush foi à TV logo após os ataques de 11 de setembro para avisar aos americanos que tempos difíceis estavam por vir. Era o começo da chamada “Guerra contra o Terrorismo”. Agora em 2008, seu último ano na Casa Branca, o mesmo Bush volta a usar a cadeia nacional para dizer, mesmo a quem não queria ouvir, que a economia dos Estados Unidos corre risco de entrar em colapso.

Há um mês, a revista americana Newsweek fez o que manda o bom jornalismo. Foi mostrar o “outro lado”, investigando onde e como, em meio a tantos erros históricos, o governo Bush havia acertado. “O presidente Goerge W. Bush entra agora em seu 23º mês consecutivo com uma taxa de aprovação abaixo dos 40% (no momento está em 32%). Não importa o que ele faça, ou o que aconteça no mundo, o público parece ter decidido que Bush foi um fracasso”, escreveu o experiente editor Fareed Zakaria, antes de lembrar que o presidente americano fez uma tardia, mas concreta e positiva, mudança de rumo em parte de sua política externa.

Nos dois últimos anos de governo, pragmatistas como o atual secretário da Defesa, Robert Gates, substituíram estrelas do neoconservadorismo, como Paul Wolfowitz ou Donald Rumsfeld, no comando de assuntos cruciais como Iraque e Coréia do Norte. O resultado foram avanços nessas duas frentes, com os Estados Unidos abandonando a ainda jovem Doutrina Bush (o ataque é a melhor defesa) e tirando da pauta planos mirabolantes de uma invasão do Irã. Alguém ainda acredita que os Estados Unidos, em meio ao furacão de Wall Steet, gastando quase US$ 1 trilhão para salvar seu sistema financeiro, possa enfrentar o país dos aiatolás? Possível é, mas ficou muito mais difícil.

Em seu artigo Zakaria pedia que nos lembrássemos que o mundo a ser herdado pelo futuro presidente americano será o de 2009, não o de 2003, ano da invasão do Iraque. Portanto é necessário, argumentava o editor da Newsweek, que valorizemos o fato de que Bush mudou em seu final de governo, para melhor. Mas aí veio a fase mais aguda (até agora, porque o pior ainda pode estar por vir) da crise econômica iniciada no ano passado, com o estouro da bolha imobiliária. Depois da tragédia em que se tranformou o Iraque, do furacão Katrina, do agravamento da situação no Afeganistão, do abalo da imagem internacional dos Estados Unidos, o próprio Bush veio a público dizer que a maior potência do mundo “pode cair em uma grande recessão”. Antes mesmo de o mundo admitir que Bush acertou em alguma coisa, a crise econômica desabou sobre a cabeça do presidente americano.

É um fim ainda mais melancólico do que já se vislumbrava. Com a disputa entre Barack Obama e John McCain próxima de seu clímax, muitos acreditavam que Bush se recolheria na Casa Branca e se contentaria em esperar pelo dia em que deixará a famosa residência presidencial. Mas ele voltou à TV, para alertar para mais um possível Armagedom. O terrorismo deu lugar a a um possível colapso econômico. Um 11 de Setembro ainda mais assustador. Mais um motivo para os historiadores se debruçarem sobre a inesquecível e incomparável Era Bush.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/blogs/portuguese/editores/

Postado por Erismar Carvalho, às 11h58.

Fecomércio Ceará: bastidores de uma crise

A suspeita de irregularidades na gestão do sistema Fecomércio no Ceará, que engloba a administração Sesc, Senac e IPDC, teria levado o candidato Luiz Gastão a abandonar à candidatura à Prefeitura de Fortaleza. Um ofício enviado ao TRE em Fortaleza pelo Conselho Fiscal do Sesc Nacional e o documento de um sindicato deflagraram a crise

O afunilamento de uma auditoria nas contas do Serviço Social do Comércio no Ceará (Sesc/CE) seria a principal causa da retirada da candidatura de Luiz Gastão Bittencourt (PPS) à Prefeitura de Fortaleza. A fiscalização levantou suspeita sobre vários atos da gestão de Luiz Gastão à frente da Federação do Comércio do Estado Ceará (Fecomércio), entidade que presidira por 10 anos e da qual se licenciara em 4 de junho para entrar na disputa pela Prefeitura. O Sistema Fecomércio engloba, além do Sesc, o Serviço Nacional do Comércio (Senac) e o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC).

A crise começou a ganhar contornos visíveis na sexta-feira da semana passada (19), quando um ofício do Conselho Fiscal do Sesc Nacional chegou ao Tribunal Regional Eleitoral. Em um texto sucinto, o Conselho pediu que fossem investigadas denúncias referentes ao uso de equipamentos da instituição na campanha de Gastão. Além disso, o Conselho enviou um dossiê e uma denúncia formal assinada por Sebastião Freitas Menezes que é vice-presidente do Sindivendas, um dos 36 sindicatos que integra a Fecomércio.

Na denúncia, protocolada com o número 103697/2008 e que caiu nas mãos do juiz eleitoral Emanuel Leite Furtado, o empresário Sebastião Menezes lista uma série de supostas irregularidades que teriam sido praticadas na gestão de Luiz Gastão Bittencourt de 2001 até sua licença para se candidatar a prefeito. No material recebido pela Justiça existem indícios de desvio de dinheiro público do Sesc/Ceará através de triangulação com empresas de procedência duvidosa, falta de prestação de contas, pagamento de passagens aéreas para familiares e amigos de Luiz Gastão, frete de carreta com o dinheiro do sistema Fecomércio e outras.

Antes de chegar ao TRE, o Conselho Fiscal do Sesc Nacional já havia tomado conhecimento das denúncias. Em junho deste ano, auditores enviados de Brasília chegaram ao Ceará e teriam identificado algumas irregularidades. O POVO apurou que um auditor e uma auditora voltaram a Fortaleza na última sexta-feira, 19. Por causa da presença dos dois no Estado, correu, nos bastidores da Fecomércio, Sesc e Serviço Nacional do Comércio (Senac) a possibilidade de uma intervenção federal no Sesc Ceará.

A intervenção não aconteceu, mas Luiz Gastão Bittencourt – alegando “complô” contra ele na Fecomércio – renunciou à candidatura para prefeito de Fortaleza e voltou a sentar-se na cadeira de presidente da Fecomércio. A assessoria de imprensa do Sesc nacional nega que exista um processo de intervenção em andamento na entidade. No “termo de retorno”, documento assinado em uma tensa reunião às 10h35min do último dia 22, Gastão afasta o presidente em exercício Regis Dias e “reitera a promessa de observar as responsabilidades, deveres e direitos previstos na legislação”.

Logo abaixo, em sua assinatura, Régis Dias devolve a provocação e se diz “ciente, após ter convocado a diretoria da Federação para onde serão encaminhadas as irregularidades encontradas”. A reunião da diretoria deveria acontecer hoje, às 10 horas, na sede da Fecomércio, mas foi adiada por Luiz Gastão para a próxima terça-feira, 30. Ontem, ele viajou para o Rio de Janeiro em um vôo às 6h10min. O POVO apurou que a reunião, com os 27 diretores da Fecomércio (comerciantes e/ou presidentes de sindicatos), poderá afastar Gastão da presidência enquanto durar a apuração das supostas irregularidades. Gastão tem até 20 dias para apresentar sua defesa ao Conselho de Representantes da instituição (presidentes de sindicatos).

Matéria completa: http://www.opovo.com.br/opovo/politica/822226.html

Postado por Erismar Carvalho, às 09h51.

Saiba como será a nova Carteira Nacional de Identidade

A partir de janeiro de 2009 estará acessível a toda a população brasileira a nova carteira de identidade. A novidade é que ela vai reunir CPF, RG e título de eleitor em um só documento. Com a implantação do Afis (sigla em inglês do Sistema Automático de Identificação de Impressões Digitais) no Instituto Nacional de Identificação (INI) da Polícia Federal, a intenção é gerar um número nacional para todos os brasileiros.

O novo documento de identidade vai ter o tamanho de um cartão de crédito. A maior novidade é o chip, que armazena todas as informações da pessoa e também as impressões digitais. A informação não é uma tinta, então nenhum reagente químico pode alterá-la, todos os dados são gravados a laser no corpo do documento. A proposta é que em nove anos todos os brasileiros tenham o novo registro, que vai acabar com o problema de homônimos (pessoas que têm o mesmo nome e números de registro diferentes), e principalmente com as fraudes.

Fonte: http://www.zonamix.com.br/blogdaredacao/

Postado por Erismar Carvalho, às 14h51.

Candidato a vereador do PSOL é suspeito de agredir a mulher em Niterói (RJ)

O candidato a vereador em Niterói (RJ), Luiz Márcio da Silva, o Marcinho Eletricista (PSOL), é suspeito de ter agredido sua mulher, Alda Cândida Lorena, de 45 anos, que registrou queixa na manhã desta quarta-feira (24) na 79ª Delegacia de Polícia (Jurujuba). Segundo a polícia, Lorena estava muito abatida quando fez a denúncia e por isso não foi encaminhada para a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM).

De acordo com o boletim de ocorrência, a agressão que aconteceu na terça (23), por volta das 23h, teria sido motivada pelo fato de o candidato ligar para a mulher e ela não atender ao telefone. A polícia ainda informou que Luiz Márcio da Silva agrediu Lorena com vários golpes no rosto e nas pernas.

Procurado pela reportagem, Marcinho Eletricista não atendeu ao telefone. Segundo a 79ª DP, a mulher do candidato, Alda Cândida Lorena, está passando por exame de corpo de delito nesta tarde.

Fonte: http://eleicoes.uol.com.br/2008/

Postado por Erismar Carvalho, às 14h37.

IBGE prorroga inscrições para 332 vagas de analista: R$ 4 mil

Cargo exige nível superior de escolaridade.
Selecionados trabalharão no Censo 2010 por até um ano.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prorrogou as inscrições para o processo seletivo simplificado que oferece 332 vagas para analista censitário. Os candidatos selecionados trabalharão no planejamento do Censo 2010 por um período de até 12 meses, prorrogável por, no máximo, mais 12. A remuneração mensal será de R$ 4 mil, além de auxílio-alimentação, auxílio-transporte, férias e 13º salário, por 40 horas de trabalho semanais.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.consulplan.net até as 23h59 de 6 de outubro. A taxa é de R$ 33. A prova objetiva está prevista para acontecer em 9 de novembro, em local a ser informado a partir de 27 de outubro. Ao se inscrever, o candidato terá que optar por uma das 18 áreas de conhecimento e pelo município onde pretende trabalhar, de acordo com a disponibilidade de vagas.

A maioria das vagas é para o Rio de Janeiro. Somente as áreas de análise de sistemas (suporte à comunicação de redes), ciências contábeis, geoprocessamento e, ainda, gestão e infra-estrutura oferecem vagas em todas as 27 capitais do país. Das oito vagas disponíveis para jornalistas, quatro são no Rio de Janeiro e as restantes, em Belo Horizonte, Belém, Recife e Curitiba.

Fonte: http://g1.globo.com/

Postado por Erismar Carvalho, às 14h27.

Lei Seca: Ceará tem melhor resultado do que a média nacional

Ceará conseguiu manter a redução do número de acidentes fatais após os três primeiros meses de vigência da Lei Seca. Na média do País, o número de mortes caiu mais em junho e julho. No Estado, a diminuição de acidentes com mortes permaneceu em 14%

A Lei Seca prossegue dando bons resultados ao Ceará. O Estado tem conseguido números melhores se comparado aos do Brasil. Nos três primeiros meses de vigência da lei, o Ceará sustentou a redução do número de acidentes fatais. Na média do País, houve tendência de queda de mortes em acidentes entre os dois primeiros meses (junho e julho) e os dois mais recentes (agosto e setembro). Ou seja, os números caíram mais no começo da vigência da lei. Foram 13,6%, entre 20 de junho a 20 de agosto, para 8% na comparação com o período de 20 de junho a 20 de setembro. No Ceará, a diminuição de acidentes com mortes permaneceu em 14% nos dois períodos. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: http://www.opovo.com.br/

Postado por Erismar Carvalho, às 14h16.

Retrocesso: Crivella critica lei contra a homofobia durante debate no RJ

 

 

Em debate com outros nove candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, o senador Marcelo Crivella (PRB) disse considerar “uma excrescência” a lei federal contra a homofobia, aprovada na Câmara e que aguarda a manifestação do Senado para ir à sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Crivella fez a declaração ao final do debate, em resposta à deputada Solange Amaral (DEM). Ela se disse impressionada com o artigo que Crivella escrevera no fim de 2007 defendendo que a população vá às ruas, caso a lei seja sancionada. “Continue impressionada. A lei é uma excrescência. (…) Fere direitos que a antecedem, como a liberdade de expressão. Precisamos aprender a conviver com as diferenças. Tenho minha consciência pautada pelos preceitos cristãos de que não é o melhor caminho para o ser humano”, afirmou ele. “Agora, vai ter lei que me obrigue a elogiar? Não pode. Tem que respeitar, eu respeito, desde que seja também respeitado.”

 

O debate foi promovido pelo “Jornal do Brasil”. Foi o segundo a reunir os principais candidatos. Além de Crivella e Solange, participaram Eduardo Paes (PMDB), Fernando Gabeira (PV), Jandira Feghali (PC do B), Alessandro Molon (PT) e outros quatro. Segundo o Datafolha, Paes lidera a disputa com 26% das intenções de votos, seguido por Crivella (18%), Jandira (13%) e Gabeira (11%).

 

Fonte: http://www.athosgls.com.br/noticias_visualiza.php?contcod=24668

 

Postado por Erismar Carvalho, às 14h09.

VISITANTES TOTAIS

  • 8,662,729 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters